Arquivos do Blog

Gestão Anastasia: Dia Nacional do Choro – Conservatórios Estaduais de Música de Minas celebram a data

Juiz de Fora, Diamantina e Araguari recebem apresentações musicais durante a semana homenagem ao Choro

Divulgação Conservatório de Diamantina
“Dia Nacional do Choro” é comememorado em várias cidades mineiras
“Dia Nacional do Choro” é comememorado em várias cidades mineiras

Professores e alunos do Conservatório Estadual de Música Haidée, em Juiz de Fora, Zona da Mata, se reúnem para uma apresentação aberta à comunidade em comemoração ao “Dia Nacional do Choro”, nesta segunda-feira (23).

A apresentação que será realizada no Conservatório Estadual de Música Haidée, terá como convidados músicos que participam do Clube do Choro de Juiz de Fora. “Temos hora para começar, mas não para terminar, será uma apresentação bem informal, como pede o ‘Choro’. Não há um repertório específico, pois ele será construído com os participantes no momento do encontro”, conta a professora de violão e uma das organizadoras do evento, Denise Coimbra.

Quem admira ou tem curiosidade sobre o gênero musical poderá contemplar a apresentação gratuitamente. “A escolha de apresentar na área de entrada da escola, ao invés do auditório, é justamente despertar o interesse daqueles que tiverem passando pelo local”, explica Denise. O dia 23 de abril é a data de nascimento de Alfredo da Rocha Viana Filho, popularmente conhecido como Pixinguinha e considerado patrono do Choro.

Em Diamantina, no Vale do Jequitinhonha, o Choro será lembrado durante a semana, no Conservatório Estadual de Música de Lobo de Mesquita. Durante as aulas, os professores de violão, contrabaixo, flauta e percussão irão discutir com os alunos a história do gênero musical e de compositores como Jacó do Bandolim, Valdir Azevedo e Chiquinha Gonzaga.

“Pretendemos nos reunir com os alunos no jardim do Conservatório para uma apresentação com o nosso grupo, o ‘Grupo de Choro Malandrinho”, conta o professor de violão Felipe Leonardo de Almeida. O grupo, que existe há 12 anos, também se apresentará na reunião dos diretores das escolas estaduais da Superintendência Regional de Ensino de Diamantina, que ocorrerá na quinta-feira (26).

Em Araguari, no Triângulo Mineiro, o grupo de ‘Choro’ do Conservatório Estadual de Música e Centro Escolar de Arte Raul Belém, se apresenta em comemoração ao aniversário de 27 anos da escola de música. As apresentações serão segunda-feira (23) nos intervalos das aulas do Conservatório. “O nosso grupo é composto por professores e alunos e vamos apresentar um repertório de Severino Araújo no intervalo das aulas”, explica uma das coordenadoras do grupo, Priscila Taís Lemos da Silva Barbosa. O grupo se chama ‘Vou vivendo’, nome de um Choro composto por Pixinguinha e Benedito Lacerda.

‘Choro’ nos Conservatórios

A Secretaria de Estado de Educação possui 12 Conservatórios Estaduais de Música, destes oito possuem grupo de “Choro”. Além de Juiz de Fora, Diamantina e Araguari; Uberaba, Varginha, Visconde do Rio Branco, Leopoldina e Montes Claros também têm Conservatórios de Música que contam com grupos de “Choro”.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/dia-nacional-do-choro-conservatorios-estaduais-de-musica-de-minas-celebram-a-data/

 

Governo de Minas: Zona da Mata é beneficiada com a entrega de 14 veículos para vigilância sanitária animal e vegetal

Os veículos auxiliarão os trabalhos de fiscalização nos municípios e entornos de Bicas, Cataguases, Juiz de Fora, Lima Duarte, Muriaé, Ponte Nova, Rio Pomba, Ubá, Viçosa e Visconde do Rio Branco

Governo de Minas doou, nessa quinta-feira (22), 135 veículos para o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) para serem utilizados pelas coordenadorias regionais e escritórios seccionais do órgão. O objetivo é fortalecer os sistemas de vigilância sanitária animal e vegetal do Estado. O governador Antonio Anastasia fez a entrega simbólica da chave de um dos veículos ao diretor-geral do IMA, Altino Rodrigues Neto.

Para a Zona da Mata são 14 veículos. Eles auxiliarão os trabalhos de fiscalização nos municípios e entornos de Bicas, Cataguases, Juiz de Fora, Lima Duarte, Muriaé, Ponte Nova, Rio Pomba, Ubá, Viçosa e Visconde do Rio Branco. “Vamos, cada vez mais, levar infraestrutura para atuação dos órgãos estaduais no interior. Minas é um Estado muito vasto, com muitos municípios e a atuação do IMA é exemplar, por isso o instituto precisa de boa infraestrutura. Agradeço a parceria do governo federal e vamos trabalhar integrados exatamente para melhorar a qualidade do nosso rebanho e também da nossa produção vegetal”, ressaltou o governador.

Foram investidos R$ 6 milhões na aquisição de todos os veículos, sendo R$ 1,2 milhão do Governo de Minas e R$ 4,8 milhões do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.  Dos 135 veículos, 106 serão utilizados nos trabalhos do sistema de vigilância animal do IMA. Os demais serão destinados à área vegetal. Os veículos estão sendo distribuídos para todas as 20 coordenadorias regionais do IMA.

O Sistema de Vigilância Sanitária Animal do instituto tem o objetivo de prevenir, controlar e erradicar as doenças animais. São combatidas enfermidades como febre aftosa, peste suína clássica, brucelose e tuberculose, influenza aviária e raiva. Já o Sistema de Vigilância Sanitária Vegetal é responsável pela prevenção e controle de pragas, fazendo, também, a vigilância e fiscalização do trânsito interestadual de vegetais.

Municípios e veículos:

Coordenadoria de Juiz de Fora: Meriva / 2 Unos 1.4 / Ranger 4×4

Escritório Cataguases: Uno 1.4

Escritório Bicas: Uno 1.4

Escritório Lima Duarte: Uno 1.4

Escritório Ubá: Uno 1.4

Escritório Visconde do Rio Branco: Uno 1.4

Escritório Rio Pomba: Uno 1.4

Escritório Viçosa: 2 Unos 1.4

Escritório Muriaé: Ranger 4×4

Escritório Ponte Nova: Uno 1.4

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/zona-da-mata-e-beneficiada-com-a-entrega-de-14-veiculos-para-vigilancia-sanitaria-animal-e-vegetal/

Governo de Minas assegura investimentos de R$ 87 milhões em diversos setores da economia

Serão criados 2.170 postos de trabalho nas cidades de Ribeirão das Neves, Camanducaia, Visconde do Rio Branco, Patos de Minas e Dona Euzébia
Laura Maia/Sede
Frederico Álvares assina o protocolo de intenções junto com o diretor-superintendente da Companhia Melhoramentos de São Paulo, Sérgio Sesiki
Frederico Álvares assina o protocolo de intenções junto com o diretor-superintendente da Companhia Melhoramentos de São Paulo, Sérgio Sesiki

Minas Gerais receberá novos investimentos no valor de R$ 87,428 milhões, com a criação de 2.170 novos empregos diretos e indiretos nos municípios de Ribeirão das Neves, Camanducaia, Visconde do Rio Branco, Patos de Minas e Dona Euzébia. O anúncio foi feito por empresários dos mais diferentes setores durante a assinatura de cinco protocolos de intenções com o Instituto de Desenvolvimento Integrado (Indi), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede).

O primeiro protocolo foi assinado pelos diretores do Instituto de Hypodermia e Farmácia (Hypofarma), Irineu Marcellini e Giana Marcellini. O Hypofarma irá investir R$ 3 milhões na expansão da sua planta industrial, localizada em Ribeirão das Neves, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Fundada em 1948, a indústria farmacêutica quer aumentar sua competitividade e incrementar em 50% a produção de medicamentos injetáveis e soluções parenterais de grandes volumes.

Com financiamento do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), a Hypofarma passará a produzir 120 milhões de unidades de medicamentos similares, genéricos, de referência e específicos, além de cosméticos. Com a construção de novas salas de envase e de embalagem final dos produtos, além da modernização da estrutura e dos equipamentos existentes e da expansão e modernização das áreas de desenvolvimento farmacotécnico, o Hypofarma deverá contratar mais 370 empregados até o final da obra, em 2015.

Melhoramentos Florestal

Já a Companhia Melhoramentos de São Paulo pretende investir R$ 41,3 milhões na ampliação de sua unidade, a Melhoramentos Florestal Ltda, em Camanducaia, Sul de Minas. O projeto de ampliação é resultado de estudos e pesquisas realizadas pelo Conglomerado Melhoramentos, que indicaram a oportunidade de crescimento de sua participação no mercado interno e externo de fibras de alto rendimento (TGW) para a fabricação de papel cartão e papel tissue.

Com a expansão, que terá início ainda no primeiro semestre deste ano e conclusão em 2013, serão gerados 90 novos empregos, e a capacidade de produção deverá passar de 60 mil toneladas ano para 90 mil toneladas ano, fortalecendo a posição da empresa como a maior produtora não integrada de fibra TGW no país.

A Melhoramentos possui três unidades de manejo florestal: duas em São Paulo, a Fazenda Florestal, em Caieiras, e a Fazenda Santa Marina, em Bragança Paulista; e a Fazenda Levantina, em Camanducaia. As fazendas de São Paulo são manejadas com eucaliptos que pertencem a Empresa Companhia Melhoramentos de São Paulo, enquanto a de Minas é manejada com eucalipto e pinus exclusivamente para suprimento de madeira, matéria-prima na cadeia produtiva de fibras de alto rendimento.

A empresa é a única fábrica em Minas que produz o TGW. A Melhoramentos Florestal representa 16% do PIB da cidade de Camanducaia e com a expansão a participação irá para cerca de 20%.

Globalfruit

Em 2009, o Grupo Globalbev adquiriu a Agrofuit, empresa localizada na Zona da Mata, que passou a se chamar Globalfruit Indústria e Comércio Ltda. Responsável pela produção de polpas e sucos de frutas, além da prestação de serviços de envase, a empresa irá investir R$ 30 milhões para aumentar a produção para 10 a 12 milhões de litros de suco e para 6 mil toneladas de polpa.

O novo investimento prevê ainda que a unidade industrial de Visconde do Rio Branco contará com a produção e comercialização de polpas de frutas para todas as indústrias de sucos. Promoverá a exportação de seus produtos, além da produção de polpinhas de 200 gramas para consumo doméstico. Contará também com a prestação de serviços de envase (garrafas, latas, cartonados, pet.) para diversas indústrias do ramo que atualmente contratam serviço de São Paulo. Além da captação de frutas já em produção na região e em outras regiões de Minas Gerais, a Globalfruit promoverá o fomento agrícola da fruticultura junto ao produtor da regional.

Com a geração de 1.180 novos empregos diretos e indiretos, a Globalfruit pretende produzir também energéticos e isotônicos. Com as obras em andamento, a empresa pretende concluir o cronograma ainda este ano.

Duro Plásticos

Com investimento de R$ 10 milhões até 2015 e geração de 480 empregos diretos e indiretos, a Duro PVC Minas Ltda. assinou protocolo com o Governo de Minas para implantar uma unidade industrial e um centro de distribuição no município de Patos de Minas, no Alto Paranaíba. Eles serão destinados, respectivamente, à produção e comercialização de forro, perfil, tubos, conexões e conjunto de irrigação de PVC.

O grupo iniciou suas atividades em 1962, com a empresa Agromoto, atualmente instalada em Palmas (TO), comercializando máquinas agrícolas e, posteriormente, diversificando a sua linha com produtos para irrigação e produtos em PVC.

A Duro Plásticos, empresa do grupo, iniciou suas operações em fevereiro de 1998, com uma produção de 60 toneladas/mês. Hoje, transforma cerca de 1.100 toneladas/mês de PVC em tubos, conexões, forros e revestimento em PVC. A matriz está localizada no município de Aparecida de Goiânia (GO) e possui filiais nas cidades de Goiânia, Linhares (ES) e Maceió (AL).

A indústria conta com mais de 350 empregos diretos e 1.200 indiretos, e tem um faturamento aproximado de R$ 50 milhões. Outra empresa do grupo é a Ledwave, especializada em painéis de LED, com matriz em Curitiba (PR) e filiais em Goiânia e Las Vegas, nos Estados Unidos.

Multi-Plast

No município de Dona Euzébia, na Zona da Mata, a Multi-Plast Ltda. está investindo R$ 3,128 milhões para implantar uma fábrica de garrafas PET, tendo como foco principal o fornecimento de produtos para envasadoras de água mineral.

A empresa deverá concluir o projeto ainda no primeiro semestre de 2013, quando deverá gerar 40 empregos diretos e 10 indiretos. A previsão é de uma produção inicial de 2 milhões de garrafas PET/mês até atingir 5,5 milhões ao mês.

Fonte: Agência Minas

Governador Antonio Anastasia recebe 150 toneladas de produtos em doações para vítimas das chuvas em Minas

BELO HORIZONTE (16/01/12) – O governador Antonio Anastasia recebeu, nesta segunda-feira (16), representantes dos setores do comércio e indústria dos ramos de supermercados e alimentícios que doaram mais de 150 toneladas de alimentos e materiais para as famílias atingidas pelas chuvas em Minas Gerais. O governador determinou o envio imediato dos produtos para 27 cidades com maior carência de donativos no momento. Os 23 caminhões saíram da Praça da Liberdade na manhã desta segunda-feira.

“Em nome dos mineiros, agradeço essas empresas pelas doações que se fazem expressivas. Estamos diante de um gesto solidário, um gesto generoso de doação àquelas famílias afligidas e que foram afetadas pelas chuvas. As empresas demonstram o aspecto sempre generoso e solidário da alma mineira. É fundamental, porque nós temos em Minas centenas de milhares de famílias atingidas. Muitas cidades de Minas estão em situação difícil ainda, de reconstrução, de volta à normalidade. Essas doações são muito importantes”, afirmou Anastasia.

Os materiais foram destinados para as cidades de Acaiaca, Barra Longa, Barroso, Claro dos Poções, Conceição da Barra de Minas, Guaraciaba, Mariana, Matipó, Muriaé, Nazareno, Patrocínio de Muriaé, Ponte Nova, Prados, Raposos, Santa Cruz de Minas, São João del-Rei, São Sebastião da Vargem Alegre, Setubinha, Tiradentes e Visconde do Rio Branco. Outras cidades já foram atendidas com o envio de material da Defesa Civil e das doações recebidas por populares.

“Quero agradecer aos milhões de mineiros anônimos que também fizeram suas doações, levando seus produtos, suas roupas, gêneros alimentícios às unidades da Polícia Militar e dos Bombeiros por todo o Estado. A eles também o meu agradecimento muito forte, porque demonstra essa alma generosa do mineiro que auxilia o seu irmão na hora da dificuldade”, agradeceu o governador.

A arrecadação de donativos está sendo realizado pelo Movimento Minas Solidária, programa coordenado pelo Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) e Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec).

“A certeza que nós temos é que o atendimento que pode ser feito através das doações está sendo feito. Ou seja, não está faltando doação a nenhuma família mineira nesse momento. Dentro do âmbito da campanha Minas Solidária que começou há cerca de 10 dias já foram arrecadados 380 toneladas de donativos. A esse número se soma hoje mais 150 e ainda temos a previsão de uma série de outras doações que vão fazer com que esse número fique ainda mais significativo”, afirmou a presente do Servas, Andrea Neves.

O governador Antonio Anastasia lembrou que o Governo do Estado continua trabalhando para garantir a volta da normalidade às cidades mais afetadas pelas chuvas. Todas as secretarias estão mobilizadas para atendimento das demandas relativas às suas áreas. As secretarias de Desenvolvimento Social, Saúde, Fazenda, Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Transporte e Obras Públicas, além da Cemig, Copasa, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar continuam mobilizados para garantir a ajuda aos municípios.

O governador afirmou que entrará em contato com mais empresários para também garantir a ajuda, especialmente com mobiliário, às famílias mais atingidas. “Nós vamos ver com os empresários da área mobiliária a possibilidade eventual de algum tipo de doação, porque, um primeiro momento, é a recuperação da normalidade, um segundo, a recomposição das casas”, lembrou o governador.

Nesse período chuvoso Anastasia já visitou as cidades de Florestal, Ubá, Guidoval, Dona Euzébia, Muriaé, Ouro Preto e Além Paraíba para verificar os estragos causados pela chuva e levar a ajuda do Estado às populações.

Solidariedade

As entidades que doaram os produtos atenderam ao chamado do Movimento Minas Solidária, coordenado pelo Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) e da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil. Até agora, computadas as doações recebidas pelas entidades, já foram arrecadados mais de 530 toneladas de leite, material de higiene pessoal e de limpeza doméstica, colchões, fogões, roupas e roupas de cama e banho.

Participaram das doações dessa segunda-feira a Associação Mineira de Supermercados (Amis), Sistema Fecomércio/Sesc, Sistema Fiemg/Sesi, e as empresas  Super Nosso, Bretas/Cencosud, Extra, BH, Wall-Mart, Carrefour, EPA, Verdemar, Vilma Alimentos, Cemil, Itambé e Drogarias Araújo.

Fonte: Agência Minas

Governador Antonio Anastasia visita o município de Além Paraíba

ALÉM PARAÍBA (11/01/12) – O governador Antonio Anastasia determinou nesta quarta-feira (11), durante visita a Além Paraíba, na Zona da Mata, novas medidas emergenciais nas áreas de transportes e obras públicas, saúde e abastecimento de água, para o retorno imediato à normalidade na cidade. Equipes do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-MG) vão trabalhar na retirada de entulho para melhorar o acesso aos bairros atingidos.

Outra determinação é o início de estudo para construção de novo prédio para abrigar o Hospital São Salvador, localizado em área afetada pela chuva. O governador também determinou o envio de caminhões-pipa para o abastecimento de água, até que o serviço seja restabelecido pela Copasa.

Além Paraíba é uma das 127 cidades mineiras que decretaram situação de emergência, por causa das fortes chuvas. A Defesa Civil estadual registrou três óbitos e uma pessoa desaparecida na cidade. Desde segunda-feira, as equipes trabalham em ações emergenciais e de assistência humanitária para minimizar os efeitos dos temporais.

Essa é a segunda visita do governador Anastasia à Zona da Mata, a região mais castigada neste período chuvoso. Na semana passada, ele e o vice-governador Alberto Pinto Coelho estiveram em Ubá, Guidoval, Muriaé, Dona Euzébia, Cataguases e Visconde do Rio Branco.

“Todas as cidades merecem atenção absoluta do Governo de Minas. Já determinei, no caso de Além Paraíba, à equipe do DER a adoção de medidas imediatas, juntamente com a prefeitura, para o imediato retorno à normalidade das vias terrestres que foram as mais afetadas, com a retirada dos entulhos e, inclusive, de algo que é inacreditável, uma casa que foi trazida pela força das águas para dentro do córrego e está impedindo o curso normal das águas”, disse.

Hospital

O governador anunciou ter determinado à Secretaria de Estado de Saúde que, juntamente com a prefeitura, identifique uma área para a construção de um novo hospital. “O novo hospital deve estar longe da área das enchentes para deixar tranquila a população de Além Paraíba e da região, já que o hospital atende também municípios vizinhos”.

Anastasia conheceu o posto de comando da Coordenadoria de Defesa Civil de Minas Gerais (Cedec-MG), no parque de exposições, local de onde estão sendo coordenadas todas as ações integradas para minimizar os danos causados pela chuva na cidade. Ele se solidarizou com famílias que aguardavam atendimento no Lions Clube de Além Paraíba, ponto de coleta e distribuição de donativos.

Depois, o governador Anastasia, acompanhado do prefeito Wolney Freitas, do secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, e do coordenador da Defesa Civil Estadual, coronel Luis Carlos Dias Martins, visitou moradores das ruas Mangueiras e Joaquim Lopes, na Vila Caxias, uma das 15 regiões atingidas pelas enchentes e inundações. Ele ouviu críticas e sugestões para a melhoria das condições de vida da população.

“Estamos assistindo aqui, em Além Paraíba, uma situação muito triste. É praticamente um cenário de guerra que eu acabo de ver. O córrego Limoeiros transbordou, com impressionante força das águas. Só estando aqui para ver o que aconteceu. Casas destruídas, comércio destruído, lamentavelmente perdas de vidas humanas. As ruas foram completamente arrasadas. Temos de fazer agora um trabalho imediato de reconstrução e de volta à normalidade, que significa o abastecimento de água, que é nossa prioridade. Ao mesmo tempo, proporcionar atendimento médico, abastecimento de gêneros alimentícios, de tal modo que haja também o início da limpeza da cidade, especialmente das ruas que foram muito afetadas” afirmou.

Copasa

Por determinação do governador Anastasia, a Copasa está disponibilizando dez caminhões-pipa para o abastecimento de serviços essenciais, como hospitais, creches e unidades de saúde, até que o serviço seja normalizado. Locais onde estão desabrigados e desalojados também terão preferência no atendimento.

Segundo o diretor da Copasa, Valério Parreira, responsável pelo abastecimento de água na Zona as Mata e Leste mineiro, a companhia já enviou equipamentos pesados e 25 técnicos, e contratou equipes da própria região para recuperar um trecho de 48 metros de adutora que foi arrancada pelas fortes correntezas do rio Aventureiro.

“A força da água foi tão forte que oito tubos de 500 milímetros de diâmetro, seis metros de comprimento e pesando quase uma tonelada cada, que ficavam apoiados em uma estrutura de concreto que passava por sobre o ribeirão, foram arrastados”, disse. A expectativa da Copasa é que nesta quinta-feira (12) o serviço comece a ser normalizado, ainda que com uma produção reduzida em cerca de 50% da vazão normal.

Plano de Ações

Coordenada pela Cedec-MG, a força tarefa, que atua em Além Paraíba, é integrada por equipes do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Copasa, Gerência Regional de Saúde, DER-MG, além de agentes de diversos órgãos da prefeitura municipal. Entre as principais tarefas planejadas está o trabalho contínuo de busca e resgate de uma pessoa desaparecida, a cargo do Corpo de Bombeiros. Outras em curso são a limpeza e desobstrução das ruas, avaliação dos danos materiais, recuperação de pontes.

Fonte: Agência Minas