Arquivos do Blog

Governo de Minas: inscrições para Festival Paradesportivo Regional de Juiz de Fora terminam sexta-feira

O cadastro é gratuito e pode ser feito por atletas e profissionais

A Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (SEEJ) recebe até sexta-feira (18) as inscrições para o Festival Paradesportivo Regional de Juiz de Fora, na Zona da Mata. O cadastro é gratuito e pode ser feito por atletas e profissionais.

O festival, que acontece entre 24 e 26 de maio, tem o objetivo de informar e capacitar os profissionais para as modalidades paraolímpicas, bem como oportunizar os alunos e atletas a vivência da prática desportiva. Poderão participar da competição profissionais de áreas como educação física e fisioterapia e estudantes com deficiência física, intelectual, visual ou paralisia cerebral, com idade de 12 a 19 anos, obrigatoriamente matriculados nas escolas da rede pública, particular e/ou especial de ensino.

As modalidades oferecidas são atletismo, bocha, goalball, futebol de cinco, futebol de sete, judô, natação, vôlei sentado e tênis de mesa e de quadra, as mesmas desenvolvidas nas Paraolimpíadas Escolares. Na ocasião, professores da área do paradesporto de Minas Gerais serão responsáveis pelas oficinas práticas das modalidades e também irão coordenar a participação dos alunos e atletas para, posteriormente, selecionar os que participarão da Etapa Estadual dos Jogos Escolares de Minas Gerais (JEMG), em outubro de 2012.

O festival já foi promovido em Ipatinga e Timóteo, no Vale do Aço. Outra etapa está prevista para junho, em Montes Claros, no Norte do Estado.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/inscricoes-para-festival-paradesportivo-regional-de-juiz-de-fora-terminam-sexta-feira/

Governo de Minas: espaço cultural de Ipatinga expõe artesanato e produção industrial de presos

 

Produtos fabricados por detentos de Ipaba, no Vale do Aço, são vendidos em museu

 

Peças de artesanato e industriais produzidas por presos da Penitenciária Dênio Moreira de Carvalho, em Ipaba, lno Vale do Rio Doce, estão expostas até o dia 18/05 no Museu Estação Memória Zeza Souto, em Ipatinga, cidade vizinha. É uma oportunidade de conhecer os trabalhos de mais de 120 detentos da unidade prisional, dentre marcenaria, tornearia, entalhe, costura, serralheria, móveis de madeira e bambu, peças em biscuit e quadros pintados a óleo.

“Estamos muito empolgados com a mostra, principalmente pela oportunidade de divulgarmos o talento, dedicação e empenho dos detentos. Temos apoio tanto da Secretaria de Estado de Defesa Social quanto das famílias e da Justiça, nas diversas ações de ressocialização no presídio”, conta o diretor geral, Adão dos Anjos.

Este é o segundo ano que a direção do Presídio de Ipaba leva para o museu, que funciona no prédio de uma antiga estação ferroviária, peças produzidas em suas 20 oficinas e cursos. O convite para a exposição foi feito pela coordenação do Museu Estação.

Os parentes são os responsáveis pela venda das peças artesanais, que são destinadas para a ampliação do rendimento familiar. As obras são produzidas em um galpão da unidade prisional, construído especialmente para isso.

O museu está localizado na rua Belo Horizonte, 272, no centro de Ipatinga. O local fica aberto à visitação de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. Mais informações pelo telefone (31) 3829-8349.

Serviços e produtos

A unidade prisional também fabrica móveis e uniformes do sistema prisional de Minas Gerais, além de possuir uma lavanderia industrial que lava roupas de uma grande empresa da região. A unidade conta também com uma oficina de carros, responsável pela manutenção de veículos do Estado. “Recebemos as mais diversas visitas na unidade, com o objetivo de conhecerem o sistema de trabalho, e algumas já compararam a unidade a uma vila operária”, relata o diretor geral.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/espaco-cultural-de-ipatinga-expoe-artesanato-e-producao-industrial-de-presos/

Governo de Minas: Secretaria de Saúde mobiliza moradores de Ipatinga para o combate à dengue

A Secretaria de Estado de Saúde promoveu, em Ipatinga, o evento “Minha Cidade sem Dengue”

Alessandra Maximiano
Ação na Praça Primeiro de Maio teve troca de materiais inservíveis (que podem acumular água) por cadernos, lápis e borrachas
Ação na Praça Primeiro de Maio teve troca de materiais inservíveis (que podem acumular água) por cadernos, lápis e borrachas

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) promoveu, no sábado (11), em Ipatinga, no Vale do Aço, o evento “Minha Cidade sem Dengue”. Ao longo da semana a cidade recebeu uma equipe de mobilizadores e agentes da Força Tarefa de combate à dengue da SES, que divulgaram informações sobre o combate as doença. A equipe permanece na cidade até a próxima sexta-feira (17).

No sábado a ação foi na Praça Primeiro de Maio com troca de materiais inservíveis (que podem acumular água) por cadernos, lápis e borrachas. No domingo foi realizada uma blitz educativa e, nesta segunda-feira (13), estão sendo promovidas ações de troca com o dengue móvel nos bairros periféricos.

Durante toda a semana vários bairros foram mobilizados e muitos moradores não sabiam que neste período de estiagem e calor é o momento de se ficar mais alerta, pois qualquer local em que possa existir água parada pode ser transformado em um foco da doença.

Esta foi a dúvida da recepcionista Renata Domingos Fernandes, que ficou surpresa com a ação na cidade. “Eu acreditava que o mosquito estava mais presente durante o período de chuvas. Realmente não sabia que após a passagem deste período pode ocorrer uma maior proliferação”, afirmou. Com este esclarecimento Renata trouxe de casa dez garrafas pet, que foram trocadas por lápis e que agora serão utilizados por seus filhos e sobrinhos no início do período escolar.

O superintendente da Regional de Saúde de Coronel Fabriciano, Anchieta Poggialy, reforçou que 80% dos casos de dengue estão na residência das pessoas e que a conscientização é o fator mais importante. “O primeiro passo para eliminar os focos do mosquito é que logo após as informações e os esclarecimentos de dúvidas, as pessoas identifiquem o que não pode permanecer nos quintais”, afirmou.

A referência Técnica de Vigilância em Saúde, Fabiano Stracieri, afirmou que para conscientizar as pessoas e atender à população o estado atualmente trabalha em três frentes. “Estamos trabalhando com a assistência à saúde, a vigilância em saúde e a mobilização social. No início de fevereiro, enfermeiros e médicos da região que atendem nas unidades de pronto atendimento foram capacitados para que seja realizado o devido acolhimento e manejo clínico dos pacientes com os sintomas da doença. Os profissionais da saúde, além de estarem preparados para prestarem um bom atendimento, também serão multiplicadores e mobilizadores sociais das informações para os usuários do sistema de saúde”, afirmou.

Resultados

Na primeira semana de atuação da Força Tarefa no município foi recolhida mais de uma tonelada de garrafas pet e latas. Na sexta-feira, no bairro Esperança, cerca de 500 pneus foram trocados e durante a ação do sábado em apenas uma hora foram recolhidos 107 pneus. Todo o material será entregue à cooperativa de catadores Amavale de Ipatinga que realizará a destinação correta para a reciclagem.

Gabriel Felipe Santana, de 13 anos, morador do bairro Araxá disse que ficou sabendo da troca quando estava brincando na rua. “Vi as pessoas com a camiseta amarela da dengue passando e quis saber o que era. A moça me explicou sobre a troca e por isso estou aqui hoje”, contou o menino que trouxe cinco pneus, que foram trocados por cadernos.

Para divulgação das informações, a SES conta com diversos parceiros como Eletrosom, Polícia Militar, Instituto Embeleze, Banco do Brasil, Copasa, Cemig e Senac, que por meio da parceria contribuem para a mobilização social no combate à dengue.

Fonte: Agência Minas

Gestão Anastasia: Suase fecha 2011 com duas novas unidades e previsão de ampliação para o próximo ano

 

BELO HORIZONTE (20/12/11) – Ampliação e aprimoramento dos trabalhos marcaram o ano de 2011 na Subsecretaria de Atendimento às Medidas Socioeducativas (Suase) da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds). Durante o ano, foram iniciados os projetos que possibilitarão a chegada de unidades de internação de adolescentes autores de atos infracionais em todas as regiões de Minas Gerais. Também foram inaugurados dois centros socioeducativos. Um deles, com 58 vagas, foi implantado, em setembro, em Belo Horizonte, no Bairro Horto. O segundo, inaugurado em Patos de Minas, na região do Alto Paranaíba, é voltado para a internação provisória de 16 adolescentes.

As novas unidades de internação, planejadas e negociadas ao longo de 2011, serão construídas nos municípios de Unaí (região Noroeste), Santana do Paraíso (Vale do Aço) e Lavras (Sul de Minas).

Em Unaí as obras já começaram em um terreno doado pela Prefeitura Municipal. A unidade terá capacidade para 80 adolescentes do sexo masculino e a previsão é que seja inaugurada em 2012. Em Santana do Paraíso, um terreno foi doado pela empresa Cenibra para a construção de uma unidade socioeducativa com 80 vagas. Estão sendo realizados o projeto e a licitação para execução da obra, cujo início está previsto também para 2012. Já em Lavras, a Seds está em negociação com a prefeitura municipal para a doação de um terreno no qual também será construído um centro socioeducativo, com 80 vagas, para atender toda a região Sul de Minas Gerais.

Semiliberdade e Meio Aberto

Não foi só a medida socioeducativa de internação que se fortaleceu neste ano. Em novembro, foi inaugurada a Casa de Semiliberdade de Muriaé, na Zona da Mata, com capacidade para atender a 16 adolescentes do sexo masculino. Com a nova unidade, a Suase soma 178 vagas para adolescentes que estão cumprindo medida socioeducativa de semiliberdade.

Já a medida de Meio Aberto, composta pela Prestação de Serviços Comunitários (PSC) e Liberdade Assistida (LA), é de execução municipal com fomento e gerenciamento da subsecretaria. Em 2011, a Suase capacitou 241 municípios que implementam a medida.

Avaliação

O subsecretário de Atendimento às Medidas Socioeducativas, Ronaldo Pedron, destaca a importância da visita do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) às unidades socioeducativas do Estado como um dos pontos mais positivos do ano. “Eles fizeram apontamentos pertinentes e destacaram os avanços em Minas Gerais, sobretudo no que se refere ao papel das escolas e da profissionalização em nossas unidades”, afirmou. Em Minas Gerais, 98% dos adolescentes que estão cumprindo medida socioeducativa de internação frequentam a escola. “Estamos sempre sujeitos à avaliação dos órgãos de controle, mas é fundamental a vinda do CNJ para a construção e melhoria do trabalho”, disse o subsecretário.

Para a discussão e aprimoramento da prática, a Suase realizou, em 2011, diversos seminários e capacitações que reuniram especialistas e profissionais que atuam na esfera das medidas socioeducativas.

CIA/BH

Para fechar o ano de 2011, a Suase lançou um boletim especial com os dados socioeconômicos e padrões infracionais dos adolescentes que passaram pelo Centro integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional (CIA/BH) nos anos de 2009 e 2010.

Para 2012, a grande novidade é que a experiência do CIA, considerado uma das principais conquistas do sistema socioeducativo mineiro, será levada para o interior, começando pela cidade de Juiz de Fora, na Zona da Mata. O subsecretário Ronaldo Pedron lembra que a experiência é reconhecidamente exitosa. “O CIA foi visitado, neste ano, por uma comitiva do Uruguai e do Unicef com a intenção de replicar a experiência em outros países”.

Fonte: Agência Minas