Arquivos do Blog

Gestão Eficiente: Delegação colombiana conhece a Magistra, em um passeio pela história da educação em Minas

Comitiva está no Estado para conhecer os projetos e ações desenvolvidos pela Secretaria de Estado de Educação

A Magistra – Escola de Formação e Desenvolvimento Profissional de Educadores de Minas Gerais – foi apresentada, nesta quarta-feira (30), à delegação colombiana que visita o Estado esta semana para conhecer as experiências mineiras na educação. Durante o encontro, a diretora da Magistra, Ângela Dalben, apresentou a estrutura da Escola e suas atribuições. A Magistra atua na formação inicial e continuada de professores e demais profissionais da educação da rede pública no Estado.

A comitiva também entendeu como é realizado o trabalho de formação presencial e à distância da Magistra, bem como o funcionamento da parceria da instituição com as universidades, com a formação da Rede Mineira de Formação de Educadores. “Queria conhecer de perto essa experiência de formação. Como a Escola busca essa aliança com o seu público”, destacou a diretora do Instituto de Estudos em Educação da Universidade do Norte, em Barranquilla, na Colômbia, Leonor Jaramillo de Certain.

Ainda na Magistra a delegação, composta de membros do poder público, líderes de instituições privadas e representantes de universidades, também conheceu um pouco da história da educação em Minas Gerais. A comitiva visitou o ‘Museu Ana Maria Casasanta Peixoto’ e teve contato com itens do acervo de seis mil peças que ajudam a contar as fases da educação no Estado. Entre as peças existem mobiliários, fotos e documentos.

“A visita foi muito emocionante. O museu mostra a importância do docente no Brasil para a sociedade. Ele é o protagonista da condução da educação. Os membros da delegação ficaram muito emocionados. Vamos levar essa inspiração para Colômbia e, quem sabe, fazer um registro da história da educação do nosso país. Que esse museu possa seguir acompanhando a história da educação no Brasil”, explica a chefe da delegação da Colômbia e diretora executiva da Fundação Empresários pela Educação, María Victoria Angulo González.

Delegação conhece estrutura política e educacional de Minas

Na tarde desta quarta-feira (30), a delegação colombiana conheceu um pouco sobre o ensino superior mineiro. O reitor da Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG), Dijon Moraes Junior, explicou para a Missão a estrutura da instituição e como ela se insere na educação superior do Estado. Já a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), foi apresentada por membros da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia da casa.  Na ocasião, a delegação colombiana teve a oportunidade de conhecer projetos da ALMG que são executados em parceria com a Educação e a estrutura da Assembleia, como número de deputados, suas comissões, entre outros. Durante a reunião, também foi apresentada à comitiva o panorama da inclusão educativa em Minas Gerais.

Missão colombiana visita escolas em Ouro Preto

Na última terça feira (29), o grupo que compõe a missão colombiana esteve em Ouro Preto para visitar duas escolas estaduais. Na cidade, foram recebidos pela diretora da Superintendência Regional de Ouro Preto, Iracema Ana D’Arc, que os levou à Escola Estadual Dom Velloso e à Escola Estadual Marília de Dirceu.

Nas duas escolas, os colombianos tiveram a oportunidade de conversar com os professores, equipe pedagógica e alunos sobre a sua participação nas avaliações externas e nos exames aplicados pela Secretaria de Estado de Educação, como o Programa de Avaliação da Alfabetização (Proalfa) e o Programa de Avaliação da Rede Pública de Educação Básica (Proeb). “Nos interessa muito entender como as avaliações são recebidas nas escolas, como é a participação dos alunos e como os professores trabalham com os seus resultados”, explicou Maria Victoria Ângulo.

A delegação Colombiana foi recebida com festa pelos alunos. Enquanto na Escola Estadual Dom Velloso um cartaz escrito em português e espanhol dava as boas-vindas ao grupo, na Escola Estadual Marília de Dirceu os alunos cantaram todos juntos o hino da escola. Para a diretora Maria Luzia Mapa, da EE Marília de Dirceu, a visita dos colombianos é uma oportunidade de estimular a aprendizagem. “Uma visita estrangeira aguça a curiosidade dos alunos. Com certeza, os professores vão poder trabalhar isso em sala de aula, mostrando o que é uma cultura diferente, uma língua diferente. Isso enriquece o nosso trabalho”.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/delegacao-colombiana-conhece-a-magistra-em-um-passeio-pela-historia-da-educacao-em-minas/

Gestão Anastasia: Rede Minas lança concurso cultural Anima Aí

O vídeo mais votado vai aparecer em matérias especiais na programação da TV

A Rede Minas lança o concurso cultural Anima Aí, que tem por objetivo divulgar os 12 curtas-metragens produzidos por alunos da Escola de Design da Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG). A partir desta sexta-feira (27), as produções vão estar disponíveis no canal da Rede Minas no YouTube – http://www.youtube.com/redeminas, para votação. O concurso começa no dia 27 de abril e vai até 27 de maio.

Quem desejar participar, deve assistir a pelo menos um dos vídeos do concurso e clicar no botão “Gostei” do YouTube. O vídeo mais votado vai aparecer em matérias especiais sobre os bastidores e entrevistas com os realizadores na programação cultural da Rede Minas. Os vídeos podem ser divulgados também pelo twitter, com a hashtag #animaai.

O Anima Aí é uma parceria da Rede Minas com a Escola de Design da UEMG e envolve os alunos da disciplina “Materiais e Processo de Produção III”, ministrada pelo professor orientador do projeto, Leonardo Dutra. Os curtas são voltados para o público infantil e fazem parte da Interprogramação Infantil da Rede Minas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/rede-minas-lanca-concurso-cultural-anima-ai/

Gestão Anastasia: alunos do Centro de Formação Artística da Fundação Clóvis Salgado destacam-se em vestibulares pelo Brasil

Aprovações nos melhores cursos de música, dança e teatro demonstram trabalho sério do Cefar

Alunos e ex-alunos do Centro de Formação Artística (Cefar) da Fundação Clóvis Salgado (FCS) destacaram-se, no início de 2012, com aprovações em vestibulares de importantes universidades do Brasil. Foram aprovadas 26 pessoas para cursos nas áreas de música, dança e teatro.

“Esta é a comprovação do trabalho sério e comprometido que desenvolvemos aqui, capaz de preparar os alunos, na teoria e na prática, para ingressarem nos melhores cursos de suas respectivas áreas do país e se dedicarem à arte como profissão”, afirma a Diretora de Ensino e Extensão da FCS, Patrícia Avellar.

O estudante Paulo Augusto da Fonseca Fróes, por exemplo,passou em 1º lugar no curso de Bacharelado em Música da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Já o aluno José Vitor Assis de Souza foi aprovado para o curso de Música em três universidades: UFMG, Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG) e Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).

Outros destaques foram Marcelo Arlei Gonçalves,aprovado no curso de Música da UEMG e da UFMG, e Rosinei Barbosa de Andrade. O ex-aluno, formado em Músicapelo Cefar em 2006 e professor acompanhador de Percussão na Dança na instituição desde 2007, foi aprovado para o curso de Licenciatura em Música da UEMG.

O Centro de Formação Artística, sediado no Palácio das Artes, é constituído por escolas de dança, teatro e música, sendo referência em Minas Gerais no desenvolvimento artístico de jovens talentos e profissionais. Além dos cursos regulares, oferece oficinas e cursos livres destinados à capacitação, qualificação, aperfeiçoamento e atualização de profissionais da arte e da cultura.

O Cefar desenvolve ainda projetos como a Big Band, o Grupo de Choro, o Ballet Jovem e o Coral Infantojuvenil Palácio das Artes, que possuem agenda permanente de apresentações.
Lista dos aprovados:
Música – USP

Ariane Rovesse Alencar Freitas

Música – Bacharelado UEMG – habilitação em instrumento ou canto

José Vitor Assis de Souza

Michelle Aparecida S. Barreto

Natalie Christine A. Gonçalves

Paulo Moreira de Souza

Pedro Lucas Viana da S. Tavares

Raíssa Andrade Caldeira Brant

Música – Licenciatura UEMG – habilitação em instrumento ou canto

Diego Barbosa Rodrigues

Marcelo Arlei Gonçalves

Marcelo Vicente da Silva

Música – UFOP

José Vitor Assis de Souza

Música – Bacharelado UFMG

Allysson Henrique Mendes Fróes Couto

José Vitor Assis de Souza

Lucas Filipe Alves de Oliveira

Luis Fernando Umbelino da Silva

Marcelo Arlei Gonçalves

Paulo Augusto da Fonseca Fróes

Rômulo Salobrenha Garcia dos Santos

Vinícius Mendes Rodrigues

Musicoterapia – UFMG

Luiza Mariz

Dança – Licenciatura UFMG

Diogo Lima de Paula

Teatro – UFMG

Lorena Tofani Horta

Ex-alunos

Música – Bacharelado UEMG

Henrique Gonçalves de Toledo

Ricardo Luiz do Nascimento

Samuel Passos Costa

Wellington Cordeiro dos Santos

Música – Licenciatura UEMG

Othon Paulo Tavares de Almeida

Raíssa Lutes Lourenço

Rosinei Barbosa de Andrade

Música – Licenciatura UFMG

Alexsander Souza Freitas Reis

Música – Bacharelado UFMG

Gabriel Ladeira Maciel

Henrique Gonçalves Toledo

Sarah Ponzo Lugon

Fonte: Agência Minas