Arquivos do Blog

Gestão da Saúde: Hemominas faz coleta de sangue em universidade da capital

A expectativa é que alunos, professores e funcionários participem da doação

A Fundação Hemominas realiza nesta terça-feira (12), das 8h às 11h, coleta de sangue no Centro Universitário de Belo Horizonte – UNI-BH, no campus Diamantina, localizado na rua Diamantina, 567,bairro Lagoinha. A Hemominas espera que 50 candidatos à doação de sangue, entre professores, funcionários e alunos, compareçam para a doação de sangue.

Segundo a Portaria 1.353/2011 do Ministério da Saúde, podem doar sangue cidadãos com boa saúde, que tenham idade entre 18 e 67 anos. Os candidatos devem pesar acima de 50 quilos, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não ter tido hepatite após os 11 anos de idade, e que não tenham doença de Chagas.  Jovens com 16 e 17 anos, somente poderão se candidatar à doação de sangue com a presença dos responsáveis legais ou autorização dos responsáveis com firma reconhecida em cartório, cujo modelo de autorização está disponível no site www.hemominas.mg.gov.br.

A idade máxima para a primeira doação de sangue é 60 anos. Os candidatos, que já tiverem doado pelo menos uma vez antes dos 60 anos, poderão doar até a idade de 67 anos.

Para mais informações sobre os critérios para doação de sangue acessar http://www.hemominas.mg.gov.br/hemominas/menu/cidadao/doacao/condicoes_doacao ou ligar para o 155.

O hotsite www.projetonaveia.com.br promove interatividade e participação também na divulgação da doação, principalmente para os jovens. Acesse e conheça o Projeto na Veia.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/hemominas-faz-coleta-de-sangue-em-universidade-da-capital/

Governo de Minas: Parreira encerra primeira rodada de vistorias como consultor do Estado para a Copa

Consultor tem a missão de atrair seleções a Minas Gerais durante a Copa do Mundo de 2014

Alexandra Martins/Secopa
Carlos Alberto Parreira e o secretário Sérgio Barroso
Carlos Alberto Parreira e o secretário Sérgio Barroso

O ex-técnico da Seleção Brasileira, Carlos Alberto Parreira, terminou nesta sexta-feira (18) sua primeira rodada de vistorias como consultor da Secretaria de Estado Extraordinária da Copa (Secopa) no Estado. O segundo e último dia da agenda começou com visitas à unidade de treinamentos do Centro Universitário de Belo Horizonte (Uni-BH), à Toca da Raposa II, do Cruzeiro, e ao Centro de Treinamento Lanna Drumond, do América. Parreira encerrou suas atividades nesta tarde com participação em debate dentro do 4º Salão Mineiro do Turismo, no Minascentro, em Belo Horizonte. Nessa quinta-feira (17), Parreira também visitou dois hotéis e a Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, e a Cidade do Galo, em Vespasiano.

O consultor da Secopa destacou a qualidade da infraestrutura esportiva oferecida pelos três clubes da capital ao resumir sua estada de dois dias em Belo Horizonte. “Foram dois dias muito agradáveis pela qualidade das instalações que visitei. Gostei de tudo que vi. Eu não conhecia os hotéis, a Cidade do Galo e nem a Arena do Jacaré. Alguns espaços precisariam de algumas pequenas adaptações, mas irão sim atrair boas seleções. A Toca II eu já conhecia da época em que fiquei hospedado durante uma semana com a Seleção Brasileira, em 2010. É fantástica. O CT do América está muito bem localizado, numa área verde com bom clima e topografia”, elogiou.

Desde abril deste ano, Carlos Alberto Parreira se dedica à revisão do material técnico-promocional das cidades candidatas a Centro de Treinamento de Seleção (CTS), local onde as equipes fazem treinamento cerca de duas semanas antes do início da Copa. O trabalho de Parreira junto à Secopa prevê ainda a possibilidade de visitas às 19 cidades de Minas que pretendem receber seleções e contatos com as federações e confederações para mostrar as estruturas disponíveis no Estado.

As seleções são as responsáveis por escolherem aonde vão se hospedar. Parreira lembrou que, durante a Copa de 2010, na África do Sul, a equipe brasileira preferiu um hotel que não fazia parte do catálogo da FIFA. “A escolha depende da comissão técnica, do treinador e da cultura daquela seleção. A seleção holandesa, por exemplo, já afirmou que pretende ficar em Copacabana, no Rio de Janeiro. Outras preferem a tranquilidade. A Seleção Brasileira gosta de equilibrar entre o sossego e a movimentação. Se houver só tranquilidade, vira também uma panela de pressão depois de uma semana de concentração”, revelou.

O secretário da Secopa, Sergio Barroso, espera obter bons resultados através da parceria do Governo de Minas com o treinador. “Parreira é um profissional dedicado com muita experiência internacional. Seu trabalho tem um valor enorme porque nosso Estado está preparado para receber seleções internacionais que aqui poderão desfrutar de uma infraestrutura esportiva moderna, além das inúmeras atrações turísticas, como nossas cidades históricas”, reiterou.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/parreira-encerra-primeira-rodada-de-vistorias-como-consultor-do-estado-para-a-copa/

Gestão Anastasia: Carlos Alberto Parreira destaca nível de “excelência” dos centros de treinamentos de Minas

Com a missão de atrair seleções estrangeiras para Minas, consultor da Secopa vistoria locais na Grande BH

Alexandra Martins / Secopa
Parreira realizou uma série de vistorias por centros de treinamentos esportivos
Parreira realizou uma série de vistorias por centros de treinamentos esportivos

Com uma extensa agenda de trabalho em Minas Gerais, o ex-técnico da Seleção Brasileira e consultor da Secretaria de Estado Extraordinária para a Copa do Mundo (Secopa), Carlos Alberto Parreira, realizou, nesta quinta-feira (17), uma série de vistorias por centros de treinamentos esportivos da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Parreira cumpre agenda de visitas em Belo Horizonte, Sete Lagoas, Lagoa Santa e Vespasiano. O consultor da Secopa destacou a qualidade dos centros de treinamentos de Minas. “Quem vier aqui, com certeza, vai levar uma impressão muito boa do trabalho que está sendo feito. São centros de treinamento de primeiro mundo, de excelência. Não tenho a menor dúvida em dizer que qualquer seleção vai se sentir muito bem aqui”, afirmou Parreira.

Parreira tem a missão de atrair seleções a Minas Gerais durante a Copa das Confederações de 2013 e a Copa do Mundo de 2014. Nesta quinta-feira, Parreira visitou a Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, além de resorts na região, que são candidatos a hospedarem delegações das seleções. Ele esteve, ainda, na Cidade do Galo, do Atlético, em Vespasiano; e na unidade de treinamentos do Centro Universitário de Belo Horizonte (Uni-BH), na capital. “O Brasil está muito bem representado para a Copa do Mundo”, completou o ex-técnico da Seleção Brasileira.

Agenda de visitas

Nesta sexta-feira (18), o consultor do Governo de Minas visita, pela manhã, a Toca da Raposa II, do Cruzeiro, e o Centro de Treinamento Lanna Drumond, do América. À tarde, Carlos Alberto Parreira participa do Salão Mineiro do Turismo, no Minascentro, em Belo Horizonte. A programação termina com a visita às obras do Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR), em Lagoa Santa.

Desde abril deste ano, Carlos Alberto Parreira se dedica à revisão do material técnico-promocional das cidades candidatas a Centro de Treinamento de Seleção (CTS) – local onde as equipes fazem treinamento cerca de duas semanas antes do início da Copa. O trabalho de Parreira junto à Secopa prevê ainda a possibilidade de visitas às 19 cidades de Minas que pretendem receber seleções e contatos com as federações e confederações para mostrar as estruturas disponíveis no Estado.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/carlos-alberto-parreira-destaca-nivel-de-excelencia-dos-centros-de-treinamentos-de-minas/