Arquivos do Blog

Governo de Minas: Pista de Atletismo do Centro de Treinamento Esportivo será inaugurada nesta quinta-feira

Instalado na UFMG, com investimento do Governo de Minas, equipamento reúne o que há de mais moderno na prática da modalidade.

Carlos Alberto / Imprensa MG
Pista de atletismo atende a todos os padrões internacionais do atletismo
Pista de atletismo atende a todos os padrões internacionais do atletismo

O Governo de Minas e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) inauguram nesta quinta-feira (28), às 10 horas, a pista de atletismo do Centro de Treinamento Esportivo. O complexo está sendo construído pela universidade e pelo Estado na região da Pampulha, em Belo Horizonte. A obra é executada em parceria pela Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional (EEFFTO/UFMG) e a Secretaria de Esportes e da Juventude (SEEJ), responsável pelo repasse integral dos recursos financeiros.

O investimento só na nova pista de padrão internacional é de R$ 7 milhões. Entre os materiais que estarão disponíveis aos atletas federados estão equipamentos e acessórios de atletismo, necessários para treinamento e estudos de alto rendimento na modalidade, como colchões, barreiras, dardos e discos.

O Centro de Treinamento Esportivo, um complexo de treinamento e pesquisa em esportes, está instalado em área de 13.800 metros quadrados na parte baixa do Centro Esportivo Universitário (CEU). As obras, que serão finalizadas em dezembro de 2013, demandarão investimento da ordem de R$ 70 milhões. Além da pista de atletismo, o centro contará também com parque aquático e ginásio poliesportivo, além de laboratórios de pesquisa aplicada ao esporte.

“O CTE será um dos melhores da América Latina”, previu o secretário de Estado de Esportes e da Juventude, Braulio Braz, ressaltando que a pista foi aprovada para receber a certificação Classe 1, a máxima concedida pela Federação Internacional de Atletismo (IAAF), por ser das mais modernas do mundo e atender às exigências de atletas de alto rendimento de todas as provas de atletismo: corridas, saltos e lançamentos.

O secretário lembrou ainda que o revestimento da pista, similar ao que será utilizado este ano nos Jogos Olímpicos de Londres, tem superfície sintética e conta com oito raias, uma raia adicional para treinamento e uma pista inclinada para aperfeiçoamento dos atletas.

Vistorias

A pista de atletismo foi vistoriada, em 20 de abril, pelo gerente para as Américas do Norte e Sul da Labosport, Yvon Depelteau, para a Federação Internacional de Atletismo (IAAF), que atestou que ela apresenta padrão similar ao de outras pistas já em utilização no mundo, dotada de piso de primeira qualidade, e que poderá ser utilizada em campeonatos mundiais de atletismo.

A pista e o CTE também receberam, em 24 de março, avaliação positiva do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), após análise do projeto e visita às obras pelo superintendente Executivo de Esportes do COB, Marcus Vinicius Freire. Na ocasião, ele considerou as instalações “um modelo de centro de treinamento que gostaríamos de ver pensados nas 27 unidades federativas brasileiras”.

Avaliação positiva também foi feita pelo presidente do Comitê Olímpico de Portugal, José Vicente Moura. Após visita ao local, ocorrida em 02 de abril, ele avaliou que a obra “é excelente, muito bem construída, que vai permitir melhorar significativamente o esporte de rendimento não só de Minas Gerais, mas do Brasil”.

A mesma avaliação foi feita, em 20 de março, pelo delegado do Comitê Olímpico Italiano (CONI), Alfredo Apicella, e, seis dias após (26/03), pelo professor de Ciências do Desporto da Universidade de Vic (Barcelona) e diretor de Projetos de Futebol do Futbol Club Barcelona, Carles Romagosa Vidal.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/pista-de-atletismo-do-centro-de-treinamento-esportivo-sera-inaugurada-nesta-quinta-feira/

Gestão da Educação: universitários mineiros ganham ‘desafio verde’ em Paris

Jovens da UFMG e da PUC Minas vencem disputa que envolveu 600 projetos de sustentabilidade de todo o mundo.

O projeto de sustentabilidade energética desenvolvido pelos alunos Marcellye Miranda, da UFMG, e Igor Soares, da PUC Minas, conquistou o primeiro lugar do desafio Go Green in the City, realizado em Paris, entre 21 e 23 de junho. A disputa envolveu 600 projetos de todo o mundo que versavam sobre soluções para a gestão energética nas cidades. As informações são do site da UFMG.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/universitarios-mineiros-ganham-desafio-verde-em-paris/

Governo de Minas: cidades mineiras têm programação extensa para receber turistas neste inverno

Festivais nas cidades históricas, o frio do Sul e as belezas naturais devem atrair milhares de visitantes ao Estado nesta estação.

Baixas temperaturas, neblina, chocolate quente, festivais de inverno, gastronomia e muita hospitalidade. Muitas são as palavras que podem representar o inverno em Minas Gerais, que também significa alta temporada turística no Estado. O inverno começa oficialmente nesta quarta-feira (20), e a Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur) preparou algumas dicas para que o turista possa aproveitar a estação nas terras mineiras.

De acordo com o secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, Minas Gerais tem inúmeras opções para o turista que quiser visitar o Estado neste inverno. “A nossa diversidade natural e cultural é um dos mais importantes diferenciais turísticos. No inverno, nossos municípios preparam opções para atrair turistas de todos os gostos e localidades. Vale destacar os festivais que aquecem e animam turistas e moradores de Minas Gerais”, diz Patrus.

Arraial animado em Belo Horizonte

Em Belo Horizonte, o já conhecido Arraial de Belô promete agitar a festança junina na capital. Comidas típicas da Festa de São João vão esquentar as 75 mil pessoas esperadas para esta edição do evento. O Arraial de Belô 2012, uma das maiores festas juninas do país, está em sua 34ª edição e promete uma programação pra lá de animada com as apresentações das quadrilhas. Para saber mais, acesse o site do evento.

Festivais de Inverno

Já tradicionais, os festivais de inverno movimentam as cidades do interior do Estado. O Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana, considerado um dos melhores do país, acontece entre os dias 8 e 22 de julho.  Na programação, mais de 123 atividades e oficinas voltadas para artes cênicas, música, artes plásticas. A programação estará disponível no site do festival.

Além de participar da programação do festival, o turista poderá aproveitar para conhecer os atrativos da região. Andar pelas ruas tricentenárias de Ouro Preto, visitar as tradicionais igrejas e famosos museus da cidade, além de poder fazer uma deliciosa viagem de Maria Fumaça de Ouro Preto a Mariana, são algumas das opções disponíveis.

O 44º Festival de Inverno da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) acontece entre os dias 15 a 26 de julho, na cidade de Diamantina. Já a Universidade Federal de São João del Rei realiza, entre os dias 14 e 28 de julho, o 25º Inverno Cultural. Espetáculos musicais, dança, teatro, artes plásticas, cinema e oficinas fazem parte da programação que promete aquecer os visitantes. Para mais informações, acesse o site com a programação na cidade.

Gastronomia e cultura em Araxá

Terra das águas termais, Araxá, no Alto Paranaíba, espera receber 10 mil pessoas para o Festival Internacional de Cultura e Gastronomia da cidade, que acontece de 21 a 24 de julho. Na programação, shows, exposições, festins com chefes franceses e oficinas gastronômicas estarão à disposição dos visitantes. Quem for curtir o evento, poderá também participar de degustações de cervejas e vinhos especiais. Para saber a programação completa, acesse o site do evento.

Baixas temperaturas no Sul de Minas

Famosas por suas baixas temperaturas, algumas cidades de Minas Gerais já se preparam para receber os visitantes nesta época do ano. Para aqueles que querem aproveitar o friozinho mineiro e conhecer belas paisagens, a dica é visitar as cidades do Sul de Minas.

Um dos destinos procurados no inverno é charmoso distrito de Monte Verde, em Camanducaia. Entre os dias 07 e 29 de julho, o visitante poderá aproveitar a programação do Festival de Inverno de Monte Verde que terá apresentações de blues e jazz.  Situada na Serra da Mantiqueira, a vila mantém costumes trazidos pelos primeiros moradores e possui influência alemã, suíça e italiana. No inverno, os termômetros sempre registram temperaturas negativas. Além disso, os visitantes podem aproveitar os atrativos de natureza e escalar as altas montanhas da Serra da Mantiqueira ou fazer caminhadas nas trilhas que levam até o topo da Serra. Lá de cima, é possível ver toda Monte Verde, Campos do Jordão e outras cidades do Vale do Paraíba.  De acordo com a secretaria de Turismo e Cultura de Camanducaia, a ocupação hoteleira na cidade está de 100% até a primeira semana de agosto e a expectativa é de cerca de 100 mil turistas visitem o município nesta época do ano.

Maria da Fé, a 486 km de Belo Horizonte, no Sul de Minas, é a cidade mais fria do Estado e é conhecida nacionalmente devido aos frequentes registros de baixas temperaturas.  Neste inverno, os turistas que visitarem a cidade podem aproveitar o Festival de Inverno, que acontecerá entre os dias 5 e 15 julho, e espera receber mais de 30 mil pessoas.

Cidade de ar puro, clima de montanha e gente hospitaleira. Extrema foi presenteada com uma natureza exuberante onde o turista poderá experimentar a sensação de explorar trilhas, cachoeiras, pedras e mirantes. Os mais aventureiros podem praticar voo livre, rapel e boiacross, nas corredeiras do rio Jaguari.  De acordo com a Secretaria municipal de Cultura e Turismo de Extrema, são esperados cerca de 100 mil visitantes na cidade durante o inverno e a taxa de ocupação dos meios de hospedagem alcançou 90%.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/cidades-mineiras-tem-programacao-extensa-para-receber-turistas-neste-inverno/

Gestão Eficiente: Governador Anastasia anuncia instalação de Condomínio das Águas Unesco-HidroEX

Unidade, em Frutal, no Triângulo Mineiro, atenderá países da América Latina e da Comunidade de língua portuguesa
Wellington Pedro/Imprensa MG
Unesco HidroEX / Divulgação
Condomínio Temático da Cidade das Águas é composto por 16 universidades e organismos oficiais
Condomínio Temático da Cidade das Águas é composto por 16 universidades e organismos oficiais

O governador Antonio Anastasia anunciou, nesta terça-feira (19), durante solenidade no Palácio Tiradentes, a instalação oficial do “Condomínio Temático de Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa de Desenvolvimento em Águas”, a Cidade das Águas Unesco-HidroEX, em Frutal, no Triângulo Mineiro.  O evento teve a participação da diretora geral da Unesco,  Irina Georgieva Bokova.

“Nós, mineiros, somos extremamente orgulhosos e ciosos das nossas riquezas, não só do minério de ferro, do ouro, das pedras preciosas, da nossa riqueza industrial, do capital humano tão diferenciado, mas fundamentalmente somos orgulhosos das nossas águas. As águas de Minas Gerais são conhecidas em todo o mundo. Somos igualmente apelidados ou intitulados como o estado caixa d’água do Brasil. Fora da Bacia Amazônica temos o nascimento das maiores bacias hidrográficas do país. Temos águas minerais conhecidas e aplaudidas pela sua qualidade e por isso mesmo sabemos da riqueza, do que é, e do que são as águas de Minas Gerais”, destacou o governador.

Durante a solenidade, foi firmada parceria entre o Governo de Minas e o Centro Internacional de Excelência em Acidentes Naturais e Gestão de Riscos (Icharm), entidade japonesa especializada no enfrentamento de situações de risco e representada pelo diretor Kuniyoshi Takeuchi. O objetivo é ampliar a base de conhecimento para o uso sustentável da água, a gestão dos recursos hídricos e a prevenção e gestão de desastres urbanos. O Icharm, vinculado à Unesco, sediado em Sukuba (Japão) e considerado um dos mais avançados do mundo, desenvolve estudos e contribui de maneira significativa para o enfrentamento de situações de risco ocorridas no Japão e em outros lugares do mundo.

Cidade das Águas

A diretora geral da Unesco, Irina Georgieva Bokova, falou sobre o HidroEx. “Temos um grande orgulho desta parceria com os governos de Minas e federal. Acreditamos no desenvolvimento sustentável que não pode ocorrer sem a água. Á água é social, é política, é vida, é paz. Sabemos que o HidroEx aborda essa questão da mesma forma e o vemos como o nosso projeto”, disse.

Para o governador Anastasia, as pesquisas que serão desenvolvidas na Cidade das Águas e nos centros congêneres espalhados pelo mundo, servirão para garantir o futuro da humanidade. “Tenho certeza de que a Unesco ao se associar, ao apadrinhar, ao albergar, ao nos dar a guarida da sua respeitabilíssima instituição para esse trabalho do HidroEX, certamente está permitindo que Minas Gerais e o Brasil avancem mais na questão tão delicada que é gestão das águas”, afirmou Anastasia.

Condomínio Temático

O condomínio é composto por 16 universidades e organismos oficiais voltados para o tema.  Nele estão oito universidades federais de Minas Gerais (UFMG), Lavras (Ufla), Viçosa (UFV), Ouro Preto (Ufop), Uberlândia (UFU), Uberaba (UFTM),  Itajubá (Unifei) e  Alfenas (Unifal), as estaduais Unimontes e Uemg, e a PUC Minas. Também estarão lá a Agência Nacional de Águas (ANA), Embrapa, por meio do Núcleo de Irrigação (NURII) e Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), Emater e Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais (Cetec).

A Cidade das Águas é um dos 20 centro de categoria II reconhecidos pela Unesco, criado pelo Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes), com apoio da Unesco e ancorado no Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Água (Unesco-HidroEX).

Ocupa uma área de 374.400 m², onde estão instalados a sede do Centro e os dois primeiros prédios do campus da Uemg, com 66 salas de aula, seis laboratórios e um anfiteatro. Na semana passada, a equipe do arquiteto e urbanista Jaime Lerner concluiu a concepção do projeto urbanístico e paisagístico da Cidade das Águas, que terá perfeita integração com a cidade de Frutal.  O Governo de Minas e o Governo Federal já investiram R$ 50 milhões na consolidação do conglomerado, com a previsão de mais R$ 80 milhões nos próximos dois anos, totalizando R$ 130 milhões.

“A previsão é de que possamos entregar a estrutura física do Unesco HidroEX no final de 2014. Já temos cerca de 30% da estrutura feita. Contratamos mais R$ 62 milhões em obras que incluem os alojamentos, o centro de educação à distância, os laboratórios, que vão permitir o início das atividades do Unesco HidroEX”, explicou secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Nárcio Rodrigues.

Todas as instituições presentes no complexo terão como eixo central a gestão, preservação e recuperação das águas, superficiais e subterrâneas. Outro objetivo será a formação de uma nova geração de líderes na gestão da água. Além de atender ao Brasil, a Cidade das Águas tem suas atividades voltadas para os países da América Latina e da África de Língua Portuguesa, promovendo a transferência de tecnologia em gestão de águas para a produção de alimentos.

Além de protocolo de cooperação com o Centro Unesco ICCE, o Unesco-HidroEX já assinou acordos de cooperação com o Centro de Dundee (na Escócia, voltado para a legislação ligada à gestão hídrica) e com o Icharm (no Japão, que estuda e prevê catástrofes). Estão em estudo parcerias com o Centro de Cinara (Colômbia) e o Iciwarm (Estados Unidos). No Brasil, mantém uma estreita ligação com o Centro de Itaipu, especializado em Hidroinformática.

Espaço Cousteau

A Cidade das Águas vai abrigar o Espaço Cousteau para as águas, projeto a ser desenvolvido em parceria com o Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM). Trata-se de moderna estrutura arquitetônica, com padrão internacional, para abrigar um amplo espaço de visitação com a exposição das atividades de pesquisa desenvolvidas pelo Comandante Cousteau pelos rios e mares do mundo, incluindo o material de expedição pela Amazônia.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governador-anastasia-anuncia-instalacao-de-condominio-das-aguas-unesco-hidroex/

Gestão da Educação: alunos mineiros participam competição internacional de projetos sustentáveis

Conceito de prédio autossustentável leva dois jovens estudantes de engenharia para competição na França.

Os estudantes Marcellye Miranda, da UFMG, e Igor Soares, na PUC Minas, participam neste mês de uma competição na França que reunirá trabalhos que propõem soluções inovadoras e sustentáveis para a gestão energética. Os universitários elaboraram um projeto de um edifício totalmente autossustentável, que gera a energia que os moradores consomem. As informações são do jornal Hoje em Dia.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/alunos-mineiros-participam-competicao-internacional-de-projetos-sustentaveis/

Governo de Minas: Ouvidoria Geral empossa novos ouvidores de Polícia e do Sistema Penitenciário

Rodrigo Xavier da Silva e Marcelo José Gonçalves da Costa tomaram posse para um mandato de dois anos

Renato Cobucci/Imprensa MG
Posse dos novos ouvidores de Polícia e do Sistema Penitenciário, nesta segunda-feira (4), na Cidade Administrativa
Posse dos novos ouvidores de Polícia e do Sistema Penitenciário, nesta segunda-feira (4), na Cidade Administrativa

Os novos ouvidores de Polícia e do Sistema Penitenciário da Ouvidoria Geral do Estado (OGE) tomaram posse na tarde desta segunda-feira (4). Nomeados para um mandato de dois anos, os ouvidores de Polícia, Rodrigo Xavier da Silva, e do Sistema Penitenciário, Marcelo José Gonçalves da Costa, foram empossados pela ouvidora-geral, Célia Barroso, e pelo ouvidor-geral adjunto, Agílio Monteiro. A solenidade aconteceu na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, sede do Governo de Minas.

Falando pela primeira vez como ouvidor de Polícia, Rodrigo Xavier disse estar honrado pela indicação e esperarretribuir a altura. “A melhor maneira de agradecer a confiança depositada em meu nome virá na forma de trabalho, na dedicação integral à ouvidoria de Polícia, no respeito às instituições policiais, no rigor com a verdade e lisura dos procedimentos e, principalmente, na garantia aos cidadãos em confiarem suas dores a este ouvidor, que irá ouvi-las e apura-las, de forma transparente e isenta”, declarou.

Em seguida, Marcelo Gonçalves da Costa ressaltou o prazer em assumir o cargo de ouvidor do Sistema Penitenciário e citou os direitos da população e os deveres do ouvidor. “Todo e qualquer cidadão merece ser bem atendido, seja em suas reclamações ou em situações pertinentes às transgressões de seus direitos. Ao ouvidor, cabe agir e estar presente apurando, registrando e dando encaminhamento jurídico às diversas manifestações do cidadão”, afirmou. Marcelo Gonçalves acrescentou ainda que irá trazer sua experiência para ouvidoria na busca do aprimoramento e da humanização do sistema penitenciário.

Célia Barroso encerrou a cerimônia de posse destacando a vocação dos novos ouvidores para os cargos que irão exercer. “Doutor Rodrigo, doutor Marcelo, os senhores  demonstraram, pela  peculiar história da vida profissional de cada um, a mais pura vocação para cuidar dos interesses sociais, na  área da segurança pública. Na vocação, quem se realiza é a alma e é através dela que os frutos também serão colhidos pela sociedade mineira, destinatária final do nosso trabalho”, afirmou a ouvidora-geral. “Temos esperança e confiança no esforço e na dedicação que cada um dos senhores destinará à Ouvidoria Geral do Estado de Minas Gerais”, completou.

Estiveram presentes na solenidade, entre autoridades civis e militares, o secretário de Estado de Defesa Social, Rômulo Ferraz; o subsecretário de Integração de Defesa Social, Robson Lucas; o comandante geral da Polícia Militar, Cel. Márcio Santana; o chefe de Estado Maior do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, Cel. Ivan Gamaliel; o subsecretário de Administração Prisional de Minas Gerais, Murilo Andrade; o diretor de Assuntos Institucionais, Cel. Matuzail Martins; o delegado geral e chefe da Polícia Civil de Minas Gerais, Cylton Brandão; o chefe adjunto da Polícia Civil de Minas Gerais, Jesus Barreto; o corregedor geral de Polícia Civil de Minas Gerais, Renato Patrício; o subcorregedor da Polícia Civil de Minas Gerais, Antônio Gama Junior; a chefe de gabinete da OGE, Mônica Coelho,e as ouvidoras de Saúde, Ana Piterman,e de Fazenda, Patrimônio e Licitações Públicas, Maria Celeste Cardoso Pires.

Currículo

O novo ouvidor de Polícia, Rodrigo Xavier da Silva, tem 36 anos, é formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG) e pós-graduado em Criminologia pelo Instituto de Educação Continuada (IEC) PUC-MG. Servidor público da Secretaria de Estado de Defesa Social desde 2008, Rodrigo Xavier da Silva tem cursos de aperfeiçoamentos em Gestão Local de Política de Prevenção do Crime e da Violência, pela Escola de Governo da Fundação João Pinheiro; em Direitos Humanos e Direitos dos Cidadãos, pela PUC-Minas; e de Segurança Pública Cidadã pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Sensp). Já exerceu os cargos de presidente do Conselho Penitenciário de Minas Gerais; secretário-geral da Comissão de Assuntos Penitenciário da OAB-MG; mediador da Integração da Gestão em Segurança Pública (Igesp) – 1ª Região Integrada de Segurança Pública (Risp), consultor de Mobilização – Secretaria Nacional de Segurança Pública, e supervisor de Metodologia do Programa de Reintegração Social de Egressos do Sistema Penitenciário de Minas Gerais.

O novo ouvidor do Sistema Penitenciário, Marcelo José Gonçalves da Costa, tem 54 anos, é bacharel em Direito e em Psicologia pela Fumec e pós-graduado em Criminologia pelo IEC-PUC-Minas/Acadepol. Servidor público da Secretaria de Estado de Defesa Social desde 2011, Marcelo José Gonçalves da Costa tem cursos de aperfeiçoamentos em Direitos Fundamentais, Criminologia e Gestão Organizacional do Sistema Penitenciário pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Já exerceu também os cargos de diretor da Unidade Setorial da PPP Penitenciária; assessor da Unidade Setorial da PPP Penitenciária; diretor-geral do Centro de Apoio Médico e Pericial; e psicólogo da Superintendência de Articulação Institucional e Gestão de Vagas – Presídio Floramar, em Divinópolis.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/ouvidoria-geral-empossa-novos-ouvidores-de-policia-e-do-sistema-penitenciario/

Governo de Minas: Governador Anastasia entrega Medalha da Inconfidência a Teuda Bara

Teuda Bara é uma das fundadoras do Galpão

Omar Freire/Imprensa MG
O governador Antonio Anastasia entregou a Medalha da Inconfidência – Grau de Honra – para Teuda Bara
O governador Antonio Anastasia entregou a Medalha da Inconfidência – Grau de Honra – para Teuda Bara

O governador Antonio Anastasia entregou, nesta quinta-feira (31), no Palácio Tiradentes, a Medalha da Inconfidência – Grau de Honra – para Teuda Bara, uma das fundadoras do Galpão, grupo teatral que, este ano está completando 30 anos de atividade. Na ocasião, a atriz entregou ao governador de Minas o livro biográfico “Comunista demais para ser chacrete”, monografia escrita pelo jornalista João Luis Santos para a conclusão do curso de Comunicação Social da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governador-anastasia-entrega-medalha-da-inconfidencia-a-teuda-bara/

Gestão Anastasia: Governo de Minas lança publicação sobre investimentos estratégicos no Alto Paraopeba

Livro detalha o Plano de Desenvolvimento elaborado pela Sedru, em parceria com o Ministério da Integração Nacional e a UFMG

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional (Sedru) lança, nesta quarta-feira (30), no auditório do 9º andar do Edifício Minas, na Cidade Administrativa, o livro “Plano de Desenvolvimento Regional do Alto Paraopeba: Investimentos Estratégicos”. A obra traz a conclusão dos estudos do Plano Regional de Desenvolvimento Estratégico elaborado pelo Governo de Minas, por meio da Sedru, em parceria com o Ministério da Integração Nacional e o Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional (Cedeplar) da UFMG. O lançamento da publicação faz parte da abertura do “Seminário Desenvolvimento Regional: Conexões para Políticas Integradas”.

O Plano do Alto Paraopeba foi criado com o objetivo de prever os possíveis riscos e estabelecer os impactos que os municípios sofrem com os vários empreendimentos instalados na região, principalmente nas áreas da mineração e siderurgia. Desta forma, o plano traça estratégias para o melhor aproveitamento dos investimentos das empresas instaladas nos municípios nas áreas de saúde, educação, defesa social, formação profissional, mobilidade, acessibilidade, habitação, comunicações, saneamento, assistência social, justiça, cultura, comércio e lazer. Com isso será possível amenizar o impacto ambiental e estrutural das cidades da região

Alto Paraopeba

O Alto Paraopeba é uma das regiões do Brasil que vai receber nos próximos anos os maiores investimentos privados do país, principalmente nas áreas de mineração e siderurgia. Estima-se que empresas, como a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Vale, Gerdau-Açominas, Vallourec Sumitomo (VSB) e Ferrous do Brasil, devam investir mais de R$ 20 bilhões na produção de 12 milhões de toneladas de aço e 130 milhões de toneladas de minério de ferro por ano na região, que contará com a maior mina de minério de ferro de Minas Gerais e a segunda maior do Brasil.

Serviço:

Evento: Lançamento da publicação Plano de Desenvolvimento Regional do Alto Paraopeba: Investimentos Estratégicos

Local: Auditório 9º andar do Edifício Minas – Cidade Administrativa

Horário: 10 horas

Data: 30/05/2012 (quarta-feira)

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-lanca-publicacao-sobre-investimentos-estrategicos-no-alto-paraopeba/

Governo de Minas: Funed desenvolve gel e enxaguante bucal à base de própolis

Os produtos apresentam potencial contra a ação de fungos e previne cáries

Gleisson Mateus / Funed
Produtos desenvolvidos na Funed são mais baratos e apresentaram bons resultados e testes
Produtos desenvolvidos na Funed são mais baratos e apresentaram bons resultados e testes

Pesquisadores da Fundação Ezequiel Dias (Funed) desenvolveram, a partir de diversos experimentos, um gel e enxaguante bucal (anti-séptico) à base de própolis que apresenta potencial contra a ação de fungos, atividade antitumoral, além de prevenir a cárie. O resultado será apresentado no XXI Encontro Nacional de Administradores e Técnicos do Serviço Público Odontológico (Enatespo), nos dias 28, 29 e 30 de maio, em Belo Horizonte.

Segundo a bióloga da Funed e uma das autoras da pesquisa, Esther Margarida Bastos, “os produtos apresentam ótimos resultados, nenhum efeito colateral e custo bem menor que o de produtos comerciais similares”.

O gel é recomendado para o tratamento de candidíase atrófica crônica, comum em pessoas que usam prótese. Já o enxaguante bucal possui ação contra diversas mucosites e diferentemente dos que encontramos no mercado, o produto produzido base de própolis, não é feito com Clorexedina – antibiótico muito forte, que tem como efeito colateral o amarelamento dos dentes.

As pesquisas já passaram pelos testes em laboratório e por testes clínicos em seres humanos realizados em parceria com as faculdades de odontologia da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) e da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). As fórmulas também já foram patenteadas.

Para coordenadora da Divisão de Desenvolvimento Farmacotécnico e Biotecnológico, Silvia Fialho, “a participação no encontro é de suma importância, pois divulga os trabalhos que são desenvolvidos na Funed para os usuários do SUS”, finaliza.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/funed-desenvolve-gel-e-enxaguante-bucal-a-base-de-propolis/

Governo de Minas: Belo Horizonte contará com um Centro de Treinamento Esportivo de padrão internacional

Com investimentos de cerca de R$ 70 milhões do Governo de Minas, centro de treinamento na Pampulha será um dos melhores do país

Com investimentos do Governo de Minas, está sendo construído em Belo Horizonte, em parceria com a UFMG, um Centro de Treinamento Esportivo de padrão internacional. O complexo fica na região da Pampulha, próximo ao estádio Mineirão.

O Centro de Treinamento Esportivo ocupa uma área de 13.800 metros quadrados. A nova unidade será, ao mesmo tempo, um presente para atletas profissionais e um centro de estudos para pesquisadores do esporte.

Segundo o secretário de Estado de Esportes e da Juventude, Braulio Braz, o centro de treinamento na Pampulha será um dos melhores do país, com uma estrutura esportiva completa para a preparação de atletas de diversas modalidades.

O investimento total é de R$ 70 milhões. A pista de atletismo ficará pronta até o fim do mês que vem. O Centro de Treinamento na Pampulha deverá ter as obras concluídas até 2014.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/belo-horizonte-contara-com-um-centro-de-treinamento-esportivo-de-padrao-internacional/