Arquivos do Blog

Gestão da Educação: projeto envolve comunidade escolar do Norte de Minas na preservação ambiental

Alunos e professores da Escola Estadual Maria Batista Cavalcanti, em Ubaí, desenvolveram programa de reciclagem de lixo

SEE / Divulgação
Alunos do ensino fundamental pintam o muro da escola com desenhos relacionados ao meio ambiente
Alunos do ensino fundamental pintam o muro da escola com desenhos relacionados ao meio ambiente

Realizar ações com foco na conscientização ambiental é a alternativa encontrada pela Escola Estadual Maria Batista Cavalcanti, no município de Ubaí, no Norte de Minas, para diminuir a quantidade de lixo jogado no entorno da escola. “Estávamos encontrando muito lixo próximo ao muro da escola e até mesmo alguns alunos tinham o hábito de jogar lixo no chão. Para tentar acabar com isso criamos o projeto ‘Pare, Pense, Preserve…’ aqui na escola”, conta a diretora Terezinha Socorro Braga Silva.

A primeira ação foi conscientizar a população. Os alunos do ensino fundamental pintaram o muro da escola com desenhos relacionados ao meio ambiente, distribuíram panfletos e conversaram com a comunidade sobre a importância da preservação ambiental.

A segunda ação desenvolvida pela escola envolveu os alunos do ensino médio e teve a reciclagem como foco. Vassouras feitas com garrafas PET, abajur e um filtro foram alguns dos objetivos que tiveram origens a partir das oficinas de reciclagem. “Os alunos também fizeram uma horta suspensa e plantaram cheiro verdes que são utilizados na merenda da escola e remédios caseiros”, ressalta a diretora.

CDs e sacos de café também foram utilizados. “Nas minhas aulas nós fizemos uma cortina com CDs e uma esteira, espécie de tapete, com sacos de café. Tudo ficou muito bonito e a atividade mostrou para os alunos que é bom reciclar”, afirma a professora de Língua Portuguesa, Maria Nilza Ribeiro Freire.

Segundo a estudante do 9º ano do ensino fundamental, Myllena Batista Ribeiro, o projeto está deixando a escola mais limpa e bonita. Além disso, a iniciativa está ‘extrapolando’ os muros da escola. “Os professores estão passando trabalhos sobre a ‘Rio+20’ e o que estou aprendendo na escola pratico em casa. Por exemplo, quando a moça que trabalha lá em casa lava roupa falo pra ela guardar a água e utilizar para lavar o quintal”, afirmou.

Após a execução do projeto, estudantes e professores já perceberam uma mudança de postura na comunidade escolar. “A iniciativa está dando certo, não estamos encontrando mais lixo no chão e nem nas proximidades da escola”, conclui Terezinha Socorro Braga Silva. O próximo passo do projeto é fazer uma exposição para toda comunidade escolar dos projetos confeccionados e para o dia 30 de junho está prevista uma caminhada de conscientização.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/projeto-envolve-comunidade-escolar-do-norte-de-minas-na-preservacao-ambiental/

Gestão Anastasia: Governo de Minas apoia ações de geração de energia elétrica de fontes renováveis

Alberto Pinto Coelho abre Congresso Norte Mineiro de Energias Renováveis na cidade de Capitão Enéas

José Carlos Paiva/Imprensa MG
Alberto Pinto Coelho participa de cerimônia de abertura do Congresso Norte Mineiro de Energias Renováveis
Alberto Pinto Coelho participa de cerimônia de abertura do Congresso Norte Mineiro de Energias Renováveis

O vice-governador Alberto Pinto Coelho abriu, na noite de segunda-feira (04), em Capitão Enéas, Norte de Minas, o 1º Congresso Norte Mineiro de Energias Renováveis. O encontro reúne especialistas em energia sustentável do Brasil e de outros países, para discutir as potencialidades de desenvolvimento do Norte de Minas, na geração de energia elétrica a partir de fontes renováveis e a biomassa.

Alberto Pinto Coelho destacou a importância da busca da energia renovável não só pela questão ambiental, mas também pelo perfil da geração energética.  “Minas Gerais é um Estado privilegiado pelas suas riquezas naturais, não é só por ser a caixa d’água do país e por ter um potencial hidrelétrico muito grande, mas também por ter potencial muito grande na geração de energias renováveis, como a eólica, a energia solar e a originada na biomassa”, afirmou.

O prefeito de Capitão Enéas, Reinaldo Landulfo Teixeira, disse que o Norte de Minas está atento para a importância de transformar o seu calor em riqueza e energia para mover empresas e gerar empregos e renda.

“A busca por alternativas energéticas renováveis é o grande desafio do século XXI. O Congresso é o momento para discutir o desenvolvimento sustentável a partir de fontes renováveis e, para nós, norte-mineiros, uma possibilidade de planejar nosso futuro, atraindo investimentos com base na sustentabilidade”, afirmou o prefeito.

Para o presidente da Agência de Desenvolvimento da Região Norte de Minas, Elmar de Oliveira Santana, o Norte de Minas desponta como a nova fronteira de investimentos do Estado. “A nossa região apresenta excelentes condições, para abrigar empreendimentos de geração de energia elétrica com associação de diversas fontes renováveis”, afirmou.

Segundo o secretário para o Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri e Norte de Minas, Gil Pereira, discutir a energia renovável não faz parte do futuro. É o nosso presente. Com a realização deste congresso, o município de Capitão Enéas dá um salto de qualidade.

Referência na América Latina

Capitão Enéas vai receber a maior usina de energia solar da América Latina, a ser implantada pela SKY Energética empresa chinesa, com atuação global, especializada no investimento e financiamento de tecnologia de engenharia, construção, operação e gestão de energia renováveis, em particular no campo de energia solar fotovoltaica.

Participaram da solenidade o vice-presidente da Cemig, Arlindo Porto, o subsecretário de Minas Energia da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Paulo Sérgio Machado Ribeiro, o presidente da Associação dos Municípios do Médio São Francisco (AMMESF) e prefeito de Ubaí, Marco Antônio Andrade; o presidente da Câmara Municipal de Capitão Enéas, Welerson Lopes Pereira, e o reitor da Unimontes, João dos Reis Canela.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-apoia-acoes-de-geracao-de-energia-eletrica-de-fontes-renovaveis/

Governador Antonio Anastasia inaugura centro de saúde para tratamento especializado em Pirapora

Gil Leonardi/Secom MG
Unidade atenderá os sete municípios da microrregião de Pirapora, que juntos têm uma população estimada de 140 mil pessoas
Unidade atenderá os sete municípios da microrregião de Pirapora, que juntos têm uma população estimada de 140 mil pessoas

O governador Antonio Anastasia inaugurou, nesta sexta-feira (24), em Pirapora (Norte de Minas), um centro de saúde referência em tratamento de doenças infectocontagiosas – Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis, tuberculose, hanseníase, entre outras. Batizado de Centro de Referência de Promoção à Saúde Sexual Cristiano de Azevedo, a unidade atenderá os sete municípios da microrregião de Pirapora, que juntos têm uma população estimada de 140 mil pessoas.

O Governo do Estado investiu R$ 745 mil na implantação do centro de saúde, que vai prestar serviços de atendimento especializado a pessoas que vivem e convivem com portadores de HIV e demais doenças sexuais transmissíveis, contando com o apoio de psicólogos, farmacêuticos, assistente social, médico clínico geral, terapeuta ocupacional, infectologista.

Também em Pirapora, Anastasia inaugurou a sede própria da Associação dos Municípios da Bacia do Médio São Francisco (Ammesf). O Governo de Minas, por meio do Programa de Fortalecimento e Revitalização das Associações Microrregionais, investiu R$ 800 mil na construção da sede da Ammesf, que conta com 40 municípios associados.

“Esta é uma entidade muito importante. Na realidade ela vocaliza necessidades que são de municípios comuns, e que o Estado, em parceria com as prefeituras, pode viabilizar”, disse o governador durante a solenidade.

A nova sede da Ammesf abriga a Superintendência Municipal de Trânsito de Pirapora e o escritório regional do Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Idene). Anastasia ressaltou a importância da nova sede para impulsionar o trabalho de atuação da instituição.

“A construção da sede própria é um passo importante para dar conforto aos funcionários e, mais do que isso, para dar um local de referência para a realização dos projetos dos municípios dessa região que, como as demais do Estado, merecem uma atenção especial do governo estadual”, afirmou Anastasia.

Revitalização

Desde 2009, o Governo de Minas destinou R$ 33,6 milhões ao Programa de Fortalecimento e Revitalização das Associações Microrregionais, que já beneficiou 42 associações. Cada uma recebeu R$ 800 mil. As próprias entidades, de acordo com a necessidade, definem onde e como os recursos estaduais devem ser aplicados. O dinheiro é aplicado, por exemplo, na compra de veículos, de maquinário para terraplanagem, construção ou reforma de sede própria e modernização do escritório de engenharia da entidade.

Os municípios associados à Ammesf são: Bocaiúva, Botumirim, Buritizeiro, Brasília de Minas, Capitão Enéas, Cônego Marinho, Claro dos Poções, Coração de Jesus, Cristália, Engenheiro, Navarro, Glaucilândia, Ibiaí, Ibiracatu, Icaraí de Minas, Janaúba, Juramento, Lagoa dos Patos, Lassance, Lontra, Luislândia, Mamonas, Matias Cardoso, Mato Verde, Monte Azul, Montezuma, Nova Porteirinha, Pedras de Maria da Cruz, Pirapora, Ponto Chique, Rio Pardo de Minas, Santa Fé de Minas, São Francisco, São João da Lagoa, São João do Paraíso, São João do Pacuí, São Romão, Serranópolis de Minas, Ubaí, Verdelândia e Várzea da Palma.

Também participaram dos eventos em Pirapora os secretários de Estado, Antônio Jorge de Souza Marques (Saúde), Carlos Pimenta (Trabalho e Emprego), Gil Pereira (Desenvolvimento dos Vales Jequitinhonha, Mucuri e do Norte de Minas), o presidente da Ammesf, Reinaldo Landulfo Teixeira (prefeito de Capitão Enéas), o prefeito de Pirapora, Warmillon Fonseca Braga, deputados e autoridades da região.

Fonte: Agência Minas