Arquivos do Blog

Governo de Minas: Governador Antonio Anastasia entrega nova ponte à população de Guidoval

Estrutura havia sido destruída pelas chuvas de janeiro; Anastasia também inaugura novo de acesso à ponte sobre o rio Xopotó

Governo de Minas investiu R$ 19,8 milhões na construção da nova ponte de Guidoval
Governo de Minas investiu R$ 19,8 milhões na construção da nova ponte de Guidoval

O governador Antonio Anastasia inaugurou, nesta quinta-feira (21), em Guidoval, na Zona da Mata, ponte sobre o rio Xopotó, com 130 metros de extensão. O Governo de Minas investiu R$ 19,8 milhões na obra, concluída em cinco meses. A antiga ponte foi destruída pelas chuvas no início de janeiro deste ano.

A nova ponte, em concreto, é sustentada por quatro conjuntos de pilares duplos. A pista de rolamento tem 11 metros de largura, incluindo duas passagens de pedestres, de 1,5m cada, e guarda corpo. Uma variante para acesso à nova ponte, fazendo ligação do município com a rodovia MGC-120, numa extensão de 1,8 quilômetros, também foi construída pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG), porque a ponte foi erguida em local diferente da antiga por motivos técnicos.

Guidoval foi muito castigada pela cheia do Rio Xopotó, em janeiro deste ano, vindo a decretar situação de emergência em 10 de janeiro. Duas pessoas morreram e 7 mil habitantes foram afetados. Duas mil pessoas foram desalojadas e 102 desabrigadas. Foram destruídas 122 casas e outros 617 imóveis foram danificados. Na época, o governador Anastasia visitou a cidade e determinou ao Departamento de Estrada de Rodagens de Minas Gerais (DER-MG) a construção de uma nova ponte.

“Estou voltando aqui para resgatar um compromisso perante a população. O primeiro passo, em função da emergência absoluta, era restabelecer a situação, dar conforto imediato, devolver a normalidade e construir a ponte para dar o acesso. Agora vamos dar um passo além: faremos a passarela para melhorar o acesso de quem passava pela antiga ponte”, disse o governador. A passarela vai facilitar o acesso à cidade  e deverá ser feita em parceria com a prefeitura municipal.

Melhoria de acesso

Acompanhado pelos secretários de Estado Carlos Melles (Transporte e Obras Públicas) e Bráulio Braz (Esportes e da Juventude) e do prefeito de Guidoval, Elio Lopes dos Santos, o governador descerrou fita e placa para marcar a inauguração da nova ponte. O padre Paulo Kowalski e o pastor Franklin Silva fizeram a benção da ponte.

Em seu pronunciamento, Antonio Anastasia lembrou dos momentos difíceis vividos pela população, solidarizou-se com parentes das vítimas. “As pessoas que aqui faleceram merecem sempre a nossa memória, o nosso respeito e o nosso trabalho para evitar que tragédias como estas se repitam. Por isso, naquele ambiente de destruição, percebemos a necessidade de diversas obras e a primeira tarefa foi a volta à normalidade da cidade que estava ilhada”, completou.

Exército

Antonio Anastasia lembrou do trabalho fundamental dos homens do Exército brasileiro no apoio a Guidoval. Até o fim das obras da nova ponte, a principal ligação com Ubá era a ponte provisória construída pelo Exército para evitar o isolamento dos moradores. “Agradeço o Exército brasileiro que colocou a ponte provisória que durante meses permitiu a normalidade da vida dessa cidade da zona da mata mineira”, afirmou.

O prefeito de Guidoval, Elio Lopes dos Santos, ressaltou o empenho do governador Anastasia para a execução da obra em tempo recorde. “Agradeço ao Antonio Anastasia, que tanto se esforçou para fazer a obra, sem nenhum recurso do governo federal”, disse.

Apoio do Governo de Minas

Por meio da Copasa e da Cemig, o Governo de Minas concedeu prazos maiores e possibilidade de parcelamento das contas de água e luz para populações de municípios afetados. O prazo para pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) também foi prorrogado, medida que beneficiou 25 mil micros e pequenas empresas.

Os micros e pequenos empresários foram também beneficiados com a criação de linha de crédito especial do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), no valor de R$ 30 milhões. Em Guidoval, 12 empresas conseguiram financiamento total de R$ 756,92 mil, por meio do Programa Emergencial de Socorro a Empresas e Cooperativas com Empreendimentos Afetados por Chuvas Intensas (Fundese Solidário).

Um dos beneficiados pelo programa foi o comerciante Carlos Antônio dos Santos, dono da Casa dos Produtores. A loja está em funcionamento há 12 anos e foi muito afetada com a inundação da cidade. Com o empréstimo de R$ 43 mil ele minimizar os prejuízos. “Usei os recursos para o pagamento de duplicatas. Estou ainda me recuperando dos prejuízos, mas com o empréstimo pude respirar”, contou.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governador-antonio-anastasia-entrega-nova-ponte-a-populacao-de-guidoval/

Anúncios

Gestão da Saúde: Hemominas faz coleta de sangue no município de Ubá

População terá dois dias para realizar as doações de sangue para a entidade.

A Fundação Hemominas realiza coleta de sangue no município de Ubá, na Zona da Mata, na sexta-feira e no sábado (21 e 22). A ação será realizada no Hospital São Vicente de Paulo, na rua Nossa Senhora da Saúde, 165, Centro. O horário de atendimento será das 10h às 16h, na sexta-feira, e das 7h30 às 16h no sábado. A expectativa é atender cerca de 50 candidatos à doação de sangue.

Segundo a Portaria 1.353/2011 do Ministério da Saúde, podem doar sangue cidadãos com boa saúde, idade entre 18 e 67 anos. Os candidatos devem pesar acima de 50 quilos, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não ter tido hepatite após os 11 anos de idade, e que não tenham doença de Chagas.  Jovens com 16 e 17 anos, somente poderão se candidatar à doação de sangue com a presença dos responsáveis legais ou autorização dos responsáveis com firma reconhecida em cartório, cujo modelo de autorização está disponível no site da Fundação Hemominas.

A idade máxima para a primeira doação de sangue é 60 anos. Os candidatos, que já tiverem doado pelo menos uma vez antes dos 60 anos, poderão doar até a idade de 67 anos. Para mais informações sobre os critérios para doação de sangue acessar o site da Fundação Hemominas ou ligar para o 155.

Para os jovens, principalmente, o hotsite do Projeto na Veia promove interatividade e participação também na divulgação da doação.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/hemominas-faz-coleta-de-sangue-no-municipio-de-uba/

Governo de Minas: nova ponte de Guidoval será entregue à população

Série de medidas do Governo do Estado auxilia municípios afetados pelas chuvas.

A nova ponte sobre o rio Xopotó, em Guidoval, na Zona da Mata, está concluída e será entregue à população esta semana, pelo governador Antonio Anastasia. Com recursos do Tesouro Estadual de R$ 19,8 milhões, o Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER/MG) realizou a construção da ponte e de um novo acesso com extensão de 1,8 km.

As obras foram determinadas pelo governador após as chuvas do início do ano destruir a antiga ponte da cidade. Na época, uma estrutura provisória foi instalada no local e, no dia 21 de janeiro, teve início o trabalho para uma solução definitiva. A construção foi finalizada dentro do prazo contratual.

A nova ponte tem 130 metros de extensão e liga as duas margens, sustentada por quatro conjuntos de pilares duplos. A pista de rolamento tem 11 metros de largura, incluindo duas passagens de pedestres e guarda corpo em concreto.

“Cumprimos a missão determinada pelo Governador Anastasia, realizando um trabalho importante para a população de Guidoval, ao construir uma nova ponte, de qualidade, capaz de resistir à força das águas e evitar o que aconteceu durante as chuvas de janeiro, quando a cidade ficou isolada. Estabelecemos uma comunicação rodoviária definitiva para a cidade de Guidoval”, destaca o secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles.

Obras

Além da construção da ponte de Guidoval, o Governo de Minas adotou uma série de medidas de apoio à população e empresas atingidas pelas chuvas. Na última semana, foi inaugurado, em Ubá, mais um depósito avançado do Governo de Minas, estruturado pela Coordenadoria Estadual da Defesa Civil (Cedec). Construído no 21º Batalhão da Polícia Militar, o local receberá e armazenará materiais de ajuda humanitária adquiridos pela Cedec, que serão distribuídos aos municípios da região que forem prejudicados por desastres.

Antes, no local, havia um ponto de distribuição que, nos períodos chuvosos de 2010/2011 e 2011/2012, entregou quase 32 mil toneladas de alimentos, mais de dois mil colchões, dois mil cobertores, quatro mil telhas, além de kits de produtos de higiene pessoal e rolos de lonas, mas o armazenamento era realizado em um espaço menor e não totalmente estruturado para a função. O novo espaço, com 100 metros quadrados de área, atenderá a cerca de 90 municípios próximos a Ubá. A capacidade de armazenamento é de 1.500 cestas básicas, 500 colchões, 500 cobertores, 300 kits higiênicos, 300 kits de limpeza e dez bobinas de lona.

“A Cedec de Minas atua de forma descentralizada, através de regionais de Defesa Civil que coincidem com as regiões da Polícia Militar. Temos, hoje, 13 depósitos avançados, para atender prontamente às demandas, além de ficarem mais próximos das comunidades afetadas”, afirma o coronel Luis Carlos Dias Martins, coordenador da Defesa Civil do Estado.

Parcelamento de contas e isenção

Por meio da Copasa e da Cemig, o Governo de Minas concedeu prazos maiores e possibilidade de parcelamento das contas para populações e municípios afetados pelas chuvas. O prazo de pagamento do ICMS também foi prorrogado, beneficiando cerca de 25 mil micros e pequenas empresas, e foi proposta a isenção de IPVA  e da Taxa de Licenciamento do Veículo, do exercício de 2012, mediante a comprovação de perda total dos veículos nos municípios afetados.

Ainda visando auxiliar aos micros e pequenos empresários e cooperativas, foi criado o Programa Emergencial de Socorro a Empresas e Cooperativas com Empreendimentos Afetados por Chuvas Intensas (Fundese Solidário VI), com destinação de R$ 30 milhões por meio do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), para reparação de danos causados pelas chuvas. Também foi disponibilizada linha de crédito especial para produtores rurais que sofreram prejuízos.

O Governo de Minas antecipou, ainda, o repasse dos recursos do Piso Mineiro de Assistência Social para 92 municípios que decretaram situação de emergência. Desse total, 38 municípios receberam, entre abril e maio deste ano, o adiantamento de seis parcelas, totalizando R$ 1,17 milhão.

Movimento Minas Solidária

Por meio do Movimento Minas Solidária, do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) e da Cedec, 91 famílias de Guidoval afetadas pelas chuvas do início do ano também vão receber, no próximo dia 21 de junho, cheques no valor de um salário mínimo. Além disso, nesta semana, mais 98 famílias de Vespasiano e Brumadinho, na região Central, serão beneficiadas, assim com outras 261 de Além Paraíba e Guaraciaba, que já receberam os cheques.

Por definição do conselho gestor dos recursos, formado pelo Ministério Público Estadual, Servas e Cedec, podem receber o valor famílias atingidas pelas chuvas que estão registradas no Cadastro Único e tenham o NIS (Número de Inscrição Social).

Nos próximos dias, também serão entregues recursos para famílias cadastradas na Defesa Civil dos seguintes municípios: Dona Euzébia (29); Matipó (14); Paulistas (29); Presidente Bernardes (64); Santo Hipólito (22); e Senador Firmino (32). Os recursos, um total de R$ 772.586,04, foram arrecadados por meio de doações de cidadãos e empresas em duas contas bancárias. Além disso, no período de chuvas o Movimento distribuiu 538 toneladas de donativos a 76 municípios.

Utilização de recursos

O Governo de Minas apresentou ao governo federal, em janeiro, conjunto de 318 projetos, detalhando obras e ações de prevenção a inundações no valor de R$ 3,9 bilhões, sendo R$ 1,5 bilhão de competência do Estado e o restante de responsabilidade da União.

Até o momento, a utilização dos recursos envolve ações de socorro e assistência em 39 municípios (R$ 6,5 milhões); e reconstrução e recuperação em 17 municípios (R$ 60,3 milhões).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/nova-ponte-de-guidoval-sera-entregue-a-populacao/

Gestão Anastasia: Rodovias estaduais de Passos, no Sul de Minas, terão segundo contrato do ProMG

Investimentos somam R$ 107 milhões e beneficiarão, diretamente, 23 municípios sob jurisdição do DER na região

Setop / Divulgação
Subsecretário Renato Andrade, secretário Carlos Melles,  José Elcio Monteze e demais autoridades e lideranças
Subsecretário Renato Andrade, secretário Carlos Melles, José Elcio Monteze e demais autoridades e lideranças

Por meio do Programa de Recuperação e Manutenção Rodoviária do Estado de Minas Gerais (ProMG), trezentos e noventa e seis quilômetros de rodovias estaduais da região de Passos, no Sul de Minas, serão recuperados e mantidos neste que já é o segundo contrato.

Com a assinatura da Ordem de Início, que aconteceu nesta quinta-feira (14), o secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, e o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER/MG), José Elcio Santos Monteze, autorizaram o Consórcio Tamasa – Pavidez a iniciar os serviços.

Os recursos somam R$ 107 milhões, incluindo material betuminoso, e beneficiarão, diretamente, 23 municípios sob jurisdição da 24ª Coordenadoria Regional do DER em Passos: Alpinópolis, Alterosa, Arceburgo, Areado, Capetinga, Capitólio, Carmo do Rio Claro, Cássia, Claraval, Conceição da Aparecida, Delfinópolis, Fortaleza de Minas, Guaranésia, Guaxupé, Ibiraci, Itamoji, Itaú de Minas, Passos, Pratápolis, São João Batista do Glória, São José da Barra, São Sebastião do Paraíso e São Tomás de Aquino.

“Este modelo de programa de recuperação e manutenção de rodovias que temos em Minas Gerais é inovador e reconhecido internacionalmente. Com as renovações dos contratos, como hoje está acontecendo aqui em Passos, a tendência é de que sempre ampliemos a quilometragem da rede contemplada, já que com as conclusões das pavimentações dos trechos de ProAcesso e Caminhos de Minas, os mesmos serão incluídos futuramente no ProMG”, destacou o secretário Carlos Melles.

Para o diretor-geral do DER/MG, José Elcio Monteze, o ProMG vai muito além da recuperação e melhoria das condições do pavimento. “Estamos preocupados em aumentar a segurança e o conforto dos usuários que trafegam em nossas estradas e com isso, ainda, estimulamos o crescimento econômico e diminuímos os custos dos transportes”, finalizou.

Região de Passos

Em 2007 foi assinado o primeiro contrato de quatro anos para execução de obras pelo ProMG, na região de Passos, através do qual foram investidos R$ 64 milhões na recuperação e manutenção rodoviária de 355 quilômetros de rodovias pavimentadas.

ProMG

A meta do ProMG para 2012 é recuperar 580 quilômetros, totalizando 6.010 quilômetros desde o início do Programa. Atualmente, nove Coordenadorias Regionais do DER/MG – Belo Horizonte, Barbacena, Ubá, Varginha, Oliveira, Ponte Nova, Formiga, Passos e Juiz de Fora – estão sob o regime de manutenção permanente.

De toda a malha rodoviária pavimentada de Minas Gerais, num total de 28.593 quilômetros, 20.301 quilômetros estão sob circunscrição estadual, o que corresponde a, aproximadamente, 70% das rodovias que cortam o Estado.

Estiveram presentes à solenidade, o deputado estadual, Antônio Carlos Arantes; o subsecretário de Política Urbana, Renato Andrade; representantes da Polícia Militar da região; prefeitos beneficiados e autoridades locais; funcionários do DER/MG e diretores do Consórcio que executará as obras.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/rodovias-estaduais-de-passos-no-sul-de-minas-terao-segundo-contrato-do-promg/

Governo de Minas: Seplag recebe inscrições para médico-perito, fisioterapeuta-perito e auxiliar de apoio logístico

Terminam dia 22 as inscrições para formação de cadastro de reserva para médico-perito, fisioterapeuta-perito e auxiliar de apoio logístico para a Unidade Pericial Central

Terminam no próximo dia 22 as inscrições para formação de cadastro de reserva para médico-perito, fisioterapeuta-perito e auxiliar de apoio logístico para a Unidade Pericial Central. As inscrições se estendem também para cadastro de reserva, somente para médico-perito, para as Unidades Periciais Regionais de Almenara, Araçuaí, Barbacena, Caratinga, Coronel Fabriciano, Curvelo, Diamantina, Divinópolis, Governador Valadares, Itabira, Janaúba, Juiz de Fora, Lavras, Leopoldina, Montes Claros, Muriaé, Paracatu, Passos, Patos de Minas, Poços de Caldas, Pouso Alegre, São João Del Rei, Sete Lagoas, Teófilo Otoni, Ubá, Uberaba, Uberlândia, Varginha, Viçosa.

De acordo com a Superintendência Central de Perícia Médica e Saúde Ocupacional, da Seplag, a remuneração prevista para médico-perito é de R$ 2.967,54 com carga horária semanal de 20h, fisioterapeuta-perito R$ 1.854,72 com carga horária semanal de 30h e auxiliar de apoio logístico: R$ 840,43 com carga horária semanal de 40h. Para mais informações, clique aqui.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/seplag-recebe-inscricoes-para-medico-perito-fisioterapeuta-perito-e-auxiliar-de-apoio-logistico/

Gestão Anastasia: Setop assina nesta quinta-feira ordem de serviço do ProMG no Sul de Minas

Contrato prevê investimento de R$ 107 milhões para manutenção de quase 400km de rodovias na região

 A Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop) e o Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER/MG) assinam, nesta quinta-feira (14), Ordem de Início das obras do segundo contrato do Programa de Recuperação e Manutenção Rodoviária do Estado de Minas Gerais (ProMG), na região Sul, onde se localiza a 24ª Coordenadoria Regional do DER/MG, com sede em Passos.

Com duração de quatro anos, o contrato de manutenção do ProMG prevê investimento de R$ 107 milhões destinados à recuperação e manutenção de 396,8 quilômetros de rodovias estaduais pavimentadas. Atualmente, nove Coordenadorias Regionais do DER/MG – Belo Horizonte, Barbacena, Ubá, Varginha, Oliveira, Ponte Nova, Formiga, Passos e Juiz de Fora – estão sob o regime de manutenção continuada.

 

Ordem de Início ProMG de Passos

Dia: 14/06/2012 (quinta-feira)

Horário: 11 horas

Local: Sede do DER de Passos (Rua Doutor Carvalho, 1395, Bairro Belo Horizonte)

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/setop-assina-nesta-quinta-feira-ordem-de-servico-do-promg-no-sul-de-minas/

Gestão Anastasia: depósito avançado do Governo de Minas será inaugurado em Ubá

Agora, o Estado passa a contar com 14 centros de ajuda humanitária espalhados por diversas regiões de Minas

Osvaldo Afonso / Imprensa MG
Minas passa a contar com 14 depósitos, como o que foi inaugurado em janeiro em Pouso Alegre
Minas passa a contar com 14 depósitos, como o que foi inaugurado em janeiro em Pouso Alegre

Será inaugurado nesta quinta-feira (14), em Ubá, na Zona da Mata, mais um depósito avançado do Governo de Minas, sob articulação da Coordenadoria Estadual da Defesa Civil (Cedec-MG). O depósito, construído no 21º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais, receberá e armazenará material de ajuda humanitária e donativos adquiridos pela Cedec, que serão distribuídos aos municípios atingidos por desastres naturais.

O Coordenador Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais, coronel PM Luis Carlos Dias Martins, explicou que, por meio dos depósitos avançados, é possível fazer com que os materiais de ajuda humanitária cheguem com mais rapidez às populações afetadas.

“A Cedec de Minas atua de forma descentralizada por meio de regionais de Defesa Civil que coincidem com as regiões da Polícia Militar. Temos 13 depósitos avançados que funcionam em instalações da Polícia Militar, para atender prontamente às demandas, além de ficarem mais próximos das comunidades afetadas. O município afetado faz a solicitação de ajuda humanitária pelo meio mais rápido possível, seja telefone, fax ou e-mail e, a partir daí, emitimos a autorização de retirada do material desses depósitos”, disse coronel Martins.

Posições estratégicas

O depósito avançado da Cedec em Ubá, que é o segundo construído com estrutura de PVC, tem capacidade de armazenar 1.500 cestas básicas, 500 colchões, 500 cobertores, 300 kits higiênicos, 300 kits de limpeza e dez bobinas de lona. O novo depósito tem 100 metros quadrados e 6 metros de altura, e atenderá a cerca de 90 municípios próximos a Ubá.

Com esse, são 14 os depósitos implantados, desde 2003, pelo Governo de Minas. Eles estão estrategicamente distribuídos por todas as regiões do Estado – Belo Horizonte, Barbacena, Bom Despacho, Diamantina, Governador Valadares, Lavras, Manhuaçu, Montes Claros, Passos, Pouso Alegre, Teófilo Otoni, Ubá, Uberaba e Uberlândia.

Durante a solenidade de inauguração, o coronel Martins fará uma homenagem especial ao prefeito de Ubá, Edvaldo Baião Albino, e ao comandante do 21° batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Carlos José Bratiliere, pelos serviços desempenhados em apoio à Defesa Civil de Minas Gerais.

Distribuição de ajuda humanitária

Nos períodos chuvosos de 2010/2011 e 2011/2012, foram distribuídos pelo antigo depósito de Ubá, quase 32 mil toneladas de alimentos, mais de dois mil colchões, dois mil cobertores, quatro mil telhas, além de kits de produtos de higiene pessoal, rolos de lonas, aos municípios da região afetados pelas chuvas. O armazenamento dos materiais era realizado em um espaço menor e não totalmente estruturado para a função.

Serviço: Inauguração do Depósito Regional da Defesa Civil em Ubá

Local: 21º Batalhão de Policia Militar – Rua Farmacêutico José Rodrigues de Andrade, n° 555, bairro São Sebastião

Data: 14 de junho de 2012, quinta-feira.

Horário: 15h30

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/deposito-avancado-do-governo-de-minas-sera-inaugurado-em-uba/

Gestão Anastasia: Secretaria de Saúde alerta – Quatro regionais ainda não atingiram a meta de vacinação

Municípios das Gerências Regionais de Alfenas, Barbacena, Juiz de Fora e Ubá têm índice baixo de vacinação. População tem até amanha para ser imunizada.

Nesta sexta-feira (01) termina o prazo estipulado pelo Ministério da Saúde para o fim da 14ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe. Em Minas Gerais, a campanha, que completa mais de 25 dias de atuação, já imunizou 2.407.192 pessoas, atingindo a cobertura de 77,92% contra 81,33% registrados no mesmo período do ano passado.

Segundo a Coordenadora de Imunização da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, Tânia Brant, “é imprescindível que os grupos se atentem ao prazo da campanha e tenham consciência sobre sua importância. A sociedade deve optar pela prevenção, excluindo comportamentos que podem prejudicar à saúde dos demais. Não basta o Governo ofertar uma atenção qualificada à saúde, o papel desempenhado pelo cidadão é fundamental para o controle e melhora da saúde no Estado como um todo”, destacou.

De acordo com dados do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI), levantados nesta quinta-feira (31), umas das regiões que apresentam menor índice de adesão é a Gerência Regional da Saúde (GRS) de Alfenas, com 55.334 doses já aplicadas. A GRS possui 28 municípios e em cidades como Santa Cruz de Minas, Guaxupé, Nazareno e Lagoa Dourada o índice de imunização em determinados grupos chegam a menos que 50%. Em compensação, municípios como Bandeira do Sul, Conceição da Aparecida, Divisa Nova e Fama, apresentam índice acima de 100% de grupos de risco à Campanha.

Em Juiz de Fora, 101.711 doses foram aplicadas. A Gerência Regional de Juiz de Fora responde por 37 municípios e cidades como Santos Dumont, Juiz de fora e Liberdade ainda não alcançaram a meta de 80% de imunizados.  Por outro lada, municípios como Simão Pereira, Rio Preto, Chiador e Chácara, apresentam índice acima de 100% de imunização dos grupos de risco.

Em 31 municípios da GRS de Barbacena, 52.1056 vacinas foram dadas. Alfredo Vasconcelos, Piranga e Casa Grande,  tiveram menos de 50 % da população imunizada. Em contrapartida, em Senhora dos Remédios e Antônio Carlos, atingiram mais de 100% da meta de vacinação nos grupos de riscos.

A GRS de Ubá, que possui 25 municípios, atingiu 78,43% da cobertura de vacinação esperada, o que corresponde a 61.120 doses aplicadas. Cidades como Jacinto, Jequitinhonha e Cachoeira do Pajeú o índice total de imunização estão abaixo dos 70%. Mas cidades como Comercinho e Medina, apresentam índice de cobertura superior a 99%.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/secretaria-de-saude-alerta-quatro-regionais-ainda-nao-atingiram-a-meta-de-vacinacao/

Gestão da Saúde: SES promove pesquisa para mapear a saúde bucal da população do Estado

Exames clínicos e questionários vão permitir a caracterização do nível de utilização de serviços odontológicos e dos riscos à Saúde Bucal dos mineiros

links relacionados
Pedro Cisalpino
SB Minas Gerais mapeia a condição da saúde bucal da população mineira
SB Minas Gerais mapeia a condição da saúde bucal da população mineira

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) está realizando uma pesquisa que tem como objetivo mapear as condições de saúde bucal da população mineira, o SB Minas Gerais. Por meio do projeto, a SES-MG pretende identificar os problemas bucais mais frequentes na população, a fim de diagnosticar as necessidades e, formular ações que contemplem prevenção, tratamentos e reabilitação adequados à realidade das comunidades.

Desde o final de abril, moradores de 60 municípios mineiros estão participando do inquérito epidemiológico. Em cada município serão feitos cerca de 100 exames, totalizando, aproximadamente, seis mil exames no Estado. De acordo com a diretora de Saúde Bucal da SES-MG, Daniele Lopes Leal, a pesquisa vai fortalecer a Política de Saúde Bucal, que vem sendo delineada no estado.

“O SB Minas Gerais vai trazer como resultado o diagnóstico epidemiológico de Saúde Bucal da população mineira, a partir do qual serão formuladas ações que contemplem esta população com o desenvolvimento de programas de âmbito estadual”, explica.

Durante a pesquisa, além dos índices tradicionais de medição dos agravos bucais, será aplicado, também, um questionário aos indivíduos examinados.  Dessa forma, serão analisadas as condições de problemas como cárie, doença periodontal, oclusopatias, fluorose (intoxicação pelo flúor e seus derivados), dentre ouras, no sentido de se verificar, além da prevalência, a extensão da gravidade das doenças bucais.

Segundo a diretora, Daniele Leal, a Política Nacional de Saúde Bucal determina a realização de estudos epidemiológicos desse porte como parte componente da Vigilância em Saúde. “A nossa proposta é realizar pesquisas desse tipo a cada 10 anos, com o intuito de avaliar as alterações no quadro epidemiológico da população”, afirma.

O projeto terá financiamento da SES-MG, através da Diretoria de Saúde Bucal, no valor de R$168 mil, sendo que cada município participante vai receber R$ 2.800,00 para pagamento de pessoal e ressarcimento de despesas de deslocamento, além de receber todo o material para realização dos exames.

“Os municípios investem disponibilizando os profissionais para a pesquisa. E o Ministério da Saúde é parceiro no processo, uma vez que toda a metodologia do projeto é do Ministério”, acrescenta a diretora de Saúde Bucal, Daniele Leal.

Participação dos municípios

Para que houvesse representatividade em todo o território do estado de Minas Gerais, os municípios participantes do projeto SB Minas Gerais foram sorteados, seguindo um processo de amostragem probalística.

Nesse processo, foram considerados os grupos etários e o fator de alocação dos municípios, definidos a partir da associação dos índices de necessidade em saúde e de porte econômico, que levam em conta variáveis epidemiológicas e socioeconômicas, além da capacidade do município financiar, com recursos próprios, os cuidados com a saúde dos cidadãos.

Para execução do projeto, os municípios participantes contam com um examinador, um anotador e um coordenador municipal, sendo que os exames são realizados por Cirurgiões Dentistas e os anotadores são profissionais de nível médio, geralmente técnico em Saúde Bucal (TSB) ou auxiliar em Saúde Bucal (ASB), das Secretarias Municipais de Saúde dos próprios municípios.

“As equipes de campo foram treinadas, em oficina com duração de 24 horas, onde foi possível discutir a operacionalização das etapas do trabalho e as atribuições de cada participante, a fim de assegurar um grau aceitável de uniformidade nos procedimentos”, esclarece a diretora de Saúde Bucal da SES-MG.

Metodologia de pesquisa

Durante a pesquisa, o cirurgião dentista vai percorrer a cidade e examinar, em domicílio, o morador que se interessar em participar voluntariamente do Projeto, sendo aptas a participar da pesquisa, pessoas com idades de 05 e 12 anos, 15 a19 anos, 35 a 44 anos e 65 a74 anos.

O voluntário deverá, também, responder um questionário, composto por perguntas subjetivas que vão ajudar na compreensão do processo saúde/doença bucal. “O questionário vai contribuir para a avaliação das condições socioeconômica e de utilização dos serviços, sendo fundamental para a estruturação da Rede Assistencial em Saúde Bucal”, afirma Daniele Leal.

O projeto segue a metodologia do SB Brasil 2010, do Ministério da Saúde, e conta com a colaboração da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG), que vai avaliar os resultados através do Conselho de Ética em Pesquisa. Outra instituição a avaliar o resultado da pesquisa será o Comitê de Ética em Pesquisa cadastrado junto à Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP).

Municípios Participantes

Guaxupé, Conselheiro Lafaiete, Capela Nova, Betim, Contagem, Itabirito, Sabará, Igarapé, Coronel Fabriciano, Pingo-D’água, Naque, Diamantina, Jenipapo de Minas, Serro, Divinópolis, Lagoa da Prata, Onça de Pitangui, Governador Valadares, Central de Minas, Peçanha, São José da Safira, João Monlevade, Virginópolis, Centralina, São Romão, Varzelândia, Juiz de Fora, Arantina, Cataguases, Simonésia, Pedra Bonita, Montes Claros, Janaúba, Monte Azul, Capitão Enéas, Padre Carvalho, Rio Pardo de Minas, Piumhi, Patos de Minas, João Pinheiro, Águas Vermelhas, Santa Maria do Salto, Santa Fé de Minas, Paula Cândido, Santa Rita do Sapucaí, Turvolândia, Piedade do Rio Grande, Sete Lagoas, Teófilo Otoni, Machacalis,Crisólita,Malacacheta, Ubá, Rosário da Limeira, Araxá, Perdizes, Uberlândia, Unaí, Boa Esperança e Varginha.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/ses-promove-pesquisa-para-mapear-a-saude-bucal-da-populacao-do-estado/

Gestão da Saúde: Curvelo se mobiliza para receber Força Tarefa de combate à Dengue

A cidade contará também como o”Minha Cidade sem Dengue” que são serviços gratuitos para o bem estar da população

Curvelo receberá no período entre terça-feira (8) a segunda-feira (14) as atividades de mobilização contra a dengue, parte da Força Tarefa de Combate à Dengue, da Secretaria de Estado de Saúde (SES). As ações têm como objetivo conscientizar a população a adotar hábitos preventivos contra o mosquito vetor da dengue.

No primeiro dia, a SES realizará a primeira reunião intersetorial onde estarão presentes a prefeitura, entidades da iniciativa privada e sociedade civil para articulação das ações integradas de mobilização.

Uma das ações é o Dengue Móvel, que é um caminhão que percorre os bairros trocando materiais descartáveis, que possam acumular água e virar possíveis criadouros do mosquito, por materiais escolares.

A população de Curvelo terá acesso também, ao “Minha Cidade sem Dengue”, um conjunto de serviços gratuitos para o bem estar do cidadão, tais como: corte de cabelo, registro civil, aferição de pressão e glicose, além do Dengômetro, um espaço de convivência e de acesso às informações sobre a dengue, onde o cidadão toma conhecimento da situação da doença em sua região e conhece os métodos de prevenção e mobilização.

Mobilização e redução dos casos de dengue

Esta será a segunda visita da Força Tarefa de Combate à Dengue ao município. Em 2011, Curvelo recebeu também o Dengue Móvel e o Dengômetro, recolhendo, na ocasião, mais de 30 mil potenciais focos do mosquito da dengue. Dados epidemiológicos deste ano apontam redução significativa dos casos de dengue no município em relação ao ano de 2011. Em abril do ano passado, a cidade notificou 1.588 casos da doença, enquanto, neste ano, registrou-se 96 casos. Entretanto, o último Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), realizado em janeiro deste ano, acusa a gravidade da situação: registrou-se um índice de 5,2 %, considerado de alto risco pelo Ministério da Saúde.

Força Tarefa

Atuando nas áreas da assistência, comunicação e epidemiologia, a Força Tarefa de combate à Dengue tem como arma as ações de mobilização social. Os profissionais que atuam na força tarefa têm por objetivo combater os focos que podem servir de criadouro para a dengue e conscientizar a população sobre o problema. Eles atuam como um reforço às ações que já devem existir nos municípios.

Além disso, durante a força tarefa, uma Equipe de Mobilização atua na cidade. Pesquisas indicam que 90% dos focos da dengue estão dentro das casas e que as pessoas sabem o que deve ser feito para combater o mosquito, mas não fazem nada, daí a importância de um trabalho de mobilização.

Em Ubá

A equipe de mobilização social da Secretaria de Estado de Saúde (SES) atuou, no sábado (5) e domingo (6), no município de Ubá.

Foram recolhidas no total 11.520 Garrafas Pets, 8.000 latas que foram encaminhados para Associação De Catadores de Papel, Papelão e Material Reciclável de ubá (RECICLAU) e 591 pneus enviados para o Ecoponto de ubá que os encaminham para serem reciclados.

A Referência Técnica de Endemias da GRS/Ubá, Francisco Tadeu Aparecido, declarou sua satisfação com os resultados do projeto, “O recolhimento foi muito proveitoso e surpreendeu todas as expectativas. Desejo que esse tipo de ação torne-se rotina na estratégia de trabalho do município”, afirma.

A Força Tarefa vem atuando na cidade desde o primeiro trimestre do ano fazendo a distribuição de panfletos e cartilhas nas escolas e realizando ações realizadas pelo município. O projeto tem como objetivo a mobilização social para combater os focos da doença e conscientizar a população sobre a gravidade do problema.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/curvelo-se-mobiliza-para-receber-forca-tarefa-de-combate-a-dengue/