Arquivos do Blog

Gestão Eficiente: Governo de Minas leva o Programa Travessia Social a mais 71 municípios

Iniciativa visa combater as privações sociais indicadas pelo diagnóstico do Porta a Porta, que visitou cerca de 200 mil domicílios

Moradores de 71 cidades mineiras serão beneficiados por uma série de ações do Travessia Social. Os convênios do projeto foram assinados, nesta segunda-feira (11), na sede do BDMG, em Belo Horizonte, pelo secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Cássio Soares, e pelos respectivos prefeitos.  A iniciativa visa à construção e reforma de módulos sanitários, melhorias habitacionais, reforma de equipamentos públicos, construção de poços artesianos, de redes de abastecimento de água, entre outras ações.

“As intervenções que serão realizadas nos municípios nos mostram mais uma vez a preocupação do Governo de Minas em diminuir as desigualdades sociais. E a maioria dos municípios do Norte, do Jequitinhonha e Mucuri têm percebido as melhorias que o Programa Travessia promove na vida de cada cidadão”, ressaltou o secretário Cássio Soares, durante o encontro.

Os trabalhos para essas cidades foram planejados a partir do diagnóstico do Projeto Porta a Porta, que visitou cerca de 200 mil domicílios e apontou suas principais privações. “O Travessia está nos ajudando a lutar contra a exclusão social e é um marco para todos os municípios. Além disso, está trazendo perspectivas de vida para a nossa população. Nossa administração não poupará esforços para a implantação do projeto de maneira eficiente em nosso município”, afirmou o prefeito de Guaranésia, Carlos Minchillo.

O chefe da Assessoria de Articulação, Parceria e Participação Social da Governadoria do Estado, Ronaldo Pedron, lembrou do trabalho articulado que o Travessia propõe. “O programa conduz e traz uma série de intervenções que devem atuar para a transformação dos municípios. Não se trata exclusivamente do governo do Estado, falamos de ações articuladas que vão permitir, de fato, a mudança da realidade social das populações”, destacou.

O encontro contou com as participações do secretário adjunto de Estado de Desenvolvimento Social, Juliano Fisicaro, do secretário adjunto de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Alencar Viana, da subsecretária de Projetos Especiais de Promoção Social, Roberta Albanita, do vice-presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, José Santana Vasconcelos, entre outras autoridades.

Programa Travessia

Lançado em 2008 e também coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), o programa visa, por meio de ações articuladas junto a várias secretarias e órgãos estaduais, promover a inclusão social e produtiva da população, bem como minimizar as privações sociais em que esta população se encontra. Até 2011, o Travessia beneficiou 154 cidades, distribuídas nas 10 macrorregiões de planejamento do Estado.

Neste ano, o Travessia ganhou um novo escopo e foi dividido estrategicamente em sete projetos: Porta a Porta, Travessia Social, Travessia Renda, Travessia Saúde, Travessia Educação, Banco Travessia e Com Licença, Vou à Luta.

Municípios beneficiados

Os municípios beneficiados pelo Programa Travessia Social são Abadia dos Dourados, Açucena, Barra Longa, Brasilândia de Minas, Cabeceira Grande, Cachoeira de Pajeu, Campo Florido, Candeias, Carlos Chagas, Comercinho, Conceição do Mato Dentro, Cônego Marinho, Congonhas do Norte, Curral de Dentro, Divisa Alegre, Divisópolis, Felisburgo, Francisco Dumont, Fruta de Leite, Gonzaga, Grão Mogol, Guaraciaba, Guaraciama, Guaranésia, Ibiaí, Ibiracatu, Icaraí de Minas, Imbé de Minas, Iraí de Minas, Jequeri, Jordania, Juvenília, Lagoa Formosa, Lagoa Grande, Leme do Prado, Limeira do Oeste, Machacalis, Malacacheta, Mata Verde, Materlândia, Mesquita, Minas Novas, Montezuma, Novorizonte, Orizânia, Peçanha, Pintópolis, Presidente Olegário, Riacho dos Machados, Rio do Prado, Rio Espera, Rio Paranaíba, Rubelita, Rubim, Salto da Divisa, Santa Cruz do Escalvado, Santa Maria do Salto, Santana do Manhuaçu, São Bento Abade, São Francisco de Paula, São José do Jacuri, São Romão, São Sebastião do Anta, São Sebastião do Maranhão, São Thomé das Letras , Senador Modestino Gonçalves, Simonésia, Tiros, Vargem Grande do Rio Pardo, Vargem Alegre, Varzelândia.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-leva-o-programa-travessia-social-a-mais-71-municipios/

Gestão Eficiente: Governo de Minas assina convênio para ações do Travessia Social em 71 municípios mineiros

Iniciativa visa combater as privações sociais indicadas pelo diagnóstico do Porta a Porta, que visitou cerca de 200 mil domicílios

O Travessia Social vai dar início às ações nos 71 municípios que foram visitados pelo Projeto Porta a Porta entre março e abril deste ano.  Para isso, o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Cássio Soares, vai assinar, na próxima segunda-feira (11), convênios com os prefeitos das respectivas cidades. O encontro será realizado no auditório do BDMG, em Lourdes, Belo Horizonte, às 14h.

A iniciativa visa combater as privações sociais indicadas pelo diagnóstico do Porta a Porta, que visitou cerca de 200 mil domicílios.  Entre as ações previstas estão a construção e  reforma de módulos sanitários, melhorias habitacionais, reformas de equipamentos públicos e a construção de poços artesianos. O projeto é desenvolvido a fim de promover a travessia da população para uma situação de inclusão social.

O encontro conta com as participações da subsecretária de Projetos Especiais de Promoção Social, Roberta Albanita, do chefe da Assessoria de Articulação, Parceria e Participação Social da Governadoria do Estado, Ronaldo Pedron, entre os prefeitos e outras autoridades.

Programa Travessia

Lançado em 2008 e também coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, o programa visa, por meio de ações articuladas junto a várias secretarias e órgãos estaduais, promover a inclusão social e produtiva da população, bem como minimizar as privações sociais em que esta população se encontra.

Até 2011, o Travessia beneficiou 154 cidades, distribuídas nas 10 macrorregiões de planejamento do Estado. Neste ano, o Travessia ganhou um novo escopo e foi dividido estrategicamente em sete projetos: Porta a Porta, Travessia Social, Travessia Renda, Travessia Saúde, Travessia Educação, Banco Travessia e Com Licença, Vou à Luta.

Municípios beneficiados

Os municípios beneficiados pela Travessia Social são Abadia dos Dourados, Açucena, Barra Longa, Brasilândia de Minas, Cabeceira Grande, Cachoeira de Pajeu, Campo Florido, Candeias, Carlos Chagas, Comercinho, Conceição do Mato Dentro, Cônego Marinho, Congonhas do Norte, Curral de Dentro, Divisa Alegre, Divisópolis, Felisburgo, Francisco Dumont, Fruta de Leite, Gonzaga, Grão Mogol, Guaraciaba, Guaraciama, Guaranésia, Ibiaí, Ibiracatu, Icaraí de Minas, Imbé de Minas, Iraí de Minas, Jequeri, Jordania, Juvenília, Lagoa Formosa, Lagoa Grande, Leme do Prado, Limeira do Oeste, Machacalis, Malacacheta, Mata Verde, Materlândia, Mesquita, Minas Novas, Montezuma, Novorizonte, Orizânia, Peçanha, Pintópolis, Presidente Olegário, Riacho dos Machados, Rio do Prado, Rio Espera, Rio Paranaíba, Rubelita, Rubim, Salto da Divisa, Santa Cruz do Escalvado, Santa Maria do Salto, Santana do Manhuaçu, São Bento Abade, São Francisco de Paula, São José do Jacuri, São Romão, São Sebastião do Anta, São Sebastião do Maranhão, São Thomé das Letras, Senador Modestino Gonçalves, Simonésia, Tiros, Vargem Grande do Rio Pardo, Vargem Alegre, Varzelândia.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-assina-convenio-para-acoes-do-travessia-social-em-71-municipios-mineiros/

Gestão Anastasia: Palavra do Governador destaca ampliação do Travessia, o programa de inclusão social de Minas

“Só teremos um resgate definitivo da cidadania em Minas Gerais quando reduzirmos os indicadores de pobreza, melhorando a renda, o nível de instrução e a saúde das pessoas. E este é o esforço do Programa Travessia”, diz Anastasia

No Palavra do Governador desta semana, Antonio Anastasia fala sobre a ampliação do Programa Travessia. Lançado em 2008 e coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), o Travessia promove a inclusão social e produtiva da população, por meio de ações articuladas junto a várias secretarias e órgãos do Estado.

“O Programa Travessia, na realidade, é um grande programa de inclusão social do nosso governo integrado por diversos projetos, como o chamado Porta a Porta, que faz um diagnóstico, indo de porta em porta, identificando as carências dos moradores de municípios com baixo Índice de Desenvolvimento Humano”, ressalta o governador.

Um mapeamento realizado por equipes do Porta a Porta já realizou o diagnóstico em cerca de 200 mil domicílios de 71 municípios mineiros de todas as regiões do Estado. Outros projetos do Programa Travessia são o Travessia Social, o Travessia Renda, o Com Licença Vou à Luta e o Banco Travessia.

“O Banco Travessia é um projeto muito interessante, que significa a aposta na educação. Aquelas pessoas que forem identificadas pelo Porta a Porta, que estão ausentes da sala de aula, são chamadas para voltarem à escola e passam a receber um estímulo, créditos que se convertem em uma poupança para ser utilizada por aquela família”, explica Anastasia.

O governador lembra que o Programa Travessia já está presente em todas as regiões do Estado, contribuindo para elevar o IDH – Índice de Desenvolvimento Humano – em 154 municípios.

“Só teremos um resgate definitivo da cidadania em Minas Gerais – e nossa gestão é para a cidadania – quando nós reduzirmos os indicadores de pobreza, melhorando a renda, o nível de instrução e a saúde das pessoas. E este é o esforço do Programa Travessia”, conclui o governador.

O Palavra do Governador pode ser reproduzido por qualquer veículo de imprensa, sem ônus e de forma espontânea. O Programa é disponibilizado todas as quintas-feiras nas modalidades texto (para jornais impressos e online), áudio (para rádio e pudicas/web) e vídeo (em qualidade HD).

Veja aqui a Galeria de Fotos do Palavra do Governador.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/palavra-do-governador-destaca-ampliacao-do-travessia-o-programa-de-inclusao-social-de-minas/

Governo de Minas: Porta a Porta traça avanços sociais a 200 mil domicílios de 71 municípios mineiros

Mapeamento da Sedese aponta principais privações sociais; Plano de ações será elaborado até esta sexta-feira

Geraldo Ribeiro
Sedese promove reunião com prefeitos, secretários e representantes de 71 cidades mineiras
Sedese promove reunião com prefeitos, secretários e representantes de 71 cidades mineiras

Mapeamento realizado pelo Projeto Porta a Porta, coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), identificou as principais privações identificadas pelos cidadãos de cerca de 200 mil domicílios de 71 municípios mineiros de todas as regiões do Estado. Dentre os pontos identificados estão o nível de escolaridade, o acesso à água potável e deficiências nos sistemas de saneamento.

Este diagnóstico irá fomentar a aplicação de políticas públicas específicas para assegurar condições de vida adequadas aos cidadãos. As visitas foram realizadas entre março e abril deste ano. Os questionários apontaram que em 72% dos domicílios visitados, pelo menos uma pessoa, com mais de 15 anos, tem menos de cinco anos de estudo. O diagnóstico apontou que 23% dos domicílios são carentes de sanitário (não tem pia, chuveiro ou vaso sanitário) e 20% não tem acesso à água encanada.

Com o resultado, o Governo de Minas vai incluir as famílias dos domicílios mapeados em ações e programas, como o Travessia. Por isso, prefeitos, secretários e representantes das 71 cidades envolvidas estão reunidos até a próxima sexta-feira (25), na sede Sedese, na Cidade Administrativa, com a equipe do Programa Travessia – para elaborar o Plano de Intervenção do Travessia Social.

“É um momento de ver o retrato da pobreza nos domicílios e fechar o conjunto de ações que serão levadas aos municípios. Temos a fotografia que nos mostra a real situação das famílias e, com isso, vamos planejar as intervenções para mudar essa realidade. Essa é a verdadeira travessia, as famílias vão sair da privação para serem incluídas, de forma efetiva, nas políticas públicas do Estado”, destacou a subsecretária de Projetos Especiais, Roberta de Lima.

Lançado em 2011 pelo Governo de Minas e coordenado pela Sedese, o Porta a Porta promove, de casa em casa, a busca ativa para identificar as reais necessidades das famílias em situação de vulnerabilidade social e, assim, subsidiar as ações do Programa Travessia. No ano passado, mais de 128 mil domicílios foram visitados pelo Porta a Porta em 59 cidades. “Nosso município está precisando de investimento na área social e esses projetos vão promover a melhoria de vida dos mais necessitados”, ressaltou o prefeito de Peçanha, Marcos Geraldo Pereira.

Programa Travessia

Coordenado pela Sedese, o programa foi lançado em 2008 e visa, por meio de ações articuladas junto a várias secretarias e órgãos estaduais, promover a inclusão social e produtiva da população, bem como minimizar as privações sociais em que esta população se encontra. Até 2011, o Travessia beneficiou 154 cidades, distribuídas nas 10 macrorregiões de planejamento do Estado.

Neste ano, o Travessia ganhou um novo escopo e foi divido estrategicamente em sete projetos: Porta a Porta, Travessia Social, Travessia Renda, Travessia Saúde, Travessia Educação, Banco Travessia e Com Licença Vou à Luta.

Clique aqui para ver a relação de municípios beneficiados pelo Porta a Porta em 2012 (arquivo PDF).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/porta-a-porta-traca-avancos-sociais-a-200-mil-domicilios-de-71-municipios-mineiros/

Governo de Minas: Banco Travessia amplia rede de inclusão social em mais 30 municípios mineiros

Programa do Governo de Minas vai beneficiar mais 22 mil famílias em várias regiões do Estado

Rômulo Ávila
Apenas até 2011, o Programa Travessia beneficiou 154 cidades mineiras
Apenas até 2011, o Programa Travessia beneficiou 154 cidades mineiras

A partir desta terça-feira (8), mais 30 agências do Banco Travessia serão inauguradas pelo Governo de Minas em várias regiões do Estado. A expectativa é que famílias de quase 22 mil domicílios sejam beneficiadas. O projeto faz parte do novo escopo do Programa Travessia, coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese).

As primeiras inaugurações serão nas cidades de Natalândia, nesta terça-feira (08), às 17h; e em Santa Fé de Minas (11), às 18h. A previsão é que até o final de junho todas as unidades estejam prontas para atender a população dos 30 municípios.

Com a iniciativa, o Banco Travessia passa a atender 40 cidades mineiras, já que outras unidades estão em funcionamento em dez municípios: Sabará, Confins, Capim Branco, Presidente Kubitschek, Arinos, Matutina, Juiz de Fora, Ninheira, Santo Antônio do Jacinto e Itinga.

Banco Travessia

Lançado pelo Governo de Minas, em setembro de 2011, o Banco Travessia visa incentivar o retorno das pessoas aos estudos e, consequentemente, aumentar as chances de inserção no mercado de trabalho.

Para conhecer a real demanda das famílias por escolaridade, o projeto utiliza o diagnóstico do Porta a Porta, também coordenado pela Sedese. Cada morador dessas cidades inserido no programa, e que retomar os estudos, vai abrir uma poupança para a família no Banco Travessia. Se passar de ano, garante mais dinheiro no banco.

Cada ação da família que garanta qualificação profissional ou eleve o nível de escolaridade também será transformada em mais dinheiro na poupança. A permanência no programa pode ser de dois ou três anos, e uma família pode receber, no máximo, R$ 5 mil.

Próximas inaugurações

As próximas inaugurações de agências do Banco Travessia estão previstas para Lagoa dos Patos, em 15 de maio; São João do Pacuí e Campo Azul, no dia 17; Joaquim Felício, em 22 de maio; Santo Antônio do Itambé e Serranópolis de Minas, no dia 24 de maio; Josenópolis e Alvorada de Minas, no próximo dia 25; Santo Hipólito e Ponto Chique, em 29 de maio; Presidente Juscelino, no próximo dia 31; Dom Joaquim e Quartel Geral, em 01 de junho.

Já as cidades de Campanário, Carvalhos, Consolação, Diogo de Vasconcelos, Fernandes Tourinho, Frei Lagonegro, Ibituruna, Marilac, Nacip Raydan, Oratórios, Passabém, Pescador, São Geraldo da Piedade, São José da Safira e São José do Divino deverão contar com agências do Banco Travessia até junho.

Programa Travessia

O programa foi lançado em 2008 e é coordenado pela Sedese. O Travessia visa, por meio de ações articuladas junto a várias secretarias e órgãos estaduais, promover a inclusão social e produtiva da população, bem como minimizar as privações sociais em que esta população se encontra. Até 2011, o Travessia beneficiou 154 cidades.

Neste ano, o Travessia ganhou um novo escopo e foi divido estrategicamente em sete projetos: Porta a Porta, Travessia Social, Travessia Renda, Travessia Saúde, Travessia Educação, Banco Travessia e Com Licença Vou à Luta.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/banco-travessia-amplia-rede-de-inclusao-social-em-mais-30-municipios-mineiros/

Gestão em Minas: Anastasia autoriza novos convênios do Programa Travessia com 106 municípios mineiros

Serão investidos 8,6 milhões, em 115 contratos, para a execução dos projetos Porta a Porta, Travessia Social, Com Licença Vou à Luta e Banco Travessia

Omar Freire/Supim MG
Governador Anastasia anunciou investimentos de R$ 8,6 milhões para o Programa Travessia
Governador Anastasia anunciou investimentos de R$ 8,6 milhões para o Programa Travessia

O governador Antonio Anastasia autorizou, nesta quinta-feira (26), no Palácio Tiradentes, assinatura de 115 convênios para o repasse de recursos do Programa Travessia, destinados à execução dos Projetos Porta a Porta, Travessia Social, Com Licença Vou à Luta e Banco Travessia. Para este ano, estão previstos investimentos de R$ 8,6 milhões, nestes projetos visando o atendimento das populações em situação de vulnerabilidade e privação social, beneficiando 106 municípios.

Para governador Anastasia, o programa permitirá que pequenos municípios mineiros melhorem o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), que mede a renda e os indicadores de educação e saúde da população, para que posam atrair investimentos e gerar empregos de qualidade.

“O objetivo do Travessia é incluir a população dos municípios menores de todas as regiões do Estado para permitir a eles um sentimento de melhor viver em Minas, de prosperidade, de desenvolvimento. Isso se faz de acordo com essa nova metodologia: a partir de um diagnóstico feito, de porta em porta, percebendo as necessidades de cada família. Vamos continuar com o Travessia porque sabemos que, lá adiante, quando formos medir o IDH, o Travessia fará a diferença. Isso é muito importante para atrair empresas e gerar emprego de qualidade nas cidades”, disse em pronunciamento.

Lançado em 2008 e coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), o Programa Travessia promove a inclusão social e produtiva da população, minimizando privações sociais, por meio de ações articuladas junto a várias secretarias e órgãos do Estado.

O secretário Cássio Soares, que assinou os convênios, exaltou a parceria com as prefeituras para o sucesso do programa. “Neste ano, o Travessia ganhou novo escopo sendo dividido estrategicamente em sete projetos (Porta a Porta, Travessia Social, Travessia Renda, Travessia Educação, Travessia Saúde, Banco Travessia e Com licença vou à luta). Chegaremos, neste ano, a um montante acumulado de quase R$ 1 bilhão em investimentos, desde 2008, desdobrado em milhares de ações dentro dos projetos. Sem a parceria com os municípios seria impossível alcançar tais resultados em tão pouco tempo”, afirmou Cássio Soares.

O prefeito de Santa Fé de Minas, Ronaldo Soares Campelo, agradeceu, em nome dos demais prefeitos e prefeitas contemplados, o apoio do Governo de Minas para combater a exclusão social nos municípios menores. “Todos nós prefeitos e prefeitas encontramos muitas dificuldades em nossos municípios. Mas graças ao olhar diferenciado do governador Anastasia somos vistos de forma diferente. Contamos com uma parceria que garante o desenvolvimento das nossas regiões. Programas como esse ajudam a combater a exclusão social”, afirmou o prefeito.

Resultados

O Travessia já beneficiou populações de 154 cidades, nas dez macrorregiões do Estado. Em cinco anos, foram feitas 4.276 intervenções, executadas por secretarias estaduais, autarquias e outros parceiros do Programa, beneficiando 2 milhões de pessoas direta e indiretamente. Foram entregues 610 casas populares; pavimentados 149 quilômetros de vias públicas em 56 bairros e centros de povoados, com 3 mil beneficiados. Também foram repassados recursos para a reforma de 86 escolas estaduais em 50 municípios, beneficiando 66 mil alunos. Foram feitos ainda 35 mil exames de anemia em crianças.

Foram repassados recursos para construção de 40 Unidades Básica de Saúde e construção de 85 unidades do Farmácia de Minas, e capacitados  613 agentes de saúde e servidores da área da educação por meio dos programas “Cores na Adolescência” e “Saber Saúde”. Na Caravana da Documentação Civil foram emitidos 38 mil documentos.

Também participaram da solenidade o vice-governador Alberto Pinto Coelho, os secretários de Estado Danilo de Castro (Governo), Carlos Pimenta (Trabalho e Emprego), Gil Pereira (Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri e do Norte de Minas), Bilac Pinto (Desenvolvimento Regional e Política Urbana), entre outras autoridades.

Porta a Porta

Criado pelo Governo de Minas em 2011, se tornou referência para o Programa Brasil Sem Miséria, do governo federal. O objetivo é identificar as necessidades da população pobre do Estado. A identificação dessas necessidades é feita por uma equipe de mais de 400 “visitadores”, que batem à porta das casas dos municípios atendidos. A partir dessa entrevista é possível fazer o diagnóstico sobre as principais privações das famílias nas áreas de saneamento, saúde, educação, emprego e renda.

Com a assinatura dos novos convênios, mais 71 municípios serão beneficiados com recursos que totalizam R$ 1 milhão e visita a 200 mil domicílios, em 2012. Com a iniciativa, o número de municípios atendidos pelo Porta a Porta sobe para 130. Em 2011, o projeto atuou em 59 cidades e fez o mapeamento de 128.443 domicílios.

Travessia Social

Diagnosticados os problemas pelo Porta a Porta, as ações necessárias para minimizar as privações sociais das famílias são realizadas por meio do Travessia Social. O projeto faz principalmente com intervenções nos domicílios, como construção de módulos sanitários, melhorias habitacionais, construção de poços artesianos e aquisição de bens domésticos.

O Governo de Minas destinará R$ 7 milhões para ações do Travessia Social em mais 12 municípios. Com a iniciativa, o número de cidades atendidas chegará a 56. No ano passado, 44 municípios foram beneficiados pelo projeto com a realização de 254 ações. A maioria dessas ações está em andamento, com investimento de R$ 30 milhões.

Com Licença Vou à Luta

Também criado em 2011, o Com Licença Vou à Luta busca promover a inclusão social e econômica de mulheres com mais de 40 anos que estejam desempregadas e têm baixa escolaridade. O projeto oferece qualificação profissional e incentivo à melhoria do nível de escolaridade, buscando a reinserção dessas mulheres no mercado de trabalho. Estão sendo assinados convênios com 22 cidades, envolvendo recursos da ordem de R$ 440 mil. Cerca de 1.300 mulheres devem ser beneficiadas. No ano passado, o projeto piloto atuou em nove municípios mineiros e envolveu mais de 700 mulheres.

Banco Travessia

Lançado em setembro de 2011 pelo Governo de Minas, o Banco Travessia visa incentivar o retorno e a inserção de pessoas aos estudos. Cada pessoa atendida que retomar os estudos vai abrir uma poupança para a família no Banco Travessia. Se passar de ano, garante mais dinheiro no banco.

As iniciativas de qualquer pessoa da família que garantam qualificação profissional ou eleve o nível de escolaridade também serão transformadas em mais dinheiro na poupança. A permanência no programa pode ser de dois ou três anos, e uma família pode receber até R$ 5 mil. Com as assinaturas dos convênios, serão repassados R$ 140 mil para as dez agências do Banco Travessia já em funcionamento.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/anastasia-autoriza-novos-convenios-do-programa-travessia-com-106-municipios-mineiros/