Arquivos do Blog

Gestão da Educaçao: Poupança Jovem concede bolsas a 1.438 estudantes de Governador Valadares

Processo de adesão para participar do programa está aberto até o próximo dia 29 de junho

Imprensa MG
Lays Kellem está entre os 1.438 estudantes de Valadares beneficiados pelo Poupança Jovem
Lays Kellem está entre os 1.438 estudantes de Valadares beneficiados pelo Poupança Jovem

Lays Kellem Rezende Souza Silva, 19 anos, está entre os 1.438 estudantes de Governador Valadares beneficiados pelo programa Poupança Jovem, do Governo de Minas. Ela aderiu à iniciativa em 2009 e comemora a bolsa e os resultados já alcançados, como o emprego que conquistou.

O Poupança Jovem é destinado a estudantes do ensino médio matriculados nas escolas estaduais de municípios com alto índice de evasão escolar e vulnerabilidade social. A proposta do Estado é estimular a capacidade de planejar o futuro e criar melhores condições para os jovens ingressarem no mercado de trabalho.

“Participando do Poupança Jovem tive aulas de inglês voltado para o mercado de trabalho e informática, o que ajudou no processo de seleção, pois trabalho com telemarketing, um serviço que depende do computador”, relata Lays, que estudou na Escola Estadual Prefeito Joaquim Pedro Nascimento.

Cada aluno que adere ao programa, ao final dos três anos do ensino médio recebe a quantia de R$ 3 mil, depositados nominalmente pelo Governo de Minas. Para ser contemplado, o jovem precisa cumprir todas as metas e obrigações estipuladas pelo Poupança Jovem.

Romário Soares Araújo é ex-aluno da Escola Estadual Marcos Geber Sírio e também vai receber a bolsa do programa. Assim como Lays, ele vai investir na formação profissional. “Vou fazer um curso profissionalizante de técnico em eletromecânica. Penso também em tentar uma faculdade, nessa área de exatas, e fazer inglês”, diz.

Atualmente, o programa está em andamento em outras 29 escolas de Governador Valadares, atendendo a mais 10.491 jovens. Até o dia 29 de junho também está aberto o processo de adesão para escolas e alunos que tenham interesse em participar do programa.

Pagamento de bolsas

O pagamento das bolsas do Poupança Jovem começou a ser feito no início deste mês, contemplando alunos de mais sete cidades além de Governador Valadares que concluíram o ensino médio: Esmeraldas, Ibirité, Juiz de Fora, Montes Claros, Ribeirão das Neves, Sabará e Teófilo Otoni. No total, os recursos do Governo do Estado somam R$ 28,7 milhões, distribuídos para 9.569 jovens.

O governador Antonio Anastasia entregou, na Cidade Administrativa em Belo Horizonte, certificados de conclusão das atividades do programa. Para um público de 450 jovens, que representaram todos os beneficiados, o governador ressaltou a importância do programa para o futuro dos jovens mineiros.

“O papel do Poupança Jovem, muito mais importante do que ter ao final o prêmio, é estimular a formação do patrimônio cidadão e moral de cada jovem e o sentimento do seu próprio valor. Isso não tem preço. O Poupança Jovem é um instrumento de transformação. Isso demonstra que acertamos em identificar uma necessidade, conceber um projeto, colocá-lo em funcionamento, receber o apoio dos municípios e o resultado é esse”, destacou. Ainda durante a solenidade, Anastasia assinou o novo Plano de Metas, um instrumento gerencial de monitoramento das ações do Poupança Jovem nos municípios atendidos.

Desde que foi criado, o programa já beneficiou 85.131 jovens de 185 escolas de nove municípios participantes, com investimentos de R$ 278 milhões. Em 2011, alunos das escolas estaduais de Pouso Alegre, no Sul de Minas, também passaram a integrar a iniciativa, que é coordenada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese).

Nova metodologia

O Poupança Jovem adotou, em 2012, uma nova metodologia, na qual os estudantes são envolvidos em quatro eixos estruturadores de formação: escolar, profissional, cidadã e cultural. A nova metodologia propõe que os estudantes participem de atividades que envolvam três temas transversais: territorialidade, participação social e mundo do trabalho.

Nesse novo formato, o programa oferece aos alunos formação complementar, por meio da realização de atividades individuais e coletivas. As atividades coletivas contam com a orientação de um educador de referência do Poupança Jovem.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/poupanca-jovem-concede-bolsas-a-1438-estudantes-de-governador-valadares/

Gestão da Educação: Implantação de Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos promete alavancar doações em Minas

As organizações irão atuar diretamente no auxílio ao Complexo MG Transplantes

Henrique Chendes/SES MG
Evento de lançamento das Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos
Evento de lançamento das Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) anunciou, nesta segunda-feira (25), a criação de dez unidades de Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos (OPOs) que irão atuar diretamente no auxílio ao Complexo MG Transplantes, integrante da rede Fhemig.

O processo de doações de órgãos no Estado, que vem crescendo e salvando vidas consideravelmente, funciona por meio de seis Centrais de Notificação e Distribuição de Órgãos e Tecidos (CNCDOs), que agora passaram a contar com mais dez unidades de OPOs. Além de uma equipe de profissionais, carros com motoristas e cinco aeronaves já estão disponibilizados para captação e transporte de pacientes e órgãos.

Essas OPOs, por sua vez, terão o objetivo de captar um número maior de doações, além de agilizar e humanizar o processo de doação e transplante, que, só em 2011, chegou a beneficiar cerca de 500 mil pacientes em todo o país. Cerca de 90% das cirurgias de transplante foram custeadas pelo sistema público de saúde.

Participaram do lançamento do projeto, o secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques; o coordenador do Sistema Nacional de transplantes, Heder Murari Borba; o presidente da Fhemig, Antônio Carlos de Barros Martins; o diretor do Complexo MG Transplante, Charles Simão Filho; o secretário Municipal de Saúde de Betim, Pedro de Oliveira Pinto; dentre outras autoridades.

De acordo com secretário Antônio Jorge, as unidades operacionais (OPOs) foram criadas inicialmente em dez macro-cidades, levando em consideração a população de cada região, o número de hospitais, número de leitos de UTI e a própria regionalização, segundo o Plano Diretor de Regionalização (PDR) adotada pela SES. “As cidades que receberão as Organizações de Procura foram selecionadas com o intuito de suprir vazios assistenciais maiores, possibilitando traçar um novo panorama para a realização de transplantes no Estado, por meio da assistência integrada e qualificada”, disse o secretário.

Captação e assistência

Como o próprio nome diz, as Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos (OPOs) funcionam como uma unidade de busca que, ladeadas pelas Centrais de Notificação e pelas Comissões Intra-hospitalares de Doação de Órgãos e Tecidos (CIHDOTT) já existentes, objetivam aumentar o volume de órgãos transplantados. Tais unidades são caracterizadas pela atuação pontual, na qual cada OPO torna-se responsável por um grupo de hospitais regionais pré-selecionados, buscando aumentar e aprimorar o processo de captação de doações, bem como efetivar e sensibilizar o número de doadores em cada hospital.

Cada Organização de Procura de Órgãos contará com dois médicos, cinco enfermeiros e um administrador, que após capacitação, atuarão em conjunto com cada equipe hospitalar nos serviços de coleta e transplantes.

Aumento de doadores

Com um dos maiores programas públicos de saúde do mundo, o Brasil figura entre os países que mais realizam, em números absolutos, transplantes de órgãos e tecidos. Em Minas Gerais, existem 36 instituições habilitadas para a realização de busca ativa e captação de órgãos, além de 54 instituições habilitadas para a realização de transplantes.

De 2006 a 2012, o quadro de evolução das doações de órgãos múltiplicou no Estado, saltou de 3% para 12%, segundo dados divulgados pelo Sistema Nacional de Transplantes (SNT). Com relação ao aumento das doações de órgãos e tecidos nos últimos anos, Minas sai na frente de estados como Rio de Janeiro, Paraná e Distrito Federal.

Após a instalação das OPOs, os processos de adesão, informação ao paciente, agilidade e ampliação das notificações serão reformulados, a fim de que o ato da doar órgãos seja encorajado cada vez mais em toda a sociedade.  “Atualmente, existe uma fila de espera para transplante de córnea equivalente a 300 pessoas. Num passado não muito distante essa fila chegava à marca de 1.500 pacientes. A melhora no quadro é uma realidade alcançada pelo sistema de saúde pública, que pretende em até oito meses atender a todos os pacientes, avançando e qualificando cada vez mais as doações”, declarou Antônio Jorge.

Mobilização e avanço

De acordo com o coordenador do Sistema Nacional de transplantes, Heder Murari Borba, as novas políticas públicas adotadas com o intuito de fortalecer e aprimorar o Sistema Nacional de Transplantes (SNT) buscam traçar, em todo o pais, um novo panorama no que diz respeito aos transplantes de órgãos e tecidos. Ele também ressalta a atuação da população nessa nova perspectiva. “Estamos melhorando a assistência e a informação sobre os procedimentos de transplante para toda a sociedade. Contudo, faz-se necessário que as pessoas estejam dispostas a atuar em prol dos demais. Para que a doação ocorra, basta que o paciente comunique junto a sua família sobre a concessão de órgãos. Um gesto nobre e enaltecedor que salva milhares de vidas todos os anos”, finalizou.

As dez Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos estão sendo instaladas nos hospitais João XXIII, Risoleta Tolentino Neves e Hospital Municipal de Betim, e nas cidades de Montes Claros, Governador Valadares, Juiz de Fora, Pouso Alegre, Ipatinga, Uberaba e Uberlândia.Em uma segunda etapa, serão instaladas unidades em Divinópolis, Sete Lagoas, Patos de Minas, Barbacena, Teófilo Otoni, Varginha e Alfenas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/implantacao-de-organizacoes-de-procura-de-orgaos-e-tecidos-promete-alavancar-doacoes-em-minas/

Gestão da Saúde: Governo de Minas lança projeto para aumentar a captação de órgãos e tecidos

Serão criadas dez Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos em Minas Gerais

Nesta segunda-feira (25), às 10h, o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques, o coordenador do Sistema Nacional de Transplantes, Heder Murari Borba, o presidente da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), Antônio Carlos de Barros Martins, e o diretor do Complexo MG Transplantes, Charles Simão Filho, anunciam a criação de dez Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos (OPOs) em Minas Gerais. Cada OPO terá dois médicos, cinco enfermeiros e um administrador.

Os OPOs são unidades operacionais das Centrais de Notificação e Distribuição de Órgãos e Tecidos (CNCDOs), que irão coordenar grupos de hospitais por meio de suas Comissões Intra Hospitalares de Doação de Órgãos e Tecidos (CIHDOTT). Foram criadas levando-se em consideração a população, o número de hospitais, número de leitos de UTI, logística de transporte, distâncias de centros transplantadores e o Plano Diretor de Regionalização. O objetivo das OPOs é aumentar a captação de órgãos e tecidos.

As dez Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos serão instaladas nos hospitais João XXIII, Risoleta Tolentino Neves e Hospital Municipal de Betim, e nas cidades de Montes Claros, Governador Valadares, Juiz de Fora, Pouso Alegre, Ipatinga, Uberaba e Uberlândia.

Numa segunda etapa, deverão ser criadas OPOs em Divinópolis, Sete Lagoas, Patos de Minas, Barbacena, Teófilo Otoni, Varginha e Alfenas.

Coletiva à imprensa

Data: 25 de junho Segunda-feira

Horário:10h

Local: Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves – Prédio Minas – 12º andar – sala de reunião do Gabinete do secretário de Estado de Saúde

Tema:Lançamento de dez Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos em Minas Gerais – OPOs

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-lanca-projeto-para-aumentar-a-captacao-de-orgaos-e-tecidos/

Governo de Minas: concurso estimula o empreendedorismo digital nos jovens mineiros

Jovens desenvolveram redes que permitem a interação com a realidade da região onde vivem

Divulgação SECTES
Jovens vencedores do desafio exibem o certificado de participação
Jovens vencedores do desafio exibem o certificado de participação

O programa Teia MG tem como principal objetivo criar desafios para estimular os agentes do projeto a utilização consciente das ferramentas gratuitas da WEB 2.0 como instrumentos de inovação e empreendedorismo para atender as demandas dos Polos de Inovação das cidades Almenara, Araçuaí, Diamantina, Janaúba, Januária, Pirapora, Salinas e Teófilo Otoni. O secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Narcio Rodrigues, participou, nesta sexta-feira (21), na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, da premiação do Desafio Empreendedorismo Digital – Teia MG, pelo qual os jovens receberam um certificado.

Os oito jovens, um de cada polo, entre 14 e 21 de idade também receberam com o apoio da Fapemig,  o prêmio para participar do Evento Pitch: Empreendedorismo Digital, que será realizado em 23 de junho, no Museu de Arte Contemporânea Inhotim. O concurso visa avaliar a melhor proposta de elaboração de rede social ou startup destinada a atender a demanda de cada Polo de Inovação. O produto de Web proposto também pode ser destinado a uma pessoa física ou jurídica de negócio formal ou informal ou destinar-se a um projeto social ou de cunho cultural da região norte/nordeste de Minas Gerais.

Para o secretário Narcio, é muito importante que iniciativas como essas sejam colocadas em prática e multiplicadas, para que as boas ideias da juventude sejam mostradas e possam se tornar realidade. “Cumprimento cada um desses jovens que receberam a premiação, na certeza de que temos muito a fazer e de que estamos no caminho certo. Principalmente, ao ver projetos que sinalizem o desenvolvimento sustentável, que é o caminho onde devemos seguir”, comenta.

Os jovens desenvolveram redes que permitem a interação com a realidade de sua região, como por exemplo: Rede de cultura local, da Sâmara Maria Prates, de Almenara; meio ambiente e sustentabilidade, do Mailson Silva, de Araçuaí; de empreendedorismo estudantil universitário, do Heverton de Paula, de Diamantina; de ongs de Januária, Claysse Aparecida Alves Machado, de Januária; projeto regional de empreendedorismo, do Willian Douglas Lopes Guimarães, de Janaúba; empresas da assistência comercial e industrial, do Lucas Miranda Nunes de Araújo, de Pirapora; meio ambiente e sustentabilidade, do Antonio Bandeira Neto, de Salinas; e dicas sobre internet e tecnologia, desenvolvido por, Leonardo Rodrigues de Jesus, de Malacacheta, que pertence ao Polo de Teófilo Otoni.

Pitch: Empreendedorismo Digital 

Com o apoio do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (SEEJ), será realizado amanha (23) a 3ª edição do Pitch Digital. O evento, que acontecerá no Inhotim, em Brumadinho, é uma oportunidade para novos empreendedores apresentarem suas ideias a investidores nacionais e estrangeiros e um ambiente propício à discussão de novas tecnologias digitais.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/concurso-estimula-o-empreendedorismo-digital-nos-jovens-mineiros/

Governo de Minas: importância da alimentação saudável será discutida em escolas da Superintendência de Araçuaí

Projeto em parceria com a Fundação Mapfre irá beneficiar cerca de três mil estudantes da Educação em Tempo Integral.

Divulgação / SEE
Professores estão sendo capacitados para dar início aos projetos na região de Araçuaí
Professores estão sendo capacitados para dar início aos projetos na região de Araçuaí

 

A partir deste mês, cerca de três mil alunos que participam do projeto Educação em Tempo Integral, da Secretaria de Estado de Educação (SEE), vão participar de atividades que têm como foco disseminar e ensinar hábitos de vida saudável. A iniciativa será desenvolvida em 66 escolas da Superintendência Regional de Ensino (SRE) de Araçuaí. As atividades serão realizadas dentro do programa “Viver com Saúde”, lançado nesta quarta-feira (20), resultado de uma parceria entre a SEE e a Fundação Mapfre.

Os educadores serão capacitados para desenvolver projetos nas salas de aula. “O projeto vai envolver cerca de 80 professores. A equipe da Fundação Mapfre está apresentando o programa para os educadores, para que eles possam começar a escrever os projetos que vão ser trabalhados nas escolas”, ressalta o gerente do projeto Educação em Tempo Integral, Gustavo Nominato.

Dentro das ações previstas no programa, está o lançamento de um livro de receitas escrito pelos estudantes. “O trabalho na Superintendência Regional de Ensino de Araçuaí é a continuidade das ações desenvolvidas na SRE de Teófilo Otoni, onde os alunos fizeram ótimas pesquisas, e isso do ponto de vista pedagógico é muito bom. O primeiro ponto que os educadores de Araçuaí já levantaram são as características especificas da região. Os estudantes vão ter a oportunidade, por exemplo, de pesquisar e entender os hábitos das comunidades quilombolas”, conclui Gustavo Nominato.

Programa Viver com Saúde

O programa Viver com Saúde é uma iniciativa da Fundação Mapfre que pretende disseminar e ensinar hábitos de vida saudável, especialmente quando se trata de alimentação. Para desenvolver o projeto nas escolas, os educadores participam de capacitações que promovem  a reflexão sobre a saúde e o bem estar em relação aos hábitos alimentares e qualidade nutricional dos alimentos consumidos.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/importancia-da-alimentacao-saudavel-sera-discutida-em-escolas-da-superintendencia-de-aracuai/

Governo de Minas: Poupança Jovem certifica mais de 600 formandos em Sabará

Alunos de dez escolas estaduais do municípío já estão recebendo a bolsa de R$ 3 mil do Governo do Estado.

O programa Poupança Jovem concluiu mais uma etapa em Sabará, Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), e entregou o certificado de conclusão das atividades do processo estratégico para 616 alunos de dez escolas estaduais do município. No final de 2011, os estudantes concluíram o ensino médio e já estão recebendo a bolsa de R$ 3 mil, paga pelo Governo de Minas. A cerimônia foi realizada nessa segunda-feira (18), na Praça de Esportes da cidade.

O estudante Paulo Roberto Goncalves, 17 anos, representou os colegas e deixou uma mensagem de incentivo aos demais alunos. “Participar do Poupança Jovem foi um diferencial em minha vida. Recebi várias instruções na área profissional e pessoal, o que contribuiu muito para o meu crescimento. Com as atividades protagônicas realizadas durante o 1º ano, aprendi a não só pensar em mim, mas também na comunidade em geral e em formas de como ajudar as pessoas. Hoje, aprovado no vestibular da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) para o curso de jornalismo e estar aqui recebendo este certificado, é uma demonstração do quanto é importante acreditarmos em nós mesmos, na busca de nossos objetivos”, declarou o ex-aluno da Escola Estadual Zoroastro Viana Passos.

Durante a cerimônia, o prefeito William Borges destacou o compromisso que cada estudante deve ter com o futuro da sociedade. “Em 2009, o Poupança Jovem, este projeto desafiador, chegou a Sabará trazendo muita expectativa para nossos jovens. Não só pelo benefício dos R$ 3 mil, mas também pela perspectiva de mudanças que ele propõe. Chegar até aqui foi um caminho de muita luta e conquistas. Por isso, parabenizo cada aluno e desejo a todos muito sucesso, lembrando que a jornada está apenas no começo. Contamos com vocês na transformação da nossa sociedade, na qual muitos jovens têm trilhado caminhos errados e até mesmo sem volta”, afirmou.

O secretário de Estado de Regularização Fundiária, Wander Borges, a subsecretária de Assistência Social da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), Nívia Soares, e o gerente estadual do Poupança Jovem, José Celso Graize Magalhães, também prestigiaram o evento.

Pagamentos

Mais de 9.600 estudantes, de oito municípios (Esmeraldas, Governador Valadares, Ibirité, Juiz de Fora, Montes Claros, Ribeirão das Neves, Sabará e Teófilo Otoni) estão recebendo, desde o último dia 4, o pagamento da bolsa de R$ 3 mil, totalizando um investimento de R$ 28,7 milhões. Coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), o Poupança Jovem é destinado a alunos do ensino médio matriculados em escolas estaduais de municípios com alto índice de evasão escolar e vulnerabilidade social. A proposta do Governo de Minas é estimular a capacidade de planejar o futuro e criar melhores condições para os jovens ingressarem no mercado de trabalho.

Para receber o dinheiro, o jovem deve freqüentar regularmente as aulas, concluir o ensino médio e realizar atividades de formação cidadã, escolar, cultural e profissional. Além dos oito municípios em que os alunos já estão recebendo as bolsas, o Poupança Jovem também está em funcionamento em Pouso Alegre, no Sul de Minas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/poupanca-jovem-certifica-mais-de-600-formandos-em-sabara/

 

Gestão da Educação: alunos de escolas estaduais da região de Teófilo Otoni criam livro de receitas

O lançamento do livro ‘Histórias e Receitas’ é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Estado de Educação e a Fundação Mapfre.

Divulgação / SEE
Obra contou com trabalho de educadores, alunos e pais
Obra contou com trabalho de educadores, alunos e pais

Estudantes de nove escolas da rede estadual de ensino da Superintendência Regional de Ensino (SRE) de Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri, elaboraram um livro com várias receitas tradicionais e saudáveis. A obra, que foi lançada nesta segunda-feira (18), é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Estado de Educação (SEE) e a Fundação Mapfre.

O livro ‘Histórias e Receitas’ traz cerca de 40 receitas e ilustrações feitas pelos alunos que participam do projeto Educação em Tempo Integral, da SEE. Durante mais de seis meses, os estudantes participaram de oficinas que estimularam uma boa alimentação e hábitos saudáveis.  Por meio do Programa Viver com Saúde, da Fundação Mapfre, os professores foram capacitados e estimulados a desenvolver com os alunos ações pedagógicas que sensibilizem a comunidade escolar sobre a importância de se ter uma boa qualidade de vida.

Na Escola Estadual Dom José de Haas, no município de Novo Cruzeiro, o trabalho de conscientização envolveu toda escola. “O projeto desenvolvido na escola contou com palestras com nutricionistas, teatros e confecção de cartazes que enfeitaram toda escola. Os alunos também fizeram pesquisa com a comunidade e trouxeram receitas para serem feitas na escola”, conta a professora Nilma Ferreira Viana. Após a execução do projeto na escola, os hábitos dos estudantes mudaram. “Depois do trabalho, os alunos passaram a aceitar mais as verduras e legumes que antes sobravam nos pratos”, conclui.

O estudante do 4º ano do ensino fundamental, Breno Lopes Lima, de 9 anos, conta o que aprendeu durante as oficinas. “Aprendi a fazer salada de frutas e eu gostei muito. A professora ensinou que é bom comer alimentos saudáveis”, lembra.

Já na Escola Estadual Professor Abgar Renault, na cidade de Caraí, o projeto foi interdisciplinar. “Complementamos o que os alunos aprendiam na sala de aula. Em Português, trabalhamos o gênero textual receita. Em Matemática, usamos as medidas e trabalhamos o valor nutritivo das frutas e legumes”, ressalta a professora Elaine Luiz de Matos. Já para a produção do livro, a escola contou com o auxilio dos pais dos alunos. “Pedimos que os estudantes trouxessem receitas tradicionais da família e contassem a história da receita. Essa parte contou com a ajuda dos pais”, conclui a educadora.

Para a aluna do 3º ano do ensino fundamental, Camila Santos Batista, de 8 anos, o projeto foi muito bom. “Gostei muito do projeto. Aprendi quais alimentos são saudáveis e que é bom comer legumes”, destaca.

Programa Viver com Saúde

O programa é uma iniciativa da Fundação Mapfre que pretende disseminar e ensinar hábitos de vida saudável, especialmente quando se trata de alimentação. Para desenvolver o projeto nas escolas, os educadores participaram de capacitações que tiveram como foco promover a reflexão sobre a saúde e o bem estar em relação aos hábitos alimentares e qualidade nutricional dos alimentos consumidos.

Educação em Tempo integral

O projeto Educação de Tempo Integral tem como objetivo a formação cidadã e a melhoria dos resultados dos indicadores educacionais. Para isso, o projeto propõe ações nos seguintes campos de conhecimento: acompanhamento pedagógico, cultura e arte, esporte e lazer, cibercultura, segurança alimentar nutricional, educação socioambiental e direitos humanos e cidadania. Nessas temáticas, os estudantes podem participar de atividades como aulas de xadrez, dança, educação tecnológica e de promoção à saúde. A proposta também incentiva o uso de espaços além dos muros da escola, como praças, museus e parques.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/alunos-de-escolas-estaduais-da-regiao-de-teofilo-otoni-criam-livro-de-receitas/

Gestão da Educação: Poupança Jovem paga bolsas a 1.565 estudantes de Juiz de Fora

Investimentos do Estado destinados aos alunos somam R$ 4,6 milhões

Wellington Pedro/Imprensa MG
O estudante Lucas Teotônio de Souza, de Juiz de Fora, recebe certificado do governador Antonio Anastasia
O estudante Lucas Teotônio de Souza, de Juiz de Fora, recebe certificado do governador Antonio Anastasia

Lucas Teotônio de Souza, 18 anos, está entre os 1.565 estudantes de Juiz de Fora, na Zona da Mata, beneficiados pelo programa Poupança Jovem, do Governo de Minas. Ele aderiu à iniciativa em 2009, aos 15 anos e, hoje, comemora a realização de um sonho: a aprovação para a universidade.

O Poupança Jovem é destinado a estudantes do ensino médio matriculados nas escolas estaduais de municípios com alto índice de evasão escolar e vulnerabilidade social. A proposta do Estado é estimular a capacidade de planejar o futuro e criar melhores condições para os jovens ingressarem no mercado de trabalho. Lucas comprova os resultados positivos que o programa vem alcançando desde que foi criado, em 2007.

“Sou testemunha de que a participação efetiva no programa pode ajudar o jovem a vencer desafios que surgem durante a vida. No meu caso, o sonho era entrar em uma universidade. Agradeço primeiramente a Deus e depois ao incentivo fornecido pelo Poupança Jovem, pois passei em quarto lugar no curso de Engenharia Civil da Universidade Federal de Juiz de Fora”, relata o jovem, que estudou na Escola Estadual Dilermando Costa Cruz.

Cada aluno que adere ao programa, ao final dos três anos do ensino médio recebe a quantia de R$ 3 mil, depositados nominalmente pelo Governo de Minas. Para ser contemplado, o jovem precisa cumprir todas as metas e obrigações estipuladas pelo Poupança Jovem.

Mayara de Almeida Soares é ex-aluna da Escola Estadual Juscelino Kubitscheck e também vai receber a bolsa do programa. Assim como Lucas, ela quer cursar uma faculdade. “Vou tentar o curso de Gestão Ambiental agora no meio do ano e é em uma faculdade particular, então vou guardar o dinheiro para ajudar a pagar as mensalidades”, diz.

Atualmente, o programa está em andamento em outras 33 escolas de Juiz de Fora, atendendo a mais 12.197 jovens.

Pagamento de bolsas

O pagamento das bolsas do Poupança Jovem começou a ser feito no último dia 4, contemplando alunos de mais sete cidades além de Juiz de Fora que concluíram o ensino médio: Esmeraldas, Governador Valadares, Ibirité, Montes Claros, Ribeirão das Neves, Sabará e Teófilo Otoni. No total, os recursos do Governo do Estado somam R$ 28,7 milhões, distribuídos para 9.569 jovens.

O governador Antonio Anastasia entregou, nessa quinta-feira (14), na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, certificados de conclusão das atividades do programa. Para um público de 450 jovens, que representaram todos os beneficiados, o governador ressaltou a importância do programa para o futuro dos jovens mineiros. “O papel do Poupança Jovem, muito mais importante do que ter ao final o prêmio, é estimular a formação do patrimônio cidadão e moral de cada jovem e o sentimento do seu próprio valor. Isso não tem preço. O Poupança Jovem é um instrumento de transformação. Isso demonstra que acertamos em identificar uma necessidade, conceber um projeto, colocá-lo em funcionamento, receber o apoio dos municípios e o resultado é esse”, destacou. Ainda durante a solenidade, Anastasia assinou o novo Plano de Metas, um instrumento gerencial de monitoramento das ações do Poupança Jovem nos municípios atendidos.

Desde que foi criado, o programa já beneficiou 85.131 jovens de 185 escolas de nove municípios participantes, com investimentos de R$ 278 milhões. Em 2011, alunos das escolas estaduais de Pouso Alegre, no Sul de Minas, também passaram a integrar a iniciativa, que é coordenada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese).

Nova metodologia

O Poupança Jovem adotou, em 2012, uma nova metodologia, na qual os estudantes são envolvidos em quatro eixos estruturadores de formação: escolar, profissional, cidadã e cultural. A nova metodologia propõe que os estudantes participem de atividades que envolvam três temas transversais: territorialidade, participação social e mundo do trabalho.

Nesse novo formato, o programa oferece aos alunos formação complementar, por meio da realização de atividades individuais e coletivas. As atividades coletivas contam com a orientação de um educador de referência do Poupança Jovem.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/poupanca-jovem-paga-bolsas-a-1565-estudantes-de-juiz-de-fora/

Gestão da Educação: Governador Antonio Anastasia entrega certificado do Poupança Jovem a 10 mil alunos

Estudantes da rede estadual de ensino de oito municípios receberam bolsas totalizando um investimento de R$ 28,7 milhões

Wellington Pedro/Imprensa MG
Cada um dos quase 10 mil alunos receberá bolsa no valor de R$ 3 mil do Governo de Minas
Cada um dos quase 10 mil alunos receberá bolsa no valor de R$ 3 mil do Governo de Minas

O governador Antonio Anastasia entregou, nesta quinta-feira (14), no Auditório JK, na Cidade Administrativa, certificados de conclusão das atividades do Poupança Jovem a 9.569 estudantes da rede estadual de ensino. São alunos que concluíram, em 2011, o ensino médio nos municípios de Esmeraldas, Governador Valadares, Ibirité, Juiz de Fora, Montes Claros, Ribeirão das Neves, Sabará e Teófilo Otoni.

No último dia 04, começou a ser feito o pagamento da bolsa no valor de R$ 3 mil a cada aluno, totalizando um investimento de R$ 28,7 milhões. O Poupança Jovem é destinado a estudantes do ensino médio matriculados nas escolas estaduais de municípios com alto índice de evasão escolar e vulnerabilidade social. A proposta do Governo de Minas é estimular a capacidade de planejar o futuro e a criar melhores condições para os jovens ingressarem no mercado de trabalho.

Para um público de 450 jovens, que representaram todos os beneficiados, o governador ressaltou a importância do programa para o futuro dos jovens mineiros. “O papel do Poupança Jovem, muito mais importante do que ter ao final o prêmio, é estimular a formação do patrimônio cidadão e moral de cada jovem e o sentimento do seu próprio valor. Isso não tem preço. O Poupança Jovem é um instrumento de transformação. Isso demonstra que acertamos em identificar uma necessidade, conceber um projeto, colocá-lo em funcionamento, receber o apoio dos municípios e o resultado é esse que temos aqui hoje tão feliz”, disse o governador.

Futuro

Representando os alunos beneficiados pela ação, o estudante Lucas Teotônio de Souza, 18 anos, fez um relato emocionado aos jovens e às autoridades presentes.

“Aderi ao Poupança Jovem em 2009, aos 15 anos. Sou testemunha de que a participação efetiva no programa pode ajudar os jovens a vencer desafios que surgem durante a vida. No meu caso, o sonho era entrar em uma universidade. Agradeço primeiramente a Deus e depois ao incentivo fornecido pelo Poupança Jovem, pois passei em quarto lugar no curso de Engenharia Civil da Universidade Federal de Juiz de Fora. Um recado a todos que fazem parte do Poupança Jovem e ainda aos que estão ingressando, aproveitem esta oportunidade única em suas vidas, pois o sucesso será inevitável”, disse o ex-aluno da Escola Estadual Dilermando Costa Cruz, de Juiz de Fora.

O governador recebeu uma camisa do Poupança Jovem e destacou os resultados alcançados pela ação. “É um programa que evita a evasão escolar e dá estímulo para cada aluno seguir seus estudos, ainda mais agora no século 21, que é o século do conhecimento, da inteligência. É por isso que coloco a camisa com extrema honra e satisfação, prestando um tributo e o meu respeito pelo o que cada um de vocês conseguiu”, afirmou.

Plano de Metas

Durante a solenidade, Anastasia e o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Cássio Soares, assinaram o novo Plano de Metas, um instrumento gerencial de monitoramento das ações do Poupança Jovem nos municípios atendidos.

Desde que foi criado, em 2007, o Poupança Jovem beneficiou 85.131 jovens de 185 escolas de nove municípios participantes, com investimentos de R$ 278 milhões. Em 2011, foram incluídos no programa alunos das escolas estaduais de Pouso Alegre, no Sul de Minas.

“A proposta do programa é incentivar a continuidade dos estudos, estimular a capacidade dos jovens de planejar o futuro e criar melhores condições de ingresso no mercado de trabalho. É uma das maiores ações do Governo de Minas, visando o fortalecimento do protagonismo juvenil e o desenvolvimento da educação em Minas Gerais”, enfatizou o secretário Cássio Soares.

Nova metodologia

O Processo Estratégico Poupança Jovem adotou, neste ano, uma nova metodologia. Os estudantes serão envolvidos em quatro eixos estruturadores de formação: escolar, profissional, cidadã e cultural. A nova metodologia propõe que os estudantes participem de atividades que envolvam três temas transversais: territorialidade, participação social e mundo do trabalho.

Nesse novo formato, o programa oferece aos alunos formação complementar, por meio da realização de atividades individuais e coletivas. As atividades coletivas contam com a orientação de um educador de referência do Poupança Jovem.

Entre outros, também participaram da solenidade 50 jovens de Pouso Alegre, que aderiram, no ano passado, ao programa, o secretário Extraordinário de Regularização Fundiária, Wander Borges, e de prefeitos das cidades beneficiadas.

Governador Antonio Anastasia entrega certificado do Poupança Jovem a 10 mil alunos 

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governador-antonio-anastasia-entrega-certificado-do-poupanca-jovem-a-10-mil-alunos/

Gestão Eficiente: estudantes de Belo Horizonte e Ribeirão das Neves vão participar de oficinas de Educação Viária

Programa irá beneficiar mais de 11 mil alunos de escolas estaduais que participam do projeto Educação em Tempo Integral.

Divulgação / SEE
Educadores da rede estadual recebem capacitação para educação no trânsito
Educadores da rede estadual recebem capacitação para educação no trânsito

A educação viária chegou às escolas estaduais de Belo Horizonte e Ribeirão das Neves. Por meio de uma parceria entre a Secretaria de Estado de Educação (SEE) e a Fundação Mapfre, 126 escolas estaduais que ofertam a Educação em Tempo Integral  vão participar do Programa Educação Viária é Vital. Para que o tema possa ser trabalhado nas escolas, cerca de 200 professores das Superintendências Regionais de Ensino das Metropolitanas A, B e C estão sendo capacitados sobre a temática.

Durante a capacitação, os educadores estão tendo a oportunidade de discutir formas de trabalhar a temática nas salas de aula. “Nos encontros estamos fazendo uma apresentação do programa para os educadores, entregando material didático e realizando uma reflexão sobre a educação no trânsito. Este ano, vamos associar a ética na relação das pessoas que circulam pelo espaço público da escola. Para os próximos anos pretendemos expandir para a perspectiva do bairro e da cidade”, conta uma das coordenadoras do Programa Educação Viária é Vital, Marina Pompéia.

O Programa Educação Viária é Vital tem entre seus objetivos estabelecer novas formas de se relacionar com os espaços de circulação viária, nos diversos municípios participantes do programa. Cerca de 11.800 alunos serão beneficiados com a iniciativa. “O programa irá beneficiar todas as escolas da capital mineira e de Ribeirão das Neves que têm Tempo Integral. Ele vai expandir o conhecimento dos alunos sobre a circulação para além do território escolar”, ressalta o gestor do projeto Educação em Tempo de Integral.

Programa Educação Viária é Vital

O programa tem entre seus objetivos envolver os alunos na observação, análise e crítica das condições de circulação viária dentro da escola, na comunidade do entorno e na cidade; promover ações solidárias, participativas e responsáveis entre os alunos envolvidos, que incentivem a circulação segura e harmoniosa dentre e fora da escola, além de favorecer a adoção de hábitos e atitudes seguras e solidárias na circulação dos estudantes em diferentes espaços.

Próximas ações

Na próxima semana, será lançado na SRE de Teofilo Otoni um livro de receitas produzido pelos alunos das escolas estaduais da Superintendência que participaram de um projeto da Fundação Mapfre voltado para alimentação e hábitos de vida saudáveis. Outra ação que acontecerá na próxima semana é o lançamento do ‘Projeto Viver com saúde’ na Superintendência Regional de Ensino de Araçuaí.

Educação em Tempo Integral

O projeto Educação em Tempo Integral existe desde 2007 e busca elevar a qualidade do ensino, ampliar a área de conhecimento do aluno, além de promover o atendimento de estudantes com dificuldade de aprendizagem. Todo o trabalho de atendimento ao aluno é feito como base em atividades culturais e esportivas, com a extensão do tempo de permanência do aluno no ambiente escolar.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/estudantes-de-belo-horizonte-e-ribeirao-das-neves-vao-participar-de-oficinas-de-educacao-viaria/