Arquivos do Blog

Governo de Minas: começa construção da via de integração entre Mineirão e Mineirinho

A nova via deve estar concluída no mês de outubro

BCMF Arquitetos/Minas Arena
Imagem ilustrativa do Novo Mineirão
Imagem ilustrativa do Novo Mineirão

As obras de modernização do Mineirão avançam em direção ao Mineirinho. A via de integração entre os dois espaços começou a ser construída nesta semana. As dimensões da nova via de formato em “Y” variam entre 100 e 300 metros de extensão, com altura variável de até 15 metros em relação à rua.

A estrutura permitirá acesso direto e seguro de um espaço ao outro, fazendo com que tenham funções complementares. Além de sua funcionalidade, a via oferecerá bela vista para o conjunto arquitetônico da Lagoa da Pampulha, em ambiente seguro com guarda-corpo e vigilância privada, iluminação central, assentos e árvores de acordo com seu projeto paisagístico.

“A via de integração vai oferecer um passeio com vista para um dos mais belos cartões-postais da capital, atraindo visitantes e consolidando o novo Mineirão como uma grande atração turística do Estado”, avalia o secretário de Estado Extraordinário da Copa, Sergio Barroso.

Atualmente, está em execução a fundação da nova via na rua, após conclusão das fundações profundas dentro do terreno do Mineirão e do Mineirinho. A previsão de conclusão é para o mês de outubro.

O funcionamento da nova via de integração será conforme os eventos realizados tanto na esplanada do novo estádio como no Mineirinho. “A estrutura será construída por meio de rampas que permitirão o acesso direto e seguro de um equipamento para o outro, fazendo com que tenham funções complementares”, explica o presidente da empresa Minas Arena, responsável pela obra, Ricardo Barra.

Esplanada

A nova esplanada, que fica no entorno do estádio, será um espaço de 80 mil m2, com capacidade para abrigar eventos de lazer para até 65 mil pessoas. Terá como atrativos o Museu Brasileiro do Futebol, praças de convivência e lojas.

Novo Mineirão

Cerca de 65% das obras estão concluídas, com 99% dos pré-moldados da esplanada instalados e 64% da arquibancada inferior já montada. Há 2.600 operários em campo para finalizar a modernização do estádio em 21 de dezembro de 2012.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/comeca-construcao-da-via-de-integracao-entre-mineirao-e-mineirinho/

Governo de Minas: ato pela prevenção de acidentes de trabalho reúne operários do Mineirão

Segurança dos funcionários da obra é tratada como prioridade máxima pelos gestores do empreendimento

Sylvio Coutinho/Divulgação
Craques Reinaldo e Bebeto participaram do evento no campo de obras do Mineirão
Craques Reinaldo e Bebeto participaram do evento no campo de obras do Mineirão

Os cerca de 2.600 operários que trabalham nas obras de modernização do Mineirão participaram do Ato Público pelo Trabalho Seguro na Indústria da Construção, realizado pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST), nesta sexta-feira (22), na nova esplanada do estádio.

O Governo de Minas, representado pelo advogado-geral do Estado, Marco Antônio Romanelli, e pelo secretário de Estado Extraordinário da Copa, Sergio Barroso, receberam o presidente do TST, ministro João Dalazen, e a presidente do Tribunal Regional do Trabalho de Minas, desembargadora Deoclecia Amorelli Dias, em cerimônia educativa celebrada ao lado dos ex-craques Bebeto, Reinaldo e Wilson Piazza.

O operário Cícero Morais, 66 anos, foi homenageado com uma camisa da Seleção Brasileira autografada pelos atletas presentes por ser o mais experiente da obra. Após a abertura, os demais operários participaram de sorteio de brindes.

O presidente da empresa Minas Arena, responsável reforma do estádio, destacou o compromisso de concluir as obras com baixo índice de acidentes. “Trabalhar com segurança é uma das causas mais nobres dessa obra. Queremos assim manter a excelência na prevenção dos acidentes de trabalho”, diz Ricardo Barra. As obras de modernização do estádio não têm registro de acidente grave e nem óbito ou invalidez.

Em seu pronunciamento, o ministro Dalazen pediu aos operários maior atenção e observância das normas técnicas no ambiente de trabalho. “Os acidentes são, na maioria dos casos, previsíveis. Ocorrem quando há falha na prevenção. Estamos numa cruzada pelo trabalho seguro. Temos que evitar o excesso de confiança, a mesma que nos fez chorar na Copa de 1950”, comparou.

O Brasil ocupa o 4º lugar em acidentes de trabalho no mundo, atrás da China, Rússia e Estados Unidos, segundo dados do desembargador Anemar Amaral, gestor regional em Minas do Programa Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho. Romanelli destacou assim o baixo índice de acidentes na obra. “Não adianta ter trabalho, é preciso que haja segurança. O Mineirão é um caso exemplar neste sentido”, pontuou.

Craques

Bebeto, Reinaldo e Piazza emocionaram a plateia ao lembrarem de experiências como jogadores marcadas por displicência e desinformação no ambiente de trabalho. “Lembro quando cheguei para treinar no Flamengo sem caneleira. O Zico então me parou e me perguntou onde eu ia sem caneleira. Respondi que ia treinar, com um sorriso sem-graça. Ao me impedir de entrar em campo, Zico me ensinou muita coisa naquele momento”, conta Bebeto.

O maior artilheiro do Mineirão, Reinaldo, consagrado ex-jogador do Atlético, se aposentou do futebol por invalidez. “Operários deste Mineirão, vejam minha situação. Já deixei de usar muita caneleira nesta vida e hoje sofro. Vocês estão entrando para a história do futebol mundial por estarem na reforma do Mineirão. Sendo assim, se protejam, uma vez que o Governo de Minas está muito preocupado com a segurança de vocês”, conclamava.

Já o ex-volante do Cruzeiro lamentou ter sofrido “várias contusões graves”, por descuido, na época em que defendia a camisa do Brasil. “Em 02 junho de 1968, no Maracanã, lembro bem, me machuquei seriamente durante um amistoso contra o Uruguai. Quero que vocês saibam que futebol também é um esporte muito viril e que requer atenção redobrada, a mesma exigida a vocês dentro do canteiro”, lembrou Piazza.

O ato público será promovido pelo TST nas diversas capitais do país que sediarão jogos da Copa de 2014. Já foi realizado no Maracanã (Rio de Janeiro), Arena das Dunas (Natal), Verdão (Cuiabá) e Itaquerão (São Paulo). Em julho, o evento será realizado no estádio da Fonte Nova, em Salvador.

Para o secretário da Secopa, Sergio Barroso, iniciativas em defesa de segurança trabalhista são imprescindíveis no processo de expansão econômica em que vive o Estado com vistas à Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. “Segurança é ponto de preocupação máxima dos responsáveis pelas obras em Minas. Além de planejarmos uma Copa ambientalmente sustentável, também queremos uma Copa sem acidentes”, finalizou.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/ato-pela-prevencao-de-acidentes-de-trabalho-reune-operarios-do-mineirao/

Governo de Minas: Fifa e Comitê Organizador Local fazem reunião com Secopa

Também estiveram presentes no encontro representantes da prefeitura e da empresa Minas Arena

Alexandra Martins/Secopa MG
Sérgio Barroso, Fábio Starling e Charles Botta participaram de reunião na Cidade Administrativa
Sérgio Barroso, Fábio Starling e Charles Botta participaram de reunião na Cidade Administrativa

Às vésperas do marco de um ano para a Copa das Confederações de 2013, o secretário de Estado Extraordinário da Copa (Secopa), Sergio Barroso, recebeu a Comissão de Monitoramento da Fifa e do Comitê Organizador Local (COL) para uma reunião na tarde desta quinta-feira (14), na Cidade Administrativa.

O grupo realiza análise e visita às obras dos estádios nas 12 cidades-sede da Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014. O consultor da entidade sediada na Suíça, Charles Botta, juntamente com o gerente geral de relacionamento com as sedes do COL, Fábio Starling, conheceram as obras do Mineirão antes do encontro, no qual estiveram presentes ainda representantes da prefeitura e da empresa Minas Arena.

Os participantes do encontro discutiram o projeto de mobilidade em construção na capital previsto para garantir o acesso do público ao aeroporto, estádio e zona hoteleira, bem como a situação do projeto do entorno do estádio para a Copa das Confederações 2013 destinado às chamadas vilas de hospitalidade e áreas de estacionamento complementares. “É bom estar de volta a Belo Horizonte. Tive a oportunidade de conhecer a fase atual das obras do Mineirão e devo dar assim os parabéns a todos envolvidos”, disse Botta.

O Mineirão vai receber três partidas durante o evento esportivo de 2013 e seis jogos em 2014. Já foram concluídas 62% das obras no estádio. Já o estádio Independência, inaugurado em 25 de abril de 2012, deverá ser utilizado como Campo Oficial de Treinamento (COT) pelas seleções que vierem a jogar em Belo Horizonte.

Além da infraestrutura esportiva, Minas Gerais cumpre com outros cronogramas de obras com vistas ao calendário de 2013 e 2014.

Sobre a expansão da rede hoteleira da capital, 12 novos hotéis estarão em funcionamento para a Copa das Confederações, totalizando 4.000 novos leitos. Desde 2011, três novos hotéis estão em funcionamento em Belo Horizonte. O investimento do setor hoteleiro na capital é estimado em R$ 2,7 bilhões.

A ampliação do Aeroporto Internacional de Confins vai possibilitar o atendimento de 16 milhões de passageiros por ano. Entre as principais intervenções encontram-se a adequação de estacionamentos, deslocamento de meio fio e vias de acesso, construção de pontos de ônibus e nova área de carga e descarga, ampliação da área comercial, substituição de escadas rolantes, instalação de 17 elevadores e reforma dos pontos de check-in.

“Minas Gerais cumpre seu dever de casa com foco não somente na Copa do Mundo, mas nos benefícios que a população irá usufruir após o grande evento esportivo, do qual os mineiros terão orgulho de ter vivenciado com segurança e comodidade”, conclui o secretário Sergio Barroso.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/fifa-e-comite-organizador-local-fazem-reuniao-com-secopa/

Gestão Eficiente: Polícia Militar de Minas participa de seminário em preparação para a Copa de 2014

Encontro visa preparar as forças de segurança do Estado para atuação durante o evento esportivo

José Carlos Paiva/Imprensa MG
Encontro visa preparar as forças de segurança de Minas para a Copa do Mundo de 2014
Encontro visa preparar as forças de segurança de Minas para a Copa do Mundo de 2014

A Polícia Militar de Minas Gerais deu início ao seminário Policiamento Turístico em preparação para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014, nesta quarta-feira (13), na Academia de Polícia Militar de Minas Gerais, em Belo Horizonte. O secretário de Estado Extraordinário da Copa (Secopa), Sergio Barroso, e o comandante geral da PMMG, coronel Márcio Martins Sant´Ana, participaram da abertura do encontro para uma plateia formada por cerca de 300 policiais da capital, Região Metropolitana e interior do Estado. O encontro visa preparar as forças de segurança de Minas para o evento esportivo.

Um dos destaques da programação desta quarta-feira (13) foi a palestra do gerente geral de segurança do Comitê Organizador Local (COL), Hilário Medeiros, profissional com vasta experiência em segurança pública e privada. Os participantes da Polícia Militar tiveram conhecimento do trabalho a ser desempenhando em conjunto com o COL antes e durante o evento.

O cabo Arilton, da diretoria de finanças da PMMG, destacou o conteúdo da agenda. “Estou adorando o seminário porque eu não tinha ideia de como seria um projeto de segurança para a Copa. O Hilário Medeiros expôs de forma clara como funciona com as seleções de futebol, como elas chegam ao estádio ou aos hotéis. É fundamental, para nós que atuamos na ponta do processo, agirmos sempre com tranquilidade para manter a ordem e segurança da população”, disse o militar.

Medeiros fez menção a incidentes ocorridos em Mundiais e alertou sobre a presença de gangues especializadas em provocar distúrbios durante os jogos. “Vocês podem estar seguros que grupos de vândalos virão para a cidade, sem ingressos, sem reserva de hotel, apenas para incomodar as seleções na porta dos hotéis e provocar tumulto. É preciso se preparar para a chegada deles”, sugeriu.

O coronel Sant´Ana destacou a importância de eventos preparatórios para a Copa destinados à Polícia Militar, reiterando a experiência da corporação em eventos de grande concentração de pessoas. “Nossos batalhões têm experiência significativa e expertise suficiente para atuar com muita responsabilidade, realizando um trabalho com maestria no nível que Minas Gerais já vem demonstrado ao país ao longo da história”, assegurou. O comandante geral da PMMG lembrou que a corporação terá um papel fundamental na segurança dos acessos ao estádio, no perímetro urbano da capital e cidades turísticas, além das Fan Fests. “O trabalho da inteligência será focado no perfil dos torcedores que visitarão nosso estado”, disse.

O Governo de Minas prepara um estudo, elaborado pelos especialistas em inteligência das principais forças de segurança do Estado, com análise de riscos para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014, previsto para ser finalizado em setembro deste ano. O documento vai detalhar ações preventivas e situações hipotéticas de risco com soluções correspondentes em segurança, como ataques terroristas, sequestros, sabotagens, entre outros. Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e funcionários do sistema prisional do Estado vão trabalhar de forma integrada em futura sede comum, a Sala de Situação e Controle de Crise para a Copa. O novo espaço tem previsão de abertura no segundo semestre deste ano.

Para o secretário Sergio Barroso, a Copa do Mundo será uma oportunidade de exibir ao mundo a competência de Minas Gerais na realização do grande evento esportivo. “Serão bilhões de telespectadores focados no que vai acontecer em nosso Estado. A Polícia Militar, juntamente com as outras forças de segurança do estado, estará preparada para esse grande desafio que envolve dezenas de nacionalidades e perfis de comportamento”, conclui.

A programação desta quinta-feira (14), último dia do seminário, inclui palestras de representantes da Secretaria de Estado de Turismo e Secopa, além de convidados da prefeitura.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/policia-militar-de-minas-participa-de-seminario-em-preparacao-para-a-copa-de-2014/

Governo de Minas: Mineirão sediará jogo semifinal da Copa das Confederações

Caso o Brasil fique em primeiro lugar na sua chave, disputará a partida semifinal no Mineirão

Sylvio Coutinho/Secopa
O Mineirão será reinaugurado em dezembro de 2012
O Mineirão será reinaugurado em dezembro de 2012

Dois jogos na primeira fase e uma semifinal que poderá ter em campo a Seleção Brasileira. Esses são os jogos que a Fifa definiu para o Mineirão na Copa das Confederações de 2013. A tabela e o horário dos jogos foram anunciados pelo secretário geral da entidade, Jérôme Valcke, nesta quarta-feira (30), no Rio de Janeiro.

O primeiro jogo em Belo Horizonte será no dia 17 de junho, às 16h; o segundo no dia 22, às 16h; e o último, um dos jogos semifinais da competição, no dia 26, às 16h. Caso o Brasil fique em primeiro lugar na sua chave, disputará a partida semifinal no Mineirão.

“Fiquei muito satisfeito com a tabela que valorizou o estádio mais bonito do Brasil. Se a Seleção Brasileira tiver a performance que esperamos, teremos uma grande semifinal  no Mineirão”, afirmou o secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sergio Barroso, que representou o Governo de Minas no evento da Fifa.

“Estaremos prontos para a Copa das Confederações nos quatro pontos principais: estádio, mobilidade urbana, hospitalidade e operação. Belo Horizonte, com certeza, será um grande palco para as três partidas, uma delas a semifinal, que esperamos seja com a Seleção Brasileira”, afirmou o prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda, que também acompanhou o anúncio.

Assim como Belo Horizonte, Salvador, Recife, Fortaleza e Rio de Janeiro terão três partidas da Copa das Confederações. Brasília fará a abertura no dia 12 de junho e a final será no dia 30 de junho, no Rio de Janeiro.

Os times que jogarão em cada uma das sedes serão definidos até o final do ano. Por enquanto, sabe-se que Brasil, Espanha, Japão, México e Uruguai disputarão a Copa das Confederações de 2013. Faltam ainda os campeões da Europa, da África e da Oceania. O Brasil ganhou as duas últimas edições da Copa das Confederações.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/mineirao-sediara-jogo-semifinal-da-copa-das-confederacoes/

Governo de Minas: faltam 400 dias para a Copa das Confederações; Mineirão sediará três jogos

Em Minas, faltam 224 dias para o Novo Mineirão ser entregue 100% modernizado

Sylvio Coutinho/Divulgação
A obra do Novo Mineirão ficará pronta em 21 de dezembro de 2012
A obra do Novo Mineirão ficará pronta em 21 de dezembro de 2012

Pelo calendário oficial da FIFA, nesta quinta-feira (10) faltarão 400 dias para a Copa das Confederações 2013, mas em Minas a contagem regressiva é para a conclusão das obras do Mineirão. Aqui faltam 224 dias para o Novo Mineirão ser entregue 100% modernizado. A data para o final da reforma é 21 de dezembro de 2012. O estádio será palco de três partidas da Copa das Confederações. Até 2013, também serão, pelo menos, 5.000 profissionais capacitados em diversas modalidades e, pelo menos, 12 novos hotéis inaugurados.

“Para o Governo de Minas o mais importante é o legado que a Copa vai deixar. As obras estão em dia e vão melhorar a vida das pessoas. Mas queremos estar prontos para todas as demandas da FIFA para que os torcedores que vierem para a Copa das Confederações voltem para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 e tragam familiares e amigos com eles. Por isso queremos receber bem os turistas já no desembarque e durante todo o período em que eles estiverem em Minas”, explica Sergio Barroso, secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo.

O Mineirão está com 58% da obra concluída. São 2.000 operários em campo. A estrutura metálica da cobertura já começou a ser montada. Essa cobertura terá uma membrana translúcida e auto-limpante que permite a passagem de luz, mas dissipa o calor. A cobertura do Mineirão também terá células fotovoltaicas que captam energia solar e transformam em energia elétrica – o suficiente para abastecer 1.100 residências de médio porte. Na parte interna, 30% da arquibancada inferior estão instaladas e 80% dos bares e banheiros já receberam acabamento (reboco e piso) com instalação de bancadas e divisórias de granito (50%). Até o final do mês, a esplanada que circunda o estádio estará 100% montada. A obra do Mineirão ficará pronta em 21 de dezembro de 2012.

O Novo Mineirão, após a reforma, terá 64 mil lugares, esplanada com capacidade para 65 mil pessoas, 80 camarotes, 2.569 vagas para carros, tribuna para quase 3.000 jornalistas, 7.000 m2 para comércio e cobertura que capta energia solar e transforma em elétrica capaz de abastecer 1.500 residências de médio porte.

Novas oportunidades

Até o final deste ano, mais de 5.000 pessoas serão capacitadas para a Copa em projetos que envolvem parcerias do Governo de Minas e da Prefeitura de Belo Horizonte com a iniciativa privada (cursos de línguas, agentes de informação turística, guia de turismo, auxiliar de cozinha, camareira, garçom, recepcionista, gestão de negócio, planejamento de emergência hospitalar externa e princípios de medicina de catástrofe).

Doze novos hotéis que serão construídos no Estado estarão prontos para a Copa das Confederações em Belo Horizonte e mais 33 até a Copa de 2014. Dois já foram inaugurados. Desse total de 45, dois são cinco estrelas e 19 são quatro estrelas. Com isso serão ao todo, em um raio de até 100 km de Belo Horizonte, 52 mil leitos para a Copa de 2014. Vários hotéis possuem centro de convenção com capacidade que varia de 120 a 2.000 pessoas, uma aposta na vocação de Minas para o turismo de negócios.

Infraestrutura

Já a reforma do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, está em andamento e tem conclusão prevista para dezembro de 2013. A obra é de responsabilidade do governo federal. Após a reforma, o terminal terá capacidade ampliada de 10,2 (2011) para 16,5 milhões de passageiros por ano, sendo 11,6 milhões no terminal de passageiros 1 e 4,9 milhões no terminal de passageiros 3; nova área de carga e descarga; ampliação da área comercial; substituição de escadas rolantes; instalação de 17 elevadores e reforma dos pontos de check-in. No segundo semestre começa a obra para ampliação da pista em 600 m e do pátio em 192,4 mil metros quadrados.

Em relação à mobilidade urbana, segundo relatório do Ministério Público Federal, a Caixa Econômica Federal liberou, até janeiro deste ano, R$ 206 milhões para as 12 sedes, dos quais R$ 130 milhões são para Belo Horizonte. Das nove obras do PAC da Copa do Mundo que estão em andamento, seis estão em Belo Horizonte. Belo Horizonte vai ganhar, até a Copa de 2014, três corredores exclusivos para ônibus articulados, os chamados Bus Rapid Transit (BRT), que transportarão cerca de 750 mil pessoas e que estarão concluídos em 2013. A implantação dos BRTs nas avenidas Cristiano Machado, Antônio Carlos/Pedro I e região central vão tirar do centro da cidade cerca de 130 linhas de ônibus. O BRT da avenida Antônio Carlos será fundamental no transporte dos torcedores ao Mineirão.

Fonte http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/faltam-400-dias-para-a-copa-das-confederacoes-mineirao-sediara-tres-jogos/

Governo de Minas: Arena Independência conta com serviço de atendimento aos torcedores

Além de assegurar conforto e seguranças aos visitantes, estádio se torna exemplo nacional no cumprimento do Estatuto do Torcedor

Sylvio Coutinho/Divulgação
Espalhados pela Arena Independência, stewards usam colete laranja
Espalhados pela Arena Independência, stewards usam colete laranja

Além de contar com uma das estruturas esportivas mais modernas do Brasil, o estádio Arena Independência oferece um novo serviço de atendimento ao visitante, com o objetivo de garantir sua segurança e tranquilidade. Trata-se do trabalho de auxílio ao visitante na localização dos assentos numerados e de orientação sobre as normas de segurança do estádio feito pelos assistentes de torcedores, denominados stewards na Europa.

Os auxiliares ficam posicionados em todos os setores da nova arena, sendo um para cada 100 torcedores. Alguns portam rádios comunicadores, mas a maioria não carrega nenhum tipo de equipamento. Em caso de aglomeração de torcedores nas escadas de circulação nas arquibancadas durante jogos, por exemplo, eles atuam para evitar desconforto entre os demais visitantes. Em caso de conflito, buscam pronto auxílio da Polícia Militar.

A atuação dos stewards faz parte do plano de segurança da Arena Independência, que estabelece as diretrizes do setor elaboradas em conjunto pela empresa BWA, administradora do estádio, e órgãos do poder público. “Estamos vivenciando um novo conceito de administração de estádio, em que os setores público e privado trabalham juntos dentro de uma linha moderna de atuação, orientada pelas experiências históricas da Polícia Militar nessa área e também pelas práticas da FIFA”, explica o gerente de operações da Arena Independência, coronel Miguel Libânio.

No jogo inaugural do estádio, no dia 25 de abril, entre América e Argentino Juniors, os stewards foram muito úteis na orientação de torcedor sobre cadeiras numeradas. O coronel lembra que o assento numerado é um direito estabelecido pelo Estatuto do Torcedor. “O artigo 22 dá essa garantia ao torcedor, que não está habituado a se sentar num lugar marcado no estádio. Esse processo educativo será gradual. É preciso que todas as partes envolvidas, desde torcidas a clubes, entendam o quão importante é esse direito”, afirma.

A nova arena contará com cerca de 600 profissionais de segurança, entre públicos e privados, em dias de grandes eventos esportivos. “O atendimento diferenciado de torcedores é um grande passo nesse trabalho de construção dos alicerces do novo e profissional futebol mineiro, em que o visitante é tratado como cliente. A Polícia Militar sempre teve papel fundamental nesse processo e continuará a tê-lo”, explica o secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sergio Barroso.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/arena-independencia-conta-com-servico-de-atendimento-aos-torcedores/

Gestão em Minas: governador Anastasia entrega a Arena Independência

Estádio de padrão internacional tem caráter multiuso e poderá ser usado como centro de treinamento durante a Copa do Mundo de 2014

Carlos Alberto/Imprensa MG
Antonio Anastasia durante entrega do Independência
Antonio Anastasia durante entrega do Independência

O governador Antonio Anastasia participou, na noite desta quarta-feira (25),  da reinauguração do Estádio Raimundo Sampaio, o Independência, em Belo Horizonte. Durante o ato, Anastasia entregou ao presidente da BWA Arena, Bruno Balsimelli, representante do Consórcio Arena Independência, que irá gerir o Novo Independência, as “chaves” do estádio.

Reconstruído com recursos do Governo de Minas, o Novo Independência teve capacidade ampliada de 10 mil para 25 mil pessoas e toda a obra foi custeada pelo Governo do Estado, que investiu R$ 149 milhões. Esse valor equivale a R$ 6 mil por assento – o mais baixo entre os estádios em obra para a Copa do Mundo de 2014. Nos estádios em obras para a Copa essa média é de R$ 10 mil por assento.

Antonio Anastasia lembrou que o Independência é um estádio que está na história das Copas do Mundo e também poderá ser utilizado durante o Mundial de 2014, como centro de treinamento.

“O estádio, que agora está sendo entregue, foi reconstruído dentro dos requisitos da Fifa. Portanto, é um estádio de padrão internacional, com todo  conforto necessário, gramado de excepcional qualidade, todo coberto, iluminação de primeira grandeza. Tenho certeza de que Belo Horizonte estará muito bem servida com o Independência e, dentro em pouco, com o Mineirão”, afirmou o governador.

De acordo com o governador, o espaço não foi modernizado apenas para um momento, mas para ser referência e orgulho da gente mineira, ao se tornar uma arena multiuso. “Certamente, o investimento realizado terá reflexos não apenas em seu entorno, valorizando uma das mais tradicionais áreas de Belo Horizonte, mas em toda a cidade. O novo Independência é, antes de mais nada, compromisso de Minas com o futuro. Um compromisso dos mineiros com o cultivo de suas melhores tradições e o olhar visionário no porvir. Um futuro tão grande quanto os mineiros”, completou.

O vice-governador Alberto Pinto Coelho lembrou ser o futebol um valor cultural dos mineiros e o “novo Estádio Independência volta a ser, como foi no passado, palco privilegiado da história futebolística de Minas e do país”. Ele lembrou que, “com sua modernidade e beleza arquitetônica, o novo Independência projeta-se como importante patrimônio esportivo e cultural de Minas Gerais”.

O secretário extraordinário para a Copa do Mundo, Sergio Barroso, disse que “a inauguração do Independência é a prova indelével da quebra de paradigmas. Vamos construir um novo tempo para o futebol através do profissionalismo. Vamos trazer de volta ao campo as famílias para que elas possam exercer esse direito importantíssimo que é o de torcer para os times de futebol de Minas Gerais”.

Além do vice-governador Alberto Pinto Coelho e do secretário Sergio Barroso, entre outras autoridades, participaram do evento, secretários de Estado, parlamentares e representantes do futebol mineiro.

O estádio

As obras de reconstrução do Independência foram iniciadas em 2010, tendo consumido três mil toneladas de aço, 30 mil metros cúbicos de concreto, mil toneladas de cobertura metálica. A área construída é de 40 mil metros quadrados e, em fevereiro último, cerca de 1,1 mil operários trabalhavam na obra.

A nova cobertura abrange 100% dos assentos e é feita com material que reduz a emissão de som para a área externa. A iluminação evita sombras nas transmissões de jogos noturnos e o novo gramado possui sistemas de drenagem e de irrigação recomendados pela Fifa.

Foram construídas duas torres de serviços, que abrigam a administração, posto médico, central de monitoramento de vídeo, central de comando do estádio, áreas de hospitalidade e áreas de segurança pública. O espaço para camarotes é flexível com capacidade para aproximadamente 2,2 mil pessoas. Para assegurar acessibilidade, existem dois elevadores e uma plataforma, além de rampas para acesso a todos os níveis.

Os vestiários foram modernizados e contam com auditório para entrevistas coletivas. Haverá duas lojas e 32 bares e lanchonetes nos diferentes setores do estádio. A área de imprensa inclui 16 cabines de rádio e TV e 72 postos de trabalho para a imprensa escrita.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governador-anastasia-entrega-a-arena-independencia/

Governo de Minas: Vice-governador visita o Independência e destaca importância do estádio para o futebol

Jogo do América vai marcar a inauguração, confirmada para 25 de abril próximo

Henriques Chendes
Secretário Sergio Barroso e vice-governador Alberto Pinto Coelho durante visita ao Independência
Secretário Sergio Barroso e vice-governador Alberto Pinto Coelho durante visita ao Independência

O vice-governador Alberto Pinto Coellho, presidente do Comitê Gestor da Copa, visitou nesta quarta-feira (11) o estádio Independência, que tem data de inauguração marcada para 25 de abril, com um jogo que vai marcar o centenário do América Futebol Clube. Ele foi recebido pelo secretário de Estado Extraordinário da Copa, Sergio Barroso, e pelo diretor-presidente do Escritório de Prioridades Estratégicas (EPE), Tadeu Barreto.

“O estádio Independência tem padrão internacional e é motivo de orgulho para todos os mineiros. Estou impressionado com o que vi, neste campo que já foi palco de jogos da Copa do Mundo de 1950”, afirmou o vice-governador.

Os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer o gramado, o vestiário e as arquibancadas do estádio. Para Sergio Barroso, com a entrega do Independência, o Governo de Minas reafirma o compromisso com o profissionalismo do futebol mineiro. “Esse é um dos estádios mais modernos do Brasil e vai trazer as famílias de volta para os campos de futebol”.

Novo Independência

O novo Independência terá a capacidade de público ampliada de 10 para 25 mil pessoas, todos os assentos cobertos com material que reduz a emissão de som para a área externa; 422 vagas para estacionamento; duas torres de serviço que abrigam a administração, posto médico, central de vídeo monitoramento, central de comando do estádio, áreas de hospitalidade e áreas de segurança pública; dois elevadores e uma plataforma, além de rampas que asseguram acesso a todos os níveis; sistema moderno de iluminação que evita sombras nas transmissões de jogos noturnos; grama com sistemas de drenagem e de irrigação recomendados pela Fifa; acesso facilitado por estação do metrô a 600 metros e, em dias de eventos, haverá mais ônibus e táxis no entorno do estádio; os vestiários contarão com  auditório para entrevistas coletivas; haverá duas lojas e 32 bares e lanchonetes espalhados nos diferentes setores do estádio; para a imprensa estarão disponíveis 16 cabines (rádio e TV) e 72 postos de trabalho (imprensa escrita); os camarotes ocuparão um espaço flexível com capacidade para aproximadamente 2.225 pessoas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/vice-governador-visita-o-independencia-e-destaca-importancia-do-estadio-para-o-futebol/

Governo de Minas: Estádio Independência será reinaugurado dia 25 de abril

Jogo de reabertura será um amistoso do América Futebol Clube, que ainda está escolhendo o adversário

Renato Cobucci/Imprensa MG
Presidente do América, Marcos Salum; secretário Sergio Barroso e presidente da BWA, Ricardo Azevedo
Presidente do América, Marcos Salum; secretário Sergio Barroso e presidente da BWA, Ricardo Azevedo

O Estádio Raimundo Sampaio, o Independência, será reinaugurado dia 25 de abril, com uma partida amistosa do América Futebol Clube, que ainda está escolhendo o adversário, entre equipes internacionais. O jogo, além de marcar a reabertura do estádio, fará parte também das comemorações do centenário do clube mineiro.

A data foi anunciada durante coletiva da qual participaram o secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sergio Barroso, o presidente do América, Marcus Salum, e o diretor-presidente da Arena Independência, Ricardo Azevedo. O dirigente americano informou que está tentando trazer para o jogo de inauguração uma equipe da América Latina.

“A inauguração do Independência será o início de uma nova era do futebol no Estado, com muito mais profissionalismo e mais conforto e segurança para os torcedores”, destacou Barroso.

Atualmente, 98% das obras estão prontas. Faltam instalação da lona plotada na fachada, finalização do piso do estacionamento, detalhes das instalações elétricas e hidráulicas, vidros das duas torres, além de detalhes da pintura do estádio.

“Após a reabertura, o estádio será entregue à Arena Independência, que terá liberdade de personalizar algumas áreas, por exemplo, os camarotes. Então a obra estará 100% pronta, mas, por opção da BWA, algumas modificações e customizações poderão ser feitas posteriormente”, explica Barroso.

“Esses ajustes operacionais serão feitos para maximizar a rentabilidade do estádio, mas sem interferir no funcionamento da arena para o público”, afirmou Azevedo. Ele informou ainda que o plano operacional está elaborado e será divulgado após aprovação do Governo.

Durante a entrevista, foi divulgado também novo vídeo do estádio Independência que mostra a evolução da obra. O link do novo vídeo é o seguinte: http://youtu.be/Db5FeGct2ag.

“Teremos, até o final do ano, dois estádios de padrão internacional em Belo Horizonte. Para o Governo, a paixão dos mineiros pelo futebol é tão forte que esse esporte se tornou um patrimônio cultural”, concluiu Barroso

Novo Independência

O novo Independência terá a capacidade de público ampliada de 10 para 25 mil pessoas, todos os assentos cobertos com material que reduz a emissão de som para a área externa; 422 vagas para estacionamento; duas torres de serviço que abrigam a administração, posto médico, central de vídeo monitoramento, central de comando do estádio, áreas de hospitalidade e áreas de segurança pública; dois elevadores e uma plataforma, além de rampas asseguram acesso a todos os níveis; sistema moderno de iluminação que evita sombras nas transmissões de jogos noturnos; grama com sistemas de drenagem e de irrigação recomendados pela Fifa; acesso facilitado por estação do metrô a 600 metros e, em dias de eventos, haverá mais ônibus e táxis no entorno do estádio; os vestiários contarão com  auditório para entrevistas coletivas; haverá 2 lojas e 32 bares e lanchonetes espalhados nos diferentes setores do estádio; para a imprensa estarão disponíveis16 cabines (rádio e TV) e 72 postos de trabalho (imprensa escrita); os camarotes ocuparão um espaço flexível com capacidade para aproximadamente 2.225 pessoas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/estadio-independencia-sera-reinaugurado-dia-25-de-abril/