Arquivos do Blog

Gestão Eficiente: famílias atingidas pelas chuvas em Vespasiano receberam recursos do Minas Solidária

Moradores que tiveram prejuízos com temporais recebem recursos doados pela população ao Servas.

Nesta terça-feira (19), 64 famílias de Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte, afetadas pelas fortes chuvas do início do ano receberam, cada uma, um cheque no valor de um salário mínimo. A iniciativa é do Movimento Minas Solidária, que reúne o Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) e a Coordenadoria de Defesa Civil do Estado de Minas Gerais (Cedec/MG). Os recursos foram arrecadados por meio de doações de cidadãos e empresas em duas contas bancárias.

Maria de Jesus, uma das beneficiadas, comemorou o recebimento do recurso. “O dinheiro veio em ótimo momento, vou arrumar minha casa, construir um muro”, disse. Outro morador de Vespasiano que recebeu ajuda foi Roberto Carlos Rodrigues, que vai investir em reparos na parte elétrica da casa.

A vice-presidente do Servas, Ana Campos, participou da entrega junto com o capitão Paulo Afonso Montezano, da Cedec/MG, e Meire Andréia David, representante do Ministério Público. “Agradecemos a cada um que doou e que os recursos possam ajudar na retomada da rotina de cada família beneficiada”, ressaltou Ana Campos.

A entrega de cheques teve início no último dia 28 de maio, em Além Paraíba, na Zona da Mata, onde 137 famílias receberam recursos. No último dia 14, outras 124 famílias de Guaraciaba também receberam cheques no valor de um salário mínimo.

Por definição do conselho gestor dos recursos, formado pelo Ministério Público Estadual, Servas e Cedec/MG, podem receber o valor referente a um salário mínimo famílias atingidas pelas chuvas que estão registradas no Cadastro Único e tenham o Número de Inscrição Social (NIS).  No total, o Movimento Minas Solidária arrecadou R$ 772.586,04, depositados em contas no Bradesco e Banco do Brasil.

Nos próximos dias, serão entregues recursos para famílias cadastradas na Cedec/MG dos seguintes municípios: Brumadinho (34 famílias); Dona Euzébia (29); Guidoval (91); Matipó (14); Paulistas (29); Presidente Bernardes (64); Santo Hipólito (22); e Senador Firmino (32).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/familias-atingidas-pelas-chuvas-em-vespasiano-receberam-recursos-do-minas-solidaria/

Gestão Eficiente: famílias atingidas pelas chuvas em Vespasiano receberão recursos do Minas Solidária

Para o total de 576 famílias beneficiadas nessa primeira remessa, estão sendo destinados mais de R$ 358 mil

Nesta terça-feira (19), 64 famílias de Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, afetadas pelas fortes chuvas do início do ano, irão receber cheques no valor de um salário mínimo. A iniciativa é do Movimento Minas Solidária, que reúne o Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) e a Coordenadoria de Defesa Civil do Estado de Minas Gerais (Cedec-MG). Os recursos foram arrecadados por meio de doações de cidadãos e empresas em duas contas bancárias.

A entrega de cheques teve início no último dia 28 de maio, na cidade de Além Paraíba, na Zona da Mata, onde 137 famílias receberam recursos. No último dia 14, outras 124 famílias de Guaraciaba também receberam cheques no valor de um salário mínimo.

Por definição do conselho gestor dos recursos, formado pelo Ministério Público Estadual, Servas e Cedec-MG, podem receber o valor referente a um salário mínimo famílias atingidas pelas chuvas que estão registradas no Cadastro Único e tenham o NIS – Número de Inscrição Social.  No total, o Movimento Minas Solidária arrecadou R$ 772.586,04, depositados em contas no Bradesco e Banco do Brasil.

Nos próximos dias, serão entregues recursos para famílias cadastradas na Cedec-MG dos municípios de Brumadinho (34 famílias); Dona Euzébia (29); Guidoval (91); Matipó (14); Paulistas (29); Presidente Bernardes (64); Santo Hipólito (22); e Senador Firmino (32). Para o total das 576 famílias beneficiadas nessa primeira remessa, estão sendo destinados R$ 358.272,005.

Serviço: Entrega de recursos em Vespasiano

Data: 19 de junho de 2012

Local: Curumim Morro Alto – Av. Existente, 286

Horário: 14h

Obs.: Somente o representante da família, registrado no CAD, com seu documento de identificação, receberá o cheque.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/familias-atingidas-pelas-chuvas-em-vespasiano-receberao-recursos-do-minas-solidaria/

Gestão Anastasia: Governo de Minas leva recursos a famílias atingidas pela chuva em Além Paraíba

Vice-governador Alberto Pinto Coelho entrega doações feitas pela população ao Movimento Minas Solidária, uma iniciativa parceira do Servas e da Cedec

O vice-governador Alberto Pinto Coelho e a vice-presidente do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), Ana Maria Campos Guimarães, entregaram, nesta terça-feira (29), cheques no valor de R$ 632,00 (um salário mínimo), a 137 famílias atingidas pelas chuvas do início do ano, em Além Paraíba, na Zona da Mata.

O dinheiro repassado às famílias foi arrecadado pelo Movimento Minas Solidária, iniciativa do Servas em parceria com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec/MG), com o objetivo de mobilizar a população em torno das ações de socorro às vítimas das chuvas. As doações feitas por cidadãos e empresas foram depositadas em contas no Bradesco e no Banco do Brasil. O total arrecadado foi de R$ 772.586,04.

Ação solidária

Em seu pronunciamento, Alberto Pinto Coelho destacou a ação solidária realizada pelo Servas e pela Cedec. Ele também ressaltou o trabalho conjunto dos governos federal, estadual e municipal para apoiar a população e diminuir os estragos causados pela chuva em Além Paraíba.

“Todas as medidas de caráter preventivo valeram muito, o que representa a importância de se ter uma Defesa Civil organizada em cada um dos municípios mineiros. Quero ressaltar o papel fundamental do Servas, que realiza um trabalho voluntário de solidariedade humana e da mão estendida. Destaco a atuação da sua presidente, Andrea Neves, ao longo dos últimos nove anos. O seu comprometimento torna as ações muito mais abrangentes. Também nos conforta a sensibilidade e, mais do que isso, a resposta imediata das empresas e das organizações. Essa mobilização só foi possível com a comunhão de esforços, com a iniciativa do Servas e o apoio dos governos”, afirmou Alberto Pinto Coelho.

Por definição do conselho gestor dos recursos, formado pelo Ministério Público Estadual, Servas e Cedec/MG, receberam o cheque no valor de R$ 632,00 famílias atingidas pelas chuvas que estão registradas no Cadastro Único e tenham o Número de Inscrição Social (NIS).

Cheques no mesmo valor serão entregues a famílias atingidas pelas chuvas nos municípios de Brumadinho, Dona Euzébia, Guidoval, Matipó, Santo Hipólito e Senador Firmino.

Carinho e respeito

A vice-presidente do Servas, Ana Maria Campos Magalhães, leu mensagem da presidente Andrea Neves aos moradores de Além Paraíba:

“O sentimento de todos nós do Movimento Minas Solidária e do Governo de Minas – e falo também em nome de cada cidadão solidário que apoiou essa ação – é de ter realmente contribuído não só com bens materiais e recursos financeiros, mas com solidariedade, com carinho e respeito a cada um de vocês”, escreveu a presidente do Servas.

Participaram da solenidade o prefeito de Além Paraíba, Wolney Freitas; o major da PM, Edylan Arruda, representando a Cedec; e a promotora de Justiça da Comarca de Além Paraíba, Sandra Ban.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-leva-recursos-a-familias-atingidas-pela-chuva-em-alem-paraiba/

Gestão Anastasia: Programa Geração Esporte promove melhoria física e social de crianças carentes

Na Zona da Mata, 16 cidades são atendidas, beneficiando cerca de 1.600 crianças
Divulgação/Seej
Cerca de 1.600 crianças, de 16 cidades, estão sendo beneficiadas pelo programa na Zona da Mata
Cerca de 1.600 crianças, de 16 cidades, estão sendo beneficiadas pelo programa na Zona da Mata

Cerca de 1.600 crianças da Zona da Mata estão sendo beneficiadas pelo programa Minas Olímpica Geração Esporte, do Governo do Estado. Completando seis meses de atuação em 16 cidades da região, os resultados já começam a fazer diferença, como a melhoria da qualidade de vida da criança, concentração na escola e o respeito às regras.

Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (Seej), o Programa propicia para crianças carentes a iniciação à prática esportiva. A coordenadora do Geração Esporte em Cataguases, Jordana Lopes de Oliveira, destaca que o trabalho está gerando benefícios não só no âmbito do esporte, como na vida escolar das crianças. “Os próprios professores das escolas elogiaram, pois muitas mudaram o comportamento dentro da sala de aula, estão mais obedientes”, afirma.

Jordana destaca o caso de um aluno que, logo no primeiro dia participando do programa, precisou ser repreendido e, hoje, aprendeu a seguir as regras. “A gente trabalha muito isso e eles passaram a entender melhor que as regras precisam ser obedecidas. Eles passaram também a chegar no horário, antes havia muito atraso. A divisão da turma para os jogos era outro problema, hoje superado”, relata.

Em Cataguases participam do Geração Esporte 89 crianças, mas a meta é chegar a 100, número que a coordenadora espera alcançar após a normalização das atividades escolares. As crianças têm aulas três vezes na semana, em dois períodos (manhã e tarde) e, atualmente, estão aprendendo basquete e handebol. As aulas são realizadas na Escola Estadual Manoel Inácio Peixoto.

Mais qualidade de vida

Em Pedra do Anta, a coordenadora Mariana Lopes também enfatiza os benefícios que o programa vem proporcionando para o desenvolvimento dos educandos, tanto físico, quanto social. Ela ressalta o caso de Isabelle Viana Silva, que tem sete anos e, após o programa, está mais ativa. “Ela era muito preguiçosa, como dizia a mãe dela, e com isso estava acima do peso. Mas com a participação no programa, nas atividades desenvolvidas, tornou-se uma criança mais ativa e, como consequência, teve perda de peso e um grande ganho na sua qualidade de vida”, conta.

A mãe de Isabelle, Rozeli Viana Gomes Silva, confirma. “Desde que ela entrou para o programa, observei que ela está convivendo melhor com as outras crianças. Antes, quando eu a levava em alguma festinha, ela ficava sempre comigo, agora brinca com as outras crianças, anda sozinha de bicicleta, isso nunca acontecia. E além de ter perdido peso, pois ela já estava com sobrepeso e agora está muito bem”, comemora.

Atualmente, cerca de 100 crianças são atendidas em Pedra do Anta. Elas têm aulas de handebol e atividades recreativas e de aquecimento. “Nos meses anteriores tivemos atividades como jogos, brincadeiras, gincanas e inclusive colônia de férias, com passeios, piquenique. As crianças adoram o programa, e como o mesmo funciona três vezes por semana, muitas até dizem que deveria ser todos os dias”, comenta a coordenadora, Mariana Lopes.

Os 16 municípios da Zona da Mata atendidos pelo Programa Minas Olímpica Geração Esporte são os seguintes: Araponga, Canaã, Cataguases, Espera Feliz, Guarani, Jequeri, Muriaé, Paula Cândido, Pedra do Anta, Pequeri, Rio Doce, Santa Bárbara do Monte Verde, São Miguel do Anta, Senador Cortes, Senador Firmino e Ubá.

Programa já beneficia 10 mil crianças no Estado

O programa Minas Olímpica Geração Esporte começou a ser implantado em setembro de 2011 e terá duração até julho de 2013. Em todo o Estado,  97 cidades já são beneficiadas, atendendo a aproximadamente 10 mil crianças. Até o final de 2012, o Governo de Minas deve investir cerca de R$ 7,5 milhões no projeto.

O público-alvo são crianças e adolescentes, de 7 a 13 anos, preferencialmente de famílias de baixa renda ou em situação de vulnerabilidade social. Anteriormente chamado Nova Geração, a Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude redirecionou as ações para se tornar um programa de iniciação esportiva focado no desenvolvimento das habilidades motoras, sem perder o caráter de inclusão social.

Para desenvolver as atividades, o Geração Esporte distribui kits esportivos contendo bolas de futebol de campo, futsal, voleibol infantil e mirim, de iniciação esportiva e de basquete infantil, bomba de ar, redes de futebol, futsal, voleibol, peteca, basquete, cones sinalizadores, cordas, arco, bóia e prancha de natação, jogo de xadrez, bambolês, colchonete para ginástica e uniformes (camisas, bermudas e coletes). Os educandos têm aulas três vezes por semana, durante duas horas, e também recebem lanche.

Fonte: Agência Minas