Arquivos do Blog

Gestão em Minas: governador Anastasia entrega a Arena Independência

Estádio de padrão internacional tem caráter multiuso e poderá ser usado como centro de treinamento durante a Copa do Mundo de 2014

Carlos Alberto/Imprensa MG
Antonio Anastasia durante entrega do Independência
Antonio Anastasia durante entrega do Independência

O governador Antonio Anastasia participou, na noite desta quarta-feira (25),  da reinauguração do Estádio Raimundo Sampaio, o Independência, em Belo Horizonte. Durante o ato, Anastasia entregou ao presidente da BWA Arena, Bruno Balsimelli, representante do Consórcio Arena Independência, que irá gerir o Novo Independência, as “chaves” do estádio.

Reconstruído com recursos do Governo de Minas, o Novo Independência teve capacidade ampliada de 10 mil para 25 mil pessoas e toda a obra foi custeada pelo Governo do Estado, que investiu R$ 149 milhões. Esse valor equivale a R$ 6 mil por assento – o mais baixo entre os estádios em obra para a Copa do Mundo de 2014. Nos estádios em obras para a Copa essa média é de R$ 10 mil por assento.

Antonio Anastasia lembrou que o Independência é um estádio que está na história das Copas do Mundo e também poderá ser utilizado durante o Mundial de 2014, como centro de treinamento.

“O estádio, que agora está sendo entregue, foi reconstruído dentro dos requisitos da Fifa. Portanto, é um estádio de padrão internacional, com todo  conforto necessário, gramado de excepcional qualidade, todo coberto, iluminação de primeira grandeza. Tenho certeza de que Belo Horizonte estará muito bem servida com o Independência e, dentro em pouco, com o Mineirão”, afirmou o governador.

De acordo com o governador, o espaço não foi modernizado apenas para um momento, mas para ser referência e orgulho da gente mineira, ao se tornar uma arena multiuso. “Certamente, o investimento realizado terá reflexos não apenas em seu entorno, valorizando uma das mais tradicionais áreas de Belo Horizonte, mas em toda a cidade. O novo Independência é, antes de mais nada, compromisso de Minas com o futuro. Um compromisso dos mineiros com o cultivo de suas melhores tradições e o olhar visionário no porvir. Um futuro tão grande quanto os mineiros”, completou.

O vice-governador Alberto Pinto Coelho lembrou ser o futebol um valor cultural dos mineiros e o “novo Estádio Independência volta a ser, como foi no passado, palco privilegiado da história futebolística de Minas e do país”. Ele lembrou que, “com sua modernidade e beleza arquitetônica, o novo Independência projeta-se como importante patrimônio esportivo e cultural de Minas Gerais”.

O secretário extraordinário para a Copa do Mundo, Sergio Barroso, disse que “a inauguração do Independência é a prova indelével da quebra de paradigmas. Vamos construir um novo tempo para o futebol através do profissionalismo. Vamos trazer de volta ao campo as famílias para que elas possam exercer esse direito importantíssimo que é o de torcer para os times de futebol de Minas Gerais”.

Além do vice-governador Alberto Pinto Coelho e do secretário Sergio Barroso, entre outras autoridades, participaram do evento, secretários de Estado, parlamentares e representantes do futebol mineiro.

O estádio

As obras de reconstrução do Independência foram iniciadas em 2010, tendo consumido três mil toneladas de aço, 30 mil metros cúbicos de concreto, mil toneladas de cobertura metálica. A área construída é de 40 mil metros quadrados e, em fevereiro último, cerca de 1,1 mil operários trabalhavam na obra.

A nova cobertura abrange 100% dos assentos e é feita com material que reduz a emissão de som para a área externa. A iluminação evita sombras nas transmissões de jogos noturnos e o novo gramado possui sistemas de drenagem e de irrigação recomendados pela Fifa.

Foram construídas duas torres de serviços, que abrigam a administração, posto médico, central de monitoramento de vídeo, central de comando do estádio, áreas de hospitalidade e áreas de segurança pública. O espaço para camarotes é flexível com capacidade para aproximadamente 2,2 mil pessoas. Para assegurar acessibilidade, existem dois elevadores e uma plataforma, além de rampas para acesso a todos os níveis.

Os vestiários foram modernizados e contam com auditório para entrevistas coletivas. Haverá duas lojas e 32 bares e lanchonetes nos diferentes setores do estádio. A área de imprensa inclui 16 cabines de rádio e TV e 72 postos de trabalho para a imprensa escrita.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governador-anastasia-entrega-a-arena-independencia/