Arquivos do Blog

Governo de Minas: Conselho Estadual de Turismo realiza sua 13ª reunião ordinária

Na pauta estão as apresentações dos projetos Caminho Religioso, Trilha Real e do modelo de gestão regional do Circuito do Ouro

O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, preside, nesta terça-feira (19), a 13ª Reunião Ordinária do Conselho Estadual de Turismo de Minas Gerais. Na pauta estão as apresentações dos projetos do Governo de Minas, executados pela Setur-MG, Caminho Religioso e Trilha Real e do modelo de gestão regional do Circuito do Ouro.

Haverá também, apresentação dos resultados do Índice de Competitividade, realizado pelo Ministério do Turismo em 2011 e assinatura do Protocolo de Intenções do Sistema Circuito do Ouro, entre a Associação do Circuito Turístico do Ouro, Ouro Preto e Circuito do Ouro Convention e Visitors Bureau e ABIH.

Conselho Estadual de Turismo

O Conselho Estadual de Turismo (CET) é um colegiado de caráter consultivo, propositivo e deliberativo e órgão superior de assessoramento e integração da Secretaria de Estado de Turismo, que tem por finalidade propor ações e oferecer subsídios para a formulação da Política Estadual de Turismo e apoiar sua execução, com vistas a sua consolidação e continuidade.

O CET possui 43 integrantes, sendo 28 da sociedade civil, representada pelos diversos segmentos e entidades do Turismo de Minas, e 15 representantes do setor público, incluindo Secretarias de Estado e órgãos do Governo Estadual com atividades interligadas ao setor.

Serviço

13ª Reunião Ordinária do Conselho Estadual de Turismo de Minas Gerais

Data: 19/06/2012

Horário: 13h30

Local: Cidade Admnistrativa Presidente Tancredo Neves – (Rodovia Prefeito Américo Gianetti, s/n, Edifício Gerais – 11º andar – Sala 7).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/conselho-estadual-de-turismo-realiza-sua-13a-reuniao-ordinaria/

Governo de Minas: Agostinho Patrus Filho participa de abertura oficial do Brasil Sabor

Festival vai movimentar o turismo e a economia da capital e do interior

Divulgação / Setur
O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, e o presidente da Abrasel MG, Fernando Junior, durante abertura oficial do Brasil Sabor
O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, e o presidente da Abrasel MG, Fernando Junior, durante abertura oficial do Brasil Sabor

O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, participou, na noite desta quarta-feira (03), da abertura oficial do festival gastronômico Brasil Sabor. Com o tema “Quem tem boca vai a Roma”, a sétima edição do festival conta com a participação de mais de 80 estabelecimentos, em 19 cidades, abrangendo 12 Circuitos Turísticos Mineiros. Até o dia 3 de junho, os restaurantes participantes do Brasil Sabor têm o desafio de fazer pratos que homenageiam a Itália, abusando da criatividade.

Agostinho Patrus lembrou que Minas Gerais é um destino turístico reconhecido nacional e internacionalmente por sua culinária e parabenizou a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) pela realização do festival. “Além de incrementar o calendário de atividades dos municípios, eventos como este nos capacitam cada vez mais para receber com qualidade o exigente turista internacional que estará aqui nos próximos anos para eventos como a Copa das Confederações e a Copa do Mundo”, destacou.

O secretário ainda ressaltou a importância da imigração italiana no Estado. “O tema deste ano é uma homenagem que vem unir ainda mais brasileiros e italianos, que tem uma longa história juntos”. De acordo com a Câmara Italo Brasileira de Comércio, Indústria e Artesanato de Minas Gerais, já são mais 30 milhões de descendentes de italianos no Brasil. Em Minas, vivem 1,5 milhão deles, representando cerca de 7,5% da população do Estado. Em Belo Horizonte, 30% da população descende de italianos.

De acordo com o presidente da Abrasel MG, Fernando Junior, o objetivo do evento é valorizar, além da culinária regional, a miscigenação de raças que compõe o povo brasileiro. “Temos uma grande quantidade de imigrantes italianos no Brasil, e isso fez com que nossa culinária tenha fortes influências da ‘terra da bota’. O intercâmbio entre países sempre traz um ganho a mais para nossa gastronomia local”, afirmou.

Brasil Sabor

Com a participação de 83 restaurantes de Minas, o Brasil Sabor também pode ser uma boa opção para fazer turismo e conhecer a culinária local de algumas cidades. Além da capital, participam estabelecimentos de Alto Caparaó, Barbacena, Betim, Conselheiro Lafaiete, Contagem, Diamantina, Itaúna, Juiz de Fora, Monte Verde, Nova Lima, Ouro Preto, Sabará, São João del-Rei, Tiradentes, Florestal, Varginha, Lima Duarte, Brumadinho e Cachoeira do Campo.

Para orientar e facilitar a escolha dos restaurantes pelo público será distribuído um guia com a relação de todos os estabelecimentos. O roteiro traz os nomes e endereços dos restaurantes e uma breve descrição das iguarias. As casas também investiram em treinamento para os funcionários, que informarão ao visitante sobre o prato da casa selecionado para o evento.

Os pratos inscritos no festival serão comercializados a preços diferenciados. Em Minas, o valor médio é de R$48,50 com variação entre R$10 e R$87. A expectativa é de que sejam vendidos mais de 30 mil pratos, e que seja gerada uma movimentação financeira de cerca de R$ 1,5 milhão em Minas.

Confira a lista dos estabelecimentos participantes no site: www.brasilsabor.com.br 

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/agostinho-patrus-filho-participa-de-abertura-oficial-do-brasil-sabor/

Governo de Minas: Belo Horizonte recebe em maio o 4º Salão Mineiro do Turismo

Entre 18 e 19 de maio, o evento apresentará roteiros turísticos de todas as regiões de Minas Gerais

O 4° Salão Mineiro do Turismo, considerado um dos mais importantes eventos do setor turístico do Estado, será realizado nos dias 18 e 19 de maio, no Minascentro, em Belo Horizonte. O anúncio foi feito pelo secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho. O evento, que este ano comemora os 10 anos do Programa de Regionalização do Turismo em Minas, tem expectativa de público de 12 mil visitantes, que poderão conhecer os atrativos turísticos de todas as regiões do Estado.

O Salão Mineiro do Turismo é realizado pelo Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Turismo, em parceria com a Federação dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais e o Sistema Fecomércio Minas, Sesc, Senac e sindicatos do setor.

De acordo com Agostinho Patrus, o “Salão Mineiro é o principal marco de promoção e divulgação dos destinos e roteiros turísticos do Estado”, além de fortalecer e qualificar a cadeia produtiva do turismo em Minas. “O evento, além de divulgar os atrativos de 45 regiões turísticas do Estado, através do trabalho das Associações de Circuitos Turísticos, representa um espaço para comercialização, troca de conhecimento e atualização das oportunidades e tendências do setor”, afirmou.

O Salão Mineiro do Turismo será também um convite para que o mineiro conheça os atrativos turísticos do Estado.  Durante o evento, haverá ainda espaços de discussão e palestras voltadas para a preparação e qualificação da cadeia produtiva para grandes eventos. “Estamos apresentando ao público belohorizontino nossos principais atrativos para a alta temporada turística em Minas Gerais, que é o inverno. Queremos incentivar o mineiro a viajar por Minas e, através da atividade turística, proporcionar a geração de riqueza para nossas comunidades. E, ainda, estamos preparando e capacitando os empresários e representantes públicos do turismo mineiro para receber os grandes eventos que chegarão a partir de 2013”, disse Patrus Filho.

“Iniciativas como o Salão Mineiro do Turismo fortalecem este setor que é tão representativo e importante para todo o Estado, principalmente para o comércio de bens e serviços. Possibilita a qualificação, reciclagem e acesso dos profissionais ao mercado e seus fornecedores, além de se tornar uma vitrine das riquezas do nosso Estado”, destaca o presidente do Sistema Fecomércio Minas, Sesc, Senac e Sindicatos, Lázaro Luiz Gonzaga.

Este ano, participam as 45 Associações de Circuitos Turísticos, que representam aproximadamente 400 municípios mineiros e Belo Horizonte, além de cerca de 180 expositores, entre companhias aéreas, imprensa especializada, agências, operadoras e empresas de receptivo turísticos, além de entidades de classe ligadas ao segmento e demais empresas do setor.

Grandes Salões

Para dar destaque às diversas áreas de atuação da cadeia turística e apresentar os melhores roteiros e destinos para o público consumidor, o Salão Mineiro foi dividido em cinco espaços: Salão dos Destinos Turísticos, Salão Nossas Riquezas, Salão da Governança, Salão das Oportunidades e Negócios e Salão do Conhecimento.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/belo-horizonte-recebe-em-maio-o-4o-salao-mineiro-do-turismo/

Governo de Minas: Copa Airlines comemora sucesso na operação aérea que liga Belo Horizonte ao Panamá

Em dezembro de 2011, a frequência de voos da rota tornou-se diária

Osvaldo Afonso/Imprensa MG
Jacqueline Ledo, Marcos Calixto, Agostinho Patrus e Gustavo Esusy
Jacqueline Ledo, Marcos Calixto, Agostinho Patrus e Gustavo Esusy

O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, recebeu, nesta terça-feira (10), na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, em Belo Horizonte, a visita da diretoria da Copa Airlines. Na ocasião, os diretores da empresa aérea apresentaram os resultados da operação que, desde agosto de 2008, interliga a capital mineira à Cidade do Panamá, com conexões diretas para as principais cidades da América Central, Caribe e América do Norte, como Orlando, Los Angeles, Miami e Nova York.

Durante o encontro, o gerente da empresa no Brasil, Marcos Calixto, lembrou que a Copa Airlines iniciou suas operações em Minas Gerais com quatro frequências semanais ligando Belo Horizonte à Cidade do Panamá. Posteriormente, a operação passou para cinco frequências e, em dezembro de 2011, o voo tornou-se diário. E, ainda, para maior conforto dos passageiros, a aeronave inicial, um 737-700 com capacidade de 124 lugares, foi substituída por um 737-800, com 160 assentos. “Minas Gerais tem uma particularidade. É um mercado pulsante. Tivemos uma demanda de mais de 70% após a implantação da nova rota. O mineiro abraçou a nossa empresa com alto nível de profissionalismo. Queremos vender cada vez mais Minas Gerais para os turistas da América Central e do Norte e fomentar o intercâmbio entre as duas regiões”, ressaltou.

O secretário de Estado de Turismo lembrou que após o anúncio de que o Consulado dos Estados Unidos será instalado em Belo Horizonte, a tendência é facilitar, ainda mais, o fluxo de turistas entre o Minas Gerais e aquele país, e que a rota operada pela Copa muito favorecerá esse transporte de passageiros. “Esta iniciativa vai motivar os mineiros a obterem o visto e também favorecerá o fluxo de americanos em nosso Estado. Pela vitalidade do Aeroporto Tancredo Neves e pelo crescente número de passageiros internacionais desembarcando em Confins, o Governo de Minas é um grande incentivador das companhias aéreas que estão em operação em nosso Estado”, disse Agostinho Patrus Filho.

Também estiveram presentes no encontro a secretária-adjunta de Estado de Turismo, Silvana Nascimento; a gerente da Copa Airlines em Minas Gerais, Jacqueline Ledo; e o gerente regional da empresa, Gustavo Esusy.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/copa-airlines-comemora-sucesso-na-operacao-aerea-que-liga-belo-horizonte-ao-panama/