Arquivos do Blog

Gestão da Saúde: Bloco Cirúrgico do Hospital Municipal de Januária é reaberto

A reabertura da unidade e a inauguração do Pronto Atendimento devolvem a estrutura hospitalar para os cidadãos da microrregião

Depois de quase cinco anos sem realizar cirurgias eletivas, o Bloco Cirúrgico do Hospital Municipal de Januária, no Norte de Minas, foi reaberto, na manhã desta terça-feira (26), pelo secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques. Durante a solenidade de reabertura da unidade, também foi inaugurado o Pronto Atendimento Municipal, que tem capacidade para realizar 250 atendimentos por dia no âmbito da urgência e emergência.

Segundo o secretário Antônio Jorge, as obras do hospital municipal são fruto do esforço e trabalho sinérgico da Secretaria de Estado de Saúde e do município. “Estamos no início de uma grande reforma do hospital. Neste primeiro momento, foram investidos recursos do Tesouro Estadual da ordem de mais de R$ 1 milhão e já foram liberados mais R$ 6 milhões para construção de novas instalações e da unidade de terapia intensiva. Mas essa reforma e ampliação só estão sendo possíveis porque o município tem sido parceiro do Governo de Minas, organizando o serviço e mantendo a equipe técnica qualificada e pronta para trabalhar”, observa Antônio Jorge.

Além do serviço de urgência e emergência, o Hospital Municipal de Januária também realiza atendimento clínico, pediátrico, cardiológico e obstétrico, beneficiando os municípios de Bonito de Minas, Cônego Marinho, Itacarambi e Pedras de Maria da Cruz, com uma população estimada em 150 mil habitantes.

“A construção do Pronto Atendimento e reabertura do Bloco Cirúrgico são a primeira etapa do projeto de ampliação do hospital, mas, também, representam o cumprimento da etapa mais difícil, que era tornar o atendimento mais humanizado, mais digno. O hospital agora dispõe de espaço e instalações adequadas para o atendimento aos pacientes e isso é resultado de um esforço enorme. Essa inauguração é uma grande conquista não só para a população de Januária, mas para toda a microrregião”, comemora o prefeito de Januária, Maurílio Arruda.

UBS Modelo

Durante sua estada em Januária, o secretário Antônio Jorge também visitou as obras da Unidade Básica de Saúde do bairro São Vicente, que vai abrigar duas equipes do Programa Saúde da Família e já está pronta para funcionar. “A proposta do Governo de Minas é que, a partir de agora, todas as unidades básicas de saúde que forem construídas sejam padronizadas. Aproveito para anunciar em primeira mão que a primeira unidade do Estado a seguir esse padrão será construída em Januária, no bairro Jussara. As obras devem começar no final do mês de outubro”, anuncia o secretário.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/bloco-cirurgico-do-hospital-municipal-de-januaria-e-reaberto/

Gestão da Saúde: Governo de Minas lança projeto para aumentar a captação de órgãos e tecidos

Serão criadas dez Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos em Minas Gerais

Nesta segunda-feira (25), às 10h, o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques, o coordenador do Sistema Nacional de Transplantes, Heder Murari Borba, o presidente da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), Antônio Carlos de Barros Martins, e o diretor do Complexo MG Transplantes, Charles Simão Filho, anunciam a criação de dez Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos (OPOs) em Minas Gerais. Cada OPO terá dois médicos, cinco enfermeiros e um administrador.

Os OPOs são unidades operacionais das Centrais de Notificação e Distribuição de Órgãos e Tecidos (CNCDOs), que irão coordenar grupos de hospitais por meio de suas Comissões Intra Hospitalares de Doação de Órgãos e Tecidos (CIHDOTT). Foram criadas levando-se em consideração a população, o número de hospitais, número de leitos de UTI, logística de transporte, distâncias de centros transplantadores e o Plano Diretor de Regionalização. O objetivo das OPOs é aumentar a captação de órgãos e tecidos.

As dez Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos serão instaladas nos hospitais João XXIII, Risoleta Tolentino Neves e Hospital Municipal de Betim, e nas cidades de Montes Claros, Governador Valadares, Juiz de Fora, Pouso Alegre, Ipatinga, Uberaba e Uberlândia.

Numa segunda etapa, deverão ser criadas OPOs em Divinópolis, Sete Lagoas, Patos de Minas, Barbacena, Teófilo Otoni, Varginha e Alfenas.

Coletiva à imprensa

Data: 25 de junho Segunda-feira

Horário:10h

Local: Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves – Prédio Minas – 12º andar – sala de reunião do Gabinete do secretário de Estado de Saúde

Tema:Lançamento de dez Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos em Minas Gerais – OPOs

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-lanca-projeto-para-aumentar-a-captacao-de-orgaos-e-tecidos/

Gestão da Educação: SES inaugura Pronto Atendimento em Vespasiano

A previsão é de que aproximadamente 450 pessoas sejam atendidas diariamente na nova unidade

O secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques irá participar da solenidade de inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Prefeito Luiz Issa que será na quinta-feira (21), em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES) investiu desde o final de 2010, R$ 987.737,52, para a construção da Unidade, além de R$ 1.313.809,91, repassados para a aquisição de equipamentos. Por meio do convênio, a SES disponibilizará ainda, R$ 125.000,00 para as despesas mensais da unidade. Para subsidiar a UPA, a prefeitura ofertou o terreno, a construção do abrigo de resíduo, a terraplanagem, o gerador e a instalação dos gases medicinais.

A previsão é que sejam atendidas diariamente cerca de 450 pessoas na unidade, que contará com uma equipe multiprofissional preparada para atender aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), portadores de quadro clínico agudo de qualquer natureza, durante 24 horas, 7 dias da semana, em caráter de urgência, com atendimento nas especialidades de clínica médica.

O município de Vespasiano, cuja população é estimada em 104.612 mil habitantes, poderá ter acesso a serviços de atenção primária, clínica geral, pediatria, pré-natal, serviço de enfermagem e odontologia.  A unidade oferta uma estrutura composta por salas de espera após classificação de risco, compressor odontológico, ar condicionado, quartos de isolamento, embarque e desembarque de ambulâncias, raio-x digital dentre outros serviços.

Investimento

Desde 2011, o Governo de Minas já investiu mais de 20 milhões na construção de nove UPAs nos seguintes municípios: Varginha, Vespasiano, Sabará, Sete Lagoas, Patos de Minas, Diamantina, Divinópolis e Barbacena.

Serviço:

Evento: Inauguração da Unidade  Prefeito Luiz Issa

Local: Rua Tiradentes s/n°, Vespasiano

Horário: 17hrs

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/ses-inaugura-pronto-atendimento-em-vespasiano/

Gestão da Saúde: Governo de Minas inaugura Farmácia de Minas em Maripá de Minas

População do município da Zona da Mata para a contar o fornecimento de 235 tipos de medicamentos gratuitamente.

Luisa Pinha / SES
Solenidade marcou a inauguração da unidade do Farmácia de Minas
Solenidade marcou a inauguração da unidade do Farmácia de Minas

Os moradores da cidade de Maripá de Minas, na Zona da Mata, receberam nesta sexta-feira (15) uma unidade Farmácia de Minas. O estabelecimento disponibilizará cerca de 235 tipos de medicamentos, que irão abastecer as necessidades dos 3 mil habitantes da cidade. Agora, Minas conta com cerca de 350 unidades do programa. O Governo de Minas estima que até o final de junho sejam inauguradas mais 157, totalizando 507 em todo o Estado.

O evento contou com a participação da população, dos alunos das escolas da cidade, que fizeram várias apresentações, e de autoridades da região, como o prefeito de Maripá de Minas, Vagner Fonseca Costa, a coordenadora do Núcleo de Assistência Farmacêutica da Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Juiz de Fora, Renata Oliveira Cunha.

Para Paulo Fernando Garcia, farmacêutico responsável pela Farmácia de Minas no município, a unidade será de grande ajuda para o atendimento aos moradores. “O paciente sempre terá o remédio certo, na hora certa e com o acompanhamento certo. Essa parceria com o Governo de Minas foi estimulante”, afirmou.

O prefeito Vagner Costa destacou a ousadia da prefeitura e demonstrou o agradecimento ao Governo do Estado pela conquista. “Nosso município é pequeno, mas é ousado. Somos muito agradecidos ao Estado, pelas parcerias nessas obras que fazem nossa cidade crescer”, disse o prefeito.

Na oportunidade, a coordenadora Renata Oliveira Cunha, representando o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge, falou sobre o avanço de Minas em relação às farmácias públicas. “O Estado está reconhecendo o serviço de assistência farmacêutica como primordial, e, com isso, Minas está à frente de todos os estados brasileiros nessa questão. Ouso dizer que nosso Estado possui a maior rede de farmácias públicas do mundo” disse Renata.

Farmácia de Minas

O programa Farmácia de Minas garante o acesso da população aos medicamentos, por meio da organização da Assistência Farmacêutica para atenção à saúde, maximizando os recursos financeiros e aprimorando as atividades técnico-gerenciais de forma integrada às demais ações de saúde no SUS/MG.

Criada em 2007, a Rede Farmácia de Minas é parte integrante do Programa Farmácia de Minas e tem por objetivo oferecer um espaço humanizado de atendimento aos usuários do SUS, com dispensação gratuita de medicamentos dedicados à atenção primária à saúde. Este trabalho é realizado por profissionais qualificados com a promoção do uso racional dos medicamentos.

Considerando as dificuldades relacionadas ao alto gasto per capita com medicamentos, a existência de serviços menos estruturados e ao mesmo tempo, a alta taxa de cobertura do Programa de Saúde da Família (PSF), foram selecionados inicialmente – observando o princípio da equidade – municípios entre 10.000 e 30.000 habitantes, para a implantação das farmácias.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-inaugura-farmacia-de-minas-em-maripa-de-minas/

Governo de Minas: ESP-MG completa 66 anos de trabalho pela saúde

Escola de Saúde Pública também comemora neste domingo a marca de 160 mil alunos atendidos em seus cursos.

Divulgação / ESP-MG
Segundo vários especialistas e gestores, ESP-MG contribui para a formação de profissionais para atuarem com a saúde pública.
Segundo vários especialistas e gestores, ESP-MG contribui para a formação de profissionais para atuarem com a saúde pública.

A Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais (ESP-MG) completa, neste domingo(03), 66 anos de atuação na formação e valorização dos profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS). A data também marca os mais de 160 mil alunos atendidos pelos cursos e o fortalecimento de parcerias com instituições importantes no âmbito do SUS em Minas Gerais.

“São 66 anos de uma Escola com uma equipe que apresenta bons resultados, uma trajetória que reflete os passos dados pela política nacional de saúde ao longo dessas décadas. A ESP-MG segue colaborando para que o SUS atinja sua plenitude”, celebra o diretora-geral da instituição, Damião Mendonça Vieira.

O secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques, ressalta a importância da escola na formação do profissional e do gestor em saúde. “A ESP-MG demonstra ser um espaço privilegiado para a produção de conhecimento para o Sistema Único de Saúde em Minas Gerais. A formação de recursos humanos é fundamental para continuarmos avançando e a ESP-MG é a parceria privilegiada do Governo de Minas para esse desafio”, parabeniza o Secretário.

Antônio Jorge ainda destaca que nem sempre a academia tradicional é capaz de incorporar de forma satisfatória as demandas do SUS. “Como estão mais próximas do serviço, as escolas de saúde pública, como a ESP-MG, têm esse papel fundamental de atender à real demanda de formação de recursos humanos para o SUS”, avalia.

Reconhecendo a formação profissional como essencial para a consolidação do SUS, o reitor da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), professor João dos Reis Canela, destaca o importante histórico de parcerias entre as duas instituições. “A ESP-MG é uma importante parceira da Unimontes. Com esse trabalho, incrementamos as ações do Centro de Educação Profissional e Tecnológica (CEPT), oferecendo novos cursos voltados para a capacitação profissional na área da saúde. Assim, manifestamos o nosso desejo de continuidade do pleno sucesso da Escola de Saúde de Minas Gerais, que, com o seu trabalho, participa diretamente do desenvolvimento do nosso estado”, lembra o reitor.

No mesmo sentido, a diretora do Centro de Pesquisas René Rachou/ Fiocruz Minas, Zélia Maria Profeta da Luz, lembra que só através das parcerias que o avanço nas discussões sobre saúde pública é possível. “Essa parceria vem de longa data, fomentando o desenvolvimento de programas, projetos e atividades no campo da pesquisa, ensino e informação técnico-científica, essenciais para a melhoria do SUS”, avalia.

Relembrando os trabalhos desenvolvidos no período em que a ESP-MG foi vinculada à Fundação Ezequiel Dias (Funed), o presidente da instituição, Augusto Monteiro Guimarães, destaca que a autonomia alcançada pela Escola não representou o fim da parceria. “Muito nos honra fazer parte da história desta Escola que tantos resultados positivos somou à Funed. Mesmo após 2007, quando a ESP conquistou sua justa e necessária autonomia administrativa, as duas instituições se mantiveram unidas a favor da construção do SUS”, pontua.

Junto com a Fundação Hemominas, a ESP-MG vem desenvolvendo cursos de formação e qualificação de profissionais. A presidente da fundação, Júnia Cioffi, destaca o Curso Técnico em Hemoterapia, que já conta com sua primeira turma. “Com a complexidade da Medicina, a hemoterapia é considerada como área estratégica, já que atua em várias patologias e especialidades. Com o apoio da ESP-MG, foi possível a realização do curso, uma demanda do SUS, que propicia aos alunos conhecerem a hemoterapia como um todo, acompanhando todo o ciclo do sangue”, comenta.

História

A trajetória da ESP-MG começou em 1946, quando o Departamento de Saúde Pública, órgão da então Secretaria Estadual de Educação e Saúde Pública, foi reorganizado. Com a exigência legal de conclusão do curso de Saúde Pública para contratação de médicos sanitaristas, houve uma tendência de especialização profissional. Em 1970, a ESP-MG passou a integrar a estrutura da Fundação Ezequiel Dias (Funed).

O SUS nasce oficialmente em 1988 e encontra na escola um suporte para seu desenvolvimento, por meio de cursos técnicos, de especialização, atualização e aperfeiçoamento. Com a Lei Delegada n.º135, publicada em janeiro de 2007, a instituição conquistou a autonomia administrativa, financeira e orçamentária, ampliando suas atividades referentes à educação, à pesquisa e ao desenvolvimento institucional e de recursos humanos, no âmbito do SUS.

Nos últimos anos, a escola experimentou um crescimento robusto e sustentado, com apoio do sistema estadual de saúde. O diretor geral destaca que a perspectiva é aumentar, de forma contínua, a contribuição para o Sistema Único de Saúde.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/esp-mg-completa-66-anos-de-trabalho-pela-saude/

Gestão da Saúde: Governo de Minas inaugura Centro Viva Vida em Ribeirão das Neves

Centro Viva Vida de Referência Secundária atenderá em média 30 mil usuários por ano

Henrique Chendes/Ses MG
O diferencial do Centro Viva Vida Cenira Gurgel de Carvalho será a disponibilização inédita de atendimento à saúde de crianças de risco
O diferencial do Centro Viva Vida Cenira Gurgel de Carvalho será a disponibilização inédita de atendimento à saúde de crianças de risco

A luta contra a mortalidade infantil e materna ganhou um novo reforço na microrregião de Ribeirão das Neves. Nesta quarta-feira (16), o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques, participou da inauguração do Centro Viva Vida de Referência Secundária (CVVRS) Cenira Gurgel de Carvalho, que atenderá em média 30 mil usuários por ano.

Sob gestão municipal, a unidade disponibilizará assistência às gestantes, neonatos, crianças e adolescentes, com serviços de mamografia, ginecologia, obstetrícia, urologia, clínica geral, pediatria e acompanhamento com assistente social e psicólogo, além da assistência à saúde do homem, com exames de prevenção de câncer de próstata e assistência urológica de risco.

O Centro Viva passa a ofertar também uma atenção integral à saúde sexual e reprodutiva, com a implantação de ações de promoção à saúde, prevenção e diagnóstico. “Oferecer consultas eletivas será uma das principais características deste CVVRS. O paciente, após o atendimento primário ofertado pelas Unidades Básica de Saúde (UBS), será encaminhado ao centro para realização de consultas e exames específicos, ou para os hospitais que disponibilizarem ao paciente um serviço adequado a cada ocorrência”, explicou o secretário Municipal de Saúde, João Marcelo Guimarães de Abreu.

Atendimento qualificado

O diferencial do Centro Viva Vida Cenira Gurgel de Carvalho será a disponibilização inédita de atendimento à saúde de crianças de risco,que até então eram referenciadas  somente pelo município de Belo Horizonte.

O secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques, atribuiu às melhorias presenciadas pelo município de Neves, tanto em questões infraestruturais, quanto em desenvolvimento e investimentos em saúde, ocasionadas por meio das parcerias entre lideranças comunitárias, estaduais e federais.

“O progresso do município na área da saúde é inquestionável e célere. Atualmente, Neves abriga uma das maiores  e mais importantes Unidades de Pronto Atendimento (UPA) do Estado.  Este ano, além do Centro Viva Vida, serão inauguradas mais duas Unidades Básicas de Saúde, e já está em discussão na agenda de saúde do município, a criação de uma maternidade alocada no próprio CVVRS, com o objetivo de qualificar cada vez mais o atendimento em saúde da região”, completou.

Serviços oferecidos

Para garantir a saúde da criança e da mulher, o Centro Viva Vida  aposta na prevenção e na rapidez dos tratamentos. A unidade dispõe de modernos equipamentos, como, por exemplo, aparelhos de mamografia e videocolonoscopia. O Centro oferecerá também ações relacionadas à gestação de alto risco, câncer de mama, câncer de colo uterino, câncer de próstata e pênis, DST (doenças sexualmente transmissíveis) mais graves, violência sexual e casos de infertilidade. Para garantir a atenção à saúde da criança, vai ofertar atendimento a crianças prematuras e com baixo peso ao nascer, desnutrição, anemia falciforme, fibrose cística, hipotireoidismo congênito, diarreia de evolução desfavorável e asma com evolução desfavorável.

Na cerimônia estiveram presentes ainda, representantes da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes), do Prefeito de Ribeirão das Neves, Walace Ventura Andrade, da vice-prefeita, Maria Bárbara Fernandes, e demais autoridades locais.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-inaugura-centro-viva-vida-em-ribeirao-das-neves/

Gestão Anastasia: Governo de Minas inaugura novas unidades de saúde no Alto Paranaíba

Cerca de 400 mil habitantes dos municípios que compõem a microrregião de Patos de Minas são beneficiados

Henrique Chendes
Segundo Antônio Jorge, desde 2003 as redes de atenção se tornaram a diretiva na saúde em Minas
Segundo Antônio Jorge, desde 2003 as redes de atenção se tornaram a diretiva na saúde em Minas

O Governo de Minas inaugurou, em Patos de Minas, no Alto Paranaíba, o Centro Integrado de Referência Secundária Viva Vida e Centro Hiperdia Minas (CHDM). As novas unidades irão oferecer à população atenção integral à saúde sexual e reprodutiva e, ainda, melhorar a qualidade de vida de doentes crônicos.

Para estes empreendimentos, que vão funcionar no mesmo local, o Estado investiu R$ 2,5 milhões na construção do prédio, que tem 1.600 metros quadrados, e destinou mais de R$ 1,07 milhão para a compra de equipamentos.  Cerca de 400 mil habitantes dos municípios que compõem a microrregião de Patos de Minas serão beneficiados.

De acordo com o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques, “desde 2003 as redes de atenção se tornaram a diretiva na saúde em Minas”. “Um dos pilares é a rede Vida. Em pouco tempo teremos um impacto positivo na redução da mortalidade infantil e materna. O mesmo impacto poderá ser percebido no que se refere às doenças crônicas. O Centro Hiperdia Minas de Patos oferecerá serviços especializados em endocrinologia, cardiologia, nefrologia, angiologia, oftalmologia, enfermagem, nutrição, psicologia, assistência social, além de exames”, completou o secretário.

O secretário estadual de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Elmiro Alves do Nascimento, comentou que “esse Centro atesta que Minas é mesmo o melhor Estado para se viver no que diz respeito à saúde”.

Outros investimentos

O secretário Antônio Jorge também destacou que “antes de chegar aqui, visitamos a obra da UPA, que deverá ser inaugurada ainda neste semestre”. “Nesta obra, o Governo de Minas investiu R$ 988 mil, sendo R$ 1,31 milhão em equipamentos, além de mais R$ 199 mil para as adequações visuais. O custeio, estimado em R$ 125 mil por mês também virá do Tesouro estadual”, afirmou.

Durante a inauguração do Centro Integrado de Referência Secundária Viva Vida e do Centro Hiperdia, em Patos de Minas, o secretário Antônio Jorge também assinou o repasse de R$ 147 mil para a compra de equipamentos e de material permanente para as novas unidades.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-inaugura-novas-unidades-de-saude-no-alto-paranaiba/

Gestão Anastasia: Governo de Minas inaugura Centro de Hemodiálise e UBS em Patrocínio

Investimentos de cerca de R$ 3,5 milhões vão beneficiar moradores de 11 cidades da região

O Governo de Minas entrega nesta sexta-feira (04) duas importantes obras para a melhoria do atendimento em saúde à população de Patrocínio, Alto Paranaíba. Serão inaugurados um Centro de Hemodiálise, na Santa Casa de Patrocínio, e uma Unidade Básica de Saúde, no bairro Boa Esperança. O secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques, estará presente na solenidade de inauguração.

O Centro de Hemodiálise será referência para a população de 11 municípios da microrregião de Patrocínio e Monte Carmelo. O Estado investiu cerca de R$ 3 milhões para a construção da estrutura e compra de equipamentos. O centro contará com dezenove máquinas para hemodiálise e uma equipe composta por médicos nefrologistas, enfermeiros, técnico de enfermagem, nutricionista, assistente social e psicólogo. A proximadamente 90 pacientes farão uso dos equipamentos.

Já na Unidade Básica de Saúde (UBS) Boa Esperança foram investidos R$ 345 mil. A unidade beneficiará cerca de 7.680 pessoas, com a oferta de atendimentos básicos em pediatria, ginecologia, clínica geral, enfermagem e odontologia. Na unidade, o cidadão terá acesso a consultas médicas, inalações, injeções, curativos, vacinas, coleta de exames laboratoriais, tratamento odontológico, encaminhamentos para especialidades e fornecimento de medicação básica.

 

Inauguração da Unidade Básica de Saúde Boa Esperança

Data: 04/05/2012 (sexta-feira)

Horário: 09h00

Local: Rua Francisco Ramos, 53, Bairro Boa Esperança. Patrocínio/MG

 

Inauguração da Centro de Hemodiálise da Irmandade N.S. Patrocinio

Data: 04/05/2012 (sexta-feira)

Horário: 10h00

Local: Praça Honorico Nunes, 522,Centro. Patrocínio/MG

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-inaugura-centro-de-hemodialise-e-ubs-em-patrocinio/

Gestão Anastasia: Governo de Minas inaugura Unidade Básica de Saúde em Matias Barbosa

Secretário Antônio Jorge fez a entrega da UBS, que recebeu investimentos de R$ 524 mil do Estado

Henrique Chendes
Secretário Antônio Jorge de Souza Marques inaugura Unidade Básica de Saúde em Matias Barbosa
Secretário Antônio Jorge de Souza Marques inaugura Unidade Básica de Saúde em Matias Barbosa

O secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques, inaugurou, no município de Matias Barbosa, na Zona da Mata, uma Unidade Básica de Saúde (UBS), tipo I. Para a obra, foram investidos R$ 524.905,12, sendo R$275.676,67 provenientes do programa Saúde em Casa, da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e R$249.228,45 em contrapartida do município.

A unidade, que tem capacidade para atender até quatro mil pessoas, o que representa mais de um quarto da população local, oferecerá serviços de atenção primária, como clínica geral, pediatria, pré-natal, serviço de enfermagem e odontologia e conta com um médico, um enfermeiro, um auxiliar de enfermagem e agentes comunitários.

Em discurso durante solenidade, Antônio Jorge destacou que “o Governo de Minas tem feito o dever de casa em prol de uma saúde melhor para os mineiros com muito afinco”. “A atenção primária é prioridade pra nós e estamos inaugurando um conjunto de atividades, entre elas esse nosso equipamento em Matias Barbosa, como provar disso. Desejo muito sucesso à equipe que trabalhará aqui e ao prefeito”, disse o secretário, durante a solenidade de inauguração, realizada na última sexta-feira (27).

O deputado federal Marcus Pestana, que também participou da solenidade de inauguração, disse que Matias Barbosa é a cidade que mais cresceu na região e a saúde pública precisa acompanhar esse passo. “Este é o momento de compartilhar uma vitória. Saúde é a prioridade número um para os brasileiros. Em Minas não é diferente, é o nosso grande desafio. É preciso construir bases sólidas, e a base mais sólida é o Programa Saúde da Família (PSF). Entregas como essa, que vai mudar a realidade da dos moradores daqui, é a prova que estamos no caminho certo”, afirmou.

Já o prefeito de Matias Barbosa, Luiz Carlos Marques, ressaltou a importância desta iniciativa. “Educação e saúde sempre foram nossas prioridades e agradeço ao Governo de Minas e ao secretário de Saúde, Antônio Jorge, pela oportunidade e possibilidade de, em conjunto, fazermos mais pela saúde e mostrar que o SUS só tem melhorado”, destacou. Participou, ainda, da solenidade, o deputado estadual Lafayette Andrada, centenas de moradores, e outras autoridades locais.

O município de Matias Barbosa tem uma população de 13.435 mil habitantes e possui quatro Equipes do PSF em funcionamento, com cobertura de 100% do Programa Saúde da Família.

F0nte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-inaugura-unidade-basica-de-saude-em-matias-barbosa/

Gestão da Saúde: comitiva de Tocantins conhece, em Minas, rede de Urgência e Emergência

Comitiva foi recebida, em Barbacena, pelo secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques

Henrique Chendes
Secretário Antonio Jorge durante apresentação da Rede de Urgência e Emergência Centro-Sul
Secretário Antonio Jorge durante apresentação da Rede de Urgência e Emergência Centro-Sul

Uma comitiva do Governo de Tocantins conheceu, nesta quinta-feira (26), em Barbacena, no Campo das Vertentes, a Rede de Urgência e Emergência administrada pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde de Urgência e Emergência Centro-Sul (Ciscru), criado especialmente para esse fim e administrado por prefeitos que compõem essa região.

A comitiva foi recebida pelo secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques, pelo consultor da SES/MG, Welfane Cordeiro, e pelo coordenador geral da Rede Macro Centro-Sul, Antônio José Marinho Cedrim Filho.

A Rede Urgência e Emergência da Macrorregião Centro-Sul, inaugurada em março deste ano pelo Governo de Minas, recebeu investimentos iniciais do Tesouro Estadual da ordem de R$ 6,9 milhões. Ela atende a cerca de 730 mil habitantes de 50 municípios. Como parte da estratégia, 22 ambulâncias do Samu foram distribuídas na macrorregião, sendo 18 unidades de Suporte Básico e quatro unidades de Suporte Avançado. Doze hospitais de Resposta às Urgências e Emergências participam da rede.

O secretário Antônio Jorge ressaltou a importância da presença da comitiva de Tocantins em Barbacena. “Essa visita demonstra a disposição entre os dois estados de cooperar, de trocar conhecimento. Temos, em Minas, o pensamento sanitário mais avançado dom país, com redes maduras e muitas inovações”, destacou Antonio Jorge.

Ainda segundo o secretário, “o melhor conceito da Rede de Urgência e Emergência é que não trabalhamos mais de forma isolada. Desde a Atenção Primária, a Classificação de Risco de Manchester – que é o princípio da organização da rede, com linguagem única -, passando pelos hospitais, Unidades de Pronto-Atendimento e mobilização do Samu, a preocupação é obsessiva do tempo-resposta para salvar vidas. Com tudo isso, nós estamos praticando aqui o melhor modelo que há no mundo em termos de organização e de assistência da Rede de Urgência e Emergência”.

De acordo com o secretário de Estado de Saúde de Tocantins, Nicolau Esteves, “não é preciso inventar a roda, o padrão é Minas Gerais”.

Urgência e Emergência em Minas

A macrorregião Centro-Sul, com sede em Barbacena, é a segunda a ter o projeto implantado. O projeto piloto teve início na Macro Norte, com sede em Montes Claros, em 2008, e hoje se tornou modelo para todo o Brasil e até para outros países. Outra rede implantada é a das Macrorregiões Nordeste e Jequitinhonha, com sede em Teófilo Otoni. Em pouco mais de 15 dias de funcionamento já registrou mais de 1200 chamadas pelo número 192. Uma análise das ligações revelou que 800 chamadas foram de real necessidade de envio de unidades móveis aos locais indicados pelos usuários para prestar atendimento.

A Rede de Urgência e Emergência é um projeto prioritário do Governo de Minas, que busca qualificar e humanizar a assistência à saúde e proporcionar à população atendimento hospitalar de qualidade. A base do projeto está na modelagem da rede ideal para atenção às urgências, seguindo a lógica da regionalização e adotando uma linguagem única nos pontos de atenção.

Modelo de consórcio e transporte em saúde

A visita prossegue nesta sexta-feira (27), quando a comitiva fará uma visita à sede da Agência de Cooperação Intermunicipal em Saúde Pé da Serra (Acispes), em Juiz de Fora. A programação inclui uma visita às instalações do consórcio, que abriga dois importantes programas do governo estadual, onde os presentes terão a oportunidade de conhecer a experiência bem-sucedida de gestão do transporte dos pacientes por meio do consórcio.

A comitiva do Estado do Tocantins será composta pelo secretário de Saúde do Estado, Nicolau Esteves; pelo secretário executivo, Luiz Fernando Freesz; pelo secretário de Relações Institucionais, Eduardo Siqueira Campos; pelos deputados estaduais, Marcelo Lelis, Raimundo Palito, Amélio Carie e Carlão da Saneatins; pelo assessor de comunicação de Saúde, Francisco Damasceno; pela chefe de gabinete, Aldy Oliveira; pela diretora de Projetos da Saúde, Luiza Regina Noleto; e pela diretora de Regulação e Avaliação e Auditoria da Saúde, Mayena Cabral.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/comitiva-de-tocantins-conhece-em-minas-rede-de-urgencia-e-emergencia/