Arquivos do Blog

Gestão Antonio Anastasia: Região Metropolitana de BH registra menor taxa de desemprego do país

Contrariando as estatísticas, desemprego no mês de janeiro é o menor já registrado pela PED

Divulgação/Sete
Em comparação com janeiro de 2011, a queda na taxa de desemprego da RMBH é de 33,2%
Em comparação com janeiro de 2011, a queda na taxa de desemprego da RMBH é de 33,2%

A Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) divulgada, nesta quarta-feira (29), pela Secretaria de Estado de Trabalho e Emprego (Sete), Fundação João Pinheiro (FJP) e Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) apontou estabilidade na taxa de desemprego total, passando de 5,2% em dezembro de 2011, para 5,1% da População Economicamente Ativa (PEA) em janeiro deste ano. Esse é o menor índice entre as sete regiões metropolitanas pesquisadas e também o único, além de Recife, em que houve queda. Em São Paulo, Salvador, Fortaleza e no Distrito Federal houve crescimento na taxa de desemprego em relação ao último mês.

Na Região Metropolita de Belo Horizonte (RMBH), o desemprego aberto passou de 4,6% para 4,5%, enquanto o desemprego oculto permaneceu estável (0,6%). O acréscimo no número de ocupações (14 mil ou 0,6%) superou o número de pessoas que se inseriram no mercado de trabalho (12 mil ou 0,5%), o que resultou em pequena redução do número de desempregados (2 mil ou 1,6%). O número de ocupados na RMBH aumentou em relação ao mês anterior (0,6%) e foi estimado em 2.327 mil trabalhadores.

Para a coordenadora da PED pelo Dieese, Gabrielle Selani, a relativa estabilidade do desemprego na RMBH representa um resultado positivo para o mês de janeiro. “Este início de ano teve um movimento diferente em relação aos anteriores, mantendo relativa estabilidade em janeiro, mês que normalmente é de desaceleração da economia e, portanto, de crescimento da taxa de desemprego. Foram gerados 14 mil postos de trabalho na RMBH e esse número foi suficiente para absorver as 12 mil pessoas que se inseriram no mercado de trabalho e ainda retirar 2 mil pessoas da situação de desemprego”, afirmou.

“Esses números demonstram que a economia mineira continua apresentando resultados cada vez mais impressionantes, sem apresentar desgastes, especialmente pelo fato de que 2010 foi um ano excepcionalmente positivo, o que dificultaria em termos relativos os números de 2011”, afirma o coordenador do Observatório do Trabalho da Sete, Igor Mendonça.

Em comparação com janeiro de 2011, a queda na taxa de desemprego foi de 33,2%, maior queda da série histórica, iniciada em 1996. Em 2011, a queda verificada em relação ao ano anterior foi de 5,1%, e, em 2010, foi de 7,7%. O tempo médio de procura por trabalho despendido pelos desempregados também baixou, passando de 27 semanas em dezembro para 26 semanas em janeiro. Em janeiro de 2011, esse tempo era de 41 semanas.

Rendimentos

A pesquisa apontou ainda aumento de 2,2% no rendimento real médio dos ocupados na Região Metropolitana de Belo Horizonte entre dezembro de 2010 e dezembro de 2011, passando de R$ 1.432 para R$ 1.464. Esse é o melhor resultado aferido desde o mês de outubro de 2010.

De acordo com a PED, o salário real médio cresceu, no período anual, 2,6%, ao passar de R$ 1.404 para R$ 1.440. No setor privado, foram registrados acréscimos do salário médio na indústria (5,1%) e no comércio (0,9%), e redução no setor de serviços (3,3%). Entre os assalariados com carteira assinada, houve ligeiro decréscimo (0,2%) no rendimento médio, e entre os sem registro em carteira o rendimento aumentou (5,4%). Entre os autônomos, o rendimento médio apresentou acréscimo de 9,4%.

Segundo Igor Mendonça, o rendimento vinha demonstrando queda desde abril de 2011, a uma taxa média de 5%. O mês de dezembro, contudo, apresentou uma taxa positiva de 2,2%, quebrando a tendência de baixa.

Ocupação por setores

Em comparação com o mês de dezembro de 2011, a PED registrou acréscimo de 15 mil postos de trabalho na construção civil e de 4 mil na indústria.  O setor de serviços sofreu redução de 6 mil postos e o comércio e o agregado “outros setores” apresentaram estabilidade. Comparando janeiro de 2012 a janeiro de 2011, houve acréscimo de 66 mil postos de trabalho no setor de serviços e de 17 mil na construção civil, e redução de 5 mil postos no agregado “outros setores”.

Fonte: Agência Minas

Anúncios

Governo de Minas: caravana do Sine Móvel vai atender moradores de Cataguases e Dona Euzébia

CATAGUASES (23/01/12) – A unidade móvel de atendimento ao trabalhador do Sine vai estar nesta terça (24) e quarta-feira (25) no município de Cataguases e, na próxima quinta (26) e sexta-feira (27), na cidade de Dona Euzébia, ambas na Zona da Mata, prestando serviços de emissão de Carteiras de Trabalho e Previdência Social (CTPS) e postagem do seguro-desemprego dos trabalhadores requerentes.

A iniciativa é parte das ações do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Trabalho e Emprego (Sete) e da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec-MG), que estão prestando auxílio aos moradores dos municípios atingidos pelas chuvas.

Também estarão presentes agentes da Polícia Civil do Estado de Minas Gerais, emitindo carteiras de identidade, e, por intermédio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), o Sindicato dos Oficiais do Registro Civil das Pessoas Naturais do Estado de Minas Gerais (Recivil), emitindo a segunda via das certidões de nascimento, casamento e óbito.

Para a emissão da carteira de trabalho é necessário que o trabalhador leve um documento de identificação – carteira de identidade, certificado de reservista, registro de conselho de classe, dispensa de incorporação, certidões de nascimento ou casamento; casados ou viúvos deverão apresentar certidão de casamento original – e três fotos 3×4. Tanto os documentos quanto as fotos poderão ser tirados na hora, gratuitamente.

Na última semana, a Caravana do Sine Móvel esteve nos municípios de Guidoval e Além Paraíba, onde foram emitidas, respectivamente, 94 e 245 carteiras de trabalho e postados seis requerimentos do seguro-desemprego. Além dos serviços, uma equipe da Secretaria de Trabalho também está fazendo um levantamento das demandas nos municípios atingidos para ofertar cursos gratuitos de qualificação na área da construção civil. Serão priorizados os cursos para a formação de pedreiros, bombeiros hidráulicos, eletricistas, pintores e carpinteiros.

Serviço

Emissão de Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) e postagem do seguro-desemprego

Datas: 24 e 25 de janeiro

Local: Cataguases – Praça Rui Barbosa, Centro

Horário: de 9 às 17h

Datas: 26 e 27 de janeiro

Local: Dona Euzébia – Praça Augusto Mendes, Centro (ao lado da Estação Ferroviária)

Horário: de 9 às 17h

Fonte: Agência Minas