Arquivos do Blog

Governo de Minas: Secretaria de Estado de Meio Ambiente participa de debates preparatórios para a Rio + 20

Segundo a subsecretária Marília Melo, discussões frisaram que as soluções para os problemas globais devem partir de ações locais.

Divulgação / Semad
Subsecretária de Fiscalização e Controle Ambiental da Semad, Marília Melo, participou de debates no Riocentro
Subsecretária de Fiscalização e Controle Ambiental da Semad, Marília Melo, participou de debates no Riocentro

A subsecretária de Fiscalização e Controle Ambiental da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Sisema), Marília Melo, participou nesta quarta-feira (13) de um dos debates da III Reunião do Comitê Preparatório para a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio + 20. O “Draft Zero”, como é conhecido o documento, é fruto de sugestões e contribuições de países, grupos regionais, organizações internacionais e da sociedade civil. De acordo com Marília Melo, as discussões frisaram que a construção de soluções para problemas globais deve ser pautada em ações de âmbito local.

Outro ponto ressaltado nos debates, segundo a subsecretária, foi a necessidade de um fortalecimento institucional para a gestão ambiental, que segundo os conferencistas da mesa, passa pela efetiva participação da sociedade civil nas discussões, formulações e implementação das políticaspúblicas. “Em Minas Gerais o Conselho de PolíticaAmbiental e suas unidades regionais colegiadas, além do Conselho Estadual de Recursos Hídricos já vêm exercendo essa  função há alguns anos”, avaliou.

Participação Mineira

O Governo de Minas participa da delegação brasileira na Rio+ 20 com 10 representantes das Secretarias de  Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sects), do Sistema Estadual de Meio Ambiente (Sisema), da Secretaria de Estado para o Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri e Norte de Minas (Sedvan), da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), da Fundação Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas Unesco (Hidroex) e da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

O Estado conta também com um estande, montado no Parque dos Atletas.O espaço foi desenvolvido com materiais sustentáveis como o piso reciclado, feito com material composto por 70% de caixinhas longa vida, 30% de fibras vegetais, plástico e outros reciclados, além da cobertura das paredes feita de pastilhas obtidas pela casca do coco.

Com 100 metros quadrados, o estande apresenta aos visitantes os projetos e ações do Governo de Minas, alinhados aos temas da Rio+ 20. Alguns projetos tiveram destaque no estande Mineiro como o Programa Ambientação, educação ambiental em prédios públicos de MG, que oferece quatro jogos interativos ao público; o Pólo de Excelência em Inovação Ambiental, que visa atender o desafio da diversificação da economia mineira via inovação ambiental; e o Projeto de Inclusão Produtiva, por meio do assessoramento e qualificação profissional de empreendimentos individuais, familiares e coletivos das cadeias produtivas da reciclagem, confecção, alimentos, artesanato e o setor de serviços autônomos.

Rio + 20

A Conferência contará com a presença de chefes de Estado e de Governos do mundo inteiro e marca o 20o aniversário da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento realizada no Rio de Janeiro em 1992 e o décimo aniversário da Cúpula Mundial sobre Desenvolvimento Sustentável promovida em Joanesburgo em 2002.

Além de abordar os novos desafios enfrentados mundialmente, a conferência tem como objetivos avaliar os progressos já obtidos e as lacunas que ainda existem na implementação dos resultados dos principais encontros sobre desenvolvimento sustentável e assegurar um comportamento político renovado, com referência aos temas tratados no encontro.

O evento espera reunir diplomatas e chefes de Estado de 183 países. Um grupo de cerca de 50 representantes de diversas secretarias do Estado de Minas Gerais participam dos encontros e debates da conferência.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/secretaria-de-estado-de-meio-ambiente-participa-de-debates-preparatorios-para-a-rio-20/

Gestão Anstasia: Semad e PUC Minas inauguram auditório marco zero da Rota Lund

Foi inaugurado o Auditório do Museu de Ciências Naturais

Marta Carneiro/PUC Minas
O secretário de Meio Ambiente, Adriano Magalhães, durante a solenidade de inauguração
O secretário de Meio Ambiente, Adriano Magalhães, durante a solenidade de inauguração

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Semad) e a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) inauguraram, na nesta sexta-feira (24), o Auditório do Museu de Ciências Naturais. Para a construção da obra, que simboliza o marco zero da Rota Lund, foi investido um total de R$ 1,96 milhão, por meio de convênio celebrado entre a Semad e a PUC Minas.

O espaço inaugurado tem aproximadamente 400m² com capacidade para receber 200 pessoas. Será utilizado por alunos e professores dos ensinos fundamental e médio, sobretudo das escolas da rede pública, que participarão de Programas de Educação Ambiental desenvolvidos pelo Governo de Minas, abrangendo tópicos de paleontologia, arqueologia, espeleologia e ecologia, com palestras e apresentações culturais.

Definida pelo governo estadual como um de seus Projetos Estruturadores, a Rota Lund tem como objetivo a implantação de um roteiro turístico pela área cárstica da região metropolitana de Belo Horizonte, aliando preservação ambiental, educação, cultura, turismo e desenvolvimento sustentável. O percurso tem uma distância de 120 quilômetros e inclui, além do Museu de Ciências Naturais da PUC, o Parque Estadual do Sumidouro (Lagoa Santa e Pedro Leopoldo), as Grutas da Lapinha (Lagoa Santa), Maquiné (Cordisburgo) e Rei do Mato (Sete Lagoas).

“Estamos investindo cerca de 10 milhões de reais na Rota Lund e esperamos que essa iniciativa traga uma nova visão para crianças, adolescentes e jovens, no que se refere à conservação e proteção das Unidades de Conservação no Estado”, disse o secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais, Adriano Magalhães.

Para o reitor da Universidade Católica de Minas Gerais, Dom Joaquim Mol, a parceria que celebram Governo de Minas e Universidade Católica só foi possível pelo interesse das duas instituições em trabalhar efetivamente para o público. “Somos fazedores de cultura e conhecimento, procurando favorecer e edificar cada vez mais nossa sociedade. Esse auditório é um local de encontro, de quem aprende e assim poderá em outro momento, também ensinar”, disse.

O curador da coleção de Paleontologia do Museu da PUC Minas, Castor Cartelle, disse que a parceria entre Estado e PUC Minas para a construção do auditório foi perfeita. “Esse é o segredo do museu: plantar o futuro”, finalizou.

Fonte: Agência Minas