Arquivos do Blog

Governo de Minas: biblioteca pública móvel visita moradores da Região Metropolitana de BH

O objetivo da iniciativa é levar cultura a quem tem dificuldade de acesso à informação

De segunda a sexta-feira, seis bairros da região metropolitana de Belo Horizonte recebem o carro  biblioteca da Secretaria de Estado de Cultura (SEC). Dentro do veículo, que leva o acervo da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa, estão disponíveis mais de 3500 exemplares, entre biografias, romances, livros didáticos, além de 40 títulos de revistas e um jornal diário.

Além da consulta local ao acervo e o empréstimo domiciliar, a biblioteca móvel também oferece o serviço de auxílio à pesquisa, com orientação quanto ao uso de enciclopédias, almanaques, dicionários e obras informativas.

Todos os dias são emprestados cerca de 70 livros. Para levar um para casa, basta apresentar identidade e comprovante de endereço.

Fonte: http://youtu.be/11NgCHjsxA4

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/biblioteca-publica-movel-visita-moradores-da-regiao-metropolitana-de-bh/

Anúncios

Governo de Minas: Secretaria de Estado de Cultura reúne gestores de Festivais mineiros

A parceria com a Secretaria de Estado de Turismo e o Sebrae-MG visa retomar discussões e buscar novos rumos para o setor

A Secretaria de Estado de Cultura (SEC) e a Secretaria de Estado de Turismo (Setur) promovem, nesta quinta-feira (28), em parceria com o Sebrae-MG, o I Encontro dos Festivais de Cultura de Minas. O evento se configura como o ponto de partida para a criação de um Fórum de Festivais, cuja proposta é gerar um ambiente de discussão sobre a gestão e integração das ações destinadas à produção de festivais de cultura realizados em Minas Gerais.

Um dos destaques do evento é a presença de Mauro Munhoz, coordenador da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), que traz uma experiência de sucesso sobre a realização da Flip e demais eventos, como FlipZona e Filipinha. Foram convidados, também, representantes de segmentos como música, dança, artes cênicas, artes plásticas, novas mídias e cinema, que tenham no escopo da programação atividades de formação/oficinas e um mínimo de dois anos de atuação.

A proposta, segundo a secretária de Estado de Cultura, Eliane Parreiras, é estimular a qualidade, a gestão e a integração desses eventos. ”O sucesso dos festivais pode ser maximizado se for dada a devida importância à gestão empreendedora, que estimule diversas parcerias entre os agentes culturais. A intenção futura é elaborar um site que reúna todos os festivais culturais mineiros, com informações como localização e programação”, revela Eliane Parreiras.

Atuação em Rede

Uma aposta a ser discutida no evento será a criação da chamada Formação de Redes, tema que será abordadopor um consultor do Sebrae-MG, e que, sinteticamente, consiste no alinhamento de propostas, calendário e afinidades entre os produtores de festivais.

A superintendente de Interiorização da Secretaria de Estado de Cultura, Fátima Trópia, antecipa que a proposta é abrir espaço para discussões plurais que potencializem as capacidades desses festivais. Segundo ela, a aproximação do calendário dos festivais também viria de forma providencial, uma vez que, dependendo da distância entre os locais onde os eventos acontecem e do teor de cada um deles, o agendamento seria uma forma de angariar um público itinerante. “A ideia é estabelecer até mesmo um consenso entre as datas para que um maior número de pessoas tenha a oportunidade de participar de vários eventos, conhecer novos artistas e montagens de destaque da cena nacional e/ou internacional”.

A superintendente de interiorização chama a atenção para o fato de que esse tipo de ação é uma tendência mundial e será bastante oportuna para Minas Gerais, uma vez que o Estado “respira arte”, aspecto que molda nossa identidade. “Então, nada mais justo do que as secretarias de Estado de Cultura e de Turismo atuarem como agentes promotores dessa união, para otimizar e ampliar os resultados favoráveis para o setor, já que Minas Gerais é considerado o Estado dos Festivais Culturais”.

Serviço

Evento: I Encontro dos Festivais de Cultura de Minas

Local: Sala João Ceschiatti / Palácio das Artes – Avenida Afonso Pena, 1537, Centro – Belo Horizonte

Data: 28 de junho de 2012

Hora: 14h

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/secretaria-de-estado-de-cultura-reune-gestores-de-festivais-mineiros/

Governo de Minas: Museu Casa Guimarães Rosa realiza a 24ª edição da Semana Roseana

Evento dedicado à vida e à obra de Guimarães Rosa tem como tema a histórica viagem realizada pelo sertão mineiro, em 1952.

Divulgação / SEC
Museu Casa Guimarães Rosa vai sediar 24ª edição de semana dedicada ao escritor.
Museu Casa Guimarães Rosa vai sediar 24ª edição de semana dedicada ao escritor.

O Museu Casa Guimarães Rosa, instituição vinculada à Secretaria de Estado de Cultura, promove, entre os dias 24 e 30 de junho, a 24ª edição da Semana Roseana. O evento é dedicado à divulgação e estudo da obra do escritor mineiro Guimarães Rosa. Realizada anualmente no município de Cordisburgo, terra natal do escritor, na Região Central do Estado, a Semana Roseana oferece uma programação variada de atividades culturais e oficinas gratuitas, tendo como tema a vida e a literatura produzida por Rosa. Entre as atividades programadas, estão oficinas de produção de texto, bordado, literatura, mesa redonda, debates, palestras, caminhada eco-literária e apresentações de teatro e música.

Este ano, o evento tem como tema “Guimarães Rosa: 60 anos da viagem pelo sertão de Minas”, uma homenagem à histórica viagem realizada por Guimarães Rosa pelo interior de Minas Gerais, em 1952, acompanhando um grupo de tropeiros por 10 dias. A jornada serviu de inspiração para obras-primas da literatura nacional como “Grande Sertão: Veredas”, “Corpo de Baile” e “Tutameia”.

A secretária de Estado de Cultura, Eliane Parreiras, ressalta a importância da Semana Roseana tanto para divulgar a grandiosidade da obra do escritor, como para estreitar os laços entre a comunidade e o Museu Casa Guimarães Rosa. “Ao longo dos anos, o museu se firmou como centro nacional de referência para a literatura de Guimarães Rosa, por meio de seu rico acervo. Com a Semana Roseana, a instituição cumpre a importante missão de democratizar o acesso do público a esse acervo”, explica.

A Semana Roseana é um evento de repercussão nacional, que tem como objetivo promover a divulgação da obra de Guimarães Rosa, considerado um dos maiores escritores do século 20, responsável pela renovação da prosa e do romance brasileiro por meio de experimentos lingüísticos. Além de prestar homenagem ao trabalho do escritor, a Semana Roseana também ajuda a divulgar a cidade de Cordisburgo como destino atraente para turistas nacionais e internacionais, servindo de referência sobre a obra de Guimarães Rosa para intelectuais, artistas, professores e estudantes.

Criada em 1989 pela Academia Cordisburguense de Letras Guimarães Rosa, a ‘Semana Roseana’ é promovida pela Secretaria de Estado de Cultura, por meio da Superintendência de Museus e Artes Visuais e do Museu Casa Guimarães Rosa, pela Academia Cordisburguense de Letras Guimarães Rosa, pela Associação dos Amigos do Museu Casa Guimarães Rosa e pela Prefeitura Municipal de Cordisburgo, com apoio da Câmara Municipal do município.

Museu

Inaugurado em 30 de março de 1974, na casa em que Guimarães Rosa nasceu e passou a infância em Cordisburgo, o Museu Casa Guimarães Rosa foi concebido como centro de referência da vida e obra do escritor. O acervo é composto por objetos de uso pessoal, doméstico e profissional, fotografias, edições nacionais e estrangeiras de obras do escritor, além de cerca de 700 documentos pessoais, como originais manuscritos e datilografados, originais do último livro publicado “Tutameia”, e correspondências que ele manteve com seu pai e com um amigo, Pedro Barbosa.

Concebido pela Secretaria de Estado de Cultura, por meio da Superintendência de Museus e Artes Visuais, a missão do Museu Casa Guimarães Rosa é preservar, pesquisar e difundir a obra de Guimarães Rosa, desenvolvendo projetos de atuação na comunidade e no conjunto de bens culturais e naturais de Cordisburgo e cidades vizinhas. O projeto tem ainda parceria com a Associação de Amigos do Museu, que se envolve diretamente nas ações educativas.

24ª Semana Roseana – “Guimarães Rosa: 60 anos da viagem de 1952 pelo sertão de Minas”

Data: de 24 a 30 de junho

Local: Museu Casa Guimarães Rosa – Rua Padre João, 744 – Cordisburgo – Minas Gerais

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/museu-casa-guimaraes-rosa-realiza-a-24a-edicao-da-semana-roseana/

Governo de Minas: Ballet Jovem Palácio das Artes se apresenta em Mariana

Coreografias premiadas do grupo estão no programa da apresentação. A entrada é gratuita.

Paulo Lacerda
Grupo apresenta três coreografias para público em Mariana
Grupo apresenta três coreografias para público em Mariana

O Ballet Jovem Palácio das Artes, projeto de fomento ao jovem artista da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), por meio da Fundação Clóvis Salgado, apresenta o espetáculo Iungo-Frágil-Contracapa no próximo dia 21 de junho, no Centro de Cultura SESI-Mariana, na cidade de Mariana, região Central do Estado.

No programa da apresentação, estarão três coreografias do grupo: Iungo, de Adriaan Lutejin, com música de F. Chopin, montagem onde os bailarinos representam a urgência dos homens em encontrar dentro do caos cotidiano um lugar “silencioso, tranquilo, confortável e seguro”, nas palavras do coreógrafo; Frágil, coreografia de dois minutos, sobre o tema relação, que estabelece um diálogo entre dança, música e imagens; e Contracapa, coreografia de Cassilene Abranches, que teve sua estreia em novembro de 2009, montada em cima de sete canções dos Beatles. A trilha sonora desta última fica a cargo do músico veterano Cecelo Frony, que se encarregou de dar forma estritamente instrumental às músicas do grupo de Liverpool.

Com direção geral da diretora de ensaios do Ballet Jovem Palácio das Artes, Andréa Maia, a apresentação acontece às 20h e tem 50 minutos de duração. A entrada é gratuita.

Sobre o Ballet Jovem Palácio das Artes

Um dos grupos jovens profissionalizantes da Fundação Clóvis Salgado, o Ballet Jovem foi criado em 2007, em parceria com o Instituto Unimed-BH, com o objetivo de preparar bailarinos, com idade a partir de 15 anos, para atuar em grupos profissionais.

Ao longo dos seus cinco anos, 14 bailarinos do Ballet Jovem foram contratados por outras companhias no Brasil – como Grupo Corpo (BH), Camaleão Grupo de Dança (BH), Cia de Dança de Caxias do Sul (Caxias do Sul), Cia Mário Nascimento (BH) e Balé Teatro Guaíra (Curitiba) – e no exterior – Atlanta (EUA), Canadá e Salzburgo (Áustria).

Desde a estreia, o grupo montou 13 coreografias, apresentadas em 24 diferentes espaços de 19 cidades do Brasil. Mais de 72 mil pessoas assistiram às 87 apresentações que o Grupo realizou até hoje.

Em 2010, a direção artística e de ensaios do Ballet Jovem Palácio das Artes foi assumida pela bailarina Andréa Maia. Solista do Ballet da Cidade de São Paulo por 22 anos, ao longo de sua carreira Andréa realizou trabalhos com renomados coreógrafos e professores nacionais e internacionais.

Entre as premiações recentes que a companhia recebeu, destaque para os prêmios no Usiminas/Sinparc 2012, de Melhor Bailarino para Hícaro Nicolai (por Goldberg); Melhor Concepção Coreográfica para Tíndaro Silvano (por Goldberg); e Maior Público de Dança (por Goldberg).

Ballet Jovem Palácio das Artes em Mariana

Data: 21 de junho

Horário: 20h

Local: Centro de Cultura SESI-Mariana (Rua Frei Durão, 22 – Centro)

Classificação: Livre

Entrada Gratuita

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/ballet-jovem-palacio-das-artes-se-apresenta-em-mariana/

Governo de Minas: Big Band Palácio das Artes se apresenta em Araxá nesta sexta-feira

Músicas de grandes compositores estão no programa da apresentação; a entrada é gratuita

Paulo Lacerda / FCS
Big Band faz parte da política cultural do Governo do Estado de estímulo às artes
Big Band faz parte da política cultural do Governo do Estado de estímulo às artes

A Big Band Palácio das Artes, projeto de fomento ao jovem artista da Secretaria de Estado de Cultura, por meio da Fundação Clóvis Salgado, se apresenta na cidade de Araxá, na região do Alto Paranaíba, nesta sexta-feira (22). A apresentação acontece na Fundação Cultural Calmon Barreto de Araxá, no centro da cidade.

No programa do show estão músicas de grandes nomes do jazz, como Duke Ellington (“I don’t mean a thing”) e Billie Holiday (“Georgia on my mind”); e de músicos populares, como John Lennon e Paul McCartney (“Come together”), Santana (“Oye como va”) e Jorge Ben Jor (“Mas que nada”).

Sob regência do maestro e arranjador cubano Nestor Lombida, titular da Big Band Palácio das Artes, o show tem início às 22h30 e a entrada é gratuita.

Programa da apresentação:

1. Samba do Gringo

2. White Heat – Jeff  Jarvis

3. In the Mood – Joe Garland

4. Come together – John Lennon e Paul McCartney

5. Groovin’ High – Dizzy Gillespie

6. Georgia on my mind – Billie Holiday

7. Just the Two of us – Ralph Macdonald, William Salter e Bill Withers

8. Oye como va – Santana

9. Mas que nada – Jorge Ben

10. The Joy of Cookin’ – Sammy Nestico

11. I don’t mean a thing – Duke Ellington

12. Wind Machine – Sammy Nestico

13. Night Train – Jimmy Forrest

14. Night in Tunisia – Dizzy Gillespie

15. Triller – Rod Temperton

Sobre a Big Band Palácio das Artes

Formada há cinco anos como projeto da Escola de Música do Centro de Formação Artística da Fundação Clóvis Salgado (Cefar), a Big Band faz parte da política cultural do Governo do Estado de estímulo à criação, pesquisa e profissionalização de jovens talentos neste gênero musical.

Sob regência do maestro e arranjador cubano Nestor Lombida, a Big Band Palácio das Artes cumpre intensa agenda, apresentando-se em diversos espaços de Belo Horizonte e em outras cidades de Minas Gerais, integrando o projeto de interiorização da Secretaria de Estado de Cultura. A Big Band Palácio das Artes também participa do circuito de programações de jazz do Estado, estando presente em edições do Savassi Jazz Festival, do Jazz Gerais, e do festival Tudo é Jazz.

Serviço

Big Band Palácio das Artes em Araxá

Data: 22 de junho

Horário: 22h30

Duração: 1h

Local: Fundação Cultural Calmon Barreto de Araxá, Praça Artur Bernardes, 10 – Centro

Classificação: Livre

Entrada Gratuita

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/big-band-palacio-das-artes-se-apresenta-em-araxa-nesta-sexta-feira/

Gestão Eficiente: Anastasia elogia trabalho voltado para a educação de crianças e jovens carentes

Governador participou da comemoração dos dez anos da Ação Mineira para a Educação

Wellington Pedro/Imprensa MG
Anastasia destacou a importância da AME, entidade presidida por Cristiana Parizzi, na formação de cidadãos
Anastasia destacou a importância da AME, entidade presidida por Cristiana Parizzi, na formação de cidadãos

O governador Antonio Anastasia participou, na noite de segunda-feira (04/06), no Teatro Sesiminas, em Belo Horizonte, da solenidade de comemoração dos 10 anos da Ação Mineira para a Educação (AME). A organização não-governamental tem como objetivo educar para a cidadania, com ações que promovam a qualidade de vida de grupos socialmente vulneráveis e desenvolvam a cultura do voluntariado.

Durante pronunciamento, Anastasia destacou a importância da AME, entidade presidida por Cristiana Parizzi, na formação de cidadãos. O governador ressaltou que o trabalho voltado para a educação proporciona oportunidades de melhoria de vida para crianças e adolescentes carentes. “O trabalho desempenhado pela entidade é um exemplo de doação dos voluntários e dos profissionais de educação que se dedicam aos jovens e crianças que necessitam”, disse Antonio Anastasia.

Também estiveram presentes à solenidade a secretária de Estado de Cultura, Eliane Parreiras; o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Olavo Machado Júnior; o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Andrade.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/anastasia-elogia-trabalho-voltado-para-a-educacao-de-criancas-e-jovens-carentes/

Governo de Minas: Música Figurata faz apresentação no Museu Mineiro do Circuito Cultural Praça da Liberdade

 

Grupo apresenta peças de Antônio Vivaldi, Tomás Antônio Gonzaga e Alessandro Scarlatti, com entrada gratuita

Pill Glor
Grupo Música Figurata fará o concerto de abertura do Projeto “Música, Poesia e Drama”
Grupo Música Figurata fará o concerto de abertura do Projeto “Música, Poesia e Drama”

O Museu Mineiro, órgão vinculado à Superintendência de Museus e Artes Visuais da Secretaria de Estado de Cultura, e que integra o Circuito Cultural Praça da Liberdade, recebe nesta quarta-feira, às 19h30, o Grupo Música Figurata, que fará o concerto de abertura do Projeto “Música, Poesia e Drama: a ópera da Itália Renascentista ao Brasil Imperial”.

O evento faz parte das comemorações dos 30 anos de fundação do Museu Mineiro e integra a programação da 10ª Semana Nacional de Museus, que tem como tema este ano “Museus em um mundo em transformação: novos desafios, novas inspirações”.

O grupo composto pelos músicos: Robson Bessa (Cravo e Direção Musical); Gustavo Bracher (Guitarra Barroca e Teorba); Raoni Guerra (Baixo-barítono); Sérgio Anders (Contra-Tenor); André Cavazotti e Waldir Gomes (Violino Barroco) e Felipe Abreu (Violoncelo Barroco), apresentará peças de Antônio Vivaldi, Tomás Antônio Gonzaga e Alessandro Scarlatti.

A apresentação é gratuita. A distribuição de ingressos será realizada com 30 minutos de antecedência.

Serviço:

Evento: Grupo Música Figurata – abertura do projeto “Música, Poesia e Drama: a ópera da Itália Renascentista ao Brasil Imperial”

Horário: 19h30

Local: Sala das Colunas – Museu Mineiro, Av. João Pinheiro, 342 – Funcionários, Belo Horizonte

Telefone: (31) 3269-1103

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/musica-figurata-faz-apresentacao-no-museu-mineiro-do-circuito-cultural-praca-da-liberdade/

Gestão Anastasia: secretaria de Estado de Cultura assina convênio para continuidade do programa Música Minas em 2012

Convênio será de R$ 1,1 milhão para estruturação e desenvolvimento da cadeia produtiva da música

A Secretaria de Estado de Cultura assina convênio com o Fórum da Música de Minas Gerais, no dia 10 de maio, para garantir a continuidade do programa Música Minas em 2012. A solenidade será realizada no Teatro João Ceschiatti, no Palácio das Artes, e contará com a presença da secretária Eliane Parreiras e de representantes das entidades que compõem o Fórum da Música. O valor total do convênio da edição 2012 será de R$ 1,1 milhão.

Voltado para a estruturação e o desenvolvimento da cadeia produtiva da música produzida em Minas Gerais, o programa foi criado em 2009 por meio de parceria inédita e bem sucedida entre a sociedade civil e o Estado.

A gestão do programa é feita pela Secretaria de Estado de Cultura, com dotação orçamentária do Governo de Minas, em parceria com o Fórum da Música de Minas Gerais, que reúne entidades representativas da música no Estado – Ammuce (Associação dos Amigos do Museu Clube da Esquina), Comum (Cooperativa da Música de Minas), FEM (Fora do Eixo Minas), Grupo Cultural NUC, Rede Catitu, SIM (Sociedade Independente da Música) e Vale Mais (Instituto Sociocultural do Jequitinhonha).

Durante seus três anos de existência, foram contemplados artistas dos mais diversos gêneros, a exemplo de nomes como Affonsinho, Aline Calixto, Babilak Bah, Berimbrown, Black Sonora, Capim Seco, Cartoon, Dead Lover’s Twisted Heart, Éderson Urias, Eminence, Érika Machado, Flávio Henrique, Flávio Renegado, Fusile, Gilberto Mauro, Graveola e o Lixo Polifônico, Kdu dos Anjos, Kiko Klaus, Lúdica Música, Mariana Nunes, Mestre Jonas, Orquestra Ouro Preto, Patrícia Ahmaral, Raquel Coutinho, Samba de Luiz, Tabajara Belo, Transmissor, Vander Lee, entre outros importantes representantes da multiplicidade musical do Estado.

Com resultados expressivos, o programa é reconhecido internacionalmente pelos resultados obtidos na divulgação da música mineira, além de ser um dos principais responsáveis por Minas Gerais ser o estado brasileiro que atualmente mais exporta e divulga a música produzida em seu território.

Trajetória

Desde o seu lançamento, em 2009, o programa beneficiou cerca de 740 artistas, por meio de 173 propostas selecionadas pelos Editais de Circulação Estadual, Circulação Nacional, Circulação Internacional e Intercâmbio. Também contaram com a presença de artistas mineiros as mais importantes Feiras e os mais renomados eventos internacionais

Interiorização

Para fortalecer o programa Música Minas, foi iniciada em 2011, em 25 municípios mineiros, uma ação de interiorização com o objetivo de mapear a produção musical, apresentar o programa e incentivar a participação de artistas e agentes culturais do interior do Estado. Após essa ação, foi registrado um aumento considerável de participação de artistas do interior de Minas no editais do programa.

Novidades

Para a edição de 2012, estão previstos o lançamento de mais um edital para a seleção de artistas que irão compor a Coletânea Música Minas, apresentando trabalhos dos mais diversos gêneros e estilos, além de um livro focado na trajetória do programa e a tradução do Portal Música Minas para o inglês e espanhol. Também para esse ano, as ações de interiorização serão ampliadas para atingir mais 28 municípios.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/secretaria-de-estado-de-cultura-assina-convenio-para-continuidade-do-programa-musica-minas-em-2012/

Gestão Anastasia: Governo de Minas promove curso de capacitação para gestores de bibliotecas públicas municipais

Ação integra o programa “Construindo uma Minas leitora”, que implementa bibliotecas em municípios do interior, moderniza seus acervos e capacita seus gestores

A Superintendência de Bibliotecas Públicas de Minas Gerais, unidade da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), por meio da Diretoria do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas Municipais (SEBPM), realiza, de 22 a 24 de maio, o curso “Literatura: importância, mediação e suas formas de atuação dentro da biblioteca pública municipal”.

A ação integra o programa “Construindo Uma Minas Leitora”, que além de implementar bibliotecas nos municípios do interior do Estado, moderniza seus acervos e capacita seus gestores. De 2005 a 2012, o programa beneficiou 199 municípios, com a criação de 146 bibliotecas e modernização de outras 53. No período de 2007 a 2011, foram realizados 27 cursos e capacitação de 948 gestores.

“Os cursos de capacitação, já consolidados na atuação do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas Municipais, visam à melhoria dos trabalhos realizados nas bibliotecas do Estado”, explica a diretora do SEBPM, Michelle Venuto.

A iniciativa é destinada a gestores e bibliotecários que atuam em bibliotecas públicas municipais, e tem como objetivo discutir e refletir a importância da literatura, visando à mediação da leitura literária, bem como o que vem a ser uma ação cultural dentro da biblioteca pública.

O curso será realizado no teatro da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa, em Belo Horizonte. Mais informações e inscrições pelo telefone (31) 3269-1202 ou pelo e-mail sistema.sub@cultura.mg.gov.br.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-promove-curso-de-capacitacao-para-gestores-de-bibliotecas-publicas-municipais/

Governo de Minas: Filme Girimunho estreia em BH após várias premiações internacionais

Longa metragem patrocinado pelo projeto Filme em Minas, do Governo do Estado, tem como cenário o Rio São Francisco

Divulgação / SEC
Filme retrata vida de comunidades no entorno do rio São Francisco
Filme retrata vida de comunidades no entorno do rio São Francisco

Após conquistar prêmios dos festivais de Veneza, Nantes, Havana, Mar Del Plata, o filme Girimunho, de Clarissa Campolina e Helvécio Martins Jr, estreia neste fim de semana em Belo Horizonte. Além de ser genuinamente mineira, tanto na temática quanto na produção, a obra foi realizada com recursos oriundos de dois editais do Filme em Minas (produção e distribuição), programa da Secretaria de Estado de Cultura (SEC) voltado para o setor áudio visual.

Depois de estrear em festivais internacionais de cinema, o filme foi exibido no Brasil, pela primeira vez, no Festival do Rio e depois participou das mostras de São Paulo, Tiradentes e da Janela do Recife. Neste mês de abril, o longa-metragem inicia seu percurso no circuito comercial dos cinemas brasileiros. Na capital mineira, ele ficará em cartaz no ‘Cine Belas Artes’ a partir dessa sexta-feira (27) , com exibições às 15h30 e 19h30. No sábado (28), terá exibição especial para a comunidade da cidade de São Romão, Norte de Minas, onde foi rodado.

Tendo como cenário os entornos do Rio São Francisco e a cidade de São Romão, no Norte de Minas, o filme começou a ser gestado há oito anos, quando os diretores trabalhavam no projeto Cinema no Rio, que tem a proposta de introduzir as comunidades ribeirinhas do São Francisco no universo cinematográfico, levando até essa população curtas e longas-metragens. Inseridos e familiarizados já com as paisagens e costumes locais, os diretores iniciaram as filmagens de Girimunho.

No enredo da obra, os contrastes estão em evidência. A dualidade da vida é exposta, denotando o movimento ao qual estamos todos regidos ao longo do caminho. Essa bilateralidade é percebida pela trajetória das personagens ‘Bastu’ e ‘Maria do Boi’.

É também marcante no filme a exaltação da vida pitoresca do sertão brasileiro de Guimarães Rosa, que é explicitada com carga subjetiva, pela vivência rica das personagens, que comungam de uma sabedoria ímpar calcada nas experiências empíricas adquiridas durante o percurso da vida, e somada ao aprendizado obtido nas tradições das gerações anteriores.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/filme-girimunho-estreia-em-bh-apos-varias-premiacoes-internacionais/