Arquivos do Blog

Gestão Anastasia: evento voltado ao empreendedorismo pela web tem apoio do Governo de Minas

Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude é parceira da 3ª edição do Pitch Digital, realizada no museu Inhotim, em Brumadinho

A Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (SEEJ), por meio da Subsecretaria da Juventude, apoiará, neste sábado (23), a 3ª edição do Pitch Digital. O evento, que acontecerá no museu Inhotim, em Brumadinho, é uma oportunidade para novos empreendedores apresentarem suas ideias a investidores nacionais e estrangeiros e um ambiente propício para discussão de novas tecnologias digitais.

Organizado pelo Grupo Login, com apoio organizacional da Associação Brasileira de Startups, o evento conta com as parcerias da SEEJ, do Google,  Sebrae-MG e curadoria da Aceleradora.

Dinâmica

Cada pitch – palavra em inglês que significa vender rapidamente a ideia de uma startup (apresentação de ideias), e que inspirou o nome do evento – será exposto a uma banca de investidores que avaliará as propostas e decidirá quem deve levará os prêmios oferecidos pelos patrocinadores.

A plateia também participa apostando em uma startup como vencedora, que poderá levar 50% do valor das inscrições pagas pelos seus apostadores.

Serão oferecidos dois ônibus com vaga para 80 pessoas gratuitamente. Eles sairão da Savassi para Inhotim e retornarão no final do evento. O valor da entrada até o dia 21 de junho é de R$ 65,00. No dia do evento o preço vai para R$ 80,00. Patrocinadores, plateia ou empreendedores podem se inscrever no Pitch Digital pelo site www.pitchdigital.com.br.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/evento-voltado-ao-empreendedorismo-pela-web-tem-apoio-do-governo-de-minas/

Gestão Anastasia: Uberlândia é a segunda cidade que mais abre novas empresas em Minas Gerais

Por meio do programa Minas Fácil, 23.658 empresas foram instaladas, em tempo médio de oito dias, no município

As cartilhas são uma parceria do Minas Fácil com o Sebrae, e orientam os empresários sobre abertura e manutenção de uma empresa

Desde 2007, quando foi implantado o serviço Minas Fácil, gerido pela Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg), em Uberlândia, 23.658 novas empresas foram abertas, trazendo benefícios para a cidade do Triângulo Mineiro. Mensalmente, são cerca de 260 empresas constituídas, com destaque para comércio, serviços e indústria, que fazem de Uberlândia a segunda no ranking em Minas Gerais, atrás apenas de Belo Horizonte.

O Minas Fácil garante aos empreendedores mineiros mais facilidade e agilidade para abrir seu próprio negócio. Em média, a formalização se dá em oito dias. Antes do programa, o prazo médio para constituir o negócio era de 90 dias e o empreendedor tinha que percorrer vários órgãos para finalizar o processo de registro.

De acordo com a coordenadora do Minas Fácil em Uberlândia, Dilvânia Arantes, o bom momento econômico, bem como a facilidade de abertura de empresas, possibilitam a entrada de novos empresários no mercado de trabalho. “Garantimos todo o processo com agilidade e comodidade em apenas oito dias, além de orientarmos os usuários, através de cartilhas, com informações sobre planejamento, abertura, formalização, financiamento e capacitação de empresas, juntos com parceiros como o Sebrae-MG e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico. Estimulamos a formalidade e, ainda, a possibilidade de mais investimentos para o município através da arrecadação de impostos”, disse.

Empresário e dono de um escritório de contabilidade há 20 anos, Areno Cardoso da Silva constitui mensalmente dez empresas em Uberlândia e municípios vizinhos. Para ele, o Minas Fácil, por reunir em um único espaço órgãos e entidades responsáveis pela abertura de empresa, facilita todo o processo, desde o trabalho no escritório, que conta com a colaboração de 32 funcionários, à satisfação do cliente, que rapidamente está com toda a documentação aprovada.

“Antes, era necessário irmos à Junta Comercial, Receitas Federal e Estadual e outros órgãos, com longos prazos para a consolidação das empresas. Agora, em um único local temos toda a documentação analisada e o melhor, CNPJ e inscrição estadual liberados em, no máximo, oito dias”, comemora o empresário. Areno lembra, ainda, que nove consultas para abertura de empresas estão no Minas Fácil neste momento. “Recentemente, consolidamos uma empresa em apenas três dias, muito ágil”, comentou.

Aumento ano a ano

Dados da Jucemg apontam crescimento ano a ano em Uberlândia e região. Em 2011, foram constituídas 7.516 empresas na cidade, cerca de 30% a mais que no ano anterior, com 5.406 aberturas.

O mesmo crescimento também foi observado nas unidades Jucemg Minas Fácil instaladas em Araguari, Ituiutaba e Uberaba. Na comparação entre os anos de 2010 e 2011, o crescimento foi cerca de 12%, ou seja, 472 novas empresas a mais em toda a região.

Para 2012, a perspectiva também é de aumento, como demonstram os números nos cinco primeiros meses. Em Uberlândia já são 3.377 novos estabelecimentos; Uberaba (1.037); Araguari (347) e Ituiutaba (285).

De acordo com a secretária municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rosalina Vilela, esses números são resultado de políticas públicas voltadas para os micro e pequenos empreendedores, em parceria com o Governo de Minas, para a abertura de negócios realizados de modo simplificado em Uberlândia.

“Desde que aderimos ao Programa Minas Fácil, Uberlândia ratificou a sua competência como cidade ideal para instalação de novos negócios. Passou a reunir todos os requisitos para o sucesso empresarial. São avanços históricos que geram emprego, renda e melhor qualidade de vida à nossa população”, afirmou.

Para o empresário Milton Damasceno Júnior, este ano se torna mais importante, pois a abertura da nova empresa no último mês vai garantir a expansão dos negócios. Em apenas seis dias, sua empresa de locação de maquinário para a construção civil já contava com CNPJ e inscrição estadual. “Me surpreendi com a rapidez para a formalização da empresa. Vamos trabalhar com máquinas importadas da China em Uberlândia e Goiânia, e a agilidade permitiu o início do processo de importação mais rapidamente”, falou.

Minas Fácil

O Minas Fácil, criado pelo Governo de Minas em 2004, é uma iniciativa do Projeto Estruturador Descomplicar, coordenado pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e de responsabilidade operacional da Junta Comercial do Estado. Presente atualmente em 91 municípios, tem por objetivo prestar atendimento simplificado, interligar os principais órgãos públicos envolvidos na abertura de empresas e trazer mais agilidade para o empreendedor na formalização de negócios. O passo a passo para abertura da empresa e a lista de todas as unidades está disponível no site da Jucemg.

Atualmente, mais de 60% das empresas no Estado são concebidas por meio do serviço Minas Fácil. Praticamente todo o sistema de abertura é feito por meio da Internet. A simplificação na abertura de um empreendimento pode ser medida pelos números da Junta Comercial. Desde setembro de 2005, quando foi implantado o Minas Fácil, foram abertas no Estado 111.067 novas empresas. Pesquisa de satisfação realizada entre os usuários do Minas Fácil apontou um índice de 91% de ótimo e bom nos serviços de atendimento.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/uberlandia-e-a-segunda-cidade-que-mais-abre-novas-empresas-em-minas-gerais/

Governo de Minas: Superagro 2012 recebeu público de 70 mil pessoas em oito dias de feira

A feira é uma promoção do Governo de Minas, por meio da Seapa e do IMA, da Faemg e do Sebrae-MG

Terminou, no último domingo (10), uma das edições mais diversificadas da Superagro, que contou com a presença de diversos segmentos do agronegócio. Em oito dias, a 8ª edição da feira recebeu público de cerca de 70 mil pessoas.

A Superagro é uma promoção do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e Sebrae-MG.

O secretário de Agricultura de Minas Gerais, Elmiro Nascimento, lembrou que a Superagro mostrou mais uma vez a diversidade do agronegócio mineiro. “O evento já se consolidou como sinônimo de sucesso, devido à variedade de atrativos que é oferecida ao público que visita a feira e pela oportunidade de realização de bons negócios. Minas se destaca tanto na agricultura familiar quanto na agricultura empresarial”, enfatizou.

Para o presidente da Faemg, Roberto Simões, “o evento foi um sucesso. Fui informado que houve expositores que precisaram sair para buscar mais mercadorias”, disse.

Neste ano, cerca de 4 mil pessoas trabalharam na Superagro, o que confirma o evento como importante gerador de empregos em Belo Horizonte.

Leilões

Neste ano, a Superagro realizou sete leilões e o faturamento chegou a cerca de R$ 5 milhões. “Esse desempenho mostra que obtivemos bons resultados. Mais uma vez a Superagro se confirmou como um evento de sucesso. Além dos negócios que propicia entre empresas e produtores, a Superagro é também uma festa popular”, ressaltou diretor-geral do IMA, Altino Rodrigues Neto.

O ranking dos sete pregões realizados na Superagro teve como líder o Leilão São Judas Tadeu e Atalho, da raça campolina, que faturou R$ 1,120 milhão, com a venda de 35 lotes de animais. Em seguida vieram o Leilão Guzerá Villefort e Convidados, com faturamento de R$ 1,075 milhão e venda de 32 lotes de animais, e o Leilão Pampa, que rendeu R$ 800 mil com a venda de 40 animais vendidos.

PUCVET e Minas Leite

A Oitava edição da Superagro trouxe muitas novidades. Entre elas o PUCVET, evento técnico-científico sobre odontologia equina, bovinocultura de leite e pequenos animais, realizado pela PUC Minas (Unidade Betim). As palestras reuniram cerca de 1800 inscritos em 20 atividades realizadas, entre debates, mesas-redondas, palestras e minicursos. “Ficou evidenciada a importância da parceria entre as instituições ligadas à produção de conhecimento com uma feira de negócios”, afirmou a coordenadora do PUCVet, Maria Coeli Gomes Reis Lage.

Novidade também com o Seminário do Programa Minas leite, que reuniu cerca de 600 produtores de várias regiões do Estado, além de estudantes de medicina veterinária e profissionais com atuação no setor. “O Seminário teve um impacto bastante positivo junto aos produtores, principalmente porque foram escolhidos temas próximos à realidade, ao dia a dia do pecuarista”, avaliou a assessora Técnica da Seapa e coordenadora do seminário, Alessandra Félix Sena Botelho.

Durante a Superagro, foram premiados os vencedores do segundo concurso de redação com o tema “O leite nosso de cada dia”. O concurso foi promovido pelo Programa Minas Leite, da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), com o apoio das secretarias de Estado de Educação e de Defesa Social e do Sindicato da Indústria de Laticínios do Estado de Minas Gerais (Silemg). O objetivo do concurso foi despertar a conscientização dos alunos das escolas estaduais mineiras sobre a importância do leite e derivados na alimentação diária.

Pratos sofisticados

Outra novidade que agradou ao público foi a cozinha experimental do Senac-MG, que realizou oficinas em que os participantes aprenderam o preparo de receitas com produtos da agricultura familiar. Foram 12 oficinas, com público total de 364 pessoas. “Esta iniciativa propiciou aos alunos do Senac-MG a oportunidade de exercitar a criatividade e de se informar a respeito de nossa cultura, utilizando novos insumos. O público teve acesso a novas receitas e aos produtos, o que incrementou as vendas nos estandes. Por outro lado, o agricultor pôde ver seu produto transformando numa prato saboroso e sofisticado”, avaliou a coordenadora de Apoio às Organizações Rurais da Superintendência de Agricultura Familiar da Secretaria de Agricultura de Minas e da Cozinha Experimental, Giselle Renault.

Bicampeonato e agricultura familiar

Pelo segundo ano consecutivo, o produtor José Baltazar da Silva, do município de São Roque de Minas (Região da Canastra) venceu o Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal que, neste ano, realizou sua quinta edição. “Eu não esperava acontecer de novo, e não estou nem acreditando. Fiquei muito feliz com o resultado”, afirmou o produtor, conhecido na região como Zé Mário. A agricultura familiar também esteve presente, com 42 estandes trazendo diversos produtos. “Os produtos tiveram boa saída, especialmente o queijo, mas todos os outros como mel, artesanato e aqueles do agroextrativismo tiveram boa receptividade junto ao público”, informou a assessora Técnica da Secretaria de Agricultura e coordenadora da Vila da Agricultura Familiar, Ignes Botelho Figueiredo Matias.

Expovet

Na sua terceira edição consecutiva, a Expovet – Feira de Negócios, Serviços e Produtos Pet e Veterinários – registrou a participação de 85 expositores. “O aumento foi de 20% em relação ao número de participantes do ano passado”, afirmou a organizadora do evento, Fabiana Braz. Ela ainda disse que a feira recebeu a visita de pessoas de 310 cidades mineiras.

Expocachaça

Parte do calendário cultural de Minas Gerais há 15 anos, a Expocachaça encerrou sua 20ª edição se consagrando, mais uma vez, como a principal feira nacional do setor. O evento apresentou aos visitantes, empresários e apreciadores, aproximadamente 450 rótulos de cachaças de todo o país, além da participação do Mercadão de São Paulo, com a Família Mendonça. Outro diferencial desta edição foram as apresentações culturais.

Para o diretor de Marketing da Expocachaça, José Lúcio Mendes, esta edição foi inesquecível. “Conseguimos oferecer ao público um evento coletivo, onde negócios e entretenimento cultural foram os grandes aliados”, disse.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/superagro-2012-recebeu-publico-de-70-mil-pessoas-em-oito-dias-de-feira/

Governo de Minas: Vice-governador Alberto Pinto Coelho participa da abertura oficial da Superagro

A expectativa dos organizadores é receber mais de 70 mil visitantes no Expominas

A Superagro Minas realiza amanhã (07), às 11h, no auditório do Expominas de Belo Horizonte, a solenidade de abertura oficial da feira. A cerimônia será presidida pelo vice-governador Alberto Pinto Coelho, com a presença de autoridades e lideranças do agronegócio mineiro.

Após a solenidade, terão início os eventos da Superagro nos pavilhões do Expominas, como a Expocachaça, trazendo entre as novidades o festival, e a Expovet com um variado leque de produtos para nutrição, saúde e bem-estar animal, como ofurôs para relaxamento. Terá início também a Vila da Agricultura Familiar, com a venda direta de produtos do campo para consumidores como queijos, temperos, doces, biscoitos e um rico artesanato rural. Outra novidade que terá início amanhã é a Cozinha Experimental do Senac,  com oficinas gratuitas para o público, ensinando o preparo de receitas com os  produtos da agricultura familiar. O Seminário Minas Leite também começa  com  participação de produtores de diversas regiões do Estado.

A Superagro iniciou suas atividades no domingo (3), com a 52ª Exposição Estadual Agropecuária. Tradicionalmente, a exposição registra a participação de animais de várias raças entre bovinos, equinos, caprinos, ovinos e bubalinos.  Os dois leilões já realizados este ano (gir leiteiro e guzerá) somaram  R$ 1,8 milhão.

Nesta quarta (6), teve início a PUCVET, iniciativa da PUC Minas – Unidade Betim, com um ciclo de palestras sobre odontologia equina, bovinocultura de leite e pequenos animais.

A Superagro prossegue até o próximo domingo (10). Os organizadores estimam público superior ao de 2011, que foi aproximadamente de 70 mil pessoas.

A Superagro é uma promoção do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e Sebrae-MG.

Serviço:

Solenidade de abertura oficial da Superagro Minas 2012

Data: 7 de junho (quinta-feira)

Horário: 11 horas

Local: Auditório do Expominas – Avenida Amazonas – 6030 – Belo Horizonte

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/vice-governador-alberto-pinto-coelho-participa-da-abertura-oficial-da-superagro/

Governo de Minas: primeiro leilão da Superagro 2012 fatura R$ 737 mil

Cerca de 400 pessoas participaram do pregão que negociou a venda de 32 animais

Evandro Fiuza / Divulgação
Animais negociados são de grande valor para a produção leiteira
Animais negociados são de grande valor para a produção leiteira

O primeiro dia de leilões da Superagro 2012, nesta segunda-feira (04), no Parque de Exposições da Gameleira, movimentou cerca de R$ 737 mil com a venda de 32 animais gir leiteiro. O lote mais caro foi arrematado por R$ 105 mil, com a venda de metade da fêmea “Imaginação de Silvânia”.  Conforme Virgílio Villefort, promotor do evento, o gir leiteiro passa por um período de acelerado desenvolvimento. “Os animais desta raça se adaptam muito bem ao clima tropical por serem rústicos,” explicou. Até o sábado (09), serão realizados mais seis leilões de exemplares de bovinos e equinos.

Nesta terça-feira (05), no Parque da Gameleira, continuaram os julgamentos de bovinos (gir leileiro e guzerá) e de equinos (pôneis e mangalarga marchador). Nesta quarta (6), terá início o PUCVET, com palestras sobre odontologia equina, bovinocultura de leite e pequenos animais. Na quinta-feira (7), terão início as atrações do Expominas (Expovet, Expocachaça e Vila da Agricultura Familiar, entre outros).

A Superagro Minas 2012 vai até o domingo, 10,  no complexo Parque de Exposições da Gameleira /Expominas, em Belo Horizonte.  A realização é do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e Sebrae-MG.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/primeiro-leilao-da-superagro-2012-fatura-r-737-mil/

Governo de Minas: Centro Mineiro de Referência em Resíduos ensina a transformar lixo em artesanato

Resultado representa um benefício para o meio ambiente e, ainda, geração de renda para a população

O Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR), em Belo Horizonte, ensina a transformar lixo em artesanato. O resultado representa um benefício para o meio ambiente e, ainda, geração de renda para a população.

Segundo o coordenador da Escola de Gestão de Resíduos, Daniel Dias, qualquer pessoa pode participar das oficinas do CMRR. Diariamente, são produzidos cerca de 20 mil toneladas de resíduos em Minas Gerais.

O Centro Mineiro de Referência em Resíduos é um programa do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam) e do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), em parceria com Sebrae-MG.

Através de uma iniciativa pioneira no Brasil, o Centro Mineiro de Referência em Resíduos atua como núcleo irradiador de informações, projetos e parcerias com a finalidade de estimular a reflexão e a ação da cidadania para os desafios da gestão integrada de resíduos.

O objetivo é promover a articulação entre os setores público e privado, terceiro setor, comunidade acadêmica e sociedade civil na busca por alternativas para transformar resíduos em oportunidades de trabalho, renda e preservação dos recursos naturais.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/centro-mineiro-de-referencia-em-residuos-ensina-a-transformar-lixo-em-artesanato/

Governo de Minas: Exposição Estadual Agropecuária, na Superagro, começa premiando raças leiteiras

Minas Gerais lidera a produção nacional de leite e possui o segundo maior rebanho de bovinos do país.

Divulgação SEAPA
Girolanda é destaque no julgamento
Girolanda é destaque no julgamento

A Superagro Minas iniciou ontem no domingo (3) a sua oitava edição, com a inauguração da Exposição Estadual Agropecuária, primeiro evento da programação da feira.  Até o domingo (10), a Exposição vai apresentar  os melhores exemplares de diversas raças de bovinos e equídeos, além dos caprinos,  ovinos e búfalos.

Entre os destaques dos julgamentos realizados nesta segunda (4), está a premiação da fêmea girolando Barbie, da fazenda Girolando Atual, de Paraopeba, região Central de Minas Gerais.  O animal venceu na categoria três quartos: Cruzamento do meio sangue girolando com o holandês puro.  O exemplar foi eleito entre 29 animais com os melhores sistemas  mamário, de úbere, estrutura corporal e aprumos. “Estou satisfeito em receber o prêmio, pois significa o reconhecimento ao nosso trabalho”, disse o criador e proprietário do animal, Rangel Queiróz, que mantém 250 animais da raça em sua fazenda em Paraopeba.

A fêmea Barbie apresentou média de 4.500 kg de leite por lactação no ano passado. Além de produtiva, esta fêmea possui alta eficiência reprodutiva. De acordo com o zootécnico da Associação Brasileira dos Criadores do Girolando, Jesus Lopes Junior, a eficiência reprodutiva da raça é seu ponto forte. “A fertilidade é melhor quando o animal está em seu clima ideal. Além disso, o aparelho reprodutivo das matrizes é perfeito, corrigindo até os problemas que são notados nas raças puras”, explicou o zootécnico, destacando também o potencial reprodutivo do touro girolando.

A origem do primeiro Girolando no Brasil ocorreu em 1940, com o cruzamento das raças gir e holandês. “O objetivo dos criadores era que as duas raças se complementassem com rusticidade e produtividade.  A multiplicação desses animais foi acelerada  e a raça é encontrada em todo o país. Hoje, há cerca de 1 milhão de cabeças registradas pela Associação”, informou Lopes.

Além dos exemplares girolando, o segundo dia da Superagro realizou julgamentos também de animais da raça gir leiteiro e pônei.

Liderança Mineira

Minas Gerais lidera a produção nacional de leite, com 8,4 bilhões de litros/ano, o que equivale a mais ou menos 27% da produção nacional. O Estado possui o segundo maior rebanho de bovinos do país, com 23,8 milhões de cabeças. Na Exposição Agropecuária os produtores apresentam os resultados dos investimentos realizados para a melhoria genética dos rebanhos, o que se verifica por meio dos julgamentos dos animais em várias categorias, entre jovens e adultos. A Exposição Estadual Agropecuária é realizada pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas (Seapa) e pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA).

Pavilhão Expominas

Na quinta-feira (7) terão início os demais eventos da Superagro no Pavilhão Expominas, com as feiras Expovet,  Expocachaça e  Vila da Agricultura Familiar, além do Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal e da Cozinha Experimental do Senac ,com o preparo de pratos com produtos da  agricultura familiar.

A Superagro é uma promoção do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MG).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/exposicao-estadual-agropecuaria-na-superagro-comeca-premiando-racas-leiteiras/

Governo de Minas: Superagro 2012 começa neste domingo com abertura da 52ª Exposição Estadual Agropecuária

A feira, que prossegue até o domingo (10), deve receber público superior a 70 mil pessoas

A Superagro 2012 – feira do agronegócio mineiro – começa neste domingo (3), com a inauguração da 52ª Exposição Estadual Agropecuária, primeiro evento da programação. A feira, que prossegue até o domingo (10), é aguardada com otimismo pelos organizadores, que esperam público superior aos 70 mil visitantes do ano passado, e negócios entre R$ 30 milhões e R$ 40 milhões, além do faturamento com a venda de animais nos leilões.

A feira é realizada em um cenário favorável para os negócios do setor. Isto porque o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio mineiro deverá chegar neste ano ao valor R$ 119,4 bilhões, superior ao montante registrado no ano passado, de R$ 118 bilhões, de acordo com estimativa do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP.

A Superagro é uma promoção do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MG).

Julgamentos

Neste domingo (3), primeiro dia do evento, serão realizados os julgamentos de bovinos de leite das raças girolando e gir leiteiro, no Parque da Gameleira. Ao longo da semana, serão realizados os julgamentos de bovinos de leite das raças jersey e holandês e de corte (guzerá e brahman). A exposição terá a presença também de equinos das raças árabe, campolina, jumento pega, mangalarga marchador, pampa e pônei. Na segunda-feira (4), será aberta a agenda de leilões com o primeiro pregão de exemplares gir leiteiro. Até o sábado (9), serão realizados mais sete leilões com animais de diversas raças.

A programação da Superagro no Pavilhão Expominas terá início na quarta (6), com o evento PUCVet, da PUC Minas (Unidade Betim), que conta com palestras sobre odontologia equina, pequenos animais e bovinocultura de leite. Para participar destes eventos é necessário inscrição prévia.

Festival de caipirinhas e cozinha mineira

Na quinta (7), terão início os demais eventos, com a 20ª Expocachaça (trazendo como novidades o festival de caipirinhas e caipifrutas e as cervejas especiais do BrasilBier), a Expovet (com produtos para pequenos animais) e o Seminário do Programa Minas Leite.

Também na quinta, serão iniciadas as atividades da Vila da Agricultura Familiar, com a venda ao consumidor de produtos procedentes diretamente do campo, além das oficinas da cozinha experimental do Senac, que vão ensinar ao público o preparo de pratos com produtos da agricultura familiar.

O concurso que vai escolher o melhor queijo minas artesanal será realizado no dia 8 de junho.

Negócios

A Superagro conta também com a presença de empresas fornecedoras de insumos em geral para atividades do agronegócio, como tratores, ordenhas, material genético para inseminação de bovinos, veículos de carga e utilitários, entre outros. “Estamos confiantes com os bons negócios que deverão ser realizados durante a feira e no pós-evento, como sempre acontece, pois a Superagro já se consolidou como o momento em que produtores e empresas se encontram para compartilhar as novidades do mercado que dão suporte à atividade rural”, ressalta o secretário de Estado de Agricultura de Minas Gerais, Elmiro Nascimento.

Prévia

A PUC Minas (Unidade Betim) realizará no sábado (2), às 14h, no Parque da Gameleira, o lançamento oficial da prova que irá aferir a produção de leite de bovinos da raça gir leiteiro, com a participação da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) e da Associação Mineira dos Criadores de Gir Leiteiro (AMCgil).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/superagro-2012-comeca-neste-domingo-com-abertura-da-52a-exposicao-estadual-agropecuaria/

Governo de Minas: Leilões da Superagro 2012 colocarão à venda bovinos premiados na Expozebu

A expectativa é que o faturamento com as vendas chegue a R$ 3 milhões

A Superagro 2012 vai realizar três leilões de bovinos das raças brahman, gir leiteiro e guzerá e a expectativa dos organizadores é que o faturamento com as vendas destes animais chegue à casa dos R$ 3 milhões. Destaque para o leilão Guzerá Villefort e Convidados, que colocará à venda, na terça-feira, 5 de junho,  50% da doadora Demi Moore, grande campeã da raça guzerá na Expozebu 2012, realizada recentemente em Uberaba e, ainda, 50% do reprodutor Russo TE JF, a bola da vez da raça guzerá para leite.

Gir Leiteiro

No pregão “Gir Villefort e convidados” que acontece na segunda-feira, 4 de junho, serão colocados à venda 34 animais. De acordo com Virgílio Villefort, promotor do evento, a raça em Minas Gerais passa por um período de acelerado desenvolvimento. “O gir leiteiro se adapta muito bem ao clima tropical por ser rústico,” explicou. A capacidade produtiva e a rusticidade destacam o gir leiteiro como alternativa comercial de sucesso para o produtor rural. Conforme a Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro, a produção média do Gir Leiteiro (3.254 kg/305 dias) corresponde a mais de três vezes a média nacional (960 kg). A duração de lactação é de 307 dias (média diária de 12 kg de leite).

Guzerá

Serão 30 lotes à venda no pregão intitulado “Guzerá Villefort e Convidados”. “O maior rebanho de corte em Minas é o da raça nelore, mas o cruzamento desta com o guzerá permite o ‘choque de sangue’ para aumentar a precocidade e reduzir o tempo de abate em até seis meses. Por isso é grande  o potencial de crescimento do número de criadores e da produção de leite e de carne no Estado”, argumenta Villefort.

De acordo com a Associação dos Criadores de Guzerá do Brasil, a raça é de dupla aptidão, com algumas linhagens definidas para leite e a maioria do gado selecionada para carne. A expectativa é que os dois leilões Villefort registrem vendas de R$ 2,6 milhões.

Brahman

O 5º Super Brahman vai colocar à venda 26 lotes de animais de onze criatórios e a estimativa é que sejam movimentados em torno de R$ 400 mil, com preço médio de R$ 15 mil por animal. O leilão será realizado em 8 de junho (sexta-feira).  “A raça já se encontra bastante difundida no país e as características principais do gado são sua docilidade no trato e a maturação precoce. Com isso, sua carne apresenta maior maciez e maior conservação após o abate”, explica José Lamounier, criador e responsável pelo leilão da raça na Superagro 2012.

Lamounier informa que o preço médio de um animal da raça brahman no mercado é de R$ 5 mil para um touro reprodutor e R$ 4 mil para vaca. “Os lotes que vão a leilão são de animais geneticamente diferenciados, por isso sua valorização” argumenta. “A carne destes animais chega mais rápido ao mercado, com média de 22 meses para o abate, diferença de até um ano a menos em comparação com outras raças”, ressalta o responsável pelo leilão.

A Superagro Minas 2012 será realizada de 3 a 10 de junho, no complexo Parque de Exposições da Gameleira /Expominas, em Belo Horizonte.  A realização é do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e Sebrae-MG.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/leiloes-da-superagro-2012-colocarao-a-venda-bovinos-premiados-na-expozebu/

Governo de Minas: Vila da Agricultura Familiar na Superagro traz a BH produtos do campo

Visitantes terão a oportunidade de conhecer, degustar e comprar as delícias do campo

Atividade de destaque no Estado, a agricultura familiar responde por expressiva produção agrícola, reunindo aproximadamente 1,2 milhão de pequenos agricultores. A Superagro 2012 é uma oportunidade de apresentar esses produtos para consumidores e empresas de atacado e varejo. Na Vila da Agricultura Familiar, espaço especialmente destinado ao setor, os agricultores poderão realizar novos negócios, ampliando sua participação no mercado.

Para o público, a Vila traz a oportunidade de conhecer, degustar e comprar as delícias do campo, algumas revisitadas em receitas que valorizam a cultura e a culinária mineira. Destaque para os produtos do agroextrativismo, que serão inclusive matéria-prima para as receitas da Cozinha Experimental, em nove oficinas destinadas ao público e aos produtores.

Uma das novidades desta edição é o destaque de alguns produtos em ilhas individuais, reunindo produtos orgânicos, queijos, agroindústria e agroextrativismo. As reservas indígenas das tribos maxacali e tapajós de Carmésia, Ladainha, Açucena e Santa Helena apresentarão peças em artesanato, bijuterias e objetos de decoração.  Além disso, a vila contará com a participação da Cooperativa dos Piscicultores do Alto Médio São Francisco, de Morada Nova, que produzem filé de peixe. Será realizado na vila, ainda, o 6º Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal.

A ilha destinada aos produtos do agroextrativismo apresentará ainda uma sorveteria, que vai utilizar alguns frutos do cerrado como coquinho azedo, pequi, cagaita e cajá-manga. Pouco conhecidos para os paladares urbanos, os produtos e sabores apresentados na vila prometem cair no gosto de todos os mineiros e incorporar mais um pouco do campo à capital.

A Vila da Agricultura Familiar terá a produção de cerca de 200 produtores de diversas regiões, distribuídos entre os 42 estandes que compõem a vila – quase o dobro do ano anterior. “Todos os produtores representados possuem a Declaração de Aptidão do Pronaf (DAP), requisito que os caracteriza como agricultores familiares e fornece subsídios para a atividade. Isso permite também que seus produtos sejam registrados e tenham alvará sanitário, uma garantia de segurança alimentar”, informa a Assessora Técnica da Subsecretaria de Agricultura Familiar, Ignes Botelho. Os agricultores participarão também das palestras técnicas “Novas Regras para Habilitação Sanitária na Agricultura Familiar” e “Agricultura Familiar e o ICMS em Minas Gerais”.

“A participação num evento do porte da Superagro é uma demonstração da mudança de visão que tem ocorrido na produção dos agricultores familiares. Mais que propiciar e estimular o mercado, é uma oportunidade de apreciação e valorização do produto pela sua qualidade e valor nutritivo. Isso, consequentemente, gera negócios futuros”, enfatiza Ignes.

A Vila da Agricultura Familiar acontece entre 7 e 10 de junho, no Pavilhão Expominas, dentro da programação da Superagro 2012. A Superagro será realizada de 3 a 10 de junho, no complexo Parque de Exposições da Gameleira /Expominas, em Belo Horizonte.  A realização é do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e Sebrae-MG.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/vila-da-agricultura-familiar-na-superagro-traz-a-bh-produtos-do-campo/