Arquivos do Blog

Eleições: Aécio visita UPP e defende mais projetos sociais nas comunidades

Aécio esteve na sede da UPP da comunidade Santa Marta e defendeu mais projetos sociais nas comunidades e políticas de geração de renda.

Eleições 2014

Fonte: G1 

No Rio, Aécio Neves diz que UPPs precisam dar ‘segundo passo’

Candidato do PSDB visitou comunidade Santa Marta, em Botafogo

Para ele, UPPs devem ser aliadas a políticas de geração de renda

candidato do PSDB à Presidência da RepúblicaAécio Neves, visitou na manhã desta segunda-feira a comunidade Santa Marta, em Botafogo, no Rio de Janeiro. Ele esteve na sede da Unidade de Polícia Pacificadora e disse que as UPPs são uma boa iniciativa, mas precisam dar um “segundo passo”. Para Aécio, é preciso que também haja mais projetos sociais nas comunidades e políticas de geração de renda.

O candidato estava acompanhado do secretário de segurança do Rio, José Mariano Beltrame e de deputados e candidatos do PSDB, como Octávio LeiteMarcelo Itagiba e Luiz Paulo Corrêa da Rocha, presidente estadual do partido. Junto com eles estava o capitão Márcio Rocha, comandante da UPP Santa Marta.

UPPs são uma experiência extraordinária, mas precisamos dar o segundo passo. E o segundo passo, em primeiro lugar, é garantir renda para as famílias que vivem nessas comunidades, para as mulheres que vivem nessas comunidades, através da qualificação. Precisamos ampliar as creches em cada uma dessas comunidades. Precisamos levar serviços de melhor qualidade, com projetos sociais, e também para os jovens, e geração de renda”, afirmou.

Aécio disse ainda que pretende levar projetos como o das UPPs para outras partes do país.

“Quero reiterar o meu compromisso de ampliar esse tipo de iniciativa para outras regiões metropolitanas do Brasil, outros aglomerados urbanos que vivem problemas de criminalidade, áreas controladas pelo tráfico, e isso em várias dessas comunidades deixou de acontecer”, disse o candidato.

O candidato assistiu também a uma apresentação de música clássica promovida pelo programa Ação Social Pela Música, que funciona na comunidade há 18 anos.

Entre os participantes, estão crianças e adolescentes de comunidades como o Pavão-Pavãozinho, Complexo do Alemão, Rocinha e outras.”Quero poder levar esse projeto para todo o Brasil. Saio daqui emocionado”, concluiu Aécio.

Pesquisas
Aécio também comentou a pesquisa do instituto Datafolha com intenções de voto para presidente da República divulgada nesta segunda-feira (18). No levantamento, a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, tem 36% das intenções de voto, Marina Silva (PSB), tem 21%, e Aécio tem 20%.

Para ele, a comoção com a morte do então candidato do PSB, Eduardo Campos, causou impacto na pesquisa. De acordo com o candidato, a única certeza que se conclui do levantamento é que haverá segundo turno.

“A verdade é que há um grande clima de comoção nesta semana, e isso se reflete nas pesquisas. Só se tem uma certeza a partir dos últimos números:haverá segundo turno “, avalia Aécio Neves.

Ele disse ainda que a estratégia do partido para o horário eleitoral gratuito, que começa nesta terça-feira (19), não será modificada com a entrada de Marina na disputa.

Eleições: Aécio e PMDB selam união no Rio

Aécio Neves fechou acordo com o PMDB do Rio para entrar na chapa do governador Luiz Fernando Pezão, um eleitor declarado de Dilma.

Eleições 2014

Fonte: Folha de S.Paulo 

Aécio sela união com PMDB no Rio e divide base de Dilma

Tucano faz acordo com Pezão depois de Campos apoiar petista Lindbergh

Presidente será forçada a dividir palanques no Estado com seus dois principais adversários na corrida presidencial

Alianças políticas costuradas nos últimos dias obrigarão a presidente Dilma Rousseff a dividir com seus principais adversários na corrida presidencial o apoio dos dois maiores palanques montados para as eleições deste ano no terceiro maior colégio eleitoral do país, o Rio de Janeiro.

No domingo (22), o senador mineiro Aécio Nevescandidato do PSDB à Presidência da República, fechou acordo com o PMDB do Rio para entrar na chapa do governador Luiz Fernando Pezão, um eleitor declarado de Dilma, que concorre à reeleição com o apoio do PMDB.

O acordo foi fechado no apartamento de Aécio no Rio, com a presença de Pezão e seu padrinho político, o ex-governador Sérgio Cabral. O apoio do PSDB garantirá a Pezão mais tempo para fazer propaganda no rádio e na televisão e a Aécio, estrutura para fazer campanha no Rio.

O acerto deverá ser anunciado nesta segunda-feira (23) por Pezão e pelo presidente do diretório estadual do PMDBJorge Picciani, principal mentor da aproximação com Aécio. No início de junho, ele reuniu 1.500 pessoas num ato de apoio ao presidenciável tucano no Rio.

Com o PSDB a seu lado, Pezão ampliará de 9 minutos para cerca de 12 minutos o tempo de sua coligação em cada bloco de 25 minutos de propaganda no horário eleitoral, que começa em agosto.

O acordo com o PMDB é o segundo golpe sofrido pela base governista no Rio em poucos dias. Na sexta (20), o PSB do ex-governador Eduardo Campos, outro rival de Dilma na eleição presidencial, selou aliança com o candidato do PT ao governo estadual, o senador Lindbergh Farias.

As duas alianças enfraquecem a campanha de Dilma, reduzindo o empenho que os candidatos dos dois maiores partidos da base governista poderiam ter na campanha da presidente se não tivessem se unido a seus adversários.

Embora a cúpula do PMDB esteja comprometida com a candidatura de Dilma à reeleição, o partido se distanciou do PT em vários Estados, num sinal do desconforto que a longa parceria com os petistas causa nas bases do partido.

O acordo de Pezão com Aécio abriu espaço na chapa do PMDB para outro adversário dos petistas, o vereador e ex-prefeito César Maia (DEM), que deverá concorrer ao Senado no lugar do ex-governador Cabral, que deixou o cargo com a popularidade em baixa e agora desistiu da disputa.

Com a aliança de Campos e Lindbergh Farias, o candidato da chapa petista ao Senado será o deputado e ex-jogador de futebol Romário (PSB), que já declarou que não votará em Dilma.

Contrário à aliança do PMDB com os tucanos e defensor do alinhamento com o governo federal, mas minoritário dentro do partido, o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), divulgou nota em que classificou o acordo como um “bacanal eleitoral”.

“O conjunto de avanços que o Rio e a população vêm colhendo nos últimos anos é resultado de uma soma de forças políticas que têm trabalhado de maneira coerente”, afirmou Paes na nota.

Ele fez referência a declaração anterior do deputado Alfredo Sirkis (PSB-RJ), que na semana passada chamou de “suruba” a aliança feita por Campos com Lindbergh. “Depois da suruba, o que se vê agora é o bacanal eleitoral, e o Rio não pode ser vítima dele”, disse Paes.

Aécio busca proximidade com PMDB no Rio

Pré-candidato do PSDB ao Planalto, Aécio Neves elogiou as UPPs, principal vitrine do governo do Estado desde 2007.

Eleições 2014

Fonte: Folha de S.Paulo

Aécio elogia UPPs em busca de apoio do PMDB do Rio

Pré-candidato do PSDB disse que, se eleito, levará programa a outros Estados

Em campanha pelo apoio do PMDB do Rio, o pré-candidato do PSDB ao Planalto, Aécio Neves, elogiou nesta quinta (22) as UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora), principal vitrine do governo do Estado desde 2007.

Ele prometeu, se eleito, oferecer mais apoio federal ao programa e levar para outros Estados o seu modelo de policiamento em favelas.

“No nosso governo vai haver, sim, apoio e solidariedade. Estratégia para consolidarmos as UPPs em sua segunda fase, que é levar também a essas comunidades o desenvolvimento social“, disse na zona norte do Rio.

As UPPs foram criadas na gestão do ex-governador Sérgio Cabral (PMDB), que renunciou em abril para concorrer ao Senado. Seu vice, Luiz Fernando Pezão (PMDB), assumiu o governo e tentará a reeleição em outubro.

Os peemedebistas prometem manter a aliança com Dilma Rousseff (PT), mas o presidente estadual do partido, Jorge Picciani, já declarou apoio a Aécio e lançou a chapa “Aezão“, combinando votos em Aécio e Pezão.

O tucano cortejou os peemedebistas durante festa de aniversário de dois políticos do subúrbio do Rio: a vereadora Rosa Fernandes e o deputado estadual Pedro Fernandes, ambos do SDD.

Aécio teve uma passagem relâmpago pela festa: em 25 minutos felicitou os aniversariantes, posou para mais de 30 fotos e subiu ao palco da casa de shows na zona norte.

Governo de Minas: Gestão Integrada de Bacias reúne interessados de sete estados

Ministrado pelo professor Pieter van der Zaag, do Unesco-IHE (Holanda), o curso capacita 50 profissionais para atuar na gestão de recursos hídricos

Divulgação Sectes
Curso reúne estudantes e profissionais de recursos hídricos de várias estados do país
Curso reúne estudantes e profissionais de recursos hídricos de várias estados do país

O curso internacional de Gestão Integrada de Bacias Hidrográficas, ofertado pelo Governo de Minas, por meio do Unesco-HidroEX, atraiu para Frutal, Triângulo Mineiro, desde segunda-feira (25), estudantes e  profissionais de recursos hídricos dos estados do Rio Grande do Sul, Amazonas, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Bahia, Paraná e Minas Gerais.

As aulas estão sendo ministradas pelo professor do Instituto UNESCO-IHE de Delft, na Holanda, Pieter van der Zaag. Ele acredita na qualificação de profissionais com novos critérios, contextos e conceitos sobre a gestão integrada de recursos hídricos, com enfoque em medidas de proteção e uso sustentável.

Dividido em três módulos, o primeiro se encerra na sexta-feira (29). O destaque desta primeira semana são os aspectos políticos relacionados às questões sociais e econômicas das bacias hidrográficas. A etapa seguinte será de 2 a 6 de julho, e o terceiro e último módulo ocorre de 27 a 31 de agosto, também com as aulas de campo. Participam do curso, pesquisadores, estudantes de pós-graduação, acadêmicos do último ano de curso superior e especialistas nas áreas de recursos hídricos. “Considerando que a gestão integrada das bacias hidrográficas constitui-se um dos maiores desafios do século XXI, nossa proposta é capacitar profissionais que estarão discutindo esse tema e propondo soluções”, disse a diretora de Capacitação e Ensino do Unesco-Hidroex, Sheila Paiva.

Do Amazonas, a universitária Sara Sampaio Py-Daniel, 22 anos, estudante de Ciências Biológicas, considera o curso uma grande oportunidade para aprimorar seus conhecimentos em recursos hídricos; área em que pretende se especializar. “Todos que estão aqui serão multiplicadores ativos em gestão integrada de bacias hidrográficas”, disse ela.

Mineiro de Belo Horizonte, o engenheiro agrônomo e ambiental, Altair Roberto de Carvalho, 57 anos, define o curso como uma grande oportunidade para busca da atualização de conhecimentos. “A cada dia, temos novas informações e trocas de experiências”, afirmou ele. As oportunidades são direcionadas também aos moradores de Frutal. O geógrafo Arley Pinheiro Camargo, 35 anos, é um deles. “É muito gratificante poder participar de um seminário internacional na minha cidade, sem nenhum custo”, disse ele.

Durante a abertura do evento, o vice-presidente do Unesco-HidroEX,  Alexandre Saad destacou a preocupação do Governo de Minas  em oferecer cursos de qualidade, com profissionais de renome internacional como é o caso de Pieter van der Zaag. “Um curso como esse tem um custo de 2,5 mil euros na Europa. Em Frutal, ele é totalmente gratuito”, afirmou o vice-presidente.

Com essa iniciativa, o Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes) e do Unesco-Hidroex, quer promover o intercâmbio de informações e experiências entre profissionais e gestores de recursos hídricos que atuam em diferentes áreas no Brasil e no exterior, buscando melhores soluções para os problemas hídricos atuais.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/gestao-integrada-de-bacias-reune-interessados-de-sete-estados/

Governo de Minas: Comissão de Prevenção a Emergências Ambientais será empossada nesta terça

Serão empossados 42 membros que integram a Comissão Estadual de Prevenção, Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais com Produtos Perigosos

O Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema), por meio da Subsecretaria de Controle e Fiscalização Ambiental Integrada (Sucfis), com apoio da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), realiza, nesta terça-feira (26), a posse da Comissão Estadual de Prevenção, Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais com Produtos Perigosos (P2R2 – Minas). O evento acontece às 16h no Auditório do Edifício Albano Franco, situado na Avenida do Contorno, 4520, Funcionários, em Belo Horizonte.

Na oportunidade serão empossados 42 membros, sendo 24 da administração pública estadual e 18 membros convidados, representando 21 instituições. A comissão é responsável, dentre outras, por deliberar sobre diretrizes, políticas, normas regulamentares e técnicas, padrões e outras medidas de prevenção, preparação e resposta rápida a acidentes ambientais com produtos perigosos, de forma integrada. A formação da comissão objetiva também otimizar recursos humanos, materiais e financeiros dispensados para essa atividade, além contribuir para a estruturação e implementação de programas de trabalho, priorizando ações que conduzam a prevenção, preparação e resposta rápida a emergências ambientais com produtos perigosos em Minas Gerais.

De acordo com a analista ambiental da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), Rosa Laender, as atividades desenvolvidas pela Comissão serão coordenadas pela Semad.

Histórico

O Plano Nacional de Prevenção, Preparação e Resposta Rápida a Acidentes Ambientais com Produtos Perigosos (P2R2) foi concebido por ocasião do acidente ocorrido em 29 de março de 2003, no município de Cataguases. Com enorme repercussão nacional, o rompimento de uma barragem de resíduos contendo substâncias químicas perigosas atingiu os rios Pomba e Paraíba do Sul, afetando também o estado do Rio de Janeiro. Em decorrência deste acidente, vários municípios ficaram sem acesso à água para o atendimento das condições básicas da população.

Após esta ocorrência, e a partir do histórico de eventos emergenciais, verificou-se a necessidade de um planejamento nacional de caráter preventivo e de ações para atendimento aos acidentes envolvendo produtos químicos perigosos.  Deste então, o Ministério do Meio Ambiente (MMA) iniciou o processo de formulação do Plano P2R2, tendo como premissa a parceria dos governos dos Estados. Em 20 de agosto de 2003 foi firmada entre o MMA, as Secretarias de Meio Ambiente dos Estados e do Distrito Federal, e a Associação nacional de Municípios para o Meio Ambiente (Anamma), uma Declaração de Compromissos, com o objetivo elaborar e implementar o Plano Nacional de Prevenção, Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais com Produtos Perigosos – P2R2.

Segundo Rosa Laender “a filosofia norteadora do plano vai ao encontro da necessidade de estabelecimento de um esforço integrado entre os vários níveis de governo, o setor privado, representações da sociedade civil e demais partes interessadas em busca de um modelo de desenvolvimento que tenha na sustentabilidade das atividades humanas o seu foco principal”.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/comissao-de-prevencao-a-emergencias-ambientais-sera-empossada-nesta-terca/

Governo de Minas: Cine Humberto Mauro apresenta “Indiana Bhava: um panorama do cinema indiano”

As exibições da mostra serão entre os dias 25 de junho e 1° de julho, a entrada é gratuita

A Fundação Clóvis Salgado, em correalização com a Tantri Arte e Cultura, apresenta desta segunda-feira (25) até o dia 1° de julho, no Cine Humberto Mauro, no Palácio das Artes, a mostra Indiana Bhava, com um panorama completo do cinema indiano contemporâneo. Integralmente exibida em 35mm, a mostra apresenta 11 filmes de grandes cineastas e jovens realizadores da Índia.

Maior mostra do cinema indiano já realizada no Brasil, Indiana Bhava reúne várias vertentes do cinema da Índia, englobando todas as indústrias cinematográficas que estão espalhadas pelas principais regiões do país. Do sânscrito emoção, a palavra Bhava, no título da mostra, anuncia os diversos sentimentos do país que poderão ser vistos durante as exibições. A curadoria ficou a cargo do músico e estudioso de cinema Ananda Jyothi – indiano há 13 anos radicado no Brasil – e da produtora e roteirista Carina Bini.

Dentre os filmes apresentados, destaque para produções premiadas, como Quatro Mulheres, de Adoor Gopalakrishnan, cultuado como o novo Satyajit Ray, cultuado como um dos maiores cineastas do século XX; Dharm, de Bavana Talwar, filme premiado na Índia, exibido no encerramento de Cannes, em 2007, e que ainda inspirou Glória Perez em diversos personagens da novela Caminho das Índias; e Mais Uma História de Amor, de Kaushik Ganguly.

Ananda Jyothi destaca o fato de a mostra valorizar a vasta e diversificada indústria cinematográfica da Índia, apresentando um diferencial autêntico e profundo de seu cinema contemporâneo. “Buscamos reunir todas as vertentes do cinema da Índia, indo muito além da indústria de Bollywood, que representa cerca de 30% da produção total da Índia e já é bastante conhecida no Brasil. Optamos por priorizar todas as demais indústrias do cinema indiano, que se encontram espalhadas pelas principais regiões do país”, afirma.

Para o Gerente de Cinema da Fundação Clóvis Salgado, Rafael Ciccarini, “apresentar uma mostra como Indiana Bhava é fundamental para dar acesso a uma cinematografia praticamente inédita ao público mineiro, que é muito conhecida pelo fenômeno Bollywood, mas que vai muito além de sua forte indústria doméstica”.

Apresentada anteriormente no Rio de Janeiro, em São Paulo e em Porto Alegre, depois de Belo Horizonte a mostra Indiana Bhava segue para Brasília, onde estará em cartaz entre julho e agosto.

A entrada para as sessões é gratuita, com retirada de ingressos na bilheteria do cinema meia hora antes do início.

Serviço

Mostra Indiana Bhava

Data: 25 de junho a 1º de julho

Local: Cine Humberto Mauro – Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1.537 – Centro – Belo Horizonte – piso inferior)

Entrada gratuita (retirada de senhas na bilheteria meia hora antes do início de cada sessão)

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/cine-humberto-mauro-apresenta-indiana-bhava-um-panorama-do-cinema-indiano/

Gestão Eficiente: cresce rendimento de trabalhador na RMBH

Segundo pesquisa do IBGE, taxa de desocupação se manteve praticamente estável em relação ao estudo anterior.

A Pesquisa Mensal de Emprego (PME), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nesta quinta-feira (21), referente ao mês de maio, apontou que o rendimento médio dos mineiros aumentou na região metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Na comparação anual, de maio de 2011 para o mesmo período desse ano, o valor passou de R$ 1.553,10 para R$1.707,90, um aumento de R$174,80. Na comparação mensal, de abril a maio deste ano, também o rendimento também subiu, uma vez que o valor apresentado pela pesquisa foi de R$1.700,86.

A taxa de desocupação na RMBH apresentou aumento no mês de maio (5,1%) em relação ao mês de abril (5,0%). Na comparação anual, de maio de 2011 ao mesmo período desse ano, a taxa apresentou variação de 0,4%, passando de 4,7% para 5,1%. O coordenador do Observatório do Trabalho da SETE, Igor Coura, analisa os dados apurados pela pesquisa. “Percebe-se que o aumento no número de desocupados é resultado do grande número de pessoas que entraram na População Economicamente Ativa [PEA] – 82 mil pessoas – nos últimos 12 meses, e não pelo aumento de demissões no período. O número de contratações, de 67 mil pessoas, não acompanhou o crescimento da PEA”, afirmou.

De acordo com o secretário de Estado de Trabalho e Emprego, Hélio Rabelo, os números não são motivos para preocupação. “A Secretaria, seguindo orientações do Governador, está investindo, cada vez mais, em políticas públicas de trabalho, emprego e renda, visando a geração de muitos e bons empregos, e em qualificação para nossos trabalhadores”, pontuou.

PME

A taxa de desocupação nacional, divulgada na Pesquisa Mensal de Emprego, realizada nas regiões metropolitanas de Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre, foi estimada em 5,8%, registrando uma variação não significativa de -0,2% frente a abril de 2012 (6,0%). Em comparação com maio do ano passado (6,4%), recuou 0,6 %.

O rendimento médio real habitual dos trabalhadores (R$ 1.725,60 no conjunto das seis regiões) subiu frente a abril em Recife (4,0%), São Paulo (0,5%) e Belo Horizonte (0,4%). Apresentou declínio em Salvador (6,6%) e Porto Alegre (1,2%) e manteve-se estável no Rio de Janeiro. Na comparação com maio do ano passado, o rendimento cresceu em todas as regiões.

Caged

De acordo com a análise do Observatório do Trabalho da SETE, os dados apresentados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostram que o Estado teve um número de contratações maior que de demissões no mercado de trabalho formal, resultando na geração de 32.684 novos postos de trabalho. “Esse resultado é o segundo melhor do Brasil, ficando atrás apenas de São Paulo (52.624 postos). Esse número representou uma geração de emprego 13,1% maior do que no mês de abril, que obteve um saldo positivo de 28.886 empregados. A comparação com o mesmo período do ano passado resultou numa queda de 42,6% no saldo”, afirmou o coordenador do Observatório, Igor Coura.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/cresce-rendimento-de-trabalhador-na-rmbh/

Gestão da Educação: Minas foi o segundo Estado que mais registrou inscritos para o próximo Enem

Mais de 700 mil candidatos mineiros farão as provas do Exame Nacional do Ensino Médio em novembro

Minas Gerais foi o segundo Estado que mais registrou inscrições para a edição 2012 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Das 6.497.466 de inscrições — número recorde — o Estado registrou 723.644, ficando atrás apenas de São Paulo, que ultrapassou a casa de 1 milhão de candidatos. Em seguida vem o Rio de Janeiro (474.046), Bahia (458.101) e Rio Grande do Sul (394.641).

A inscrição, que foi feita apenas pela internet, será confirmada até o dia 20, após pagamento de uma taxa de R$ 35, por meio de guia de recolhimento da União (GRU) simples. Estudantes de escolas públicas matriculados no 3º ano do Ensino Médio e que se declararem integrantes de família de baixa renda estão isentos do pagamento. As provas do Enem serão aplicadas nos dias 03 e 04 de novembro, a partir das 13h.

No primeiro dia, sábado, serão aplicadas as provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias. No domingo serão aplicadas as provas de Matemática e suas Tecnologias; Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e a Redação. A divulgação do gabarito está prevista para 07 de novembro e o resultado final estará disponível a partir do dia 28 de dezembro.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/minas-foi-o-segundo-estado-que-mais-registrou-inscritos-para-o-proximo-enem/

Governo de Minas: diálogo sobre floresta na Rio+20 propõe redução do desmatamento

Proteção da biodiversidade e combate ao desmatamento são metas estabelecidas pelo Governo de Minas

A restauração de 150 milhões de hectares de terras desmatadas e degradadas até 2020 foi a principal recomendação dos participantes dos Diálogos sobre Florestas, realizado neste domingo (17), no Rio de Janeiro, como parte da programação da Rio+20. No encontro, foram aprovadas outras duas recomendações sobre o tema que serão levadas aos chefes de Estado e governo, na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, que acontecerá de 20 a 22 de junho.

A base dos debates foram os 10 principais pontos apresentados pela sociedade civil na plataforma online disponibilizada pelo governo brasileiro. Os participantes também recomendaram a promoção da ciência, tecnologia, inovação e conhecimento tradicional para tornar as terras mais produtivas sem a destruição delas e o investimento em floresta localmente controlada.

De acordo com a coordenadora da delegação do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Minas Gerais, Marília Melo, presente no debate, a redução do desmatamento e a proteção da biodiversidade são também desafios para o Estado. Ela ressaltou os avanços com a redução do consumo de carvão vegetal de origem nativa pelos grandes consumidores em 61% com relação aos últimos quatro anos e afirmou que, em 2011, do total de carvão produzido e consumido em Minas Gerais, apenas 4,4% são de origem nativa.

Marília Melo informou, ainda, que o Estado administra atualmente 285 unidades de conservação e áreas protegidas que representam mais de três milhões de hectares. “Outro destaque são parcerias do Governo com os proprietários de Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs), áreas cujos donos comprometem-se em preservar”, informou. Minas é o estado que possui o maior número de reservas privadas em todo o Brasil, com 173 já criadas.

Outra ferramenta importante para a conservação das florestas do Estado é o programa de pagamento por serviços ambientais – Bolsa Verde, que disponibiliza recursos financeiros aos proprietários e posseiros que já conservam áreas com vegetação de origem nativa em suas propriedades ou posses. O instrumento foi instituído em 2010 e em seu primeiro ano foram beneficiados 674 proprietários, o que representa um investimento de R$5,5 milhões.

Em 2012, também teve início a segunda etapa do Projeto de Proteção da Mata Atlântica (Promata-MG), fruto da cooperação entre os governos Mineiro e Alemão. Em sua primeira etapa, a parceria permitiu o investimento conjunto do KFW Entwicklungsbank, o Banco Alemão de Desenvolvimento, e do Governo de Minas, de cerca de 15 milhões de euros entre 2004 e 2007. Agora proporcionará recursos de igual valor para aplicação em projetos de conservação da biodiversidade na região do bioma.

Mais informações sobre os investimentos de Minas Gerais na área florestal estão disponíveis no site do Instituto Estadual de Floretas de Minas Gerais: www.ief.mg.gov.br.

Diálogos

Os “Diálogos para o Desenvolvimento Sustentável” foram propostos pelo governo brasileiro para anteceder a Rio+20. Até o dia 19 de junho, no Riocentro, Rio de Janeiro, representantes da academia e também de movimentos sociais, setor privado e a população em geral se reúnem para debater temas centrais da Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável e fazer recomendações para os chefes de Estado. Confira a programação completa no site agendatotal.org.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/dialogo-sobre-floresta-na-rio20-propoe-reducao-do-desmatamento/

Governo de Minas: Vice-governador participa da abertura de evento empresarial em Araxá

Para Alberto Pinto Coelho, “Conexão Empresarial 2012 – Para sempre Minas Gerais” viabiliza intercâmbio de conhecimento

Tião Mourão/VB
Evento possibilita o debate e a troca de ideias das relações interpessoais, diz vice-governador
Evento possibilita o debate e a troca de ideias das relações interpessoais, diz vice-governador

O vice-governador Alberto Pinto Coelho participou nesta sexta-feira (15), em Araxá, no Alto Paranaíba, da abertura do “Conexão Empresarial 2012 – Para sempre Minas Gerais”. O evento, promovido pelo Grupo VB Comunicação, reuniu no Tauá Grande Hotel e Termas de Araxá mais de 500 lideranças nacionais de todos os segmentos, principalmente de Minas, Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/vice-governador-participa-da-abertura-de-evento-empresarial-em-araxa/