Arquivos do Blog

Aécio: obras da pista de Cláudio foram feitas de forma planejada

Aécio: “Não tenho dúvida que o tempo mostrará a correção da obra, a transparência com que foi feito”, comentou.

Eleições 2014

Fonte: O Globo

Aécio volta a afirmar que obras da pista de Cláudio foram ‘transparentes’

Em nota, Anac informou que homologação não ocorreu porque governo de Minas não entregou documento solicitado

presidenciável Aécio Neves (PSDB) voltou a defender nesta quinta-feira as obras no aeroporto de Cláudio. As reformas da pista, feita em terreno desapropriado de parentes do tucano, estão sendo investigadas pelo Ministério Público Estadual (MPE) de Minas. Segundo Aécio, que falou após participar de evento de inauguração de comitê da campanha presidencial na capital mineira, tudo foi feito de forma planejada e com transparência.

— Não tenho dúvida que o tempo mostrará a correção da obra, a transparência com que foi feito. O nosso exemplo, em Minas Gerais, o nosso governo, é algo para ser seguido em todo o país, em todos os aspectos — defendeu.

Aécio disse que a obra foi “corretíssima”. Em certo momento, ele criticou a atuação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que havia informado que o aeroporto não foi homologado, portanto, não poderia funcionar. Na quarta-feira, o presidenciável admitiu, pela primeira vez, que usou a pista umas três ou quatro vezes.

— A obra foi planejada como milhares de outras obras feitas em Minas Gerais. O que há, na verdade, é uma grande demora da Anac para fazer essas homologações e, de forma inadvertida, não me preocupei efetivamente de saber ou não se havia ou não homologação da pista. Isso é um erro, eu assumo esse erro — reconheceu.

No início da noite, por nota, a Anac informou que o processo de homologação do aeporto de Cláudio não foi concluído porque “há pendência de documento”, que, segundo a agência, foi informado em abril de 2012, mas ainda “não foi entregue pelo interessado”.

AÉCIO VOLTA A DEFENDER CORTE DE MINISTÉRIOS

Ainda em entrevista, o presidenciável defendeu o corte de ministérios, caso seja eleito. Segundo ele, um número entre 21 a 23 pastas é o suficiente para um bom funcionamento da máquina pública. Atualmente, o governo da presidente Dilma Rousseff mantém 39 ministérios. Indagado por jornalistas, Aécio negou que tenha convidado o ex-presidente do Supremo Joaquim Barbosa para compor seu governo.

— Não tenho falado ultimamente com ele. A Justiça e a democracia devem muito a seu exemplo — ressaltou.

Sobre resultados da pesquisa Ibope, divulgada ontem, apontando empate técnico entre os ex-ministros Pimenta da Veiga (PSDB) e Fernando Pimentel, na corrida pelo governo mineiro, o tucano apostou na liderança do seu candidato nas próximas pesquisas.

— Ele (Pimenta) é consistente, não é de bravatas, tem história. Na próxima pesquisa, estará liderando.

O senador anunciou ainda que, a partir do início da próxima semana, irá percorrer 20 estados em campanha.

Eleições: Aécio comenta declarações de Lula

 Aécio Neves assistiu o jogo da seleção ao lado de ex-jogadores e em entrevista coletiva falou sobre as recentes declarações de Lula.

Eleições de 2014

Fonte: Jogo do Poder

Entrevista coletiva do presidente do PSDB, senador Aécio Neves

Assuntos: Seleção brasileira, organização da Copa, declarações Lula, candidato a vice, eleições 2014

Sobre o jogo da Seleção

Acho que temos duas seleções brasileiras aqui. Vamos assistir ao jogo na companhia de quem conhece. São amigos construídos ao longo de uma vida. São campeões do mundo como Piazza, craques, como LuisinhoNelinho. Tem cruzeirense, atleticano. O grande ataque do CruzeiroEvaldoNatalDirceu Lopes, e outros companheiros também, atletas paraolímpicos, atletas do vôlei, como o Giovanni. É um momento de confraternização. Hoje somos todos brasileiros, torcendo para a gente ganhar na bola, ganhar em campo, e depois vamos trabalhar para que o Brasil ganhe também fora de campo.

Sobre a organização da Copa.

Dentro de campo, sempre achamos que a Copa ia funcionar muito bem, até porque os estádios estão prontos, e todos eles são de responsabilidade dos estados, como sabemos. O que sempre alertamos é para a incapacidade do governo de avançar nas obras de mobilidade, a grande maioria delas no meio do caminho. Não podemos cair nessa armadilha da tentativa permanente da divisão do Brasil em dois, como se pudesse existir o Brasil daqueles que apoiam o governo, e esses são patriotas, e o Brasil daqueles que criticam o governo, que apontam os equívocos, esses são os impatriotas, os pessimistas. Somos todos brasileiros.

Esperamos que possamos comemorar mais um grande título, os brasileiros merecem isso. Mas vamos continuar mostrando os equívocos desse governo, porque o day after, o dia seguinte à Copa do Mundo, vamos continuar crescendo 1% ao ano, com a inflação recrudescida, trazendo tormento à vida dos brasileiros, com várias das obras mais importantes de infraestrutura do Brasil paralisadas, com sobrepreço. Mas hoje é um momento de torcida, de alegria, de convergência. O que tenho dito sempre é que nesse debate não podemos fazê-lo olhando para o retrovisor da história. Temos que fazer olhando para o futuro. Vamos debater a saúde pública, vamos ver como podemos avançar na segurança, onde há uma omissão enorme do governo, no próprio Custo Brasil, que, tenho defendido, temos que fazer uma guerra. Vamos debater os temas que interessam aos cidadãos brasileiros. Essa radicalização prematura da campanha eleitoral não faz bem ao Brasil e principalmente aos brasileiros.

Sobre declarações do ex-presidente Lula de ódio na campanha.

Não ouvi essa palavra da boca de ninguém, a não ser da boca do próprio ex-presidente da República. Como disse, não vou cair na armadilha desse falso confronto. O que temos é a responsabilidade, como partido de oposição, de apresentar ao Brasil, uma proposta alternativa a essa que aí está. Os brasileiros estão sentindo que o Brasil não pode continuar avançando tão lentamente. Há, hoje, uma paralisia generalizada, uma desconfiança enorme em relação ao Brasil, que diminuiu os investimentos e fez com que estejamos vivendo o pior ciclo de crescimento, o terceiro pior ciclo de crescimento desde a história republicana. Desde a proclamação da República, a atual presidente da República vai levar o Brasil a crescer apenas mais do que o período Floriano Peixoto, no final do século 19, e do Fernando Collor, no final do século passado. Isso é muito pouco para um país como o Brasil.

Vamos comemorar em campo, vamos torcer muito pelo Brasil, vamos erguer esse caneco e vamos discutir com muita seriedade como fazer o Brasil crescer de forma sustentável, gerando mais oportunidades a todos os brasileiros, não apenas àqueles que, eventualmente, apoiam o lado A ou o lado B.

Sobre definição do vice.

Defini que o dia 30 desse mês, em uma reunião da Executiva Nacional, estou dizendo pela primeira vez, agora, em uma reunião da Executiva Nacional, às 10 horas da manhã, haverá a definição do vice. Felizmente temos nomes muito qualificados que são, inclusive, apontados por vocês da imprensa sucessivamente. O problema do PSDB não é ausência, é o excesso de nomes qualificados. Vamos aguardar a definição das outras alianças para que no dia 30 possamos indicar aquele que maior contribuição possa dar a uma caminhada que se inicia da forma adequada, discutindo o Brasil, discutindo propostas.

Vai caminhando para uma chapa puro sangue, ou os partidos aliados farão parte?

Temos alternativas muito qualificadas dentro do PSDB e também algumas outras de partidos aliados. Vamos aguardar um pouco. Não há porque não usarmos o tempo. Essa é uma lição antiga que se aprende aqui em Minas Gerais. Política é, essencialmente, a administração do tempo. Você não deve precipitar que não precisam ser antecipadas e tampouco pode se deixar engolir pelo tempo. Não farei isso. Dia 30/06 é o momento da definição. Existem pelo menos três nomes altamente qualificados com disposição de caminhar conosco, e é exatamente essa qualificação que me fez adiar essa decisão para daqui a, no máximo, duas semanas.

Sobre a candidatura de Pimenta da Veiga em Minas.

Pimenta da Veiga representa a continuidade de um projeto vitorioso. Porque na política, o que está dando certo tem que continuar. Como está dando certo o nosso governo, honrado, sério, levou Minas a ter a melhor educação fundamental do Brasil, a melhor saúde da região Sudeste. Minas é benchmarkingMinas é referência hoje de gestão pública de qualidade para todo Brasil, inclusive para organismos internacionais. Fico muito honrado quando vejo que vários estados brasileiros buscam, nos exemplos de Minas Gerais, inspiração para efetuarem avanços que consolidaram seus estados. Em todas as regiões do Brasil assistimos isso.

Então, Pimenta representa a continuidade de um projeto vitorioso em Minas Gerais. Ao contrário, no plano federal, a falência é absoluta. Os indicadores sociais pararam de avançar e começaram a regredir. Estamos voltando a falar, veja só, de volta do analfabetismo, que parou de cair e voltou a crescer. Estamos falando de inflação, uma pauta que oPSDB havia superado e vencido há alguns anos atrás. Por isso, a necessidade de mudança, por isso o sentimento majoritário da população brasileira, mais de 70%, clamando por mudança. E nós temos que nos apresentar com a nossa experiência, com os exemplos de Minas Gerais, como a mudança verdadeira, a mudança corajosa e experiente que o Brasil precisa viver. E acho que nosso crescimento nas pesquisas é, na verdade, consequência dessa percepção. As pessoas percebem que existe uma proposta alternativa, responsável, com quadros altamente qualificados, e com gente normal, simples, como somos nós que estamos aqui.

Convenção nacional do PSDB oficializa candidatura de Aécio à Presidência

Na capital de São Paulo, sábado (14/06) líderes partidários e aliados ao PSDB se reunem para a formalidade.

Movimento Todos por Minas

Fonte: PSDB

Minas une forças para apoiar convenção nacional do PSDB

Líderes mineiros fortalecerão aliança à candidatura de Aécio Neves ao levantar a bandeira da gestão pública, que transformou a realidade no Estado

As principais lideranças políticas de Minas Gerais já confirmaram presença na convenção nacional do PSDB, que oficializará a candidatura do senador Aécio Neves à Presidência da República, no próximo sábado (14/06), em São Paulo. Estarão presentes o candidato ao Governo de MinasPimenta da Veiga, o ex-governador Antonio Anastasia, o presidente do PSDB-MG, Marcus Pestana, o governador Alberto Pinto Coelho (PP), o presidente da Assembleia Legislativa, Dinis Pinheiro (PP), além de deputados federais e estaduais, prefeitos e vereadores do PSDB e dos partidos da ampla aliança que integra o Movimento Todos Por Minas. E a principal bandeira que será levada a São Paulo pelos líderes mineiros, será a do modelo de gestão pública de Minas, implantado por Aécio Neves em 2003, e que resultou na melhoria da qualidade do serviço público no Estado.

O ex-ministro e ex-prefeito de Belo Horizonte, Pimenta da Veiga, candidato do PSDB ao governo com apoio de 19 partidos, destacou que as medidas adotadas pela gestão tucana no Estado se tornaram referência no país. Segundo ele, a partir de 2003, Minas viveu um vigoroso processo de transformação, possibilitando avanços sociais extraordinários, principalmente nas áreas de saúde e educação.

Os brasileiros querem mudar o país, querem adotar as reformas iniciadas em nosso Estado e Minas está indicando alternativa política. Minas está oferecendo um grande administrador, um político  habilidoso, capaz de resolver os problemas que aí estão. Minas está inundando o Brasil de esperança e vamos eleger Aécio Neves como nosso presidente”, afirmou Pimenta da Veiga.

Um dos protagonistas na implantação do Choque de Gestão mineiro, conjunto de medidas administrativas que regularizou as contas do Governo de Minas e possibilitou mais investimentos para beneficiar a população, Antonio Anastasia, ex-governador e candidato pelo PSDB ao Senado, reafirmou a importância do papel de Aécio Neves na modernização da administração pública.

Aécio tem uma característica que hoje o Brasil precisa, e precisa muito. Ele é um líder, um líder verdadeiro, responsável, dedicado, conhecedor dos problemas nacionais, com responsabilidade para colocar o Brasil no rumo certo. Mas para Aécio ter essa caminhada, temos que dar a ele aqui, no seu Estado, na sua retaguarda, na sua querida terra natal uma força extraordinária da aliança de toda Minas”, disse Anastasia.

Legado para o país

Aécio Neves foi o responsável por implantar importantes ciclos de reforma e modernização da gestão pública de Minas Gerais. Com uma equipe composta pelos melhores gestores públicos de sua geração, como o ex-governador Antonio Anastasia, criou programas que possibilitaram uso mais adequado dos recursos públicos. Desta forma, Estado tornou-se mais eficiente na formulação e implementação de políticas capazes de melhorar todos os índices sociais e econômicos do Estado, elevando a qualidade de vida da população.

Aécio: Dilma age de forma acintosa para com os brasileiros

Aécio Neves celebrou escolha de Pimenta da Veiga para concorrer ao Governo de Minas: “O Brasil quer mudanças”, disse.

Eleições 2014

Fonte: PSDB-MG

Aécio Neves: “Seremos a mudança que o Brasil espera”

Em Belo Horizonte para participar da convenção estadual do PSDB, nesta segunda-feira (10/06), o presidente nacional do PSDBsenador Aécio Neves, celebrou a escolha do tucano Pimenta da Veiga para concorrer ao Governo de Minas, com Dinis Pinheiro (PP) como vice e Antonio Anastasia como candidato ao Senado. A chapa será formada pelo PSDB e mais 19 partidos que integram o Movimento Todos por Minas.

“O Brasil quer Minas Gerais. O Brasil quer mudanças, e nós seremos a mudança que o Brasil espera”, afirmou. Além do PSDB, o Movimento Todos por Minas tem o apoio do DEM, PDT, PEN, PHS, PMN, PP, PPS, PR, PRP, PSC, PSD, PSDC, PSL, PTB, PTC, PTdoB, PTN, PV e Solidariedade.

Aplaudido por deputados, prefeitos, vereadores e milhares de militantes, Aécio declarou estar esperançoso por um tempo melhor, “de maior seriedade na vida pública e eficiência nas ações do governo”.

“Uma obra de governo é uma obra permanentemente contínua. Não temos o direito de interromper o trabalho de Anastasia e de Alberto Pinto Coelho. Minas precisa da seriedade e honradez de seus melhores quadros políticos e, hoje, eles estão aqui a oferecer-se para dar continuidade a mais uma etapa dessa trajetória”, disse.

Governo Dilma

Aécio Neves lamentou as declarações da presidente Dilma Rousseff, que participou de atos políticos, nesta terça, e trouxe novo recado pessimista aos brasileiros.

“Que triste ter uma presidente que encerra 11 anos de mandato sem ter uma palavra de esperança e de coragem para dizer aos brasileiros. Falou olhando no retrovisor da história, culpando governos de mais de dez anos atrás pelo descontrole inflacionário ou pelo pífio crescimento da economia”, avaliou.

Para AécioDilma age “de forma acintosa para com os brasileiros” ao dizer que deixará para o futuro um legado de inflação controlada e crescimento contínuo da economia.

“Logo a presidente da República que permitiu o descontrole da inflação, que volta a atormentar a vida da trabalhadora e do trabalhador brasileiro. Logo a presidente que deixará como herança o terceiro pior ciclo de crescimento do Brasil em toda a nossa história republicana”, justificou.

Aposentadoria

O presidente nacional do PSDB classificou ainda como audaciosa a declaração dada pela presidente Dilma Rousseff, durante participação na convenção do Partido Democrático Trabalhista (PDT), ao se auto-intitular “invencível”.

“Invencível é a nossa coragem e determinação em mudar tudo isso que está aí. Não vou atacá-la, como tentou fazer em relação a nossa candidatura. A boa educação mineira só me orienta a desejar à presidente da República uma bela aposentadoria pelos próximos quatro anos”, declarou, sob fortes aplausos.

Disputa

Aécio reiterou ainda que, na disputa pela Presidência da República, não estão em jogo a vitória de um candidato, partido ou coligação.

“O que temos nas nossas mãos é uma oportunidade concreta de encerrar este ciclo perverso de governo, que tanto vem infelicitando a nação brasileira. A cada mentira e a cada infâmia espalhada pelo outro lado, eu responderei com a minha história de vida, e com uma verdade a cada momento. Isso nos diferenciará dos nossos adversários”, disse Aécio Neves.

PSDB: Pimenta da Veiga é escolhido candidato ao Governo de Minas

Pimenta da Veiga foi escolhido nesta terça-feira durante convenção simultânea dos 20 partidos que integram o Movimento Todos por Minas.

Eleições 2014

Fonte: PSDB-MG

Vinte partidos lançam Pimenta da Veiga para o Governo de Minas

Convenção simultânea da base de apoio ao ex-ministro também escolheu Dinis Pinheiro e Antonio Anastasia candidatos a vice-governador e senador

O presidente do Instituto Teotônio Vilela de Minas GeraisPimenta da Veiga, foi escolhido, nesta terça-feira (10/06), durante convenção simultânea dos 20 partidos que integram o Movimento Todos por Minas, o candidato do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) a governador do Estado. Em seu discurso, no ginásio do Minas Tênis Clube I, em Belo Horizonte, Pimenta disse que, juntamente com o candidato a vice-governador do Partido Progressista (PP), Dinis Pinheiro, e com o candidato do PSDB a senador, Antonio Anastasia, quer a união de todos pelas causas de Minas Gerais.

“Quando Minas se une sempre acontecem coisas boas para o Brasil. Com todos os prefeitos que estão aqui, vice-prefeitos, deputados, ex-prefeitos, vereadores, professores, jovens, enfim, com todos unidos nessa maravilhosa demonstração democrática, estou animado para enfrentar qualquer desafio e todas as dificuldades”, afirmou. Além do PSDB, a chapa é apoiado pelo DEM, PDT, PEN, PHS, PMN, PP, PPS, PR, PRP, PSC, PSD, PSDC, PSL, PTB, PTC, PTdoB, PTN, PV e Solidariedade.

O candidato do PSDB a governador ressaltou a prioridade em trabalhar para as pessoas e disse que não bastam boas intenções e discurso. Pimenta disse ainda que nos próximos dias anunciará propostas do plano de governo. Para ele, é preciso criar transformações concretas para que as pessoas possam percebê-las em suas vidas.

“Nos próximos dias, anunciarei as primeiras metas do programa de governo, que foram definidas num longo diálogo desde o ano passado como os mineiros. Certamente, vamos consolidar as conquistas realizadas e vamos avançar na saúdesegurançainfraestrutura e, principalmente, na educação”, disse Pimenta, destacando os avanços alcançados no Estado nos últimos 12 anos nas diversas áreas e ressaltando que os próximos passos devem ser aprofundar e ampliar as conquistas.

Para Pimenta da Veiga, a escolha do presidente da Assembleia Legislativa, Dinis Pinheiro, e do ex-governador Antonio Anastasia para compor a chapa é a demonstração de que Minas Gerais é o Estado do avanço e a consagração de um trabalho de excelência desenvolvido desde 2003.

Governo honrado e eficiente

O presidente nacional do PSDB e pré-candidato a presidente da República, senador Aécio Neves, destacou a importância do ex-ministro Pimenta da Veiga para o futuro do Estado. Segundo ele, Minas precisa da seriedade e da honradez dos seus melhores quadros políticos para dar continuidade à eficiente trajetória de Minas.

“Olho para o futuro com uma confiança melhor ainda. É possível, sim, fazer um governo honrado e eficiente, como já fizemos no nosso Estado. Portanto, a tarefa não é apenas minha, é neste grande e extraordinário líder político Pimenta da Veiga, alçado hoje à condição de nosso candidato pela suas qualidades, características pessoais, sua experiência ao longo de uma intensa vida pública”, ressaltou Aécio neves.

Trabalho sério

Já o candidato do PSDB a senador, ex-governador Antonio Anastasia, disse que Pimenta da Veiga é uma escolha que mostra a união de todos por Minas.

“O mais importante, mais até que as obras físicas que foram feitas por Minas afora, é o fato da conquista do afeto e da amizade dos mineiros pelo trabalho sério realizado em nosso Estado. E nós estamos aqui, com um olhar firme, altaneiro, tranquilo, sereno para apresentar novamente, não os nossos nomes individualmente, mas a proposta de um grupo político, de uma grande força que está aqui reunida, de tantos partidos, de prefeitos, parlamentares, vereadores, lideranças, todos. É Minas inteira que está aqui, exatamente com o propósito de dizer ao Brasil, em alto e bom som, que em Minas nós estamos seguros. Em Minas, nos temos para governador o nome forte ética, proba, mas fundamentalmente comprometida com o futuro deste Estado”, afirmou Anastasia.

Políticas para a mulher: Pimenta da Veiga defende ampliação de programas

Pimenta considerou adequada a criação dos centros de referência para as mulheres, acatando proposta da prefeita de Guidoval, Soraia Vieira.

Eleições 2014

Fonte: PSDB-MG

Pimenta da Veiga defende a ampliação de programas de atendimento à mulher

pré-candidato ao Governo de Minas pelo PSDB com apoio de 19 partidos, Pimenta da Veiga, participou, nesta segunda-feira (09/06), em Belo Horizonte, de encontro com 63 prefeitas e vice-prefeitas mineiras. Durante o encontro, ele defendeu a ampliação de programas de atendimento às mulheres em todos os municípios do Estado.

Pimenta da Veiga considerou adequada a criação dos centros de referência para as mulheres, acatando proposta da prefeita de Guidoval, Zona da Mata, Soraia Vieira (PSDB). “Acho justa a reivindicação feita pela prefeita Soraia. A idéia é absolutamente viável”, disse ele.

Presidente do Instituto Teotônio Vilela em Minas Gerais (ITV/MG), Pimenta da Veiga, convocou as prefeitas para se unir ao Movimento Todos por Minas e, juntos, construir um novo projeto para o futuro do Estado.

“A partir de amanhã vamos oficializar nossas candidaturas e tenho a certeza que esta será uma das campanhas mais importantes dos últimos tempos em Minas Gerais. Vamos consolidar as transformações iniciadas há 12 anos e temos tudo para fazer o país mudar”, afirmou.

Gestão feminina

Pimenta da Veiga destacou a participação das mulheres na política e convocou as prefeitas e vice-prefeitas a mostrar a força feminina à frente da administração municipal.

“Hoje são 93 prefeitas e vice-prefeitas. É um número que dá orgulho ao Estado. Queremos chegar nas próximas eleições a 193 prefeitas. É um desafio que faço a vocês. Trabalhem para que isto ocorra e terão o meu total apoio, porque acho que a participação da mulher é muito importante. Chegar a 193 prefeituras dará mais orgulho a Minas. Vocês administram muito bem e têm vocação para a política”, disse Pimenta da Veiga.

Novo rumo para o Brasil

Ex-ministro das Comunicações e ex-prefeito de Belo Horizonte, Pimenta da Veiga afirmou que o Brasil vive um momento de mudanças e que a participação das prefeitas e prefeitos mineiros será fundamental.

“O país está passando dias de grande preocupação. A inflação está voltando e vocês, quando vivem na administração pública, verão que em período inflacionário as dificuldades são imensas. Não vamos permitir que o Brasil vá por esta direção. A inflação é injusta com todos, impede o planejamento público e privado e, sobretudo, castiga os mais pobres. Vamos colocar o país no rumo certo. Queria fazer um pacto: vamos ter como prioridade o futuro de Minas e do país. Com a liderança que vocês têm é preciso se empenhar a fundo”, afirmou.

Minas: Pimenta destaca transformações ocorridas nos governos de Aécio e Anastasia

Minas Gerais: Pimenta da Veiga defendeu estímulo para a vocação econômica das regiões do Estado com o objetivo de atrair novas empresas.

Minas Gerais: eleições 2014

Fonte: PSDB-MG

Pimenta da Veiga defende estímulo à vocação econômica das regiões de Minas

O pré-candidato ao Governo de Minas pelo PSDB com apoio de 19 partidos aliados, que formam o Movimento Todos por Minas, Pimenta da Veiga, participou, nesse sábado (07/06), em Juiz de Fora (Zona da Mata), de encontro com lideranças políticas do PPS. Durante o encontro, Pimenta da Veiga defendeu maior estímulo para a vocação econômica de cada região do Estado com o objetivo de atrair novas empresas e a consequente geração de emprego e renda para a população.

“Temos que estimular as vocações de cada microrregião, seja o pólo moveleiro de Ubá, as áreas de fruticultura e muito mais. Mas o que precisamos na Zona da Mata é desenvolver programas que tragam novas empresas. Estou empenhado nisso. Estou discutindo com as lideranças regionais para que nos possam dar sugestões, mas isso passa por questões tributárias, por possibilidades de financiamentos e estilo pessoal de cada empresa que possa vir. Estou certo que vamos atrair novas empresas que tragam empregos e renda para todas as regiões”, disse Pimenta da Veiga.

O encontro contou com a presença do governador de MinasAlberto Pinto Coelho (PP); do presidente estadual do PSDB, deputado federal Marcus Pestana; da presidente do PPS em Minas, deputada estadual Luzia Ferreira; do ex-secretário de Estado de Saúde, Antonio Jorge; do ex-prefeito de Juiz de ForaCustódio Matos; além de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores da Zona da Mata, professores e representantes do PSDB Jovem.

Em seu discurso durante o encontro, o ex-ministro das Comunicações lembrou do enorme respeito que tem pelo PPS. “Vocês construíram um partido admirável, moderno que tem por outro lado uma história que precisa ser referenciada.”

Desenvolvimento regional

Presidente do Instituto Teotônio Vilela de Minas (ITV-MGPimenta da Veiga destacou que as transformações ocorridas no Estado nos governos tucanos de Aécio Neves e Antonio Anastasia priorizaram o desenvolvimento regionalPimenta da Veiga lembrou os programas que levaram mais infraestrutura para os municípios, como o Proacesso e oCaminhos de Minas, que aproximaram as regiões a partir da pavimentação de rodovias.

“Temos o Proacesso, os Caminhos de Minas e os programas da área da Educação. A educação em Minas é considerada a melhor educação básica de todo país. A saúde em Minas também é considerada a melhor de todo universo brasileiro. De fato foi feito muito. As Redes de Urgência e Emergência que, usando helicópteros, tem salvado vidas; oshospitais regionais. O hospital de Juiz de Fora é um exemplo. O Governo de Minas está investindo para que seja concluído, equipado, dotado de equipamentos para entrar em funcionamento e atender a população da região”, disse.

Esperança

Pimenta da Veiga considera que as transformações que começaram em Minas nos últimos 12 anos tornaram o Estado referência em gestão pública e estão inundando o país de esperança.

“Estou certo que há 12 anos começou em Minas uma enorme transformação política. Desde a eleição de Aécio Neves em seus dois mandatos, depois com Antonio Anastasia, e agora com Alberto Pinto CoelhoMinas, que começou por um Choque de Gestão, se tornou um Estado com uma administração pública das mais modernas e eficientes do país. Temos todas as soluções para isto. Vamos levar as mudanças para todo o país. Basta que todos compreendam a intensidade, o valor histórico deste momento que estamos vivendo. Podemos mudar a história do Brasil com nosso trabalho. Podemos recolocar o país nos trilhos, para não perdermos as conquistas já obtidas e depois para que o país não volte a viver o que já passamos tempos atrás”, disse.

Inflação

Pimenta da Veiga disse estar preocupado com os rumos da economia do país em razão da inflação e da elevação dos preços dos produtos. Segundo ele, o governo do PT está sacrificando a população brasileira.

“A inflação é altamente preocupante. Já pulou de 7% para 10%, e acima disto, o pulo é muito mais rápido, e ninguém sabe como resolver. O governo que está aí vem deixando que a inflação bata no teto da meta. O atual governo está abrindo um buraco nas contas externas e isto vai custar dezenas de bilhões de dólares que os brasileiros vão pagar. Isso me preocupa, assim como a tragédia que vem ocorrendo com a Petrobras”, afirmou.

Minas Gerais: PSDB realiza convenção nesta terça

Mil delegados irão eleger Pimenta da Veiga e Antonio Anastasia na Convenção PSDB-MG. O partido possui apoio de 20 chapas diferentes.

Governo Minas Gerais

Fonte: PSDB

Aécio Neves e Marcus Pestana convocam militância tucana convenção do PSDB

Na próxima terça-feira, 10 de junho, partido oficializa candidaturas de Pimenta da Veiga e Antonio Anastasia
Escolha dos candidatos tucanos ao Governo de Minas e ao Senado acontecerá na Arena do Minas Tênis, em Belo Horizonte

O presidente nacional do PSDBsenador Aécio Neves, e o presidente do diretório estadual, deputado federal Marcus Pestana, convocam a militância tucana para participar da convenção do partido que acontece na próxima terça-feira (10/06) em Belo Horizonte. A convenção do PSDB-MG será realizada, em Belo Horizonte, das 12 às 18 horas, na Arena do Minas Tênis Clube, no bairro de Lourdes.

Cerca de mil delegados do PSDB-MG elegerão o presidente do Instituto Teotônio Vilela (ITV-MG) e ex-ministro, Pimenta da Veiga, como candidato ao Governo de Minas, e o ex-governador Antonio Anastasia, como candidato ao Senado Federal. O cargo de vice-governador será ocupado pelo deputado estadual Dinis Pinheiro (PP). A chapa é integrada por 20 partidos, aliança denominada Movimento Todos por Minas, maior já vista na história de Minas.

Aécio Neves afirmou que a mobilização dos militantes mineiros será fundamental para a vitória nas eleições deste ano.

“Chegou a hora da largada para a grande vitória em Minas e no Brasil. Vamos estar juntos na convenção que formalizar as candidaturas de Pimenta da Veiga para governo do Estado e de Antonio Anastasia para o Senado. Minas e o Brasil esperam muito da nossa mobilização”, disse Aécio Neves.

O presidente do PSDB-MGdeputado federal Marcus Pestana, afirmou que a convenção estadual do partido será um marco para o futuro de Minas Gerais. Pestana disse que, em 2014, Minas terá uma grande influência na decisão do futuro do Brasil e convocou os militantes do partido de todas as regiões do Estado a participar do encontro que formalizará a chapa tucana para disputar o Governo de Minas.

Todas as grandes transformações brasileiras passaram por Minas Gerais como os Inconfidentes, o Manifesto dos Mineiros, com Tancredo, Juscelino Kubistchek e Itamar Franco. Muita coisa significativa nasceu aqui e em 2014 não será diferente”, afirmou.

O pré-candidato ao Governo de Minas, presidente do ITV-MGPimenta da Veiga afirmou que a convenção será uma grande festa democrática.

“Teremos uma grande convenção, porque serão muitos partidos reunidos. É a primeira vez que isso acontece em Minas Gerais e talvez no Brasil. É uma reunião muito sólida, de muito conteúdo político. Espero que seja uma festa democrática.”

Votação

Além dos representantes dos diretórios tucanos de todo Estado, têm direito a voto na convenção o senador e presidente nacional do PSDBAécio Neves, os 14 deputados estaduais e os sete deputados federais da legenda. Também votam os 101 membros que fazem parte do Diretório Estadual do partido e os tucanos mineiros que fazem parte do Diretório Nacional.

Pela legislação, os partidos políticos têm até o dia 30 de junho para celebrar coligações e escolher candidatos – e respectivos suplentes – para concorrer às eleições de outubro. O prazo final para registro das candidaturas e chapas é o dia 5 de julho.

Convenção Nacional

A convenção nacional do PSDB para escolha do senador Aécio Neves como candidato a presidente da República será realizada no dia 14 de junho, em São Paulo. Será no Pavilhão Azul do Expo Center Norte (Rua José Bernardo Pinto, 333), Vila Guilherme, das 9 às 14 horas.

PSDB em Minas
– 1 senador
– 14 deputados estaduais (maior bancada na Assembleia Legislativa)

– 7 deputados federais
– 140 prefeitos
– 114 vice-prefeitos
– 969 vereadores

Movimento Todos Por Minas: apoio às pré-candidaturas de Pimenta, Dinis e Anastasia

Todos Por Minas: lideranças políticas, deputados, vereadores e prefeitos de todo o Estado se uniram para apoiar Pimenta, Dinis e Anastasia. 

Movimento Todos Por Minas: eleições 2014

Lideranças políticas reafirmam apoio às pré-candidaturas de Pimenta, Dinis e Anastasia

A apresentação da pré-candidatura de Dinis Pinheiro para vice-governador e Antonio Anastasia para o Senado marcou o grande encontro do “Movimento Todos por Minas”, realizado na manhã desta segunda-feira (19/05), em Belo Horizonte. Lideranças políticas, deputados, vereadores e prefeitos de todo o Estado se uniram para reafirmar o apoio à pré-candidatura de Pimenta da Veiga para o governo de Minas.

Sob a liderança do senador Aécio Neves, a chapa será formada pelos pré-candidatos Pimenta da Veiga e Dinis Pinheiro e “traduz o desejo dos mineiros”, afirmou o senador Aécio, presidente nacional do PSDB, diante de um público de mais de 4 mil pessoas que lotaram o Ginásio do Cruzeiro, em Belo Horizonte.

Para o governador Alberto Pinto Coelho (PP), é essencial reeditar a aliança iniciada em 2003, que proporcionou ao Estado viver um momento de mudança, marcado pelo trabalho e pelo desenvolvimento. “Estamos vivendo um momento histórico, não só pela união dos nomes de Pimenta da Veiga e Dinis Pinheiro, mas também por estarmos unidos em torno de Aécio Neves”, avaliou.

“Daqui a pouco vamos colocar o bloco na rua”, afirmou o presidente estadual do PSDB-MG, deputado federal Marcus Pestana. Segundo ele, a chapa que está sendo formada é forte e representativa. “Ela conjuga a experiência política do Pimenta da Veiga, o perfil popular do Dinis Pinheiro e a técnica administrativa de Anastasia”.

Veja o que dizem as lideranças políticas:

Deputado estadual Bonifácio Mourão (PSDB)
Esperança para o povo mineiro. Minas Gerais não aceita o sistema desarticulado que o governo federal está adotando. Em Minas Gerais o sistema é diferente. É o sistema da ética, da eficiência e do respeito humano.

Deputado estadual Dinis Pinheiro (PP)
Essa união representa uma força extraordinária, composta de partidos muito sintonizados para dar continuidade ao bom trabalho feito em Minas e levar os resultados de Minas para o Brasil.

Deputado Estadual Agostinho Patrus (PV):
Este evento traduz o apoio político de vários partidos que estão juntos buscando o crescimento e desenvolvimento de Minas Gerais. É a base que esteve junto com Aécio e Anastasia. Agora estamos unidos para trabalhar junto com Pimenta da Veiga e Dinis.

Prefeito de Marmelópolis, Antônio Carlos (PP):
Estamos diante de dois nomes fortes dentro do Estado (Pimenta da Veiga e Dinis Pinheiro) que poderão garantir a continuidade do que já está sendo feito e trazer ainda mais avanços para os mineiros.

Deputado Estadual Sargento Rodrigues (PDT):
A Aliança formada em torno do Pimenta poderá garantir a continuidade de inúmeros projetos que vêm alavancando o crescimento de Minas Gerais. Por outro lado, é o ponto de partida para que Minas ocupe lugar de destaque no cenário nacional. Ao lado de PimentaDinis Pinheiro agrega a capacidade de liderança política e, especialmente, a sua experiência de diálogo com as classes menos favorecidas.

Deputado Estadual Fred Costa (PEN):
A união desses três nomes (Pimenta da VeigaDinis Pinheiro e Antonio Anastasia) traduz a experiência política e a trajetória de êxito vivenciada no Estado. Esta aliança faz parte de um projeto de governo iniciado por Aécio Neves.

Deputado Estadual Gustavo Corrêa (DEM):
Esta aliança – Pimenta da Veiga e Dinis Pinheiro – traz candidatos de importância e força política. É uma aliança que reúne a força da juventude.

Prefeito de Caldas, Ulisses Guimarães (PTB):
É a melhor aliança para Minas continuar crescendo e avançando nas conquistas iniciadas com Aécio Neves. Minas ficará fortalecida.

Deputado estadual Cassio Soares (PSD):
Temos agora a consolidação de um esforço político partidário que poderá representar a continuidade de um bom trabalho.

Deputado estadual Leonardo Moreira (PSDB):
Essa união é a voz dos mineiros e mineiras que reconhecem um trabalho competente em Minas. Ela poderá levar, também, o bom trabalho de Aécio e Anastasia ao patamar nacional.

Deputado estadual Anselmo José Domingos (PTC):
Teremos a melhor chapa que Minas Gerais poderia ter. Dinis conhece Minas profundamente, Pimenta da Veiga traz sua experiência. Aécio e Anastasia já deixaram sua marca de eficiência em Minas. Estamos oferecendo o melhor de Minas para o Brasil.

Deputado estadual Antônio Lerin (PSB):
A união entre a juventude e a experiência que vamos ter nessa chapa é a melhor opção para Minas e para o Brasil. É uma parceria que mostra que Minas pode levar seu exemplo de sucesso para todos.

Deputado estadual Lafayette Andrada (PSDB):
Esta é uma aliança forte que vai gerar sustentabilidade para propiciar a vitória.

Toninho Andrada, prefeito de Barbacena e presidente da Associação Mineira dos Municípios, (PSDB):
PSDB tem liderado uma grande frente política que oferta ao estado administração eficiente e atenção à causa municipalista, não só dentro de programas político-administrativos, mas dentro da formação de seus líderes.

Deputado estadual Alencar da Silveira Júnior (PDT):
Ver um presidente do legislativo em chapa majoritária nos mostra que o legislativo mineiro está sendo prestigiado, que essa legislatura é boa, dá certo.

Deputado estadual Rômulo Veneroso (PV):
Minas quer mostrar ao país a importância de um grupo que defende o estado e a democracia. Vemos o resultado dessa união em Minas e podemos trabalhar para ter a continuidade desses resultados em Minas e levá-los ao resto do país.

Deputado estadual Arlen Santiago (PTB):
O país não aguenta mais a falta de saúde, de segurança. O país não aguenta mais empresas quebrando, escândalos em estatais. O país não aguenta mais os desmandos de quem há 12 anos está a frente do governo federal. Por isso o PTB estará com essa chapa.

Deputado estadual Bosco (PT do B):
Minas precisa continuar avançando e precisa fazer isso com uma união de pessoas que verdadeiramente conhecem Minas e que podem levar os bons resultados de Minas para o Brasil.

Deputado estadual João Leite (PSDB):
Essa é a confirmação de um projeto que Minas Gerais consagrou desde 2003. Essa união de partidos reflete na indicação de Dinis Pinheiro, que representa muito bem o bom funcionamento dessa aliança.

Deputado federal Alexandre Silveira (PSD):
A união e de partidos e a indicação dos pré-candidatos é resultado do reconhecimento de muito trabalho. Um trabalho que mudou Minas de forma correta e com sustentabilidade política. Um trabalho que agora pode ser levado ao Brasil.

Deputado estadual Gustavo Valadares (PSDB):
Essa aliança é a união que temos na Assembleia, que tivemos nos governos Aécio e Anastasia. A manutenção e ampliação dessa união provam que por aqui as coisas vão bem.

Deputado estadual Wander Borges (PSB):
Essa é uma união que acontece em prol de objetivos demandados pela sociedade. Uma união que conta com pluralidade e com democracia. E, por conseqüência, nos ajuda a construir um mundo melhor.

Deputado Sebastião Costa (PPS):
Essa união só é possível porque reúne partidos com lideranças que compartilham do mesmo propósito de tornar o poder político um instrumento do bem e da prosperidade, da gestão pública com responsabilidade.

2014: Minas continuará com decência, seriedade e trabalho, diz Aécio

Aqui vai continuar tendo decência, seriedade e trabalho a favor das novas gerações”, disse Aécio.

Eleições 2014

Minas continuará com decência, seriedade e trabalho, afirma Aécio Neves

O Movimento Todos Por Minas confirmou, nesta segunda-feira (19/05), em Belo Horizonte, os nomes do ex-governador Antonio Anastasia (PSDB) como pré-candidato ao Senado e do deputado estadual Dinis Pinheiro (PP) como pré-candidato a vice-governador na chapa encabeçada pelo tucano Pimenta da Veiga. No encontro realizado com a presença de 4 mil pessoas no Ginásio do Cruzeiro, no bairro Barro Preto, o presidente do PSDB, senador Aécio Neves, destacou que Minas contará com representantes ligados a um projeto em curso há 12 anos e que trouxe conquistas em diversas áreas para o Estado.

“É um momento em que Minas se reúne para dizer: aqui não! Aqui vai continuar tendo decência, seriedade e trabalho a favor das novas gerações”, disse Aécio. O senador definiu a ampla aliança como uma “união por um objetivo comum: a grandeza de Minas, são os valores de Minas, os avanços que ainda precisamos construir.”

Além dos pré-candidatos, participaram do encontro o governador de MinasAlberto Pinto Coelho (PP), o presidente do PSDB-MG, deputado federal Marcus Pestana, o presidente do PSDB de Belo Horizonte, deputado estadual João Leite, os deputados federais tucanos Rodrigo de Castro, Paulo Abi-Ackel, Bonifácio de Andrada, Eduardo Barbosa e Domingos Sávio, além de deputados estaduais, prefeitos e vereadores do PSDB e dos partidos aliados em Minas.

Alianças

Aécio Neves afirmou que as pré-candidaturas representam “uma das chapas mais sólidas construídas na história recente de Minas”. O motivo, segundo o presidente do PSDB, é a qualidade dos seus integrantes.

Anastasia é o homem público mais preparado da minha geração”, disse Aécio. Em relação a Dinis Pinheiro, o senador lembrou que ele é um “homem do povo, que traz na alma o amor a Minas”.

Sobre Pimenta da VeigaAécio lembrou a ampla trajetória do tucano, que foi prefeito de Belo Horizonte, ministro das Comunicações durante o governo FHC e atualmente é presidente do Instituto Teotônio Vilela de Minas Gerais, órgão de formação política do PSDB.

O senador disse ainda que Minas dispõe de um projeto político bem sucedido há 12 anos e que está sendo conduzido atualmente pelo governador Alberto Pinto Coelho (PP).

“Alberto a cada dia demonstra de onde veio e a clareza de suas posições. Preparado, leal e corajoso, que demonstrou, em poucas semanas de governo, ser um líder nacional e extremamente influente, que muito tem ajudado a nossa caminhada”.

Movimento Todos por Minas é composto por 20 partidos: PSDB, PP, DEM, PPS, PDT, PTB, PSD, PR, PV, PTdoB, PHS, PRB, PSC, PSDC, PEN, PMN, PSL, PTC, PTN e Solidariedade.