Arquivos do Blog

Gestão da Saúde: Hemominas em Patos de Minas faz coleta de sangue em horário alternativo

Além de realizar o atendimento no horário normal, de 7h às 11h, unidade funcionará, também, de 17h às 19h30

Nesta segunda-feira (02), a unidade da Fundação Hemominas em Patos de Minas, no Alto Paranaíba, atenderá os doadores excepcionalmente de 17h às 19h30, além de realizar o atendimento no horário normal, de 7h às 11h. A expectativa é atender cerca de 60 candidatos à doação de sangue durante o horário alternativo. A unidade está localizada na rua Major Gote, n° 1255, bairro Centro.

Segundo a portaria 1.353/2011 do Ministério da Saúde, podem doar sangue cidadãos com boa saúde, idade entre 18 e 67 anos. Os candidatos devem pesar acima de 50 quilos, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não ter tido hepatite após os 11 anos de idade, e que não tenham doença de Chagas.

Jovens com 16 e 17 anos, somente poderão se candidatar à doação de sangue com a presença dos responsáveis legais ou autorização dos responsáveis com firma reconhecida em cartório, cujo modelo de autorização está disponível no site www.hemominas.mg.gov.br. A idade máxima para a primeira doação de sangue é 60 anos. Os candidatos, que já tiverem doado pelo menos uma vez antes dos 60 anos, poderão doar até a idade de 67 anos.

Para mais informações sobre os critérios para doação de sangue clique aqui ou ligue para 155. Com foco no público jovem, a Fundação Hemominas disponibiliza o hotsite www.projetonaveia.com.br, que promove interatividade e participação também na divulgação da doação.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/hemominas-em-patos-de-minas-faz-coleta-de-sangue-em-horario-alternativo/

Gestão da Educação: Implantação de Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos promete alavancar doações em Minas

As organizações irão atuar diretamente no auxílio ao Complexo MG Transplantes

Henrique Chendes/SES MG
Evento de lançamento das Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos
Evento de lançamento das Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) anunciou, nesta segunda-feira (25), a criação de dez unidades de Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos (OPOs) que irão atuar diretamente no auxílio ao Complexo MG Transplantes, integrante da rede Fhemig.

O processo de doações de órgãos no Estado, que vem crescendo e salvando vidas consideravelmente, funciona por meio de seis Centrais de Notificação e Distribuição de Órgãos e Tecidos (CNCDOs), que agora passaram a contar com mais dez unidades de OPOs. Além de uma equipe de profissionais, carros com motoristas e cinco aeronaves já estão disponibilizados para captação e transporte de pacientes e órgãos.

Essas OPOs, por sua vez, terão o objetivo de captar um número maior de doações, além de agilizar e humanizar o processo de doação e transplante, que, só em 2011, chegou a beneficiar cerca de 500 mil pacientes em todo o país. Cerca de 90% das cirurgias de transplante foram custeadas pelo sistema público de saúde.

Participaram do lançamento do projeto, o secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques; o coordenador do Sistema Nacional de transplantes, Heder Murari Borba; o presidente da Fhemig, Antônio Carlos de Barros Martins; o diretor do Complexo MG Transplante, Charles Simão Filho; o secretário Municipal de Saúde de Betim, Pedro de Oliveira Pinto; dentre outras autoridades.

De acordo com secretário Antônio Jorge, as unidades operacionais (OPOs) foram criadas inicialmente em dez macro-cidades, levando em consideração a população de cada região, o número de hospitais, número de leitos de UTI e a própria regionalização, segundo o Plano Diretor de Regionalização (PDR) adotada pela SES. “As cidades que receberão as Organizações de Procura foram selecionadas com o intuito de suprir vazios assistenciais maiores, possibilitando traçar um novo panorama para a realização de transplantes no Estado, por meio da assistência integrada e qualificada”, disse o secretário.

Captação e assistência

Como o próprio nome diz, as Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos (OPOs) funcionam como uma unidade de busca que, ladeadas pelas Centrais de Notificação e pelas Comissões Intra-hospitalares de Doação de Órgãos e Tecidos (CIHDOTT) já existentes, objetivam aumentar o volume de órgãos transplantados. Tais unidades são caracterizadas pela atuação pontual, na qual cada OPO torna-se responsável por um grupo de hospitais regionais pré-selecionados, buscando aumentar e aprimorar o processo de captação de doações, bem como efetivar e sensibilizar o número de doadores em cada hospital.

Cada Organização de Procura de Órgãos contará com dois médicos, cinco enfermeiros e um administrador, que após capacitação, atuarão em conjunto com cada equipe hospitalar nos serviços de coleta e transplantes.

Aumento de doadores

Com um dos maiores programas públicos de saúde do mundo, o Brasil figura entre os países que mais realizam, em números absolutos, transplantes de órgãos e tecidos. Em Minas Gerais, existem 36 instituições habilitadas para a realização de busca ativa e captação de órgãos, além de 54 instituições habilitadas para a realização de transplantes.

De 2006 a 2012, o quadro de evolução das doações de órgãos múltiplicou no Estado, saltou de 3% para 12%, segundo dados divulgados pelo Sistema Nacional de Transplantes (SNT). Com relação ao aumento das doações de órgãos e tecidos nos últimos anos, Minas sai na frente de estados como Rio de Janeiro, Paraná e Distrito Federal.

Após a instalação das OPOs, os processos de adesão, informação ao paciente, agilidade e ampliação das notificações serão reformulados, a fim de que o ato da doar órgãos seja encorajado cada vez mais em toda a sociedade.  “Atualmente, existe uma fila de espera para transplante de córnea equivalente a 300 pessoas. Num passado não muito distante essa fila chegava à marca de 1.500 pacientes. A melhora no quadro é uma realidade alcançada pelo sistema de saúde pública, que pretende em até oito meses atender a todos os pacientes, avançando e qualificando cada vez mais as doações”, declarou Antônio Jorge.

Mobilização e avanço

De acordo com o coordenador do Sistema Nacional de transplantes, Heder Murari Borba, as novas políticas públicas adotadas com o intuito de fortalecer e aprimorar o Sistema Nacional de Transplantes (SNT) buscam traçar, em todo o pais, um novo panorama no que diz respeito aos transplantes de órgãos e tecidos. Ele também ressalta a atuação da população nessa nova perspectiva. “Estamos melhorando a assistência e a informação sobre os procedimentos de transplante para toda a sociedade. Contudo, faz-se necessário que as pessoas estejam dispostas a atuar em prol dos demais. Para que a doação ocorra, basta que o paciente comunique junto a sua família sobre a concessão de órgãos. Um gesto nobre e enaltecedor que salva milhares de vidas todos os anos”, finalizou.

As dez Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos estão sendo instaladas nos hospitais João XXIII, Risoleta Tolentino Neves e Hospital Municipal de Betim, e nas cidades de Montes Claros, Governador Valadares, Juiz de Fora, Pouso Alegre, Ipatinga, Uberaba e Uberlândia.Em uma segunda etapa, serão instaladas unidades em Divinópolis, Sete Lagoas, Patos de Minas, Barbacena, Teófilo Otoni, Varginha e Alfenas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/implantacao-de-organizacoes-de-procura-de-orgaos-e-tecidos-promete-alavancar-doacoes-em-minas/

Gestão da Saúde: Governo de Minas lança projeto para aumentar a captação de órgãos e tecidos

Serão criadas dez Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos em Minas Gerais

Nesta segunda-feira (25), às 10h, o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques, o coordenador do Sistema Nacional de Transplantes, Heder Murari Borba, o presidente da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), Antônio Carlos de Barros Martins, e o diretor do Complexo MG Transplantes, Charles Simão Filho, anunciam a criação de dez Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos (OPOs) em Minas Gerais. Cada OPO terá dois médicos, cinco enfermeiros e um administrador.

Os OPOs são unidades operacionais das Centrais de Notificação e Distribuição de Órgãos e Tecidos (CNCDOs), que irão coordenar grupos de hospitais por meio de suas Comissões Intra Hospitalares de Doação de Órgãos e Tecidos (CIHDOTT). Foram criadas levando-se em consideração a população, o número de hospitais, número de leitos de UTI, logística de transporte, distâncias de centros transplantadores e o Plano Diretor de Regionalização. O objetivo das OPOs é aumentar a captação de órgãos e tecidos.

As dez Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos serão instaladas nos hospitais João XXIII, Risoleta Tolentino Neves e Hospital Municipal de Betim, e nas cidades de Montes Claros, Governador Valadares, Juiz de Fora, Pouso Alegre, Ipatinga, Uberaba e Uberlândia.

Numa segunda etapa, deverão ser criadas OPOs em Divinópolis, Sete Lagoas, Patos de Minas, Barbacena, Teófilo Otoni, Varginha e Alfenas.

Coletiva à imprensa

Data: 25 de junho Segunda-feira

Horário:10h

Local: Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves – Prédio Minas – 12º andar – sala de reunião do Gabinete do secretário de Estado de Saúde

Tema:Lançamento de dez Organizações de Procura de Órgãos e Tecidos em Minas Gerais – OPOs

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-lanca-projeto-para-aumentar-a-captacao-de-orgaos-e-tecidos/

Governo de Minas: Hemominas organiza passeio para lembrar o Dia do Paciente

A ação teve a finalidade de promover a interação e socialização entre os pacientes.

Adair Gomez / Hemominas
Rosalina de Jesus, uma das pacientes mais antigas da Hemominas aproveita o Dia do Paciente em visita ao zoológico de Belo Horizonte
Rosalina de Jesus, uma das pacientes mais antigas da Hemominas aproveita o Dia do Paciente em visita ao zoológico de Belo Horizonte

A Fundação Hemominas realizou, nesta sexta-feira (22), um passeio com pacientes na Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte para lembrar o Dia do Paciente da instituição, comemorado no 24 de junho. A ação, organizada pela equipe interdisciplinar do ambulatório do Hemocentro de Belo Horizonte, teve a finalidade de promover a interação e socialização entre os pacientes.

Para Rosângela de Castro, assistente social da Hemominas, o retorno é positivo, pois muitos dos pacientes têm nessas atividades a possibilidade do acesso ao lazer. “Nossos pacientes ficam ansiosos, aguardando e nos perguntando quando haverá novas ações”, afirma Rosângela.

Para muitos pacientes, essa foi uma oportunidade de conhecer o local pela primeira vez. Gabriel Marcos de Oliveira, 10, paciente da Hemominas desde o primeiro ano de vida, nunca havia ido ao zoológico. “Essa foi uma oportunidade de realizar um passeio divertido. Ele nunca havia conhecido o zoológico devido à dificuldade de locomoção e graças à Hemominas, eu pude trazê-lo”, destaca Aparecida do Rosário Fernandes, mãe de Gabriel.

Rosalina de Jesus, 65, é uma das pacientes mais antigas da Fundação Hemominas. Fazendo acompanhamento e tratamento para anemia falciforme há aproximadamente 50 anos, ela não perde o humor e brinca dizendo que “a Hemominas cuida do corpo e da alma”.

Referência

A Fundação Hemominas é referência no diagnóstico e tratamento de pacientes portadores de coagulopatias e hemoglobinopatias em Minas Gerais, atendendo uma média diária de 120 pacientes no Hemocentro de Belo Horizonte. A instituição possui cerca de 7 mil pacientes em todo o Estado.

Na busca constante pela qualidade de vida do paciente, os ambulatórios da Fundação Hemominas investem em atividades lúdicas, como pintura, leitura de contos e brincadeiras, promovendo assim o bem-estar daqueles que procuram o ambulatório para tratamentos.

“A Fundação tenta amenizar da melhor forma as dificuldades que nossos pacientes encontram na sua vida”, ressalta Davidson de Oliveira Correa, pedagogo da Fundação Hemominas.

Atualmente, das 24 unidades que integram a rede Hemominas, 16 possuem atendimento ambulatorial para os pacientes, sendo elas: Belo Horizonte, Montes Claros, Governador Valadares, Divinópolis, Sete Lagoas, Juiz de Fora, Pouso Alegre, Patos de Minas, Uberaba, Uberlândia, Manhuaçu e Diamantina. As unidades que atendem, exclusivamente, os portadores de coagulopatias hereditárias são Ponte Nova, Ituiutaba, São João del-Rei e Passos.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/hemominas-organiza-passeio-para-lembrar-o-dia-do-paciente/

Gestão da Saúde: inaugurada nova UPA em Vespasiano

Governo de Minas, Ministério da Saúde e prefeitura investiram, juntos, cerca de R$ 7,8 milhões para reforçar atendimento de urgência e emergência no município.

Henrique Chendes / SES
UPA de Vespasiano poderá realizar 400 atendimentos por dia.
UPA de Vespasiano poderá realizar 400 atendimentos por dia.

A população de Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, ganhou um reforço na assistência de urgência e emergência. Foi inaugurada nessa quinta-feira (21), uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). A UPA “Prefeito Luiz Issa” tem a capacidade de realizar mais de 400 atendimentos diários no âmbito da urgência e emergência, 24 horas por dia, sete dias por semana. O investimento total foi de R$ 7,8 milhões para a construção da unidade.

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), investiu R$ 2 milhões na UPA. Foram R$ 725 mil destinados à obra e mais R$ 1,3 milhão para aquisição de equipamentos. Já o Governo Federal, por intermédio do Ministério da Saúde, destinou R$ 2,6 milhões e a prefeitura investiu R$ 3,2 milhões para aquisição de terreno, custeio e manutenção.

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques, a UPA foi implantada para oferecer o primeiro atendimento às pessoas com o quadro clínico de urgência/emergência, sendo capaz de diagnosticar e tratar rapidamente cada paciente. “Estão sendo construídas mais 19 UPAs em todo o Estado. As unidades, assim como o SAMU, são componentes fundamentais da rede e urgência/emergência e comprovam o avanço do SUS no em Minas. Ao ampliar e qualificar o atendimento ao cidadão aumenta a resolutividade da saúde no Estado, que incide em aspectos inovadores de gestão, racionalidade econômica, tempo e infraestrutura”, ponderou.

A Rede de Urgência e Emergência é uma parceria do Governo de Minas Gerais com o Governo Federal e os municípios que visa otimizar e melhorar a qualidade dos serviços para as pessoas que necessitam de agilidade no atendimento médico.  Desde 2011, o governo de Minas já investiu mais de R$ 20 milhões na construção de nove UPAs nos municípios de Varginha, Vespasiano, Sabará, Sete Lagoas, Patos de Minas, Diamantina, Divinópolis e Barbacena.

O prefeito de Vespasiano, Carlos Moura Murta, reiterou a importância da unidade na redução do tempo de espera como forma de aumentar a qualidade dos serviços de saúde e o próprio índice de cura e sobrevida. “AUPA que está à disposição de toda a população só se tornou possível graças ao apoio das três esferas de governo, tanto a federal, quanto a estadual e a municipal. Minas Gerais avança cada vez com a universalidade do SUS, se preparando para oferecer atendimento ágil e humanizado para todos”, disse.

Para a moradora de Vespasiano, Vera dos Santos Moreira, 63 anos, a concretização da UPA e a sua nomeação é uma segurança e um grande apoio que a população local passa a ter. “Agora, com o atendimento 24horas por dia, qualquer emergência pode ser tratada aqui mesmo. A gente fica aliviada em saber que a assistência que precisamos, está ao lado da nossa casa”, enalteceu.

Especialidades

A Unidade de Pronto Atendimento é caracterizada como um estabelecimento de saúde de complexidade intermediária entre as Unidades Básicas de Saúde ou Saúde da Família e a Rede Hospitalar. Com a principal missão de atender, durante 24horas/dia, os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), que apresentem quadro clínico agudo de qualquer natureza, a UPA Prefeito Luiz Issa, em Vespasiano, passa a ofertar as seguintes especialidades: Cardiologia, Otorrinolatingologa, Cirurgia Vascular, Neurologia, Dermatologia, Pneumologia, Infectologia, Angiologia, Pneumologia Sanitária, Dermatologia Sanitária, Cardiologia Pediátrica, Oftalmologia, Hebiatria, Psiquiatria, Assistência Social, Psicologia, Terapia Ocupacional, Fisioterapia eFonoaudiologia.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/inaugurada-nova-upa-em-vespasiano/

Gestão Eficiente: gestores e profissionais de saúde participam de Seminário de Atenção Primária em Patos de Minas

Encontro expôs práticas exitosas e discutiu sobre a atuação dos profissionais de saúde no fortalecimento da Atenção Primária.

Cerca de 300 profissionais da área da saúde participaram do evento
Cerca de 300 profissionais da área da saúde participaram do evento

Aproximadamente 300 profissionais de saúde dos 21 municípios que compõem a Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Patos de Minas, na região do Alto PAranaíba, participaram nesta quinta-feira (21), do Seminário de Apoio ao Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Primária à Saúde (PMAQ). O seminário tem como objetivo difundir práticas exitosas relacionadas à gestão do trabalho na Atenção Primária e discutir sobre a atuação dos profissionais de saúde no fortalecimento da Atenção Primária.

O Coordenador Estadual do Programa de Educação Permanente para Médicos de Estratégia de Saúde da Família, João Batista Silvério, em sua palestra, direcionou quais são os avanços e perspectivas na gestão do trabalho na Atenção Primária, que consiste em sair de um sistema fragmentado de condições agudas e chegar nas redes integradas voltadas para a prevenção das condições agudas e graves.

“O Programa de Saúde da Família (PSF) brasileiro é modelo para diversos países, inclusive para a Europa, em que as pesquisas revelam a viabilidade de caracterizar a Atenção Primária à Saúde como o centro gravitacional dos serviços de saúde. É comprovado que quanto maior a cobertura do Programa, melhor é a condição de saúde da criança, tem impacto na economia com a redução de internações, bem como o controle das doenças crônicas e causas externas”, afirma.

O desafio da liderança na gestão de pessoas foi abordado pelo Superintendente Regional de Saúde de Patos de Minas, Lindomar Marques Babilônia. “Há uma série de fatores que contribuem para a eficiência do trabalho, que inclui a motivação, o interesse, estrutura física, equipamentos adequados e a integração da equipe, em consonância com o objetivo da instituição e considerando o trabalhador como ser humano. Por isso a importância da melhoria dos processos de trabalho para garantir o acesso e a qualidade do atendimento à população”, destaca.

A secretária de Saúde de Carmo do Paranaíba, no Alto Paranaíba, e presidente regional do Colegiado dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems), Leandra de Fátima da Silva Costa, destacou que o encontro é a oportunidade para construir as estratégias de aprimoramento para o desenvolvimento do PMAQ. “Desde 2007 a Comissão Intergestores Tripartite vem discutindo o plano de carreira e salários dos profissionais da Atenção Primária, e eventos como este nos possibilita discutir e buscar alternativas para aprimorar o PMAQ em nossos municípios”.

A enfermagem na terapia comunitária, remuneração por resultados, contrato de gestão com Equipes de Saúde da Família, trabalho do médico e a importância da participação no Programa de Educação Permanente (PEP) e o trabalho integrado da saúde bucal nas equipes de Atenção Primária são demais assuntos que serão trabalhados durante o Seminário.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/gestores-e-profissionais-de-saude-participam-de-seminario-de-atencao-primaria-em-patos-de-minas/

Gestão da Educação: SES inaugura Pronto Atendimento em Vespasiano

A previsão é de que aproximadamente 450 pessoas sejam atendidas diariamente na nova unidade

O secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Antônio Jorge de Souza Marques irá participar da solenidade de inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Prefeito Luiz Issa que será na quinta-feira (21), em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES) investiu desde o final de 2010, R$ 987.737,52, para a construção da Unidade, além de R$ 1.313.809,91, repassados para a aquisição de equipamentos. Por meio do convênio, a SES disponibilizará ainda, R$ 125.000,00 para as despesas mensais da unidade. Para subsidiar a UPA, a prefeitura ofertou o terreno, a construção do abrigo de resíduo, a terraplanagem, o gerador e a instalação dos gases medicinais.

A previsão é que sejam atendidas diariamente cerca de 450 pessoas na unidade, que contará com uma equipe multiprofissional preparada para atender aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), portadores de quadro clínico agudo de qualquer natureza, durante 24 horas, 7 dias da semana, em caráter de urgência, com atendimento nas especialidades de clínica médica.

O município de Vespasiano, cuja população é estimada em 104.612 mil habitantes, poderá ter acesso a serviços de atenção primária, clínica geral, pediatria, pré-natal, serviço de enfermagem e odontologia.  A unidade oferta uma estrutura composta por salas de espera após classificação de risco, compressor odontológico, ar condicionado, quartos de isolamento, embarque e desembarque de ambulâncias, raio-x digital dentre outros serviços.

Investimento

Desde 2011, o Governo de Minas já investiu mais de 20 milhões na construção de nove UPAs nos seguintes municípios: Varginha, Vespasiano, Sabará, Sete Lagoas, Patos de Minas, Diamantina, Divinópolis e Barbacena.

Serviço:

Evento: Inauguração da Unidade  Prefeito Luiz Issa

Local: Rua Tiradentes s/n°, Vespasiano

Horário: 17hrs

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/ses-inaugura-pronto-atendimento-em-vespasiano/

Gestão da Educação: Superintendência de Ensino de Patos de Minas ganhará nova sede

Anúncio foi feito pela secretária Ana Lúcia Gazzola durante agenda com diretores de escolas e servidores da regional

Divulgação / SEE
Secretária Ana Lúcia Gazzola anunciou sovo prédio da SRE durante visita a instituições em Patos de Minas
Secretária Ana Lúcia Gazzola anunciou sovo prédio da SRE durante visita a instituições em Patos de Minas

Os mais de 100 servidores da Superintendência Regional de Ensino (SER) de Patos de Minas, no Alto Paranaíba, vão ganhar um novo prédio. O anúncio foi feito pela secretária de Estado de Educação, Ana Lúcia Gazzola, durante visita a instituições do município, na última sexta-feira (15).

“Nós já temos o terreno e estamos com a possibilidade de construir a sede nova, no mesmo terreno da Escola Estadual Polivalente, que tem mais de 15 mil metros quadrados. São 25 mil metros quadrados no total, mas a escola ocupa 10 mil metros quadrados e a Superintendência terá 15 mil metros quadrados. Estamos iniciando o procedimento para fazermos os projetos e construirmos no ano que vem a nossa sede”, explica a secretária.

A SRE realiza o atendimento e acompanhamento de 64 escolas estaduais de 14 municípios da região do Alto Paranaíba. De acordo com a superintendente da Regional de Ensino de Patos de Minas, Susie Adriene Silva Pereira, as primeiras medidas para o novo prédio já foram tomadas.

“Foi realizado o levantamento plano e altimétrico do terreno e encaminhado à Secretaria de Estado de Educação e à secretária Ana Lúcia. Agora, o próximo passo é o levantamento da necessidade para o atendimento da SRE, a construção do projeto em si e, posteriormente, as etapas de licitação e contratação para a construção do novo prédio”, detalha Susie. O atual prédio da SRE é alugado e assim como ele, a nova construção também será no município de Patos de Minas.

Conversa

A agenda em Patos de Minas representa a 11 ª visita da secretária Ana Lúcia Gazzola às regionais de ensino no Estado. No encontro, marcado por reuniões com diretores de escolas e servidores da superintendência, os educadores puderam esclarecer dúvidas sobre o modelo unificado de remuneração, as progressões e promoções nas carreiras da educação, além de outras informações referentes ao pedagógico, administrativo e pessoal.

“Nós saímos daqui muito felizes com os esclarecimentos da secretária. Com certeza, estamos mais renovados agora, para uma educação nova. Vamos pode esclarecer para os nossos professores as dúvidas que eles têm no nosso dia-a-dia”, avalia o diretor da Escola Estadual Major Mota, em Patos de Minas, Cláudio José Coimbra.

Para Ana Lúcia Gazzola, o encontro teve saldo positivo e serviu para somar ideias rumo aos avanços na educação. “A reunião foi excelente. Temos aqui um grupo muito alegre, competente, eficiente e com um acolhimento diferenciado, muito positivo. Nós tivemos a oportunidade de fazer explanação e, ao mesmo tempo, de responder as perguntas. Eu acho que o que nós estamos construindo é uma compreensão mútua, com respeito mútuo e um sentimento de coesão dentro do sistema da nossa Secretaria. Esta é uma das superintendências de melhor resultado”, avalia a secretária se referindo aos indicadores educacionais.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/superintendencia-de-ensino-de-patos-de-minas-ganhara-nova-sede/

Governo de Minas: Seplag recebe inscrições para médico-perito, fisioterapeuta-perito e auxiliar de apoio logístico

Terminam dia 22 as inscrições para formação de cadastro de reserva para médico-perito, fisioterapeuta-perito e auxiliar de apoio logístico para a Unidade Pericial Central

Terminam no próximo dia 22 as inscrições para formação de cadastro de reserva para médico-perito, fisioterapeuta-perito e auxiliar de apoio logístico para a Unidade Pericial Central. As inscrições se estendem também para cadastro de reserva, somente para médico-perito, para as Unidades Periciais Regionais de Almenara, Araçuaí, Barbacena, Caratinga, Coronel Fabriciano, Curvelo, Diamantina, Divinópolis, Governador Valadares, Itabira, Janaúba, Juiz de Fora, Lavras, Leopoldina, Montes Claros, Muriaé, Paracatu, Passos, Patos de Minas, Poços de Caldas, Pouso Alegre, São João Del Rei, Sete Lagoas, Teófilo Otoni, Ubá, Uberaba, Uberlândia, Varginha, Viçosa.

De acordo com a Superintendência Central de Perícia Médica e Saúde Ocupacional, da Seplag, a remuneração prevista para médico-perito é de R$ 2.967,54 com carga horária semanal de 20h, fisioterapeuta-perito R$ 1.854,72 com carga horária semanal de 30h e auxiliar de apoio logístico: R$ 840,43 com carga horária semanal de 40h. Para mais informações, clique aqui.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/seplag-recebe-inscricoes-para-medico-perito-fisioterapeuta-perito-e-auxiliar-de-apoio-logistico/

Gestão da Saúde: Dia Mundial do Doador de Sangue é celebrado na Fundação Hemominas

A data é celebrada em todo o mundo e o tema da Organização Mundial da Saúde (OMS) para este ano é “Todo doador de sangue é um herói”

A Fundação Hemominas comemora o Dia Mundial do Doador de Sangue, nesta quinta-feira (14), em suas unidades do Estado. A data é celebrada em todo o mundo e o tema da Organização Mundial da Saúde (OMS) para este ano é “Todo doador de sangue é um herói”. Segundo a OMS, o tema enfoca a ideia de que todos podem ser heróis doando sangue. Além de reconhecer o doador como um herói silencioso que salva vidas todos os dias, o tema também encoraja mais pessoas a doar sangue voluntariamente e regularmente.

Em Belo Horizonte, a Hemominas receberá os candidatos à doação de sangue com música, dança e degustação de café. As atividades terão início às 8h e serão encerradas às 17h. O hemocentro fica na Alameda Ezequiel Dias, 321.

Em Juiz de Fora, na Zona da Mata, a Hemominas organizará o 3° Festival de Talentos, com apresentações de dança, música e exposição de trabalhos manuais. O festival ocorrerá às 18h30, no setor infantil da Biblioteca Municipal Murilo Mendes, localizada na avenida Getúlio Vargas, n° 200, bairro Centro. Além disso, os candidatos à doação que comparecerem à sede da unidade, localizada na rua Barão de Cataguases, s/n, bairro Centro, no horário de 8h às 17h, receberão massagem e lembrança comemorativa.

Já a unidade da Hemominas em Montes Claros, no Norte de Minas, promoverá ações de conscientização e sensibilização da comunidade na Praça Doutor Carlos, no centro da cidade, das 8h às 16h.

Em Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas, os candidatos à doação de sangue serão recepcionados pela mascote Medulinha. Os candidatos receberão lembranças alusivas à data, além de assistirem a apresentação do Coral Centro de Artes e Ofícios e visitarem a exposição feita com material reciclado. A unidade está localizada na rua José Gabriel Medef, 22, no bairro Padre Libério. O horário de atendimento ao doador na unidade é das 7h30 às 13h30.

Em Patos de Minas, no Alto Paranaíba, a Hemominas receberá 40 estudantes do Curso Técnico em Enfermagem da Escola Advice, das 7h às 11h, para doação de sangue. A iniciativa, dos próprios alunos, tem como objetivo comemorar o Dia Mundial do Doador de Sangue.

A Hemominas de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, vai entregar a todos os candidatos à doação de sangue que comparecerem à unidade uma lembrança pela data. Além disso, a unidade realiza coleta de sangue para 70 pessoas na cidade de Araguari, das 8h às 11h30, no Centro Catequético da Igreja Bom Jesus, rua Padre Nilo Tabuquini, 43.

Em São João del-Rei, no Campo das Vertentes, a Hemominas oferecerá aos candidatos à doação de sangue que comparecerem à unidade um café especial. O horário de atendimento aos doadores de sangue na unidade é de 7h30 as 11h30, na rua Prefeito Nascimento Teixeira, 175, bairro Segredo.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/dia-mundial-do-doador-de-sangue-e-celebrado-na-fundacao-hemominas/