Arquivos do Blog

Gestão Anastasia: Educação Fiscal chega a mais escolas de Minas Gerais

Conselheiro Lafaiete, região Central, é a segunda cidade de Minas a concluir a primeira fase do Programa Estadual de Educação Fiscal. A primeira foi Divinópolis, na região Centro-Oeste

Divulgação SEF
Conselheiro Lafaiete conclui a segunda etapa do Programa Educação Fiscal
Conselheiro Lafaiete conclui a segunda etapa do Programa Educação Fiscal

A primeira etapa da capacitação em Educação Fiscal em Conselheiro Lafaiete e região foi concluída. Educadores da rede estadual, municipal e particular dos dezoito municípios que compõem a Superintendência Regional de Ensino (SER) de Conselheiro Lafaiete participaram de encontros temáticos e de oficinas.

O Programa Estadual de Educação Fiscal (PROEFE) foi apresentado aos participantes e aspectos como: Tributação, Noções de Administração Pública, Orçamento Público, Lei de Responsabilidade Fiscal, Controles Interno e Social da Administração Pública, Ética, Pirataria, Temas Transversais e Motivação.  As oficinas deram início à formatação do Caderno de Referência de Educação Fiscal da Regional.

Integra também o processo o curso a distância, oferecido pela Escola de Administração Fazendária do Ministério da Fazenda (ESAF/MF), em que o educador tem acesso a informações que irão favorecer a inserção transversal da Educação Fiscal nas disciplinas tradicionais.

A iniciativa compõe a vertente de conscientização do Minas Legal, Programa que tem o objetivo de integrar Governo e Sociedade na tarefa de informar o cidadão sobre a função socioeconômica do tributo, combater a pirataria e a sonegação, conferir maior transparência à gestão dos recursos públicos, além de premiar boas práticas de cidadania fiscal.

O objetivo é contar com disseminadores em Educação Fiscal em todas as cidades de Minas, desenvolvendo projetos pedagógicos e alcançando todas as escolas e bibliotecas do nosso Estado. O desafio de levar a Educação Fiscal a todas as regionais de ensino de Minas, que está registrado na Carta de Missão do Governo, deverá ser alcançado até 2015.

As Secretarias de Estado de Fazenda (SEF) e Educação (SEE) são as promotoras dessa capacitação, que conta com o apoio e participação da Controladoria Geral do Estado (CGE), além dos parceiros institucionais do Programa de Educação Fiscal em Minas.

No segundo semestre de 2012, está previsto o desenvolvimento do Programa nas Regionais de Ensino de Pará de Minas e de Ponte Nova, além da continuidade em Divinópolis e Conselheiro Lafaiete.

Informação, conhecimento e mudança formam o tripé da Educação Fiscal no fortalecimento da cidadania fiscal.

Conheça mais sobre o Programa Minas Legal e a Educação Fiscal no site www.minaslegal.mg.gov.br.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/educacao-fiscal-chega-a-mais-escolas-de-minas-gerais/

Governo de Minas: Reuniões públicas subsidiam cobrança pelo uso da água na bacia do Rio Pará

Igam promove encontros com comunidades dos municípios de Pompeu, Passa Tempo e Divinópolis

O Comitê de Bacia do Rio Pará (CBH – Pará), com o apoio técnico do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) e da AGB Peixe Vivo, entidade equiparada às funções de agência de bacia, realizará reuniões públicas que subsidiarão o processo de cobrança de uso da água na bacia do rio Pará. Os encontros acontecem respectivamente nos municípios de Pompeu, nesta quarta-feira (30); Passa Tempo, no dia 13 de junho; e Divinópolis, no dia 20 de junho.

As reuniões têm como objetivo abrir espaço para que a sociedade possa contribuir com sugestões no processo de cobrança pelo uso da água na bacia. O Comitê do Rio Pará está em fase de montagem da Deliberação Normativa que vai detalhar o sistema tarifário na região, como os valores a serem calculados para as indústrias e para os agricultores, por exemplo. Posteriormente, a deliberação será apresentada em reunião plenária do comitê, cabendo ao próprio Comitê do Rio Pará deliberar sobre o assunto.

Diversas reuniões das Câmaras Técnicas do Comitê já foram realizadas para discutir as metodologias. Reuniões setoriais para ouvir as contribuições dos diferentes segmentos de usuários de água também foram feitas.

Bacia do Rio Pará

O Rio Pará nasce na serra das Vertentes, no município de Resende da Costa. Sua bacia representa uma das mais importantes entre as que compõem o Rio São Francisco e abrange 38 municípios. A principal cidade da região é Divinópolis, com mais de 200 mil habitantes, seguida de Itaúna e Pará de Minas.

 

Serviço:

Reuniões públicas sobre a cobrança pelo uso da água na Bacia Hidrográfica do Rio Pará

 

Primeira reunião – Baixo Rio Pará

Dia: 30 de maio

Local: Câmara Municipal de Pompéu (Rua Capitão Olímpio, 177, Centro – Pompéu – MG)

Horário: 9h

 

Segunda reunião – Alto Rio Pará

Dia: 13 de junho – Alto Rio Pará

Local: Centro Pastoral São José (Rua Antônio Gurgel, S/N, Centro – Passa Tempo – MG)

Horário: 9h

 

Terceira reunião – Médio Rio Pará

Dia: 20 de junho – Médio Rio Pará

Local: Fiemg Divinópolis (Rua Engenheiro Benjamim de Oliveira, 144 A, Esplanada, Divinópolis – MG)

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/reunioes-publicas-subsidiam-cobranca-pelo-uso-da-agua-na-bacia-do-rio-para/

Governo de Minas: Secretaria de Regularização Fundiária treina agentes municipais para ação urbana

Representantes de prefeituras estão aptos para regularizar da forma correta imóveis das áreas urbana e rural

Divulgação / Seerf
Secretário Wander Borges participou da capacitação de gestores municipais
Secretário Wander Borges participou da capacitação de gestores municipais

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado Extraordinária de Regularização Fundiária (Seerf) e do Instituto de Terras do Estado de Minas Gerais (Iter-MG), realizou nesta sexta-feira (25) mais uma rodada do ciclo de treinamento e capacitação de agentes municipais para o trabalho de cadastro e medição de imóveis para regularização fundiária urbana. O curso, realizado na Cidade Administrativa, teve a participação de 46 pessoas, dentre engenheiros, técnicos e auxiliares de 24 municípios mineiros.

Desde setembro de 2011, o Iter-MG vem reestruturando o fluxo de regularização fundiária, com a adoção de novos formulários e a consolidação de um modelo para os processos de legitimação de posse. Com o objetivo de tornar o procedimento ainda mais seguro e ágil, foi adotada a metodologia de parceria com as prefeituras municipais, que ficam responsáveis pelo cadastramento e medição dos imóveis identificados como passíveis de regularização, além do acompanhamento do processo e das possíveis diligências.

Para o secretário de Estado de Regularização Fundiária, Wander Borges, a contribuição dos municípios é fundamental na execução das ações propostas. “O trabalho conjunto entre o Estado e as administrações municipais dinamiza o procedimento, garantindo ao cidadão o acesso rápido ao programa e ao documento definitivo da propriedade”, ressalta.

De acordo com o prefeito de Camacho, no Centro-Oeste de Minas, Geraldo Cardoso Lamounier, a retomada da legitimação em Minas Gerais demonstra a preocupação do Governo de Minas com o desenvolvimento das cidades. “A população camachense está ansiosa, aguardando uma solução para os imóveis devolutos. Com certeza será de grande valia para o povo, principalmente para aquelas pessoas que querem contrair financiamento para melhorias e construções”, explica.

Para Carlos Gomes, técnico em Meio Ambiente da Prefeitura de Capelinha, no Vale do Jequitinhonha, o treinamento para a montagem dos processos foi bastante esclarecedor. “Agora ficou muito mais criterioso, o que garantirá uma segurança para os beneficiários do programa. A nossa expectativa é regularizar, em um curto período de tempo, as cerca de 3.000 áreas irregulares”, afirma.

Segundo a Prefeitura de Almenara, também no Vale do Jequitinhonha, cerca de 70% dos imóveis na zona urbana e de expansão urbana ainda necessitam de regularização. Normanias Silva Neto, projetista, conta que acompanha o trabalho de legitimação há 22 anos. “Agora, com essa nova experiência, o trabalho alcançará o propósito definido. Hoje, a zona rural já está se transformando em expansão urbana, o que aumenta o número de áreas na sede. Por isso, junto com o Estado, vamos intensificar essa ação, promovendo também uma maior circulação de recursos na cidade”, conclui.

Participaram do treinamento nesta sexta-feira (25) profissionais de Almenara, Baldim, Camacho, Capelinha, Carmo do Paranaíba, Caxambu, Congonhas do Norte, Cristina, Elói Mendes, Estrela do Sul, Mantena, Minas Novas, Monte Azul, Muriaé, Pará de Minas, Pompéu, São Miguel do Anta, Setubinha, Curral de Dentro, Varginha, Jesuânia, Japaraíba, Simonésia e Turmalina.

Na semana passada, firmaram parceria com a Seerf/Iter-MG: Barbacena, Buritizeiro, Campos Gerais, Caxambu, Conceição da Barra de Minas, Congonhas, Conselheiro Lafaiete, Corinto, Cruzília, Curvelo, Diamantina, Divinópolis, Guanhães, Ibiá, Igaratinga, Ipatinga, Itaobim, João Pinheiro, Lagoa dos Patos, Lavras, Malacacheta, Mantena, Mateus Leme, Morada Nova de Minas, Nova Belém, Ouro Preto, Paineiras, Patos de Minas, Patrocínio, Pedra do Indaiá, Pirapora, Rio Manso, São Gonçalo do Abaeté, São Gonçalo do Pará, São José do Goiabal, São Lourenço, Tarumirim, Teófilo Otoni, Uberaba e Veríssimo.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/secretaria-de-regularizacao-fundiaria-treina-agentes-municipais-para-acao-urbana/

Gestão Eficiente: Educação Fiscal chega às escolas de Minas

Tributação, orçamento público, lei de responsabilidade fiscal são alguns dos temas que serão abordados no PROEFE

divulgação SEF
Programa Estadual de Educação Fiscal invade as escolas de Divinópolis e região
Programa Estadual de Educação Fiscal invade as escolas de Divinópolis e região

Educadores das redes estadual, municipal e particular das cidades que compõe a Superintendência Regional de Ensino (SER) de Divinópolis darão início ao processo de capacitação em Educação Fiscal na terça-feira (8).

Mais de 200 professores e técnicos educacionais participarão do Encontro Temático, onde conhecerão o Programa Estadual de Educação Fiscal (PROEFE) e discutirão aspectos relacionados ao exercício da cidadania fiscal, como tributação, orçamento público, lei de responsabilidade fiscal, controles interno e social da administração pública, ética e motivação. O programa integra a realização de oficinas que darão início à formatação do Caderno de Referência de Educação Fiscal da Regional.

A maioria dos profissionais que estarão reunidos no encontro já participou ou irão participar, nos próximos meses, do curso a distância oferecido pela Escola de Administração Fazendária do Ministério da Fazenda (ESAF/MF). O curso visa desenvolver habilidades para a inserção transversal da Educação Fiscal nas escolas de Minas Gerais, desafio constante de Carta de Missão do Governo de Minas.

A iniciativa compõe a vertente de conscientização do Programa Minas Legal, que tem o objetivo de integrar Governo e Sociedade na tarefa de informar o cidadão sobre a função socioeconômica do tributo, combater a pirataria e a sonegação, conferir maior transparência à gestão dos recursos públicos, além de premiar boas práticas de cidadania fiscal.

As Secretarias de Estado de Fazenda (SEF) e Educação (SEE) e a Secretaria Municipal de Educação de Divinópolis (SEMED) são as promotoras do Evento, que conta com o apoio e participação da Controladoria Geral do Estado (CGE), além dos parceiros institucionais do Programa de Educação Fiscal em Minas.

O objetivo é contar com disseminadores em Educação Fiscal em todas as cidades da regional, desenvolver projetos pedagógicos e alcançar todas as escolas e bibliotecas com um Kit do Programa.

Em 2012, está previsto o desenvolvimento do Projeto nas Regionais de Conselheiro Lafaiete, Pará de Minas, Ponte Nova e Divinópolis.

Informação, conhecimento, mudança formam o tripé da Educação Fiscal no fortalecimento da cidadania fiscal.

Para conhecer mais sobre o Programa Minas Legal e a Educação Fiscal acesse o site www.minaslegal.mg.gov.br.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/educacao-fiscal-chega-as-escolas-de-minas/

Gestão Anastasia: Governo de Minas destinará materiais de construção a municípios do Alto Paraopeba

Doação de vigas foi anunciada em Entre Rios de Minas pelo secretário Carlos Melles

Bernadete Amado
Setop busca realizar o atendimento das demandas apresentadas pelos municípios, diz Carlos Melles
Setop busca realizar o atendimento das demandas apresentadas pelos municípios, diz Carlos Melles

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), oficializou a entrega de 10 conjuntos de vigas para construção de pontes, para os municípios de Casa Grande, Brás Pires, Catas Altas da Noruega, Cristiano Otoni, Desterro de Entre Rios, Entre Rios de Minas, Itaverava, Piranga, Queluzito e Senhora de Oliveira.

As doações foram anunciadas durante a realização da última Assembleia Ordinária da Associação dos Municípios do Alto Paraopeba (Amalpa), que aconteceu em Entre Rios de Minas, na região Central do Estado, nesta sexta-feira (27).

Os termos de transferência gratuitas de bens tem como finalidade fornecer elementos estruturais aos municípios visando a melhoria das vias públicas, de forma a otimizar o escoamento de bens e serviços e a movimentação de pessoas, bem como apoiar o município em obras de infraestrutura para o desenvolvimento e crescimento sustentável.

Segundo o secretário de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, “a Setop busca realizar o atendimento das demandas apresentadas pelos municípios com o objetivo de melhorar a infraestrutura local”. “É fundamental que as prefeituras tenham atenção ao cumprimento de toda a documentação exigida durante processo para a transferência dos bens”, concluiu o secretário Melles.

Transferência de materiais

Depois das assinaturas dos termos de transferências dos materiais, a entrega das vigas para as pontes dependerá do encaminhamento de documentação pelos municípios e de publicação no jornal “Minas Gerais“, diário oficial dos Poderes do Estado.

“Por estas pontes que serão reconstruídas passam o desenvolvimento de nossas cidades. É a educação, a saúde e a produção agrícola se deslocando em nossas estradas municipais”, disse o presidente da Amalpa e prefeito de Senhora de Oliveira, Sebastião Araújo de Oliveira.

O prefeito de Entre Rios de Minas, Mário Augusto Alves de Andrade, explicou a importância da liberação deste conjunto de vigas para o município. “Com as fortes chuvas de janeiro deste ano, a ponte que liga as comunidades de Brumadinho e Coelhos foi interditada e as cerca de 600 pessoas que transitam pela região têm que fazer um desvio de aproximadamente 14 quilômetros”, destacou o prefeito.

Mário Augusto avaliou como “muito produtiva” a presença do secretário Carlos Melles na cidade, já que além das assinaturas dos convênios de doações de materiais, foram apresentados todos os investimentos do Governo de Minas na região. Um dos exemplos é o detalhamento das obras de duplicação da MG-383, nos trechos entre Jeceaba, São Brás do Suaçuí e o entroncamento com a BR-040, que estão em fase de execução. O secretário também reiterou que, em breve, será executada a pavimentação do trecho que liga Passa Tempo a Desterro de Entre Rios, na MG-270.

Ações na região

Na região Central, há 517 quilômetros de estradas, divididos em 26 trechos, beneficiados pelo Programa Proacesso, sendo que vinte e duas obras já estão concluídas. Na região da Amalpa, duas obras do Proacesso estão concluídas, somando 52 quilômetros; são trechos da MG-270, ligando Desterro de Entre Rios a Entre Rios de Minas, com 34,1 km, e a rodovia de acesso, entre Santana dos Montes e o entroncamento BR 040, com 15,1 km.

Pelo ProMG estão contratados 1.511,2 quilômetros de rodovias na região Central, totalizando 110  trechos, gerenciados pelas Coordenadorias Regionais do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG), de Belo Horizonte, Barbacena e Pará de Minas. Somente na região da Amalpa são cerca de 150 quilômetros, beneficiando 11 trechos e as cidades de Moeda, Itabirito, Santana dos Montes, Rio Espera, Lamim, Senhora de Oliveira, Catas Altas da Noruega, Jeceaba, Ouro Branco, Conselheiro Lafaiete, Itaverava e Casa Grande.

Por meio do Programa Caminhos de Minas, está prevista a pavimentação de sete trechos na região, que somam aproximadamente 250 quilômetros, beneficiando as cidades de Belo Vale, Bonfim, Brás Pires, Cipotânea, Rio espera, Congonhas, Jeceaba, Itabirito, São Brás do Suaçui, São João Del Rei. Um deles já está com obras em andamento, que é o da MG-383 e MG 155, que passa por Jeceaba, São Brás do Suaçui e o entroncamento da BR-040.

De 2003 a 2007 foram celebrados 170 convênios com municípios da Amalpa, com um valor médio de repasse de recursos por parte do Governo de Minas de R$ 25 milhões. De 2007 a 2011 foram doados 262 metros de bueiros metálicos e 26 conjuntos de vigas metálicas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-destinara-materiais-de-construcao-a-municipios-do-alto-paraopeba/

Governo de Minas: Secretaria de Saúde promove reunião para discutir Protocolo de Manchester

O objetivo do encontro foi conhecer as exitosas experiências com o Protocolo de Manchester

Henrique Chendes/SES-MG
Participantes conheceram as exitosas experiências dos municípios após a implantação do Protocolo de Manchester
Participantes conheceram as exitosas experiências dos municípios após a implantação do Protocolo de Manchester

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), por meio da Superintendência de Atenção Primária à Saúde, promoveu uma reunião com gestores de saúde do município de Belo Horizonte, Pirapora, Montes Claros e Pará de Minas. O objetivo do encontro foi conhecer as exitosas experiências que as cidades tiveram depois da implantação do Protocolo de Manchester.

O superintendente de Atenção Primária da SES, Wagner Fulgêncio, contou que foram formulados cinco processos de trabalho no qual o gestor de saúde terá que conhecer e pactuar ações antes de implementar o acolhimento com classificação de risco na Atenção Primária. “Esse procedimento irá ajudar a sanar as dúvidas dos gestores que quiserem adotar essa metodologia em seus municípios”, explicou.

Ainda segundo Wagner, “o protocolo na Atenção Primária busca garantir que todos os cidadãos que necessitam dos serviços de urgências e emergências sejam atendidos de acordo com a gravidade, aumentando assim, a resolutividade e o vínculo entre a população e a equipe”.

Estiveram presentes as assessoras de Urgência e Atenção Primária do município de Belo Horizonte, Adriana Ferreira e Ana Pitchon; a coordenadora das Equipes Saúde Família de Pará de Minas, Ana Clara Teles; a referência técnica assistencial de Pirapora, Wagner Nascimento e a chefe da Urgência e Emergência do Município de Montes Claros, Ana Cláudia Bacchi, dentre outros gestores.

Protocolo de Manchester

Minas foi o primeiro estado no Brasil a utilizar o Protocolo de Manchester. Trata-se de um método rápido de identificação dos pacientes que recorrem ao serviço de urgência, que permite atender os casos mais graves primeiramente e, não necessariamente, os que chegam primeiro. A triagem é realizada por um enfermeiro que realiza perguntas sobre o motivo da ida à urgência e, então, faz o encaminhamento do paciente.

Para identificar o real grau da urgência e o quanto pode esperar, o sistema utiliza uma escala de cores. A escala vai do vermelho (casos urgentes, que necessitam de atendimento imediato) ao azul (casos não urgentes, que serão enviados a outros serviços). O sistema de triagem de Manchester é apoiado pelo Ministério da Saúde, Ordem dos Médicos e Ordem dos Enfermeiros.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/secretaria-de-saude-promove-reuniao-para-discutir-protocolo-de-manchester/

Governo de Minas: Regional de Saúde de Divinópolis realiza capacitação de manejo clínico da dengue

Objetivo é preparar os municípios, caso haja uma nova epidemia no Estado, a organizarem a assistência municipal e microrregional

Divulgação/SES MG
A capacitação na macrorregião Oeste foi conduzida por médicos contratados pela SES
A capacitação na macrorregião Oeste foi conduzida por médicos contratados pela SES

A Superintendência Regional de Saúde de Divinópolis realizou, nessa quinta-feira (8), capacitação de Manejo Clínico da Dengue para os profissionais de saúde da macrorregião Oeste. Essa é a primeira capacitação conduzida pelos médicos contratados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Durante quatro meses, os profissionais vão realizar capacitações no manejo de casos de dengue nos municípios da regional de saúde, auxiliar na estruturação de fluxos assistenciais intramunicipais e intermunicipais da regional, além de encerrar os casos graves e investigação de óbitos suspeitos de dengue.

“Muitos médicos não estavam preparados para fazer a classificação de risco de pacientes com dengue ou o seu tratamento adequado. Por isso, o programa se tornou uma prioridade nacional para que os profissionais saibam identificar precocemente a doença e sua gravidade”, disse o médico infectologista, Lécio Vasconcelos.

De acordo com o superintendente Regional de Saúde de Divinópolis, Jéferson de Almeida, o objetivo é preparar os municípios, caso haja uma nova epidemia no Estado, a organizarem a assistência municipal e microrregional. “Essas capacitações são para melhorar o acesso e tratamento aos pacientes com dengue para que se evitem internações e óbitos devido à doença”.

A próxima etapa é programar, junto aos municípios, oficinas microrregionais. Os médicos vão atuar na macrorregião Oeste e desenvolver oficinas de Manejo Clínico da dengue nas microrregiões de Divinópolis/Santo Antônio do Monte, Formiga, Pará de Minas, Itaúna, Bom despacho e Santo Antônio do Amparo/Campo Belo.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: vinte academias já estão credenciadas a prestar serviço gratuito à população

As academias serão monitorados pelas Equipes Saúde da Família

A Comissão Técnica Julgadora do programa Geração Saúde, constituída pela Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (SEEJ), aprovou o credenciamento de mais uma academia a prestar à população de seu município serviços de atividades físicas e de lazer orientados por profissionais de educação física. A academia fica em Vargem Alegre, no Leste do Estado.

Com a aprovação, 20 academias já foram credenciadas a prestarem os serviços, que serão monitorados pelas Equipes Saúde da Família (ESF).

Já foram credenciadas academias nas cidades de Santa Bárbara do Tugúrio, Virgínia, Belo Horizonte, Itambacuri, Santo Antônio do Monte, Jequitinhonha, Itaúna, Montes Claros, Pompéu, Mateus Leme, que tem duas academias credenciadas, Carmo da Mata, Pará de Minas, Capelinha, Pingo D’agua, Pitangui, Sabará e São Joaquim de Bicas.

As ações são voltadas para a promoção da prática de atividade física e lazer orientadas pelas academias credenciadas pelo Governo de Minas Gerais. O projeto tem por foco a melhoria da saúde e a diminuição do sedentarismo da população de Minas Gerais, a promoção da cultura do hábito da atividade física, e a melhoraria de alguns parâmetros de Saúde, como pressão arterial, índice de massa corporal, relação cintura quadril, prevalência de obesidade e sobrepeso.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: blitze do DER combatem transporte clandestino nas rodovias mineiras

DER obteve resultado positivo em balanço parcial nas blitze de combate ao transporte ilegal em Minas

O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), em conjunto com Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), BHTrans e Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), obteve resultado positivo em balanço parcial nas blitze de combate ao transporte clandestino no Estado. Nesse Carnaval, foram abordados 14 mil veículos e lavrados 1005 autos de infração nas 350 blitze realizadas. O número de veículos autuados diminuiu em relação ao Carnaval de 2011, quando foram abordados 13.046 veículos e lavrados 2.556 autos de infração.

“Estamos considerando as blitze realizadas este ano um sucesso porque, apesar do maior número de ações de fiscalização realizadas em relação ao ano anterior, do melhor mapeamento das rotas utilizadas no período de Carnaval e dos cerca de 2.000 agentes fiscalizadores que estão trabalhando durante a operação, o número de veículos autuados diminuiu, o que permite concluir que houve no período um uso menor do transporte ilegal, maior conscientização dos nossos passageiros e de quem se presta a atividade de fretamento”, analisou o diretor de Fiscalização do DER/MG, João Afonso Baeta Costa Machado.

Segundo João Baeta, “as estratégias serão permanentemente aprimoradas e a diminuição do número de autos lavrados significa que a instituição está no caminho certo contra os transportadores ilegais, mas que infelizmente a imprudência ainda é significativa por parte dos condutores infratores causadores de muitos acidentes com vitimas fatais”, finalizou o diretor.

Ação conjunta

A repressão ao trânsito de motoristas alcoolizados também foi intensificada nas blitze, já que além dos 383 etilômetros das policiais Civil e Militar, os condutores sob suspeita foram submetidos ao teste do bafômetro nos 140 aparelhos da PRF. A participação da Subsecretaria de Políticas sobre Drogas no Plano Mineiro de Prevenção e Atendimento a Acidentes de Trânsito Terrestre garantiu a abordagem aos estabelecimentos às margens das rodovias, visando o combate à venda de bebidas alcoólicas nestes locais. A campanha advertiu também para o risco do uso de drogas ilícitas.

A ação conjunta permitiu colocar ao mesmo tempo, em diferentes pontos das estradas mineiras, 33 radares móveis, sendo 15 da PRF e os 18 da Polícia Militar, reforçando o papel dos 211 radares fixos já instalados na malha rodoviária sob jurisdição do DER/MG.

“O poder multiplicador do grupo permitiu que as rotas das cidades mais procuradas pelos foliões que permanecem em Minas Gerais – Diamantina, Ouro Preto, Pompéu, Pará de Minas, Abaeté, São João del-Rei e Tiradentes, entre outras, pudessem ser fiscalizadas com mais rigor. Os acessos  a estas cidades receberam um reforço na distribuição do efetivo policial, obtendo desta forma uma melhor cobertura na malha rodoviária, assim como as rotas mais utilizadas no deslocamento para o litoral, o que inibiu, em muito, o transportador clandestino”, acrescentou Baeta.

Uma portaria federal limitou o tráfego de carretas, caminhões bitrens, caminhões silo, de siderúrgicas e de transporte de bobinas durante o Carnaval. O cumprimento da determinação foi fiscalizado pelos agentes do DER/MG, sendo que as mesmas medidas restritivas também foram adotadas pelo DER/MG nas rodovias estaduais (as MGs e federais delegadas) e serão adotadas em todos os feriados do ano de 2012”, finalizou o diretor.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: Secretaria de Esportes e da Juventude credencia academia de Carmo da Mata a prestar serviço gratuito à população

Em Minas já há nove academias credenciadas para oferecer atividades físicas e de lazer, monitoradas pelas Equipes Saúde da Família (ESF), no âmbito do Geração Saúde

A Comissão Técnica Julgadora do programa Geração Saúde, constituída pela Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (Seej) aprovou, nesta sexta-feira (17), o credenciamento da Academia Sport Corpo em Movimento, de Carmo da Mata, para prestação de serviços gratuitos à população, de atividades físicas e de lazer, orientados por profissionais de educação física.

O programa, elaborado pela Seej, em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), visa promover a prática de atividade física e lazer, diminuir o sedentarismo e melhorar alguns parâmetros de saúde da população mineira, como pressão arterial, índice de massa corporal, relação cintura quadril, prevalência de obesidade, sobrepeso e a morbimortalidade por doenças cardiovasculares.

Atualmente há nove academias credenciadas pelo Governo de Minas para oferecer os serviços no Estado, que serão monitorados pelas Equipes Saúde da Família (ESF), no âmbito do Geração Saúde. O programa é desenvolvido também nas cidades de Mateus Leme, que tem duas academias, Pará de Minas, Capelinha, Pingo D’agua, Pitangui, Sabará e São Joaquim de Bicas.

Fonte: Agência Minas