Arquivos do Blog

Gestão Eficiente: programa de Qualidade de Vida marca as comemorações de um ano do Calendário Sociocultural

O programa tem como objetivo trabalhar a calma, a autoestima e a administração do tempo na vida pessoal e profissional dos servidores

O Calendário Sociocultural da Cidade Administrativa e o Fórum de Ideias completam, nesta semana, um ano de atividade para a promoção de cultura, educação, lazer e saúde profissional dos servidores lotados na sede do Governo de Minas. Para celebrar o aniversário, a Intendência ampliou a parceria com a Organização Brahma Kumaris do Brasil e vai desenvolver um programa de capacitação dos funcionários públicos para a qualidade de vida.

Com duração de junho a novembro de 2012, o programa tem como objetivo trabalhar a calma, a autoestima e a administração do tempo na vida pessoal e profissional dos servidores. Além disso, terá seis palestras, com duração de uma hora, e seis workshops, com duas horas de duração.

A parceria entre a Cidade Administrativa e a Brahma Kumaris começou em junho de 2011 e, desde então, realizou diversas palestras, entre elas, três internacionais. As personalidades estrangeiras que falaram para os servidores lotados na sede do Governo de Minas são: a professora sênior de meditação Raja Yoga, a norte-americana Gayatri Naraiane, representante da Brahma Kumaris junto à Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York; o consultor australiano em relações interpessoais, Ken O´Donnell; e o escritor, consultor em desenvolvimento humano e professor na Bolívia, Marcelo Bulk.

Outra parceria de sucesso foi celebrada com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio), que possibilitou a participação do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e do Serviço Social do Comércio (Sesc) nas ações socioculturais da sede do Governo do Estado. O Sesc marcou presença no “Almoço com Arte” e o Senac realiza palestras semanais sobre temas variados. Além disso, os servidores puderam usufruir de serviços odontológicos na Carreta Sesc e corte de cabelo e SPA das mãos na Carreta Senac.

Nos meses de dezembro de 2011 e janeiro de 2012, o calendário foi incrementado com a parceria do Banco do Brasil com o projeto “A melhor hora do dia”, que trouxe para o cotidiano da Cidade Administrativa apresentações musicais, teatrais, circense e atividades de saúde.

Sucesso de público

No primeiro semestre do ano passado, os eventos passaram a fazer parte da vida profissional de 16 mil servidores que atuam no complexo administrativo, especialmente no horário de almoço, fazendo do térreo dos edifícios Minas e Gerais pontos de encontro dos colegas de trabalho e palco para a manifestação da arte e da cultura. Entre os artistas que já passaram pelo local, destacam-se: Aline Calixto, Grupo Magnatas do Samba e o radialista Agnaldo Silva, da BH FM.

Desde maio de 2011, foram realizados dez concertos de canto coral; seis apresentações de teatro e dança; 30 exibições cinematográficas; 70 palestras motivacionais com equipes do Senac e da entidade Brahma Kumaris; campanhas sociais com doação de brinquedos e de agasalho; doação de sangue com campanhas mensais, totalizando 160 doações; e campanhas de vacinação contra a gripe.

A participação e integração dos servidores são fundamentais para a realização desses eventos, por isso foi reservado espaço exclusivo para incentivar a mobilização de todos, que recebeu o nome de “Prata da Casa”, onde foram revelados vários talentos da Cidade Administrativa.

Algumas ações possuem datas fixas no calendário anual da Cidade Administrativa. A ginástica laboral, por exemplo, reúne aproximadamente 12 mil participantes por semana. As atividades são realizadas sempre às segundas e quartas, no Prédio Minas, e às terças e às quintas, no mesmo horário, no Prédio Gerais. Ambas entre 9h30 e 11h30. No Palácio Tiradentes, acontecem nas tardes de terças e sextas, a partir das 13h45. As equipes visitam todos os andares para ninguém ficar de fora.

Outro sucesso de público é a feira de talentos artesanais. A primeira edição vendeu artigos natalinos produzidos pelos próprios servidores. Estima-se que o faturamento total tenha chegado a quase R$ 30 mil. A segunda edição da feira será de 9 a 11 de maio, com foco no Dia das Mães.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/programa-de-qualidade-de-vida-marca-as-comemoracoes-de-um-ano-do-calendario-sociocultural/

Anúncios

Gestão Anastasia: Vice-governador lança edição do Programa Minas Olímpica Oficina de Esportes

Até o final do ano, o Governo de Minas vai investir R$ 700 mil na formação de 500 atletas

Omar Freire/Imprensa MG
Alberto Pinto Coelho durante pronunciamento no lançamento do Minas Olímpica
Alberto Pinto Coelho durante pronunciamento no lançamento do Minas Olímpica

O vice-governador Alberto Pinto Coelho lançou, nesta terça-feira (24), no Palácio Tiradentes, a edição 2012 do programa Minas Olímpica Oficina de Esportes. O objetivo da iniciativa é investir na formação de atletas das categorias de base para aumentar a representatividade de Minas Gerais nas principais competições esportivas nacionais e internacionais.

“Esse programa forma cidadania, criando oportunidades para futuras gerações por meio do esporte, com atletas que representem o nosso Estado em competições nacionais e internacionais. O Minas Olímpica Oficina de Esportes dá oportunidade para a formação sadia de nossa juventude. O Brasil está vivendo uma década de ouro com a realização de dois grandes eventos esportivos mundiais e, naturalmente, esse programa é uma contribuição para a formação de atletas olímpicos”, destacou Alberto Pinto Coelho.

O programa

Até o final do ano, o Governo de Minas vai investir R$ 700 mil para aumentar o rendimento de 28 equipes que treinam em 20 núcleos em atividade em Araxá, Belo Horizonte, Betim, Ipatinga, Itanhandu, Lagoa da Prata, Lavras, Poços de Caldas, Uberaba, Uberlândia, Varginha e Viçosa. Os núcleos foram selecionados por edital e têm histórico de participação e bons resultados nas principais competições esportivas realizadas no país e no mundo.

Para o secretário de Estado de Esportes e da Juventude, Braulio Braz, o programa mostra a opção do governo estadual em investir no desportista e na juventude de Minas Gerais. Segundo ele, o programa, criado em 2006, já recebeu investimentos de R$ 5 milhões, beneficiando 25.369 cidadãos mineiros.

Na edição 2012, o programa vai  beneficiar 500 atletas, com idade entre 7 e 23 anos, que praticam esporte em 11 modalidades: atletismo, basquete, futsal, ginástica artística, goalball, handebol, judô, levantamento de peso, natação, taekwondo e vôlei. Algumas modalidades, como o atletismo, judô e natação, são oferecidas também para atletas com deficiência.

Durante o evento, o Governo de Minas assinou convênio com o Sindicato da Indústria de Laticínios e Produtos Derivados do Estado de Minas Gerais (Silemg) e com o Laticínios Verde Campo, que irão fornecer bebida láctea como suplemento nutricional para os atletas do programa.

Melhores condições

Representando os municípios beneficiados pelo Minas Olímpica Oficina de Esportes, o prefeito de Itanhandu, Evaldo Ribeiro de Barros, destacou a importância do programa em sua cidade. “Temos alcançado resultados brilhantes. O objetivo deste programa é investir no potencial esportivo”, disse o prefeito da cidade sul-mineira.

Com os recursos repassados pelo programa, cada unidade selecionada contribui para a evolução do nível técnico dos atletas, por meio da oferta de melhores condições de equipamentos, uniformes, materiais e recursos humanos. Além disso, o programa possibilita viagens para treinamento e competição.

O Minas Olímpica Oficina de Esportes é uma das vertentes do Programa Estruturador Minas Olímpica, criado em 2005, com o objetivo de contribuir para a promoção da saúde e a inclusão social por meio de programas esportivos. As outras vertentes são Bolsa Atleta, Jogos Escolares (Jemg), Jogos de Minas, Geração Esporte e Minas Paraolímpico.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/vice-governador-lanca-edicao-do-programa-minas-olimpica-oficina-de-esportes/

Governador Anastasia recebe Dadá Maravilha e deputado Carlin Moura

Dadá Maravilha presenteou o governador com uma camisa do Atlético
Gil Leonardi/Imprensa MG
Carlin Moura, Antonio Anastasia e Dadá Maravilha
Carlin Moura, Antonio Anastasia e Dadá Maravilha

O governador Antonio Anastasia recebeu, nesta segunda-feira (27), no Palácio Tiradentes, em Belo Horizonte, visita de cortesia do ex-jogador do Atlético Mineiro, Dadá Maravilha. Ele estava acompanhado do deputado estadual Carlin Moura. Dadá, o quinto maior artilheiro do futebol brasileiro, com 926 gols, presenteou o governador com uma camisa do Atlético.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: blitze do DER combatem transporte clandestino nas rodovias mineiras

DER obteve resultado positivo em balanço parcial nas blitze de combate ao transporte ilegal em Minas

O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), em conjunto com Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), BHTrans e Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), obteve resultado positivo em balanço parcial nas blitze de combate ao transporte clandestino no Estado. Nesse Carnaval, foram abordados 14 mil veículos e lavrados 1005 autos de infração nas 350 blitze realizadas. O número de veículos autuados diminuiu em relação ao Carnaval de 2011, quando foram abordados 13.046 veículos e lavrados 2.556 autos de infração.

“Estamos considerando as blitze realizadas este ano um sucesso porque, apesar do maior número de ações de fiscalização realizadas em relação ao ano anterior, do melhor mapeamento das rotas utilizadas no período de Carnaval e dos cerca de 2.000 agentes fiscalizadores que estão trabalhando durante a operação, o número de veículos autuados diminuiu, o que permite concluir que houve no período um uso menor do transporte ilegal, maior conscientização dos nossos passageiros e de quem se presta a atividade de fretamento”, analisou o diretor de Fiscalização do DER/MG, João Afonso Baeta Costa Machado.

Segundo João Baeta, “as estratégias serão permanentemente aprimoradas e a diminuição do número de autos lavrados significa que a instituição está no caminho certo contra os transportadores ilegais, mas que infelizmente a imprudência ainda é significativa por parte dos condutores infratores causadores de muitos acidentes com vitimas fatais”, finalizou o diretor.

Ação conjunta

A repressão ao trânsito de motoristas alcoolizados também foi intensificada nas blitze, já que além dos 383 etilômetros das policiais Civil e Militar, os condutores sob suspeita foram submetidos ao teste do bafômetro nos 140 aparelhos da PRF. A participação da Subsecretaria de Políticas sobre Drogas no Plano Mineiro de Prevenção e Atendimento a Acidentes de Trânsito Terrestre garantiu a abordagem aos estabelecimentos às margens das rodovias, visando o combate à venda de bebidas alcoólicas nestes locais. A campanha advertiu também para o risco do uso de drogas ilícitas.

A ação conjunta permitiu colocar ao mesmo tempo, em diferentes pontos das estradas mineiras, 33 radares móveis, sendo 15 da PRF e os 18 da Polícia Militar, reforçando o papel dos 211 radares fixos já instalados na malha rodoviária sob jurisdição do DER/MG.

“O poder multiplicador do grupo permitiu que as rotas das cidades mais procuradas pelos foliões que permanecem em Minas Gerais – Diamantina, Ouro Preto, Pompéu, Pará de Minas, Abaeté, São João del-Rei e Tiradentes, entre outras, pudessem ser fiscalizadas com mais rigor. Os acessos  a estas cidades receberam um reforço na distribuição do efetivo policial, obtendo desta forma uma melhor cobertura na malha rodoviária, assim como as rotas mais utilizadas no deslocamento para o litoral, o que inibiu, em muito, o transportador clandestino”, acrescentou Baeta.

Uma portaria federal limitou o tráfego de carretas, caminhões bitrens, caminhões silo, de siderúrgicas e de transporte de bobinas durante o Carnaval. O cumprimento da determinação foi fiscalizado pelos agentes do DER/MG, sendo que as mesmas medidas restritivas também foram adotadas pelo DER/MG nas rodovias estaduais (as MGs e federais delegadas) e serão adotadas em todos os feriados do ano de 2012”, finalizou o diretor.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: Secretaria de Estado de Turismo monitora cidades afetadas pelas chuvas

Trabalho realizado pelo Governo de Minas para divulgar situação de normalidade nos municípios turísticos minimizou prejuízos com os cancelamentos das viagens

As 27 cidades turísticas afetadas pelas chuvas no mês de janeiro vêm sendo monitoradas pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur). Estimativas apontam que a média da diminuição da taxa de ocupação hoteleira nesses municípios ficou em torno de 13,3% no último mês.

De acordo com o secretário de Estado de Turismo, Agostinho Patrus Filho, o trabalho realizado pelo Governo de Minas e parceiros para divulgação da situação de normalidade nos municípios turísticos atingidos foi importante para que os prejuízos com os cancelamentos das viagens fossem minimizados.

“Entidades do trade, prefeituras e circuitos turísticos participaram da iniciativa de informar à sociedade de que essas cidades estavam com acessos e atrativos turísticos sem restrições e, por isso, de portas abertas para receber o visitante. Sem essa iniciativa, a queda da taxa de ocupação hoteleira poderia ter sido maior”, ressalta Patrus Filho.

Casos semelhantes ocorridos no Rio de Janeiro no ano passado trouxeram prejuízos maiores às cidades atingidas pelas chuvas. Angra dos Reis, por exemplo, que passou por deslizamentos de terra com dezenas de vítimas no Réveillon, de 2010 para 2011, apresentou redução de 53% das reservas no mês de janeiro de 2011. Já o município de Petrópolis, que sofreu com a mesma situação, teve 79% das reservas do mesmo mês canceladas e 87,25% de cancelamentos no Carnaval do ano passado, segundo pesquisa do Petrópolis Convention & Visitors Bureau.

Boas perspectivas

Em Ouro Preto, um dos mais tradicionais e procurados destinos turísticos de Minas Gerais, conhecido internacionalmente por sua riqueza e arquitetura colonial de estilo barroco, houve queda no percentual de ocupação hoteleira de cerca de 20% em relação a janeiro do ano passado, devido às quedas de barreiras e obstrução das estradas no período chuvoso.

“Estamos otimistas, pois na segunda quinzena de janeiro o município já teve uma boa procura por hospedagens, principalmente por famílias. Para fevereiro, nossos 100 hotéis e pousadas de pequeno porte, que totalizam dois mil leitos, têm garantia de 60% de suas reserva”, enfatizou a presidente regional da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis Regional/Circuito do Ouro (ABIH), Sônia Vianna.

O secretário municipal de Turismo de Tiradentes, Felipe Barbosa, afirma que as chuvas não trouxeram grandes danos ao turismo da cidade, de forma que a ocupação dos leitos totalizados no município não foi afetada. Segundo ele, a ocupação hoteleira da cidade gira agora em torno de 85%.

“Logo após as chuvas, nosso município realizou um de seus principais eventos, que é a Mostra de Cinema. A iniciativa aqueceu o movimento local, proporcionou lotação máxima da rede hoteleira e, ainda, foi uma oportunidade de mostrarmos que nossa a cidade continua linda e com todos os seus atrativos à disposição do público”, enfatizou Barbosa.

Levantamento

Das 224 cidades mineiras que decretaram situação de emergência até o momento, 27 têm o turismo como uma de suas principais atividades econômicas. São elas: Alfenas, Barbacena, Brumadinho, Capitólio, Conceição do Mato Dentro, Congonhas, Coronel Xavier Chaves, Diamantina, Divinópolis, Formiga, Governador Valadares, Itabirito, Lavras, Lima Duarte, Mariana, Moeda, Montes Claros, Muriaé, Nova Lima, Ouro Preto, Pirapora, Prados, Santa Bárbara, Santos Dumont, São João del-Rei, Serro e Tiradentes.

A situação das cidades quanto aos acessos e atrativos turísticos está disponível no endereço http://www.minasgerais.com.br .

Fonte: Agência Minas

Governador Anastasia entrega 802 instrumentos para bandas de música mineiras

Iniciativa faz parte do Programa Bandas de Minas, criado para apoiar uma das mais importantes e tradicionais manifestações culturais do Estad

Wellington Pedro/Imprensa MG
Foram distribuídos instrumentos de sopro, metal e percussão para 126 bandas civis de 118 cidades
Foram distribuídos instrumentos de sopro, metal e percussão para 126 bandas civis de 118 cidades

O governador Antonio Anastasia entregou, nesta quarta-feira (08), em solenidade no Palácio Tiradentes, 802 instrumentos de sopro, metal e percussão para 126 bandas de música de 118 cidades mineiras. A entrega dos instrumentos faz parte do Programa Bandas de Minas, criado pelo Governo de Minas com o objetivo de apoiar as corporações musicais, uma das mais importantes e tradicionais manifestações culturais do Estado.

O governador destacou que, além de ser uma manifestação cultural, as bandas refletem o significado da mineiridade. Segundo ele, valorizá-las representa a preservação da história e da cultura de Minas.

“Quero fazer uma pergunta clássica a nós mineiros: o que é ser mineiro? Poderia dizer que ser mineiro, indubitavelmente, é amar e aplaudir nossas bandas. Uma banda musical, interpretando os mais vibrantes dobrados, as músicas românticas ou clássicas, ou o repertório tão rico que temos, está interpretando a alma de Minas. Por isso, esse projeto tem o nosso maior apreço. É função do Governo prestigiar, manter e colaborar na manutenção da tradição com essa doação de equipamentos. As bandas em Minas Gerais representam um valor histórico e cultural muito forte. Eu acho que não há um só mineiro que não se emocione quando vê a banda passar”, disse Antonio Anastasia.

Das 126 bandas, 41 estão sendo contempladas pela primeira vez. As demais já participaram do programa pelo menos uma vez. Os instrumentos são distribuídos de acordo com a necessidade de cada banda. Este ano, estão sendo entregues flautas, clarinetas, requintas, sax sopranos, sax altos, sax tenores, sax horn, trompetes, trompas, trombones de vara, trombones de pisto, bombardinos, bombardões, sousafones, pratos, caixas de guerra, bumbos e surdos.

A secretária de Cultura, Eliane Parreiras, destacou a importância de fortalecer e preservar uma das mais antigas tradições culturais de Minas.

“O Programa Banda de Minas tem revelado, ao longo dos anos, sua fundamental importância na preservação, qualificação e registro desta importante tradição cultural mineira que vem sendo transmitida por gerações ao longo dos séculos. As bandas são um verdadeiro patrimônio vivo de Minas Gerais. O Governo de Minas fica realmente muito feliz de poder contribuir com o fortalecimento das bandas no Estado. Registro nosso reconhecimento e agradecimento aos maestros, músicos e coordenadores das bandas, verdadeiros guardiões deste patrimônio de Minas”, disse.

Oficinas e cursos

O governo mineiro investiu R$ 600 mil na compra dos instrumentos. Os recursos são do orçamento do Estado e da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig). Além dos instrumentos, foram entregues kits com partituras, que permitirá o acesso das corporações a grandes obras da música popular e erudita. Incluirá obras de Vila Lobos, Marcus Viana, Arthur Bosman, Pinxinguinha, John Lennon e Roberto Carlos, entre outros, com arranjos assinados por compositores mineiros.

Os músicos também poderão participar de oficinas e cursos gratuitos de capacitação, a serem oferecidos pelo Governo de Minas, a partir do mês de abril. A proposta inicial é trazer representantes das bandas para fazer os cursos em Belo Horizonte. As bandas contempladas pelo programa participarão de um CD, cujo lançamento está previsto para outubro deste.

O presidente da Sociedade Musical Carlos Gomes, Geraldo Manoel Pereira, representando os demais músicos, recebeu medalha, certificado, partituras e um instrumento musical das mãos do governador. Antonio Anastasia e a secretária Eliane Parreiras também assistiram à apresentação da Corporação Musical Lira São José, do município de Ervália.

Também compareceram à solenidade o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), Dinis Pinheiro, o secretário de Governo, Danilo de Castro, o presidente da Codemig, Oswaldo Borges da Costa Filho, além de secretários de estado, prefeitos e integrantes de bandas musicais.

Processo democrático

Em 2011, o Governo de Minas criou um edital específico para o programa Bandas de Minas com o objetivo de democratizar o processo de seleção. Podem se inscrever e participar bandas civis que tenham cadastro atualizado na Secretaria de Estado de Cultura (SEC). Das 800 bandas civis atuantes em municípios de todas as regiões do Estado, 755 estão cadastradas na Secretaria. Minas Gerais é um dos estados brasileiros que abriga o maior número de corporações musicais.

No ano passado, o Governo de Minas entregou 773 instrumentos para 67 bandas. Entre 2003 e 2011, foram beneficiadas 496 corporações musicais, de 397 municípios, com a entrega total de 7.435 instrumentos. Os recursos destinados ao programa neste período chegam a R$ 5,6 milhões.

Clique aqui para ver os municípios beneficiados.

Fonte: Agência Minas

Governador Anastasia se reúne com Aécio Neves e Márcio Lacerda

Foram tratados assuntos de interesse entre Estado e município, entre eles os preparativos para a Copa do Mundo de 2014 e a ampliação do Metrô de Belo Horizonte
Wellington Pedro/Imprensa MG
O senador Aécio Neves, o governador Antonio Anastasia e o prefeito Marcio Lacerda
O senador Aécio Neves, o governador Antonio Anastasia e o prefeito Marcio Lacerda

O governador Antonio Anastasia reuniu-se, na manhã desta segunda-feira (06), no Palácio Tiradentes, com o senador Aécio Neves e o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda. Durante o encontro, foram tratados assuntos de interesse entre Estado e município, entre eles os preparativos para a Copa do Mundo de 2014 e a ampliação do Metrô de Belo Horizonte.

Fonte: Agência Minas

Governador Anastasia assina acordos de cooperação com Ministério da Integração Nacional

 

BELO HORIZONTE (12/12/11) – O governador Antonio Anastasia e o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, assinaram, nesta segunda-feira (12), no Palácio Tiradentes, na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, protocolo de intenção para elaboração de estudos socioambientais para a implantação da barragem de Congonhas, entre os municípios de Grão Mogol e Itacambira, no Norte de Minas.

Reivindicação histórica da região, a obra será fundamental para garantir o abastecimento de água para mais de 500 mil pessoas residentes em Montes Claros, Francisco Sá, Janaúba, Juramento e Capitão Enéas, além da revitalização da Bacia do Rio Verde Grande, sub-bacia do Rio São Francisco.

Dos R$ 200 milhões previstos de investimentos, o Ministério da Integração Nacional transferiu R$ 6,9 milhões para que a Ruralminas elabore os estudos socioambientais e fundiários.

A obra, segundo o governador, tem ainda o objetivo de melhorar a qualidade de vida da população mineira, sobretudo a que vive nas regiões do Norte de Minas e dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

“Não podemos imaginar o Brasil sem miséria, que é o sonho de todos nós, com falta d’água, com ausência de condições mínimas para que a pessoa possa ter, não só a sua subsistência. A água é também uma fórmula da população ter acesso ao desenvolvimento econômico e a inclusão social”, disse o governador Antonio Anastasia.

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, lembrou que a barragem é uma antiga reivindicação da população mineira e prazos devem ser cumpridos com rigor.

“Mais uma vez o Governo Dilma vem a Minas para celebrar uma parceria com o Governo de Minas. Gostaria de destacar essa reivindicação antiga dos mineiros, sobretudo do Norte de Minas, que é a construção da barragem de Congonhas. Estamos assinando esse protocolo que se traduzirá na transferência de mais de R$ 6 milhões para a Ruralminas realizar os estudos socioambientais e fundiários. Quero voltar antes de fevereiro para assinar o termo de compromisso que viabilizará a obra”, disse.

A Barragem de Congonhas terá capacidade para receber até um bilhão de metros cúbicos de água. O projeto prevê a irrigação de aproximadamente 5 mil hectares de área para agricultura, além da criação de polo turístico em torno do lago a ser formado. Com a obra, a vazão do Rio Congonhas será regularizada, beneficiando o Vale do Jequitinhonha. E também será viabilizada a revitalização do Rio Verde Grande (sub-bacia do São Francisco), com parte da água levada via adução até a Barragem de Juramento.

Água para todos

Durante a solenidade, foi assinado Acordo de Cooperação Técnica, no âmbito do Programa Água para Todos, integrante do Plano Brasil sem Miséria. Os objetivos são implementar a gestão de sistemas de captação, armazenamento e distribuição de água para consumo humano, produção de alimentos e produção agrícola, e a implantação de Sistemas Simplificados de Abastecimento (SSAs), em territórios rurais do Estado.

A ideia é construir, entre 2012 e 2014, 600 sistemas simplificados de abastecimento em áreas rurais mineiras, no valor global de R$ 72 milhões, além de construir 200 barreiros, nos quais deverão ser investidos outros R$ 8,6 milhões. O Acordo não envolve transferência de recursos financeiros ou orçamentários.

Anúncios

Foram anunciadas, ainda, a conclusão de obras de esgotamento sanitário e a autorização para início de operação do sistema em oito municípios mineiros. Nessa obras foram investidos R$ 38,3 milhões, beneficiando 120 mil pessoas residentes em Doresópolis, Itabirito, Japaraíba, Luz, Papagaios, Piumh-i, Riacho dos Machados e Tiros.

Outro anúncio foi a conclusão de obras de aterro sanitário e autorização para início da operação do sistema em Janaúba e Curvelo. Nessas obras foram investidos cerca de R$ 4,63 milhões, beneficiando aproximadamente 139 mil pessoas.

Durante a solenidade, a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e Paranaíba (Codevasf) anunciou a execução das obras e serviços relativos ao sistema de esgotamento sanitário no município de Lagoa da Prata. Serão investidos R$ 32,56 milhões, com prazo de término das obras previsto para 810 dias.

Fonte: Agência Minas