Arquivos do Blog

Governo de Minas: Defesa Civil Estadual oferece capacitação para enfrentamento a desastres naturais

Participantes poderão atuar como multiplicadores na capital e em cidades do interior

Divulgação/Cedec
Agentes de defesa civil recebem orientações sobre a atuação em situações de desastres naturais
Agentes de defesa civil recebem orientações sobre a atuação em situações de desastres naturais

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais (Cedec-MG) promove, a partir desta terça-feira (10), na Cidade Administrativa, em  Belo Horizonte, o Curso Básico de Defesa Civil (CBDC). O treinamento, promovido pela Escola Permanente de Defesa Civil, tem duração de três dias.

O principal objetivo do curso é treinar os agentes da defesa civil para atuação em ações que possam minimizar os danos causados por desastres naturais, como alagamentos, enchentes, escorregamentos e secas. Os participantes do treinamento estarão aptos a aplicarem da melhor forma possível ações de prevenção e estabilização em situações críticas, para proteger vidas, propriedades e o meio ambiente.

Os 20 alunos participam de aulas que têm como tema conceitos básicos de mapeamento de áreas de risco, administração de abrigo temporário, codificação de desastres, preenchimento da Notificação Preliminar de Desastres (Nopred), Avaliação de Danos (Avadan), declaração municipal de atuação emergencial e  combate à dengue, entre outros assuntos.

O evento reúne integrantes da BHTrans, Polícia Militar de Brasília, Cemig, Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), Bombeiro Militar, equipes do Gabinete Militar do Governador e representantes de órgãos públicos municipais de Belo Horizonte, Congonhas, Espera Feliz, Ijaci, Ipanema, Ipuiuna, São Sebastião da Vargem Alegre e Santos Dumont. Ao final do curso, todos os participantes receberão um certificado.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/defesa-civil-estadual-oferece-capacitacao-para-enfrentamento-a-desastres-naturais/

Governador Anastasia inaugura obras de infraestrutura em municípios do Sul de Minas

O governador também participou da 4ª Reunião Itinerante da Diretoria da Associação Mineira de Municípios (AMM)

Gil Leonardi/Imprensa MG
Antonio Anastasia inaugurou a ponte Arlindo Junqueira Franco em Ipuiúna
Antonio Anastasia inaugurou a ponte Arlindo Junqueira Franco em Ipuiúna

O governador Antonio Anastasia visitou Senador José Bento e Ipuiúna, no Sul de Minas, nesta quinta-feira (1º), onde inaugurou obras do Estado e anunciou novos investimentos. O primeiro compromisso do governador foi em Senador José Bento, município que conta com pouco menos de 2 mil habitantes e que está comemorando o 49º aniversário de emancipação política e administrativa.

Durante a visita, o governador anunciou o repasse de R$ 100 mil para investimentos na área de saúde em Senador José Bento, por meio do Fundo Estadual de Saúde, com o objetivo de fortalecer as ações do Sistema Único de Saúde (SUS). Anastasia também inaugurou obras de pavimentação em várias ruas da cidade.

“Foi com muito prazer que aceitei o convite para estar aqui no aniversário da cidade, declarar inauguradas essas obras. Ao mesmo tempo autorizar investimentos na saúde”, disse Anastasia.

Ipuiúna

Em Ipuiúna, Anastasia inaugurou a ponte Arlindo Junqueira Franco, sobre o Rio Pardo, obra executada pelo Departamento de Estradas e Rodagens (DER). A antiga foi destruída em decorrência das chuvas de 2010/2011. Com 8 metros de cumprimento por 8,4 metros de largura, a ponte é fundamental para ligação da sede com a área rural do município.

“Acabamos de ver aqui uma das quatro pontes construídas para resolver o problema de enchentes. Visitei as cidades no ano passado, na época das cheias, e vi que era necessário fazer essa ponte para dar vazão às águas”, afirmou Anastasia.

O prefeito da cidade, Elder Cássio de Souza Oliva, agradeceu ao governador pela pronta ação do Estado em um dos momentos de mais dificuldades do município. “Muito obrigado, governador, pelos recursos para que nós construíssemos as pontes. Solucionou o problema. Graças a Deus, este ano nós não vimos a nossa população sofrendo. Fala-se muito que o poder público não investe na hora certa. Em Minas Gerais, investe sim”, afirmou o prefeito.

Reunião da AMM

O governador também participou da 4ª Reunião Itinerante da Diretoria da Associação Mineira de Municípios (AMM). O encontro, que contou com a presença de 108 prefeitos, debateu temas como investimentos em educação, saúde e em obras de infraestrutura.

“Estado e municípios têm de viver de mãos dadas permanentemente, porque os problemas são comuns. Já é a segunda reunião regional que eu tenho a honra de participar junto com a AMM. Estamos vivendo hoje em Minas Gerais, felizmente, um momento muito bom do ponto de vista econômico. Estamos atraindo muitas empresas, investindo muito nessa atratividade e tenho certeza que Minas Gerais vai ter um papel econômico cada vez mais importante no Brasil”, afirmou o governador.

Durante o evento, Anastasia anunciou a implantação de um sistema informatizado de monitoramento de projetos, que está sendo finalizado pela Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas em parceria com a AMM. O sistema permitirá o acompanhamento de projetos e convênios firmados entre o Estado e as prefeituras.

O presidente da AMM, prefeito de São Gonçalo do Pará, Ângelo Roncalli, agradeceu a postura do governador em cumprir compromisso e em fazer de Minas, segundo ele, o Estado mais municipalista do Brasil.

“Um dos compromissos que o senhor assumiu com o movimento municipalista foi o de abrir um espaço na Cidade Administrativa para acolher e atender os prefeitos e os vereadores. O senhor não tem ideia como esse espaço tem sido utilizado e como ele tem facilitado a vida dos prefeitos. Não é simplesmente na acolhida, é na agilidade de trâmite dos processos, de protocolos e de ações que têm feito com que as demandas dos prefeitos cheguem até os secretários, às entidades do governo”, lembrou.

Os prefeitos presentes na reunião ressaltaram a atuação conjunta do Governo do Estado e das prefeituras. Para o prefeito de Jequitinhonha, Roberto Alcântara, o trabalho integrado e em parceria realizado pelo Governo de Minas em todas as regiões do Estado vem surtindo efeito. “Como a nossa região tem mudado. Hoje a taxa de mortalidade infantil não é mais aquela discrepância em relação a outras regiões graças aos investimentos ao longo desses dez anos”, disse.

O presidente da Associação dos Municípios do Lago de Furnas (Alago) e prefeito de Guapé, Nelson Alves, elogiou o trabalho do governador e sua política federalista e republicana.

“Hoje só quero agradecer ao governador e a toda sua equipe pelo trabalho brilhante que tem feito para toda região. Eu posso dizer aqui, como prefeito do Partido dos Trabalhadores, que estou muito feliz com o seu governo pelo trabalho, pela transparência, pelo jeito que o senhor nos trata. Estou feliz de estarmos juntos”, disse.

Participaram também do evento, o presidente da Assembléia Legislativa de Minas Gerais, deputado Dinis Pinheiro, o secretário de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Bilac Pinto, o secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, além de deputados estaduais e vereadores.

Fonte: Agência Minas

Gestão Anastasia: Programa Farmácia de Minas conta com 52 unidades na região Sul do Estado

BELO HORIZONTE (20/01/12) – Criado com o objetivo de oferecer uma rede de farmácias para distribuição gratuita de medicamentos do Sistema Único de Saúde (SUS), o Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), implementou, desde 2007, 303 unidades do Programa Farmácia de Minas. Do total, 52 foram inauguradas na região do Sul de Minas, um investimento aproximado de R$ 4,7 milhões para a construção e compra de equipamentos. Em 2011, foram inauguradas 197 unidades, com investimentos do Tesouro Estadual, que somaram R$ 9 milhões, sendo R$ 90 mil para cada município contemplado. Somente no Sul de Minas, 31 farmácias foram abertas no ano passado. A região também foi contemplada com a primeira unidade do programa no Estado, inaugurada no município de Arceburgo, em fevereiro de 2009.

A rede se propõe a ser referência de serviços farmacêuticos para a população. Cada unidade disponibiliza 159 tipos dos chamados medicamentos básicos. Em 2003, eram apenas 40 tipos. Por meio do programa, o Governo de Minas custeia a construção de farmácias públicas e a contratação de farmacêuticos, com o repasse de R$ 1.200 para complementação salarial.

Sul de Minas

Inaugurada em maio de 2009, a unidade farmacêutica de Fortaleza de Minas já atendeu 28 mil pessoas até janeiro deste ano. Anteriormente, o município com 4 mil habitantes possuía uma unidade de medicamentos que ficava dentro do Pronto-Atendimento de Saúde da cidade. O farmacêutico responsável pela unidade de Fortaleza de Minas, Juscelino Prado, destaca as mudanças vividas pela população com a abertura da Farmácia de Minas na cidade.

“A qualidade do acolhimento, o local de fácil acesso e o atendimento individualizado são as principais características do programa. Antes, o setor que distribuía os medicamentos funcionava em um local apertado e não tínhamos contato com o paciente. Com a Farmácia de Minas a realidade é outra, há acompanhamento do fornecimento de medicamentos, se identificamos que um determinado paciente não veio buscar o medicamento controlado, por exemplo, acionamos o agente de saúde. Dessa forma, formamos uma rede de atendimento multidisciplinar”, destacou Prado.

Turvolândia, com 4,6 mil habitantes, é um dos municípios da região que foi contemplado com uma unidade da Farmácia de Minas no ano passado. Antônio Fernandes é um dos pacientes da cidade que recorre mensalmente à unidade farmacêutica. Aposentado, 62 anos, portador de reumatismo e hipertensão, Fernandes recebe um salário mínimo por mês para sustentar a casa. “Se eu tivesse que comprar os remédios iria ficar muito caro. Nunca imaginei que um dia teríamos uma farmácia com essa estrutura e com essa quantidade de medicamentos à disposição em Turvolândia”, disse Fernandes.

O aposentado também destaca o atendimento individualizado da farmácia. “A farmacêutica da nossa unidade conhece cada paciente e nos trata de forma personalizada, isso é muito importante”, afirmou Fernandes.

Meta

Em 2012, serão inauguradas mais 200 farmácias de Minas em todo o Estado, totalizando 500 unidades. Até 2014, a rede contemplará 700 municípios (80% do total de 853), sendo todos os 493 municípios mineiros com população inferior a 10 mil habitantes, 200 com até 30 mil habitantes e o restante com até 500 mil. As primeiras unidades foram construídas em 2008, em 67 municípios com até 10 mil habitantes.

Além de farmacêutico, o profissional também é gestor do projeto e acompanha, desde a fundação da obra até a montagem final dos equipamentos. Todas as farmácias possuem ainda um Sistema Integrado de Gerenciamento da Assistência Farmacêutica, o que garante o gerenciamento o adequado controle dos medicamentos e cadastro dos pacientes atendidos pela farmácia, bem como de toda a rede.

Confira onde estão as unidades do programa Farmácia de Minas na região:

Inauguradas em 2009: Arceburgo, Cana Verde, Carvalhos, Delfim Moreira, Fortaleza de Minas, Itutinga, Liberdade, Monsenhor Paulo, Ribeirão Vermelho, São José da Barra, São Vicente de Minas, Serrania.

Inauguradas em 2010: Bom Jardim de Minas, Capetinga, Coqueiral, Ipuíuna, Jacuí, Perdões, Santana da Vargem, São Thomé das Letras, São Tomás de Aquino.

Inauguradas em 2011: Aguanil, Aiuruoca, Alpinópolis, Andrelândia, Arantina, Bom Jesus da Penha, Caldas, Campo Belo, Capitólio, Carmo do Rio Claro, Caxambu, Claraval, Consolação, Cruzília, Divisa Nova, Estiva, Heliodora, Ijaci, Ilicínea, Itamogi, Itapeva, Itumirim, Jesuânia, Lambari, Passa-Vinte, Pratápolis, São João Batista do Glória, São José do Alegre, Silvianópolis, Turvolândia e Virgínia.

Fonte: Agência Minas