Arquivos do Blog

Gestão Anastasia: Governo de Minas destaca ações de sustentabilidade no III Fórum de Inovação e Tecnologia

 

Secretário Narcio Rodrigues destaca diversas iniciativas que o Estado tem realizado com foco na inovação, como a Cidade das Águas

Priscila Borges / Sectes
Secretário de Estado, Narcio Rodrigues, durante a cerimônia de abertura do III Fórum de Inovação e Tecnologia
Secretário de Estado, Narcio Rodrigues, durante a cerimônia de abertura do III Fórum de Inovação e Tecnologia

O estímulo às energias renováveis para gerar negócios e conforto ao cidadão foi destacado pelo secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Narcio Rodrigues, durante a cerimônia de abertura do III Fórum de Inovação e Tecnologia. O evento, promovido pela Cemig, entre os dias 19 e 20 de junho, reúne estudantes, pesquisadores e profissionais do setor elétrico para debater sobre pesquisas que possibilitam o desenvolvimento e a inovação do setor energético no Estado.

“Esse fórum fornece ao Estado, um espaço para discutir a inovação e a tecnologia na produção de energias alternativas. A Cemig consegue, com eventos como esse, ultrapassar a rotina de atendimento ao consumidor, e promover a pesquisa e desenvolvimento comprometidos com a sustentabilidade”, destacou o secretário Narcio Rodrigues. Na oportunidade, ele ainda ressaltou as diversas iniciativas que o Governo de Minas tem realizado com foco na inovação, como o Complexo da Cidade das Águas Unesco-Hidroex. Projeto inédito, apoiado pela Unesco, destinado à preservação da água e com o intuito de fazer uma gestão mais eficiente dos recursos hídricos.

“A Cidade das Águas” tem o primeiro condomínio temático que reúne instituições de ensino superior, pesquisa e desenvolvimento em torno do tema da água. A experiência já tem envolvidas 16 instituições, entre universidades federais, a Agência Nacional de Águas, a Cemig, a Emater, o Igam e o Cetec. Essa ação representa o trabalho realizado em Minas, e que chama a atenção do mundo, no sentido de motivar os demais países emergentes a dedicarem-se à preservação ambiental”.

A temática relacionada a programas de pesquisa e desenvolvimento destinados a inovação em Minas Gerais, também, foi colocado em pauta pelo presidente da Cemig, Djalma Bastos. “A Cemig investe anualmente mais de 70 milhões de reais em pesquisa, sendo uma das empresas brasileiras que mais trabalha pela inovação. Buscamos a eficiência, e para isso trabalhamos em parceria com diversas entidades do Governo de Minas, como a Fapemig, o que possibilita maior abrangência nos resultados”, relatou.

A terceira edição do Fórum tem entrada franca e conta com a presença de representantes de organizações como Google Brasil, Empresa de Pesquisa Energética – EPE, Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel, Associação Brasileira de Energia Eólica e Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica – Abinee, que irão apresentar projetos de Pesquisa e Desenvolvimento – P & D, além de abordar aspectos regulatórios e o estado da arte da tecnologia no Brasil. Para mais informações sobre o evento, clique aqui.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-destaca-acoes-de-sustentabilidade-no-iii-forum-de-inovacao-e-tecnologia/

Governo de Minas: setor elétrico debate energia solar durante Fórum de Inovação e Tecnologia

Encontro promovido pela Cemig discute alternativas energéticas

A busca por fontes de geração de energia limpa tem sido um dos assuntos mais debatidos atualmente pelo setor elétrico no mundo inteiro, com grande destaque para as pesquisas sobre fontes de energia solar. Com o objetivo de aprofundar o estudo sobre o tema, o III Fórum de Inovação e Tecnologia, promovido pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), irá apresentar diferentes abordagens acerca do assunto.

O evento começa nesta terça-feira (19), em Belo Horizonte, e contará com a participação de vários especialistas, como o diretor de Estudos de Energia Elétrica da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), José Carlos de Miranda Farias; o coordenador do Grupo Setorial de Sistemas Fotovoltaicos da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), Leônidas Andrade; o professor pesquisador do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet), José Poluceno Vieira Braga; além de profissionais da Cemig.

Um dos assuntos abordados será o projeto Minas Solar 2014, que tem como principal enfoque a instalação de uma usina solar na cobertura de concreto do novo estádio Governador Magalhães Pinto, o Mineirão. Segundo o gestor do projeto, Alexandre Heringer Lisboa, no novo Mineirão será instalada uma usina solar fotovoltaica, com potência aproximada de 1,5 MW, composta de módulos de silício cristalino, montados sobre a cobertura de concreto do estádio.

“A energia gerada será injetada na rede de distribuição da Cemig para ser comercializada e parte será utilizada no próprio estádio. A usina deverá estar operando já na Copa das Confederações, em 2013, evento que antecede a Copa do Mundo de 2014”, explica.

Outros projetos

Também serão apresentados outros temas importantes, como a geração distribuída, que tem como principais vantagens a geração própria conectada à rede de distribuição e a redução na distância do transporte de energia dos centros de geração em relação às áreas de consumo. A redução do transporte implica diretamente na redução das perdas no sistema.

Outro assunto abordado será o projeto da Usina Experimental de Geração Solar Fotovoltaica, em fase de implantação na cidade de Sete Lagoas, região Central do Estado. Segundo o engenheiro de tecnologia e normatização da Cemig, Bruno Marciano Lopes, quando concluída, a usina será a maior do tipo no Brasil, com 3,3 MW de pico em painéis fotovoltaicos, capaz de abastecer até 3.500 residências, além de ser um dos mais bem estruturados centros de pesquisa em sistemas fotovoltaicos do mundo.

Bruno Lopes conta que além da usina de Sete Lagoas, a Cemig está propondo mais dois projetos à Aneel. O primeiro, em parceria com a Efficientia, UFMG, Copel e o Grupo TBE, é a construção de uma usina de 500 kW, com um modelo de negócios baseado em contratos de desempenho, utilizando recursos do Programa de Eficiência Energética da Aneel.

“O outro projeto, proposto por Furnas, será executado pela Companhia Energética Integrada Mineira (CEI), com a instalação de uma usina de 3 MW em condições climáticas extremas, no semiárido de Minas Gerais e o desenvolvimento de tecnologia nacional de alguns elementos do sistema de geração. O custo estimado do projeto é de cerca de R$ 40 milhões, dos quais aproximadamente R$ 11 milhões serão provenientes de empresas do Grupo Cemig”, completa o engenheiro Bruno Lopes.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/setor-eletrico-debate-energia-solar-durante-forum-de-inovacao-e-tecnologia/

Governo de Minas: Belo Horizonte sedia III Fórum de Inovação e Tecnologia

Energia solar, energia eólica e relacionamento com o cliente serão os temas discutidos no encontro

Na terça-feira (19) e na quarta-feira (20), estudantes, pesquisadores e profissionais do setor elétrico terão a oportunidade de debater sobre energia solar, energia eólica e relacionamento com clientes, durante o III Fórum de Inovação e Tecnologia, em Belo Horizonte.

O evento, promovido pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), terá a presença de representantes de organizações como Google Brasil, Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Associação Brasileira de Energia Eólica e Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), que irão apresentar projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), além de abordar aspectos regulatórios e o estado da arte da tecnologia no Brasil.

Destaca-se também o lançamento da oitava edição da Revista de P&D da Cemig, que traz nessa edição as chamadas de Projetos Estratégicos dos quais a Companhia participa. O gerente de Gestão Tecnológica da Cemig, Jaelton Avelar, explica que um projeto estratégico é aquele cujo tema é de grande relevância para o setor de energia elétrica e demanda investimentos altos. “Isso requer a atuação articulada de concessionárias, instituições de pesquisa e Aneel”, afirma. Jaelton acrescenta que, em 2011, a Cemig investiu R$ 57 milhões em projetos de P&D. “Para 2012, nossa previsão é da ordem de R$ 70 milhões”, ressalta.

Inscrição

Com entrada franca, o III Fórum de Inovação e Tecnologia acontece no auditório do edifício-sede da Cemig, na Avenida Barbacena, 1.200, Bairro Santo Agostinho, em Belo Horizonte. A programação e o formulário para inscrição estão disponíveis no Portal Cemig.

O evento terá ainda a participação do secretário de Estado de Ciências, Tecnologia e Ensino Superior, Narcio Rodrigues, do presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Olavo Machado, e de representantes da Cemig, de centros de pesquisa e universidades.

Serviço:

Evento:III Fórum de Inovação e Tecnologia

Inscrição:Portal Cemig

Período:19 e 20 de junho

Local:auditório do edifício-sede da Cemig, na Avenida Barbacena, 1.200 – Santo Agostinho, em Belo Horizonte

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/belo-horizonte-sedia-iii-forum-de-inovacao-e-tecnologia/