Arquivos do Blog

Gestão Anastasia : evento sobre o desenvolvimento sustentável marca Dia do Meio Ambiente em Minas

Governo de Minas, em parceria com a Câmara Italiana de Comércio, promove seminário sobre sustentabilidade

O Governo de Minas, em parceria com a Câmara Italiana de Comércio de Minas Gerais, promove, nesta terça-feira (05), Dia Internacional do Meio Ambiente, a segunda edição do seminário “Desenvolvimento Sustentável e os Limites do Crescimento: porque investir em meio ambiente”. O objetivo do evento, que será realizado das 13h às 19h, no auditório do BDMG, localizado no bairro de Lourdes, região Centro-Sul de Belo Horizonte, é orientar as empresas, por meio da apresentação de casos de sucesso, sobre como investir em meio ambiente e a importância desse investimento.

No seminário, que será aberto pelo secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Adriano Magalhães, serão assinados o Acordo Setorial para Logística Reversa de Embalagens Plásticas Usadas de Óleos Lubrificantes e a Deliberação Normativa (DN) do Conselho Estadual de Política Ambiental (Copam) que estabelece a nova organização das Comissões Paritárias (Copas). Será apresentado, também, o Índice de Desenvolvimento da Política Pública de Meio Ambiente (IDPA).

Ainda na abertura, serão lançadas a terceira edição do Relatório de Sustentabilidade do Sistema Estadual de Meio Ambiente (Sisema) 2010/2011, documento por meio do qual o órgão presta contas à sociedade a respeito de sua atuação e de suas práticas para a sustentabilidade econômica, social e ambiental e o SisemaNet, ferramenta de gestão ambiental do Governo de Minas.

Durante o evento, serão expostos sete casos de sucesso em políticas sustentáveis, entre eles, a Embaixada Verde, sobre o imponente edifício da Embaixada da Itália em Brasília, considerado uma obra sustentável, apresentado pelo embaixador da Itália no Brasil, Gherardo La Francesca. O assessor especial da Semad, Manno França, apresentará experiência de revisão de limites do Parque Estadual da Serra do Papagaio, no Sul de Minas.

Cidade Administrativa

Diversas ações estão previstas também na Cidade Administrativa de Minas Gerais. Nesta segunda-feira (04), o Coral da Cidade Administrativa Cidade em Canto fez uma apresentação no térreo do prédio Minas. Nesta terça (05), o Pelotão 193, do Grupo de Teatro de Corpo de Bombeiros, apresenta uma peça teatral às 12h30 no térreo do prédio Minas. O Pelotão 193 foi criado em 2003 com o lema “Bombeiros valorizando a vida através da arte”. A trupe é formada por sete bombeiros militares, que se apresentam em teatros, escolas e empresas.

Na quarta-feira (06), o público contará com a apresentação do grupo de teatro da SLU com a peça “O Lixo”. O grupo de teatro “Até tu SLU” é uma companhia de arte-mobilização. Apresenta peças de curta duração em que são abordados temas como a coleta seletiva e o combate ao desperdício, com o objetivo de despertar o indivíduo para as questões socioambientais. O grupo utiliza o humor e o improviso como instrumento de sensibilização para a importância do meio ambiente e da conservação da limpeza urbana na cidade.

De 04 a 06 de junho a Cidade Administrativa conta com a Exposição “Por um mundo melhor”. A exposição conta com produtos reutilizados, apresentados pela Futuarte; construção mais limpa, apresentado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e obras de arte como materiais reaproveitáveis, apresentadas por Oceano Cavalcanti. Os visitantes terão a oportunidade de conhecer também como funciona a bolsa de resíduos, além da exposição de uma maquete de energia, a realização de jogos pelo Programa Ambientação e apresentações do robô byte e do Bileco, mascote do Programa. As apresentações e exposições acontecem no túnel do prédio Minas e nas áreas externas dos prédios, além de contar com algumas intervenções em setores do Sisema.

Durante toda a semana, os servidores poderão também trazer peças eletroeletrônicas para serem colocadas nos coletores eletroeletrônicos, que serão montados no térreo dos prédios Minas e Gerais e no ponto de ônibus.

Ações desenvolvidas pelo Sistema Estadual de Meio Ambiente

O Sisema é responsável pelo Programa Qualidade Ambiental, Programa Estruturador inserido na Rede de Governo de Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais. O objetivo do programa é integrar a gestão ambiental na busca pela preservação, melhoria e recuperação ambiental, visando assegurar a qualidade ambiental e o desenvolvimento sustentável.

O Programa Qualidade Ambiental e composto por cinco Projetos Estratégicos: Redução e Valorização de Resíduos, Mitigação e Adaptação às Mudanças Climáticas, Meta 2014, Revitalização das bacias do rio Doce, Paraobeba e outras bacias e desenvolvimento dos instrumentos de gestão de recursos hídricos e o Projeto de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica, Cerrado e Caatinga.

Clique aqui para saber quais são as demais ações desenvolvidas pelo Sistema Estadual de Meio Ambiente (arquivo PDF).

Para saber a programação completa das ações que marcam o Dia do Meio Ambiente em Minas, clique aqui (arquivo PDF).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/evento-sobre-o-desenvolvimento-sustentavel-marca-dia-do-meio-ambiente-em-minas/

Governo de Minas: Unesco-Hidroex vai implementar Educação para Águas na Comunidade de Países de Língua Portuguesa

Acordo foi assinado no 6º Fórum Mundial da Água, em Marselha, na França

Divulgação/Sectes
Representantes da Comunidade de Países de Língua Portuguesa assinaram, na França, acordo para melhoria da gestão de recursos hídricos
Representantes da Comunidade de Países de Língua Portuguesa assinaram, na França, acordo para melhoria da gestão de recursos hídricos

Com o apoio do Unesco-Hidroex, a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) irá aperfeiçoar a sua formação para melhorar a gestão dos recursos hídricos. Reunidos no 6º Fórum Mundial da Água, em Marselha, os diretores gerais da água da CPLP assinaram acordo que prevê a implementação, em curto prazo, das ações de educação para águas promovidas pelo Unesco-Hidroex.

“Este é um documento produzido em uma reunião que o Hidroex participou, na qual os diretores de água dos países da CPLP definiram que cada um deles será o ponto focal encarregado das articulações – via CPLP ou bilateral – necessárias para o desenvolvimento de um programa de educação para as águas em cada um dos países. Nós temos o compromisso de trabalhar com os países de língua portuguesa, portanto, executaremos parte do programa, e alguns cursos serão oferecidos em parceria com o Instituto de Educação para Água (IHE) da Unesco, que orienta a implantação pedagógica do Hidroex”, explicou o presidente do Unesco-Hidroex, Octávio Elísio.

A assinatura aconteceu nesta sexta-feira (16) no Pavilhão Brasil do 6º Fórum Mundial da Água, evento que reúne mais de 140 países na busca por uma melhor gestão mundial dos recursos hídricos. Além do diretor da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu, que será o ponto focal no Brasil, assinaram o acordo dirigentes da água em Portugal, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau e Cabo Verde. O documento será repassado aos responsáveis em Angola, Moçambique e Timor Leste, ausentes no Fórum.

A iniciativa de implantar um programa de educação para águas é a ação inicial prevista no Plano de Formação da CPLP em Recursos Hídricos, que será encaminhado para aprovação oficial aos ministros da CPLP responsáveis pela gestão desses recursos nos seus países.

No acordo assinado pela CPLP, o Unesco-Hidroex está encarregado de atender um ou dois formandos, por país, nos seus cursos de formação. Para viabilizar todas as ações, o Brasil, por meio da ANA, irá complementar o fundo especial da CPLP de 80 mil euros, disponibilizados por Portugal, com uma contribuição de 80 mil dólares. Cada um dos países da comunidade receberá, ainda, um valor adicional de 100 mil dólares para domínio da transferência de tecnologia em recursos hídricos.

Educação para as Águas

O Hidroex é o único centro da Unesco na América Latina dedicado à excelência em águas. Criado em 2009 pelo Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes), o Hidroex conduz projetos de capacitação e formação em gestão de recursos hídricos com o apoio pedagógico do Instituto de Educação para Água (IHE) da Unesco.

Um projeto de destaque é a Floresta Escola, que já identificou novas espécies de plantas e animais na região de cerrado onde está localizada a sede da instituição, em Frutal, no Triângulo Mineiro. A estrutura do Hidroex, com laboratórios, salas multimídias e outras comodidades, oferece também cursos de educação a distância e iniciativas de educação para as águas no ensino básico local, com o objetivo de mudar o comportamento de crianças, adolescentes e adultos.

Em parceria com 12 universidades federais e privadas, além de diversas centros de pesquisa e desenvolvimento como a ANA, a Embrapa e a Cousteau Society, o Unesco-Hidroex está implementando a Cidade das Águas, um complexo que reúne instituições nacionais e internacionais no mesmo ambiente interativo focado em educação, água e pesquisa.

Fonte: Agência Minas