Arquivos do Blog

Gestão Minas: Secretário Bilac Pinto apresenta para Ministro da Saúde programa de saneamento básico

Objetivo da reunião é mostrar projetos desenvolvidos pelo Estado para captar recursos da União para obras de água e esgoto

Divulgação
Secretário Bilac Pinto esteve com o ministro Alexandre Padilha em Brasília
Secretário Bilac Pinto esteve com o ministro Alexandre Padilha em Brasília

O secretário de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Bilac Pinto, participou na tarde desta quarta-feira (16), em Brasília, de audiência com o ministro da Saúde Alexandre Padilha. Na oportunidade, o secretário apresentou as ações desenvolvidas pelo Governo de Minas na área do saneamento básico dentro do Projeto Estruturador Saneamento de Minas com objetivo de captar recursos federais para a realização de obras de água e esgoto em todo o Estado.

De acordo com o secretário Bilac Pinto, a ideia do Governo de Minas é agilizar a universalização do saneamento no Estado. “Uma das metas deste Governo é levar saneamento para o maior número de mineiros, desta forma estamos trabalhando intensamente na captação de recursos junto ao governo federal para a realização de obras que amplie os serviços de água e esgoto no Estado” disse o secretário.

A Sedru em parceria com o Ministério da Saúde, por meio da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), vem realizando nos últimos anos trabalhos importantes para a melhoria das condições sanitárias em Minas como, por exemplo, nas obras de esgotamento sanitário nas cidades do entorno do lago de Furnas e de abastecimento de água em cidades do norte do Estado e do vale do Jequitinhonha que sofrem com a seca.

“A reunião com o ministro teve como objetivo também estreitar e reforçar a parceria entre Sedru e a Funasa visando qualificar ainda mais o serviço de saneamento em Minas, melhorando assim, a qualidade de vida e a saúde dos mineiros” destacou Bilac Pinto.

Saneamento de Minas

O projeto Estratégico Saneamento de Minas promove ações de saneamento básico no Estado de Minas Gerais, por meio de implantação de sistemas relativos ao saneamento básico e capacitação para gestores públicos e agentes municipais de saúde.

O projeto atua em todas as localidades rurais de Minas Gerais que representa 15% da população do Estado de acordo com dados do IBGE. Nestas áreas a incidência de doenças de veiculação hídrica é alta e de grande impacto social, principalmente nos gastos relativos à saúde. Outra atuação do projeto são áreas urbanas que não possuem concessão com a Copasa e Copanor.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/secretario-bilac-pinto-apresenta-para-ministro-da-saude-programa-de-saneamento-basico/

Governo de Minas assina contrato para obras de saneamento do PAC 2

BRASÍLIA (21/12/11) – O secretário de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Bilac Pinto, representou o governador Antonio Anastasia na cerimônia de contratação das obras de saneamento do PAC 2 em municípios de até 50 mil habitantes, que aconteceu nesta quarta-feira (21), em Brasília, com a presença da Presidente da República, Dilma Rousseff. Na oportunidade o secretário assinou o contrato de obras de esgotamento sanitário em 10 municípios da região do lago de Furnas.

Estes empreendimentos são resultados de projetos elaborados pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana (Sedru), em parceria com a Copasa, Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e a Associação dos Municípios do Lago de Furnas (Alago) e vão render aos municípios, um total de R$ 40 milhões para a execução das obras.

As futuras instalações sanitárias vão propiciar a universalização do serviço de esgoto, 100% da população destas cidades atendidas com serviço de tratamento de esgoto, e a diminuição da emissão de esgoto sem tratamento no lago de Furnas, melhorando a qualidade d’água da represa que atinge 34 cidades mineiras.

Para o secretário da Sedru, Bilac Pinto, a realização destas obras será de extrema importância para o desenvolvimento sustentável da região e vai beneficiar um patrimônio natural de Minas que é a represa de Furnas. “A represa de Furnas, um dos mais belos patrimônios naturais de Minas Gerais, é fundamental para o turismo e para o desenvolvimento econômico e regional do Estado. Com a execução destes 10 projetos vamos conseguir tratar parte do esgoto que é lançado no lago melhorando assim a qualidade de vida de milhões de mineiros que dependem das águas de Furnas”, disse.

Municípios atendidos

O recurso será destinado aos municípios de Alterosa, Conceição da Aparecida, Cristais, Espírito Santo do Dourado, Ilicinea, Juruaia, Muzambinho, Nova Resende, Ouro Fino e São José da Barra.

Fonte: Agência Minas