Arquivos do Blog

Governo de Minas: BDMG baixa ainda mais os juros para micro e pequenas empresas

Instituição busca maior proximidade, agilidade e facilidade na concessão de crédito por meio da linha BDMG Geraminas

Atento às recentes mudanças de mercado, o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) revisou as condições de seu principal produto destinado ao segmento de clientes de micro e pequeno porte: BDMG Geraminas. Com isso, o banco, que já oferecia juros competitivos, terá uma das taxas mais baixas do mercado para capital de giro: a partir de 0,89% ao mês.  No ano de seu cinqüentenário, o BDMG segue o compromisso de se aproximar ainda mais das micro, pequenas e médias empresas mineiras.

Além da taxa competitiva, o BDMG oferece ainda carência de três meses e prazo para pagar de até quatro anos (48 meses). As taxas de juros serão fixas, ou seja, o cliente saberá quanto vai pagar até o término do financiamento. Outros diferenciais do BDMG são a solicitação simplificada, pela internet, e a dispensa de reciprocidade em outros produtos.

De acordo com o presidente do BDMG, Matheus Cotta de Carvalho, uma das premissas da instituição é democratizar, facilitar e agilizar os processos e as ferramentas de concessão de crédito. “O BDMG Geraminas é um produto pioneiro, que desde 1998 mantém taxas fixas, com carência e prazos longos para pagamento. Essas condições foram criadas mesmo quando o contexto do mercado era de taxas muito altas e prazos mais curtos para financiamentos, demonstrando o nosso claro compromisso com o sucesso das micro e pequenas empresas”, explica.

Ainda segundo o presidente, o BDMG Geraminas reforça o importante papel social que o Banco tem na geração de emprego e renda. “Como o BDMG Geraminas é a principal linha de financiamento para os micro e pequenos empresários, foi fundamental torná-lo ainda mais atrativo”, destaca.

Os números comprovam a importância do BDMG Geraminas para o pequeno empresariado. Em 2011, foram liberados, por meio dessa linha, R$ 95,5 milhões para 1.845 clientes (69,5% da base total). Neste ano, já foram desembolsados R$ 32,1 milhões para 582 clientes (55% do total de clientes). A previsão é que, até o fim de 2012, o BDMG Geraminas atenda em torno de 3,3 mil clientes, com aproximadamente R$ 230 milhões em liberações.

As linhas de financiamento do BDMG têm taxas entre as menores do mercado. Mesmo assim, o Banco tem reduzido os custos dos financiamentos, especialmente nas linhas BDMG Giro Fácil e BDMG Fixo Fácil, que também atendem às micro e pequenas empresas. “Estamos acompanhando o mercado para avaliar novas alterações”, afirma o presidente.

Correspondentes Bancários BDMG

Como forma de criar uma rede para agilizar o acesso ao crédito para os micro, pequenos e médios empreendimentos, o banco tem a perspectiva de formalizar, em 2012, parcerias com 120 Correspondentes Bancários BDMG espalhados pelo Estado (70 via cooperativas de crédito e 50 por intermédio de federações). Lançado no final do ano passado, o programa tem aproximadamente 50 cooperativas de crédito e cinco federações (Fiemg, Fecomércio, Federaminas, Fecon e FCDL-MG) credenciadas.

Até o início de maio, foram geradas, via correspondentes bancários, propostas de financiamento que totalizam R$ 8,4 milhões. Por meio dos correspondentes, o BDMG espera cumprir a meta de alcançar 6 mil clientes, neste ano, mais do que o dobro da base atual. O objetivo da instituição é ampliar cada vez mais a carteira de clientes, atingindo 25 mil novos contratos até 2014. Outra ação desenvolvida foi a reformulação do call center 31 3219-8000 e do portal na internet, o que tornará as concessões de financiamentos ainda mais ágeis e transparentes.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/bdmg-baixa-ainda-mais-os-juros-para-micro-e-pequenas-empresas/

Governo de Minas: federações empresariais vão atuar como correspondentes bancários do BDMG

Entidades filiadas podem, agora, levar crédito para empresários de todas as regiões de Minas

Divulgação/BDMG
Presidente do BDMG, Matheus de Carvalho, destacou a importância da nova parceria
Presidente do BDMG, Matheus de Carvalho, destacou a importância da nova parceria

Em solenidade realizada nesta quinta-feira (16), em Belo Horizonte, o presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Matheus de Carvalho, assinou contrato de parceira com as Federações das Associações Comerciais e Empresarias (Federaminas), do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio), dos Contabilistas (Fecon) e das Indústrias (Fiemg), abrindo limite potencial para que os sindicatos, associações e regionais filiados a essas instituições possam trabalhar como correspondentes bancários do BDMG.

Em seu pronunciamento, Matheus de Carvalho disse que o momento é importante para o banco, pois, a partir da assinatura dos contratos, “o BDMG tem mais condições de cumprir sua meta de levar crédito para o empresário mineiro, onde quer que ele esteja”. O objetivo é criar uma rede para cobrir todo o Estado. “Já estamos trabalhando com as cooperativas de crédito e, a partir de agora, com as federações, podemos levar nossas linhas de financiamento e condições adequadas para todos os municípios. Dentro de um ou dois anos, espero estar aqui novamente para comemorar os resultados dessas parcerias”, afirmou.

O presidente da Fecomércio Minas, Lázaro Luis Gonzaga, lembrou a importância da integração das entidades patronais com o Governo de Minas, “fortalecendo a economia mineira” e dando oportunidade aos empresários de todas as regiões. Rogério Marques Noé, presidente da Fecon, disse que “os contabilistas já trabalham levando as soluções financeiras do BDMG para os empresários no interior” e que, agora, a oportunidade de trabalhar como correspondente bancário “é um marco desta parceria”.

Já Wander Luiz Silva, presidente da Federaminas, disse que “é muito bom ver à frente do BDMG um executivo que conhece e entende as demandas das micro e pequenas empresas”. “Esse convênio já nasce forte, porque todas essas federações têm muitas entidades filiadas. Com certeza, a partir de agora, o dinheiro estará á disposição de todas as empresas”, disse. Olavo Machado Júnior, presidente da  Fiemg, falou sobre a importância  da congregação de forças das classes empresariais. “Aqui em Minas temos um banco de desenvolvimento que neste momento fortalece a nossa união. Vamos trabalhar juntos pelo fortalecimento de Minas Gerais”, conclamou.

Maior alcance

A Fecomércio Minas atua em todas as regiões do Estado, representada por 29 sindicatos filiados e 20 sindicatos conveniados. A Fiemg, por sua vez, atua em 11 regionais estrategicamente distribuídas em Minas e a ela estão filiados mais de 130 sindicatos. A Federaminas congrega mais de 400 associações comerciais em diversas regiões mineiras. A Fecon congrega cerca de 50 mil contabilistas em seus 29 sindicatos filiados.

O projeto Correspondente Bancário BDMG foi lançado em 2011, inicialmente direcionado às cooperativas de crédito. Já são, hoje, 44 contratadas e treinadas, que chegam a 200 municípios de todas as regiões. Agora, as federações passam a desempenhar também  o papel de Correspondente Bancário BDMG, podendo transferir esta prerrogativa para seus sindicatos filiados e conveniados, associações e regionais, sempre com a anuência e o acompanhamento das equipes do BDMG. Contratos com outras entidades parceiras serão firmados nos próximos dias para que o objetivo do banco, de estar cada vez mais presente em Minas e mais próximo de seu cliente, seja alcançado.

Fonte: Agência Minas

Gestão em Minas: Federação dos Contabilistas se tornará correspondente bancário do BDMG

Fecomércio, Federaminas e Fiemg também firmarão parceria com o banco

O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) anunciou nova parceria com mais uma importante entidade representativa do Estado. A Federação dos Contabilistas do Estado de Minas Gerais (Fecon-MG) se tornará correspondente bancário do BDMG. A Federação conta com 29 sindicatos filiados em todo o Estado. O contrato entre a Fecon-MG e o BDMG será assinado nesta quinta-feira (16).

Na mesma ocasião, o BDMG firmará parcerias com as federações das Associações Comerciais e Empresarias (Federaminas), do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio) e das Indústrias (Fiemg) – que também se tornarão correspondentes bancários do BDMG. Os contratos serão assinados na sede da Fecomércio Minas, em Belo Horizonte. As quatro instituições têm grande penetração no Estado e, há alguns anos, já trabalham como parceiras do BDMG. A partir de agora, assim como já acontece com as 42 cooperativas de crédito que firmaram parceria com o banco, os novos correspondentes do BDMG também serão remunerados por cada cliente captado.

A parceria será assinada pelos presidentes da Fecon-MG, Rogério Marques Noé; da Fecomércio Minas, Lázaro Luis Gonzaga; da Federaminas, Wander Luiz Silva; da Fiemg, Olavo Machado Júnior; e do BDMG, Matheus Cotta de Carvalho. A Fecomércio Minas atua em todas as regiões do Estado, representada por 29 sindicatos filiados e 20 sindicatos conveniados. A Fiemg, por sua vez, atua em 11 regionais estrategicamente distribuídas em Minas, enquanto a Federaminas congrega mais de 400 associações comerciais em diversas regiões mineiras, representando aproximadamente 180 mil empresários, vinculados a todos os segmentos da economia. Já a Fecon-MG congrega mais de 50 mil contabilistas em todas as regiões de Minas Gerais.

Para o presidente do BDMG, Matheus de Carvalho, este é mais um passo dado pelo banco para que seus financiamentos estejam à disposição de todas as empresas de Minas, especialmente as de micro, pequeno e médio portes, independentemente da região ou setor que atuam. Ainda segundo Carvalho, a meta do BDMG para este ano é duplicar o número de clientes. “Vamos somar nossos esforços e apoiar aqueles que são os grandes responsáveis pelo crescimento da economia mineira e pela geração de empregos, que é uma das prioridades do governador Antonio Anastasia”, disse.

Correspondente bancário

O projeto Correspondente Bancário BDMG foi lançado em 2011, inicialmente direcionado às cooperativas de crédito. Hoje, já são 44 entidades contratadas e treinadas, que abrangem 200 municípios com postos de atendimento espalhados por todas as regiões de Minas. Agora, as federações passam a desempenhar, também, o papel de Correspondente Bancário BDMG, podendo transferir os benefícios oferecidos pelo banco a seus sindicatos filiados e conveniados, associações e regionais, sempre com a anuência e o acompanhamento das equipes do BDMG. Contratos com outras entidades parceiras serão firmados nos próximos dias para que o objetivo do banco, de estar cada vez mais presente em Minas e mais próximo de seu cliente, seja alcançado.

Serviço:

Assinatura de contrato de Correspondentes Bancários BDMG

Data: 16 de fevereiro de 2012

Horário: 12h

Local: Fecomércio Minas, Rua Curitiba, 561 – Centro, Belo Horizonte

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: Fecomércio, Federaminas e Fiemg firmam parceria inédita com o BDMG

Entidades representativas da indústria, comércio e serviços se tornarão correspondentes bancários

O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) e as Federações das Associações Comerciais e Empresarias (Federaminas) do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio) e das Indústrias (Fiemg) firmarão uma parceria inovadora no Estado. A Fecomércio Minas, a Federaminas e a Fiemg se tornarão correspondentes bancários do BDMG.

Os contratos serão assinados nesta quinta-feira (16), na sede da Fecomércio Minas, em Belo Horizonte. As três instituições têm grande penetração no Estado e, há alguns anos, já trabalham como parceiras do BDMG. A partir de agora, assim como já acontece com as 42 cooperativas de crédito que firmaram parceria com o banco, os novos correspondentes do BDMG também serão remunerados por cada cliente captado. A parceria será assinada pelos presidentes da Fecomércio Minas, Lázaro Luis Gonzaga; da Federaminas, Wander Luiz Silva; da Fiemg, Olavo Machado Júnior; e do BDMG, Matheus Cotta de Carvalho.

A Fecomércio Minas atua em todas as regiões do Estado, representada por 29 sindicatos filiados e 20 sindicatos conveniados. A Fiemg, por sua vez, atua em 11 regionais estrategicamente distribuídas em Minas, enquanto a Federaminas congrega mais de 400 associações comerciais em diversas regiões mineiras, representando aproximadamente 180 mil empresários, vinculados a todos os segmentos da economia.

Para o presidente do BDMG, Matheus de Carvalho, este é mais um passo dado pelo banco para que seus financiamentos estejam à disposição de todas as empresas de Minas, especialmente as de micro, pequeno e médio portes, independentemente da região ou setor que atuam. Ainda segundo Carvalho, a meta do BDMG para este ano é duplicar o número de clientes. “Vamos somar nossos esforços e apoiar aqueles que são os grandes responsáveis pelo crescimento da economia mineira e pela geração de empregos, que é uma das prioridades do governador Antonio Anastasia”, disse.

Correspondente bancário

O projeto Correspondente Bancário BDMG foi lançado em 2011, inicialmente direcionado às cooperativas de crédito. Hoje, já são 44 entidades contratadas e treinadas, que abrangem 200 municípios com postos de atendimento espalhados por todas as regiões de Minas. Agora, as federações passam a desempenhar, também, o papel de Correspondente Bancário BDMG, podendo transferir os benefícios oferecidos pelo banco a seus sindicatos filiados e conveniados, associações e regionais, sempre com a anuência e o acompanhamento das equipes do BDMG. Contratos com outras entidades parceiras serão firmados nos próximos dias para que o objetivo do banco, de estar cada vez mais presente em Minas e mais próximo de seu cliente, seja alcançado.

Serviço:

Assinatura de contrato de Correspondentes Bancários BDMG

Data: 16 de fevereiro de 2012

Horário: 12h

Local: Fecomércio Minas, Rua Curitiba, 561 – Centro, Belo Horizonte

Fonte: Agência Minas