Arquivos do Blog

Governo de Minas: primeiro leilão da Superagro 2012 fatura R$ 737 mil

Cerca de 400 pessoas participaram do pregão que negociou a venda de 32 animais

Evandro Fiuza / Divulgação
Animais negociados são de grande valor para a produção leiteira
Animais negociados são de grande valor para a produção leiteira

O primeiro dia de leilões da Superagro 2012, nesta segunda-feira (04), no Parque de Exposições da Gameleira, movimentou cerca de R$ 737 mil com a venda de 32 animais gir leiteiro. O lote mais caro foi arrematado por R$ 105 mil, com a venda de metade da fêmea “Imaginação de Silvânia”.  Conforme Virgílio Villefort, promotor do evento, o gir leiteiro passa por um período de acelerado desenvolvimento. “Os animais desta raça se adaptam muito bem ao clima tropical por serem rústicos,” explicou. Até o sábado (09), serão realizados mais seis leilões de exemplares de bovinos e equinos.

Nesta terça-feira (05), no Parque da Gameleira, continuaram os julgamentos de bovinos (gir leileiro e guzerá) e de equinos (pôneis e mangalarga marchador). Nesta quarta (6), terá início o PUCVET, com palestras sobre odontologia equina, bovinocultura de leite e pequenos animais. Na quinta-feira (7), terão início as atrações do Expominas (Expovet, Expocachaça e Vila da Agricultura Familiar, entre outros).

A Superagro Minas 2012 vai até o domingo, 10,  no complexo Parque de Exposições da Gameleira /Expominas, em Belo Horizonte.  A realização é do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e Sebrae-MG.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/primeiro-leilao-da-superagro-2012-fatura-r-737-mil/

Gestão Anastasia: Governo de Minas marca presença na Expocachaça

Maior evento do setor no país, exposição apresenta várias novidades neste ano

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur), participa da 20ª edição da Expocachaça, que acontece entre os dias 07 e 10 de junho, no Expominas, em Belo Horizonte. Considerado o maior evento do setor no país, tem o objetivo de promover a cachaça como bebida nacional, consolidar consórcios e cooperativas brasileiras de produtores de cachaça, além de fomentar o mercado.

Este ano, a feira, que acontece dentro da Superagro Minas 2012, traz novidades e surpresas para o público. Será inaugurado o espaço Brasil Bier, com cervejas brasileiras especiais, além do Festival de Caipirinhas. Haverá também eleição da melhor combinação feita com a cachaça, a melhor cachaça e o melhor bartender.

A programação cultural promete agitar os visitantes com shows country, sertanejo e pop. Uma das atrações será o show do cantor Renato Teixeira, que se apresenta na quinta-feira (07), às 22h00, dentro do Projeto Causos e Violas.

CACHAÇA –  Responsável por 86% do mercado brasileiro de destilados, é o 3º destilado mais consumido no mundo. Apenas Minas Gerais garante 60% da produção nacional, com mais de 9  mil alambiques. Essa fatia do mercado movimenta a economia do Estado, com a manutenção de 116 mil empregos diretos e geração de renda de R$ 1,4 bilhão ao ano. O Estado produz, anualmente, 240 milhões de litros de cachaça.

Mais informações: www.expocachaca.com.br ou www.superagro2012.com.br .

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-marca-presenca-na-expocachaca/

Gestão Eficiente: Anastasia destaca importância da indústria no crescimento econômico e geração de empregos

Governador disse que prioridade deve ser agregar valor aos produtos e diversificar a economia do Estado

O governador Antonio Anastasia participou, na noite dessa quinta-feira (24), no Expominas, em Belo Horizonte, das comemorações do Dia da Indústria, celebrado oficialmente nesta sexta-feira (25). O evento foi organizado pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg). Anastasia falou da importância de se festejar o Dia da Indústria, destacando o Programa de Agregação de Valor ao Produto Mineiro (ProValor), que será implementado em parceria com a Fiemg.

O projeto terá também como parceira a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), através da Escola de Engenharia, que fará um diagnóstico do segmento metalmecânico, um dos principais setores da indústria de transformação mineira. O projeto piloto, que deverá estar concluído num prazo de 12 meses, será implantado na região do Vale do Aço e será coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico.

O ProValor tem como objetivo o fomento à geração de empregos de qualidade, a intensificação do conteúdo tecnológico das empresas, o aumento da participação das empresas envolvidas no mercado, com o consequente aumento da arrecadação, por meio da ampliação de base tributária e do maior valor do produto industrial mineiro.

“Sabemos que o desenvolvimento industrial de Minas nos permite a cada dia perseguir mais aquele velho sonho, qual seja de agregar permanentemente valor aos nossos produtos, aos produtos de Minas Gerais, e não ficarmos dependentes exclusivamente da exportação das commodities. O ProValor é um programa muito importante e tem como objetivo agregar valor aos produtos mineiros e gerar empregos de qualidade”, destacou o governador.

Anastasia enfatizou que a maior luta é exatamente diversificar a economia. “Não somente como no passado, naquela malfadada frase que Minas se caracterizava por exportar mineiros e minérios. Não queremos mais isso, nunca mais. Queremos ver a riqueza aqui em nosso Estado”, afirmou.

Para o presidente da Fiemg, Olavo Machado Júnior, a agregação de valor proporciona crescimento não só para a indústria, mas para todo o Estado. “Isso possibilita que as empresas cresçam e cumpram sua missão de gerar riqueza e produzir empregos de qualidade. Essa é uma das prioridades do Governo Antonio Anastasia juntamente com a Federação das Indústrias”, afirmou o empresário.

O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Andrade, disse que Minas Gerais se destaca pelo desenvolvimento industrial e também de todos os setores da economia. “Em Minas caminhamos em promissora direção. Contamos com o privilégio da liderança firme e segura do governador Anastasia, cuja obra muito nos anima. Nos últimos anos Minas Gerais pontifica como notável exemplo ao país.”

Dia da Indústria

Anastasia afirmou ainda que, neste ano, o Dia da Indústria, está sendo comemorado num cenário extremamente otimista e positivo. “Minas Gerais tem hoje um patamar de desenvolvimento e prosperidade que não imaginávamos há alguns anos. Ao longo dos últimos dez anos, Minas apresentou à nação resultados extraordinários. E nesse quadro a indústria mineira também realizou um trabalho excepcional”, disse o governador.

Antonio Anastasia salientou que a indústria é o lugar de empregos qualificados de longo prazo. O governador disse que o país e o Estado que têm uma indústria sólida, desenvolvida e diversificada certamente apresentam padrão de desenvolvimento bastante avançado.

Premiação

Durante a solenidade de comemoração do Dia da Indústria, o presidente do Grupo EBX, Eike Batista, recebeu o prêmio de Industrial do Ano. O empresário agradeceu a homenagem e as parcerias com Minas Gerais, afirmando que o governador Anastasia demonstra que “projetos grandes sempre necessitam de parceria público-privada.”

Também foram homenageados 13 empresários com a Medalha do Mérito Industrial. Participaram também das comemorações do Dia da Indústria o vice-governador Alberto Pinto Coelho; os ministros Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) e Marco Antonio Raupp (Ciência, Tecnologia e Inovação); o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado estadual Dinis Pinheiro; o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda; os senadores Aécio Neves e Zezé Perrella; o arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, entre outras autoridades.

Indústria em Minas Gerais

Minas Gerais abriga um dos mais importantes polos industriais do país. O setor emprega mais de 1 milhão de pessoas em 65 mil empresas. A indústria é responsável por um terço do PIB mineiro, que, em 2011, cresceu 2,7%. Liderado pela expansão da construção civil, o PIB da indústria registrou alta, no ano passado, de 1,9% – acima da média nacional (1,6%).

No ano passado, a indústria contribuiu com mais da metade da arrecadação do ICMS estadual. Do total de R$ 28,2 bilhões, R$ 15,4 bilhões foram arrecadados pela indústria, o que corresponde a 54,6% do total de tributos.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/anastasia-destaca-importancia-da-industria-no-crescimento-economico-e-geracao-de-empregos/

Gestão Eficiente: Governo de Minas é referência para municípios mineiros

Secretária Renata Vilhena destaca incentivo para administrações públicas

Renato Cobucci / Imprensa MG
A secretária Renata Vilhena, que entregou o prêmio a representantes de vários municípios
A secretária Renata Vilhena, que entregou o prêmio a representantes de vários municípios

A secretária de Estado de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena participou, nesta quarta-feira (9), da entrega do Prêmio Mineiro de Boas Práticas na Gestão Municipal, no Expominas, em Belo Horizonte. O evento, que integrou a programação do 29º Congresso Mineiro de Municípios, também contou com a participação do secretário-adjunto de Estado de Meio Ambiente, Danilo Vieira Junior, além do prefeito de São Gonçalo do Pará, Ângelo Roncalli, presidente da Associação Mineira dos Municípios (AMM) e representantes dos municípios finalistas, entre outros.

A premiação, promovida pela entidade, homenageou as prefeituras que se destacaram na gestão de recursos em busca de melhorias dos resultados, e contou com quatro categorias: Gestão da Educação; Gestão da Saúde; Gestão do Desenvolvimento Social e Gestão do Desenvolvimento Urbano/ Ambiental.

A secretária Renata Vilhena salientou a importância da instituição do prêmio para a consolidação de uma cultura da boa gestão em todo o Estado. “Para que Minas Gerais alcance os resultados almejados, é fundamental que os municípios também consigam cumprir suas metas. Por isso, os municípios também precisam avançar na melhoria da gestão”, disse ela.

Onze municípios se destacaram na premiação: Bicas, Miradouro e Santa Bárbara (Educação); Juiz de Fora, Uberlândia e Nova Lima (Saúde); Além Paraíba e Timóteo (Desenvolvimento Social) e Lassance, Pains e São Gonçalo do Rio Abaixo (Desenvolvimento Urbano/ Ambiental).

Estímulo à inovação

De acordo com a secretária, o prêmio é um grande incentivo para que as prefeituras inovem e possam estar exercendo as boas práticas. “Eu tenho convicção que a cultura da boa gestão já faz parte de Minas Gerais, haja visto o resultado da pesquisa divulgada na terça-feira pela Federação Nacional dos Municípios, que aponta o avanço dos municípios mineiros nesta área. Isso é conseqüência da semente que vem sendo plantada desde 2003, no Governo de Minas. Vamos sempre apoiar essas iniciativas, em parceria com a AMM, porque através de uma boa gestão, os resultados são alcançados”, concluiu.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/onze-municipios-mineiros-sao-premiados-pela-qualidade-na-gestao-de-recursos-publicos/

Governo de Minas: 29° Congresso Nacional de Laticínios abre inscrições para trabalhos científicos

Evento é o maior do Brasil em difusão de tecnologias sobre leite e derivados, além de ser referência na América Latina para apresentação de pesquisas e desenvolvimento de lácteos

Fernando Priamo
Científica do Congresso Nacional de Laticínios é realizada no auditório do ILCT
Científica do Congresso Nacional de Laticínios é realizada no auditório do ILCT

Os interessados em apresentar trabalhos científicos durante o 29º Congresso Nacional de Laticínios já podem efetuar as inscrições no site do evento. Podem participar pesquisadores, professores, estudantes e profissionais das indústrias que tenham estudos relacionados ao setor lácteo.

Na edição deste ano, o tema central do congresso, que irá nortear debates e discussões, será “Qualidade e competitividade: desafios para o fortalecimento da cadeia produtiva de lácteos e inserção internacional”. O prazo para inscrições de trabalhos termina no dia 27 de abril.

O Congresso Nacional de Laticínios é promovido pelo Instituto de Laticínios Cândido Tostes (ILCT), que pertence à Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) e será realizado de 16 a 19 de julho, no Expominas Juiz de Fora e nas dependências do ILCT.

O evento já é tradicional e é considerado o maior do Brasil em difusão de tecnologias sobre leite e derivados, além de ser referência na América Latina como fórum para apresentação de pesquisas e desenvolvimento de lácteos.

Durante três dias, os mais renomados especialistas do segmento se reúnem para debater novas tecnologias e compartilhar conhecimentos, por meio de palestras e minicursos, cujos temas ainda estão sendo definidos.

A submissão dos trabalhos será feita exclusivamente pela internet, no site http://www.cnlepamig.com.br/ (link 29º Congresso Nacional de Laticínios), onde há instruções para o envio, normas técnicas para apresentação e preenchimento do formulário.

Os trabalhos passarão por avaliação de uma comissão julgadora, formada por representantes da comunidade científica do Brasil, e serão apresentados na forma de pôster ou comunicado técnico.

Todos os trabalhos selecionados serão publicados nos anais do 29º Congresso Nacional de Laticínios. Os contatos com a equipe organizadora poderão ser feitos pelo telefone (32) 3225-3596 e pelo e-mail comissaocientifica@epamig.br.

Além da parte científica do Congresso nas dependências do ILCT, os participantes poderão acompanhar o 39º Concurso Nacional de Produtos Lácteos, que será realizado no laboratório de análise sensorial do instituto.

Já a 40ª Exposição de Máquinas, Equipamentos, Embalagens e Insumos para a Indústria Laticinista (Expomaq) e a 39ª Exposição de Produtos Lácteos (Expolac) acontecem no Expominas Juiz de Fora.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas investe R$ 25,8 milhões no Expominas de Teófilo Otoni

Empreendimento será um dos maiores centros de convenções e feiras do interior do Estado e colocará o Vale do Mucuri na rota do turismo de negócios e eventos na região do Circuito das Pedras Preciosas.
Divulgação/Secom MG
Expominas ocupa área de 10 mil metros quadrados e terá três auditórios, espaço para feiras e museu de pedras preciosas
Expominas ocupa área de 10 mil metros quadrados e terá três auditórios, espaço para feiras e museu de pedras preciosas

Localizada numa região turisticamente conhecida como Circuito das Pedras Preciosas, Teófilo Otoni, principal cidade do Vale do Mucuri, ganhará neste ano, um dos maiores centros de convenções e feiras do interior do Estado. Trata-se do Expominas Teófilo Otoni, que está recebendo do Governo de Minas investimentos superiores a R$ 25,8 milhões, liberados por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig).

Com obras já em estágio final de execução, o empreendimento ocupa área de dez mil metros quadrados e terá as mais modernas tecnologias em equipamentos de refrigeração e acústica. Além de espaço coberto para a realização de feiras, o complexo contará com três auditórios, um deles com capacidade para receber 1,2 mil pessoas em eventos como congressos, palestras, apresentações musicais e teatrais. Os outros dois auditórios, constituídos de módulos flexíveis, terão capacidade para acomodar, cada um, 400 pessoas, dependendo do porte dos eventos a serem realizados.

O Expominas de Teófilo Otoni contará ainda com um museu temático de pedras preciosas, área administrativa com três andares, camarins, áreas de serviço para carga e descarga de equipamentos, cantina, galerias para filmagens e gravações de eventos, estacionamento com capacidade para 1.000 veículos e área que futuramente viabilizará a expansão do espaço físico.

“Trata-se de um grande investimento que o Governo de Minas está fazendo em Teófilo Otoni, por meio da Codemig, e que possibilitará o incremento do turismo de negócios na região do Circuito das Pedras Preciosas”, afirma o presidente da companhia, Oswaldo Borges da Costa Filho.

Impulso para o desenvolvimento do Vale do Mucuri

Apesar de há vários anos a cidade já contar com a realização de uma movimentada feira e exposição de pedras preciosas, Teófilo Otoni ainda não possui local adequado para o evento, o que será solucionado quando o Expominas entrar em funcionamento, até o final do primeirosemestre deste ano. O empreendimento será entregue com equipamentos e mobiliário suficientes para atender demandas de diferentes tipos de eventos.

De acordo com o engenheiro Ulisses Guimarães, contratado pela Codemig para acompanhar as obras de construção do Expominas Teófilo Otoni, além da vantagem do centro de eventos estar sendo construído em área anexa ao Parque de Exposições, que abriga uma das mais movimentadas mostras agropecuárias do Estado, o empreendimento abrirá oportunidades para o Vale do Mucuri atrair diversos tipos de eventos, entre eles feiras, exposições e congressos de renome nacional e internacional.

“Trata-se de um empreendimento digno das maiores cidades do país, o que certamente possibilitará o incremento de diversos setores da economia regional, entre eles o comércio e o segmento de prestação de serviços”, conclui o presidente da Codemig, Oswaldo Borges da Costa Filho.

Fonte: Agência Minas