Arquivos do Blog

Gestão da Educação: Minas foi o segundo Estado que mais registrou inscritos para o próximo Enem

Mais de 700 mil candidatos mineiros farão as provas do Exame Nacional do Ensino Médio em novembro

Minas Gerais foi o segundo Estado que mais registrou inscrições para a edição 2012 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Das 6.497.466 de inscrições — número recorde — o Estado registrou 723.644, ficando atrás apenas de São Paulo, que ultrapassou a casa de 1 milhão de candidatos. Em seguida vem o Rio de Janeiro (474.046), Bahia (458.101) e Rio Grande do Sul (394.641).

A inscrição, que foi feita apenas pela internet, será confirmada até o dia 20, após pagamento de uma taxa de R$ 35, por meio de guia de recolhimento da União (GRU) simples. Estudantes de escolas públicas matriculados no 3º ano do Ensino Médio e que se declararem integrantes de família de baixa renda estão isentos do pagamento. As provas do Enem serão aplicadas nos dias 03 e 04 de novembro, a partir das 13h.

No primeiro dia, sábado, serão aplicadas as provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias. No domingo serão aplicadas as provas de Matemática e suas Tecnologias; Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e a Redação. A divulgação do gabarito está prevista para 07 de novembro e o resultado final estará disponível a partir do dia 28 de dezembro.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/minas-foi-o-segundo-estado-que-mais-registrou-inscritos-para-o-proximo-enem/

Gestão em Minas: cinema 3D em penitenciária para alunos com bom desempenho escolar

A atividade foi elaborada para premiar os detentos que tiveram bom desempenho ENEM

Divulgação/Seds
Para promover o cinema, a unidade contou com a parceria do colégio João XXIII
Para promover o cinema, a unidade contou com a parceria do colégio João XXIII

Dezenove detentos da Penitenciária Professor Ariosvaldo Campos Pires, em Juiz de Fora, na Zona da Mata, tiveram uma tarde diferente nesta sexta-feira (27). Em parceria com o Colégio de Aplicação João XXIII, da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), a unidade promoveu uma sessão de cinema 3D, com exibição do filme “Homem de Honra” e com direito a pipoca e refrigerante. A atividade foi elaborada para premiar os detentos que tiveram bom desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), no supletivo e nas Olimpíadas de Matemática do ano passado.

De acordo com a diretora da penitenciária, Ândrea Valéria Andries, a ideia é montar alguma atividade diferente sempre que houver bons resultados dos presos na escola. “Acho que vai incentivar o estudo e eles vão se lembrar que foram valorizados por conta do desempenho que apresentaram”, disse.

Hoje há quase 300 detentos estudando enquanto cumprem pena na Ariosvaldo Campos Pires. Dessa vez, participaram do cinema três detentos que obtiveram boa pontuação no ENEM, dez que foram aprovados em algumas disciplinas do supletivo e seis que passaram para a segunda etapa da Olimpíada de Matemática, que aconteceu no segundo semestre do ano passado. A pedagoga da unidade, Viviane Alves de Freitas, lembra que, nas Olimpíadas, não há um exame específico para o sistema prisional. “A mesma prova aplicada em outras escolas é aplicada aos presos”, disse.

Para promover o cinema, a unidade contou com a parceria do colégio João XXIII, que montou o telão e o projetor para exibição do filme e levou os óculos 3D. No que depender da diretoria da unidade, a parceria tende a se estender para outras atividades. “Pensei em algo que pudesse deixá-los entender como funciona uma câmera e o que eles podem fazer com ela. A ideia é fazer brotar a curiosidade, a sensibilidade. Estou estudando o projeto para ver o que eles podem filmar”, contou a diretora geral.

De acordo com a Lei de Execução Penal (LEP), o estudo dá aos detentos direito à remição da pena, que é reduzida em um dia a cada 12 horas de frequência escolar.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/cinema-3d-em-penitenciaria-para-alunos-com-bom-desempenho-escolar/

Governo de Minas: cinco detentos de Minas passam no vestibular e vão cursar faculdade em 2012

Os novos universitários vão fazer cursos presenciais e também na modalidade de ensino a distância

Divulgação/Seds
Sobe para 17 o total de detentos mineiros matriculados em faculdades e universidades
Sobe para 17 o total de detentos mineiros matriculados em faculdades e universidades

O sonho de cursar o ensino superior se transformou em realidade, neste ano, para cinco detentos do sistema prisional de Minas Gerais. Eles foram aprovados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os novos universitários vão fazer cursos presenciais, em faculdade, e também na modalidade de ensino a distância. Todos iniciam as aulas ainda neste mês. Com o ingresso dos cinco presos no ensino superior neste ano, sobe para 17 o total de detentos do Estado matriculados em faculdades e universidades.

Dos cinco aprovados, quatro cumprem pena na Penitenciária José Maria Alkimin, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Os detentos estudam na Escola Estadual César Lombroso, que funciona dentro da unidade prisional. O quinto aprovado está detido no Presídio de Pouso Alegre, no Sul de Minas, e por ter conseguido boas notas, recebeu a bolsa integral do Programa Universidade para Todos (ProUni).

Para o secretário de Estado de Defesa Social, Lafayette Andrada, o resultado reflete o investimento do Governo de Minas na humanização do sistema prisional, por meio do estudo e do trabalho. “Temos investido fortemente na ressocialização dos detentos, para que eles estudem e trabalhem e nunca sejam um peso para a sociedade. Aprendendo um ofício, seja pela profissionalização dentro das unidades prisionais, seja pelo aprendizado de um ensino superior, estes presos poderão ter um futuro diferente quando cumprirem suas penas”, destacou o secretário.

Aprovados

Os presos Roberto da Silva Pereira, de 28 anos, que está no regime fechado, e Arllan Gonçalves Martins, de 24 anos, do regime semiaberto, vão cursar Ciências Econômicas na Faculdade de Estudos Administrativos (FEAD), por meio do ensino à distância. Lázaro Jordão Pimentel, 30 anos, do regime fechado, também fará a modalidade à distância, mas o curso escolhido foi o de Marketing, na Faculdade Anhanguera. Os três detentos estudarão dentro da própria unidade prisional, por meio de computadores disponibilizados pela penitenciária, com o acompanhamento da pedagoga da unidade.

Roberto da Silva Pereira concluiu o Ensino Médio na escola da Penitenciária José Maria Alkimin e agora, por meio do Enem, conseguiu a bolsa para cursar Ciências Econômicas. “Estou bastante animado para começar as aulas. É bom poder usar o tempo que estou preso para estudar, para que não seja um tempo perdido. Vou sair daqui com uma formação, o que vai ser bom para o meu currículo”, destaca.

O preso José Carlos da Silva, 44 anos, por sua vez, fará o curso presencial de Comunicação Assistiva, na PUC Minas do Coração Eucarístico, após o recebimento da autorização judicial para o estudo. José Carlos está no regime semiaberto e já tem a autorização judicial para trabalho externo.

O outro preso que começará a faculdade está detido no Presídio de Pouso Alegre, no Sul do Estado. Alexsandro Camargo dos Santos, de 35 anos, foi aprovado no Enem Prisional e selecionado para uma bolsa de estudos integral na Universidade Paulista (UNIP). O detento vai cursar Gestão da Tecnologia da Informação por meio da modalidade à distância. “Nunca imaginei que iria fazer faculdade de dentro de um presídio. Estou muito motivado e contente”, conta Alexsandro.

Segundo o diretor de Atendimento do Presídio de Pouso Alegre, Gilberto Vicente da Silva, esta foi a primeira vez que a unidade participou do Enem Prisional. “Ficamos surpresos porém satisfeitos com o resultado. Ações como essa incentivam não só a capacitação profissional, mas também a conclusão dos estudos entre os detentos”.

Estudo

Atualmente, cerca de 5.500 presos estudam enquanto cumprem pena em unidades prisionais mineiras. Pelo estudo, os detentos têm redução da pena: a cada 12 horas de estudo, um dia é reduzido da sentença a ser cumprida.

Além dos presos que começarão a faculdade este ano, outros sete detentos receberam a certificação do Ensino Médio após a realização do Enem Prisional em 2011. Nestes casos, as notas obtidas não foram suficientes para o recebimento da bolsa do ProUni, porém permitiram a aprovação no exame. Os presos aprovados no Enem estão detidos no Presídio de São João del-Rei, na região Central, na Penitenciária Doutor Manoel Martins Lisboa Júnior, em Muriaé, na Zona da Mata, no Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto, em Belo Horizonte, no Presídio Professor Jacy de Assis, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, e nos Presídios de Itajubá, Lavras e Andradas, todos no Sul de Minas.

Enem Prisional

As provas do Enem Prisional foram realizadas nos dias 28 e 29 de novembro de 2011. Em Minas Gerais, 795 detentos de 43 unidades se inscreveram para o exame com o objetivo de conquistar o certificado de conclusão do Ensino Médio ou se candidatar a vagas em instituições de Ensino Superior. Dos 795 inscritos, 640 realizaram a prova.

Este foi o segundo ano em que as provas aconteceram em unidades prisionais de Minas Gerais. O número de participantes, no último ano, foi mais de três vezes maior que no ano anterior, quando 233 presos se inscreveram e 221 realizaram, de fato, a prova No primeiro dia de prova foram avaliados os conteúdos de Ciências Humanas e Ciências da Natureza e no segundo dia os conteúdos abordados foram Linguagens, Códigos, Matemática e Redação.

Fonte: Agência Minas

Gestão Anastasia: ano letivo de 2012 começa na rede estadual de ensino de Minas Gerais

Mais de 90% das 3.779 escolas estaduais iniciam as aulas nesta segunda-feira (6)
Ivanir Diniz
Por causa das chuvas, foram liberados R$ 947 mil adicionais para reparos e obras em 13 escolas
Por causa das chuvas, foram liberados R$ 947 mil adicionais para reparos e obras em 13 escolas

Começa nesta segunda-feira (6) o ano letivo de 2012 para mais de 90% das 3.779 escolas da rede estadual de ensino. Cerca de 2,4 milhões de estudantes de todas as regiões do Estado se preparam para retomar os estudos e os compromissos com os livros, pesquisas e bibliotecas e, principalmente, com os professores.

De acordo com a subsecretária de Educação Básica, Raquel Elizabete, as fortes chuvas que caíram sobre Minas Gerais no início deste ano foram motivo de preocupação para o início do ano letivo. “Os estragos, em todo o Estado, foram grandes, mas a Secretaria de Estado de Educação articulou um esquema especial para fazer reparos e obras de emergências nas unidades escolares atingidas pelas fortes chuvas”, destaca Raquel Elizabete. Ao todo, foram liberados R$ 947 mil adicionais para 13 escolas.

A subsecretária está otimista. Para ela, o ano de 2012 já começa com grandes desafios. “Logo no primeiro semestre, os estudantes terão a oportunidade de conferir os resultados obtidos no Programa de Avaliação da Rede Pública da Educação Básica (Proeb)”, informa Raquel Elizabete.  Em 2011, foi aplicado R$ 1,9 milhão de provas no Estado e a previsão é que os resultados sejam divulgados em março. O Proeb avalia os níveis de conhecimento dos estudantes do 5º e 9º anos do ensino fundamental e do 3º ano do ensino médio, em Português e Matemática.

A expectativa é de que os resultados do Proeb sigam a tendência de crescimento observada nos últimos números do Programa de Avaliação da Alfabetização (Proalfa), divulgados no ano passado. Os resultados do Proalfa 2011 apontaram que 88,9% dos estudantes do 3º ano do ensino fundamental no Estado sabem ler, escrever e interpretar em um nível considerado recomendável de acordo com padrões internacionais. “Em 2006, quando o Proalfa foi aplicado pela primeira vez, esse índice era de 48,6%”, lembra a subsecretária. As provas da próxima edição do Proalfa estão prevista para o segundo semestre.

Alunos campeões

O mês de reinício do ano letivo de 2012 marca também a divulgação dos resultados da última Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). As provas, realizadas em agosto e novembro de 2011, envolveram alunos de todos os 853 municípios mineiros e esses jovens estão na expectativa dos próximos resultados. Minas foi o primeiro estado em número de medalhas de ouro nas últimas quatro edições da competição, cujos resultados já foram divulgados. As inscrições para a 8ª edição da Obmep devem acontecer logo no início do ano letivo.

Para quem começa o 3º ano do ensino médio este ano, o foco certamente será o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O exame é porta de entrada para as principais universidades do país. Os estudantes da rede pública estadual deram exemplo, em 2011, de como o esforço na escola pode recompensar. No último vestibular da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), de acordo com a Comissão Permanente do Vestibular da Universidade, 32% dos aprovados são estudantes da rede estadual de ensino.

“Temos conquistado um índice de aprovação em vestibulares, em todo o Estado, muito significativo, e o resultado alcançado na UFMG, a maior universidade de Minas Gerais, reflete a permanente melhoria de qualidade de nossa educação. Alunos, professores, pais e técnicos, enfim, todo o sistema, estão fazendo um ótimo trabalho”, destaca Raquel Elizabete.

A subsecretária lembra, ainda, que 2012 será um ano decisivo para o Ensino Médio na rede estadual. A partir desta segunda-feira começa o projeto “Reinventando o Ensino Médio”, realizado como projeto piloto em 11 escolas da região Norte da capital. Novas opções de formação começarão a ser oferecidas aos 6 mil alunos dessas escolas, com foco em Comunicação Aplicada, Tecnologia da Informação e Turismo”, explica. “Nossa expectativa é tornar o ensino médio mais instigante, desafiador”, completa Raquel Elizabete.

Nos esportes, os estudantes da rede estadual terão a oportunidade de participar dos Jogos Escolares de Minas Gerais (Jemg).  Em 2011, alunos de mais de 20 escolas da rede estadual de ensino foram classificados para participar da etapa nacional dos Jogos Escolares. Está prevista para fevereiro a divulgação das sedes dos jogos em 2012.

Reposição de aulas

Do total de 3.779 escolas estaduais, 271 unidades escolares continuam a reposição das aulas e vão dar início ao calendário letivo após o dia 6 de fevereiro. As escolas que fizerem a reposição em fevereiro e março devem dar, ao fim da reposição, ao menos uma semana de recesso antes do início do ano letivo de 2012

Fonte: Agência Minas