Arquivos do Blog

Gestão Anastasia: TV Italiana faz cobertura de destinos turísticos em Minas Gerais

Circuito da Praça da Liberdade, Instituto Inhotim e Ouro Preto fazem parte do roteiro de visitas

 Jornalistas da televisão italiana RAI estão em Minas Gerais para a familiarização e cobertura jornalística de alguns dos principais atrativos turísticos do Estado. A iniciativa integra o programa de presstrips realizado pelo Governo de Minas, através da Secretaria de Estado de Turismo (SETUR), que tem como objetivo promover e divulgar os principais destinos turísticos mineiros e ainda maximizar a exposição de Minas Gerais no exterior, de forma a contribuir positivamente para a consolidação da imagem turística do Estado.

Nesta terça-feira (5), eles irão conhecer a Capital mineira e seu entorno. No roteiro, estão visitas ao Circuito Cultural Praça da Liberdade, ao Instituto Inhotim, em Brumadinho, e ainda às cachaçarias Vale Verde, em Betim e Prazer de Minas, em Esmeraldas. Na quinta-feira (7), os jornalistas conhecerão ainda os estandes e os atrativos da Superagro e Expocahaça, que estão sendo realizadas, simultaneamente, no Expominas, em Belo Horizonte.

No ultimo fim de semana, os jornalistas estiveram em Ouro Preto, Patrimônio Cultural da Humanidade onde conheceram a arquitetura colonial do lugar, realizaram o tradicional passeio de Maria Fumaça, visitaram antigas minas de ouro desativadas e também alambiques de cachaça.

A Televisão Rai está entre os principais meios de comunicação da Itália, com mais de cinquenta anos de transmissão para a Europa e para o mundo.

Acesse o Portal do Turismo Mineiro e saiba todas as novidades do turismo no Estado.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/tv-italiana-faz-cobertura-de-destinos-turisticos-em-minas-gerais/

Governo de Minas: Unesco-Hidroex abre inscrições para mestrado na Europa

O Centro oferece cinco vagas para curso no Instituto de Educação para as Águas na cidade de Delft, na Holanda

Divulgação/Unesco-IHE
Fachada do edifício do Unesco-IHE, em Delft na Holanda.
Fachada do edifício do Unesco-IHE, em Delft na Holanda.

O Governo de Minas, através do Centro Internacional de Educação, Capacitação e Pesquisa Aplicada em Águas (Unesco-Hidroex), abriu inscrições para estudantes que queiram cursar mestrado no Unesco-IHE – Instituto de Educação para as Águas, em Delft, na Holanda. Os interessados poderão optar pelas áreas de Gestão de Águas, Ciências Ambientais, Água e Infraestrutura Urbana e Ciência e Engenharia Hídrica.

A abertura das cinco vagas para o curso de mestrado é a primeira ação do Unesco-Hidroex, por meio da parceria firmada entre o Governo de Minas, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Unesco-IHE dentro do programa Ciência sem Fronteiras. A parceria ainda prevê a oferta total de 68 bolsas de estudos a especialistas brasileiros e pesquisadores estrangeiros, que se interessarem em desenvolver atividades no IHE, em Delft, e na Cidade das Águas, em Frutal.

Para o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes), Narcio Rodrigues, que idealizou o convênio, Minas sai na frente ao realizar parceria com governo federal por meio do programa Ciência sem Fronteiras visando à capacitação de gestores em recursos hídricos. “Tivemos a preocupação, ao elaborar a nossa proposta, de escolher a água, que é um tema universal e um elemento de vida e conseguimos realizar uma parceria internacional muito importante com a Unesco”, enfatizou o secretário.

As inscrições vão até sexta-feira (1), a prova escrita e entrevista, para seleção dos candidatos, serão na terça-feira (12), em Belo Horizonte. Os cinco aprovados vão receber uma bolsa no valor total de até 40.980,00 euros, durante um período de até 18 meses para conclusão do curso. O edital com todas as informações das vagas de mestrado na Holanda, bem como a ficha de inscrição, se encontram disponíveis no site: http://www.hidroex.mg.gov.br/index.php/licitacoes/.

Excelência em águas

O Unesco-IHE é a maior instituição de pós-graduação do mundo no ensino sobre água, e a única instituição da ONU autorizada a conferir título de mestre a formandos e a promover programas de PHD.

Com inauguração prevista para 2014, a Cidade das Águas Unesco-Hidroex é uma iniciativa do Governo de Minas, por meio  da Sectes, frente ao desafio de conservação da água, com a missão de planejar, coordenar, executar, controlar e avaliar programas e projetos de defesa e preservação do meio ambiente, relativos à gestão das águas e dos recursos hídricos.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/unesco-hidroex-abre-inscricoes-para-mestrado-na-europa/

Gestão Anastasia: Minas reforça sua diversificação econômica com investimentos de R$ 100,6 milhões

Protocolos firmados pelo Governo do Estado asseguram a geração de mais de 3.500 empregos em diversas regiões de Minas

Com geração de 3.572 empregos, sendo 1.071 diretos e 2.501 indiretos, e investimentos de R$ 100,6 milhões, Minas Gerais vai receber cinco novos investimentos. O anúncio foi feito pelas empresas Flora Distribuidora de Produtos de Higiene e Limpeza Ltda., Montesa Agropecuária, Indústria, Comércio, Importação e Exportação Ltda., Tecnomont, Heringer e Laticínios PJ Ltda. que assinaram protocolos de intenções com o Governo de Minas, por intermédio do Instituto de Desenvolvimento Econômico, órgão vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico.

Sul de Minas

A Flora Distribuidora irá investir R$ 45 milhões na construção de um centro de distribuição em Extrema, Sul de Minas, para distribuição de produtos de limpeza, higiene e conservação domiciliar. A expectativa é que com o empreendimento sejam gerados 110 empregos diretos e outros 275 indiretos.

Segundo o cronograma do projeto, as obras de implantação do empreendimento foram iniciadas em fevereiro passado e o término está previsto para novembro deste ano. “A inauguração desse centro de distribuição será um marco para a nossa empresa, tendo em vista que a logística do nosso negócio será amplamente facilitada”, afirma o presidente da Flora Distribuidora, Eduardo Dias Luz.

Além das operações de produtos de higiene e limpeza tradicionais em Goiás, a Flora tem expandido fortemente suas operações. Como resultado dessa nova estratégia, em junho de 2011 foi adquirida a operação de cosméticos da Bertim, situada em Lins (SP). Mais recentemente, em outubro de 2011, foi adquirida a unidade de detergente em pó da Hypermarcas, localizada em Itajaí (SC). A Flora continua ainda com planos de crescimento orgânico e mediante novas aquisições, além da abertura de capital da empresa que pode ocorrer entre três e cinco anos. A Flora é uma empresa de higiene e limpeza da holding J&F, que pertence aos mesmos donos do JBS.

Alto Paranaíba

Com investimentos de R$ 9,7 milhões, a Montesa Agropecuária irá implantar um moinho de processamento de milho em sua unidade industrial de Serra do Salitre, Alto Paranaíba. A empresa, que atua no segmento de agronegócio, pretende aumentar a sua produção. “Esse investimento é um incremento muito grande no mercado, que tem excelentes perspectivas de crescimento. E é com essa expectativa que pretendemos crescer, cada vez mais”, planeja o sócio-proprietário da empresa, Marcelo Balerini de Carvalho.

O projeto, iniciado em janeiro deste ano com previsão de conclusão para junho, irá gerar 50 novos postos de trabalho diretos e outros 25 indiretos. O sócio proprietário da empresa afirmou que, apesar da crise na Europa e das incertezas em relação ao momento econômico mundial, a Montesa está bastante otimista. “Embora o momento econômico mundial esteja um pouco nebuloso, nada nos tira da vertente do crescimento”, acrescentou.

A Montesa é uma empresa com 20 anos de atividade, com enfoque no agronegócio. Fornece batatas destinadas às indústrias de processamento e consumo fresco, conta com dois milhões de pés de café irrigados para a produção de cafés finos, com estrutura destinada a pós-colheita, priorizando o preparo de cafés lavados e despolpados para exportação. Atua também no segmento do milho e da soja produzindo grits (indústria alimentícia e cervejarias), fubá (indústria alimentícia), gérmen (indústria de fabricação de óleos e ração animal), sementes de alta qualidade de soja e soja para alimentação humana.

Região Central

Também assinou protocolo de intenções com o Governo de Minas, a Tecnomont Montagens Industriais Ltda., que implantou uma unidade industrial no município de São Joaquim de Bicas, região Central. A empresa investiu R$ 28,2 milhões na nova planta destinada a fornecer tecnologia e equipamentos para indústrias fabricantes de cimento, para usinas e voltada também para estruturas metálicas de pontes e edifícios.

Já em operação em Minas Gerais, com a geração de 471 empregos diretos e 901 indiretos, a Tecnomont foi fundada há mais de 19 anos, no estado de Goiás, justamente com o objetivo de agregar ao setor de montagens e manutenções industriais e locação de equipamentos.

Vale do Rio Doce

A Carrocerias Heringer Ltda., localizada em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, irá destinar R$ 14,1 milhões para viabilizar a expansão da sua unidade industrial. O projeto, que irá gerar 400 empregos diretos e 1.300 indiretos, prevê a construção de três novos galpões e um prédio administrativo. Nesses galpões serão fabricadas carrocerias de alumínio, fibra e aço, nos tipos báscula, prancha de auto socorro, além de áreas de apoio como cabine de pintura e outros.

Com a conclusão do projeto prevista para 2014, a empresa deverá atingir a capacidade produtiva de 1.540 unidades de carrocerias de madeira, furgão e cabines suplementares.

A carrocerias Heringer é a sucessora da empresa J.Heringer e Filhos Ltda., fundada em 1973, que já era sucessora da firma Irmãos Heringer Ltda., fundada em 1958. Desde então está no ramo de carrocerias de madeiras, sendo que hoje fabrica também carrocerias metálicas, furgões e cabines de alumínio.

Sul de Minas

Duplicar a captação de leite e a fabricação de queijo é o foco da empresa Laticínios PJ com investimentos de R$ 3,6 milhões. A empresa, que há 26 anos atua no mercado de laticínios é especializada na fabricação de queijos com oleaduras e de longa maturação.

A empresa irá expandir sua unidade industrial em Ingaí, Sul de Minas e aumentar o seu quadro de funcionários de 94 para 134 empregados. A expectativa é que o projeto seja concluído em janeiro de 2013.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/minas-reforca-sua-diversificacao-economica-com-investimentos-de-r-1006-milhoes/

Gestão Anastasia: Minas Gerais passa a ter ligação aérea diária com a Europa

TAP iniciou nesta terça-feira a operação do vôo entre Confins e Lisboa todos os dias

A empresa aérea TAP iniciou nesta terça-feira (29) a operação diária dos vôos entre Confins e Lisboa, capital portuguesa. Assim, Minas Gerais passa a ter uma ligação diária com a Europa, com a possibilidade de conexões com vários outros países. A ampliação é uma conseqüência do sucesso do trecho, operado há quatro anos pela companhia com ocupação média acima dos 70%. As informações são do portal Diário do Turismo.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/minas-gerais-passa-a-ter-ligacao-aerea-diaria-com-a-europa/

Governo de Minas: Secopa participa de troca de experiências com o Reino Unido na área de segurança pública

Seminário de Segurança para Grandes Eventos Esportivos foi realizado pelo Consulado Geral Britânico, no Rio de Janeiro

Sylvio Coutinho/Divulgação
Em BH, stewards atuam na Arena Independência desde a abertura do estádio
Em BH, stewards atuam na Arena Independência desde a abertura do estádio

A Secretaria de Estado Extraordinária da Copa (Secopa) participou do Seminário de Segurança para Grandes Eventos Esportivos, realizado pelo Consulado Geral Britânico, no Rio de Janeiro. O evento, encerrado nesta sexta-feira (25), foi iniciado na quinta (24). Autoridades britânicas apresentaram projetos de segurança aplicados aos principais estádios do Reino Unido, bem como planos de emergência e atuação dos assistentes de torcedores, conhecidos na Europa como stewards.

Um dos temas mais debatidos durante o encontro foi a necessidade de integração de todas as forças de segurança durante grandes eventos em arenas multiusos. “Os britânicos reforçaram que o segredo de um evento seguro está no trabalho conjunto entre policiais militares, civis, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e seguranças particulares. Essa nova modelagem de estádios vai exigir uma nova postura”, disse o assessor da Secopa, coronel Wilson Cardoso.

Em Belo Horizonte, os assistentes de torcedores, stewards, atuam na Arena Independência desde a abertura do estádio. Eles ficam posicionados em todos os setores da nova arena, sendo um para cada cem torcedores, com o objetivo de garantir segurança e tranqüilidade aos torcedores. Em caso de aglomeração de torcedores nas escadas de circulação nas arquibancadas durante jogos, por exemplo, eles atuam para evitar desconforto entre os demais visitantes. Em caso de conflito, buscam pronto auxílio da Polícia Militar.

Foco na segurança

O Governo de Minas prepara um estudo, elaborado pelos especialistas em inteligência das principais forças de segurança do Estado, com análise de riscos para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014, previsto para ser finalizado em setembro deste ano. O documento vai detalhar ações preventivas e situações hipotéticas de risco com soluções correspondentes em segurança, como ataques terroristas, sequestros, sabotagens, entre outros. Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e funcionários do sistema prisional do Estado vão trabalhar de forma integrada em futura sede comum, a Sala de Situação e Controle de Crise para a Copa.

O novo espaço tem previsão de abertura no segundo semestre deste ano. “É muito importante que as decisões das forças de segurança não sejam intuitivas. A partir do treinamento, o profissional deverá agir com base em informações científicas para manter a tranqüilidade e segurança durante os espetáculos da Copa de 2014”, concluiu o coronel.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/secopa-participa-de-troca-de-experiencias-com-o-reino-unido-na-area-de-seguranca-publica/

Governo de Minas: Arena Independência conta com serviço de atendimento aos torcedores

Além de assegurar conforto e seguranças aos visitantes, estádio se torna exemplo nacional no cumprimento do Estatuto do Torcedor

Sylvio Coutinho/Divulgação
Espalhados pela Arena Independência, stewards usam colete laranja
Espalhados pela Arena Independência, stewards usam colete laranja

Além de contar com uma das estruturas esportivas mais modernas do Brasil, o estádio Arena Independência oferece um novo serviço de atendimento ao visitante, com o objetivo de garantir sua segurança e tranquilidade. Trata-se do trabalho de auxílio ao visitante na localização dos assentos numerados e de orientação sobre as normas de segurança do estádio feito pelos assistentes de torcedores, denominados stewards na Europa.

Os auxiliares ficam posicionados em todos os setores da nova arena, sendo um para cada 100 torcedores. Alguns portam rádios comunicadores, mas a maioria não carrega nenhum tipo de equipamento. Em caso de aglomeração de torcedores nas escadas de circulação nas arquibancadas durante jogos, por exemplo, eles atuam para evitar desconforto entre os demais visitantes. Em caso de conflito, buscam pronto auxílio da Polícia Militar.

A atuação dos stewards faz parte do plano de segurança da Arena Independência, que estabelece as diretrizes do setor elaboradas em conjunto pela empresa BWA, administradora do estádio, e órgãos do poder público. “Estamos vivenciando um novo conceito de administração de estádio, em que os setores público e privado trabalham juntos dentro de uma linha moderna de atuação, orientada pelas experiências históricas da Polícia Militar nessa área e também pelas práticas da FIFA”, explica o gerente de operações da Arena Independência, coronel Miguel Libânio.

No jogo inaugural do estádio, no dia 25 de abril, entre América e Argentino Juniors, os stewards foram muito úteis na orientação de torcedor sobre cadeiras numeradas. O coronel lembra que o assento numerado é um direito estabelecido pelo Estatuto do Torcedor. “O artigo 22 dá essa garantia ao torcedor, que não está habituado a se sentar num lugar marcado no estádio. Esse processo educativo será gradual. É preciso que todas as partes envolvidas, desde torcidas a clubes, entendam o quão importante é esse direito”, afirma.

A nova arena contará com cerca de 600 profissionais de segurança, entre públicos e privados, em dias de grandes eventos esportivos. “O atendimento diferenciado de torcedores é um grande passo nesse trabalho de construção dos alicerces do novo e profissional futebol mineiro, em que o visitante é tratado como cliente. A Polícia Militar sempre teve papel fundamental nesse processo e continuará a tê-lo”, explica o secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sergio Barroso.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/arena-independencia-conta-com-servico-de-atendimento-aos-torcedores/

Governo de Minas: Anastasia conhece o mais moderno estádio de futebol da Itália

A exemplo da arena da Juventus, reformas do Mineirão e do Independência seguem novo conceito de manter torcedores mais próximos do gramado
Assessoria de Imprensa do Governador MG
Governador conhece o novo estádio de futebol do time italiano Juventus
Governador conhece o novo estádio de futebol do time italiano Juventus

O governador Antonio Anastasia visitou, em seu primeiro dia na Itália, neste domingo (4/03), o novo estádio de futebol do time italiano Juventus, que fica em Turim. Considerado o mais moderno da Europa, o estádio, inaugurado em setembro de 2011, tem capacidade para 41 mil torcedores, além de 4 mil vagas de estacionamento, 8 restaurantes, 20 bares, museu, além de um centro comercial.

O governador foi recebido no estádio pelo presidente da Juventus, Andrea Agnelli, e pelo diretor do estádio, Francesco Gianello. Anastasia convidou a seleção do time italiano a se hospedar em Belo Horizonte oportunamente e também a jogar no Mineirão, após sua reinauguração.

“Foi com grande prazer que visitamos o novo estádio da Juventus. Um estádio moderníssimo, voltado para dar a qualidade ao jogo para os torcedores. Era o antigo estádio público, foi restaurado, reformado completamente, e se transformou em um estádio privado, sob a administração do próprio Juventus, que é o time mais popular da Itália. Fomos recebidos pelo presidente, senhor Andrea Agnelli, da família Agnelli, que são os fundadores e proprietários do clube. Também fizemos a ele o convite para que a Juventus vá a Minas e jogue no Mineirão após sua reinauguração. Agnelli disse que vai analisar com muito carinho, tendo em vista a grande ligação entre Piemonte, Turim e Minas Gerais, especialmente em razão da Fiat”, disse o governador.

Proximidade

Uma das novidades apresentadas  do novo estádio da Juventus é a proximidade do público com o gramado. As primeiras cadeiras estão a apenas 7,5 metros da linha lateral. Segundo Antonio Anastasia, as obras de reforma do Mineirão e do Independência, em Belo Horizonte, seguem o novo conceito de arenas como a da Juventus, que mantêm os torcedores mais próximos do gramado.

“Fica registrado que a reforma do Mineirão e do Independência se enquadram bem neste novo conceito, do torcedor mais próximo do gramado. Atendem a uma atenção especial exatamente a esse acesso para que os torcedores participem de modo mais ativo dos jogos”, explicou Anastasia.

O novo estádio da “Velha Senhora” custou 120 milhões de euros (cerca de R$ 276 milhões). O baixo custo foi possível devido à utilização de seis mil toneladas de material reciclado do estádio anterior. A nova arena foi construída no mesmo terreno do antigo Estádio Delle Alpi e, em breve, abrigará a sede da própria Juventus.

Em um gesto de cordialidade, o governador presenteou Agnelli com as camisas oficiais dos principais times mineiros, América, Atlético e Cruzeiro. Ele recebeu uma camisa da Juventus, com seu nome estampado e com os autográfos de todos os jogadores do time.

Também acompanharam o governador na visita ao estádio o presidente da Case New Holland para América Latina, Valentino Rizzioli, os secretários de Estado Bráulio Braz (Esportes e da Juventude), Dorothéa Werneck (Desenvolvimento Econômico), Agostinho Patrus Filho (Turismo) e Gil Pereira (Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri e Norte de Minas), do presidente da Câmara Italiana de Minas Gerais, Giacomo Regaldo, além de empresários mineiros da delegação organizada pela Câmara Italiana.

Fonte: Agência Minas

Minas Gerais participa de feira de turismo e negócios em Lisboa

Considerada uma das principais feiras da Europa, a BTL está em sua 23ª edição

A Secretaria de Estado de Turismo (Setur), em parceria com a Belotur e  Embratur, participa, entre 29 de fevereiro e 4 de março, da Bolsa de Turismo (BTL), em Lisboa. Nesta edição, o Brasil é o país anfitrião.

Considerada uma das principais feiras de turismo e negócios da Europa, a BTL – que está em sua 23ª edição – apresenta um significativo número de participantes. Em 2011, o evento contou com a participação de mais de 990 expositores, envolvendo 43 países. Para 2012, são esperados 75 mil visitantes.

Mercado português

Portugal é o nono país emissor de turistas para o Brasil. De acordo com o Ministério do Turismo, o Anuário Estatístico da Embratur, em 2010, registrou a entrada de 189 mil turistas portugueses no Brasil. Ainda de acordo com a Embratur, 31,5% dos portugueses que viajam para o Brasil são motivados pelo lazer e 20% pelo turismo de negócios e eventos.

O país é ainda o segundo que mais emite turistas para Minas Gerais. Em 2010, mais de 6 mil turistas portugueses visitaram o Estado. Minas Gerais possui, desde 2008, ligação direta com Portugal, por meio do voo operado pela TAP, com cinco frequências semanais, que liga Belo Horizonte a Lisboa.

Fonte: Agência Minas

Gestão Anastasia: café produzido em Minas domina Concurso de café de qualidade

Dos 19 cafés selecionados para a final do Cup of Excellence, 16 são do Sul de Minas

Dos 19 cafés selecionados para a final do Cup of Excellence, 16 são do Sul de Minas. O concurso é promovido pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA). O júri do concurso é composto por degustadores e classificadores internacionais das principais empresas compradoras de café da Europa, América do Norte, Ásia e Oceania.

Clique aqui e veja a matéria completa na Agência Sebrae

Fonte: Agência Minas