Arquivos do Blog

Governo de Minas: fiscalização do DER retira de circulação 27 ônibus reprovados em vistoria

O órgão estadual também fechará o cerco ao transporte clandestino em Minas Gerais

Bernadete Amado
A Operação Esmeraldas, que foi realizada na rua Tupinambás, em Belo Horizonte, vistoriou 40 veículos
A Operação Esmeraldas, que foi realizada na rua Tupinambás, em Belo Horizonte, vistoriou 40 veículos

O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG) realizou, na manhã desta segunda-feira (7), operação denominada Esmeraldas, nas linhas do sistema metropolitano que transitam na rua Tupinambás, próximo ao shopping popular, na região Central de Belo Horizonte. A ação resultou na retirada de circulação 27 ônibus e foi deflagrada em função de reclamações dos usuários.

A operação Esmeradas, que foi realizada das 6h da manhã até o início da tarde, surpreendeu os concessionários das empresas de transporte regular intermunicipal. Foram abordados 40 veículos, dos quais 27 retirados de circulação em função de problemas como: ausência de suspensão e amortecedores, para-brisas trincados, pneus carecas, vazamento de óleo no sistema de roda, motor e caixa de marcha, extintores descarregados, veículos sem barra estabilizadora e sem disco tacográfico, roletas sem lacres, entre outros problemas detectados pelos fiscais do DER/MG.

Na avaliação do diretor de Fiscalização do DER/MG, João Afonso Baeta Costa Machado, “a reprovação de 66% dos ônibus é um sinal de alerta para que as empresas melhorem a qualidade do serviço ofertado”.

Sempre que o DER/MG recebe denúncias, por meio de e-mail ou pela central de telefone 155 / opção 6, referente a algum veículo de transporte regular, este é retirado de circulação e são vistoriadas as condições de higiene, conforto dos assentos, treinamento do motorista, suspensão, direção, freios e parte elétrica.

Transporte Clandestino

“O DER não vai dar trégua aos transportadores clandestinos que atuam em Minas Gerais”, afirmou Baeta. Durante a semana que passou, o diretor de Fiscalização do órgão visitou promotores e autoridades das cidades de Pirapora, Montes Claros e Diamantina para juntos planejarem o aumento e a intensidade das blitze nas regiões.

Para fechar ainda mais o cerco ao transporte clandestino, João Baeta percorrerá desta segunda (7) até quarta-feira (09/05), os gabinetes de promotores, juízes e agentes de trânsito de cidades polo das regiões do Jequitinhonha/Mucuri e Rio Doce. “Com o apoio das entidades visitadas, o DER parte agora para planejar ações simultâneas, coordenadas e ostensivas nas rodovias onde há maior incidência de transporte clandestino”, acrescentou o diretor.

O DER/MG de posse de dados coletados e a inclusão de fiscais infiltrados como passageiros dentro dos veículos clandestinos, utilizará de táticas de inteligência, onde o transportador ilegal nunca saberá o ponto que será abordado por uma blitz.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/fiscalizacao-do-der-retira-de-circulacao-27-onibus-reprovados-em-vistoria/

Governador Anastasia inaugura obras de infraestrutura em municípios do Sul de Minas

O governador também participou da 4ª Reunião Itinerante da Diretoria da Associação Mineira de Municípios (AMM)

Gil Leonardi/Imprensa MG
Antonio Anastasia inaugurou a ponte Arlindo Junqueira Franco em Ipuiúna
Antonio Anastasia inaugurou a ponte Arlindo Junqueira Franco em Ipuiúna

O governador Antonio Anastasia visitou Senador José Bento e Ipuiúna, no Sul de Minas, nesta quinta-feira (1º), onde inaugurou obras do Estado e anunciou novos investimentos. O primeiro compromisso do governador foi em Senador José Bento, município que conta com pouco menos de 2 mil habitantes e que está comemorando o 49º aniversário de emancipação política e administrativa.

Durante a visita, o governador anunciou o repasse de R$ 100 mil para investimentos na área de saúde em Senador José Bento, por meio do Fundo Estadual de Saúde, com o objetivo de fortalecer as ações do Sistema Único de Saúde (SUS). Anastasia também inaugurou obras de pavimentação em várias ruas da cidade.

“Foi com muito prazer que aceitei o convite para estar aqui no aniversário da cidade, declarar inauguradas essas obras. Ao mesmo tempo autorizar investimentos na saúde”, disse Anastasia.

Ipuiúna

Em Ipuiúna, Anastasia inaugurou a ponte Arlindo Junqueira Franco, sobre o Rio Pardo, obra executada pelo Departamento de Estradas e Rodagens (DER). A antiga foi destruída em decorrência das chuvas de 2010/2011. Com 8 metros de cumprimento por 8,4 metros de largura, a ponte é fundamental para ligação da sede com a área rural do município.

“Acabamos de ver aqui uma das quatro pontes construídas para resolver o problema de enchentes. Visitei as cidades no ano passado, na época das cheias, e vi que era necessário fazer essa ponte para dar vazão às águas”, afirmou Anastasia.

O prefeito da cidade, Elder Cássio de Souza Oliva, agradeceu ao governador pela pronta ação do Estado em um dos momentos de mais dificuldades do município. “Muito obrigado, governador, pelos recursos para que nós construíssemos as pontes. Solucionou o problema. Graças a Deus, este ano nós não vimos a nossa população sofrendo. Fala-se muito que o poder público não investe na hora certa. Em Minas Gerais, investe sim”, afirmou o prefeito.

Reunião da AMM

O governador também participou da 4ª Reunião Itinerante da Diretoria da Associação Mineira de Municípios (AMM). O encontro, que contou com a presença de 108 prefeitos, debateu temas como investimentos em educação, saúde e em obras de infraestrutura.

“Estado e municípios têm de viver de mãos dadas permanentemente, porque os problemas são comuns. Já é a segunda reunião regional que eu tenho a honra de participar junto com a AMM. Estamos vivendo hoje em Minas Gerais, felizmente, um momento muito bom do ponto de vista econômico. Estamos atraindo muitas empresas, investindo muito nessa atratividade e tenho certeza que Minas Gerais vai ter um papel econômico cada vez mais importante no Brasil”, afirmou o governador.

Durante o evento, Anastasia anunciou a implantação de um sistema informatizado de monitoramento de projetos, que está sendo finalizado pela Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas em parceria com a AMM. O sistema permitirá o acompanhamento de projetos e convênios firmados entre o Estado e as prefeituras.

O presidente da AMM, prefeito de São Gonçalo do Pará, Ângelo Roncalli, agradeceu a postura do governador em cumprir compromisso e em fazer de Minas, segundo ele, o Estado mais municipalista do Brasil.

“Um dos compromissos que o senhor assumiu com o movimento municipalista foi o de abrir um espaço na Cidade Administrativa para acolher e atender os prefeitos e os vereadores. O senhor não tem ideia como esse espaço tem sido utilizado e como ele tem facilitado a vida dos prefeitos. Não é simplesmente na acolhida, é na agilidade de trâmite dos processos, de protocolos e de ações que têm feito com que as demandas dos prefeitos cheguem até os secretários, às entidades do governo”, lembrou.

Os prefeitos presentes na reunião ressaltaram a atuação conjunta do Governo do Estado e das prefeituras. Para o prefeito de Jequitinhonha, Roberto Alcântara, o trabalho integrado e em parceria realizado pelo Governo de Minas em todas as regiões do Estado vem surtindo efeito. “Como a nossa região tem mudado. Hoje a taxa de mortalidade infantil não é mais aquela discrepância em relação a outras regiões graças aos investimentos ao longo desses dez anos”, disse.

O presidente da Associação dos Municípios do Lago de Furnas (Alago) e prefeito de Guapé, Nelson Alves, elogiou o trabalho do governador e sua política federalista e republicana.

“Hoje só quero agradecer ao governador e a toda sua equipe pelo trabalho brilhante que tem feito para toda região. Eu posso dizer aqui, como prefeito do Partido dos Trabalhadores, que estou muito feliz com o seu governo pelo trabalho, pela transparência, pelo jeito que o senhor nos trata. Estou feliz de estarmos juntos”, disse.

Participaram também do evento, o presidente da Assembléia Legislativa de Minas Gerais, deputado Dinis Pinheiro, o secretário de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Bilac Pinto, o secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, além de deputados estaduais e vereadores.

Fonte: Agência Minas

Gestão em Minas: defesa social inicia ações de segurança para o Carnaval com blitz educativa contra drogas

Em todo o Estado, mais de 33 mil policiais militares, civis e bombeiros trabalharão durante o feriado, com foco na proteção ao cidadão, fiscalização e investigação de crimes e prevenção de acidentes em estradas e rodovias
Divulgação/Seds MG
Campanhas de conscientização e fiscalização serão reforçadas em Minas
Campanhas de conscientização e fiscalização serão reforçadas em Minas

As ações de segurança elaboradas pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) para o Carnaval 2012 começaram nesta quarta-feira (15), com o lançamento da campanha “Expresso legal, carnaval sem drogas”, em Belo Horizonte. A ação, realizada pela da Subsecretaria de Políticas Sobre Drogas (Supod) da Seds, em parceria com a Polícia Militar (PMMG) e com as Secretarias de Estado de Saúde, Desenvolvimento Social e Turismo, contou com uma blitz educativa próxima ao BH Shopping, no bairro Belvedere. Motoristas foram abordados e receberam preservativos, leques e materiais informativos alertando sobre as consequências do uso das drogas e os cuidados que devem ser tomados para evitar doenças sexualmente transmissíveis (DST’s).

Depois da ação na capital, dois ônibus plotados saíram nos sentidos Norte e Sul de Minas Gerais. Até o dia 22 de fevereiro, eles passarão por mais de 80 cidades e irão parar em pelo menos 33, para conscientizar os foliões. No total, serão mais de três mil quilômetros rodados. Entre os municípios contemplados estão as cidades históricas, destinos de grande número de turistas durante o Carnaval. Além das drogas e DST´s, os agentes alertarão sobre cuidados no trânsito e contra a exploração sexual de crianças e adolescentes.

Está prevista a distribuição de 100 mil preservativos e 450 mil kits de prevenção, com leques, adesivos e materiais informativos. Haverá, ainda, grupos de animação e folia de carnaval, formados por jovens que participam do projeto Juventude e Polícia, da Polícia Militar.

De acordo com o subsecretário de Políticas Sobre Drogas, Cloves Benevides, o objetivo da campanha é aproximar as ações de prevenção às pessoas nessa época carnavalesca, com enfoque também no interior do Estado. “O Expresso Legal vai percorrer as cidades levando essa mensagem, de que o importante é curtir a folia com responsabilidade e consciência, sem uso de drogas”, disse. O subsecretário ressalta que, além das cidades que receberão a equipe da Supod, a campanha será potencializada por uma parceria com os conselhos municipais antidrogas, que distribuirão os materiais em 100 blitz educativas.

Os ônibus passarão pelos municípios de Belo Horizonte, Lagoa Santa, Jaboticatubas, Sabará, Itabira, Timóteo, Ipatinga, Governador Valadares, Guanhães, Teófilo Otoni, Serro, Diamantina, Bocaiúva, Montes Claros, Pirapora, Três Marias, Curvelo e Corinto, Nova Lima, Rio Acima, Itabirito, Ouro Preto, Mariana, Ouro Branco, Congonhas, Conselheiro Lafaiete, Carandaí, Barbacena, Tiradentes, São João del-Rei, Oliveira, Cláudio e Divinópolis.

Efetivo

Além da campanha de conscientização, a Seds elaborou uma série de ações para o Carnaval, que vão desde o aumento do efetivo até o maior rigor na fiscalização das estradas. Em todo o Estado, mais de 33 mil policiais militares, civis e bombeiros trabalharão durante o Carnaval, com foco na proteção ao cidadão, fiscalização e investigação de crimes e prevenção de acidentes em estradas e rodovias. As ações repressivas e preventivas terão como foco as cidades históricas de Minas que recebem o maior número de visitantes nos quatro dias de folia, além de Belo Horizonte e Região Metropolitana (RMBH).

Nas cidades de Ouro Preto, Mariana, Sabará, Tiradentes, São João del-Rei e Diamantina a Polícia Militar terá 405 homens a mais nas ruas, o que representa um aumento de 43%. Estes municípios também terão aumentos que variam de 50% a 70% no efetivo da Polícia Civil (PCMG) e delegacias de plantões 24 horas. Na região metropolitana, haverá 19 mil policiais militares em atuação, sendo 7 mil apenas em Belo Horizonte.

As rodovias estaduais e federais também ganharão reforço de fiscalização entre a sexta-feira (17) e a quarta-feira de cinzas (22), principalmente nos trechos que levam aos destinos mais visados. Para garantir a segurança no trânsito, foi elaborado o “Plano Operacional Integrado Carnaval 2012”, com definições de ações conjuntas entre a Seds, a PMMG, a Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros (CBMMG), além do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a BHTrans, a Guarda Municipal de Belo Horizonte (GMBH) e a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec).

As rodovias estaduais ganharão o reforço de 800 policiais militares e de policiais rodoviários federais, que participaram da elaboração do Plano Integrado. As principais áreas de atuação e atenção são a BR 356 e MGT 383 (região de Ouro Preto); BR 356, MG 262 e MG 129 (região de Mariana); BR 494, BR 383, BR 265, MG 494 (região de São João del-Rei); BR 265 (na altura de Tiradentes); BR 367, MG 367 e MG 259 (região de Diamantina); e BR 262 e MG 262 (Sabará). A RMBH e as rodovias de acesso aos litorais capixaba e fluminense também terão reforço. Além das blitz repressivas, serão distribuídos, em todo o Estado, panfletos com dicas para segurança no trânsito.

Álcool e excesso de velocidade

Todos os 383 etilômetros da polícia militar serão utilizados para repressão ao trânsito de motoristas alcoolizados, além de outros 140 aparelhos da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que serão distribuídos por pontos estratégicos das rodovias.

Em Belo Horizonte, a “Campanha Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida”, terá 12 blitze repressivas durante o Carnaval para evitar excessos na capital. Belo Horizonte, especificamente, contará com 330 policiais militares na fiscalização do trânsito.

Para coibir o excesso de velocidade, serão colocados em ação 18 radares móveis da PM e quatro da PRF, reforçando o papel dos radares fixos já instalados na malha rodoviária.

Os bombeiros desenvolverão atividades preventivas em 150 municípios, com um efetivo de aproximadamente 1.500 militares. Nas cidades históricas, haverá reforço de 88 homens. Serão montados 61 pontos base em rodovias, 85 equipes em balneário e 66 equipes em eventos, para prevenção contra incêndio e acidentes. Para a operação, serão disponibilizadas 340 viaturas.

Além disso, o Batalhão de Operações Aéreas (BOA) disponibilizará duas equipes por dia para operação com helicópteros e uma equipe de sobreaviso para atuação em casos de emergência. Como no ano passado, em um dos helicópteros haverá uma equipe médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para realizar atendimento pré-hospitalar.

Transporte clandestino

O DER, por sua vez, contará com 256 fiscais durante o carnaval e 103 veículos caracterizados com acesso remoto à internet, para fiscalização dos condutores e dos transportadores regulares e clandestinos e para a verificação preventiva da situação das vias. Também haverá 22 pontos onde serão desenvolvidas ações educativas, com orientação e distribuição de materiais informativos.

As blitze acontecerão, principalmente, nos acessos às regiões mais procuradas nesse período: Serrra do Cipó, Diamantina, Pirapora, Ouro Preto, Mariana, São João del-Rei, RMBH e outros pontos mais regionalizados.

Já o transporte de cargas e passageiros será fiscalizado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres, que empregará 36 servidores nos terminais rodoviários de Belo Horizonte (15), Juiz de Fora (7), Montes Claros (2), Pouso Alegre (3), Uberlândia (4), Uberaba (3) e Teófilo Otoni (2).

O foco do trabalho da ANTT é o transporte interestadual de passageiros e o reforço na operação começa nos dias anteriores ao carnaval, quando um número maior de pessoas utiliza o transporte rodoviário. São dadas orientações ao passageiros e feitas fiscalizações dos veículos, verificando, por exemplo, as condições dos pneus, retrovisores, entre outros aspectos que atestam a condição de fazer a viagem.

Fonte: Agência Minas

Gestão Anastasia: proacesso leva novas perspectivas para pequenos municípios do Norte de Minas

Desde 2003, o Governo de Minas investiu R$ 778 milhões na pavimentação de mais de 1500 quilômetros de estradas que dão acesso a 67 municípios da região

José Carlos Paiva/Imprensa MG

Foram pavimentados 94 quilômetros de acesso em Itacambira e Botumirim no ano de 2011
Foram pavimentados 94 quilômetros de acesso em Itacambira e Botumirim no ano de 2011

Investimentos da ordem de R$ 70 milhões realizados pelo Governo de Minas, por meio do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), deram um novo alento ao desenvolvimento dos pequenos municípios de Itacambira e Botumirim, no Norte de Minas. As duas cidades – que estão localizadas em uma região onde o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é um dos mais baixos do Estado – estão entre as dezenas de localidades beneficiadas pelo Programa de Pavimentação de Ligações e Acessos Rodoviários aos Municípios (Proacesso).

Desde 2003, por meio do Proacesso, o Governo de Minas investiu R$ 778 milhões no asfaltamento de 45 trechos que dão acesso a 67 municípios do Norte do Estado. Ao todo, foram asfaltados na região mais de 1 500 quilômetros de estradas.

Em 2011, Itacambira e Botumirim tiveram seus acessos pavimentados, em um total de 94 quilômetros, compreendendo as MGs 307 e 308. No trecho de 35 quilômetros que interliga Botumirim à MG-307 (município de Adão Colares), foram investidos R$ 25 milhões. Outros R$ 45 milhões foram aplicados na MG-308, no trecho de 59 quilômetros que separa Juramento de Itacambira.

“Graças aos investimentos realizados pelo Governo de Minas, esses dois municípios estão saindo de uma situação de quase total isolamento. Trata-se de duas obras que há muitos anos eram reivindicadas pela população e que foram concretizadas graças à decisão do Governo de Minas em investir no desenvolvimento socioeconômico de cidades com baixo IDH e que possuíam precária conexão com a rede viária principal”, assinala o coordenador regional do DER em Montes Claros, Giovanini da Silva Júnior.

De acordo com o técnico do DER, após a conclusão das obras de pavimentação da MG-308, os sinais de progresso e os avanços já são visíveis. Ele cita como exemplo o fato de que vários moradores da região estão investindo na compra de veículos novos. “Além disso, o tempo de viagem nesse trecho, que em algumas épocas do ano chegava a até cinco horas, foi reduzido pela metade”, ele afirma.

Graças à implementação do Proacesso, todos os municípios do Norte de Minas já possuem estradas asfaltadas, facilitando o acesso a Belo Horizonte e a outros grandes centros urbanos do país. O programa priorizou o atendimento inicial dos municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano, totalizando, até agora, em todo o Estado, a pavimentação de mais de 4,8 mil quilômetros de estradas e investimentos superiores a R$ 3,3 bilhões.

Pavimentação gera economia e incrementa desenvolvimento da região

Com a conclusão das obras do Proacesso, os objetivos esperados pelo Programa já estão sendo constatados na prática, entre eles a melhoria das condições de escoamento dos produtos locais e impactos positivos no incremento e competitividade da economia regional. É o caso, por exemplo, do município de Itacambira, onde cerca de 4 mil habitantes têm na agropecuária a sua principal fonte de geração de emprego e renda.

“O Proacesso é um dos projetos mais importante do Governo de Minas, iniciado na administração do ex-governador Aécio Neves e que tem sido priorizada pelo governador Antonio Anastasia”, assinala o chefe de gabinete da Prefeitura Municipal de Itacambira, Joaquim Magno Miranda. Segundo ele, antes da pavimentação da estrada a população do município, que tem 48 anos de emancipação, viveu sonhando com a chegada do benefício. “Passávamos por todo tipo de sofrimento em virtude do trecho ser bastante acidentado. Na época da seca tínhamos excesso de poeira e, no período das chuvas, lama que não acabava mais. Agora vivemos uma realidade bem diferente”, ele afirma.

De acordo com Joaquim Miranda, uma prova concreta dos benefícios do Proacesso está no fato de que, após a pavimentação da estrada, a Prefeitura de Itacambira já conseguiu reduzir em mais de 30% as despesas com revisão e conserto de veículos que compõem a frota do município. “Com a estrada pavimentada, os carros se desgastam e quebram menos, gerando economia de recursos e reduzindo o tempo de deslocamento”, explica.

Impacto positivo no comércio e na agropecuária

Já para o comerciante Rômulo Leão Ferreira, a nova estrada traz boas perspectivas para o desenvolvimento da microrregião de Itacambira. Proprietário de uma mercearia que garante renda e trabalho para a terceira geração da família Leão Ferreira, o comerciante garante que mesmo com pouco tempo de conclusão das obras de pavimentação da MG-308, as vantagens para o comércio da cidade já se fazem sentir. “Antes, muitos fornecedores de mercadorias se recusavam a trabalhar na cidade em virtude da dificuldade de acesso. Outros empresários que atuavam no município cobravam mais caro o preço do frete o que, consequentemente, refletia no aumento dos preços de produtos vendidos para a população”, explica Rômulo Ferreira.

Com 23 anos de experiência na área, o comerciante entende que com a nova facilidade de acesso a Itacambira, os comerciantes terão condições de brigar por preços mais baixos de mercadorias fornecidas por empresas que, até pouco tempo, não tinham nenhum interesse de atuar no município. “Agora temos condições de negociar melhor”, ele conclui.

A pavimentação da MG-308 também traz novo alento para o incremento do setor agropecuário na microrregião de Itacambira e Juramento. O lavrador Antônio Damas de Abreu, residente às margens da estrada, no distrito de Pau D´Óleo, em Juramento, é um dos mais otimistas. Ele classifica como “excelente” a decisão do Governo de Minas em asfaltar as estradas de acesso aos pequenos municípios.

“Na época das chuvas, até o transporte escolar era paralisado por falta de condições de tráfego na estrada. Agora, isso não acontece mais. Certamente as empresas de reflorestamento que atuam na região terão interesse de fazer novos investimentos, pois a situação melhorou 200%. Isso vai gerar mais empregos e renda, e não seremos obrigados a procurar trabalho em outras cidades”, prevê o lavrador.

Clique aqui e veja os 45 trechos de estradas pavimentadas no Norte de Minas pelo Governo do Estado, por meio do Proacesso. 

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas dá início às ações de fiscalização do Carnaval nas rodovias estaduais

DER realiza, a partir desta sexta, série de 199 ações diretas de fiscalização em todo o Estado
Bernadete Amado
As blitze voltadas para o Carnaval são medidas que buscam inibir as causas de acidentes nas estradas
As blitze voltadas para o Carnaval são medidas que buscam inibir as causas de acidentes nas estradas

O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER), Polícia Militar Rodoviária e Polícia Rodoviária Federal começam, nesta sexta-feira (10), uma série de 199 ações diretas de fiscalização.

As blitze voltadas para o Carnaval são medidas que buscam inibir as prováveis causas do acidente de qualquer natureza, interferindo ativa e diretamente antes que ele efetivamente ocorra. As ações, além dos condutores de veículos, fiscalizarão os transportadores regulares e clandestinos. Haverá, também, a verificação preventiva da situação das vias. Para isso, o DER vai trabalhar com 256 fiscais e 103 viaturas nas rodovias sob sua responsabilidade.

Os órgãos parceiros na iniciativa, antes de realizá-la, mapearam as regiões mais procuradas pelas pessoas nesse período, que são os acessos a Serra do Cipó, Diamantina, Pirapora, Ouro Preto, Mariana, São João del-Rei, Região Metropolitana de Belo Horizonte e alguns outros pontos mais regionalizados. Em todas as atividades serão utilizadas viaturas dotadas de equipamentos de última geração, que permitem checar, em tempo real, várias situações encontradas no trânsito, com acesso direto à internet, além de atuaram sem pontos fixos que, por sua natureza, permitem antecipar situações de risco.

Segundo o diretor de Fiscalização, João Afonso Baeta Costa Machado, todo o sistema de fiscalização estará em funcionamento com operações que vão desde a blitz comumente conhecida, com lavramento de multas e apreensões de veículos irregulares, passando pela verificação da ocupação do entorno das rodovias mineiras (as chamadas faixas de domínio).

Cuidados

O diretor de fiscalização lembra que é indispensável se fazer revisão mecânica e elétrica do veículo a ser utilizado na viagem. “Além da revisão, respeitar os limites de velocidade, observar as regras de circulação, o uso do cinto de segurança e não beber antes e durante a condução de veículos. Tudo por uma viagem mais segura e tranqüila”, disse.

Vale lembrar também que aqueles que pretendem fazer viagens de turismo devem verificar a legalidade do transporte a ser utilizado, o que pode ser feito através das 40 unidades do DER/MG em todo o Estado. A verificação da situação das rodovias pode ser encontrada no site do DER/MG (www.der.mg.gov.br) e do DNIT (www.dnit.gov.br).

O Governo de Minas também disponibiliza um canal para obter informações, realizar reclamações e sugestões por meio do número 155, opção 6.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: linhas do DER que atendem Ibirité passam a operar na Estação do Barreiro

Serão implantadas três novas linhas do Sistema de Transporte Coletivo da Região Metropolitana de Belo Horizonte, com origem em Ibirité

O Departamento de Estradas e Rodagem de Minas Gerais (DER) informa que, a partir deste sábado (11), serão implantadas três novas linhas do Sistema de Transporte Coletivo da Região Metropolitana de Belo Horizonte, com origem em Ibirité. As linhas passarão a integrar na Estação do Barreiro, são elas: 1751 – Vista Alegre/Estação Barreiro, 1771 – Nossa Senhora de Lourdes/Estação Barreiro e 1980 – Morada da Serra/Estação Barreiro. A tarifa metropolitana de integração na região é de R$ 2,75. A partir da integração, os usuários desses serviços terão várias opções de deslocamento dentro de Belo Horizonte, sem precisarem pagar nova passagem.

A região de Ibirité conta hoje com 49 linhas metropolitanas em operação, que transportam 1,9 milhão de passageiros, por mês, em mais de 30.600 viagens. O Sistema de Transporte Coletivo da RMBH conta com 728 linhas, transportando 22 milhões de passageiros, por mês, em aproximadamente 638 mil viagens.

Novas linhas

1751 – Vista Alegre/Estação Barreiro

Itinerário:

(Rua M 2 PC), Rua M 2, Rua Perimetral, Rua M, Av. João do Carmo, Rua A, Estrada do Barreirinho, Rua Márcia de Windsor, Rua Wilson de Oliveira, Rua Gabriela Leite de Araujo, Rua Flor de Pitangueira, Rua C, Rua Um, Av. Senador Levindo Coelho, Praça Marieta Pulquéria de Jesus, Av. Senador Levindo Coelho, Praça Deputado José Raimundo, Av. Nélio Cerqueira, Rua Antônio Eustáquio Piazza, Av. do Canal, Av. Tereza Cristina, Viaduto, Rua José Gonçalves, Estação Barreiro, Rua Boa Ventura Costa, Av. Afonso Vaz de Melo, Viaduto, Av. Tereza Cristina, Rua Gudesteu Pires, Rua Álvaro da Silveira, Rua João Machado, Av. Tereza Cristina, Av. Canal, Rua Antônio Eustáquio Piazza, Av. Nélio Cerqueira, Praça Deputado José Raimundo, Av. Senador Levindo Coelho, Praça Marieta Pulquéria de Jesus, Av. Senador Levindo Coelho, Rua Um, Rua C, Rua For de Pitangueira, Rua Gabriela Leite de Araujo, Rua Wilson de Oliveira, Rua Márcia de Windsor, Estrada do Barreirinho, Rua A, Av. João do Carmo, Rua M, Rua Perimetral, (Rua M 2 PC).

1771 – Nossa Senhora de Lourdes/Estação Barreiro

Itinerário:

Av. Pará Nº478 (PC com Rua Santa Matilde), Av. Pará, Av. Minas Gerais, Rua Carmelita Coelho da Rocha, Rua Frei Albino Aresi, Rua Maria Antonieta Ferreira, Rua Flor de Pitangueira, Rua C, Rua Um, Av. Senador Levindo Coelho, Praça Marieta Pulquéria de Jesus, Av. Senador Levindo Coelho, Praça Deputado José Raimundo, Av. Nélio Cerqueira, Rua Antônio Eustáquio Piazza, Av. do Canal, Av. Tereza Cristina, Viaduto, Rua José Gonçalves, Estação Barreiro, Rua Boa Ventura Costa, Av. Afonso Vaz de Melo, Viaduto, Av. Tereza Cristina, Rua Gudesteu Pires, Rua Álvaro da Silveira, Rua João Machado, Av. Tereza Cristina, Av. Canal, Rua Antônio Eustáquio Piazza, Av. Nélio Cerqueira, Praça Deputado José Raimundo, Av. Senador Levindo Coelho, Praça Marieta Pulquéria de Jesus, Av. Senador Levindo Coelho, Rua Um, Rua C, Rua For de Pitangueira, Rua Antonieta Ferreira, Rua Joanico Cirilo de Abreu, Av. Minas Gerais, Av. Pará Nº478 (PC esquina com Rua Santa Matilde).

1980 – Morada da Serra/Estação Barreiro

Itinerário:

Av. Minas Gerais (PC esquina com Rua Alagoas), Rua Alagoas, Rua Rondônia, Rua da Granja, Rua Paraná, Rua Pernambuco, Av. Minas Gerais, Rua Carmelita Coelho da Rocha, Rua Frei Albino Aresi, Rua Maria Antonieta Ferreira, Rua Flor de Pitangueira, Rua C, Rua Um, Av. Senador Levindo Coelho, Praça Marieta Pulquéria de Jesus, Av. Senador Levindo Coelho, Praça Deputado José Raimundo, Av. Nélio Cerqueira, Rua Antônio Eustáquio Piazza, Av. do Canal, Av. Tereza Cristina, Viaduto, Rua José Gonçalves, Estação Barreiro, Rua Boa Ventura Costa, Av. Afonso Vaz de Melo, Viaduto, Av. Tereza Cristina, Rua Gudesteu Pires, Rua Álvaro da Silveira, Rua João Machado, Av. Tereza Cristina, Av. Canal, Rua Antônio Eustáquio Piazza, Av. Nélio Cerqueira, Praça Deputado José Raimundo, Av. Senador Levindo Coelho, Praça Marieta Pulquéria de Jesus, Av. Senador Levindo Coelho, Rua Um, Rua C, Rua For de Pitangueira, Rua Antonieta Ferreira, Rua Joanico Cirilo de Abreu, Av. Minas Gerais, Rua Pernambuco, Rua Paraná, Rua da Granja, Rua Rondônia, Rua Alagoas, Av. Minas Gerais (PC esquina com Rua Alagoas).

Opções de deslocamento:

Linha 6350 Estação Vilarinho/Estação Barreiro, via Anel Rodoviário: Acesso UFMG e Avenida Vilarinho em Venda Nova, através do Anel Rodoviário.

Linha 8350 Estação São Gabriel / Estação Barreiro: Acesso á Estação São Gabriel e à PUC São Gabriel, através da Avenida Amazonas.

Linha 32 Estação Barreiro / Centro – Rua Tamoios: ACESSO Á CIDADE Industrial, CEFET e área Central, através da Avenida Amazonas.

Linha 35 Estação Barreiro / Centro – Via Avenida Santos Dumont: Acesso à Cidade Industrial e a Área Central, através da Avenida Amazonas .

Linha 34 Estação Barreiro / Via Expressa: Acesso ao Itaú Power Shopping e Barro Preto, através da Via Expressa.

Linha 3053 Estação Barreiro / Barro Preto: Acesso ao CEFET, Rua Campos Sales, Barro Preto, Faculdade Estácio de Sá, através da Avenida Amazonas, Rua Campos Sales e Rua Platina.

Linha 3055 Estação Barreiro / Savassi / BH Shopping: Acesso BH Shopping e Região da Savassi, através do Anel Rodoviário e Avenida Nossa Senhora do Carmo.

Fonte: Agência Minas

Governador Antonio Anastasia recebe primeiro repasse do governo federal

BELO HORIZONTE (18/01/12) – O governador Antonio Anastasia recebeu do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, nesta quarta-feira (18), no Palácio Tiradentes, o repasse de R$ 3 milhões, dos R$ 30 milhões já anunciados pelo ministério, para atendimento a despesas emergências de socorro às vítimas das chuvas que atingiram o Estado nos últimos dias. Segundo a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec-MG), até esta quarta-feira 252 municípios mineiros foram afetados pelas chuvas, sendo que, em 179 foi decretada Situação de Emergência.

Durante a solenidade, foram entregues Cartões de Pagamento de Defesa Civil aos municípios de Ouro Preto (R$ 300 mil), Cipotânea (R$ 150 mil) e Vespasiano (R$ 150 mil), também para atendimento emergencial. Já Belo Horizonte receberá R$ 25 milhões para obras de reconstrução e recuperação de áreas devastadas pelas enchentes e deslizamentos.

O governador Anastasia lembrou que esses primeiros recursos, liberados por meio do cartão de pagamento, são para ações emergenciais, cujo objetivo é a volta à normalidade da vida das pessoas atingidas. “Para alimentação, para volta a condições mínimas de tráfego, ou seja, questões emergenciais, este pode ser feito pelo cartão. Agora as obras de recuperação, que são obras físicas, já definitivas, essas dependem de um processo mais complexo”, explicou o governador.

A segunda etapa será a da realização de obras de recuperação, cujo apoio e participação também já estão sendo discutidos com as autoridades federais e serão feitas por meio de convênios. Para tanto, os projetos já estão sendo encaminhados, preparados e ultimados e dependem ainda da identificação precisa dos prejuízos, através do relatório da Defesa Civil. “No caso de infraestrutura de responsabilidade do Estado, ou seja, as estradas estaduais, levantamento do DER indica recursos de cerca de R$ 150 milhões. Estamos pleiteando ajuda do governo federal e vamos formalizar o pedido ainda nesta semana, em Brasília”, disse o governador.

O ministro Fernando Bezerra afirmou que, assim que a demanda for feita, será analisada e levada à presidente Dilma Rousseff. A proposta do Estado é que o governo federal invista R$ 100 milhões na recuperação de rodovias. A contrapartida mineira seria de R$ 50 milhões. “Na próxima semana, após audiência com presidenta Dilma, poderemos então firmar o valor do repasse a ser feito para que o Governo de Minas possa dar prosseguimento à recuperação das estradas estaduais que foram duramente atingidas pelas fortes chuvas”, disse o ministro.

Anastasia lembrou ainda da terceira etapa, que é de prevenção. Ele a considera a mais longa, porque, nela estão incluídas as intervenções que necessitam das “obras maiores, estruturantes, de prevenção, de dragagem, de drenagem, cujos projetos já estão sendo negociados com o Ministério do Planejamento.”

Também participaram da solenidade os secretários de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles; de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Bilac Pinto; de Agricultura, Elmiro Nascimento; e o de Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri e do Norte de Minas, Gil Pereira; e o coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Luis Carlos Dias Martins; além dos prefeitos Marcio Lacerda (Belo Horizonte), Ângelo Oswaldo (Ouro Preto), Luiz Moreira (Cipotânea) e o vice-prefeito de Vespasiano, Baltazar Ruas de Oliveira.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas garante condições de tráfego nas rodovias estaduais

BELO HORIZONTE (06/01/12) – Em função das chuvas que atingem diversas regiões do Estado, o Governo de Minas, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-MG), tem intensificado os trabalhos em diversas regiões, com a mobilização de máquinas e homens, que atuam na desobstrução e recuperação de estradas afetadas pelas chuvas.

Todas as 40 Coordenadorias Regionais do DER estão de plantão, 24 horas, e preparadas para atender quaisquer problemas nas rodovias mineiras. Conforme determinação do DER, os técnicos têm três horas para sinalizar o local e, no máximo, 24 horas para oferecer uma rota alternativa e as demais providências.

Técnicos e agentes do DER trabalham intensamente na desobstrução dos 103 trechos de estradas estaduais que sofreram restrição de tráfegos em razão das chuvas. O departamento disponibiliza, ainda, informações constantes sobre a situação das rodovias mineiras por meio do link http://www.der.mg.gov.br/lista-de-servicos/37-rodovias-com-restricao-de-trafego. Outras informações sobre os trechos também estão disponíveis pelo telefone 155, do Ligue Minas.

Em Guidoval, na Zona da Mata mineira, o trânsito foi restabelecido com a desobstrução da via que liga o município à MG-447. Técnicos do DER realizaram uma operação para cobrir este trecho com cascalho, para minimizar os transtornos aos usuários. Dois engenheiros especialistas em construção de pontes já estão no município para fazer os primeiros levantamentos para a reconstrução, conforme determinação do governador Antonio Anastasia. A ponte que dá acesso ao município foi destruída pelas chuvas.

Na região Central de Minas, os trabalhos de retirada de quedas de barreira na LMG-779, estrada que liga Itabira a João Monlevade, já começaram. Serão retirados mais de 40 mil metros cúbicos de terra que estão impedindo a passagem de veículos. Os trabalhos devem durar aproximadamente 15 dias.  Já no Campo das Vertentes, o trecho que liga Ouro Preto a Ouro Branco, na MG-129, está restrito ao trânsito de veículos pesados. Toda a área está sinalizada e máquinas carregadeiras retiram a terra da pista. A retirada é gradativa devido ao volume intenso de material.

Vistorias

Na tarde desta sexta-feira (6), o secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas de Minas Gerais, Carlos Melles, visitou, juntamente com o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, e demais técnicos do ministério, alguns trechos afetados pelas chuvas, em Belo Horizonte e na região do Campo das Vertentes. Na capital, estiveram no viaduto São Francisco, na região de Pampulha. Em seguida, vistoriaram a BR-040, onde ocorreu uma erosão na altura do quilômetro 584. Logo após, Carlos Melles  e Paulo Passos observaram a situação da BR-356, desde o entroncamento da BR-040 até Itabirito. De Itabirito, o secretário e o ministro seguiram para Ouro Preto e percorreram diversos locais afetados pelas chuvas.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: Coordenadoria Estadual de Defesa Civil envia caminhões com mantimentos a Guidoval

BELO HORIZONTE (05/01/12) – O Governo de Minas, por meio da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), enviou, na noite dessa quarta-feira (4), dois caminhões com mantimentos para a cidade de Guidoval, na Zona da Mata. A previsão é que o município receba, na tarde desta quinta-feira (5), cestas básicas, colchões, água potável e cobertores enviados.

Devido ao grande volume de precipitações pluviométricas em toda a Zona da Mata, o rio Xopotó transbordou, atingindo Guidoval, município que possui 7.526 habitantes e foi um dos mais afetados pelas chuvas. O governador Antonio Anastasia, após visitar a cidade, nessa quarta-feira (4), determinou aos técnicos do Departamento de Estrada de Rodagem (DER) a imediata reconstrução da ponte sobre o Rio Pomba, destruída pela ação das chuvas. A elaboração do projeto e a empresa responsável pela obra deverão ser contratadas em caráter emergencial. Uma ponte provisória deverá ser construída com a ajuda do Exército.

Anastasia também determinou a melhoria do acesso da estrada que liga Guidoval ao município de Dona Euzébia para garantir a mobilidade dos moradores. “São obras emergenciais e vamos gastar o que for preciso para restaurar, volto a dizer, a normalidade do cotidiano das pessoas”, pontuou o governador.

Ações

Desde outubro de 2011, o Governo de Minas já distribuiu três toneladas de alimentos, 1.720 colchões e 460 cobertores, além de telhas, kits com produtos de higiene pessoal, lonas e roupas para os moradores dos municípios atingidos pelas chuvas. A Copasa já disponibilizou 35 mil copos de água potável para distribuição no Estado.

Para coordenar o conjunto de ações realizadas em todo o Estado, o Governo de Minas lançou, em outubro do ano passado, o Plano de Emergências Pluviométricas (PEP) 2011/2012, que leva em conta o histórico dos períodos chuvosos de anos anteriores, contendo o detalhamento sobre os recursos humanos e logísticos da Cedec e dos demais órgãos envolvidos no enfrentamento ao período chuvoso. As prefeituras de municípios afetados recebem do Estado, ainda, auxílio técnico para produzir a documentação necessária para a comunicação oficial de ocorrências em tempo hábil, tanto na esfera estadual quanto na federal.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas monta força-tarefa para ajudar municípios da Zona da Mata

 

GUIDOVAL (05/01/12) – A redução das chuvas e a baixa do nível das águas do rio Xopotó, permitiram, nesta quinta-feira (5), que as equipes da defesa civil de Minas Gerais intensificassem o trabalho de atendimento à população de Guidoval, na Zona da Mata mineira. A estrada que liga a cidade a Visconde do Rio Branco foi desobstruída, o que possibilitou a chegada dos primeiros caminhões com alimentos, água, colchões, material de limpeza e agentes de saúde iniciaram o trabalho de vacinação da população.

Voluntários se juntaram a integrantes da força-tarefa do Governo de Minas para auxiliar no descarregamento dos caminhões e armazenamento dos produtos nas salas de aula da Escola Estadual Coronel Joaquim Martins. A entrega do material será feita porta a porta e está sob responsabilidade da equipe de assistência social do município. Cerca de 150 pessoas, entre técnicos da Defesa Civil, da Gerência Regional de Saúde em Ubá, da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), policiais militares e do Corpo de Bombeiros Militar, servidores do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) estão em Guidoval para prestar auxilio à população atingida, ao lado de servidores da prefeitura local e de municípios vizinhos.

Também os serviços públicos – fornecimento de água, telefonia e energia elétrica – começaram a ser normalizados. Na casa de Dona Alda Rodrigues Jorge, 79 anos, e Sebastião Jorge, 75 anos, localizada no centro da cidade, já tem água e luz. A Cedec contava, na tarde desta quinta-feira, 102 desabrigados. Quatro abrigos foram instalados para receber aqueles que foram obrigados a deixar suas residências e não tiveram para onde ir. Sebastião Jorge conta que nunca antes tinha acontecido nada igual na cidade. Dados ainda preliminares apontam para a existência de cem casas destruídas e outras 400 danificadas. “Nasci na zona rural e vim para Guidoval aos seis anos de idade. A ponte que caiu tinha mais de 100 anos”, conta.

Um posto de saúde foi instalado na unidade do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), que foi abastecido com medicamentos transportados por helicóptero e barco. Vinte e seis profissionais da área da saúde, entre eles médicos e enfermeiros, revezam no atendimento à população. Estão disponíveis vacinas contra difteria e tétano.

Este é o momento da assistência humanitária, quando as pessoas recebem roupas, alimentos, kit higiene, até que a situação seja normalizada. “Nesta fase também é realizada a reabilitação de cenário, com o restabelecimento dos serviços de água, luz, telefone e a limpeza da área”, explicou o secretário executivo da Cedec, tenente-coronel Eduardo Reis, que está em Guidoval coordenando as ações de atendimento à população.

Paralelamente, começam os trabalhos de avaliação e extensão dos danos, trabalho realizado pela Coordenação Municipal de Defesa Civil (Comdec) da Prefeitura, com a orientação e o apoio do Corpo de Bombeiros e a Cedec-MG. São feitas vistoriais e preenchidos relatórios que, posteriormente, são encaminhados junto com projetos de recuperação, ao governo federal, para a obtenção de recursos para a reconstrução das áreas destruídas e recuperação dos equipamentos – casas, pontes, estradas, prédios públicos – danificados.

No fim da tarde de hoje, eles se reuniram no Posto de Comando da Defesa Civil, instalado ao lado do ginásio poliesportivo, para um balanço das atividades do dia e para o planejamento das ações do dia seguinte. Para esta quinta-feira, eles tinham programado 18 ações. De acordo com o major Anderson, responsável pelas operações da Cedec-MG, os objetivos foram alcançados totalmente ou parcialmente.

“Essas avaliações e planejamento evitam ações improvisadas, dando mais eficiência ao trabalho, já que antecipa possíveis demandas da população”, disse. Desde a terça-feira passada, cerca de 50 ações foram planejadas e executadas.

Além da equipe da Cedec-MG, participaram da reunião representantes da PM, Corpo de Bombeiros, prefeitura municipal, técnicos da Copasa, Banco do Brasil, Oi, entre outros. Segundo o prefeito Hélio Lopes dos Santos, o trabalho vem evoluindo bem. “Esperamos que esse momento difícil passe o mais rápido possível”, disse.

Fonte: Agênca Minas