Arquivos do Blog

Gestão Anastasia: Governo de Minas anuncia novos acessos viários a Guaranésia e Guaxupé

Segundo o secretário Carlos Melles, as intervenções devem iniciar em até 15 dias e terminar em um período de até 120 dias

Divulgação / Setop
"Vamos ter no Sul de Minas dois trevos de altíssima qualidade", destacou Carlos Melles
“Vamos ter no Sul de Minas dois trevos de altíssima qualidade”, destacou Carlos Melles

O secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, e o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG), José Elcio Monteze, autorizaram os serviços de melhoria e reformulação dos trevos de acesso à Guaxupé e à usina Alvorada do Bebedouro, em Guaranésia, no Sul de Minas. As intervenções fazem parte do trecho de 27,5 quilômetros da BR-491, inserido no Programa de Recuperação e Manutenção Rodoviária do Estado de Minas Gerais (ProMG), da Coordenadoria Regional de Passos.

“Vamos ter aqui nesta região dois trevos de altíssima qualidade e com a garantia de sempre: a obra só foi anunciada porque o governo tem os recursos em caixa para começar e terminar. Quem usa as estradas de Minas sabe o quanto o programa ProMG é bom para todos nós”, ressaltou o secretário Melles. Segundo ele, as intervenções devem iniciar em até 15 dias e terminar em um período de até 120 dias.

Para o prefeito de Guaxupé, Roberto Luciano Vieira, “a reformulação dos trevos e a recuperação dos trechos rodoviários, são diferenciais como fatores de desenvolvimento, crescimento e renda não só para Guaxupé como para toda a região da Associação dos Municípios da Baixa Mogiana (Amog), que tem quase 300 mil habitantes”. O prefeito de Guaranésia, João Carlos Minchillo, destacou os demais investimentos realizados pelo Governo de Minas na cidade. “Quanta coisa boa para a nossa cidade e região já recebemos, fruto de trabalho sério, organizado e comprometido”.

ProMG de Passos

No último dia 14, foi assinado o segundo contrato do ProMG de Passos, beneficiando 23 municípios sob jurisdição da 24ª Coordenadoria Regional do DER: Alpinópolis, Alterosa, Arceburgo, Areado, Capetinga, Capitólio, Carmo do Rio Claro, Cássia, Claraval, Conceição da Aparecida, Delfinópolis, Fortaleza de Minas, Guaranésia, Guaxupé, Ibiraci, Itamoji, Itaú de Minas, Passos, Pratápolis, São João Batista do Glória, São José da Barra, São Sebastião do Paraíso e São Tomás de Aquino.

O diretor-geral do DER-MG, José Elcio Monteze, destacou que “o ProMG, com o apoio do governador Antonio Anastasia, realmente tem conseguido dar um padrão de rodovias sem buracos, com conforto e segurança que é fundamental”. “Os novos trevos terão a geometria e dispositivos para inibir a velocidade, serão rotatórias alongadas, não vazadas e com canteiro central”, afirmou. O mais importante, completou José Elcio, é a “conscientização dos motoristas”.

Com este segundo contrato, serão recuperados e mantidos 396,8 quilômetros de rodovias estaduais, com recursos da ordem dos R$ 107 milhões, incluindo material betuminoso. O primeiro contrato do ProMG em Passos, assinado em 2007, investiu R$ 64 milhões e recuperou 355 quilômetros de rodovias.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-anuncia-novos-acessos-viarios-a-guaranesia-e-guaxupe/

Governo de Minas: Alberto Pinto Coelho inaugura rodovia em Senador Amaral

A estrada de 18,2 quilômetros liga Senador Amaral à cidade de Cambuí

Marco Evangelista/IOF
imagem.titleO vice-governador Alberto Pinto Coelho inaugurou, nesta sexta-feira (22), no município de Senador Amaral, no Sul de Minas, a rodovia AMG-295, que leva o nome de José Nilton de Almeida, primeiro prefeito do município. A estrada de 18,2 quilômetros liga Senador Amaral à cidade de Cambuí. A obra foi realizada pelo Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) e custou R$ 10,3 milhões.

Em seu pronunciamento, o vice-governador destacou que a estrada asfaltada é um eixo de desenvolvimento. “Hoje, os caminhões podem sair tranquilamente de madrugada para levar a produção agrícola para a Ceasa de São Paulo. Aproveito a oportunidade para reafirmar o compromisso do governador Anastasia, meu e do Governo de Minas com a cidade de Senador Amaral”, afirmou.

O prefeito de Senador Amaral, Herculano de Freitas Baião, agradeceu o apoio do Governo do Estado. “Depois de muitos anos de dificuldades, com a antiga estrada de terra, inauguramos a rodovia AMG-295, que vai facilitar nossas vidas e encurtar as distâncias entre Senador Amaral e os municípios da região. Quero agradecer especialmente o vice-governador Alberto Pinto Coelho. O que antes era apenas um sonho, hoje se torna uma realidade em nossas vidas”, afirmou o prefeito de Senador Amaral

O secretário de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Bilac Pinto, ressaltou a importância do ProAcesso. Trata-se de um marco na história política de Minas Gerais como gestão pública, onde foram ligadas 225 cidades mineiras. É um programa extremamente importante, que melhorou a qualidade de vida em todos os municípios”, destacou. Participaram também da solenidade o secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, e o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG), José Elcio Santos Monteze.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/alberto-pinto-coelho-inaugura-rodovia-em-senador-amaral/

Gestão Anastasia: Governo de Minas autoriza obras de melhorias viárias em Guaranésia e Guaxupé

Autorização de início de obras nos trevos de acesso às duas cidades, localizadas no Sul de Minas, será anunciada pelo secretário Carlos Melles

O secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, e o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG), José Elcio Santos Monteze, convidam para solenidade de autorização de início dos serviços de melhoria e reformulação dos trevos de acesso a Guaranésia e Guaxupé, no Sul de Minas, que será realizada nesta segunda-feira (25).

Essas obras estão previstas no Programa de Recuperação e Manutenção Rodoviária do Estado de Minas Gerais (Promg) na jurisdição da Coordenadoria Regional de Passos e representam um investimento do Governo de Minas de R$ 4,4 milhões, com a implantação de rotatórias alongadas que vão contribuir para a melhoria das condições de tráfego e acesso a estes dois municípios.

Serviço:

Autorização de início de obras nos trevos de acesso a Guaranésia e Guaxupé

Local: Sede da AMOG – Rua Joaquim Augusto Ferreira, 12 – Parque das Orquídeas, Guaxupé.

Data: 25 de junho de 2012 (segunda-feira)

Horário: 14h30

Local: Sede da Prefeitura Municipal – Praça Rui Barbosa, nº40, Guaranésia

Data: 25 de junho de 2012 (segunda-feira)

Horário: 16 horas

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-autoriza-obras-de-melhorias-viarias-em-guaranesia-e-guaxupe/

Gestão Eficiente: combate ao transporte ilegal bate recorde de apreensões no Norte de Minas

Operação realizada pelo DER-MG para coibir a clandestinidade do transporte rodoviário apreende mais de 60 veículos

Mário Chrispim / DER-MG
Em cinco dias de abordagens, foram apreendidos 66 veículos em situação irregular
Em cinco dias de abordagens, foram apreendidos 66 veículos em situação irregular

O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG), por meio de sua Diretoria de Fiscalização, vem realizando, na região do Norte de Minas, uma série de blitze para combater o transporte clandestino de passageiros. As blitze que começaram domingo (17) bateram um recorde de apreensões de transportadores clandestinos no interior do Estado. O recorde de apreensões, que antes era de 21 apreensões de veículos realizando transporte ilegal, em cinco dias de abordagens e passou a ser de 66.

Denominada pelo DER-MG de “Operação Catedral” por fazer referência à praça de onde parte o maior volume de veículos clandestinos na cidade de Montes Claros, para alcançar o expressivo número de apreensões, começou a ser planejada em fevereiro desde ano com realizações de diversas reuniões entre promotores, juízes, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar Rodoviária, prefeituras e Agência Nacional de Transportes Terrestres.

Para o diretor de Fiscalização do DER-MG, João Afonso Baeta Costa Machado, “mais importante do que a quebra de recorde de apreensões, é a migração dos usuários do transporte clandestino para o regular, pois segundo levantamentos feitos por nós, a operação refletiu em um aumento de 40% no volume de usuários do sistema regular”. Segundo Baeta, isto demonstra o quanto o sistema irregular está prejudicando aqueles que trabalham dentro da legalidade.

Operação Catedral

Agentes a paisana de diversas instituições passaram três meses utilizando os serviços dos transportadores ilegais para mapear os hábitos desde o primeiro passo que é o aliciamento de cidadãos para a venda de passagens ilegais até as possibilidades de rotas de fuga das blitze, e até mesmo a criação de pontos de embarque e desembarque proibidos.

“Quando estes veículos começam a sair para as viagens já temos em nossas mãos suas placas características, volume de passageiros, enfim, uma gama de informações que os impossibilitem uma fuga de nossa fiscalização, o que proporciona aos nossos fiscais abordarem, multarem e apreenderem os clandestinos com a máxima precisão” detalhou Baeta. “Até mesmo, membros da nossa equipe de fiscalização, só fica sabendo onde atuarão minutos antes de iniciar as blitze daquele horário, como forma de preservar a segurança dos participantes e métodos de operação semelhante ao da guerrilha”, acrescentou o diretor.

Sem data para encerrar, a “Operação Catedral” já conseguiu causar impacto negativo na rede de transportadores clandestinos de 165 cidades da região do Norte de Minas. Dados do DER-MG estimam que em toda Minas Gerais existam cerca de 20 mil transportadores irregulares, e que 40% atuem na área de influência de Montes Claros, Pirapora, Salinas, Januária, Janaúba, Brasília de Minas, Diamantina e Curvelo.

Até o momento foram realizados aproximadamente mais de 550 transbordos de passageiros de veículos apreendidos no transporte ilegal, para ônibus do sistema regular. “Nosso objetivo com este tipo de operação não é prejudicar o cidadão que inadvertidamente optou por um meio de deslocamento que coloca em risco sua vida, por isto eles são encaminhados para realizarem o restante de sua viagem em ônibus do sistema regular sem que ele tenha que arcar com qualquer custo” explicou Baeta.

Legislação e multas

Quando os veículos utilizados pelos transportadores clandestinos são surpreendidos pela fiscalização do DER-MG, são aplicadas as penalidades da Lei 19.445/11, que prevê multa de R$ 1.164,55 e cobrança em dobro do valor no caso de reincidência; apreensão do veículo; liberação do veículo apenas após o pagamento de todas as despesas relativas ao guincho, diárias de apreensão, além de todas as multas pendentes do infrator; abertura de processo administrativo e até mesmo o enquadramento do infrator no Art. 301 do Código de Processo Penal para quem é flagrado realizando transporte clandestino.

No caso do transporte clandestino ser realizado por táxi, é utilizado o Decreto nº 44.035/05, pois a instituição não pode autorizar viagens intermunicipais regulares por taxi, em virtude de não estar incluído no, que normatiza a matéria. Outra questão também observada é o transporte remunerado realizado por veículos particulares, pois estes ao não serem habilitados a cobrar por qualquer transporte, o condutor pode ser enquadrado por exercício ilegal da profissão.

Educação do usuário do transporte clandestino

O trabalho da Diretoria de Fiscalização do DER/MG não se limita apenas as ações de coibição do transporte clandestino, mas, também, realiza eventos de conscientização da população alertando que este tipo de deslocamentos irregulares coloca em risco a vida do cidadão ao não oferecer viagens com qualidade e garantias de seguridade. Baeta afirma que já foram detectados e apreendidos transportadores clandestinos dirigindo depois de terem consumido bebidas alcoólicas, inabilitados, e mais grave, com vínculo junto ao contrabando, lavagem de dinheiro e tráfico de drogas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/combate-ao-transporte-ilegal-bate-recorde-de-apreensoes-no-norte-de-minas/

Governo de Minas: Governador Antonio Anastasia entrega nova ponte à população de Guidoval

Estrutura havia sido destruída pelas chuvas de janeiro; Anastasia também inaugura novo de acesso à ponte sobre o rio Xopotó

Governo de Minas investiu R$ 19,8 milhões na construção da nova ponte de Guidoval
Governo de Minas investiu R$ 19,8 milhões na construção da nova ponte de Guidoval

O governador Antonio Anastasia inaugurou, nesta quinta-feira (21), em Guidoval, na Zona da Mata, ponte sobre o rio Xopotó, com 130 metros de extensão. O Governo de Minas investiu R$ 19,8 milhões na obra, concluída em cinco meses. A antiga ponte foi destruída pelas chuvas no início de janeiro deste ano.

A nova ponte, em concreto, é sustentada por quatro conjuntos de pilares duplos. A pista de rolamento tem 11 metros de largura, incluindo duas passagens de pedestres, de 1,5m cada, e guarda corpo. Uma variante para acesso à nova ponte, fazendo ligação do município com a rodovia MGC-120, numa extensão de 1,8 quilômetros, também foi construída pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG), porque a ponte foi erguida em local diferente da antiga por motivos técnicos.

Guidoval foi muito castigada pela cheia do Rio Xopotó, em janeiro deste ano, vindo a decretar situação de emergência em 10 de janeiro. Duas pessoas morreram e 7 mil habitantes foram afetados. Duas mil pessoas foram desalojadas e 102 desabrigadas. Foram destruídas 122 casas e outros 617 imóveis foram danificados. Na época, o governador Anastasia visitou a cidade e determinou ao Departamento de Estrada de Rodagens de Minas Gerais (DER-MG) a construção de uma nova ponte.

“Estou voltando aqui para resgatar um compromisso perante a população. O primeiro passo, em função da emergência absoluta, era restabelecer a situação, dar conforto imediato, devolver a normalidade e construir a ponte para dar o acesso. Agora vamos dar um passo além: faremos a passarela para melhorar o acesso de quem passava pela antiga ponte”, disse o governador. A passarela vai facilitar o acesso à cidade  e deverá ser feita em parceria com a prefeitura municipal.

Melhoria de acesso

Acompanhado pelos secretários de Estado Carlos Melles (Transporte e Obras Públicas) e Bráulio Braz (Esportes e da Juventude) e do prefeito de Guidoval, Elio Lopes dos Santos, o governador descerrou fita e placa para marcar a inauguração da nova ponte. O padre Paulo Kowalski e o pastor Franklin Silva fizeram a benção da ponte.

Em seu pronunciamento, Antonio Anastasia lembrou dos momentos difíceis vividos pela população, solidarizou-se com parentes das vítimas. “As pessoas que aqui faleceram merecem sempre a nossa memória, o nosso respeito e o nosso trabalho para evitar que tragédias como estas se repitam. Por isso, naquele ambiente de destruição, percebemos a necessidade de diversas obras e a primeira tarefa foi a volta à normalidade da cidade que estava ilhada”, completou.

Exército

Antonio Anastasia lembrou do trabalho fundamental dos homens do Exército brasileiro no apoio a Guidoval. Até o fim das obras da nova ponte, a principal ligação com Ubá era a ponte provisória construída pelo Exército para evitar o isolamento dos moradores. “Agradeço o Exército brasileiro que colocou a ponte provisória que durante meses permitiu a normalidade da vida dessa cidade da zona da mata mineira”, afirmou.

O prefeito de Guidoval, Elio Lopes dos Santos, ressaltou o empenho do governador Anastasia para a execução da obra em tempo recorde. “Agradeço ao Antonio Anastasia, que tanto se esforçou para fazer a obra, sem nenhum recurso do governo federal”, disse.

Apoio do Governo de Minas

Por meio da Copasa e da Cemig, o Governo de Minas concedeu prazos maiores e possibilidade de parcelamento das contas de água e luz para populações de municípios afetados. O prazo para pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) também foi prorrogado, medida que beneficiou 25 mil micros e pequenas empresas.

Os micros e pequenos empresários foram também beneficiados com a criação de linha de crédito especial do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), no valor de R$ 30 milhões. Em Guidoval, 12 empresas conseguiram financiamento total de R$ 756,92 mil, por meio do Programa Emergencial de Socorro a Empresas e Cooperativas com Empreendimentos Afetados por Chuvas Intensas (Fundese Solidário).

Um dos beneficiados pelo programa foi o comerciante Carlos Antônio dos Santos, dono da Casa dos Produtores. A loja está em funcionamento há 12 anos e foi muito afetada com a inundação da cidade. Com o empréstimo de R$ 43 mil ele minimizar os prejuízos. “Usei os recursos para o pagamento de duplicatas. Estou ainda me recuperando dos prejuízos, mas com o empréstimo pude respirar”, contou.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governador-antonio-anastasia-entrega-nova-ponte-a-populacao-de-guidoval/

Governo de Minas: seis meses após temporal sem precedentes, Guidoval receberá nova ponte de acesso

Empreendimento será inaugurado pelo governador Antonio Anastasia; Estado investiu R$ 19,8 milhões nas obras

O município de Guidoval, na Zona da Mata, foi o mais prejudicado pelas chuvas que atingiram boa parte do Estado em janeiro deste ano. No município de 7.500 habitantes, bairros inteiros foram atingidos pelos temporais, com inúmeros danos registrados.

Seis meses após os desastres naturais, uma nova história começa a ser escrita em Guidoval. O governador Antonio Anastasia inaugura, nesta quinta-feira (21), na cidade, a nova ponte sobre o rio Xopotó, com 130 metros de extensão. O Governo de Minas investiu R$ 19,8 milhões na obra. A antiga ponte foi destruída pelas chuvas.

Também será inaugurado novo acesso à ponte, com extensão de 1,8 quilômetro, construído pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG). O acesso à cidade, que vinha sendo feito por uma passagem improvisada pelo exército, agora vai ser normalizado.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/seis-meses-apos-temporal-sem-precedentes-guidoval-recebera-nova-ponte-de-acesso/

Gestão Eficiente: com investimentos de R$ 22 milhões, Proacesso chega a mais duas cidades do Sul de Minas

Em todo o Estado, o programa atingiu o marco de cinco mil quilômetros de novas rodovias pavimentadas em 200 municípios

Com aportes na ordem de R$ 22 milhões, o secretário de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, assinou a ordem de início da complementação dos serviços de melhoramento e pavimentação de dois trechos do Programa de Pavimentação de Ligações e Acessos Rodoviários aos Municípios (Proacesso). As obras beneficiam diretamente os municípios de Albertina e Tocos do Moji, no Sul do Estado. No total são mais de 27 quilômetros de rodovias a serem pavimentadas.

Carlos Melles afirmou que “o asfalto é o primeiro passo para que, de fato, o município desenvolva”. “A pavimentação dos dois trechos vai trazer proximidade não apenas para os turistas, pelas belezas naturais da região, mas também aproximar o mais importante, que são as condições básicas para a população, como saúde, educação e sobretudo, o desenvolvimento econômico”, destacou.

Tocos do Moji

Na última sexta-feira (25), o secretário, acompanhado do secretário de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Bilac Pinto, e do diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG), José Elcio Santos Monteze, assinou a autorização para inicio imediato das obras do trecho entre Tocos do Moji e Borda da Mata, cujos serviços prevêem a pavimentação de 14,8 quilômetros e a construção da ponte sobre o rio Mogi Guaçu, com 35 metros de cumprimento e 10,8 metros de largura.

Tocos do Moji conta com população estimada em quatro mil habitantes. O forte da economia é a cultura do morango. De acordo com o prefeito Antônio Rosário, junto com Pouso Alegre, Estiva e Bom Repouso, o município responde por cerca de 80% da produção de morango do Estado. Portanto, a pavimentação do trecho representa a redenção para os tocomojienses. “Depois da emancipação do município, em 1995, hoje é o dia mais importante para nós, pois a pavimentação asfáltica é um sonho que estamos realizando. Era o que mais precisávamos para impulsionar a economia e o turismo do município, destacou Antônio Rosário.

Albertina

De Tocos do Moji, a comitiva seguiu para o município de Albertina, ainda na sexta-feira, para a realização da solenidade de assinatura de ordem de serviço para pavimentação 12,6 quilômetros de rodovias do trecho entre Albertina e Jacutinga

Para a prefeita do município, Noemi Simionatto Guinesi, o início das obras de pavimentação do trecho de 12,6 quilômetros, que liga Albertina a Jacutinga, no chamado Circuito das Malhas, “é um momento abençoado”. “Isso demonstra a seriedade e o compromisso dos governos Aécio Neves e Antonio Anastasia em transformar a Minas no melhor lugar para se viver e investir”, afirmou a prefeita.

Balanço

Apenas na região de Albertina e Tocos do Moji, o Proacesso contemplou 13 municípios, com investimentos já realizados da ordem de R$ 171,5 milhões. Ao final, serão pavimentados 242,9 quilômetros. Dos 13 contemplados, oito já estão concluídos e cinco estão em andamento.

Em todo o Estado, o programa atingiu recentemente o marco histórico de cinco mil quilômetros de novas rodovias mineiras pavimentadas e 200 municípios atendidos. A meta foi atingida com a implantação e pavimentação de 26.7 quilômetros da rodovia que dá acesso ao município de Santana dos Riachos, na região Central de Minas, próxima a Serra do Espinhaço, onde está localizada a Serra do Cipó.

O volume de obras alcançado pelo programa até agora representa 92% das metas estabelecidas pelo Governo de Minas, totalizando o investimento de R$ 3,6 bilhões e 1,3 milhões de pessoas beneficiadas.

Segundo Carlos Melles, “vontade política, interesse pela coisa pública, sensibilidade e determinação são os fatores que nortearam os nossos governantes na criação e desenvolvimento desse programa, o Proacesso, ímpar no Brasil, capaz de dotar o nosso Estado de uma malha rodoviária completa, sem exclusão de qualquer dos nossos municípios”.

O diretor-geral do DER-MG explicou que há 20 trechos em andamento, dos quais 12 serão concluídos no decorrer deste ano e outros oito em 2013. Outros cinco restantes são de responsabilidade da União, por se tratar de trechos de rodovias federais.

O programa

O programa foi iniciado em 2004 pelo Governo de Minas, com o objetivo de dotar de ligação asfáltica os 225 municípios que não contavam com esse benefício, cujos acessos se davam por estradas sem pavimentação, nem sempre em boas condições de tráfego, principalmente na época das chuvas. Essa deficiência comprometia o desenvolvimento dessas cidades, prejudicando o escoamento da produção, o deslocamento normal de pessoas e afastando potenciais investidores e indústrias.

Espera-se que até 2013 todos os 200 acessos sob responsabilidade do Estado estejam concluídos, totalizando 5.407 quilômetros de estradas e beneficiando cerca de 1,5 milhão de habitantes.

Com isso, todo o Estado de Minas Gerais estará coberto por malha rodoviária asfaltada, interligando todos os municípios, melhorando a infraestrutura de todas as regiões, diminuindo as diferenças regionais e contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico dos municípios mais carentes.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/com-investimentos-de-r-22-milhoes-proacesso-chega-a-mais-duas-cidades-do-sul-de-minas/

Governo Anastasia: Triângulo e Sul de Minas irão receber oito novos radares

Os equipamentos de fiscalização de velocidade começam a funcionar a partir de segunda-feira

Bernardete Amado / Setop
Novos radares são instalados em MGs
Novos radares são instalados em MGs

Oito novos radares entrarão em funcionamento em sete rodovias sob jurisdição do Departamento de Estrada de Rodagem do Estado de Minas de Minas Gerais (DER-MG) a partir da zero hora de segunda-feira (28). Seis equipamentos serão instalados na região do Triângulo e dois no Sul de Minas. Duzentos e vinte e quatro radares já fiscalizam o excesso de velocidade nas MGs.

Localização dos radares

Triângulo

Próximo a Uberlândia, dois radares limitam a velocidade máxima permitida em 60 km/h na BR-452: um no Km 172,6 e o outro no Km 173, ambos no trecho dos entroncamentos para Indianópolis e Tapuirama. Em Araguari, mais dois aparelhos de monitoramento de velocidade, em 60 km/h, também começarão a fiscalizar, um na MG-223, Km 133,8 e outro na MG-413, Km 0,10.

Na MG-255, Km 131,6, entroncamento para São Francisco de Sales, e na MGC-497, próximo a Campina Verde, a velocidade máxima permitida também será de 60 km/h. Já em Iturama, na MGC-497, Km 239, no segmento entre as MGS-255/426 e o entroncamento para Água Vermelha, a velocidade máxima permitida será de 80 km/h.

Sul de Minas

Na MG-290, Km 88,6, entre a cidade de Jacutinga e a divisa de Minas Gerais com São Paulo, o radar permitirá a velocidade máxima de 60 km/h. Na LMG-868, Km 8,5, segmento São Tomé das Letras e entroncamento da LMG-862, em direção a Três Corações, a velocidade máxima permitida no local será de 80 km/h.

Estudo técnico

Os radares são instalados pelo DER/MG após elaboração de estudo técnico e implantação de projeto específico de sinalização. Os equipamentos só entram em operação depois de aferidos pelo Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Minas Gerais (Ipem-MG), órgão credenciado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normatização e Qualidade Industrial (Inmetro), e em conformidade com as determinações do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Multas

O processamento das multas geradas por registro de excesso de velocidade pelos radares é efetuado, também, pelo DER/MG. O prazo de encaminhamento das notificações aos proprietários dos veículos infratores é de, no máximo, 30 dias, conforme está previsto no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

O motorista que ultrapassar a velocidade máxima permitida em até 20% paga multa de R$ 85,13, perde quatro pontos na carteira e a infração é considerada média.

Fonte: www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/triangulo-e-sul-de-minas-irao-receber-oito-novos-radares/

Gestão em Minas: nova ponte de Guidoval, determinada por Anastasia, está próxima de ser concluída

 

Com investimentos de R$ 18 milhões do Governo de Minas, obra já atingiu 98% das ações previstas

O secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, acompanhado do diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG), José Elcio Santos Monteze, realizaram nesta quarta-feira (16) uma visita técnica às obras de construção da nova ponte sobre o rio Xopotó e do novo acesso a ponte, em Guidoval. As chuvas de janeiro, que castigaram a Zona da Mata, destruíram a ponte da cidade.

O governador Antonio Anastasia, em visita ao município, na época, determinou ao DER-MG que tomasse as medidas necessárias para a realização da construção de uma nova ponte. Para o secretário Melles, “desde o primeiro momento, em que o governador Anastasia determinou a construção de uma nova ponte, o DER vem executando as ações necessárias para concluir esta missão de estabelecer uma comunicação rodoviária definitiva para a cidade de Guidoval”. “Hoje, a ponte está praticamente pronta, instalada em local seguro, com previsão de ser inaugurada até o final do próximo mês”, adiantou Melles.

Melles lembrou, ainda, que durante as visitas de janeiro, acompanhando o governador Antonio Anastasia e, depois, com o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, a situação era crítica. “Hoje, o DER vem cumprindo a missão determinada pelo Governador Anastasia, realizando um trabalho importante para a população de Guidoval, ao construir uma nova ponte, de qualidade, capaz de resistir a força das águas e evitar o que aconteceu durante as chuvas de janeiro, quando a cidade ficou isolada”, concluiu o secretário.

De imediato, com a destruição da ponte antiga, a população de Guidoval, na Zona da Mata, reestabeleceu a comunicação, utilizando uma ponte metálica instalada pelo Exército Brasileiro e recebeu ajuda humanitária prestada pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec).

A ponte

A nova ponte sobre o Rio Xopotó terá 130 metros de extensão, ligando as duas margens, sendo sustentada por quatro conjuntos de pilares duplos, para sustentação da pista de rolamento com 11 metros de largura, incluindo duas passagens de pedestres de 1,5 metro cada e guarda corpo em concreto. O trabalho de construção teve início em 21 de janeiro, com orçamento previsto de R$ 18 milhões, incluindo a construção de um novo acesso à ponte com a extensão de 1,8 quilômetro.

O diretor-geral do DER, José Elcio Monteze, explica “que a obra da ponte já atingiu 98% das ações previstas”. “Estamos concentrados na execução do acesso, que está com as obras dentro do cronograma. A terraplenagem está quase pronta, falta ainda a execução das etapas de pavimentação, drenagem superficial e sinalização. A previsão de entrega da obra é no final de junho”, explicou.

Estiveram presentes à vistoria, além do secretário Melles e do diretor geral do DER, o diretor de operações do DER, Luiz Alberto Dias Mendes, prefeitos e autoridades da região, e os representantes da construtora Aterpa M.Martins S/A, responsável pela execução da obra.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/nova-ponte-de-guidoval-determinada-por-anastasia-esta-proxima-de-ser-concluida/

Gestão Anastasia: família de Umburatiba recebe do Governo de Minas a Casa 30 mil construída pela Cohab

Cerca de 120 mil pessoas já foram beneficiadas pelo Lares Geraes Habitação Popular

O Governo de Minas atinge, neste sábado (28), em Umburatiba, a marca de 30 mil famílias atendidas com as casas construídas pela Cohab Minas. Cerca de 120 mil pessoas já foram beneficiadas pelo Lares Geraes Habitação Popular, em parcerias avulsas e com os municípios conveniados – que doam os terrenos e assumem a construção da infraestrutura urbana -, bem como com o Minha Casa Minha Vida – MCMV e o Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social – FNHIS, programas do governo federal.

Adriana Alves Vieira, mãe de três filhos, é a responsável pela 30ª milésima família mineira a ter acesso à casa própria por meio do programa habitacional do Estado. A casa 30 mil será entregue à mutuaria em solenidade que vai se iniciar às 20h, quando a prefeita Laurizete Soares dos Santos Vital e o Gerente de Serviços e Logística da Cohab Minas, José Hertz Cardoso, representando o presidente Octacílio Machado Júnior, liberam as chaves dos Conjuntos Habitacionais Recanto das Rosas I e II.

O presidente da Cohab comemora o fato como “a comprovação da capacidade produtiva da Cohab Minas, da credibilidade da companhia nas parcerias com os municípios conveniados, e da sensibilidade do Governo de Minas, ao possibilitar a famílias mineiras de baixa renda o acesso à casa própria”. E também cumprimentou todos os diretores, gerentes e empregados “pelo feito que se situa entre os mais relevantes da história da Cohab Minas e se destaca dentre as realizações dos governos de Aécio Neves e Antonio Anastasia.”

Em Umburatiba, a Cohab Minas construiu 43 unidades para a parceria PLHP e FNHIS, e 25, para o PLHP-MCMV. Nas obras das 68 moradias foi investido o total de R$ 2.116.535,60. Também neste sábado, às 9h, em Divisópolis, o Gerente José Hertz Cardoso e o prefeito Euder de Lima Rosemberg Mendes vão entregar as 30 moradias do CH Prefeito Eudes Mendes, construído para a parceria PLHP-MCMV, com investimento total de R$ 1.056.951,55. Com os novos conjuntos de Umburatiba e Divisópolis, a região já recebeu ao todo 3.439 moradias.

Quadrimestre

Além da inauguração da casa 30 mil, o Governo de Minas começa o ano de 2012 com resultados expressivos na política habitacional executada pela Cohab. De 6 de janeiro até o dia 30 de abril, estarão entregues 1.246 casas em 36 municípios de diversas regiões do Estado, dando novos passos rumo ao esforço continuado para a redução do déficit habitacional no estado.

Somados os conjuntos habitacionais inaugurados desde meados de 2005, quando se iniciou a execução do Lares Geraes, até dezembro do ano passado, mais conjuntos serão liberados até a próxima terça-feira (1º), quando será alcançada a marca de 30.111 casas com as chaves já liberadas em 342 municípios, fora os repetidos. Estão prontas, aguardando apenas a execução da infraestrutura, a cargo dos municípios, mais 2.419 unidades habitacionais construídas pela Cohab Minas em 78 municípios. Por sua vez, em Jaíba (Norte de Minas), se acham em construção outras 17 moradias restantes de um conjunto de 60 unidades.

Computados todos os números realizados até o final do primeiro quadrimestre de 2012, a companhia já construiu 32.530 casas, fora as 17 em obras no município de Jaíba. Esse total é praticamente o dobro do número das 16.483 casas construídas pela Cohab em Minas Gerais entre os anos de 1987 e 2002. O Governo de Minas e seus parceiros já investiram o total de R$ 789.252.464,30, sendo R$ 563.132.724,38 (71,35%) com recursos do Estado, via Fundo Estadual de Habitação – FEH; R$ 132.624.507,53 (16,80%) com recursos do governo federal; e R$ 93.495.232,39 (11,85%) com recursos dos municípios conveniados sob a forma de doação e urbanização de terrenos.

Além da entrega de conjuntos habitacionais pelo Programa Lares Geraes Habitação Popular e parceiros, a Cohab Minas, em convênio com o DER-MG, construiu 17 casas e adquiriu 7 para reassentar as famílias que precisaram ser deslocadas pelas obras do Proacesso em 16 municípios.

O projeto-padrão da casa tem 36,76 m² de área, incluindo dois quartos, sala, cozinha, instalação sanitária e área de serviço coberta. O lote de cada unidade tem em média 242,57 m². As pessoas com deficiência física recebem casas com 51,45 m², adaptadas ao uso de cadeira de rodas. Quinze mil unidades estão sendo equipadas com aquecedor solar, graças ao convênio da Cohab Minas com a Cemig. O aquecedor permite às famílias economizarem cerca de 30% em suas contas de energia elétrica, destinando essa parcela a outras despesas necessárias à melhoria do padrão de vida.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/familia-de-umburatiba-recebe-do-governo-de-minas-a-casa-30-mil-construida-pela-cohab/