Arquivos do Blog

Choque de Gestão: mais uma do Estadão contra Aécio Neves

Foi só o Datafolha trazer o crescimento do Aécio para o Estadão correr pra bater de novo no mineiro.

Fonte: Brasil Para Todos

Depois de publicar duas matérias contra o senador praticamente retiradas de sites ligados ao PT, o Estadão resolveu reproduzir as críticas dos deputados do PT de Minas ao Governo Estadual do PSDB.

O feio é que sequer assume que os argumentos são do PT – publica como se fosse apuração do jornal.

De cara, fica evidente que o objetivo da matéria é desmerecer o esforço de gestão realizado em Minas e que, segundo Francisco Gaetani, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), é um dos melhores resultados já conseguidos por um Estado ou mesmo um país em todo o mundo. “Pelo seu enfoque social, este é um bom exemplo de ajuste para outros países e Estados”, afirmou Gaetani. E segundo Vinod Thomas, diretor-geral e vice-presidente sênior do Banco Mundial (Bird), a estratégia adotada pelo Governo de Minas Gerais, produziu resultados visíveis e mensuráveis, contribuindo para a elevação do padrão de desenvolvimento do Estado, além de se tornar referência para outras esferas da administração pública – sejam do legislativo, executivo ou judiciário.

Aécio desconversou sobre possível candidatura à Presidência em 2014

Vale a pena ler com atenção pra ver um exemplo de antijornalismo. O repórter sequer tem um critério para analisar os resultados. Como é o tipo de matéria onde a conclusão está pronta antes do assunto ser apurado, o  texto oscila  sem nenhum sentido: quando é pra prejudicar o governo, a matéria compara com outros estados. Quando a comparação é amplamente favorável ao estado ela é ignorada e são utilizados outros critérios. Um dos dados merece especial atenção: de forma descontextualizada, o repórter corre a assinalar que a taxa de crescimento no IDEB é menor que a de outros estados. Pode ser. A aberração é que se dependesse  da iniciativa dele, o jornal não teria informado a posição de Minas no ranking: simplesmente primeiro lugar nas séries iniciais do ensino fundamental! É o único estado do Brasil a atingir o índice 6, índice de países desenvolvidos.

De forma irresponsável, lança suspeita onde não existe. O governo deixa claro que analisa sua série histórica a partir das mudanças implementadas pela nova política de segurança implantada no estado em 2004. Os dados são claros, as datas estão demonstradas com transparência. Mas se o repórter queria fazer uma análise mais profunda dos resultados de segurança entre 2002 e 2012, porque não se aprofundou neles? Por que não registrou a melhora nos diversos índices?

Mais, não se sabe por que, ao falar de saúde, o repórter escolheu se fixar nos dados de mortalidade infantil pra dizer que o resultado de Minas é apenas igual ao do Brasil. Pena. Se estivesse realmente interessado na situação da saúde em Minas depois do Choque de Gestão, bastaria ter consultado o ministério da saúde. Como foi divulgado recentemente, segundo o IDsus, Minas tem o melhor sistema de saúde pública de toda a região Sudeste e o quarto do Brasil. Fica  atrás apenas dos estados do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, estados muito menores, mais ricos e homogêneos.

Como se vê, resultado pra Estadão nenhum botar defeito.

Conheça mais sobre o Choque de Gestão aqui.

Anúncios