Arquivos do Blog

Governo de Minas: Alberto Pinto Coelho inaugura rodovia em Senador Amaral

A estrada de 18,2 quilômetros liga Senador Amaral à cidade de Cambuí

Marco Evangelista/IOF
imagem.titleO vice-governador Alberto Pinto Coelho inaugurou, nesta sexta-feira (22), no município de Senador Amaral, no Sul de Minas, a rodovia AMG-295, que leva o nome de José Nilton de Almeida, primeiro prefeito do município. A estrada de 18,2 quilômetros liga Senador Amaral à cidade de Cambuí. A obra foi realizada pelo Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) e custou R$ 10,3 milhões.

Em seu pronunciamento, o vice-governador destacou que a estrada asfaltada é um eixo de desenvolvimento. “Hoje, os caminhões podem sair tranquilamente de madrugada para levar a produção agrícola para a Ceasa de São Paulo. Aproveito a oportunidade para reafirmar o compromisso do governador Anastasia, meu e do Governo de Minas com a cidade de Senador Amaral”, afirmou.

O prefeito de Senador Amaral, Herculano de Freitas Baião, agradeceu o apoio do Governo do Estado. “Depois de muitos anos de dificuldades, com a antiga estrada de terra, inauguramos a rodovia AMG-295, que vai facilitar nossas vidas e encurtar as distâncias entre Senador Amaral e os municípios da região. Quero agradecer especialmente o vice-governador Alberto Pinto Coelho. O que antes era apenas um sonho, hoje se torna uma realidade em nossas vidas”, afirmou o prefeito de Senador Amaral

O secretário de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Bilac Pinto, ressaltou a importância do ProAcesso. Trata-se de um marco na história política de Minas Gerais como gestão pública, onde foram ligadas 225 cidades mineiras. É um programa extremamente importante, que melhorou a qualidade de vida em todos os municípios”, destacou. Participaram também da solenidade o secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, e o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG), José Elcio Santos Monteze.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/alberto-pinto-coelho-inaugura-rodovia-em-senador-amaral/

Gestão Eficiente: combate ao transporte ilegal bate recorde de apreensões no Norte de Minas

Operação realizada pelo DER-MG para coibir a clandestinidade do transporte rodoviário apreende mais de 60 veículos

Mário Chrispim / DER-MG
Em cinco dias de abordagens, foram apreendidos 66 veículos em situação irregular
Em cinco dias de abordagens, foram apreendidos 66 veículos em situação irregular

O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG), por meio de sua Diretoria de Fiscalização, vem realizando, na região do Norte de Minas, uma série de blitze para combater o transporte clandestino de passageiros. As blitze que começaram domingo (17) bateram um recorde de apreensões de transportadores clandestinos no interior do Estado. O recorde de apreensões, que antes era de 21 apreensões de veículos realizando transporte ilegal, em cinco dias de abordagens e passou a ser de 66.

Denominada pelo DER-MG de “Operação Catedral” por fazer referência à praça de onde parte o maior volume de veículos clandestinos na cidade de Montes Claros, para alcançar o expressivo número de apreensões, começou a ser planejada em fevereiro desde ano com realizações de diversas reuniões entre promotores, juízes, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar Rodoviária, prefeituras e Agência Nacional de Transportes Terrestres.

Para o diretor de Fiscalização do DER-MG, João Afonso Baeta Costa Machado, “mais importante do que a quebra de recorde de apreensões, é a migração dos usuários do transporte clandestino para o regular, pois segundo levantamentos feitos por nós, a operação refletiu em um aumento de 40% no volume de usuários do sistema regular”. Segundo Baeta, isto demonstra o quanto o sistema irregular está prejudicando aqueles que trabalham dentro da legalidade.

Operação Catedral

Agentes a paisana de diversas instituições passaram três meses utilizando os serviços dos transportadores ilegais para mapear os hábitos desde o primeiro passo que é o aliciamento de cidadãos para a venda de passagens ilegais até as possibilidades de rotas de fuga das blitze, e até mesmo a criação de pontos de embarque e desembarque proibidos.

“Quando estes veículos começam a sair para as viagens já temos em nossas mãos suas placas características, volume de passageiros, enfim, uma gama de informações que os impossibilitem uma fuga de nossa fiscalização, o que proporciona aos nossos fiscais abordarem, multarem e apreenderem os clandestinos com a máxima precisão” detalhou Baeta. “Até mesmo, membros da nossa equipe de fiscalização, só fica sabendo onde atuarão minutos antes de iniciar as blitze daquele horário, como forma de preservar a segurança dos participantes e métodos de operação semelhante ao da guerrilha”, acrescentou o diretor.

Sem data para encerrar, a “Operação Catedral” já conseguiu causar impacto negativo na rede de transportadores clandestinos de 165 cidades da região do Norte de Minas. Dados do DER-MG estimam que em toda Minas Gerais existam cerca de 20 mil transportadores irregulares, e que 40% atuem na área de influência de Montes Claros, Pirapora, Salinas, Januária, Janaúba, Brasília de Minas, Diamantina e Curvelo.

Até o momento foram realizados aproximadamente mais de 550 transbordos de passageiros de veículos apreendidos no transporte ilegal, para ônibus do sistema regular. “Nosso objetivo com este tipo de operação não é prejudicar o cidadão que inadvertidamente optou por um meio de deslocamento que coloca em risco sua vida, por isto eles são encaminhados para realizarem o restante de sua viagem em ônibus do sistema regular sem que ele tenha que arcar com qualquer custo” explicou Baeta.

Legislação e multas

Quando os veículos utilizados pelos transportadores clandestinos são surpreendidos pela fiscalização do DER-MG, são aplicadas as penalidades da Lei 19.445/11, que prevê multa de R$ 1.164,55 e cobrança em dobro do valor no caso de reincidência; apreensão do veículo; liberação do veículo apenas após o pagamento de todas as despesas relativas ao guincho, diárias de apreensão, além de todas as multas pendentes do infrator; abertura de processo administrativo e até mesmo o enquadramento do infrator no Art. 301 do Código de Processo Penal para quem é flagrado realizando transporte clandestino.

No caso do transporte clandestino ser realizado por táxi, é utilizado o Decreto nº 44.035/05, pois a instituição não pode autorizar viagens intermunicipais regulares por taxi, em virtude de não estar incluído no, que normatiza a matéria. Outra questão também observada é o transporte remunerado realizado por veículos particulares, pois estes ao não serem habilitados a cobrar por qualquer transporte, o condutor pode ser enquadrado por exercício ilegal da profissão.

Educação do usuário do transporte clandestino

O trabalho da Diretoria de Fiscalização do DER/MG não se limita apenas as ações de coibição do transporte clandestino, mas, também, realiza eventos de conscientização da população alertando que este tipo de deslocamentos irregulares coloca em risco a vida do cidadão ao não oferecer viagens com qualidade e garantias de seguridade. Baeta afirma que já foram detectados e apreendidos transportadores clandestinos dirigindo depois de terem consumido bebidas alcoólicas, inabilitados, e mais grave, com vínculo junto ao contrabando, lavagem de dinheiro e tráfico de drogas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/combate-ao-transporte-ilegal-bate-recorde-de-apreensoes-no-norte-de-minas/

Gestão Anastasia: blitze de combate ao transporte clandestino bate recorde de apreensões no Norte de Minas

O diretor de Fiscalização do DER/MG, João Afonso Baeta Costa Machado, estará em Montes Claros, nesta quinta-feira (21), à disposição da imprensa

O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG) realiza uma série de blitze de combate ao transporte clandestino de passageiros no Norte de Minas.

Em apenas dois dias de abordagens, foram apreendidos 40 veículos, entre ônibus, vans e taxis, de cidades como Montes Claros, Francisco Sá, Brasília de Minas, Bocaiúva e Pirapora. Esse é um número recorde, pois, em cidades do interior mineiro, nunca haviam sido apreendidos tantos veículos em apenas dois dias de operação. Até então, o número máximo de apreensões era de dez veículos.

Nesta quinta-feira (21), a partir das 9h, o diretor de Fiscalização do DER/MG, João Afonso Baeta Costa Machado, estará em Montes Claros, à disposição da imprensa da região para tirar dúvidas e conversar sobre as operações que estão ocorrendo em todo o Estado.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/blitze-de-combate-ao-transporte-clandestino-bate-recorde-de-apreensoes-no-norte-de-minas/

Gestão Anastasia: Governo de Minas conclui pavimentação do segundo maior trecho do Programa ProAcesso

A rodovia de acesso à cidade de Chapada Gaúcha tem 94,5 quilômetros de extensão

O Governo de Minas, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), concluiu a pavimentação do segundo maior trecho do Programa de Pavimentação de Ligações e Acessos Rodoviários aos Municípios (ProAcesso). Trata-se do acesso ao município de Chapada Gaúcha, na região Noroeste do Estado, com 94,5 quilômetros de extensão. A rodovia pavimentada liga os municípios de Arinos e Chapada Gaúcha, e demandou aporte de R$ 60 milhões em recursos.

Na avaliação do diretor geral do DER/MG, José Élcio Santos Monteze, o ProAcesso vem atingindo seu objetivo na medida em que oferece mais acessibilidade aos moradores dos municípios beneficiados pelo programa, contribuindo decisivamente para o desenvolvimento econômico e social das cidades.

Com o final das obras de pavimentação, o DER trabalha nos próximos dias nas obras complementares no trecho, com a execução de drenagem e sinalização vertical e horizontal.

Balanço do programa

O programa ProAcesso já pavimentou 5.022 quilômetros de rodovias (92%) desde 2004, com a conclusão de 201 trechos (89%). O maior trecho atendido pelo programa é Formoso, com 122,9 quilômetros de extensão, dos quais 74 já estão pavimentados.

O ProAcesso já atendeu diretamente a cerca de 1,2 milhão de pessoas com um investimento R$ 3,6 bilhões. Prevendo a pavimentação e a ligação dos acessos rodoviários aos municípios, o programa tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento socioeconômico de cidades com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e precária conexão com a rede viária principal, por meio da melhoria e pavimentação da infraestrutura rodoviária de acesso.

Comunidade destaca os benefícios da pavimentação

Para o presidente da Cooperativa Pioneira de Chapada Gaúcha (Cooapi), Vanir Antonio Borgetti, a conclusão do asfalto ligando Chapada Gaúcha a Arinos, que por sua vez liga Chapada Gaúcha a Belo Horizonte e a Brasília, é um dos projetos mais importantes que o município já recebeu na sua história, pois a cidade é uma grande produtora de grãos de soja, milho e também de sementes de capim. Por ano são produzidas mais de 60 mil toneladas de grãos, segundo dados da Cooapi.

A mesma opinião é compartilhada pelo prefeito da cidade, José Raimundo Ribeiro Gomes. Segundo ele, pelo isolamento do município, tudo que era produzido era vendido mais barato e na compra dos insumos tudo era adquirido mais caro, devido ao alto valor do frete cobrado por causa da precariedade das estradas.

O prefeito destaca, ainda, o potencial turístico do município, que está localizado no maior parque nacional do cerrado (Parque Nacional Grande Sertão Veredas) e também das reservas estaduais Serra das Araras e Veredas do Acari. “A ligação asfáltica contribuirá muito para a melhoria da qualidade de vida dos chapadenses, pois, naturalmente, a população terá mais acesso a educação (universidades) e também terá melhor atendimento na saúde, contribuído assim para o aumento do IDH e superando a pobreza e a miséria”, destacou.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-conclui-pavimentacao-do-segundo-maior-trecho-do-programa-proacesso/

Governo de Minas: DER realiza blitze nos Vales do Mucuri e Jequitinhonha para coibir o transporte clandestino

As ações também contam com eventos de conscientização aos motoristas e alerta à população

O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG) vem realizando, desde o último domingo (09), na região de Teófilo Otoni (Vale do Mucuri e Jequitinhonha), uma série de blitze para coibir o transporte clandestino na área. Até o momento seis veículos realizando transporte ilegal de passageiros foram apreendidos, 28 autos de infração foram lavrados e 250 pessoas tiveram que realizar transbordos para ônibus do sistema regular.

O Diretor de Fiscalização do órgão, João Afonso Baeta Costa Machado, está na região desde essa quarta-feira (13), acompanhando as ações de fiscalização, que contam com a parceria da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, agentes da Agência Nacional de Trasportes Terrestres (ANTT), Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (DNIT), promotores, juízes e delegados.

“As blitze realizadas nos últimos dias, proporcionaram um aumento de aproximadamente 40% no volume de passageiros nas linhas do sistema regular e nosso objetivo é manter este nível” afirma Baeta. Ele também informa que as blitze são itinerantes e podem se deslocar para cidades pólos como Governador Valadares, Pedra Azul, Jequitinhonha, Araçuaí, Salinas e Capelinha.

Todas as ações de combate ao transporte clandestino são baseadas na aplicação da Lei 19.445/11, que prevê multa de R$ 1.090,00 e cobrança em dobro do valor no caso de reincidência; excesso de pessoas transportadas; apreensão do veículo; liberação do veículo apenas após o pagamento de todas as despesas relativas ao guincho, diárias de apreensão, além de todas as multas pendentes do infrator; abertura de processo administrativo e até mesmo o enquadramento do infrator no Art. 301 do Código de Processo Penal para quem é flagrado realizando transporte clandestino.

Na visão de Baeta, “o combate ao transporte irregular é uma forma de proteger o cidadão de sua decisão de, ao utilizar este meio de deslocamento por questão de preço, comodidade e rapidez, ele colocar em risco sua integridade física”. “Aqueles que visam apenas o lado financeiro esquecem a máxima: o barato sai caro e pode significar a vida daquele que faz esta opção”, reforça.

O trabalho da Diretoria de Fiscalização do DER/MG não se limita apenas as ações para coibir o transporte clandestino, mas também realiza eventos de conscientização e alerta à população. Segundo Baeta, já foram detectados e apreendidos transportadores clandestinos dirigindo depois de consumirem bebidas alcoólicas, inabilitados e com vínculo com o contrabando, lavagem de dinheiro e tráfico de drogas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/der-realiza-blitze-nos-vales-do-mucuri-e-jequitinhonha-para-coibir-o-transporte-clandestino/

Governo de Minas: Alberto Pinto Coelho entrega obra em rodovia de Sabará

Governo de Minas investiu R$ 6 milhões na revitalização da rodovia MG-5

Omar Freire/Imprensa MG
Vice-governador entrega as obras de reformas na MG-5
Vice-governador entrega as obras de reformas na MG-5

O vice-governador Alberto Pinto Coelho entregou, neste domingo (03), as obras de reforma de trecho da rodovia MG-5, em Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). O Governo de Minas investiu R$ 6 milhões na revitalização do trecho de 13 quilômetros que liga Sabará a Belo Horizonte.

“Estamos aqui em nome do governador Antonio Anastasia para entregar essa obra de grande importância. Temos, aqui, um tráfego intenso e temos que trazer não só o asfalto de boa qualidade, mas toda sinalização de trânsito para proporcionar segurança para a população”, disse Alberto Pinto Coelho que também ressaltou que o Governo de Minas tem olhar permanente, ações e planejamento dirigidos para o desenvolvimento dos municípios do Estado.

Na reforma foram efetuados serviços de saneamento do pavimento, com retirada de detritos, recomposição de pontos danificados, foi colocada uma nova camada asfáltica em todo o percurso e foram acertados todos os pontos de drenagem e melhoria na sinalização.

O diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), José Élcio Monteze, destacou a preocupação ambiental com o material usado na obra. “Essa reforma foi executada com o asfalto ambientalmente correto, que é o asfalto borracha. O asfalto contém borracha de pneu fracionada e moída adicionada à massa. Esse asfalto tem uma durabilidade maior”, disse

O prefeito de Sabará, William Borges, agradeceu o Governo de Minas pela realização da obra, “que trouxe mais segurança para os cidadãos sabarenses e também para aqueles que vêm a Sabará.”

Durante o evento, o vice-governador Alberto Pinto Coelho também deu a bandeirada para a largada do “II Passeio Ciclístico Desfrutando a Nossa Sabará em Duas Rodas”, que contou com a participação de cerca de 1.100 ciclistas. O objetivo do passeio ciclístico foi demonstrar a importância da rodovia MG-5 para o município.

Também participou da inauguração da reforma do trecho da MG-5 o secretário de Estado Extraordinário de Regularização Fundiária, Wander Borges.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/alberto-pinto-coelho-entrega-obra-em-rodovia-de-sabara/

Governo de Minas: fiscalização do DER retira de circulação 27 ônibus reprovados em vistoria

O órgão estadual também fechará o cerco ao transporte clandestino em Minas Gerais

Bernadete Amado
A Operação Esmeraldas, que foi realizada na rua Tupinambás, em Belo Horizonte, vistoriou 40 veículos
A Operação Esmeraldas, que foi realizada na rua Tupinambás, em Belo Horizonte, vistoriou 40 veículos

O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG) realizou, na manhã desta segunda-feira (7), operação denominada Esmeraldas, nas linhas do sistema metropolitano que transitam na rua Tupinambás, próximo ao shopping popular, na região Central de Belo Horizonte. A ação resultou na retirada de circulação 27 ônibus e foi deflagrada em função de reclamações dos usuários.

A operação Esmeradas, que foi realizada das 6h da manhã até o início da tarde, surpreendeu os concessionários das empresas de transporte regular intermunicipal. Foram abordados 40 veículos, dos quais 27 retirados de circulação em função de problemas como: ausência de suspensão e amortecedores, para-brisas trincados, pneus carecas, vazamento de óleo no sistema de roda, motor e caixa de marcha, extintores descarregados, veículos sem barra estabilizadora e sem disco tacográfico, roletas sem lacres, entre outros problemas detectados pelos fiscais do DER/MG.

Na avaliação do diretor de Fiscalização do DER/MG, João Afonso Baeta Costa Machado, “a reprovação de 66% dos ônibus é um sinal de alerta para que as empresas melhorem a qualidade do serviço ofertado”.

Sempre que o DER/MG recebe denúncias, por meio de e-mail ou pela central de telefone 155 / opção 6, referente a algum veículo de transporte regular, este é retirado de circulação e são vistoriadas as condições de higiene, conforto dos assentos, treinamento do motorista, suspensão, direção, freios e parte elétrica.

Transporte Clandestino

“O DER não vai dar trégua aos transportadores clandestinos que atuam em Minas Gerais”, afirmou Baeta. Durante a semana que passou, o diretor de Fiscalização do órgão visitou promotores e autoridades das cidades de Pirapora, Montes Claros e Diamantina para juntos planejarem o aumento e a intensidade das blitze nas regiões.

Para fechar ainda mais o cerco ao transporte clandestino, João Baeta percorrerá desta segunda (7) até quarta-feira (09/05), os gabinetes de promotores, juízes e agentes de trânsito de cidades polo das regiões do Jequitinhonha/Mucuri e Rio Doce. “Com o apoio das entidades visitadas, o DER parte agora para planejar ações simultâneas, coordenadas e ostensivas nas rodovias onde há maior incidência de transporte clandestino”, acrescentou o diretor.

O DER/MG de posse de dados coletados e a inclusão de fiscais infiltrados como passageiros dentro dos veículos clandestinos, utilizará de táticas de inteligência, onde o transportador ilegal nunca saberá o ponto que será abordado por uma blitz.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/fiscalizacao-do-der-retira-de-circulacao-27-onibus-reprovados-em-vistoria/

Governo de Minas: DER/MG comemora 66 anos de atividades nesta sexta-feira

Órgão foi responsável pela execução de vários programas importantes no Estado, como o Proacesso e o ProMG

Bernadete Amado / DER
Levar asfalto a todos municípios mineiros foi um dos maiores desafios concluídos pelo DER/MG
Levar asfalto a todos municípios mineiros foi um dos maiores desafios concluídos pelo DER/MG

O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG) comemora, nesta sexta-feira (04), 66 anos de atividades. Desde 1946, o órgão tem como marca de sua história a vanguarda no setor rodoviário nacional e vem cumprindo importante trajetória na área logística ao ampliar a rede rodoviária pavimentada e recuperar as rodovias existentes através de programas estruturadores do Governo de Minas. Neste sentido, destacam-se o Proacesso, que visa ligar por asfalto todos os municípios ainda sem acesso pavimentado, o ProMG, que recupera e mantém em boas condições as estradas mineiras pavimentadas, e mais recentemente o programa Caminhos de Minas.

“Como funcionário de carreira do DER/MG, sou, como muitos outros, testemunha ocular do papel desempenhado pelo departamento no desenvolvimento do nosso Estado. Nesses 66 anos de história, que hoje comemoramos, o DER nunca faltou à sua destinação precípua de traçar os caminhos de Minas, unindo todos os municípios através de uma malha rodoviária de excelente qualidade técnica. A visão de progresso e desenvolvimento dos nossos governantes, especialmente nos governos Aécio Neves e Antonio Anastasia, se torna realidade e se alicerça”, declarou o diretor geral do DER, engenheiro José Elcio Santos Monteze.

Monteze destaca ainda a importância de toda a equipe do DER, dos diretores ao mais humilde funcionário, sem cuja dedicação, empenho, amor ao trabalho e competência, o órgão não teria superado tantos desafios.

Na avaliação do secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles,  comemorar 66 anos de atividade ininterrupta é um atestado indiscutível de excelência dos serviços prestados ao nosso Estado pelo DER/MG. “Mais de meio século promovendo o desenvolvimento, o progresso, o transporte, o escoamento da produção, diminuindo distâncias, irmanando comunidades, tornando possível a integração de todos os rincões desta nossa Minas Gerais.  Parabéns ao DER, ao seu corpo técnico,  aos seus funcionários, a todos os que hoje estão aqui, aos que já se foram e deixaram um legado de competência, amor ao trabalho e visão de futuro”, disse o secretário.

Em Belo Horizonte, a programação do aniversário do DER/MG começa às 9 horas, na sede do órgão (avenida dos Andradas 1120, Centro), com hasteamento das bandeiras e apresentação da Banda de Música da Polícia Militar de Minas Gerais.

Resultados

Nos últimos anos, foram mais de cinco mil quilômetros de novas rodovias, somente no Processo, com a ligação por asfalto a 200 municípios. Em manutenção e recuperação permanente com o ProMG, em contratos de quatro anos, existem mais de 5,7 mil quilômetros atendidos.

Elcio Monteze destaca ainda o salto quantitativo e qualitativo da malha estadual mineira “Saímos de aproximados 14 mil quilômetros e chegamos a mais de 20,3 mil quilômetros de rodovias pavimentadas em Minas. Com o programa Caminhos de Minas, a perspectiva é de acrescentar à malha rodoviária estadual pavimentada mais de sete mil quilômetros de novas rodovias pavimentadas”, destacou.

A dimensão do trabalho desenvolvido pelo DER/MG, divididos por 40 coordenadorias regionais espalhadas por todo o Estado, vai muito além de ser apenas um órgão construtor e gerenciador de estradas, acumulando a responsabilidade pela fiscalização do transporte de cerca de sete milhões de passageiros por mês entre as cidades mineiras, e outros 18 milhões de pessoas mensalmente na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Nos últimos anos, o DER instalou 218 radares nas rodovias mineiras. Esta ação está prevista no programa estruturador de Aumento de Capacidade de Segurança dos Corredores de Transporte (Proseg), cujo objetivo é aumentar a segurança nas rodovias estaduais mineiras.

Está em andamento a licitação do maior conjunto de obras previsto no Pro-MG. O sistema será implantado ao longo do corredor da BR-120 e vias alimentadoras, além de toda a malha pertencente a 12ª Coordenadoria Regional do órgão, em Itabira. São 38 segmentos rodoviários, que passarão por obras de recuperação e manutenção através de um contrato de quatro anos, em uma extensão total de 939,55 quilômetros.

Consciente do papel que deve desempenhar junto ao público, o DER mantém um planejamento voltado ao aprimoramento dos padrões de eficiência, qualidade e segurança para os usuários das rodovias mineira, seguindo as metas do Governo de Minas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/dermg-comemora-66-anos-de-atividades-nesta-sexta-feira/

Governo de Minas: DER/MG realiza operação contra transporte clandestino em Pirapora

Em quatro dias de operação, foram apreendidos nove ônibus de operadoras irregulares

Divulgação/DER
Operação Benjamim Guimarães realiza blitze regulares para combater transporte clandestino de passageiros
Operação Benjamim Guimarães realiza blitze regulares para combater transporte clandestino de passageiros

Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG) está realizando em Pirapora, no Norte de Minas, blitze regulares para combate ao transporte clandestino de passageiros. A operação denominada “Benjamim Guimarães” – uma alusão ao vapor que navega pelo Rio São Francisco e símbolo da cidade – começou no último dia 26 e termina neste sábado (31).

A operação Benjamim Guimarães é resultado de reuniões com empresários do setor de transporte coletivo, sindicatos, Polícia Militar de Minas Gerais, Polícia Civil, Ministério Público, Secretaria da Fazenda e órgãos públicos municipais, que traçaram ações integradas intensivas e ostensivas de combate ao transporte irregular de passageiros na Região do Norte de Minas.

Em quatro dias de operação, foram apreendidos nove ônibus de operadoras irregulares. Além de terem os veículos apreendidos, oito transportadores foram autuados pelo Decreto 44.035/05 e nove caracterizados na Lei 19.445/11, sendo que um deles possuía a placa de táxi. Por causa da apreensão dos veículos clandestinos, 180 passageiros tiveram de ser transbordados para ônibus do sistema legal.

Operação

Agentes a paisana do DER monitoram desde o primeiro passo dos transportadores clandestinos, que começam com o aliciamento de cidadãos para a venda de passagens ilegais e em seguida partem para a  criação de pontos de embarque e desembarque proibidos. Ao saírem para a viagem, placas e características dos veículos ilegais são repassadas à central de monitoramento e, nas estradas, para que fique evidente a prática ilegal, eles são abordados, multados e apreendidos.

“Quando empresas desse tipo agem, estão colocando os passageiros em risco e lesando diretamente as empresas que andam com a documentação em dia” advertiu o Diretor de Fiscalização do DER/MG, João Baeta Costa Machado.

Os transportadores ilegais flagrados sofrem a aplicação da Lei 19.445/11, que prevê multa de R$ 1.164,55 e cobrança do dobro do valor no caso de reincidência; apreensão do veículo; liberação do veículo apenas após o pagamento de todas as despesas relativas ao guincho, diárias de apreensão, além de todas as multas pendentes do infrator; abertura de processo administrativo e até mesmo o enquadramento do infrator no Art. 301 do Código de Processo Penal para quem é flagrado realizando transporte clandestino.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/dermg-realiza-operacao-contra-transporte-clandestino-em-pirapora/

Governo de Minas: campanha “Sou pela Vida” reduz em 12% os acidentes no primeiro trimestre do ano em BH

A campanha abordou 15.360 veículos de 14 de julho de 2011 a 29 de março de 2012

Renato Cobucci/Imprensa MG
As ações da campanha são realizadas de forma integrada entre a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal e BHTrans
As ações da campanha são realizadas de forma integrada entre a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal e BHTrans

Nos três primeiros meses de 2012, houve redução de 12% dos acidentes de trânsito na capital mineira em comparação com o mesmo período do ano passado. A diminuição é resultado da campanha “Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida”, que há oito meses faz parte da rotina dos belohorizontinos. Desde o seu lançamento, a campanha, que visa coibir a mistura álcool e direção, já abordou mais de 15 mil motoristas em Belo Horizonte, sendo cerca de 1.300 autuados por embriaguez, incluindo crimes e infrações de trânsito.

Em números absolutos, foram registrados 16.296 acidentes de trânsito no primeiro trimestre de 2011, contra 14.279 no mesmo período de 2012, com as blitze já em pleno funcionamento. A redução é de 12,38%. Quando o recorte é acidentes de trânsito com vítima, a diminuição é de 12,55%, sendo 3.617 acidentes no primeiro trimestre de 2011, contra 3.163 em 2012. Os acidentes de trânsito sem vítima passaram de 12.679 para 11.116, uma redução de 12,33%.

Conscientização

Para o secretário-ajunto de Defesa Social, Robson Lucas da Silva, a mobilização das polícias, juntamente com a contribuição da Guarda Municipal, tem contribuído sensivelmente para a redução dos índices de acidentes. “Participei das abordagens da campanha nas últimas três semanas e tenho percebido que muitos frequentadores dos locais onde há grande concentração de bares estão usando táxis e também o transporte coletivo como alternativa à direção. Isso mostra que a fiscalização tem inibido e desencorajado o motorista a dirigir após fazer uso de bebida alcoólica, o que pode causar graves acidentes”, revela.

O secretário-adjunto ressalta ainda que a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) está preocupada com a conscientização dos motoristas. “Estamos trabalhando o aspecto pedagógico e não somente o repressivo. Não podemos abrir mão de fazer cumprir a lei, que pune quem dirige sob efeito do álcool, mas estamos atentos também à necessidade de conscientizar a população de que bebida e direção não combinam”. Robson Lucas explica que as blitze tem caráter fiscalizador e pedagógico ao mesmo tempo. “O meu sentimento é de que a campanha está surtindo um duplo efeito: aquele que insiste em desrespeitar a lei é punido e os demais estão cientes de que ao beber e dirigir colocam em risco as próprias vidas e também as vidas de outras pessoas”.

Abordagens

A campanha “Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida” abordou 15.360 veículos de 14 de julho de 2011 a 29 de março de 2012. Nesse período, 1.333 motoristas foram autuados, sendo 356 por crimes de trânsito (nível de álcool no sangue acima de 0,34 mg/l) e 977 por infrações de trânsito (nível de álcool no sangue entre 0,14 e 0,33 mg/l ou, após 5 de agosto, quando não soprar o bafômetro passou a ser passível de punição, infrações por recusa do etilômetro). O índice de recusas ao teste é de 3,03%.

As ações da campanha “Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida” são realizadas de forma integrada entre a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal e BHTrans, e têm horários e dias flexíveis, acontecendo preferencialmente de quarta-feira a domingo. Semanalmente, uma equipe com representantes das corporações se reúne para definir os próximos locais de abordagens, baseada na avaliação de pontos onde há grande concentração de bares e também onde, estatisticamente, acontecem mais acidentes com pessoas alcoolizadas ao volante.

A Secretaria de Estado de Defesa Social coordena a campanha, que é resultado do trabalho do Comitê Gestor de Trânsito, criado, em fevereiro de 2011 pelo governador Antônio Anastasia, para diminuir o número de vítimas do trânsito. O comitê é composto por cerca de 30 instituições ligadas ao trânsito, como Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Polícia Rodoviária Federal (PRF), entre outros.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/campanha-sou-pela-vida-reduz-em-12-os-acidentes-no-primeiro-trimestre-do-ano-em-bh/