Arquivos do Blog

Gestão em Minas: DER dá dicas para motoristas que vão pegar estrada no Carnaval

Motoristas devem ficar atentos às condições das estradas para checar se há alguma interrupção ou obra
Bernadete Amado
A MG-010, que vai até a Serra do Cipó, está com tráfego normal
A MG-010, que vai até a Serra do Cipó, está com tráfego normal

Os motoristas que vão pegar a estrada no feriadão devem ficar atentos às condições das estradas para checar se há alguma interrupção ou obra. O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) disponibiliza três canais para os usuários consultarem sobre as vias sob sua jurisdição, as MGs: o site http://www.der.mg.gov.br; o telefone 155, opção 6, para quem ligar de telefone fixo, e o número (31) 3303-7999, para quem fizer a ligação de um aparelho celular ou de outros estados.

Com o objetivo de proporcionar segurança aos motoristas e passageiros nas rodovias estaduais mineiras, o DER-MG vai restringir, no feriado de Carnaval, a circulação nos trechos rodoviários de pistas simples das Combinações de Veículos de Carga (CVC), das Combinações de Transporte de Veículos (CTV) e das cargas indivisíveis, nos dias 17 (sexta-feira) e 21 (terça-feira) de 16 às 24 horas e nos dias 18 (sábado) e 22 (quarta-feira) de 6 às 12 horas.

Durante o feriado, o DER-MG permanecerá em regime de plantão em suas 40 coordenadorias regionais, com técnicos mobilizados para deslocamento ao local o mais rapidamente possível. Em no máximo 24 horas, dependendo do tipo de ocorrência, homens e máquinas vão providenciar a liberação do tráfego, removendo obstáculos, implantando desvios ou sinalizando rotas alternativas.

Rodovias estaduais

O acesso ao Sul da Bahia, um dos muitos destinos procurados por quem quer curtir o Carnaval, principalmente para os mineiros que partem das regiões metropolitanas de Belo Horizonte, Rio Doce, Jequitinhonha e Mucuri -, a BR-418, atualmente delegada ao DER-MG, exige a atenção dos motoristas nos quilômetros 12, 24, 70 e 91, onde o tráfego está em meia pista.

Para quem tem como destino Ouro Preto, o trecho da MG-262, que liga a cidade a Ponte Nova, nos quilômetros 46 e 47 o trânsito está em meia pista devido a erosões no aterro, mas os locais estão sinalizados e o tráfego está fluindo normalmente. No segmento Ouro Branco – Ouro Preto, na chegada de Saramenha, existem algumas quedas de barreira, mas elas já estão sendo retiradas e o tráfego está normal.

Na MG-050, que dá acesso ao Sudoeste do Estado e à represa de Furnas, e na BR-383, rodovia federal delegada ao DER-MG, que dá acesso, pela BR-040, a São João del-Rei e Tiradentes, o trânsito está normal. As rodovias estaduais que dão acesso à Diamantina também estão em boas condições de tráfego. Na Zona da Mata, área muito atingida pelas últimas chuvas, a MG-285, que liga Cataguases ao entroncamento da BR-120, sentido Leopoldina, a Ponte Camargos, sobre o Rio Pomba, está interditada. O DER-MG já iniciou os trabalhos de recuperação e o tráfego está sendo feito a partir do entrocamento da MG-285, passando pela MGC-120, entroncamento com a MG-447 até Cataguases.

RMBH

Na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), as MGs 010, 020 e 030 vão exigir a atenção dos motoristas. A MG-010, que vai até a Serra do Cipó, está com tráfego normal. O único ponto de ocorrência é próximo a Vespasiano, na pista lateral, sem haver interferência no trânsito da pista principal da rodovia. No acesso a Santa Luzia, pela MG-020, Km 13,5, há uma erosão na pista, que se encontra sinalizada e com as obras de recuperação já em fase de execução.

Na rodovia MG-030, no trecho entre o viaduto da rede ferroviária (Belo Horizonte) até Nova Lima, os problemas atuais, nos quilômetros 14, 18 e 27, foram provocados pelo período de chuvas intensas, ocorridas em janeiro deste ano. Desde 2002, o trânsito neste segmento foi beneficiado e ganhou mais qualidade com a obra de duplicação executada pela Prefeitura de Nova Lima. Em 2010, o trecho foi incluído dentro do Programa de Recuperação e Manutenção Rodoviária (Pro-MG) do DER-MG.

No quilômetro 14 houve o abatimento da pista direita, provocado por infiltração de água do lençol freático, ocasionando o rompimento de aterro e a necessidade de desviar o tráfego para a pista da esquerda, sentindo Belo Horizonte. O DER-MG já concluiu os estudos de campo – topográficos e geotécnicos -, e, no momento, realiza projeto de engenharia. A expectativa da conclusão desta fase é para o dia 29 de fevereiro.

No quilômetro 27, houve o rompimento de um aterro provocado. O local está em meia pista e já foram concluídos os estudos técnicos para elaboração de projeto de engenharia que se encontra em andamento. No quilômetro 18, o abatimento da pista do lado direito deixou o tráfego em meia pista e as obras de recuperação já foram iniciadas no dia 13 deste mês.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas Gerais prepara Diamantina para um Carnaval sem dengue

Turistas estão surpresos com as ações do combate à dengue realizadas pela Secretaria de Estado de Saúde

Alessandra Maximiano
Luana Pinheiro Gomes, 12 anos, trocou pneus por cadernos
Luana Pinheiro Gomes, 12 anos, trocou pneus por cadernos

Diamantina já está recebendo os turistas de várias regiões do Brasil para o Carnaval que, além se informarem sobre a cidade, estão surpresos com as ações do combate à dengue realizadas pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) nos últimos dias.

Nesta quinta-feira (16), último dia da ação, muitos turistas que chegavam se aproximavam do Dengômetro para obter informações. Ana Carolina Guedes chegou de Belo Horizonte e se surpreendeu. “Já tinha visto essas atividades em alguns bairros de Belo Horizonte, mas não sabia que no interior também eram realizadam. Acho muito interessante, pois a dengue deve ser combatida por todos e em todos os lugares”, afirmou.

Outra ação foi um pequeno laboratório que mostra o ciclo do mosquito da dengue. Crianças e adultos se aproximavam do local onde técnicos da Superintendência de Saúde de Diamantina explicavam as fases do mosquito e os sintomas da doença.

Luana Pinheiro Gomes, 12 anos, passou pela segunda vez pelo Dengômetro. No primeiro dia de atividade, na quarta-feira (15), entregou 30 garrafas pet e hoje voltou ao mesmo local e, com a ajuda do pai, levou oito pneus. Os pneus foram trocados por cadernos que serão usados por Luana no início das aulas. “A iniciativa é ótima. Estes pneus estavam ocupando espaço no quintal de casa e é bom saber que estamos fazendo uma boa ação e livrando a nossa família desta doença”, afirmou José Antônio  Pinheiro, pai de Luana.

Desde quarta-feira, os moradores e visitantes estão se dirigindo à Praça do Seminário, localizada próxima à rodoviária da cidade, para trocar objetos. A ação faz parte das atividades do “Carnaval nas cidades históricas” e conta com a parceria da prefeitura, que mobiliza as pessoas por meio de carros de som, avisos nas igrejas e nos principais pontos de comércio. Todo o material recolhido será doado para a Cooperativa de Catadores de Material Reciclável de Diamantina.

Nove cidades já receberam o Dengômetro e o Dengue Móvel neste período pré-carnaval: São João del-Rei, Pompéu, Pirapora, Sabará, Ouro Preto, Itabirito, Mariana, Abaeté e Diamantina.

Fonte: Agência minas

Gestão da Saúde: Força-tarefa de combate à dengue mobiliza Pompéu para o Carnaval

Secretaria de Saúde contará com o Dengue Móvel, caminhão que trocará lixo reciclável por material escolar, e o Dengômetro, espaço de convivência e de acesso às informações sobre a dengue

Com o objetivo de mobilizar os municípios mineiros que recebem grande quantidade de foliões durante o período do Carnaval, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), em parceria com a prefeitura de Pompéu, promove a mobilização dos moradores e a circulação de informações sobre a dengue até sexta-feira (10).

Nos dias 9 e 10 de fevereiro, das 9h às 13 horas, na Praça Carlos Elói, no centro da cidade, haverá ação de troca de materiais que podem ser tornar possíveis focos de dengue por material escolar. A ação vai reforçar a guerra contra a dengue, além de estimular a participação ativa da população que pode eliminar possíveis focos da doença em suas residências.

Para isso, a SES-MG contará com o Dengue Móvel, caminhão que trocará lixo reciclável (latas, garrafas pets e pneus) por material escolar (borrachas, lápis e cadernos). E o Dengômetro, espaço de convivência e de acesso às informações sobre a dengue, instalado nos pontos de maior movimentação de pessoas. A lógica da troca adotada no município será para cada lata (1 borracha), para cada pet (1 lápis) e para cada pneu (1 caderno). As ações de mobilização acontecem no município desde 23 de janeiro.

Fonte: Agência Minas

Gestão da Saúde: Secretaria de Saúde mobiliza cidade de Nova Lima contra a dengue

O município da Região Metropolitana de Belo Horizonte recebeu o Balanço Geral nos Bairros
Alexandre Ribeiro
O grupo de teatro Saúde em Cena apresentou a peça Deu a louca no mundo da fantasia
O grupo de teatro Saúde em Cena apresentou a peça Deu a louca no mundo da fantasia

O município de Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, recebeu mais uma edição do Balanço Geral nos Bairros. O evento, promovido pela TV Record Minas em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), foi realizado nesse sábado (4), no Espaço Cultural Nova Lima, e contou com diversas atividades sociais e recreativas.

A SES deu suporte ao evento com a presença do Dengômetro – espaço de convivência e de acesso às informações sobre a dengue – e do Dengue Móvel – caminhão que troca latas, garrafas pet e pneus por borrachas, lápis e cadernos -, estimulando a população a retirar de casa os objetos que possam se tornar criadouros do mosquito.

A moradora do bairro Boa Vista, Vandalci Ferreira Oliveira, trocou 50 latinhas e 20 pets por lápis e borrachas. “Eu sei que pode ser pouco, mas ajudo da forma como posso. Tenho uma filha que teve dengue ano passado e sei que precisamos fazer tudo que for possível para evitar sofrimentos como o que ela teve”, falou. Quem também saiu do evento com sensação de dever cumprido foi o morador do bairro Retiro, Igor de Souza, que trocou pneus e pets por cadernos e lápis. “É melhor trocar que jogar fora. Evita a dengue e ainda levamos material escolar para os filhos”.

Para o presidente da Associação dos Catadores de Papéis e Materiais Recicláveis de Nova Lima (ASCAP), Leonardo Soares da Cunha, a parceria com a SES no recolhimento dos materiais inservíveis é um benefício para a comunidade. O que para alguns é lixo para outros é meio de vida. “Além de eliminarmos os focos da dengue, estamos contribuindo para a preservação do meio ambiente e gerando renda para os nossos associados”, explicou.

Além das informações do Dengômetro, o público também aprendeu a combater a dengue se divertindo por meio da peça teatral “Deu a louca no mundo da fantasia”, apresentada pelo grupo de teatro Saúde em Cena da SES. No enredo, Porquinho Pedrito e Príncipe de Botas se aliam para conseguir o apoio da população e derrotar a Bruxa Eca e o Lobobô, que espalharam a dengue no mundo mágico e que agora ameaça os lares dos cidadãos. “Gostei muito, ajudei a acabar com a Bruxa e com a dengue”, contou Jonas Duarte, de 9 anos, que durante a apresentação entoou o grito de guerra dos personagens: “Um por todos e todos contra a dengue!”.

De acordo com a referência Técnica em Dengue da SES, Geane Andrade, as ações de mobilização social são vitais, principalmente em períodos de chuvas. “Reforçar a prevenção é essencial, uma vez que as chuvas concentradas previstas para os próximos períodos podem agravar o controle da dengue”, alerta.

Até o momento, foram notificados 3.531 casos de dengue em Minas Gerais neste ano.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: São João del-Rei e Tiradentes mobilizam população contra a dengue

Dengômetro e o dengue móvel estarão nas cidades para levar informações e experiências no combate ao mosquito

Nos dias 9 e 10 de fevereiro, São João del-Rei  e Tiradentes, no Campo das Vertentes, vão reforçar suas ações de combate à dengue, por meio de ações promovidas pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG).

O Dengômetro, espaço para troca de informações e experiências no combate à dengue, e o dengue móvel, veículo que percorre os bairros trocando objetos que poderiam se tornar foco do mosquito por material escolar, estarão nas cidades.

Com uma população aproximada de 85 mil pessoas, São João del-Rei foi uma das cidades históricas castigadas pelas últimas chuvas. Essa situação aumenta a necessidade de informar as pessoas sobre como evitar a proliferação do Aedes aegypti.

Fonte: Agência Minas