Arquivos do Blog

Governo de Minas: Anastasia entrega escrituras da casa própria para mais de 900 famílias em Uberlândia

Governador de Minas também determina a construção de mais duas novas escolas na cidade do Triângulo Mineiro, com investimentos de R$ 7 milhões

O governador Antonio Anastasia entregou, nesta sexta-feira (15), em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, escrituras de imóveis financiados pela Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab Minas) a 928 famílias mineiras. As entregas aconteceram no ginásio do bairro Luizote de Freitas e no Centro Administrativo Municipal.

Acompanhado do prefeito de Uberlândia, Odelmo Leão, do presidente da Cohab, Otacílio Machado Júnior, e do secretário de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Bilac Pinto, o governador Anastasia repassou a seis mutuários, representando as 928 famílias contempladas, o título de propriedade. No ginásio, receberam Alírio Couto Lacerda, Alzemar Alves da Silva e Francisco Sabino de Oliveira. Já na prefeitura, as autoridades fizeram a entrega a Pedro dos Santos, Augusto Mariano da Silva e Antônio Alves de Lima.

Em seu pronunciamento, o governador Antonio Anastasia ressaltou a importância de reconhecer o direto de cada mutuário da Cohab, porque o título de propriedade é o resgate da cidadania plena.

“Essa documentação é fundamental porque ela dá a legítima propriedade, ela permite negociações e dá segurança jurídica ao imóvel, que foi pago com o suor de cada família trabalhadora que aqui está. É a comemoração de mais uma conquista da população de Uberlândia, que conseguiu resgatar aquilo que é tão importante entre nós brasileiros, que é o sonho da casa própria”, afirmou o governador.

O prefeito Odelmo Leão disse que descontadas as 928 escrituras que foram entregues, restam 3.356 contratos da Cohab a serem regularizados. Segundo o prefeito, em parceria com o Governo de Minas, a prefeitura vai se empenhar para entregar os títulos até o fim do ano.

“Nesta cerimônia, o governador Anastasia faz um resgate social a famílias que ajudaram a construir a história da cidade. Temos mais de 3.000 escrituras para entregar até o fim do ano. Em parceria com o Governo de Minas, vamos fazer todo o empenho para resgatar essa dívida com a população de cidade”, disse o prefeito.

Mutirão da escritura

A entrega dos títulos de propriedade da casa própria em Uberlândia faz parte do Mutirão da Escritura, criado, em 2009, pela Cohab Minas, objetivando acelerar o processo de legalização de imóveis já quitados. O trabalho é feito por técnicos da Companhia em parceria com as prefeituras.

Com o Mutirão da Escritura, a Cohab Minas já entregou 6.156 títulos em 15 municípios do Estado. O trabalho está sendo implantado em outras dez cidades. Das 6.156 escrituras liberadas no Estado, 2.942 foram destinadas a mutuários do Triângulo Mineiro, onde já foram contemplados nove municípios: Campina Verde, Campo Florido, Conceição das Alagoas, Frutal, Itapagipe, Iturama, Prata, Uberlândia e Veríssimo. “O Mutirão da Escritura tem em Uberlândia, graças à parceria com o Governo de Minas, um efeito muito positivo”, comentou o governador Anastasia.

O Mutirão da Escritura foi criado para atender a crescente demanda, principalmente após o grande número de quitações antecipadas dos financiamentos com o benefício da Lei 10.150, de 2000, que gerou o pedido de mais de 20 mil escrituras. Segundo a Cohab, há um potencial de entrega de 11.938 escrituras em 33 cidades. Para a realização desse trabalho é fundamental a parceria com as prefeituras.

Obras em escolas

Na prefeitura de Uberlândia, o governador também assinou despacho governamental, determinando à Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), por meio do Departamento de Obras Públicas (Deop), a prioridade na construção, de duas escolas estaduais, nos bairros Shopping Park II e Jardim das Palmeiras. Para as obras serão investidos cerca de R$ 7 milhões pelo Governo de Minas.

De acordo com o governador Anastasia, a construção de mais duas escolas é uma forma de atender à demanda da cidade, que tem registro indicadores positivos de desenvolvimento.

“Uberlândia cresce muito, as crianças têm que ter escolas boas, de qualidade. Essas duas (novas escolas) já estão autorizadas e serão construídas em dois novos bairros. Vamos continuar trabalhando na educação, na saúde e na segurança, para trazermos mais empregos, oportunidades e qualidade de vida”, afirmou.

O prefeito Odelmo Leão lembrou que graças à parceria com o Governo de Minas Uberlândia avança na Educação. Segundo ele, somente no governo Anastasia já foram anunciadas quatro novas escolas para a cidade.

Também participam da cerimônia o ex-governador Rondon Pacheco, o presidente da Câmara Municipal de Uberlândia, vereador Wilmar Resende, os deputados estaduais Luiz Humberto e Liza Prado, entre outras autoridades.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/anastasia-entrega-escrituras-da-casa-propria-para-mais-de-900-familias-em-uberlandia/

Gestão Anastasia: Cohab Minas entrega 200 casas populares em várias regiões

Em 2012, já foram inauguradas 1.670 unidades pela Companhia de Habitação do Estado, beneficiando mais de seis mil pessoas

A Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab-MG) prossegue em ritmo acelerado de entrega de casas populares às famílias mineiras. Nos últimos dias, foram inaugurados conjuntos habitacionais nas regiões doTriângulo Mineiro, Norte de Minas, Central, Centro-Oeste e Vale do Jequitinhonha, totalizando 200 unidades e 800 pessoas atendidas, levando em consideração uma família média de quatro pessoas.

A agenda de entregas teve início em Frutal, no Triângulo. O diretor de Habitação da Cohab Minas, Fradique Gurita, ao lado da prefeita Maria Cecília Marchi Borges, entregou as chaves das 20 moradias do Conjunto Henrique João Alves. No Norte de Minas, em São Romão, foram inauguradas as 60 casas do Conjunto Habitacional Novo Horizonte. Na sábado, foi entregue o Conjunto Habitacional Babilônia, em Bom Despacho, no Centro-Oeste.

A entrega de casas populares chegou como um presente também ao município de Paraopeba. Na semana da tradicional Festa do Quiabo e no dia do centenário de emancipação política, 60 famílias receberam as chaves da casa própria do Conjunto Santa Catarina II.

“Nem consigo acreditar. Quantas vezes fomos a Belo Horizonte e quando achamos o caminho certo, que foi o caminho do Governo de Minas, demos conta de concretizar este sonho hoje”, disse o prefeito de Paraopeba, Marcelo Carvalho da Silva, durante a solenidade de entrega das chaves.

Na próxima quarta-feira (06) será inaugurado o Conjunto Habitacional Jardim Vitória II, em Gouveia, no Vale do Jequitinhonha, com 30 casas.

Em 2012, a Cohab Minas já inaugurou 1.670 casas populares, com investimento total que soma R$ 54,6 milhões, sendo R$ 30,1 milhões em recursos do Estado, por meio do Programa Lares Geraes Habitação Popular. Os R$ 24,5 milhões restantes foram recursos em parceria com programas do governo federal e de municípios.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/cohab-minas-entrega-200-casas-populares-em-varias-regioes/

Gestão Antonio Anastasia: mulheres chefes de família recebem casas da Cohab Minas em Carmo do Paranaíba

Vagner Luiz Reis
Sônia Barbosa, que foi contemplada com uma casa, e Filho
Sônia Barbosa, que foi contemplada com uma casa, e Filho

A Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab-MG) entregou, no sábado (12), as chaves de 60 casas a mutuários contemplados pelo programa habitacional do Estado, Lares Geraes Habitação Popular, em parceria com o Minha Casa, Minha Vida, em Carmo do Paranaíba no Alto Paranaíba. Do total, 59 foram destinadas a mulheres, chefes de família, que têm prioridade na política habitacional do Governo de Minas.

As 60 unidades inauguradas em Carmo do Paranaíba integram o Conjunto Habitacional Esperança, que vai abrigar cerca de 240 pessoas, levando em consideração uma média de quatro moradores por casa. Uma delas é Sônia Barbosa Vinhal, que deve se mudar esta semana para a casa nova com os dois filhos. Lavradora, ela recebe salário mínimo e tem de separar R$ 200 para pagar o aluguel da casa onde mora atualmente. “Estou muito feliz com essa conquista. Muitas vezes tive que sair, às pressas, à procura de outro imóvel, quando o proprietário batia na minha porta e pedia para desocupar a casa”, conta Sônia.

A entrega das casas às vésperas do dia das mães motivou as palavras das autoridades durante a solenidade, que parabenizaram as mães e as mulheres beneficiadas. Uma das mutuarias contempladas, Simônia Portilho da Silva, recebeu as chaves das mãos do prefeito de Carmo do Paranaíba, Helder Costa Boaventura, e agradeceu a oportunidade de ter acesso à casa própria. Ela falou da sua alegria e da importância da sua conquista e de todos os beneficiados.

Foram investidos R$ 2 milhões no Conjunto Habitacional Esperança, em Carmo do Paranaíba, entre recursos do Tesouro do Estado, do governo federal e da prefeitura.

Carmo do Paranaíba é um dos 208 municípios incluídos na segunda etapa do Programa Minha Casa, Minha Vida. A prefeitura já possui terreno para a construção das 50 unidades e já firmou convênio para a execução em parceria com a Cohab Minas.

Mulheres têm prioridade

A proporção de mulheres como titulares dos financiamentos habitacionais é resultado da adoção de critérios de seleção socioeconômicos que permitem às mulheres a aquisição de casa própria em condições compatíveis com sua capacidade de pagamento.

Famílias mineiras que têm mulheres como arrimo de família já somam mais da metade dos mutuários atendidos pelo programa habitacional do Estado executado pela Cohab Minas, em parceria com o governo federal e municípios. Das 30 mil casas já entregues pela Cohab Minas, desde 2005, 15 mil foram destinadas a mulheres.

Estiveram presentes na solenidade o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Elmiro Nascimento; o diretor de Habitação da Cohab Minas, Fradique Gurita; o prefeito de Carmo do Paranaíba, Helder Costa Boaventura; o assessor especial da Secretaria de Assuntos Federativos da Presidência da República, Joóedis Marques; o deputado estadual Ely Tarquínio, o prefeito de São Gonçalo do Abaeté e presidente da Associação dos Municípios do Alto Paranaíba (Amapar), Fabiano Magella Lucas de Carvalho, e lideranças da região.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/mulheres-chefes-de-familia-recebem-casas-da-cohab-minas-em-carmo-do-paranaiba/

Governo de Minas: Cohab Minas entrega casas a 178 famílias do Sul do Estado

 

Trinta famílias de Ibiraci e 148 de Poços de Caldas receberão as casas do Estado

Trinta famílias de Ibiraci e 148 de Poços de Caldas receberão, nesta quarta (11) e sexta-feira (13), respectivamente, as chaves da casa própria nos conjuntos habitacionais construídos pela Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab Minas) nos dois municípios do Sul de Minas.

Em Ibiraci, o Conjunto Habitacional Residencial Carloto Ferreira, com 30 unidades, será inaugurado às 17h30. Em Poços de Caldas, a solenidade acontece às 10h, quando o secretário de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Bilac Pinto, e o presidente da Cohab Minas, Octacílio Machado Júnior, entregam as 148 casas do Conjunto Habitacional Loteamento Vila Matilde.

Das 148 unidades do novo conjunto de Poços de Caldas, 99 foram financiadas por mulheres responsáveis pelo domicílio e 31 por pessoas idosas, que também têm prioridade, segundo os critérios de seleção de candidatos à aquisição das casas ofertadas pelo Lares Geraes Habitação Popular, programa habitacional do Governo de Minas. Na construção do Conjunto Habitacional Loteamento Vila Matilde, o Governo de Minas investiu R$ 4.566.452,21. Em contrapartida, a prefeitura aplicou R$ 444.000,00 na doação do terreno e nas obras das redes de água, esgoto e energia elétrica.

Já em Ibiraci, 22 unidades foram adquiridas por mulheres e uma por idoso do total de casas do Conjunto Habitacional Residencial Carloto Ferreira. O investimento na construção feita pela Cohab Minas foi de R$ 1.019.930,70, sendo R$ 539.930.70 em recursos do Governo de Minas; R$ 390.000,00, do programa federal Minha Casa, Minha Vida; e R$ 90.000,00, da prefeitura municipal em doação e urbanização do terreno.

Sul de Minas

No ano de 2011 foram entregues no Sul de Minas 741 casas, em 19 municípios. Em 2012 já receberam novos conjuntos os municípios de Conceição da Aparecida; Alterosa; Itamonte; Piranguinho; Lambari e Serrania, totalizando outras 141 moradias, fora as 148 unidades de Poços de Caldas e 30 em Ibiraci.

De 2006 até agora, foram investidos R$ 183 milhões na construção de 7.432 casas (7.014 já entregues e 418 concluídas), sendo 6.827 do PLHP – Programa Lares Geraes Habitação Popular; 591 da parceria do PLHP com o Minha Casa, Minha Vida; e 14 da parceria com o FNHIS – Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social. Ao todo, 95 municípios da região já foram atendidos.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/cohab-minas-entrega-casas-a-178-familias-do-sul-do-estado/

Governo de Minas: mutuários da Cohab são premiados na promoção Eu Pago em Dia, e Você?

Os vencedores serão informados sobre a data e o local da entrega do prêmio por meio de carta enviada pela companhia

Dez mutuários da Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab) foram premiados pelo primeiro sorteio da promoção Eu Pago em Dia, e Você?. Os premiados moram em conjuntos habitacionais de cinco cidades das regiões em que se organiza a promoção e a Cohab tem representação. Eles serão informados sobre a data e o local da entrega do prêmio por meio de carta enviada pela companhia. O resultado do sorteio será divulgado também no site da Cohab.

Concorreram aos prêmios os mutuários que estavam pontuais com a sua prestação de fevereiro até três dias antes do sorteio. A cada mês, dentro desse prazo, aquele que tiver débitos anteriores poderá quitá-los, juntamente com a parcela que irá vencer. Osmutuários recebem no boleto da prestação os seus cinco números da sorte, definidos a cada mês, aleatoriamente, por computador.

Na Regional Central, os ganhadores do primeiro sorteio são Hamilton Augusto Pinto, de Santa Luzia, que vai ganhar um forno de micro-ondas de 18 litros; e Lucilene Maria Silva, de Piumhi, que receberá uma câmera fotográfica digital de 14 megapixels.

Na Regional de Governador Valadares, foram premiados Jacira Ferreira, de Itabirinha, com um fogão quatro bocas com acendimento automático; e Élcio Araújo Gonçalves, de Conselheiro Pena, com um micro-ondas de 18 litros.

Na Regional de Montes Claros, os sorteados são Antônio Márcio Reis Nascimento, de Montes Claros, com uma lavadora semiautomática de seis quilos; e João Paulo Oliveira, de Bonito de Minas, com um aparelho de som micro system.

Na Regional Uberlândia, os prêmios – uma lavadora e uma câmera digital saíram, respectivamente, para Rosane Ramos da Silva, de Abadia dos Dourados, e Rosimere dos Reis Magalhães, de Lagoa Formosa.

Por fim, na Regional Itajubá, Erica de Paula Misseno, de Ilicínea, foi premiada com um fogão quatro bocas com acendimento automático; e Sérgio Justino de Morais, de Conceição da Aparecida, com um aparelho de som micro system.

Até novembro, haverá o sorteio mensal de dois prêmios por região. Em dezembro, serão três ganhadores por região, e os prêmios, ainda melhores: aparelhos de TV de LCD 32 polegadas; computadores e home theaters. A promoção é autorizada pelo Ministério da Fazenda, com o Certificado de Autorização SEAE/MF nº 01/0522/2011. Os números premiados devem ser conferidos conforme combinação que constam do regulamento publicado no site da Cohab Minas.

Desconto

A Cohab Minas já oferece também aos seus mutuários o Prêmio por Pontualidade, que beneficia, com desconto nos juros cobrados nos financiamentos, aqueles que mantiverem em dia o pagamento da prestação. O desconto é maior para as famílias com menor renda. Além de constituir um benefício social para o próprio mutuário, o Prêmio por Pontualidade realimenta o Fundo Estadual de Habitação com recursos que financiam a construção de novos conjuntos residenciais por todo o estado.

Fonte: Agência Minas

Cohab Minas lança mutirão da escritura em Varginha e entrega títulos em Veríssimo e Três Corações

Objetivo é atender proprietários de imóveis quitados em conjuntos habitacionais dos municípios mineiros

A Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab-MG), com apoio da Câmara Municipal de Varginha, lança nesta quinta-feira (2) o Mutirão da Escritura no município do Sul de Minas. Com potencial para entrega de 756 documentos de posse definitiva dos imóveis, o mutirão chegará ao município com 351 escrituras para assinatura pelos proprietários. Os demais 405 donos de imóveis receberão ofício, solicitando documentos para elaboração e emissão das escrituras por parte da companhia.

A solenidade de lançamento acontecerá às 18h, no Ginásio do Sesi, e terá a participação do diretor Fradique Gurita (DHB); do presidente da Câmara, Verdi Lucio Melo; e outras autoridades municipais. Uma equipe da Câmara ficará responsável pela entrega dos ofícios, coleta e recebimento dos documentos, envio desses documentos à Cohab e coleta de assinatura nas escrituras.

O Mutirão da Escritura em Varginha atenderá aos proprietários de imóveis quitados em cinco conjuntos habitacionais (Centenário I, Centenário II, Sion, Tancredo Neves e Catanduvas). De acordo com a Gerência de Financiamento da Cohab, há 937 unidades habitacionais quitadas, todas passíveis de receberem a escritura. Os demais 181 imóveis quitados têm a documentação sob análise na gerência, para elaboração da escritura ou do ofício, caso necessário. Para o gerente Thieres Cordeiro, o número de documentos levados para o lançamento do mutirão é expressivo e fruto da experiência acumulada pela companhia e do empenho da equipe da GFI e parceiros. A Gerência de Patrimônio Imobiliário também é acionada nos mutirões da escritura, para fornecer dados dos imóveis que entram na elaboração dos documentos. “Será uma abertura de sucesso”, prevê Thieres

Veríssimo

Em Veríssimo, no Triângulo Mineiro, o mutirão da escritura se encontra em fase adiantada. Na sexta-feira (3), o diretor Fradique Gurita e a funcionária da Cohab Minas Vânia Tavares conduzirão, junto com o prefeito Luiz Carlos da Silva e vereadores, a entrega de 50 escrituras definitivas, uma vez que já foram assinadas pelo proprietário e retornaram para assinatura de diretores da companhia. No município há 90 unidades habitacionais quitadas no Conjunto Habitacional Ana Cláudia. O evento acontecerá às 19h, no Centro de Convivência do município.

Três Corações

Outro mutirão em andamento é o de Três Corações, no Sul de Minas, para o qual já estão prontas cerca de 100 escrituras definitivas. No município existem unidades quitadas nos conjuntos habitacionais Rio do Peixe, Peró I e Peró II. A entrega dos títulos oficiais de propriedade deve acontecer em 9 de fevereiro.

Fonte: Agência Minas

Governo Antonio Anastasia: Cohab Minas recebe maior número de cotas do programa federal de habitação

BELO HORIZONTE (29/12/11) – Com um total de 3.711 cotas, a Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab Minas) fechou com sucesso o ano de 2011, ao obter, dentre as Cohabs de todo país, o maior volume de recursos do Minha Casa, Minha Vida 2, na oferta pública realizada pelo programa federal. Para a construção de casas em municípios com até 50 mil habitantes, durante os anos de 2012 e 2013, a companhia recebeu o equivalente a R$ 92,7 milhões, mais de duas vezes e meia o que conseguiu em 2009, quando captou R$ 37,7 milhões, valor correspondente a 2.645 cotas.

Com o número alcançado este ano, a Cohab Minas teve 12,66% das cotas distribuídas à região Sudeste e 3,45% das 107.348 que atenderão todo o país. Cada cota equivale ao subsídio de R$ 25.000,00. O custo de cada casa no MCMV 2 deverá variar entre R$ 38 mil e R$ 40 mil. A diferença  será coberta pela contrapartida de recursos do Fundo Estadual de Habitação, do Governo de Minas, que é fonte de 71% dos investimentos totais feitos até agora na construção de casas em Minas Gerais.

O presidente da Cohab, Octacílio Machado Júnior, atribui o expressivo aumento de cotas deste ano ao mérito da empresa em aumentar o número de casas construídas, somando os subsídios federais aos recursos destinados pelo Governo de Minas ao Lares Geraes Habitação Popular. Para o presidente, o resultado do leilão reforça o trabalho realizado pela Cohab Minas na primeira etapa do MCMV. “É um grande reconhecimento, embora seja insuficiente para o custeio da companhia nos próximos dois anos. Vamos trabalhar parcerias com o objetivo de atingir até 11 mil cotas para executar um programa mais consistente e que atenda a demanda que chega à Cohab Minas”, disse.

O diretor Administrativo e Financeiro da Companhia, Paulo Roberto Delgado, também considera que o resultado “vem com um bônus de eficiência à Cohab”. Segundo ele, em função do déficit habitacional, a empresa esperava em torno de 3.200 cotas. Ele lembra ainda que a companhia ampliou o número de casas construídas a partir do último leilão, levantando 2.816 cotas em parceria com o banco Bonsucesso.

O gerente de desenvolvimento da Diretoria de Desenvolvimento e Construção da COHAB, Cláudio Bisinoto, frisa outro aspecto positivo do repasse de recursos. “A casa a ser construída teve melhorias, e o valor da cota foi elevado do máximo de R$ 16 mil para R$ 25 mil”.

Fonte: Agência Minas

Gestão em Minas: Anastasia assina termo de adesão à segunda etapa do Minha Casa, Minha Vida

BELO HORIZONTE (06/12/11) – O governador Antonio Anastasia assinou nesta terça-feira (6), em solenidade no Palácio Tiradentes, com o Ministério das Cidades, termo de adesão do Governo de Minas ao Programa Minha Casa, Minha Vida 2. Prefeitos de 122 municípios mineiros também assinaram o termo de adesão ao programa. Serão construídas 170 mil casas em Minas Gerais, dentro da meta do governo federal de disponibilizar 2 milhões de unidades habitacionais em todo o país, até 2014.

Para Antonio Anastasia, além da importância social, econômica e de infraestrutura, a casa própria representa o resgate da cidadania, da dignidade das famílias e a realização do sonho de milhares de brasileiros e mineiros.

“A casa própria é um dos temas mais caros à cultura e à sociedade brasileira. Dá dignidade e cidadania o fato de o cidadão e sua família ter uma moradia. A casa própria significa a estabilidade familiar porque o cidadão passa a ter melhores condições de educar seus filhos, de evitar problemas de segurança, e a ter um local para investir e apostar no seu futuro, com mais qualidade de vida. Por isso, o programa habitacional é fundamental, traz resultados positivos em todos os aspectos, com desenvolvimento econômico e até oportunidades de negócios. Este é um Programa cujo alcance social, econômico e de infraestrutura é tão positivo para Minas Gerais e para o Brasil”, disse o governador durante pronunciamento.

Ampliação do benefício

Os documentos assinados com o ministro das Cidades, Mário Negromonte, regulamentam a participação do Estado de Minas Gerais e dos municípios no processo de aquisição e alienação de imóveis por meio da transferência de recursos ao Fundo de Arrendamento Residencial (FAR).

Nessa modalidade do Minha Casa, Minha Vida, as unidades habitacionais poderão ser adquiridas por famílias que possuam renda familiar mensal de até R$ 1.600. O valor máximo do imóvel na capital e Região Metropolitana poderá ser de R$ 54 mil. Nos demais municípios o valor máximo é de R$ 50 mil.

“Desde que o Programa Minha Casa Minha Vida foi criado, já ultrapassamos o número de 1 milhão de casas entregues. Nesta segunda fase, já estão contratadas 317 mil casas, um grande avanço. Desses 2 milhões que ainda serão entregues, vamos disponibilizar 1,2 milhão para baixa renda, em quatro anos. Aqui, em Minas Gerais, o governador foi muito competente, conseguiu contratar 90.668 no Minha Casa Minha Vida 1 e agora já estamos projetando 170 mil unidades para o Minha Casa Minha Vida 2. Até o dia 30 de dezembro, estará aberto o cadastramento para municípios abaixo de 50 mil habitantes”, explicou o ministro das Cidades, Mário Negromonte.

Anunciado em maio pelo governo federal, o programa Minha Casa Minha Vida 2 contará com investimentos, até 2014, de R$ 71,7 bilhões. Podem assinar o termo de adesão as capitais e os municípios das regiões metropolitanas, além das cidades com população acima de 50 mil habitantes.

Representando todas as cidades contempladas, o prefeito de Lagoa Santa, Rogério Avelar, que também é presidente da Associação dos Municípios da RMBH (Granbel), falou sobre os benefícios do programa para os municípios mineiros. Ele ressaltou a importância do planejamento para que as casas sejam construídas em local com infraestrutura adequada para receber os novos moradores.

“O planejamento do Programa Minha Casa, Minha Vida é a parte mais importante. Devemos disponibilizar um local adequado para a construção das casas do programa, que tenha infraestrutura de saneamento básico e de transporte público, por exemplo. A forma que conduzimos esse trabalho em nosso município foi exatamente para receber essas famílias com dignidade, com todos os equipamentos públicos e com planejamento”, afirmou o prefeito.

Também foi assinado Acordo de Cooperação Técnica entre o Ministério das Cidades, por meio da Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental, e o Estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Regional e Política Urbana (Sedru), visando o apoio na elaboração de políticas e planos municipais de saneamento básico.

Lares Geraes

A Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab) já tem em sua carteira protocolos de Parceria e Cooperação Mútua assinados com 300 municípios,  com a previsão de construir 12 mil moradias. Em Minas Gerais, a parceria entre a Cohab e o Minha Casa, Minha Vida deverá resultar na construção de mais 4 mil moradias.

Sobre a participação do Estado no programa do governo federal, o governador ressaltou o trabalho de parceria já feito pela Cohab, desde 2003, com a construção de casas populares em todo o Estado.

“Estamos colocando recursos no programa. No ano passado, colocamos cerca de 50% na construção das casas e vamos continuar aportando recursos do Tesouro também em articulação com os programas, especialmente o Lares Geraes (Projeto Estruturador do Governo de Minas, gerido pela Cohab), responsável pela construção de milhares de casas no nível de renda de 1 a 3 salários mínimos no interior do nosso Estado. É um programa também muito importante, de grande cunho social”, disse Anastasia .

Desde 2009, foram construídas pela Cohab-MG, por meio do Programa Lares Geraes Habitação Popular e em parceria com o “Minas Casa, Minha Vida”, 3.907 unidades habitacionais. Dessas, 1.549 já foram entregues e 2.358 estão com as obras concluídas. Outras 1.369 moradias estão em fase de construção. O investimento total até agora, nesse período, foi de R$ 162 milhões (53% por parte do Governo do Estado e 47% em recursos federais).

Compareceram ao evento, entre outros, o presidente da Associação dos Municípios Mineiros (AMM) e prefeito de São Gonçalo do Pará, Ângelo Roncalli, o secretário de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Bilac Pinto, e prefeitos de municípios que aderiram à segunda etapa do programa Minha Casa Minha Vida.

Fonte: Agência Minas