Arquivos do Blog

Governo de Minas: Projeto Chefs do Amanhã oferece curso de auxiliar de cozinha a alunos de escolas públicas

Iniciativa da Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude conta com capacitação é gratuita; acompanhe reportagem em áudio e vídeo

Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (Seej), por meio da Subsecretaria da Juventude, lançou o projeto Chefs do Amanhã. A iniciaitva é realizada no Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR) – avenida Belém, 40, bairro Esplanada, Belo Horizonte. O projeto também conta com o apoio do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), por meio da Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam), e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

O Chefs do Amanhã oferece curso gratuito de auxiliar de cozinha, para alunos de escolas públicas de 18 a 29 anos que estejam cursando, ou já tenham concluído a educação básica, trabalhadores empregados ou desempregados. Inicialmente, foram qualificados 60 jovens, divididos em três turmas. O curso é promovido de segunda a sexta-feira, das 13h às 17h. Os alunos recebem transporte, alimentação e certificado.

Durante o curso, são ministradas aulas sobre elaboração de pratos básicos, utilizando técnicas específicas das áreas de legumeria, açougue e cozinha quente, e são apresentados conceitos e boas práticas de logística, higiene e manipulação. Juntamente com o curso de auxiliar de cozinha, são oferecidos cursos complementares aos alunos que mais se destacam nas áreas de pães, roscas e biscoitos, pizzas, preparo de bolos e tortas, quitandas tradicionais mineiras, salgados e canapés, e bombons e trufas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/projeto-chefs-do-amanha-oferece-curso-de-auxiliar-de-cozinha-a-alunos-de-escolas-publicas/

Governo de Minas: Centro Mineiro de Referência em Resíduos expõe tecnologias verdes na Rio+20

O CMRR está entre as 24 empresas e institutos de todo o Brasil que participam da Mostra Sebraetec

Thelma Vidales
A Mostra Sebraetec será realizada até o dia 23 de junho, no Parque do Flamengo
A Mostra Sebraetec será realizada até o dia 23 de junho, no Parque do Flamengo

O Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR) participou, de 15 a 19 de junho, no Rio de Janeiro, da Mostra Sebraetec, um espaço voltado para a exposição de soluções tecnológicas verdes desenvolvidas pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em parceria com diversas instituições. A mostra é um dos eventos oficiais da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, e será realizada até o dia 23 de junho, no Parque do Flamengo.

Foram selecionadas pelo Sebrae 24 empresas e institutos de todo o Brasil  para exporem suas soluções tecnológicas favoráveis ao meio ambiente. O Centro Mineiro apresentou projetos sustentáveis cujo desenvolvimento conta com o apoio do Sebrae-MG.

Os projetos apresentados foram: Trabalhos de Adequação Ambiental com foco na gestão de resíduos para Micro e Pequenas Empresas – que visa aprimorar a gestão de resíduos e consumo de recursos energéticos, diminuindo geração e fazendo destinação correta dos resíduos da indústria local; Central de Negócios com Recicláveis – que tem o objetivo de centralizar as diferentes redes de catadores de materiais recicláveis de Minas Gerais, tornando a comercialização desses resíduos unificada em uma central estadual; Projeto 3RsPCs – que promove cursos gratuitos de manutenção, montagem e recondicionamento de computadores descartados e doados por outras entidades; Apoio a consolidação da Rede Cataunidos – uma rede de cooperativas e associações formada por catadores de materiais recicláveis da região metropolitana de Belo Horizonte.

Durante o período em que participou da Mostra Sebraetec, o CMRR foi representado por Murilo Zaparoli e Diogo Caiafa, dos setores de Tecnologia e Mobilização Social do Centro Mineiro. Os profissionais aprovaram a iniciativa, ressaltando a importância de evento como esse.

Para Zaparoli, “a mostra foi uma oportunidade para apresentar os projetos, tirar dúvidas dos visitantes, articular parceiros e fazer novos contatos, além de contribuir na disseminação de informações sobre sustentabilidade aliada a inclusão social”.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/centro-mineiro-de-referencia-em-residuos-expoe-tecnologias-verdes-na-rio20/

Governo de Minas: Centro Mineiro de Referência em Resíduos ensina a transformar lixo em artesanato

Resultado representa um benefício para o meio ambiente e, ainda, geração de renda para a população

O Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR), em Belo Horizonte, ensina a transformar lixo em artesanato. O resultado representa um benefício para o meio ambiente e, ainda, geração de renda para a população.

Segundo o coordenador da Escola de Gestão de Resíduos, Daniel Dias, qualquer pessoa pode participar das oficinas do CMRR. Diariamente, são produzidos cerca de 20 mil toneladas de resíduos em Minas Gerais.

O Centro Mineiro de Referência em Resíduos é um programa do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam) e do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), em parceria com Sebrae-MG.

Através de uma iniciativa pioneira no Brasil, o Centro Mineiro de Referência em Resíduos atua como núcleo irradiador de informações, projetos e parcerias com a finalidade de estimular a reflexão e a ação da cidadania para os desafios da gestão integrada de resíduos.

O objetivo é promover a articulação entre os setores público e privado, terceiro setor, comunidade acadêmica e sociedade civil na busca por alternativas para transformar resíduos em oportunidades de trabalho, renda e preservação dos recursos naturais.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/centro-mineiro-de-referencia-em-residuos-ensina-a-transformar-lixo-em-artesanato/

Gestão Eficiente: especialistas debatem a múltipla tributação para os resíduos recicláveis

A iniciativa faz parte da “Série Diálogos”, seminários realizados pelo CMRR

O aumento crescente da geração de lixo é um problema para as grandes cidades. A coleta seletiva e o processo de reciclagem tem se mostrado uma solução para minimizar esse problema e preservar o meio ambiente. Mas, a múltipla tributação para os resíduos recicláveis pode colocar em risco o bom funcionamento dessa cadeia produtiva. Especialistas do Rio de Janeiro e de Minas Gerais se reúnem nesta terça-feira (29), no Centro Mineiro de Referência e Resíduos (CMRR), a partir das 8h30, para discutir alternativas tributárias para ampliação da sustentabilidade da cadeia produtiva da reciclagem, a partir do projeto em tramitação no Rio de Janeiro.

Este projeto defende a redução da carga tributária para os produtos reciclados, que já tiveram sua tributação na origem, para aquecer o investimento no setor e potencializar o processamento da matéria prima.

A iniciativa faz parte da “Série Diálogos”, seminários realizados pelo Centro Mineiro de Referência e Resíduos (CMRR), em parceria com a Fundação Israel Pinheiro (FIP). O objetivo é propor ao fim do ano, após quatro edições do evento, a consolidação das discussões para a criação de um Projeto de Lei para a tributação do ICMS sob os Recicláveis para Minas Gerais.

A “Série Diálogos” tem o objetivo de discutir sobre as possibilidades de valorização dos resíduos recicláveis, melhores formas de tratamento e geração de trabalho e renda, com a inclusão sócio-produtiva dos catadores. Na edição de estreia desse ano, na pauta está previsto a discussão sobre a cadeia produtiva da reciclagem, a realidade do mercado e a legislação tributária.

O Centro Mineiro de Referência em Resíduos é um programa do Governo de Minas por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento sustentável (Semad), Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam), Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), em parceria com o Sebrae-MG.

Serviço:

Evento: Série Diálogos

Tema: “A Tributação do ICMS sob os Resíduos Recicláveis”

Dia: 29 de maio de 2012

Local: Centro Mineiro de Referência em Resíduos – CMRR – Avenida Belém, 40, Esplanada

Horário: 8h30 às 12h30

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/especialistas-debatem-a-multipla-tributacao-para-os-residuos-reciclaveis/

Governo de Minas: Estado promove debate sobre as políticas públicas voltadas à gestão de resíduos sólidos

Objetivo é ampliar o diálogo em tornos destes desafios com os governos federal, estadual e municipal

Catadores de materiais recicláveis, representantes dos poderes públicos estadual, federal e municipal, de ONGs e da iniciativa privada estarão reunidos, nesta quarta (23) e quinta-feira (24), no Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR), em Belo Horizonte, para debaterem sobre a realidade da coleta seletiva e as políticas públicas para gestão de resíduos sólidos urbanos em Minas. É o 3º Encontro Estadual de Coleta Seletiva: “Os Diferentes Olhares sobre os Serviços de Coleta Seletiva e Inclusão Sócio-Produtiva dos Catadores”.

O evento tem como objetivo consolidar políticas de apoio e articulação junto aos catadores de materiais recicláveis de Minas Gerais, como por exemplo, a Lei instituída no estado para o incentivo financeiro às organizações de catadores por meio de Bolsa Reciclagem, subsidiar os municípios com informações acerca dos desafios da coleta seletiva e ampliar o diálogo acerca desses desafios com os governos federal, estadual e municipal.

“Esse encontro será um espaço aberto para debatermos a sustentabilidade da coleta seletiva, que só será possível a partir de um pacto federativo entre União, Estados e municípios”, afirma o diretor executivo do CMRR, José Aparecido Gonçalves.

Nesta quinta-feira, de 14h às 15h30, haverá uma sessão especial com os municípios da região e colar metropolitano para discutir a parceria público-privada para transbordo, tratamento e disposição final de resíduos sólidos , que está em consulta pública por meio da Secretaria de Estado Extraordinária de Gestão Metropolitana (Segem).

O evento contará com as presenças de Cícero Bley, assessor de Energias Renováveis de Itaipu Binacional, e Luciano Badini, promotor de Justiça da Comarca de Belo Horizonte, como consultores. Para a abertura estão confirmados Jaira Puppim, Secretária Executiva do Comitê Interministerial de Inclusão Social de Catadores de Materiais Recicláveis, Adriano Magalhães Chaves, secretário de Meio ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Ilamar Bastos, Presidente da Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam), Camilo Fraga Reis, diretor-geral da Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte, Andrea Neves, presidente do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) e Lideranças do Movimento Nacional dos Catadores.

O Terceiro Encontro Estadual de Coleta Seletiva é uma realização do Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR), da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam), da Fundação Israel Pinheiro (FIP), por meio do Programa Minas sem lixões, do Fórum Estadual Lixo e Cidadania, do Instituto Nenuca de Desenvolvimento Sustentável (INSEA) e do Movimento Nacional dos Catadores.

Serviço

Evento: 3º Encontro Estadual de Coleta Seletiva

Tema: Os Diferentes Olhares sobre os Serviços de Coleta Seletiva e Inclusão Sócio-Produtiva dos Catadores.

Datas: 23 e 24 de maio de 2012

Local: Centro Mineiro de Referência em Resíduos – Av. Belém, 40, Esplanada, Belo Horizonte

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/estado-promove-debate-sobre-as-politicas-publicas-voltadas-a-gestao-de-residuos-solidos/

Gestão Anastasia: Centro Mineiro de Referência em Resíduos promove consulta para realização de PPP

Edital prevê parcerias para a gestão de resíduos sólidos em 46 municípios mineiros

Servas / Divulgação
José Aparecido Gonçalves destacou o papel do CMRR na implantação da coleta seletiva no Estado
José Aparecido Gonçalves destacou o papel do CMRR na implantação da coleta seletiva no Estado

Catadores de material reciclável e técnicos de associações e cooperativas se reuniram no Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR), nesta quinta-feira (26), na primeira consulta pública para validação do edital da Participação Público Privada para Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) e Colar Metropolitano.

Publicado há uma semana pelo Governo de Minas, o edital prevê a realização de Parcerias Público Privadas (PPP) para a gestão de resíduos sólidos urbanos em 46 municípios mineiros. Essa é uma iniciativa compartilhada entre o governo e os municípios e a Secretaria de Estado Extraordinária de Gestão Metropolitana (Segem), que prevê ações para adequada gestão dos resíduos.

Na reunião no CMRR, para construir e validar a PPP, os catadores de material reciclável tiveram a oportunidade de se informar sobre o que é a PPP, qual o seu papel nesse processo, sua viabilidade e interação com a Segem, por meio da Agência Metropolitana de Belo Horizonte (AMBH) e parceiros como a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede).

Por sua vez, o diretor executivo, José Aparecido Gonçalves, destacou o pioneirismo do CMRR e seu importante papel na coordenação para implantação da coleta seletiva no Estado. Ele lembrou que o CMRR é uma iniciativa do Servas,  inédita no país, em parceria com o Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Sustentável (Semad) e a Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam) e apoio do Sebrae-MG, que busca orientar o consumo consciente, a reutilização, reciclagem de materiais e a inclusão sócio produtiva dos catadores de materiais recicláveis.

O representante do Movimento Nacional dos Catadores de Material Reciclável (MNCR), Jucilei Borges Custódio, apresentou conquistas já alcançadas pelos catadores, como a inclusão sócio produtiva destes trabalhadores na legislação nacional e estadual de resíduos sólidos. “A partir da organização em associações, cooperativas e redes, nós catadores ganhamos espaço para o diálogo com governos, acesso a crédito e a erradicação dos trabalhadores em lixões”, ressaltou.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/centro-mineiro-de-referencia-em-residuos-promove-consulta-para-realizacao-de-ppp/

Governo de Minas: Secretaria de Esporte e Juventude lança programa de capacitação

Iniciativa busca qualificar jovens para atuar no setor de gastronomia

Felipe Diniz / SEEJ
Parceiros destacaram a importância do investimento em capacitação de jovens para o mercado de trabalho
Parceiros destacaram a importância do investimento em capacitação de jovens para o mercado de trabalho

Vinte jovens deram início, nesta segunda-feira (23), a mais uma edição do programa Chefs do Amanhã da Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (SEEJ). O objetivo é qualificar profissionais, com idade entre 18 e 29 anos, em auxiliar de cozinha. Na edição deste ano, serão 60 jovens capacitados, divididos em três turmas, com carga horária de 200 horas/aula. Desde o início do programa, em 2008, mais de 1.300 jovens foram formados em culinária saudável.

O programa é realizado por meio da Subsecretaria da Juventude da SEEJ, em parceria com vários órgãos do Governo de Minas, como o Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), por meio da Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam) e do Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR), além do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

Durante o lançamento do programa, o subsecretário da Juventude, Gabriel Azevedo, destacou que a marca da atual gestão do Governo de Minas é o da empregabilidade e do trabalho em rede para servir ao cidadão. “Agregamos parceiros e tornamos o programa mais robusto, com vistas à profissionalização e ao ingresso ao mercado de trabalho. O projeto é oportunidade de inclusão social, educação e sustentabilidade”, explicou o subsecretário.

Para a presidente do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), Andrea Neves, mais do que qualificar jovens, a proposta é oferecer um ambiente com atrativos que os façam gostar do curso. “Espero que os jovens que frequentem esse espaço encontrem aqui felicidade, responsabilidade e solidariedade”, ressaltou a presidente.

Oportunidade

Nas aulas, os jovens aprenderão sobre elaboração de pratos básicos utilizando técnicas específicas das áreas de legumeria, açougue e cozinha quente, bem como conceitos e boas práticas de logística, higiene e manipulação. Juntamente com o curso de auxiliar de cozinha, serão oferecidos aos alunos que mais se destacarem cursos complementares nas áreas de pães, roscas e biscoitos; pizzas; preparo de bolos e tortas; quitandas tradicionais mineiras; salgados e canapés; bombons e trufas.

O diretor-geral do Senac, José Carlos Cirilo da Silva, disse que, após formados, os jovens serão inscritos no Banco de Oportunidades da entidade – um espaço onde os empresários de várias regiões buscam por mão-de-obra qualificada. “Hoje, a demanda na área gastronômica é latente, principalmente devido aos grandes eventos internacionais que se aproximam, como as copas das Confederações e do Mundo. Os donos de bares, hotéis e restaurantes estão à procura de gente preparada e é isso que estamos propondo. Esses jovens sairão do curso aptos a trabalharem”. De acordo com o Senac, a média salarial de um auxiliar de cozinha, atualmente, é de 800 reais.

O curso será realizado de segunda a sexta-feira, de 13h às 17h, no Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR). Os alunos receberão gratuitamente transporte e alimentação, além do certificado. A previsão é a de que as aulas terminem em 5 de junho.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/secretaria-de-esporte-e-juventude-lanca-programa-de-capacitacao/

Governo de Minas: CMRR abre inscrições gratuitas para Curso de Auxiliar de Cozinha

As inscrições podem ser feitas através do site http://www.cmrr.mg.gov.br ou pelo telefone: (31) 3465-1206

A partir desta segunda-feira (19), jovens e estudantes de baixa renda em busca de qualificação profissional podem se inscrever gratuitamente no Curso de Auxiliar de Cozinha oferecido pelo Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR). O prazo de inscrições se estende até o dia 5 de abril, quando será iniciado o processo seletivo. As inscrições podem ser feitas através do site www.cmrr.mg.gov.br ou pelo telefone: (31) 3465-1206.

O curso é parte do projeto Chefs do Amanhã, promovido através da parceria entre o CMRR, a Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (SEEJ), Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

Interessados em participar do Curso de Auxiliar de Cozinha devem atender a alguns pré-requisitos, como possuir renda per capita de até dois salários mínimos e ser estudante ou egresso de escola pública. Também é necessária apresentação de documentos que comprovem estes dados (Declaração de Escolaridade e de Renda), além da documentação pessoal (Identidade e CPF).

O objetivo é oferecer a estes jovens a oportunidade de se capacitar profissionalmente. Ao dominar uma profissão, as possibilidades de inserção no mercado de trabalho aumentam, contribuindo para o crescimento profissional do jovem e consequentemente na geração de renda.

O início das aulas está programado para o dia 23 de abril, com o final previsto para 5 de junho. O curso tem carga horária de 200 horas, com aulas de segunda a sexta-feira no período da tarde, entre as 13h e 17h.  O curso de Auxiliar de Cozinha acontece no CMRR, localizado na Av. Belém, 40, bairro Esplanada. Os alunos receberão transporte, alimentação e certificado. O curso será oferecido gratuitamente.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/cmrr-abre-inscricoes-gratuitas-para-curso-de-auxiliar-de-cozinha/

Governo de Minas: Centro Mineiro de Resíduos oferece oficinas de caixa de presente e agenda reciclada

O objetivo é estimular a população de diferentes faixas etárias a colocarem em prática a gestão e transformação dos resíduos gerados em casa

O programa Portas Abertas, do Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR) oferece, na próxima semana, oficinas de caixa de presente e agenda reciclada. O objetivo é estimular a população de diferentes faixas etárias a colocarem em prática a gestão e transformação dos resíduos gerados em casa.

Na terça-feira (20), acontece a oficina de caixa de presente, das 9h30 às 11h30. Na quinta-feira (22), será a vez de aprender a criar agenda reciclada, das 14h30 às 16h30. As oficinas são gratuitas e os interessados podem fazer a inscrição pelo site www.cmrr.mg.gov.brou pelo telefone: (31) 3465-1227.

O CMRR recebe escolas da rede pública de Belo Horizonte e Região Metropolitana com visitas orientadas e oficinas com o objetivo de sensibilizar e disseminar informações relacionadas aos resíduos e as questões ambientais através de palestras lúdicas, arte sustentáveis, práticas de educação ambiental e oficinas com materiais recicláveis.

CMRR de portas abertas

Localizado em Belo Horizonte, na avenida Belém, nº 40, o Centro Mineiro de Referência em Resíduos foi inaugurado em junho de 2007. Instalado em um espaço de 10 mil m² para o desenvolvimento de ações diversas, visando apoiar os municípios e cidadãos para a melhor gestão integrada de resíduos. O CMRR atua na disseminação de informações para o uso responsável dos recursos naturais. Realiza eventos, exposições, cursos de capacitação profissional, visitas monitoradas e oficinas.

O CMRR apoia iniciativas e desenvolve atividades que resultem na mudança de hábito e atitudes para melhor forma de gestão de resíduos. Tem como objetivo envolver setores públicos e privados, terceiro setor, comunidade acadêmica e sociedade civil no desenvolvimento de alternativas e soluções para viabilizar oportunidades de trabalho e renda a partir da gestão de resíduos.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: técnicos japoneses visitam BH para início de cooperação técnica em gestão de resíduos

Parceria com o Governo de Minas permitirá a troca de experiências entre especialistas dos dois países

Osvaldo Afonso/Imprensa MG
Agência Japonesa de Cooperação Internacional e Prefeitura de Kitakyushu conhecem iniciativas em gestão ambiental do Governo de Minas
Agência Japonesa de Cooperação Internacional e Prefeitura de Kitakyushu conhecem iniciativas em gestão ambiental do Governo de Minas

Teve início, nesta segunda-feira (5), a visita oficial à Secretaria de Estado Extraordinária de Gestão Metropolitana (Segem) e à Agência de Desenvolvimento da RMBH (ARMBH) de representantes japoneses da Agência Japonesa de Cooperação Internacional (Jica) e da Prefeitura de Kitakyushu, que vieram a Belo Horizonte para conhecer as iniciativas em gestão ambiental desenvolvidas na região metropolitana da capital, com ênfase em resíduos sólidos.

Esta é a primeira visita técnica da missão de cooperação acertada entre a ARMBH e a Jica para conhecer a estrutura de coleta, disposição e destinação de resíduos sólidos na RMBH. A comitiva é formada por técnicos especializados em análise de resíduos e engenheiros da Prefeitura de Kitakyushu, no Japão, que também apresentaram as ações desenvolvidas naquele país em relação à sua gestão.

Até a próxima quinta-feira (8), a comitiva vai participar de várias apresentações sobre o que está sendo feito na gestão de resíduos sólidos pelo Estado, ministradas na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, além de visitar a cidade de Betim, onde a Jica já desenvolve uma parceria para identificar o tipo de lixo gerado no município. Ainda em Betim, os técnicos vão pesquisar a situação de tratamento de resíduos norteados por visitas à prefeitura municipal, às empresas de tratamento de resíduos Via Solo e Metalsider, e aos aterros sanitários de São Salvador, encerrado em dezembro de 2011; de Essencis, no bairro Morada do Trevo; e de Sabará, no bairro Nações Unidas.

A delegação japonesa também vai conhecer o laboratório de Análises Químicas da Universidade Federal de Minas Gerais, o Centro de Tratamento de Resíduos Sólidos na BR-040, e as instalações do Sistema de Lixo Urbano (SLU) e do Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR).

Na abertura da reunião, o diretor-geral da ARMBH, Camillo Fraga, ressaltou a importância da parceria com a Jica, lembrando a boa relação com a agência nos últimos meses. Falou, ainda, sobre o envio da técnica da ARMBH, Kelly Silva, ao Japão, por 35 dias, para conhecer e estudar a destinação final de resíduos sólidos naquele país. “Dando continuidade a essa cooperação, essa visita é mais um passo importante para que possamos e avaliar o que está sendo desenvolvido nessa área na RMBH”, afirmou.

Após coletarem as informações necessárias, os técnicos retornarão ao Japão no dia 09 de março, onde vão estudar e avaliar a melhor forma de tratamento dos resíduos sólidos na RMBH. O passo seguinte será a apresentação do tratamento sugerido aos técnicos do Estado, em outra visita a Belo Horizonte.

Cooperação

No dia 26 de janeiro de 2012, a coordenadora de projetos da Jica/Representação no Brasil, Kelly Nishikawa, veio a Belo Horizonte anunciar a aprovação de cooperação técnica com o Governo de Minas no projeto sobre análise de resíduos sólidos nos 48 municípios integrantes da RMBH e Colar Metropolitano.

A agência japonesa se comprometeu em subsidiar a capacitação de técnicos brasileiros, que ficarão responsáveis pelos estudos e análise dos resíduos sólidos na RMBH, identificando, principalmente, o seu poder calorífico com potencial para ser usado na geração de energia. É a primeira vez que a Jica estabelece uma cooperação técnica para projetos comunitários com o Governo de Minas e, apesar de não haver transferência direta de recursos, o projeto está orçado em cerca de R$ 400 mil. Durante os dois anos e meio de duração do projeto estão previstas duas visitas de peritos japoneses ao Brasil e uma, de técnicos brasileiros ao Japão.

Fonte: Agência Minas