Arquivos do Blog

Governo de Minas: jovem pianista de Uberlândia pode representar o Brasil em Berlim

Brenno Faria, de 10 anos, pode ser o brasileiro escolhido no concurso.

O pianista Brenno Faria, de 10 anos, de Uberlândia, pode ser escolhido para representar o Brasil no Concurso Internacional de Piano “Prelúdio de um sonho” promovido pelo pianista chinês Lang Lang, um dos mais admirados da atualidade. Na etapa inicial foram 31 concorrentes e cinco jovens entre 7 e 14 anos esperam poder tocar junto com o músico, em Berlim, no dia 15 de junho. As informações são do site G1.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/jovem-pianista-de-uberlandia-pode-representar-o-brasil-em-berlim/

Governo Anastasia: Minas Gerais se tornará exportador de banana a partir do segundo semestre

 

Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento aponta crescimento na produção

Divulgação/Emater
Norte de Minas lidera o ranking de produção de banana, com um volume de 328 mil toneladas por ano
Norte de Minas lidera o ranking de produção de banana, com um volume de 328 mil toneladas por ano

A safra mineira de banana deve somar 657 mil toneladas neste ano, segundo previsão do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), a previsão corresponde a um aumento próximo de 1% sobre a safra anterior, seguindo a série histórica de pequenos avanços anuais da produção. Além deste incremento, os produtores do Estado poderão ter um novo estímulo para investir na atividade, já que está previsto para o segundo semestre deste ano o início de exportações regulares da fruta.

As perspectivas de uma nova situação para o setor foram confirmadas pela Associação Central dos Fruticultores do Norte de Minas (Abanorte), sediada em Janaúba, na região Norte do Estado. De acordo com o presidente da entidade, Jorge Luiz Raymundo de Souza, apesar da crise econômica mundial, os agricultores apostam na organização da atividade para colocar grandes volumes de banana prata no mercado internacional, já que está sendo elaborado um protocolo para a exportação da fruta.

“O protocolo é um conjunto de normas ou boas práticas para todos os estágios da atividade, desde o plantio até o transporte para os destinos internacionais”, explica o dirigente. Os estudos são desenvolvidos em parceria pela Abanorte, Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Universidade Federal de Lavras (Ufla), Universidade Federal de Viçosa (UFV), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MG) e a Central Exporta Minas, que é ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Sede).

Na definição dos padrões para a banana de exportação, acrescenta Jorge Luiz, será dada atenção especial às condições de preservação da qualidade do produto nos contêineres, como os cuidados com a embalagem da fruta, a temperatura e o nível de oxigênio, entre outros fatores. O empresário enfatiza que esses aspectos são de fundamental importância para a manutenção das condições da banana até seus destinos no mercado internacional.

As boas práticas a serem seguidas nas propriedades e em todos os estágios seguintes, até a entrega da banana nos portos estrangeiros, devem ser definidas até meados do segundo semestre. De acordo com a previsão da Abanorte, até novembro, o primeiro contêiner com banana prata de Minas segue para a Europa ou Oriente Médio. Souza considera que a prata tem condições de competir com as demais variedades conhecidas pelos europeus porque é a mais adequada para ser incluída em saladas de fruta. “Após ser cortada, a fruta mantém durante maior tempo o sabor original e não fica escurecida”, explica.

As exportações da fruta deverão ser feitas rotineiramente a partir de 2013, porque, de acordo com Souza, alguns mercados demonstram interesse especial pela fruta. “Principalmente a Alemanha, onde a degustação da banana prata foi incluída nas edições dos três últimos anos da Feira Frutilogística, realizada em Berlim”, acrescenta. O produto também foi apresentado, com apoio da Exportaminas, nas três últimas edições da Gulfood, feira de alimentos realizada em Dubai, no Oriente Médio.

Mercado em expansão

Para o secretário da Agricultura, Elmiro Nascimento, os produtores mineiros de banana, bem como os das demais frutas, devem investir na busca da qualidade para expandir sua atuação também ao mercado interno. “Embora apenas 6% das famílias consumam frutas atualmente na quantidade recomendada, conforme dados da Abanorte, esse quadro deve mudar com uma campanha nacional que está programada com base na recomendação do consumo dos produtos dos nossos pomares. As frutas, além de ser saborosas, contribuem para uma vida saudável”, destaca.

A região Norte de Minas lidera o ranking estadual de produção, com um volume da ordem de 328,6 mil toneladas em bananais espalhados por 41,4 mil hectares, sendo 90% ocupados pela variedade prata e o restante pela banana caturra. O Sul de Minas ocupa a segunda posição, com 115,5 mil toneladas de banana em cerca de 11 mil hectares. Em seguida estão as regiões do Rio Doce e da Zona da Mata, com safras estimadas de 45,3 mil toneladas e 41,1 mil toneladas, respectivamente. As áreas plantadas em cada uma dessas regiões são da ordem de 3,9 mil hectares.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/minas-gerais-se-tornara-exportador-de-banana-a-partir-do-segundo-semestre/

Gestão Antonio Anastasia: exportações de Minas Gerais crescem 14% e atingem US$ 2,6 bilhões em fevereiro

Estado continua sendo o principal responsável pelo superávit da balança comercial brasileira

Americas Food & Beverage/Divulgação
Feiras internacionais, como a Americas Food & Beverage, nos EUA, impulsionaram exportações mineiras
Feiras internacionais, como a Americas Food & Beverage, nos EUA, impulsionaram exportações mineiras

As exportações de Minas Gerais atingiram o valor de US$ 2,66 bilhões em fevereiro de 2012, com uma média diária de US$ 139,9 milhões. Os dados preliminares foram divulgados, nesta segunda-feira (5), pela Central Exportaminas/Coordenadoria Especial de Comércio Exterior, órgão da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), que realiza mensalmente o Mapeamento das Exportações de Minas Gerais com base nos números do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). De acordo com os dados, houve um aumento de 14,3% na comparação com o mês de janeiro deste ano.

Já as importações totalizaram US$ 828,7 milhões, valor 0,2% superior ao mesmo mês de 2011. A média diária das importações de fevereiro/12 foi de US$ 43,6 milhões. Houve um decréscimo de 20% no valor importado em relação a janeiro de 2012. O saldo comercial do mês passado alcançou US$ 1,82 bilhão, com uma redução de 1,7%, em relação a fevereiro de 2011. Em relação a janeiro de 2012 houve um aumento de 41,8%. O mês de fevereiro pode ser considerado atípico, devido ao menor número de dias úteis, de 19, enquanto a média dos demais meses do ano é de 22 dias úteis.

Acumulado

Apesar disso, no acumulado dos últimos 12 meses (março de 2011 a fevereiro de 2012), as exportações mineiras continuaram apresentando resultados expressivos e atingiram US$ 40,96 bilhões, com expansão de 22,1% em relação ao período de março/2010 a fevereiro/2011. O crescimento das exportações mineiras ficou bem acima da variação das exportações nacionais (+20,4%) e a participação sobre o total brasileiro ficou em 15,9%.

No mesmo intervalo, as importações aumentaram 25,8% na comparação com o mesmo período de 2010/2011, para US$ 13,2 bilhões. Enquanto isso, as importações nacionais cresceram 23,7%. As importações do Estado responderam por 5,7% do total brasileiro. “Apesar da crise nos países desenvolvidos e da taxa cambial desfavorável aos exportadores, observamos uma disseminação da cultura exportadora no empresariado mineiro. A busca por novos mercados com a ampliação da carteira de clientes, bem como a inovação vêm se apresentando como saída para muitas empresas do Estado”, afirma Ivan Barbosa Netto, diretor da Central Exportaminas.

De acordo com ele, nas últimas participações em eventos internacionais, Minas Gerais registrou números recordes de participações de empresários mineiros. Apenas a Fruit Logistica em Berlim (Alemanha), principal feira mundial do setor de frutas, verduras e legumes e porta de entrada para todo o mercado europeu contou com a presença de 48 empresários do Estado. “Esses fatos confirmam o ótimo desempenho das exportações de Minas e acenam para um crescimento ainda maior em valor exportável e diversificação da pauta exportadora com produtos e serviços de maior valor agregado. Estamos no rumo certo, a internacionalização”, conclui Barbosa Netto.

Minas Gerais continuou sendo o principal responsável pelo superávit da balança comercial brasileira. O saldo comercial do Estado foi de U$ 27,8 bilhões no acumulado dos últimos 12 meses, enquanto o saldo nacional foi de US$ 28,6 bilhões. Sendo assim, Minas Gerais possui 97% do saldo comercial brasileiro. Em relação ao período de março/2011 a fevereiro/2012, o crescimento foi de 4,7% no saldo comercial mineiro.

 

Gestão Antonio Anastasia: Secopa e BHTrans apresentam plano de mobilidade do entorno do Independência

Documento contém as diretrizes de trânsito e transporte para dias de jogos na nova arena, bem como alterações permanentes em seu entorno
Sylvio Coutinho
Estádio Independência está em fase final de modernização
Estádio Independência está em fase final de modernização

Enquanto o Estádio Independência recebe as últimas intervenções em sua fase final de modernização, a Secretaria de Estado Extraordinária da Copa (Secopa) e a BHTrans lançaram o plano operacional de mobilidade para o estádio, nesta terça-feira (28), na sede da Prefeitura de Belo Horizonte. O documento contém as diretrizes de trânsito e transporte para dias de jogos na nova arena, bem como alterações permanentes em seu entorno.

Um dos principais objetivos do projeto é incentivar o uso do transporte público entre os visitantes. “Trata-se de uma mudança cultural em que o metrô e ônibus serão utilizados como meios principais de transporte num contexto novo de administração de arenas já existente em várias partes do mundo”, reforça o gerente do Programa Copa 2014 do Governo de Minas, Eder Campos. Há exemplos bem-sucedidos de adesão da população ao transporte público em dia de jogos em cidades, como Berlim, Londres, Turim, Praga, Madri e Porto.

O projeto contempla importantes mudanças viárias com a entrega do novo Independência, como a implantação de mão única em ruas do entorno, alterações de itinerário de linhas de ônibus, reprogramação semafórica, expansão de passeios, nova sinalização com placas e pintura no asfalto, criação de pontos de embarque e desembarque de torcidas rivais, áreas de estacionamento de ônibus de torcidas e reservadas a taxistas, locais exclusivos de circulação de pedestres, rotas de monitoramento da segurança, entre outras. A comunidade local representada pelas associações de bairro participou intensamente do processo de elaboração do documento.

O presidente da BHTrans reforça a importância da relação com os moradores do entorno na elaboração do plano. “Foram analisadas as melhores práticas de gerenciamento de trânsito para garantir a qualidade de vida dos moradores e bom relacionamento com a comunidade com a chegada do novo estádio. Eles participaram ativamente”, diz Ramon Victor César. O conteúdo do plano pode ser acessado pela internet por meio do portal público BHTrans, onde figuram detalhes com imagens de todas as mudanças(http://www.bhtrans.pbh.gov.br/portal/page/portal/portalpublico/Imprensa/estadio_independencia_280212).

Fonte: Agência Minas

Gestão Anastasia: frutas e cachaça de Minas Gerais fazem sucesso em feira internacional

Fruit Logistica 2012 é a principal feira do setor de frutas, verduras e legumes, e porta de entrada para todo o mercado europeu

Divulgação/Central Exportaminas
Estande mineiro reuniu diversas autoridades na Fruit Logistica, em Berlim, na Alemanha
Estande mineiro reuniu diversas autoridades na Fruit Logistica, em Berlim, na Alemanha

Produtores e exportadores mineiros estiveram em Berlim, na Alemanha, promovendo as frutas da região do Jaíba e cachaça de Minas Gerais, durante a Fruit Logistica 2012, principal feira do setor de frutas, verduras e legumes, e porta de entrada para todo o mercado europeu. A feira aconteceu entre 8 e 10 de fevereiro.

A Central Exportaminas coordenou, pelo terceiro ano consecutivo, a delegação mineira durante a feira. O estande mineiro, localizado no “Brazilian Fruit”, pavilhão oficial do Brasil organizado pelo Instituto Brasileiro de Frutas (Ibraf), em conjunto com a Agência Brasileira de Promoção das Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), recebeu a visita de centenas de compradores internacionais, autoridades e imprensa especializada.

Dentre as autoridades presentes no estande de Minas Gerais estiveram as ministras da Agricultura de Portugal, Assunção Cristas, e da Alemanha, Ilse Aigner. Visitantes e autoridades puderam conhecer as frutas e a cachaça mineiras, além de degustarem a famosa caipirinha, feita na hora com a cachaça Pendão, produzida e engarrafada em Itatiaiuçu, a 70 km de Belo Horizonte.

Durante a feira, a Embaixada do Brasil em Berlim ofereceu uma recepção à delegação de Minas Gerais que, segundo a coordenadora especial de Comércio Exterior do Governo de Minas, Elisabete Serodio, “de grande valia para a aproximação entre o governo federal e os empresários mineiros”.

“Participaram da delegação mineira 32 empresários e produtores de frutas da região do Jaíba, alguns deles pela primeira vez e outros com o objetivo de conhecer novos mercados para seus produtos”, afirma o diretor da Central Exportaminas, Ivan Barbosa Netto, presente na feira. Também participaram da missão o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Elmiro Alves do Nascimento; a coordenadora Especial de Comércio Exterior da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede), Elisabete Serodio; o superintendente de Gestão dos Mercados Livres dos Produtores Rurais da Seapa, Lucas Scarascia; o diretor-geral do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), Altino Rodrigues Neto; a analista de comércio exterior da Exportaminas, Andressa Borges; os técnicos do Sebrae-MG Claudio Luiz Oliveira, Claudio Wagner de Castro, Jadilson Ferreira Borges e Raquel Brasil; o aluno do curso de Relações Internacionais do Centro Universitário Newton Paiva Wellington Corelli, além de produtores e empresas de grande, médio e pequeno porte do Norte de Minas, como Brasnica, Benassi, Grupo Borborema, Aslim e Abanorte, entre outros.

Missão Comercial

A promoção comercial de produtos de Minas Gerais continuará neste mês de fevereiro. Entre os dias 12 e 16, a Central Exportaminas participa da Missão Empresarial do Brasil ao Oriente Médio, Arábia Saudita e Emirados Árabes liderada pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), a Câmara de Comércio Árabe Brasileira (CCAB) e a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O objetivo é contribuir para a ampliação do fluxo comercial, promovendo as exportações brasileiras e auxiliando as empresas no seu processo de internacionalização. Participarão da missão a coordenadora de Comércio Exterior da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Elisabete Seródio; o diretor da Central Exportaminas, Ivan Barbosa Netto; consultores de investimentos do BDMG e as empresas Café Fazenda Caeté (café individual preparado por imersão) e Maricota (massas e alimentos congelados), além da Associação dos Fruticultores do Norte de Minas – Abanorte e de representantes da CeasaMinas.

Gulf Food

Pelo terceiro ano consecutivo, a Central Exportaminas vai liderar missão de Minas Gerais à GulFood, maior feira de alimentos e bebidas do mundo árabe e principal porta de entrada para os mercados do Oriente Médio e Norte da África, que será realizada em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, entre 19 e 22 de fevereiro. A Central Exportaminas coordenará o estande Minas Gerais no pavilhão oficial do Brasil, organizado pelo Instituto Brasileiro de Frutas (Ibraf) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), sob a identidade visual BrazilianFruit. Participam da 17ª edição da feira empresas associadas à Associação dos Fruticultores do Norte de Minas (Abanorte), a TranscomexGG,  o Grupo Borborema, Ceasa Minas e Café Fazenda Caeté.

Fonte: Agência Minas