Arquivos do Blog

Governo de Minas: alunos do curso de música do Cefar apresentam recital no Palácio das Artes

Com obras de Vivaldi, Mozart, Bartovsky e Tom Jobim no programa, apresentação acontece na Sala Juvenal Dias e tem entrada gratuita

Os alunos do curso de música do Centro de Formação Artística da Fundação Clóvis Salgado (Cefar) apresentam na quinta-feira (28), às 19h, na Sala Juvenal Dias, no Palácio das Artes, o segundo Recital de Alunos de Música de 2012. Na primeira edição do Recital, realizada em maio, mais de 170 pessoas conferiram às apresentações dos alunos de música.

No programa da apresentação estão obras de compositores consagrados na música erudita, como Vivaldi, Mozart, Suzuki e Bartovsky e na Música Popular Brasileira, como Tom Jobim. A apresentação da Orquestra Escola do Cefar, um duo com oboé e clarineta e uma peça composta e interpretada pelo aluno Willian Rosa, é um dos destaques do concerto. O recital contará, também, com a participação de professores do curso de música do Cefar, que dividirão o palco com seus alunos em diversos momentos. Participam, ainda, os alunos Gabriel Peck e Rafael Aspar, premiados pelo projeto do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) Jovens Músicos/Instrumentistas este ano, nas categorias canto e cello respectivamente.

Para a coordenadora do curso de Música do Cefar, Jacyara Araújo, “os recitais agregam de maneira fundamental ao processo de formação dos alunos, sendo o momento em que estes iniciarão contato com o palco e o público na interpretação de pequenas peças ou movimentos musicais de grandes compositores clássicos”. E completa: “As apresentações contribuem para que os alunos formem-se com a capacidade técnica, artística e emocional de executar um repertório completo com qualidade, em espaço adequado para audição acústica, e para os mais diversos públicos”.

O concerto tem entrada gratuita.

Sobre o Centro de Formação Artística da Fundação Clóvis Salgado

Sediado no Palácio das Artes, o Cefar é constituído por escolas de dança, teatro e música, sendo referência em Minas Gerais no desenvolvimento artístico de jovens talentos e profissionais. Além dos cursos regulares, oferece oficinas e cursos livres destinados à capacitação, qualificação, aperfeiçoamento e atualização de profissionais da arte e da cultura.

Desenvolve, ainda, projetos como a Big Band Palácio das Artes, o Grupo de Choro Palácio das Artes, o Ballet Jovem Palácio das Artes, o Coral Infantojuvenil Palácio das Artes, que possuem uma agenda permanente de apresentação ao público.

Serviço

Recital de Alunos de Música do Cefar e convidados

Data: 28.06 – quinta-feira

Horário: 19h

Local: Sala Juvenal Dias – Av. Afonso Pena, 1.537 – piso inferior

Duração: 1h15

Classificação etária: Livre

Entrada Gratuita

Informações para o público: 3236-7400

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/alunos-do-curso-de-musica-do-cefar-apresentam-recital-no-palacio-das-artes/

Anúncios

Governo de Minas: Anastasia inaugura obras nos municípios de Delta e Veríssimo

Durante visita ao Triângulo Mineiro, governador entrega obras de infraestrutura, saúde, educação e assistência social

O governador Antonio Anastasia visitou, neste sábado (23/06) as cidades de Conquista, Delta e Veríssimo, no Triângulo Mineiro, onde inaugurou obras e se reuniu com lideranças da região. Em Delta, o governador entregou a nova Policlínica Pedro José da Silva, , reformada para melhor atender a população, e o prédio da Escola Municipal Ana Castro Cançado, com capacidade para atender mil alunos. Foram inauguradas, também, obras de infraestrutura, executadas com recursos do programa Novo Somma Urbaniza, do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).

Em Veríssimo, o governador inaugurou unidade da Rede Farmácia de Minas, responsável pela distribuição gratuita de medicamentos do SUS, e uma unidade do Centro de Referência em Assistência Social (Cras), que presta serviços à população de baixa renda em situação de risco. Antes de Delta e Veríssimo, o governador se reuniu com lideranças de Conquista, também no Triângulo Mineiro.

Delta

O governador Anastasia, acompanhado do presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, Matheus Cotta de Carvalho, foi recebido pela prefeita de Delta, Lauzita Rezende da Costa. Após o descerramento de placas, Anastasia visitou as dependências da Escola Municipal Ana de Castro Cançado e da policlínica. Mariana da Silva Nunes e Pamela Reis Morais, participantes do programa social Pro Jovem, entregaram ao governador uma peça de artesanato.

Na Policlínica Pedro José da Silva, foram investidos R$ 410,3 mil, sendo que R$ 150 mil pelo Governo de Minas e o restante pela prefeitura. O número de atendimentos diários será ampliado de 65 para 100 pacientes. A policlínica oferece consultas médicas nas especialidades de cardiologia, ginecologia, gastrologia, urologia e clínica geral.

A construção da Escola Municipal Ana Castro Cançado recebeu investimentos de R$ 1 milhão, sendo R$ 450 mil do Governo de Minas e o restante contrapartida da prefeitura. A escola tem 18 salas de aula, secretaria, cozinha, dispensa, salas de professores, de coordenação pedagógica, biblioteca e laboratório de informática.

As obras de infraestrutura representaram investimentos de R$ 4 milhões, dos quais R$ 3,5 milhões por meio do Novo Somma Urbaniza. Os recursos foram aplicados na implantação de galerias para recolhimento de águas pluviais, meio-fio e canaletas. Também foram feitas obras de melhoria de acessibilidade e aplicados 86 mil metros quadrados de massa asfáltica, o que cobre 70% das vias da cidade.

Em seu pronunciamento, o governador destacou a principal atividade do município, o setor sucroalcooleiro. “No passado, Minas Gerais tinha uma pequena produção de açúcar e de álcool. Hoje, somos o segundo Estado da federação na produção do álcool e do açúcar, superados por São Paulo. Passamos o Paraná, o Mato Grosso, Alagoas e Pernambuco, e, se Deus quiser, passaremos São Paulo também, porque o povo de Minas trabalha muito. É um povo trabalhador e dedicado”, afirmou

Veríssimo

A Rede Farmácia de Minas está sendo implantada numa ação parceira do Governo de Minas com as prefeituras. Em todo o Estado, já são 352 unidades em funcionamento. Na implantação da unidade de Veríssimo, o Governo de Minas investiu R$ 90 mil, sendo R$ 55 mil para a construção do prédio e R$ 35 mil destinados à montagem da farmácia. A Prefeitura contribuiu com R$ 55 mil. O investimento total foi R$ 145 mil. Cada unidade do Farmácia de Minas disponibiliza 162 tipos de medicamentos como analgésicos, antiipertensivos, antitérmicos, antiinflamatórios, antialérgicos, diuréticos entre outros.

No Centro de Referência em Assistência Social (Cras) de Veríssimo foram investidos R$ 114,6 mil, sendo R$ 70 mil do Governo de Minas e R$ 44,6 mil da Prefeitura. Segundo censo do IBGE, o município, de 3,5 mil habitantes, tem 514 famílias de baixa renda que deverão ser beneficiadas pelos serviços prestados pelo Cras.

Anastasia destacou que as parcerias entre o Governo de Minas e os municípios são fundamentais para o desenvolvimento e a melhoria da qualidade de vida da população e agradeceu a recepção acolhedora dos cidadãos de Veríssimo.

“Fico orgulhoso, como governador de Minas, de estabelecer essas parcerias com o município de Veríssimo, que, através de uma gestão pública eficiente, resultam em obras para a população. Percebemos nas obras que inauguramos, Farmácia de Minas e o Centro de Referência em Assistência Social, um movimento de melhoria para o povo”, ressaltou.

Conquista

Durante encontro com autoridades políticas locais e população em Conquista, o governador destacou importância da região no desenvolvimento do Estado, ressaltando o compromisso do Governo de Minas com a educação e outras políticas públicas.

“Temos vários investimentos na região de Conquista porque percebemos que aqui tem se desenvolvido muito, ajudando no desenvolvimento do Estado como um todo. Nosso compromisso é com todas as políticas públicas, mas é claro, a educação em primeiro lugar, porque é ela que vai resgatar, cada vez mais, o futuro de nosso Brasil. Tenho muito orgulho da educação pública mineira por estar em primeiro lugar no Ideb nacional e assim vamos mantê-la, graças ao esforço dos nossos professores, diretores, alunos e, principalmente das famílias. Da mesma forma, as estradas, a segurança, o sistema de saúde, o turismo. Temos tantas alternativas de crescimento e o que sabemos é que queremos uma boa qualidade de vida”, disse Antonio Anatasia.

O diretor da Escola Estadual Lindolfo Bernardes, Francisco de Assis Fernando, agradeceu ao governador pelos investimentos na educação. “Quero aqui agradecer ao Governo de Minas por todos os recursos direcionados a nossa escola estadual e por todos os outros investimentos na educação. É um fato que engrandece nosso Estado no cenário nacional”, disse.

O governador foi recebido em Conquista pela prefeita Vera Lúcia Guardieiro, pelos secretários e representantes do legislativo municipal e recebeu homenagens da Fanfarra Amélio Guardieiro e do Coral Vozes de Conquista. Ele aproveitou a ocasião para parabenizar o município pelos 100 anos de história.

“Na oportunidade do centenário de Conquista, 30 de agostoT do ano passado, compromissos me impediram de aqui estar, mas trago agora o abraço dos 20 milhões de mineiros a esta cidade centenária tão bela. Parabéns a esta cidade tão querida, tranquila, próspera, habitada por gente boa, dedicada, mineira, carinhosa e, sobretudo, solidária”, reiterou Anastasia.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/anastasia-inaugura-obras-nos-municipios-de-delta-e-verissimo/

Governo de Minas: Governador Antonio Anastasia entrega nova ponte à população de Guidoval

Estrutura havia sido destruída pelas chuvas de janeiro; Anastasia também inaugura novo de acesso à ponte sobre o rio Xopotó

Governo de Minas investiu R$ 19,8 milhões na construção da nova ponte de Guidoval
Governo de Minas investiu R$ 19,8 milhões na construção da nova ponte de Guidoval

O governador Antonio Anastasia inaugurou, nesta quinta-feira (21), em Guidoval, na Zona da Mata, ponte sobre o rio Xopotó, com 130 metros de extensão. O Governo de Minas investiu R$ 19,8 milhões na obra, concluída em cinco meses. A antiga ponte foi destruída pelas chuvas no início de janeiro deste ano.

A nova ponte, em concreto, é sustentada por quatro conjuntos de pilares duplos. A pista de rolamento tem 11 metros de largura, incluindo duas passagens de pedestres, de 1,5m cada, e guarda corpo. Uma variante para acesso à nova ponte, fazendo ligação do município com a rodovia MGC-120, numa extensão de 1,8 quilômetros, também foi construída pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG), porque a ponte foi erguida em local diferente da antiga por motivos técnicos.

Guidoval foi muito castigada pela cheia do Rio Xopotó, em janeiro deste ano, vindo a decretar situação de emergência em 10 de janeiro. Duas pessoas morreram e 7 mil habitantes foram afetados. Duas mil pessoas foram desalojadas e 102 desabrigadas. Foram destruídas 122 casas e outros 617 imóveis foram danificados. Na época, o governador Anastasia visitou a cidade e determinou ao Departamento de Estrada de Rodagens de Minas Gerais (DER-MG) a construção de uma nova ponte.

“Estou voltando aqui para resgatar um compromisso perante a população. O primeiro passo, em função da emergência absoluta, era restabelecer a situação, dar conforto imediato, devolver a normalidade e construir a ponte para dar o acesso. Agora vamos dar um passo além: faremos a passarela para melhorar o acesso de quem passava pela antiga ponte”, disse o governador. A passarela vai facilitar o acesso à cidade  e deverá ser feita em parceria com a prefeitura municipal.

Melhoria de acesso

Acompanhado pelos secretários de Estado Carlos Melles (Transporte e Obras Públicas) e Bráulio Braz (Esportes e da Juventude) e do prefeito de Guidoval, Elio Lopes dos Santos, o governador descerrou fita e placa para marcar a inauguração da nova ponte. O padre Paulo Kowalski e o pastor Franklin Silva fizeram a benção da ponte.

Em seu pronunciamento, Antonio Anastasia lembrou dos momentos difíceis vividos pela população, solidarizou-se com parentes das vítimas. “As pessoas que aqui faleceram merecem sempre a nossa memória, o nosso respeito e o nosso trabalho para evitar que tragédias como estas se repitam. Por isso, naquele ambiente de destruição, percebemos a necessidade de diversas obras e a primeira tarefa foi a volta à normalidade da cidade que estava ilhada”, completou.

Exército

Antonio Anastasia lembrou do trabalho fundamental dos homens do Exército brasileiro no apoio a Guidoval. Até o fim das obras da nova ponte, a principal ligação com Ubá era a ponte provisória construída pelo Exército para evitar o isolamento dos moradores. “Agradeço o Exército brasileiro que colocou a ponte provisória que durante meses permitiu a normalidade da vida dessa cidade da zona da mata mineira”, afirmou.

O prefeito de Guidoval, Elio Lopes dos Santos, ressaltou o empenho do governador Anastasia para a execução da obra em tempo recorde. “Agradeço ao Antonio Anastasia, que tanto se esforçou para fazer a obra, sem nenhum recurso do governo federal”, disse.

Apoio do Governo de Minas

Por meio da Copasa e da Cemig, o Governo de Minas concedeu prazos maiores e possibilidade de parcelamento das contas de água e luz para populações de municípios afetados. O prazo para pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) também foi prorrogado, medida que beneficiou 25 mil micros e pequenas empresas.

Os micros e pequenos empresários foram também beneficiados com a criação de linha de crédito especial do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), no valor de R$ 30 milhões. Em Guidoval, 12 empresas conseguiram financiamento total de R$ 756,92 mil, por meio do Programa Emergencial de Socorro a Empresas e Cooperativas com Empreendimentos Afetados por Chuvas Intensas (Fundese Solidário).

Um dos beneficiados pelo programa foi o comerciante Carlos Antônio dos Santos, dono da Casa dos Produtores. A loja está em funcionamento há 12 anos e foi muito afetada com a inundação da cidade. Com o empréstimo de R$ 43 mil ele minimizar os prejuízos. “Usei os recursos para o pagamento de duplicatas. Estou ainda me recuperando dos prejuízos, mas com o empréstimo pude respirar”, contou.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governador-antonio-anastasia-entrega-nova-ponte-a-populacao-de-guidoval/

Governo de Minas: nova ponte de Guidoval será entregue à população

Série de medidas do Governo do Estado auxilia municípios afetados pelas chuvas.

A nova ponte sobre o rio Xopotó, em Guidoval, na Zona da Mata, está concluída e será entregue à população esta semana, pelo governador Antonio Anastasia. Com recursos do Tesouro Estadual de R$ 19,8 milhões, o Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER/MG) realizou a construção da ponte e de um novo acesso com extensão de 1,8 km.

As obras foram determinadas pelo governador após as chuvas do início do ano destruir a antiga ponte da cidade. Na época, uma estrutura provisória foi instalada no local e, no dia 21 de janeiro, teve início o trabalho para uma solução definitiva. A construção foi finalizada dentro do prazo contratual.

A nova ponte tem 130 metros de extensão e liga as duas margens, sustentada por quatro conjuntos de pilares duplos. A pista de rolamento tem 11 metros de largura, incluindo duas passagens de pedestres e guarda corpo em concreto.

“Cumprimos a missão determinada pelo Governador Anastasia, realizando um trabalho importante para a população de Guidoval, ao construir uma nova ponte, de qualidade, capaz de resistir à força das águas e evitar o que aconteceu durante as chuvas de janeiro, quando a cidade ficou isolada. Estabelecemos uma comunicação rodoviária definitiva para a cidade de Guidoval”, destaca o secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles.

Obras

Além da construção da ponte de Guidoval, o Governo de Minas adotou uma série de medidas de apoio à população e empresas atingidas pelas chuvas. Na última semana, foi inaugurado, em Ubá, mais um depósito avançado do Governo de Minas, estruturado pela Coordenadoria Estadual da Defesa Civil (Cedec). Construído no 21º Batalhão da Polícia Militar, o local receberá e armazenará materiais de ajuda humanitária adquiridos pela Cedec, que serão distribuídos aos municípios da região que forem prejudicados por desastres.

Antes, no local, havia um ponto de distribuição que, nos períodos chuvosos de 2010/2011 e 2011/2012, entregou quase 32 mil toneladas de alimentos, mais de dois mil colchões, dois mil cobertores, quatro mil telhas, além de kits de produtos de higiene pessoal e rolos de lonas, mas o armazenamento era realizado em um espaço menor e não totalmente estruturado para a função. O novo espaço, com 100 metros quadrados de área, atenderá a cerca de 90 municípios próximos a Ubá. A capacidade de armazenamento é de 1.500 cestas básicas, 500 colchões, 500 cobertores, 300 kits higiênicos, 300 kits de limpeza e dez bobinas de lona.

“A Cedec de Minas atua de forma descentralizada, através de regionais de Defesa Civil que coincidem com as regiões da Polícia Militar. Temos, hoje, 13 depósitos avançados, para atender prontamente às demandas, além de ficarem mais próximos das comunidades afetadas”, afirma o coronel Luis Carlos Dias Martins, coordenador da Defesa Civil do Estado.

Parcelamento de contas e isenção

Por meio da Copasa e da Cemig, o Governo de Minas concedeu prazos maiores e possibilidade de parcelamento das contas para populações e municípios afetados pelas chuvas. O prazo de pagamento do ICMS também foi prorrogado, beneficiando cerca de 25 mil micros e pequenas empresas, e foi proposta a isenção de IPVA  e da Taxa de Licenciamento do Veículo, do exercício de 2012, mediante a comprovação de perda total dos veículos nos municípios afetados.

Ainda visando auxiliar aos micros e pequenos empresários e cooperativas, foi criado o Programa Emergencial de Socorro a Empresas e Cooperativas com Empreendimentos Afetados por Chuvas Intensas (Fundese Solidário VI), com destinação de R$ 30 milhões por meio do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), para reparação de danos causados pelas chuvas. Também foi disponibilizada linha de crédito especial para produtores rurais que sofreram prejuízos.

O Governo de Minas antecipou, ainda, o repasse dos recursos do Piso Mineiro de Assistência Social para 92 municípios que decretaram situação de emergência. Desse total, 38 municípios receberam, entre abril e maio deste ano, o adiantamento de seis parcelas, totalizando R$ 1,17 milhão.

Movimento Minas Solidária

Por meio do Movimento Minas Solidária, do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) e da Cedec, 91 famílias de Guidoval afetadas pelas chuvas do início do ano também vão receber, no próximo dia 21 de junho, cheques no valor de um salário mínimo. Além disso, nesta semana, mais 98 famílias de Vespasiano e Brumadinho, na região Central, serão beneficiadas, assim com outras 261 de Além Paraíba e Guaraciaba, que já receberam os cheques.

Por definição do conselho gestor dos recursos, formado pelo Ministério Público Estadual, Servas e Cedec, podem receber o valor famílias atingidas pelas chuvas que estão registradas no Cadastro Único e tenham o NIS (Número de Inscrição Social).

Nos próximos dias, também serão entregues recursos para famílias cadastradas na Defesa Civil dos seguintes municípios: Dona Euzébia (29); Matipó (14); Paulistas (29); Presidente Bernardes (64); Santo Hipólito (22); e Senador Firmino (32). Os recursos, um total de R$ 772.586,04, foram arrecadados por meio de doações de cidadãos e empresas em duas contas bancárias. Além disso, no período de chuvas o Movimento distribuiu 538 toneladas de donativos a 76 municípios.

Utilização de recursos

O Governo de Minas apresentou ao governo federal, em janeiro, conjunto de 318 projetos, detalhando obras e ações de prevenção a inundações no valor de R$ 3,9 bilhões, sendo R$ 1,5 bilhão de competência do Estado e o restante de responsabilidade da União.

Até o momento, a utilização dos recursos envolve ações de socorro e assistência em 39 municípios (R$ 6,5 milhões); e reconstrução e recuperação em 17 municípios (R$ 60,3 milhões).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/nova-ponte-de-guidoval-sera-entregue-a-populacao/

Gestão Anastasia: Governo de Minas abre inscrições para o Fundo Estadual de Cultura

Programa traz novidade no Edital 2012: Entidades poderão inscrever até dois projetos

A Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais (SEC), por meio da Superintendência de Fomento e Incentivo à Cultura, lança o Edital 2012 do Fundo Estadual de Cultura (FEC), amplo programa de fomento e incentivo à atividade cultural do Governo de Minas Gerais, por meio de patrocínio e financiamento de projetos artísticos e culturais que tradicionalmente encontram dificuldade em captar recursos no mercado, com prioridade para o interior de Minas Gerais.

Serão disponibilizados R$ 6,5 milhões para projetos selecionados na modalidade “Liberação de Recursos Não Reembolsáveis” e R$ 3,34 milhões para os selecionados na modalidade “Financiamento Reembolsável”. Para a modalidade “Liberação de Recursos Não Reembolsáveis”, os projetos deverão ser inscritos de 24 de maio a 9 de julho de 2012. Na modalidade “Financiamento Reembolsável”, as inscrições poderão ser feitas além do período acima, entre os dias 1º e 10 de cada mês, até a publicação do próximo Edital do FEC.

Segundo a secretária de Estado de Cultura, Eliane Parreiras, o Fundo Estadual de Cultura representa, cada vez mais, um importante mecanismo de fomento à cultura ao apoiar os agentes das diversas áreas artístico-culturais de Minas Gerais. “O FEC está presente em todas as regiões mineiras e esse fato confirma sua relevância para o desenvolvimento cultural do Estado, na medida em que várias entidades do interior têm seus projetos aprovados. A cada edital do FEC, cresce o número de projetos beneficiados e, este ano, trabalhamos para que o crescimento seja ainda maior”, afirma.

Novidade

Criado em 2006, o Fundo Estadual de Cultura já disponibilizou mais de R$ 38 milhões para financiamento e patrocínio de projetos artístico-culturais, beneficiando 600 projetos. Em sua sexta edição, o FEC chega com uma novidade. Entidades de direito público e privado, sem fins lucrativos, poderão inscrever até dois projetos, sendo que o segundo projeto deve, obrigatoriamente, ter valor máximo de R$ 15 mil e focar ações de capacitação de agentes culturais ou intercâmbio cultural (Área V da modalidade “Liberação de Recursos Não Reembolsáveis).

Poderão inscrever-se na categoria “Liberação de Recursos Não Reembolsáveis”, entidades de direito público (prefeitura ou fundação de natureza cultural vinculada à prefeitura) ou pessoas jurídicas de direito privado sem fins lucrativos, com objetivo e atuação cultural, que apresentem projetos artístico-culturais.

Na modalidade “Financiamento Reembolsável”, poderão inscrever-se pessoas jurídicas de direito privado, com ou sem fins lucrativos, com objetivo e atuação cultural, que apresentem projetos que visem à criação, produção, preservação, divulgação de bens e manifestações culturais no Estado, além de aquisição de equipamentos relativos a projetos de comprovada viabilidade técnica, social, cultural, econômica e financeira, compatíveis com os objetivos do FEC.

Entenda o Fundo Estadual de Cultura

Criado pela Lei Estadual 15.975 de 2006, o Fundo Estadual de Cultura (FEC) é um importante instrumento de promoção do desenvolvimento cultural das diversas regiões de Minas Gerais, com foco prioritário no interior. Seu objetivo é o repasse de recursos para projetos culturais que tradicionalmente encontram alguma dificuldade em encontrar apoio no mercado.

Para concorrer aos benefícios, os projetos culturais deverão ser inscritos em uma das duas modalidades do FEC: “Liberação de Recursos Não Reembolsáveis” e “Financiamento Reembolsável”. Na modalidade “Liberação de Recursos Não Reembolsáveis”, o dinheiro é repassado diretamente à entidade proponente do projeto, por meio de patrocínio, não havendo necessidade de devolvê-lo ao Poder Público. Podem inscrever projetos nessa modalidade entidades públicas ou entidades de direito privado sem fins lucrativos.

Já na modalidade “Financiamento Reembolsável”, a entidade receberá os recursos por meio de financiamento do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), sendo que o valor recebido deverá ser devolvido aos cofres do banco de acordo com as regras e juros estabelecidos. Nessa modalidade, podem participar entidades de direito privado, com ou sem fins lucrativos.

Para concorrer à seleção de projetos, é necessário que as entidades tenham, pelo menos, um ano de existência legal, atuação cultural devidamente comprovada e serem diretamente responsáveis pela promoção e execução do projeto inscrito. No ato da inscrição, as entidades deverão fornecer a documentação exigida no edital, bem como os formulários devidamente preenchidos (ver Edital 2012, disponível no site www.cultura.mg.gov.br).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-abre-inscricoes-para-o-fundo-estadual-de-cultura/

Gestão Anastasia: Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais lança BDMG Giro Média Empresa

Nova linha de financiamento oferece taxas de juros a partir de 0,95% ao mês, prazos maiores e atendimento personalizado

Após revisar as condições do BDMG Geraminas, principal produto destinado ao segmento de clientes de micro e pequeno porte, o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) volta-se para as médias empresas mineiras e cria um novo produto: o BDMG Giro Média Empresa.

O banco oferecerá condições ainda melhores para capital de giro para empresas de médio porte, figurando dentre as mais competitivas do mercado. As taxas de juros foram reduzidas e os prazos para pagamento, ampliados. O BDMG Giro Média Empresa destina-se a empresas com faturamento anual entre R$ 10,5 milhões e R$ 90 milhões de todos os setores econômicos. Podem ser financiados até R$ 3 milhões por cliente.

Para financiamentos com prazo total de até 15 meses, o BDMG oferece taxas de juros de 0,95% ao mês e carência de três meses. Já financiamentos com prazo total de até 36 meses, as taxas de juros são a partir de 1,06% ao mês e carência de seis meses. Para prazos de até 42 meses, o BDMG Giro Média Empresa oferece taxas a partir de 1,10% ao mês e carência de seis meses. Vale ressaltar que as taxas de juros serão fixas, ou seja, o cliente saberá quanto vai pagar até o término do financiamento.

De acordo com o gerente de Departamento de Médias Empresas do BDMG, Alexandre Drummond, os diferenciais do Banco são o atendimento personalizado e o compromisso com o sucesso dos clientes. “Oferecemos atendimento individualizado para o segmento de média empresa e contamos com uma equipe especializada, que conhece as peculiaridades econômicas do Estado”, explica.

As empresas podem contatar o BDMG por meio do site www.bdmg.mg.gov.br.

Desembolsos

Em 2011, o BDMG desembolsou um total de R$ 129,2 milhões para empresas mineiras de médio porte. Para 2012, a previsão do Banco é alcançar R$ 185 milhões em liberações.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/banco-de-desenvolvimento-de-minas-gerais-lanca-bdmg-giro-media-empresa/

Governo de Minas: prorrogadas inscrições para o Prêmio Excelência em Gestão Pública

O prazo para a entrega dos projetos foi prorrogado para até 13 de junho

Os servidores da administração direta que têm ideias para melhorar a gestão e serviços do Estado ainda podem se inscrever no 7º Prêmio Excelência em Gestão Pública. O prazo para a entrega dos projetos foi prorrogado para até 13 de junho, às 18h.

O prêmio é destinado a servidores públicos do executivo estadual, estagiários ou empregados públicos das empresas participantes (Emater, Epamig e Rádio Inconfidência). Os projetos concorrentes podem ser implementados ou não, desenvolvidos individualmente ou em grupo.

O 7º Prêmio Excelência vai pagar R$ 43,5 mil ao todo aos vencedores, com recursos do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG). Os projetos vencedores de cada modalidade, na categoria servidor, concorrem a prêmios em dinheiro nos valores de R$ 8.000, R$ 4.000 e R$ 2.000 para primeiro, segundo e terceiro lugares, respectivamente, em cada uma das três modalidades. Na categoria estagiário, o primeiro lugar é premiado com a quantia de R$ 1.500.

Além de atenção para não perder o prazo, os interessados em concorrer devem observar as regras do edital (Seplag/SCPRH N.º 01/2012), uma vez que o descumprimento delas leva à desclassificação do trabalho.

A validação de padrão dos projetos ocorre por meio de um software criado exclusivamente para o prêmio. O programa analisa os trabalhos quanto aos parâmetros de caracteres e determina se podem ou não ser enviados para a banca examinadora.

As inscrições devem ser feitas pela internet, no portal da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), no endereço www.planejamento.mg.gov.br. Além da ficha de inscrição, o edital determina o preenchimento do formulário referente ao Termo de Compromisso, também enviado por meio digital.

O Termo de Compromisso, que consta no anexo C do edital, deverá ser preenchido, impresso, assinado e entregue à coordenação do concurso, de segunda a sexta-feira, 08h às 18h, no setor de protocolo do prédio Gerais da Cidade Administrativa, localizada na Rodovia Prefeito Américo Gianeti, s/n, ou nas agências dos Correios, em carta registrada para o mesmo endereço. No último caso, valerá a data da postagem para contagem do prazo, ou seja, 13 de junho. As inscrições somente serão confirmadas após o envio do termo de compromisso.

O prêmio

O 7º Prêmio Excelência em Gestão Pública é organizado pela Subsecretaria de Gestão de Pessoas da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), com a participação da Fundação João Pinheiro, e com patrocínio do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).

Informações sobre o Prêmio:

www.planejamento.mg.gov.br/governo/choque/premio_excelencia/premio_excelencia.asp

E-mail: premiogestao@planejamento.mg.gov.br

Telefone: (31) 3915-0393

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/prorrogadas-inscricoes-para-o-premio-excelencia-em-gestao-publica/

Gestão em Minas: Anastasia determina “alíquota zero” de ICMS aos capacetes para motociclistas

Governador participou de homenagem a motociclistas mineiros, durante solenidade na Praça da Liberdade

O governador Antonio Anastasia participou, nesta sexta-feira (25), na Praça da Liberdade, de homenagem de motociclistas mineiros. A Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH) comemorou a Lei Estadual 19.978 que reduziu a zero a carga tributária para compra de capacetes no Estado. A alíquota era de 18%.

Durante a solenidade, realizada na Alameda Travessia, da Praça da Liberdade, o presidente da CDL-BH, Bruno Falci, e o diretor da Câmara Setorial Duas Rodas, Rômulo Filgueiras, entregaram ao governador um capacete comemorativo. O equipamento traz imagens de pontos turísticos da capital como a Cidade Administrativa, Lagoa da Pampulha, pirulito da Praça Sete, Mineirão, além do número da lei e data da sanção.

Para o governador Anastasia, a redução do ICMS permite que o motociclista compre capacetes de qualidade, aumentando a segurança.

“O número de motociclistas tem aumentado muito, não só em Minas como no Brasil. A moto é usada por muitas pessoas, sobretudo, para o trabalho, mas, muitas vezes, as pessoas não têm condições de comprar o capacete mais adequado. A redução do ICMS a zero colabora. Por isso tomamos a iniciativa, com a aprovação da Assembleia Legislativa, em resposta a um pleito da CDL-BH”, disse Antonio Anastasia.

O governador de Minas ressaltou que a isenção do ICMS será ainda maior quando for instalada uma fábrica de equipamentos de segurança, incluindo capacetes, em Minas Gerais.

“Já determinei à secretária de Desenvolvimento Dorothea Werneck e ao Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) que identifiquem potenciais investidores, porque daremos todos os estímulos possíveis, fiscais e creditícios, para recebermos uma indústria desse segmento, o que dará mais segurança para os nossos motociclistas. Nossa preocupação é sempre com a segurança, com a paz nas estradas e nas vias públicas”, afirmou.

O presidente da CDL-BH, Bruno Falci, lembrou que “mais de 60% dos acidentes com vítimas na capital mineira envolvem motociclistas”. Segundo ele, com a isenção, mais vidas serão salvas, porque equipamentos de mais qualidade poderão ser adquiridos por um número maior de pessoas. “Com essa medida o senhor estará salvando vidas, não só de motociclistas como também de seus familiares”, disse.

Crescimento da frota

De acordo com o Detran-MG, há 1,9 milhão de motocicletas (frota circulante) em todo o Estado. Em Belo Horizonte, são 183 mil motocicletas.  De maio de 2011 a abril de 2012, foram emplacadas 162 mil motos no Estado.  No mesmo período, foram emplacadas 20,5 mil somente em Belo Horizonte.

O crescimento da frota foi de 76,5% nos últimos cinco anos contra 41% dos carros. Dados da BHTrans apontam que 40% dos motociclistas de Belo Horizonte são motofretistas. De acordo com a CDL-BH, em 2011, eram 1.553 empresas que atendem o segmento moto em todo o Estado (comércio por atacada e a varejo de motocicletas, peças e acessórios). Dessas, 436 estão em Belo Horizonte.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/anastasia-determina-aliquota-zero-de-icms-aos-capacetes-para-motociclistas/

Governo de Minas: Prorrogado prazo para inscrições do Prêmio Excelência em Gestão Pública

As inscrições foram prorrogadas até as 18h do dia 24 de maio. As demais regras permanecem iguais

As inscrições para o 7º Prêmio Excelência em Gestão Pública foram prorrogadas até as 18h do dia 24 de maio, quinta-feira da próxima semana. O edital de adiamento do prazo final para a entrega dos trabalhos foi publicado no Minas Gerais, diário oficial do Estado, nesta quinta-feira (17).

As demais regras permanecem iguais. As inscrições devem ser feitas pela internet, no portal da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), no endereço www.planejamento.mg.gov.br. Além da ficha de inscrição, o Edital SEPLAG/SCPRH N.º 01/2012 determina o preenchimento do formulário referente ao Termo de Responsabilidade, também enviado por meio digital.

O termo de compromisso, que consta no anexo C do edital, deverá ser preenchido, impresso, assinado e entregue à coordenação do concurso, de 08h às 18h, no setor de protocolo do prédio Gerais da Cidade Administrativa, localizada na Rodovia Prefeito Américo Gianetti, s/n, ou nas agências dos Correios, em carta registrada, para o mesmo endereço. No último caso, valerá a data da postagem para contagem do prazo, ou seja, 24 de maio. As inscrições somente serão confirmadas após o envio do termo de compromisso.

Podem concorrer ao prêmio servidores que trabalham na administração direta, autárquica e fundacional do poder executivo estadual. A regra é a mesma para quem disputa na categoria estagiário, desde que estejam matriculados em cursos regulares de ensino superior.

Dúvidas ou outras informações podem ser enviadas para a coordenação do prêmio no e-mail premiogestao@planejamento.mg.gov.br.

O prêmio

O 7º Prêmio Excelência em Gestão Pública é organizado pela Subsecretaria de Gestão de Pessoas da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), e com patrocínio do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).

Os projetos vencedores de cada modalidade, na categoria servidor, concorrem a prêmios em dinheiro nos valores de R$ 8.000, R$ 4.000 e R$ 2.000 para primeiro, segundo e terceiro lugares, respectivamente, em cada uma das três modalidades. Na categoria estagiário, o primeiro lugar é premiado com a quantia de R$ 1.500.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/prorrogado-prazo-para-inscricoes-do-premio-excelencia-em-gestao-publica/

Gestão Eficiente: Anastasia inaugura a maior fábrica de estruturas metálicas de Minas Gerais

Terceira unidade da Codeme Engenharia recebeu R$ 105 milhões em investimentos, gerando 600 empregos e diretos indiretos, em Juiz de Fora

Wellington Pedro / Imprensa MG
Segundo Anastasia, "a empresa representa bem a cadeia produtiva mineira do minério e do aço"
Segundo Anastasia, “a empresa representa bem a cadeia produtiva mineira do minério e do aço”

O governador Antonio Anastasia participou, nesta quinta-feira (17), em Juiz de Fora, na Zona da Mata, da inauguração oficial da unidade da Codeme Engenharia, fabricante de estruturas metálicas. Com investimentos de R$ 105 milhões e geração de 600 empregos (400 diretos e 200 indiretos), a planta industrial está sendo considerada a maior e mais moderna fábrica de estruturas metálicas do país, pelo layout, tecnologia e qualidade dos equipamentos instalados.

Denominada Unidade Industrial Luis Tomé de Rezende, em homenagem ao sócio-fundador falecido em 2008, a planta industrial está localizada no Distrito Industrial de Juiz de Fora, às margens da BR-040, em uma área de 300 mil metros quadrados. A fábrica, que iniciou a operação em janeiro deste ano, tem capacidade instalada para produção mensal de 3 mil toneladas de estruturas metálicas. As outras duas unidades da Codeme, em Betim (RMBH) e Taubaté (SP), produzem juntas 2,7 mil toneladas de aço/mês.

Ação integrada

O governador Anastasia, que há duas semanas inaugurou a nova fábrica de caminhões da Mercedes-Benz também na cidade, disse que a vinda da Codeme para Juiz de Fora foi possível em razão do trabalho integrado dos diversos órgãos do Governo de Minas com a prefeitura municipal.

“Vamos continuar trabalhando integrados para que Juiz de Fora, a Zona da Mata e Minas Gerais continuem tendo indicadores de desenvolvimento econômico acima da média nacional, o que é prioridade absoluta do Governo”, afirmou lembrando que a empresa representa bem a cadeia produtiva mineira do minério, do aço e do aço aplicado.

Anastasia foi recebido pelo presidente da Codeme, Ademar de Carvalho Barbosa Filho, o vice-presidente, Alberto Woods Soares, e pelo diretor de Expansão, Ronaldo Tortoreli. O governador de Minas assistiu ao vídeo institucional da empresa, visitou a linha de produção e recebeu homenagem. Antes do descerramento da placa inaugural, houve a benção do empreendimento pelo arcebispo metropolitano de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira.

O presidente da Codeme, Ademar de Carvalho Barbosa Filho, reiterou que, graças ao “apoio incondicional do governador Anastasia, foi possível inaugurar o empreendimento”.  Ele ressaltou o trabalho e o apoio do Governo de Minas, por meio do Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (Indi), do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) e da Secretaria de Estado de Fazenda (SEF).

O prefeito de Juiz de Fora, Custódio Mattos, afirmou, em seu pronunciamento, que, nos últimos anos, o município atraiu investimentos da ordem de R$ 1,5 bilhão, que vão gerar cerca de 10,5 mil novos empregos. “Não fosse o trabalho em parceria do Governo de Minas com a prefeitura não estaríamos aqui hoje inaugurando essa maravilhosa fábrica”, disse.

O filho do sócio-fundador e acionista da Codeme Luis Tomé de Rezende, Luis Tomé de Rezende Filho, recebeu homenagem em memória ao pai. Engenheiro mecânico formado pela UFMG, Luis Tomé de Rezende foi diretor comercial da Codeme por 23 anos, de 1981 a 2004, e depois assumiu a área de Desenvolvimento de Negócios.

Também participaram da cerimônia o presidente do BDMG, Matheus Cotta de Carvalho, o diretor da Usiminas Ascânio Merrighi, o presidente regional da Federação das Insdústrias do Estado de Minas Gerais, Francisco José Campolina, entre outras autoridades.

 Perfil da empresa

A Codeme Engenharia S.A. é uma empresa mineira fabricante de estruturas metálicas, fundada em 1980. Com sede em Betim e uma unidade em Taubaté (SP), mantém ainda escritórios comerciais em Nova Lima (MG) e São Paulo e tem mais de 2.000 obras no Brasil e no exterior. A empresa pertence a duas holdings, a Codepa e a Isa Holding (do Grupo Asamar). Neste ano, o Sistema Usiminas anunciou a compra de 30% da Codeme, tornando-a empresa coligada do grupo.

Excluindo os funcionários da fábrica de Juiz de Fora, a Codeme tem 1 mil funcionários, 350 diretos em cada uma das fábricas, 100 funcionários diretos dedicados às montagens e 200 funcionários nos escritórios (gestão, engenharia, comercial).

A produção é direcionada para a construção civil. A empresa fabrica prédios industriais para os setores de mineração, siderurgia, metalurgia, cimento, galpões comerciais e industriais. Os itens produzidos são utilizados também em sistemas de cobertura de centros de distribuição, hipermercados, edifícios comerciais, hotéis e escolas. A estrutura metálica é ainda usada na construção de prédios comerciais leves.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/anastasia-inaugura-a-maior-fabrica-de-estruturas-metalicas-de-minas-gerais/