Arquivos do Blog

Gestão Anastasia: mobilização marca Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças em Minas

Data terá blitz no Ceasa, buzinaço em várias regiões do Estado e a formação de banner humano

Divulgação/Sedese
Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes será marcado por várias ações em Belo Horizonte e interior do Estado
Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes será marcado por várias ações em Belo Horizonte e interior do Estado

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, 18 de maio, será marcado por várias ações em Belo Horizonte e Região Metropolitana.  A campanha Minas Alerta: Proteja Nossas Crianças, coordenada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) fará uma blitz na Ceasa (BR-040/KM688 – Contagem), das 7h30h às 9h30. Além disso, haverá um buzinaço, às 9h, em várias regiões do Estado, em sinal de repúdio às violações dos direitos de crianças e adolescentes. A mobilização está sendo feita nas redes sociais e envolve a rede de proteção.

O objetivo principal das ações é incentivar a população a denunciar as diversas violações por meio do Disque Direitos Humanos (0800 031 11 19), número que recebeu 8.903 denúncias de crimes contra esse público nos últimos três anos, média de 2.967 relatos a cada 365 dias. E os crimes sexuais estão entre os mais denunciados neste período: foram 1.970 relatos.

Lançada em maio de 2008, a Campanha Proteja Nossas Crianças é uma das maiores mobilizações já realizadas no país com foco no combate à violência doméstica e à exploração sexual de crianças e adolescentes. Conta com a parceria das emissoras de TV, rádio e jornais impressos do Estado. A iniciativa é coordenada pela Sedese, pelo Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) e pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca).

O serviço, criado em 2000 pelo Governo de Minas, recebe ligações de todo o Estado. Os relatos recebidos são encaminhados para os conselhos e delegacias especializadas. Em alguns casos, dependendo da gravidade e urgência, até mesmo a Polícia Militar pode ser acionada.

O serviço é sigiloso, gratuito e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 22h. Para que a denúncia seja apurada com mais agilidade e as providências tomadas, o denunciante precisa fornecer informações básicas, como identificação da vitima e do agressor, além do endereço completo.

Banner humano

Em Belo Horizonte um evento na Praça da Estação (Avenida dos Andradas) marcará a data. Durante a ação, realizada pela Prefeitura de Belo Horizonte, os manifestantes vão formar um banner humano com os dizeres “18 DE MAIO”. Os organizadores pedem a todos que levem sombrinhas coloridas para representar a proteção das crianças e adolescentes. A mobilização, que conta com o apoio e participação da Sedese, começa às 9h30.

A data

O 18 de Maio foi instituído pela Lei Federal Nº. 9970/00 como o Dia Nacional de Luta contra o Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.  A data foi escolhida porque em 18 de maio de 1973, em Vitória (ES), uma menina de oito anos de idade foi raptada, drogada, estuprada, morta e carbonizada por jovens de classe média alta da cidade. O crime bárbaro chocou a opinião pública nacional e ficou conhecido como o “Crime Araceli”, nome da vítima. Apesar de sua natureza hedionda, prescreveu impune.

Dia do caminhoneiro

Além da mobilização do dia 18, as ações da campanha Minas Alerta: Proteja Nossas Crianças serão intensificadas em 29 de junho, Dia do Caminhoneiro e na Semana da Criança, celebrada na primeira quinzena de outubro.  Nessas datas, mais ações de conscientização serão realizadas em todo Estado.

Além dos órgãos de imprensa de Minas Gerais, a campanha conta com apoio de várias instituições privadas e públicas, como Polícia Rodoviária Federal, Ceasa Minas, Siga Bem Caminhoneiro, Serviço Social do Transporte (SEST), Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT), Associação dos Atacadistas Distribuidores do Estado de Minas (Ademig), Prefeitura de Belo Horizonte e Instituto ABAD (Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores) com sede em São Paulo.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/mobilizacao-marca-dia-nacional-de-combate-ao-abuso-e-a-exploracao-sexual-de-criancas-em-minas/