Arquivos do Blog

Gestão da Educação: Robô dançarino criado por estudantes de escola estadual volta do México com prêmios na bagagem

Estudantes da Escola Estadual Afonso Pena Júnior, de São Tiago, participaram de competição internacional de robótica na última semana.Alunos da Escola Afonso Pena Jr. chegaram em Confins com prêmios e boas  recordações na bagagem.
Alunos da Escola Afonso Pena Jr. chegaram em Confins com prêmios e boas recordações na bagagem.

Depois de quase um ano de dedicação e treinamento, a recompensa. Composta por seis alunos da Escola Estadual Afonso Pena Jr., em São Tiago, no Campo das Vertentes, a equipe Café-com-Byte-Júnior conquistou dois troféus em uma das maiores competições de robótica do mundo: a RoboCup 2012, realizada no México entre os dias 18 e 24 de junho. Os estudantes retornaram nesta terça ao Brasil, pelo Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins.

“Conquistamos o troféu de melhor programação e um no ‘Super Teen’, no qual foram formadas equipes com integrantes de três nacionalidades diferentes e tínhamos que montar uma coreografia para apresentar. Nossa equipe tinha integrantes da China e da Alemanha. Montamos a coreografia em dois dias”, ressalta uma das orientadoras da equipe, Alda de Paiva Castro.

A Café-com-Byte-Júnior competiu na categoria Dance Challenge da RoboCup Júnior. Nessa categoria, seis robôs foram programados para executar passos de Hip Hop e seguir os movimentos do estudante do 8º ano do ensino fundamental, Alisson Nascimento Viégas. “Eu era o dançarino da equipe. O robô tinha que acompanhar meus movimentos e interagir comigo, além de acompanhar o ritmo e o tempo da música”, conta.

Para Alisson, na bagagem a equipe não está trazendo apenas troféus, mas também novas experiências. “A participação na competição só trouxe coisas boas. Tivemos a oportunidade e interagir com equipes de vários lugares do mundo e também conhecemos alguns pontos turísticos do país. Conhecemos as pirâmides e a igreja de Guadalupe. Também aprendemos sobre a cultura dos mexicanos”, relata.

Para os alunos da escola, os troféus conquistados no RoboCup não serão o fim de uma trajetória de sucesso. “Vamos voltar para São Tiago e começar a trabalhar em um novo robô para participarmos da etapa regional da Olimpíada Nacional de Robótica (OBR), que acontece em São João del-Rei. Nessa competição, vamos construir um robô novo, que vai fazer resgate. Ele vai ter que seguir em linha reta, desviar de obstáculos e resgatar uma vítima”, afirma o estudante do 8º ano do ensino fundamental, Talles Gabriel Sousa Caputo.

Ao todo, seis equipes da Escola Estadual Afonso Pena Jr. participarão da competição. Foi justamente uma medalha de prata na Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) que permitiu a ida da equipe para a competição no México.

Festa em São Tiago

A equipe que passou mais de sete dias no México e está sendo esperada com festa em São Tiago. “Tem uma festa esperando os alunos. Foi montado um palanque na rua e os outros alunos vão estar lá para recebê-los”, afirma a diretora da Maria Auxiliadora Lara Silva. A gestora ressalta ainda a importância do apoio da Secretaria de Estado de Educação e da prefeitura de São Tiago. “A escola não tem recurso diretamente arrecadado e para o nosso crescimento precisamos de apoio. A prefeitura nos ajudou nas inscrições e transporte e a secretaria nos auxiliou com as passagens, entre outras coisas”, conclui.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/robo-dancarino-criado-por-estudantes-de-escola-estadual-volta-do-mexico-com-premios-na-bagagem/

 

Governo de Minas: Anastasia firma parceria com empresa indiana para capacitação na área de Tecnologia da Informação

É a primeira vez que a Infosys promove esse tipo de treinamento para estudantes e profissionais do Brasil

O governador Antonio Anastasia e o diretor-geral da Infosys, Herr Puneet Singh Gill, formalizaram parceria, nesta segunda-feira (18), no Palácio Tiradentes, na Cidade Administrativa, para implantação de programa de capacitação de estudantes, professores e profissionais que atuam na área de Tecnologia da Informação (TI), em centro de treinamento da empresa na Índia. É a primeira vez que a empresa promove esse tipo de treinamento para estudantes e profissionais do Brasil.

“As parcerias sólidas existentes em Minas Gerais foram importantes para a Infosys escolher nosso Estado para a realização desse programa. Os participantes do intercâmbio terão uma qualificação ainda melhor nessa área em que a cada hora surge uma novidade,” disse o governador Anastasia.

O primeiro grupo de 60 pessoas embarca dia 27 de julho para a Índia, país líder no domínio de TI. Os selecionados serão enviados ao centro de treinamento da Infosys na cidade de Mysore. A iniciativa contribuirá para reter talentos em Minas Gerais e para melhorar as chances dos profissionais mineiros no mercado.

Serão selecionados 20 profissionais, 20 professores universitários e 20 estudantes do último semestre de universidades públicas e privadas de Minas Gerais. As inscrições para profissionais e estudantes estão abertas até 06 de julho. Para acessar o formulário, clique aqui. O resultado do processo seletivo será divulgado em 17 de julho. “Esses 60 que estão indo agora voltarão e vão estender o conhecimento. Serão os pioneiros de um processo permanente e cada vez mais de qualificação,” ressaltou Antonio Anastasia.

A parceria do Governo de Minas com a Infosys é resultado da viagem que o governador fez à Índia em outubro de 2011. Anastasia visitou a sede da empresa, quando o CEO S.D. Shibulal ressaltou a intenção de ampliar a atuação da multinacional em Minas Gerais. A sede da empresa no Brasil está instalada em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Para o governador, é motivo de orgulho para Minas Gerais sediar a empresa indiana na América Latina. “Temos essa parceria fundamental com a Infosys e ficamos muito felizes em abrigá-los aqui. Queremos adensar ainda mais essa cooperação, essa integração com a Infosys”, enfatizou Anastasia.

Segundo o diretor-geral da Infosys, Herr Puneet Singh Gill, esse modelo de capacitação já foi utilizado no México, China, Alemanha e Estados Unidos. O centro de Mysore pode capacitar até 13.500 profissionais simultaneamente.

A Infosys ficará responsável pelo custeio do treinamento e hospedagem dos selecionados. Caberá ao Estado, por meio de recursos da Fapemig e da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, o custeio de passagens aéreas, traslados internos na Índia, uma ajuda de custo e seguro saúde. Após o treinamento, os selecionados poderão ser contratados pela empresa.

A capacitação

Os grupos de estudantes e profissionais da área de TI serão capacitados em “.NET” e desenvolverão competências para quem deseja atuar na área de desenvolvimento de sistemas WEB. A duração do treinamento será de 76 dias úteis.

O treinamento dos professores, com duração de 10 dias úteis, visa à capacitação na metodologia de ensino da Infosys, alinhando conteúdo técnico e prático às necessidades do mercado. A ideia é que os professores possam replicar a metodologia aprendida nas universidades mineiras.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/anastasia-firma-parceria-com-empresa-indiana-para-capacitacao-na-area-de-tecnologia-da-informacao/

Governo de Minas: universitários alemães visitam as obras do Mineirão

Alunos e professores de engenharia civil da renomada Universidade de Ciências Aplicadas de Munique, visitaram as obras

Alexandra Martins
Alunos e professores Universidade de Ciências Aplicadas de Munique durante a visita
Alunos e professores Universidade de Ciências Aplicadas de Munique durante a visita

Alunos e professores de engenharia civil da renomada Universidade de Ciências Aplicadas de Munique, na Alemanha, concluíram o curso de intercâmbio acadêmico Summer School Programme, feito na Universidade Federal de São João del-Rei, com visita às obras de modernização do Mineirão, nesta sexta-feira (23).

Foi a primeira visita da comitiva alemã a um estádio da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. Um dos integrantes do grupo, o professor Hermann Schulte, escolheu a nova arena por tratar-se de uma reforma em fase adiantada. “É impressionante a dimensão dessa obra. É importante conhecer os métodos de trabalho de diferentes países, assim como as medidas de segurança que são tomadas”, disse. A comitiva era formada por outros 20 estudantes do campus de Ouro Branco.

Os alunos alemães conheceram partes da esplanada em construção, da arquibancada superior e da cobertura sob uma forte chuva. “É um privilégio estar no topo dessa obra. Vejo semelhanças com estruturas de estádios alemães”, comparou Michael Fucks. A mesma comparação foi feita pelo engenheiro Marco Einhaus. “Pesquisadores alemães desenvolveram várias coberturas de estádios que podem ser vistas na África do Sul ou na China. A do Mineirão será nos mesmos moldes. Vejo também que os amortecedores são alemães, além das gruas. Você estão em boas mãos”, defendeu.

Einhaus, especialista em prevenção de acidentes, elogiou o uso dos equipamentos de proteção em operários que trabalham na cobertura e nos andaimes da esplanada. “Isso é fundamental em qualquer canteiro de obras. No passado, muitos acidentes de grandes construções aconteciam na América do Sul. Nos últimos dez anos, esse cenário mudou completamente. Obviamente, há casos terríveis ocorridos na Europa também, mas vejo que o Mineirão tem essa preocupação como prioridade”, observou. O engenheiro também fará visita às obras do Maracanã.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/universitarios-alemaes-visitam-as-obras-do-mineirao/

Gestão Antonio Anastasia: exportações de Minas Gerais crescem 14% e atingem US$ 2,6 bilhões em fevereiro

Estado continua sendo o principal responsável pelo superávit da balança comercial brasileira

Americas Food & Beverage/Divulgação
Feiras internacionais, como a Americas Food & Beverage, nos EUA, impulsionaram exportações mineiras
Feiras internacionais, como a Americas Food & Beverage, nos EUA, impulsionaram exportações mineiras

As exportações de Minas Gerais atingiram o valor de US$ 2,66 bilhões em fevereiro de 2012, com uma média diária de US$ 139,9 milhões. Os dados preliminares foram divulgados, nesta segunda-feira (5), pela Central Exportaminas/Coordenadoria Especial de Comércio Exterior, órgão da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), que realiza mensalmente o Mapeamento das Exportações de Minas Gerais com base nos números do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). De acordo com os dados, houve um aumento de 14,3% na comparação com o mês de janeiro deste ano.

Já as importações totalizaram US$ 828,7 milhões, valor 0,2% superior ao mesmo mês de 2011. A média diária das importações de fevereiro/12 foi de US$ 43,6 milhões. Houve um decréscimo de 20% no valor importado em relação a janeiro de 2012. O saldo comercial do mês passado alcançou US$ 1,82 bilhão, com uma redução de 1,7%, em relação a fevereiro de 2011. Em relação a janeiro de 2012 houve um aumento de 41,8%. O mês de fevereiro pode ser considerado atípico, devido ao menor número de dias úteis, de 19, enquanto a média dos demais meses do ano é de 22 dias úteis.

Acumulado

Apesar disso, no acumulado dos últimos 12 meses (março de 2011 a fevereiro de 2012), as exportações mineiras continuaram apresentando resultados expressivos e atingiram US$ 40,96 bilhões, com expansão de 22,1% em relação ao período de março/2010 a fevereiro/2011. O crescimento das exportações mineiras ficou bem acima da variação das exportações nacionais (+20,4%) e a participação sobre o total brasileiro ficou em 15,9%.

No mesmo intervalo, as importações aumentaram 25,8% na comparação com o mesmo período de 2010/2011, para US$ 13,2 bilhões. Enquanto isso, as importações nacionais cresceram 23,7%. As importações do Estado responderam por 5,7% do total brasileiro. “Apesar da crise nos países desenvolvidos e da taxa cambial desfavorável aos exportadores, observamos uma disseminação da cultura exportadora no empresariado mineiro. A busca por novos mercados com a ampliação da carteira de clientes, bem como a inovação vêm se apresentando como saída para muitas empresas do Estado”, afirma Ivan Barbosa Netto, diretor da Central Exportaminas.

De acordo com ele, nas últimas participações em eventos internacionais, Minas Gerais registrou números recordes de participações de empresários mineiros. Apenas a Fruit Logistica em Berlim (Alemanha), principal feira mundial do setor de frutas, verduras e legumes e porta de entrada para todo o mercado europeu contou com a presença de 48 empresários do Estado. “Esses fatos confirmam o ótimo desempenho das exportações de Minas e acenam para um crescimento ainda maior em valor exportável e diversificação da pauta exportadora com produtos e serviços de maior valor agregado. Estamos no rumo certo, a internacionalização”, conclui Barbosa Netto.

Minas Gerais continuou sendo o principal responsável pelo superávit da balança comercial brasileira. O saldo comercial do Estado foi de U$ 27,8 bilhões no acumulado dos últimos 12 meses, enquanto o saldo nacional foi de US$ 28,6 bilhões. Sendo assim, Minas Gerais possui 97% do saldo comercial brasileiro. Em relação ao período de março/2011 a fevereiro/2012, o crescimento foi de 4,7% no saldo comercial mineiro.

 

Gestão Anastasia: UFMG é destaque em feira de tecnologia na Alemanha

Programa Observatório da Dengue será mostrado na CeBit em Hannover

O Observatório da Dengue, programa que monitora casos da doença na web, será mostrado na CeBit em Hannover.

Veja matéria completa no site O Tempo

Fonte: Agência Minas

Gestão Anastasia: frutas e cachaça de Minas Gerais fazem sucesso em feira internacional

Fruit Logistica 2012 é a principal feira do setor de frutas, verduras e legumes, e porta de entrada para todo o mercado europeu

Divulgação/Central Exportaminas
Estande mineiro reuniu diversas autoridades na Fruit Logistica, em Berlim, na Alemanha
Estande mineiro reuniu diversas autoridades na Fruit Logistica, em Berlim, na Alemanha

Produtores e exportadores mineiros estiveram em Berlim, na Alemanha, promovendo as frutas da região do Jaíba e cachaça de Minas Gerais, durante a Fruit Logistica 2012, principal feira do setor de frutas, verduras e legumes, e porta de entrada para todo o mercado europeu. A feira aconteceu entre 8 e 10 de fevereiro.

A Central Exportaminas coordenou, pelo terceiro ano consecutivo, a delegação mineira durante a feira. O estande mineiro, localizado no “Brazilian Fruit”, pavilhão oficial do Brasil organizado pelo Instituto Brasileiro de Frutas (Ibraf), em conjunto com a Agência Brasileira de Promoção das Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), recebeu a visita de centenas de compradores internacionais, autoridades e imprensa especializada.

Dentre as autoridades presentes no estande de Minas Gerais estiveram as ministras da Agricultura de Portugal, Assunção Cristas, e da Alemanha, Ilse Aigner. Visitantes e autoridades puderam conhecer as frutas e a cachaça mineiras, além de degustarem a famosa caipirinha, feita na hora com a cachaça Pendão, produzida e engarrafada em Itatiaiuçu, a 70 km de Belo Horizonte.

Durante a feira, a Embaixada do Brasil em Berlim ofereceu uma recepção à delegação de Minas Gerais que, segundo a coordenadora especial de Comércio Exterior do Governo de Minas, Elisabete Serodio, “de grande valia para a aproximação entre o governo federal e os empresários mineiros”.

“Participaram da delegação mineira 32 empresários e produtores de frutas da região do Jaíba, alguns deles pela primeira vez e outros com o objetivo de conhecer novos mercados para seus produtos”, afirma o diretor da Central Exportaminas, Ivan Barbosa Netto, presente na feira. Também participaram da missão o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Elmiro Alves do Nascimento; a coordenadora Especial de Comércio Exterior da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede), Elisabete Serodio; o superintendente de Gestão dos Mercados Livres dos Produtores Rurais da Seapa, Lucas Scarascia; o diretor-geral do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), Altino Rodrigues Neto; a analista de comércio exterior da Exportaminas, Andressa Borges; os técnicos do Sebrae-MG Claudio Luiz Oliveira, Claudio Wagner de Castro, Jadilson Ferreira Borges e Raquel Brasil; o aluno do curso de Relações Internacionais do Centro Universitário Newton Paiva Wellington Corelli, além de produtores e empresas de grande, médio e pequeno porte do Norte de Minas, como Brasnica, Benassi, Grupo Borborema, Aslim e Abanorte, entre outros.

Missão Comercial

A promoção comercial de produtos de Minas Gerais continuará neste mês de fevereiro. Entre os dias 12 e 16, a Central Exportaminas participa da Missão Empresarial do Brasil ao Oriente Médio, Arábia Saudita e Emirados Árabes liderada pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), a Câmara de Comércio Árabe Brasileira (CCAB) e a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O objetivo é contribuir para a ampliação do fluxo comercial, promovendo as exportações brasileiras e auxiliando as empresas no seu processo de internacionalização. Participarão da missão a coordenadora de Comércio Exterior da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Elisabete Seródio; o diretor da Central Exportaminas, Ivan Barbosa Netto; consultores de investimentos do BDMG e as empresas Café Fazenda Caeté (café individual preparado por imersão) e Maricota (massas e alimentos congelados), além da Associação dos Fruticultores do Norte de Minas – Abanorte e de representantes da CeasaMinas.

Gulf Food

Pelo terceiro ano consecutivo, a Central Exportaminas vai liderar missão de Minas Gerais à GulFood, maior feira de alimentos e bebidas do mundo árabe e principal porta de entrada para os mercados do Oriente Médio e Norte da África, que será realizada em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, entre 19 e 22 de fevereiro. A Central Exportaminas coordenará o estande Minas Gerais no pavilhão oficial do Brasil, organizado pelo Instituto Brasileiro de Frutas (Ibraf) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), sob a identidade visual BrazilianFruit. Participam da 17ª edição da feira empresas associadas à Associação dos Fruticultores do Norte de Minas (Abanorte), a TranscomexGG,  o Grupo Borborema, Ceasa Minas e Café Fazenda Caeté.

Fonte: Agência Minas