Arquivos do Blog

Governo Minas: Alberto Pinto Coelho se reúne com empresários do setor sucroenergético

Minas Gerais possui 41 usinas produtoras de açúcar, etanol e bioeletricidade, empregando diretamente 80 mil trabalhadores

Sebastião Jacinto Júnior
No encontro, o vice-governador destacou a importância da aliança entre Estado e iniciativa privada para o desenvolvimento do setor
No encontro, o vice-governador destacou a importância da aliança entre Estado e iniciativa privada para o desenvolvimento do setor

O vice-governador Alberto Pinto Coelho se reuniu, nesta quinta-feira (15), na sede da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), com empresários do setor sucroenergético e dirigentes públicos dos poderes executivo e legislativo. Durante o encontro, promovido pela Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais, ele destacou a importância da aliança entre Estado e iniciativa privada para o desenvolvimento do setor sucroalcooleiro.

O vice-governador salientou ainda que as situações conjunturais, ditadas por fatores internos ou internacionais, não podem colocar em risco aquele que é reconhecido, mundialmente, como o mais amplo e bem-sucedido projeto de substituição de combustíveis fósseis por renováveis do planeta. A meta, de acordo com o vice-governador, é dobrar, nos próximos cinco anos, a produção brasileira de cana-de-açúcar, atingindo o volume de 1,2 bilhão de toneladas.

“Vale usar a expressão de legítima defesa para a adoção de medidas tributárias, como a redução de impostos sobre o álcool combustível e a desoneração do PIS/Cofins, combinadas com ações estratégicas junto à Petrobrás para que o setor volte a crescer em bases sustentadas, nos níveis e perfis que se apresentavam antes da crise mundial de 2008”, destacou Alberto Pinto Coelho.

Atualmente, Minas Gerais possui 41 usinas produtoras de açúcar, etanol e bioeletricidade, empregando diretamente 80 mil trabalhadores. O Setor tem participação de 18% no PIB do agronegócio mineiro.

O presidente da associação, Luiz Custódio Cotta, agradeceu a presença e o apoio do vice-governador. “Agradeço ao Governo do Estado, que tem possibilitado um diálogo com todos os órgãos, ouvindo nossas necessidades, especialmente as secretarias de Estado de Ciência Tecnologia, Fazenda e Meio Ambiente. Sem dúvida alguma, o Estado tem dado uma sinalização de preferir os combustíveis renováveis aos fósseis”, ressaltou.

O secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Narcio Rodrigues, também participou do encontro.

Fonte: Agência Minas