Arquivos do Blog

Governo de Minas: Porta a Porta traça avanços sociais a 200 mil domicílios de 71 municípios mineiros

Mapeamento da Sedese aponta principais privações sociais; Plano de ações será elaborado até esta sexta-feira

Geraldo Ribeiro
Sedese promove reunião com prefeitos, secretários e representantes de 71 cidades mineiras
Sedese promove reunião com prefeitos, secretários e representantes de 71 cidades mineiras

Mapeamento realizado pelo Projeto Porta a Porta, coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), identificou as principais privações identificadas pelos cidadãos de cerca de 200 mil domicílios de 71 municípios mineiros de todas as regiões do Estado. Dentre os pontos identificados estão o nível de escolaridade, o acesso à água potável e deficiências nos sistemas de saneamento.

Este diagnóstico irá fomentar a aplicação de políticas públicas específicas para assegurar condições de vida adequadas aos cidadãos. As visitas foram realizadas entre março e abril deste ano. Os questionários apontaram que em 72% dos domicílios visitados, pelo menos uma pessoa, com mais de 15 anos, tem menos de cinco anos de estudo. O diagnóstico apontou que 23% dos domicílios são carentes de sanitário (não tem pia, chuveiro ou vaso sanitário) e 20% não tem acesso à água encanada.

Com o resultado, o Governo de Minas vai incluir as famílias dos domicílios mapeados em ações e programas, como o Travessia. Por isso, prefeitos, secretários e representantes das 71 cidades envolvidas estão reunidos até a próxima sexta-feira (25), na sede Sedese, na Cidade Administrativa, com a equipe do Programa Travessia – para elaborar o Plano de Intervenção do Travessia Social.

“É um momento de ver o retrato da pobreza nos domicílios e fechar o conjunto de ações que serão levadas aos municípios. Temos a fotografia que nos mostra a real situação das famílias e, com isso, vamos planejar as intervenções para mudar essa realidade. Essa é a verdadeira travessia, as famílias vão sair da privação para serem incluídas, de forma efetiva, nas políticas públicas do Estado”, destacou a subsecretária de Projetos Especiais, Roberta de Lima.

Lançado em 2011 pelo Governo de Minas e coordenado pela Sedese, o Porta a Porta promove, de casa em casa, a busca ativa para identificar as reais necessidades das famílias em situação de vulnerabilidade social e, assim, subsidiar as ações do Programa Travessia. No ano passado, mais de 128 mil domicílios foram visitados pelo Porta a Porta em 59 cidades. “Nosso município está precisando de investimento na área social e esses projetos vão promover a melhoria de vida dos mais necessitados”, ressaltou o prefeito de Peçanha, Marcos Geraldo Pereira.

Programa Travessia

Coordenado pela Sedese, o programa foi lançado em 2008 e visa, por meio de ações articuladas junto a várias secretarias e órgãos estaduais, promover a inclusão social e produtiva da população, bem como minimizar as privações sociais em que esta população se encontra. Até 2011, o Travessia beneficiou 154 cidades, distribuídas nas 10 macrorregiões de planejamento do Estado.

Neste ano, o Travessia ganhou um novo escopo e foi divido estrategicamente em sete projetos: Porta a Porta, Travessia Social, Travessia Renda, Travessia Saúde, Travessia Educação, Banco Travessia e Com Licença Vou à Luta.

Clique aqui para ver a relação de municípios beneficiados pelo Porta a Porta em 2012 (arquivo PDF).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/porta-a-porta-traca-avancos-sociais-a-200-mil-domicilios-de-71-municipios-mineiros/