Eleições 2014: Aécio diz que Dilma promove mercantilização da política

Aécio Neves: “Presidente Dilma se desdiz. Está deixando explícito que a sua nova fórmula para a mudança é a mercantilização da política.”

Política de alianças

Fonte: O Globo

Aécio crê em maior debandada do governo: ‘Suguem mais e venham para o nosso lado’

Tucano critica formação de alianças por Dilma e diz que estratégia construída pelo PSDB é mais sólida

pré-candidato do PSDB a presidente, senador Aécio Neves (MG), disse nesta quarta-feira que nunca imaginou que, a esta altura da campanha, fosse conseguir o arco de alianças que está consolidando em todo país. E afirmou que muitos outros ainda sairão do governo para apoiar os tucanos, que apenas estão aproveitando um pouco mais do poder. Sobre aliados da presidente que mostraram interesse em aderir a sua campanha, mas ainda não encontraram uma porta de saída, Aécio declarou:

– Muito mais gente já desembarcou e o governo ainda não percebeu. Vão sugar um pouco mais. E eu digo para eles: façam isso mesmo, suguem mais um pouquinho e depois venham para o nosso lado – disse Aécio.

Ele criticou duramente o discurso da presidente Dilma Rousseff hoje sobre a importância da lealdade e de se manter compromissos. Disse ainda que ela está conseguindo o tempo de TV, mas não terá o apoio efetivo dos partidos ao longo da campanha. Segundo ele, é grande a corrida dos dissidentes para sua candidatura, informalmente.

Sobre a demissão do ministro Cesar Borges para garantir o apoio do PR, Aécio Neves disse:

– A presidente Dilma se desdiz. Jogou pela janela o discurso que fez há quatro dias na convenção que referendou sua candidatura. Está deixando explícito que a sua nova fórmula para a mudança é essa, a pior de todas, é a mercantilização da política.

Ao analisar o que chamou de “conjunto da obra”, Aécio disse que, apesar das dificuldades, jamais imaginava que teria os palanques que conseguiu construir em estados estratégicos, como no Rio de Janeiro, e no Nordeste. No Nordeste, ele diz que nos próximos dias terá novidades. Ele articula a construção de palanque no Ceará, com o líder do PMDB,Eunício Oliveira, de candidato a governador, o ex-prefeito Roberto França de vice e o ex-senador Tasso Jeiressatti para o Senado. Mas ainda não está fechado.

– Não tenho nada para oferecer, mas estamos construindo palanques muito mais consistentes. O quadro de alianças está muito melhor do que esperava. No Nordeste, por exemplo, teremos palanques muito mais sólidos do que eu imaginava no início da caminhada.

Anúncios

Publicado em 26/06/2014, em política e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: