Gestão Eficiente: Governo de Minas incentiva servidores a proporem ações voltadas à gestão pública

Secretarias e órgãos do Estado têm até 29 de junho para apresentarem propostas que visem à melhoria da qualidade de vida coletiva

As Assessorias de Gestão Estratégica e Inovação (Agei) das secretarias e órgãos autônomos do Estado têm até o dia 29 de junho para apresentarem propostas de projetos inovadores que estejam voltados à melhoria da qualidade de vida coletiva. As propostas recebidas e avaliadas pelo Núcleo Central de Inovação e Modernização Institucional (NCIM) serão direcionadas para habitats de inovação (Projetos e Processos Estratégicos, Incubadora de Projetos Inovadores, desenvolvida pelo NCIM, e Projetos Associados) a partir de suas especificidades.

A ação faz parte do Ciclo da Inovação na Gestão Pública do Estado de Minas Gerais, desenvolvido e conduzido pelo NCIM, vinculado a Subsecretaria de Gestão da Estratégia Governamental (Suges), da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag).

O objetivo do Ciclo de Inovação, que recomeça a cada ano é estimular e nortear os servidores no caminho da identificação e geração de ideias que possam se desdobrar em projetos inovadores. “Como os recursos são escassos, é preciso cada vez mais ser inovador e objetivo, para fazermos de fato o que a sociedade precisa com maior eficácia e menos custo”, diz o coordenador de projetos do NCIM, Luiz Henrique Zanforlin.

Exemplo inovador

O processo de simplificação de abertura de empresas em Minas Gerais é um exemplo de ação inovadora que facilitou a vida dos cidadãos mineiros. Em 2007, eram necessários 26 dias para se abrir uma empresa em Belo Horizonte. No interior, o prazo chegava a 45 dias. Hoje, esse prazo caiu para seis dias na capital mineira e sete no interior.

No setor público, a inovação deve ser vista como uma maneira diferente de se prestar um serviço, de forma a trazer benefícios reais à sociedade. Uma ideia inovadora pode ser algo simples, como uma melhoria de processo, serviço ou produto ou então a criação de um serviço totalmente novo. “Nosso papel é tentar despertar para a inovação na gestão pública, desmitificando o tema, na medida em que mostramos que é possível implementá-la”, afirma Milla Ribeiro Tangari, gestora do NCIM. É possível, por exemplo, com uma simples mudança de processo interno otimizar a utilização de mão-de-obra, sem custo algum para o governo.

Agei

As Assessorias de Gestão Estratégica e Inovação são os braços do NCIM nos órgãos estaduais. Para estimular as novas ideias, cada assessor da Agei mobiliza sua equipe da forma que for mais eficiente organizando seminários ou fóruns, por exemplo. “O ideal é que essas ideias venham de quem atua diretamente na prestação do serviço ao cidadão. E nesse ponto as Agei nos ajudam nessa missão de identificar e captar essas boas ideias para que se transformem em melhoria na qualidade de vida dos mineiros”, reforça a gestora do Núcleo.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-incentiva-servidores-a-proporem-acoes-voltadas-a-gestao-publica/

Publicado em 26/06/2012, em Anastasia, Antonio Anastasia, Choque de Gestão, Gestao Pública, Gestão, Gestão Eficiente, Gestão em Minas e marcado como , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: