Gestão da Educação: Poupança Jovem paga bolsas a 1.565 estudantes de Juiz de Fora

Investimentos do Estado destinados aos alunos somam R$ 4,6 milhões

Wellington Pedro/Imprensa MG
O estudante Lucas Teotônio de Souza, de Juiz de Fora, recebe certificado do governador Antonio Anastasia
O estudante Lucas Teotônio de Souza, de Juiz de Fora, recebe certificado do governador Antonio Anastasia

Lucas Teotônio de Souza, 18 anos, está entre os 1.565 estudantes de Juiz de Fora, na Zona da Mata, beneficiados pelo programa Poupança Jovem, do Governo de Minas. Ele aderiu à iniciativa em 2009, aos 15 anos e, hoje, comemora a realização de um sonho: a aprovação para a universidade.

O Poupança Jovem é destinado a estudantes do ensino médio matriculados nas escolas estaduais de municípios com alto índice de evasão escolar e vulnerabilidade social. A proposta do Estado é estimular a capacidade de planejar o futuro e criar melhores condições para os jovens ingressarem no mercado de trabalho. Lucas comprova os resultados positivos que o programa vem alcançando desde que foi criado, em 2007.

“Sou testemunha de que a participação efetiva no programa pode ajudar o jovem a vencer desafios que surgem durante a vida. No meu caso, o sonho era entrar em uma universidade. Agradeço primeiramente a Deus e depois ao incentivo fornecido pelo Poupança Jovem, pois passei em quarto lugar no curso de Engenharia Civil da Universidade Federal de Juiz de Fora”, relata o jovem, que estudou na Escola Estadual Dilermando Costa Cruz.

Cada aluno que adere ao programa, ao final dos três anos do ensino médio recebe a quantia de R$ 3 mil, depositados nominalmente pelo Governo de Minas. Para ser contemplado, o jovem precisa cumprir todas as metas e obrigações estipuladas pelo Poupança Jovem.

Mayara de Almeida Soares é ex-aluna da Escola Estadual Juscelino Kubitscheck e também vai receber a bolsa do programa. Assim como Lucas, ela quer cursar uma faculdade. “Vou tentar o curso de Gestão Ambiental agora no meio do ano e é em uma faculdade particular, então vou guardar o dinheiro para ajudar a pagar as mensalidades”, diz.

Atualmente, o programa está em andamento em outras 33 escolas de Juiz de Fora, atendendo a mais 12.197 jovens.

Pagamento de bolsas

O pagamento das bolsas do Poupança Jovem começou a ser feito no último dia 4, contemplando alunos de mais sete cidades além de Juiz de Fora que concluíram o ensino médio: Esmeraldas, Governador Valadares, Ibirité, Montes Claros, Ribeirão das Neves, Sabará e Teófilo Otoni. No total, os recursos do Governo do Estado somam R$ 28,7 milhões, distribuídos para 9.569 jovens.

O governador Antonio Anastasia entregou, nessa quinta-feira (14), na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, certificados de conclusão das atividades do programa. Para um público de 450 jovens, que representaram todos os beneficiados, o governador ressaltou a importância do programa para o futuro dos jovens mineiros. “O papel do Poupança Jovem, muito mais importante do que ter ao final o prêmio, é estimular a formação do patrimônio cidadão e moral de cada jovem e o sentimento do seu próprio valor. Isso não tem preço. O Poupança Jovem é um instrumento de transformação. Isso demonstra que acertamos em identificar uma necessidade, conceber um projeto, colocá-lo em funcionamento, receber o apoio dos municípios e o resultado é esse”, destacou. Ainda durante a solenidade, Anastasia assinou o novo Plano de Metas, um instrumento gerencial de monitoramento das ações do Poupança Jovem nos municípios atendidos.

Desde que foi criado, o programa já beneficiou 85.131 jovens de 185 escolas de nove municípios participantes, com investimentos de R$ 278 milhões. Em 2011, alunos das escolas estaduais de Pouso Alegre, no Sul de Minas, também passaram a integrar a iniciativa, que é coordenada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese).

Nova metodologia

O Poupança Jovem adotou, em 2012, uma nova metodologia, na qual os estudantes são envolvidos em quatro eixos estruturadores de formação: escolar, profissional, cidadã e cultural. A nova metodologia propõe que os estudantes participem de atividades que envolvam três temas transversais: territorialidade, participação social e mundo do trabalho.

Nesse novo formato, o programa oferece aos alunos formação complementar, por meio da realização de atividades individuais e coletivas. As atividades coletivas contam com a orientação de um educador de referência do Poupança Jovem.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/poupanca-jovem-paga-bolsas-a-1565-estudantes-de-juiz-de-fora/

Publicado em 15/06/2012, em Anastasia, Antonio Anastasia, Choque de Gestão, Gestao Pública, Gestão, Gestão Eficiente, Gestão em Minas e marcado como , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: