Governo de Minas: pesquisadores apresentam trabalhos em seminário de iniciação científica e tecnologia da Epamig

Foram 11 estudos apresentados entre os 93 desenvolvidas nas unidades regionais da empresa.

Erasmo Reis / Epamig
Philipe Corcino e seu orientador José Mário Lobo (esq.) apresentaram o uso de geoprocessamento na avaliação de desempenho ambiental de estabelecimentos rurais, trabalho que será apresentado na Rio + 20.
Philipe Corcino e seu orientador José Mário Lobo (esq.) apresentaram o uso de geoprocessamento na avaliação de desempenho ambiental de estabelecimentos rurais, trabalho que será apresentado na Rio + 20.

O 9º Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), realizado nos dias 13 e 14 de junho, em Belo Horizonte, reuniu pesquisadores, bolsistas e chefes de centros de pesquisa da empresa. Foram apresentados 11 trabalhos escolhidos entre os 93 desenvolvidos nas unidades regionais. Entre os temas dos estudos estão assuntos como geoprocessamento na agricultura para avaliação ambiental e socioeconômica, genótipos de arroz irrigado, qualidade microbiológica do leite e da água, resíduos gerados na produção de queijo artesanal, dentre outros.

Durante a abertura do seminário, o secretário-adjunto da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais, Evaldo Vilela, palestrou sobre a importância da iniciação científica para a pesquisa. Orientador de mais de 70 estudantes da iniciação científica, o professor Vilela contou um pouco da sua experiência com estudantes que se dedicaram à metodologia científica e obtiveram êxito.

Entre os trabalhos de destaque, está o do estudante do sétimo período de Agronomia Philipe Corcino. Ele apresentou o tema “Uso do geoprocessamento na avaliação do desempenho ambiental de estabelecimentos rurais”, orientado pelo pesquisador José Mário Lobo. O estudo avaliou 100% da área de uma propriedade de pequeno porte no município de Boa Esperança, no Sul de Minas. A pesquisa propõe o uso do geoprocessamento no auxílio não apenas na regularização ambiental da propriedade, como também no auxílio ao produtor na orientação da tomada de decisão na gestão rural.

“A ferramenta utilizada nesse estudo é acessível, simples e possibilita ao produtor identificar riscos, pontos críticos e oportunidades em sua propriedade”, avalia. O estudante contou que a partir da experiência e dos conhecimentos adquiridos na área de geoprocessamento, através da bolsa de iniciação científica da EPAMIG, foi selecionado como estagiário da Vale, na área de geoprocessamento ambiental. O trabalho também será apresentado na Rio + 20.

A avaliação dos resíduos gerados na produção de queijo artesanal da Serra da Canastra e seus destinos foram apresentados pela estudante Valkíria Moreira. Foram coletadas amostras de efluentes em 2010 e 2011 em seis queijarias para análises físico-químicas e bioquímicas. “Percebemos a carência de informações que atinge os produtores de queijo da Serra da Canastra. A falta de informação e o baixo poder aquisitivo da maioria dos produtores contribui para que não haja a preocupação efetiva com medidas de redução de consumo de água”, conclui.

Redação Científica

No segundo dia, o pesquisador da EPAMIG Rogério Vieira apresentou aspectos importantes de um artigo científico. Ele apresentou modelos de artigos que são exigidos por revistas científicas. Rogério é autor do livro “Dicionário de dúvidas e dificuldades na redação científica”, lançado pela EPAMIG em 2011, após 20 anos de pesquisa e trabalho. O livro reúne os principais aspectos que dever ser abordados pelos pesquisadores em suas produções intelectuais. “Desde a época da redação da minha dissertação venho anotando erros que cometi e suas devidas correções. Mais tarde, com mais experiência, a esses erros acrescentei outros que encontrei nas dissertações e teses em que participei como membro de banca examinadora”, conta.

O livro pode ser adquirido na Divisão de Gestão de Comercialização da EPAMIG, através do e-mail publicacao@epamig.br ou do telefone (31) 3489- 5002. A publicação custa R$ 70.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/pesquisadores-apresentam-trabalhos-em-seminario-de-iniciacao-cientifica-e-tecnologia-da-epamig/

Publicado em 14/06/2012, em Anastasia, Antonio Anastasia, Choque de Gestão, Gestao Pública, Gestão, Gestão Eficiente, Gestão em Minas e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: