Governo de Minas: Superagro 2012 recebeu público de 70 mil pessoas em oito dias de feira

A feira é uma promoção do Governo de Minas, por meio da Seapa e do IMA, da Faemg e do Sebrae-MG

Terminou, no último domingo (10), uma das edições mais diversificadas da Superagro, que contou com a presença de diversos segmentos do agronegócio. Em oito dias, a 8ª edição da feira recebeu público de cerca de 70 mil pessoas.

A Superagro é uma promoção do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e Sebrae-MG.

O secretário de Agricultura de Minas Gerais, Elmiro Nascimento, lembrou que a Superagro mostrou mais uma vez a diversidade do agronegócio mineiro. “O evento já se consolidou como sinônimo de sucesso, devido à variedade de atrativos que é oferecida ao público que visita a feira e pela oportunidade de realização de bons negócios. Minas se destaca tanto na agricultura familiar quanto na agricultura empresarial”, enfatizou.

Para o presidente da Faemg, Roberto Simões, “o evento foi um sucesso. Fui informado que houve expositores que precisaram sair para buscar mais mercadorias”, disse.

Neste ano, cerca de 4 mil pessoas trabalharam na Superagro, o que confirma o evento como importante gerador de empregos em Belo Horizonte.

Leilões

Neste ano, a Superagro realizou sete leilões e o faturamento chegou a cerca de R$ 5 milhões. “Esse desempenho mostra que obtivemos bons resultados. Mais uma vez a Superagro se confirmou como um evento de sucesso. Além dos negócios que propicia entre empresas e produtores, a Superagro é também uma festa popular”, ressaltou diretor-geral do IMA, Altino Rodrigues Neto.

O ranking dos sete pregões realizados na Superagro teve como líder o Leilão São Judas Tadeu e Atalho, da raça campolina, que faturou R$ 1,120 milhão, com a venda de 35 lotes de animais. Em seguida vieram o Leilão Guzerá Villefort e Convidados, com faturamento de R$ 1,075 milhão e venda de 32 lotes de animais, e o Leilão Pampa, que rendeu R$ 800 mil com a venda de 40 animais vendidos.

PUCVET e Minas Leite

A Oitava edição da Superagro trouxe muitas novidades. Entre elas o PUCVET, evento técnico-científico sobre odontologia equina, bovinocultura de leite e pequenos animais, realizado pela PUC Minas (Unidade Betim). As palestras reuniram cerca de 1800 inscritos em 20 atividades realizadas, entre debates, mesas-redondas, palestras e minicursos. “Ficou evidenciada a importância da parceria entre as instituições ligadas à produção de conhecimento com uma feira de negócios”, afirmou a coordenadora do PUCVet, Maria Coeli Gomes Reis Lage.

Novidade também com o Seminário do Programa Minas leite, que reuniu cerca de 600 produtores de várias regiões do Estado, além de estudantes de medicina veterinária e profissionais com atuação no setor. “O Seminário teve um impacto bastante positivo junto aos produtores, principalmente porque foram escolhidos temas próximos à realidade, ao dia a dia do pecuarista”, avaliou a assessora Técnica da Seapa e coordenadora do seminário, Alessandra Félix Sena Botelho.

Durante a Superagro, foram premiados os vencedores do segundo concurso de redação com o tema “O leite nosso de cada dia”. O concurso foi promovido pelo Programa Minas Leite, da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), com o apoio das secretarias de Estado de Educação e de Defesa Social e do Sindicato da Indústria de Laticínios do Estado de Minas Gerais (Silemg). O objetivo do concurso foi despertar a conscientização dos alunos das escolas estaduais mineiras sobre a importância do leite e derivados na alimentação diária.

Pratos sofisticados

Outra novidade que agradou ao público foi a cozinha experimental do Senac-MG, que realizou oficinas em que os participantes aprenderam o preparo de receitas com produtos da agricultura familiar. Foram 12 oficinas, com público total de 364 pessoas. “Esta iniciativa propiciou aos alunos do Senac-MG a oportunidade de exercitar a criatividade e de se informar a respeito de nossa cultura, utilizando novos insumos. O público teve acesso a novas receitas e aos produtos, o que incrementou as vendas nos estandes. Por outro lado, o agricultor pôde ver seu produto transformando numa prato saboroso e sofisticado”, avaliou a coordenadora de Apoio às Organizações Rurais da Superintendência de Agricultura Familiar da Secretaria de Agricultura de Minas e da Cozinha Experimental, Giselle Renault.

Bicampeonato e agricultura familiar

Pelo segundo ano consecutivo, o produtor José Baltazar da Silva, do município de São Roque de Minas (Região da Canastra) venceu o Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal que, neste ano, realizou sua quinta edição. “Eu não esperava acontecer de novo, e não estou nem acreditando. Fiquei muito feliz com o resultado”, afirmou o produtor, conhecido na região como Zé Mário. A agricultura familiar também esteve presente, com 42 estandes trazendo diversos produtos. “Os produtos tiveram boa saída, especialmente o queijo, mas todos os outros como mel, artesanato e aqueles do agroextrativismo tiveram boa receptividade junto ao público”, informou a assessora Técnica da Secretaria de Agricultura e coordenadora da Vila da Agricultura Familiar, Ignes Botelho Figueiredo Matias.

Expovet

Na sua terceira edição consecutiva, a Expovet – Feira de Negócios, Serviços e Produtos Pet e Veterinários – registrou a participação de 85 expositores. “O aumento foi de 20% em relação ao número de participantes do ano passado”, afirmou a organizadora do evento, Fabiana Braz. Ela ainda disse que a feira recebeu a visita de pessoas de 310 cidades mineiras.

Expocachaça

Parte do calendário cultural de Minas Gerais há 15 anos, a Expocachaça encerrou sua 20ª edição se consagrando, mais uma vez, como a principal feira nacional do setor. O evento apresentou aos visitantes, empresários e apreciadores, aproximadamente 450 rótulos de cachaças de todo o país, além da participação do Mercadão de São Paulo, com a Família Mendonça. Outro diferencial desta edição foram as apresentações culturais.

Para o diretor de Marketing da Expocachaça, José Lúcio Mendes, esta edição foi inesquecível. “Conseguimos oferecer ao público um evento coletivo, onde negócios e entretenimento cultural foram os grandes aliados”, disse.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/superagro-2012-recebeu-publico-de-70-mil-pessoas-em-oito-dias-de-feira/

Publicado em 13/06/2012, em Anastasia, Antonio Anastasia, Choque de Gestão, Gestao Pública, Gestão, Gestão Eficiente, Gestão em Minas e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: