Governo de Minas: projeto mineiro sobre Copa Sustentável é apresentado em evento da Funasa

Mineirão será referência nacional em localização sustentável, qualidade do ambiente interno e eficiência no uso da água, energia e atmosfera

Bruno Sales/Divulgação
Vinícius Lott, coordenador do Copa Sustentável, apresentou detalhes do projeto
Vinícius Lott, coordenador do Copa Sustentável, apresentou detalhes do projeto

O Projeto Copa Sustentável, da Secretaria de Estado Extraordinária da Copa (Secopa), foi apresentado dentro da programação da Semana do Meio Ambiente e Educação Ambiental realizada pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa), nesta segunda-feira (04), no auditório da entidade.

“A Semana de Meio Ambiente é uma ótima oportunidade para apresentar como grandes projetos, como a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014, podem ser desenvolvidos a partir do tripé da sustentabilidade, ou seja, levando em consideração a viabilidade econômica, a justiça social e a responsabilidade ambiental. Mas podemos ir além, demonstrando que essas ações podem começar dentro da casa de cada cidadão”, comentou Vinícius Lott, coordenador do projeto, presente no encontro.

Um dos compromissos da iniciativa é o cumprimento das normas estabelecidas pelo programa de redução de impactos e proteção ambiental da FIFA, que recomenda a certificação Leed (Leadership in Energy and Environmental Design) nos estádios das cidades-sede. O selo é emitido pelo Green Building Council Institute (GBCI), organização sediada nos Estados Unidos que atesta instalações de alta performance ambiental e energética.

O Mineirão pretende conquistar o certificado “Nova Construção e Renovação Principal (New Construction and Major Renovation), conferido a projetos de reconstrução. A avaliação da obra está baseada em critérios como localização sustentável, eficiência no uso da água, energia e atmosfera, materiais e recursos e, por último, qualidade do ambiente interno.

Uma das ações de sustentabilidade ambiental adotadas da reforma do Mineirão é a usina solar. Células fotovoltaicas vão captar energia solar para geração de energia elétrica, com potência de 1,6 megawatt, o suficiente para atender a 1.500 residências de médio porte.

O novo Mineirão terá ainda sistema para reaproveitamento da água de chuva em um reservatório de aproximadamente 6.000 m3, quantidade suficiente para descarga de sanitários, irrigação do gramado e jardins e limpeza das áreas externas em caso de estiagem de três meses.

Entre as medidas ambientalmente sustentáveis já implementadas na obra está o reaproveitamento de 90% dos resíduos gerados com a reforma. Cerca de 800 mil metros cúbicos de terra foram utilizados na recuperação de cavas da atividade mineratória, bem como 75 mil metros cúbicos de concreto oriundos da demolição foram usados em pavimentação de vias do Estado. “Cerca de 50 mil cadeiras foram doadas a estádios e ginásios, e o gramado do retirado do Mineirão foi doado ao Plug Minas, projeto de inclusão social do Governo de Minas”, complementa.

Para Marcelo Libano, superintendente-substituto da Funasa, “as decisões que o ser humano tomar daqui pra frente devem estar de acordo com a sustentabilidade, pois só assim teremos garantia da nossa existência na Terra”, concluiu.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/projeto-mineiro-sobre-copa-sustentavel-e-apresentado-em-evento-da-funasa/

Publicado em 05/06/2012, em Anastasia, Antonio Anastasia, Choque de Gestão, Gestao Pública, Gestão, Gestão Eficiente, Gestão em Minas e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: